20150318 CURRICULUM VITAE PT João Sá

222 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

20150318 CURRICULUM VITAE PT João Sá

  1. 1. CV João Sá Página 1/4 CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS - Nome: João Paulo Branco Fernandes de Sá - Data de Nascimento: 28-07-1962 - Estado Civil: Divorciado, 2 filhos - Telemóvel: 00351 912535150 / 00351 926730195 - Residência: Rua 7, nº 194, 1º esquerdo 4500-169 ESPINHO - Email: joao.metropolitano@gmail.com HABILITAÇÕES ACADÉMICAS Mestre em Engenharia Mecânica, opção de Projecto de Máquinas (Automação), pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (1989) EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 1. Jun2008/Mar2015 Metalúrgica Central de Alhos Vedros Director da Delegação Norte, tendo procedido à sua instalação. Gestão de clientes desde o ponto de vista Técnico Comercial Direcção de obras na Refinaria da GALP em Matosinhos e Paragens para Manutenção. 2. Set2003/Jul2007 Transdev 2.1 Mar2007/Jul2007 Transdev Mobilidade S.A. – (Operadora do Sistema de Metro Ligeiro de Múrcia) Director Técnico da UTE Operadora destacado em Múrcia – Espanha durante o start up. Principais actividades desenvolvidas durante start up e início da actividade da rede:  Gestão das actividades relativas à Pre-Operação consistindo essencialmente em: i) Formação do corpo de colaboradores da empresa (Condutores, Reguladores e Responsável de Linha). ii) Interface com os subcontratados da Manutenção. iii)Execução do dossier documental (Operação e Manutenção, Segurança, Homologação). iv)Implementação da Organização da Operação, Manutenção e Segurança).  Interface com a UTE construtora, representando a Exploração (Operação e Manutenção) no que respeita a definições das diversas infraestruturas, sistemas e material circulante.  Estabelecimento de protocolos de colaboração com as autoridades e entidades civis (Câmara Municipal, Polícia e Bombeiros).  Interface com a função comercial  Inauguração do sistema. Arranque e estabilização do serviço comercial. 2.2 Abr2005/Mar2007 Transdev Mobilidade S.A – (Operadora do Sistema de Metro Ligeiro de Tenerife) Director de Operação com residência permanente em Tenerife. Missão de dois anos durante a Pré-Operação e até à Inauguração. Equipa de 67 pessoas e rede com 12,5 km, 21 estações e 20 veículos metro.
  2. 2. CV João Sá Página 2/4 Principais actividades desenvolvidas:  Implementação da proposta de operação do Sistema de Metro Ligeiro de Tenerife consistindo essencialmente em: i) Processo documental (Operação, Homologação e Segurança) ii) Criação da equipa da Operação e recrutamento de todos os colaboradores. iii) Recrutamento dos quadros da empresa operadora incluindo Directores. iv) Estabelecimento e execução da Formação da equipa de colaboradores.  Elaboração e gestão do budget da operação.  Assessoria da equipa do projecto garantindo a incorporação da visão do operador no design, definição técnica, parametrização e implementação dos sistemas de apoio à exploração (SAE, Sinalização, SCADA, SIP, Megafonia, Tetra, CCTV, Bilhética, etc...), material circulante e infraestruturas de via e catenária.  Representação da Operação nas reuniões do Conselho de Administração  Membro do “Groupe Métier d’Exploitation” na Transdev França. 2.3 Set. 2003/Abr 2005 Transdev Mobilidade S.A. – (Operadora do Metro do Porto) Director de Operação do Metro Ligeiro do Porto (nesta fase com 21km, 30 estações – 5 subterrâneas - e 40 veículos metro). Transdev como membro do ACE Normetro (Somague, Soares da Costa, Bombardier SIG e LRV, BBRail e Transdev) (Design, Projecto, Construção e Operação do Metro do Porto). Principais actividades desenvolvidas:  Gestão de toda a equipa da operação num total de 140 pessoas, incluindo condutores, reguladores de circulação, agentes de informação ao público, agentes de estação e informação, planeadores, responsável de vendas, responsável operacional e formadores de condução, bem com o as restantes chefias intermediárias destas funções.  Elaboração e gestão do budget da operação.  Elaboração do processo documental para a entrada em serviço dos troços Trindade- Estádio do Dragão (Mai04) e Pedras Rubras-Sª da Hora (Mar05).  Representação do Operador nas reuniões do consócio (Normetro) assegurando o ponto de vista do utilizador na definição das diversas infraestruturas do sistema.  Assessoria da equipa do projecto garantindo a incorporação da visão do operador na definição técnica, parametrização e implementação dos sistemas de apoio à exploração (SAE, Sinalização, SCADA, SIP, Megafonia, Tetra, CCTV, Bilhética, etc...), material circulante e infraestruturas de via e catenária.  Apoio à Função Comercial no que respeita ao estabelecimento do programa de viagens, suportes técnicos de comunicação, sinalética, etc…  Apoio à Qualidade assegurando a gestão das reclamações  Interface comercial com os clientes.  Gestão da Bilhética.  Participação em processo de certificação na norma ISO 14001 e OSHAS. 3. Fev. 2002/Ago.2003 Asea Brown Boveri S.A. (ABB) – Portugal Project Manager dos Outsourcings de Manutenção na Portucel Cacia, Soporcel e Portucel Setúbal, integrando a Unidade Central de Manutenção da ABB no seu ramo de Full Service. ABB integrando ACE com o cliente. Projectos levados a cabo com uma equipa de um total de 270 pessoas dos quais 70 pertenciam directamente à ABB e as restantes 200 a subcontratadas. Volume de negócios dos três contratos: 15M€/ano.
  3. 3. CV João Sá Página 3/4 Principais funções desempenhadas:  Gestão Operacional e Financeira dos contratos  Follow up com o Controlling  Elaboração e gestão do Budget anual de cada contrato definindo e implementando medidas correctivas em coordenação com os Site Managers  Claim Management e processo de “Open Books”  Proposta e venda de prestações de manutenção fora do scope of work dos contratos  Interface com o cliente  Gestão dos subcontratos e fornecedores 4. Set 1994/Jan 2002 Manutenção Industrial Informatizada e Tecnologia, Lda (MIIT) 4.1. Mar. 2000/Jan. 2002 Hermética, Indústria de Caixilharia, Lda (Grupo MIIT) Missão nesta empresa do grupo MIIT, com o objectivo de proceder à reabilitação operacional da empresa, tendo para isso a responsabilidade global da empresa.  Total de 20 colaboradores entre comerciais, orçamentistas, planeador e operários.  0,8 M€ de volume de negócios.  Orçamentação  Criação de uma rede de Agentes Comerciais nacional  Acompanhamento directo de grandes clientes (grandes construtores civis, gabinetes arquitectura e engenharia, câmaras municipais)  Planeamento  Racionalização da produção e montagem de obras  Missão bem sucedida atendendo a que a empresa passou de uma situação económica difícil para uma situação de auto suficiência. 4.2. Set. 1994/Mar. 2000 Manutenção Industrial Informatizada e Tecnologia, Lda (MIIT) Responsável Delegação Zona Norte  Actividade de Pré-Venda e Implementação de Projectos de Reengenharia / Software de Gestão de Manutenção com ou sem interfaces informáticos com outros sistemas  Contratos de Manutenção  Execução de Auditorias Energéticas  Projectos de Manutenção Condicionada 5. Mar. 1991/Ago. 1994 Cabelte, Cabos Eléctricos e Telefónicos, S.A.  Mar91/Jun93 – Profissional de Engenharia no Departamento de Manutenção;  Jan92/Ago94 – Gestor de Energia da Empresa, reconhecido pela D.G.E.  Execução de um projecto de racionalização de consumo de energia no âmbito do S.I.U.R.E. tendo entre outras medidas, compreendido o desenvolvimento de um software SCADA para a monitorização do alcance da potência contratada/deslastre de cargas eléctricas.  Jun93/Jun94 – Responsável pela Manutenção Mecânica;  Jun94/Ago94 – Responsável do Departamento de Manutenção (15 colaboradores) 6. Out. 1989/Mar. 1991 G.E. Power Controls Portugal  Out.89 a Mar.90 – Estagiário da Direcção Técnica;  Abr.90 a Fev.91 – Responsável do Departamento de Automatização.
  4. 4. CV João Sá Página 4/4 FORMAÇÃO PROFISSIONAL  Habilitação à Condução Comercial do Bombardier Eurotram, Transdev (68 h)  Sinalização – Transdev (50 horas)  Métodos de Exploração Urbana – Transdev (32 horas)  Software de execução de serviços veículos e condutores – Hastus e Sopra para Utilizadores, Transdev (16 horas)  Régulation avec ou sans SAE – les aspects techniques, Transdev (21 horas)  Formação em Sistemas de Gestão HST, ISQ (16h)  “Recrutamento & Selecção” – Dynargie (8h)  Gestão de Desempenho – Dynargie (14h)  Formação “Lego Serious Play – Real Time Identity” – Dynargie (12h)  Formação de Segurança – Pacote base da Lei Espanhola (34h)  Méthodes pour établir la Documentation Technique D’Exploitation et de Maintenance – AFNOR-Paris (24h)  Gestores de Energia de PME’s – Centro de Conservação de Energia (86h)  Planeamento da Manutenção Industrial – AIP (20h)  Autómatos – SIEMENS e OMRON (96h)  Análise de Vibrações I e II e Equilibragem Dinâmica – Brüel & Kjaer (48h)  Aplicações Industriais de Polímeros – INEGI (180 horas)  Manutenção Industrial - INEGI (120 horas) INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES LÍNGUAS Inglês Francês e Espanhol escrita/leitura/conversação de bom nível INFORMÁTICA Office, AutoCAD, Bases de dados. DIVERSOS Membro da Ordem dos Engenheiros desde 1989 (cédula n.º 28383). Membro da APGEI (Associação Portuguesa de Gestão e Engenharia Industrial). Membro da COGEN Portugal - Associação Portuguesa para a Eficiência Energética e Promoção da Cogeração. Membro da APREN – Associação Portuguesa de Energias Renováveis Mergulhador P3 CMAS

×