Redes Sociais,
SEO, Blog ou
Adwords:
O que devo usar para
minha empresa?
Você já pensou em posicionar sua marca na internet? Construir um relacionamento com seu cliente
é uma das formas mais efica...
Facebook
O que é?
Rede social mais utilizada
no planeta com mais de 1,3
bilhão de usuários
cadastrados. Atualmente,
utilizada para
...
Instagram
O que é?
Rede social exclusiva para compartilhamento
de fotos ou vídeos (de, no máximo, 15
segundos). Foi popularizada pel...
Linked in
O que é?
Rede social lançada em 2003 voltada diretamente para o
público empresarial. A ideia principal do LinkedIn é
conec...
Twitter
O que é?
Rede social destinada à comunicação objetiva e rápida.
Cada postagem pode até, no máximo, 140 caracteres.
Com ima...
Algumas estratégias
de Marketing Digital
O que é?
Do inglês Search Engine Optimization (em português:
otimização para motores de busca), é um conjunto de
técnicas ...
Como funciona?
Você paga por anúncios que podem ser texto ou imagem.
O Google Adwords é dividido em duas formas de
entrega...
O que é?
Uma área de blog dentro de um site ou mesmo fora dele
que tenha vínculo com alguma empresa. O grande
diferencial ...
Vamos Dialogar?
Telefones para contato:
(11) 2826-1622
(11) 98487-5397
E-mail:
atendimento@dialog.pub
E book midias sociais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

E book midias sociais

156 visualizações

Publicada em

ebook midias sociais

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
156
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E book midias sociais

  1. 1. Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa?
  2. 2. Você já pensou em posicionar sua marca na internet? Construir um relacionamento com seu cliente é uma das formas mais eficazes de marketing. Você vende, garante a satisfação e uma relação de confiança com ele. Com a presença cada vez maior da internet e das redes sociais em nossas vidas, estar presente na web é primordial. Aí vem a pergunta: como usá-las? Pensando nisso, Dialog fez um pequeno mapa de opções para você e sua marca. Redes sociais? SEO? Adwords? Blog? Devo usar todos eles ou só um? Qual a melhor opção para sua empresa posicionar-se na internet? Facebook? Instagram? Twitter? Você pode até não conhecer todas essas redes, ou imaginar que elas não seriam úteis para você. Em quatro dicas rápidas - o que é?; ideal para; não vale a pena para; e dica - analisamos o Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e apontamos qual o melhor caminho para sua empresa. Além destas redes sociais, neste e-book, a Dialog vai explicar um pouco melhor algumas outras estratégias de Marketing Digital que podem ser usadas aliadas ou não às redes sociais. O que é SEO? Google Adwords? Facebook Ads? Vale a pena criar um blog para sua marca? Se você tiver dúvidas para responder a algumas destas questões, aproveite a leitura e entre em contato com a Dialog.
  3. 3. Facebook
  4. 4. O que é? Rede social mais utilizada no planeta com mais de 1,3 bilhão de usuários cadastrados. Atualmente, utilizada para compartilhamento de textos, imagens, vídeos e notícias, tanto por pessoas, quanto por marcas. Empresas veem no Facebook, hoje, uma forma muito eficiente de se aproximarem do consumidor. Ideal para: Empresas e marcas que lidam com conteúdo menos técnico e mais passível de produção de conteúdo ou que possam explorar imagens de forte apelo visual. Posts devem ser interessantes para serem compartilhados e, assim, alcançarem mais pessoas. Exemplo: vestuário/acessórios, produtos alimentícios em geral, produtos audiovisuais, empresas de viagens/hoteis/pousadas e lazer em geral. Não vale a pena para: Empresas que lidam com conteúdo menos palpável, visual. Por exemplo: escritórios de advocacia, contabilidade, engenharia de trabalhos estruturais e etc. Dica: Sempre que possível, postar vídeos. O Facebook vem privilegiando o alcance orgânico de vídeos. Os posts devem buscar a interação sempre, chamando os curtidores para participar. Facebook Ads: O Facebook Ads é o espaço destinado a quem quer criar anúncios pagos dentro da rede social. Ele é essencial para empresas que queiram vender produtos ou gerar leads de forma rápida. A tendência atual é que toda empresa destine uma parte dos recursos para anúncios, seja de patrocínio de posts, curtidas da página ou cliques para levar a algum site. Os recursos para quem precisa vender são excepcionais e competem com o Google Adwords na modalidade Display, principalmente.
  5. 5. Instagram
  6. 6. O que é? Rede social exclusiva para compartilhamento de fotos ou vídeos (de, no máximo, 15 segundos). Foi popularizada pela possibilidade de se retratar o instantâneo e ser uma alternativa ao público jovem após a adesão ao Facebook em peso por internautas do mundo todo. Oferece filtros para que os usuários possam explorar características das fotos que postam. Não vale a pena para: Empresas que não trabalhem com produtos visualmente apelativos. Dica: O perfil de sua empresa/marca no Instagram não pode ter uma cara publicitária. Os usuários tendem a não dar muita atenção a um perfil que vá vender produtos ou anunciar coisas no Instagram. Por isso é tão fundamental vender produtos ou serviços que sejam bonitos de se ver, como pratos de comida muito suculentos ou resorts com belas fotos de paisagens. A publicidade deve vir disfarçada no texto da legenda da foto. Trabalhe com hashtags, para seus posts serem encontrados por pessoas que procurem palavras relacionadas à sua área de atuação. Ideal para: Empresas ou marcas visuais, especialmente de culinária, hotéis e resorts. Fotos de paisagens e comida são muito populares nessa rede social.
  7. 7. Linked in
  8. 8. O que é? Rede social lançada em 2003 voltada diretamente para o público empresarial. A ideia principal do LinkedIn é conectar pessoas dispostas a trabalhar, e, por isso, o LinkedIn permanece alheio às brincadeiras das outras redes sociais. Nessa rede social, páginas de marcas e empresas podem se posicionar e conectar-se a outras marcas e pessoas da mesma área e compartilhar informações. Não vale a pena: Caso seu objetivo seja vender para o consumidor final, o B2C. Isso pois o custo de anúncio do LinkedIn é bem mais alto do que a média do mercado. O menor custo por clique é de R$ 4,00. Ideal para: Recrutamento de pessoas: o LinkedIn tem ferramentas de headhunting e seleção de pessoas. Fica mais fácil encontrar profissionais com conhecimentos técnicos específicos. Networking: os grupos são uma ferramenta poderosa de networking, não os subestime. Além disso, o LinkedIn disponibiliza algumas ferramentas de prospecção com o inMail: você paga para enviar mensagens para os perfis que desejar dentro da rede e só é cobrado em caso de resposta. Os anúncios do LinkedIn também são bastante focados em prospecção de clientes. Marketing pessoal: a rede social é excelente para quem quer buscar novas oportunidades de carreira. Ao criar um perfil completo, as chances de ser encontrado aumentam bastante. Dica: Experimente criar conteúdo e divulgar em grupos do LinkedIn relacionados ao tema do conteúdo. Caso o conteúdo seja de grande benefício para os usuários, você provavelmente vai ter um ótimo retorno em acessos - talvez maior até que no Facebook.
  9. 9. Twitter
  10. 10. O que é? Rede social destinada à comunicação objetiva e rápida. Cada postagem pode até, no máximo, 140 caracteres. Com imagens, o número de caracteres fica ainda menor. Essencial ter uma outra plataforma (site ou blog) para direcionar os seguidores ao postar links. Não vale a pena para: Clientes que desejam apenas se posicionar como marca e não têm a intenção de criar muito conteúdo. Ter uma presença fantasma em uma rede social é muito negativo: transmite falta de organização e credibilidade. Não compensa estar na rede só por estar, tem que ser participativo. Ideal para: Clientes com muita produção de conteúdo que possam, constantemente, postar chamadas para textos ou vídeos. O conteúdo deve ser relevante, para atrair atenção de forma eficiente e que gere seguidores, retweets (compartilhamentos) e até leads. Dica: O Twitter possui Analytics e pode te dar números que avaliem a efetividade do seu trabalho. Esse é um bom guia para tipo de conteúdo e horários das postagens, por exemplo.
  11. 11. Algumas estratégias de Marketing Digital
  12. 12. O que é? Do inglês Search Engine Optimization (em português: otimização para motores de busca), é um conjunto de técnicas para aumentar o retorno do tráfego vindo do Google. Implica, principalmente, em ações para que um site ganhe melhor posicionamento no ranking do Google - mais palavras entre as primeiras colocadas. Não vale a pena para: Se a empresa precisa de resultados imediatos ou não tem verba para manter um trabalho de SEO por 6 meses ou mais. Ideal para: Prestadores de serviço e e-commerces que não precisem de resultados a curto prazo. O resultado de um bom trabalho de SEO não é tão rápido quanto o de Adwords, por exemplo. A médio e longo prazo é mais sustentável para as empresas por não existirem custos com cada clique (uma vez que o tráfego é orgânico). Dica: Criar artigos em texto para um site é uma boa maneira de ajudar no posicionamento. Crie textos relacionados aos produtos da empresa, indiretamente - o objetivo é atingir palavras-chave que estejam dentro do universo do que você tem a oferecer. Exempo: se vende um produto alimentício, criar um artigo no site com receitas que utilizem o produto. SEO
  13. 13. Como funciona? Você paga por anúncios que podem ser texto ou imagem. O Google Adwords é dividido em duas formas de entrega: a Pesquisa e o Display. A pesquisa corresponde aos anúncios que aparecem na Busca do Google. O Display é um conjunto de sites onde seus anúncios podem aparecer como o Gmail, o YouTube e sites que aceitam receber anúncios do Google. Rede de Display do Adwords Ideal para: quem quer vender uma ideia ou gerar desejo por determinado produto. Não vale a pena: se você tiver um orçamento reduzido Rede de Pesquisa do Adwords Ideal para: quem tiver um produto que atenda uma necessidade ou seja algo que as pessoas busquem. Exemplo: prestadores de serviço, pousadas, e- commerces. Não vale a pena: para quem quer alta escala de vendas em pouco tempo. Muitas palavras podem ficar “caras” se você está num mercado que precisa de alta escalabilidade. Dica: Você pode criar URLs personalizadas que vão mostrar no Google Analytics da onde vêm o tráfego e de qual campanha o resultado veio. Crie URLS personalizadas no link: Google Adwords
  14. 14. O que é? Uma área de blog dentro de um site ou mesmo fora dele que tenha vínculo com alguma empresa. O grande diferencial é escrever artigos que contenham dicas e informações valiosas (de verdade). Não vale a pena para: Empresas que tenham pouco a dizer (poucas novidades) ou que não tenham bons textos para compartilhar. Um texto mal escrito eou sem conteúdo útil pode jogar contra a empresa. Ideal para: Prestadores de serviço e profissionais liberais. O blog é uma maneira de mostrar que a empresa conhece os serviços que oferece. É uma maneira de ganhar em SEO e, também, em aproximação com o público. Dica: Nunca poste conteúdo copiado de outros sites. Isso impacta negativamente seu ranking no Google. Outra dica é postar conteúdo com assinatura de membros da empresa. Blog corporativo
  15. 15. Vamos Dialogar? Telefones para contato: (11) 2826-1622 (11) 98487-5397 E-mail: atendimento@dialog.pub

×