SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Baixar para ler offline
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
1
Grupo I
1. Leia o texto com atenção.
As células são a unidade estrutural e funcional de todos os seres vivos. A síntese proteica, regulada pelos ácidos nuclei-
cos, foi um acontecimento crucial, que levou à formação da primeira célula. Por outro lado, o aparecimento de membra-
nas semipermeáveis possibilitou a compartimentação celular, tanto do ponto de vista físico como funcional. Um outro
marco importante no processo evolutivo doi o DNA tomar o lugar do RNA como material hereditário. Crê-se que todos
os organismos e todas as células que os constituem tenham evoluído de um ancestral comum.
Durante centenas de anos, os biólogos classificaram os organismos vivos em apenas dois grupos: animais e vegetais.
Com o desenvolvimento do microscópio, tornou-se evidente que muitos organismos não se encaixam bem, nem no
grupo dos animais, nem no grupo dos vegetais. Por exemplo, não só as bactérias não podem ser consideradas plantas,
como existem organismos como a alga verde Euglena que apresentam características tanto de plantas como de animais.
Com efeito, muitos organismos unicelulares têm, entre si, mais características em comum do que com os animais ou
com as plantas.
Selecione a opção que permite obter uma afirmação verdadeira em cada um dos itens 1.1. a 1.4.
1.1. As bactérias são seres vivos com células _______________________, pois _____________________________________________.
A) procarióticas … possuem núcleo individualizado
B) eucarióticas … possuem núcleo individualizado
C) procarióticas … o seu material genético está disperso no citoplasma
D) eucarióticas … o seu material genético está disperso no citoplasma
1.2. A alga Euglena é capaz de realizar fotossíntese, num organelo especializado designado ________________________,
sendo um ser vivo _______________________________.
A) cloroplasto … eucarionte
B) cromossoma … procarionte
C) cloroplasto … procarionte
D) cromossoma … eucarionte
1.3. A alga Euglena possui um flagelo que intervém na sua …
A) … locomoção.
B) … alimentação.
C) … reprodução.
D) … síntese proteica.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
2
1.4. Bactérias e plantas possuem parede celular com composição química ___________________ e têm células
_____________________________________________________________________.
A) igual … eucarióticas
B) diferente … procarióticas
C) igual … procarióticas e eucarióticas, respetivamente
D) diferente … procarióticas e eucarióticas, respetivamente
1.5. Explique o significado da seguinte afirmação: “A célula é a unidade estrutural e funcional de todos os seres vivos.”
2. Faça corresponder cada uma das descrições relativas a diversos organelos celulares expressas na coluna A à respetiva
designação, que consta na coluna B.
3. A figura diz respeito a dois tipos de células.
3.1. Justifique a seguinte afirmação: “As células representadas na figura são ambas células eucarióticas.”
3.2. Indique três diferenças entre as células A e B representadas.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
3
4. Considere as seguintes afirmações sobre organelos celulares e suas funções.
I. As mitocôndrias são responsáveis pela fotossíntese.
II. O complexo de Golgi intervém na síntese de lípidos.
III. A membrana plasmática regula as trocas de materiais que ocorrem entre a célula e o meio.
Selecione a afirmação que as avalia corretamente.
A) III é verdadeira; I e II são falsas.
B) I e III são verdadeiras; II é falsa.
C) I e II são verdadeiras; III é falsa.
D) II e III sã verdadeiras; I é falsa.
5. Leia o texto com atenção.
Os constituintes químicos da vida incluem compostos inorgânicos, como água, minerais e iões, e compostos orgânicos
tais como os glícidos, lípidos, prótidos e ácidos nucleicos. Algumas destas últimas moléculas são de grandes dimensões
e complexidade – as macromoléculas. As moléculas orgânicas são constituídas por um número limitado de elementos
químicos – bioelementos – como o carbono, o oxigénio, o hidrogénio e o azoto. A maioria das macromoléculas são polí-
meros, como é o caso do amido, das proteínas e dos ácidos nucleicos.
Nos itens 5.1. e 5.2., selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira.
5.1. A molécula de água …
A) … não é um bom solvente.
B) … não apresenta polaridade.
C) … ajuda a regular a temperatura dos seres vivos.
D) … é o meio ideal para as reações químicas mas nunca intervém nelas.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
4
5.2. Há um número restrito de átomos, sobretudo C, O, N e H, cuja ligação origina as moléculas orgânicas. Estes elemen-
tos designam-se …
A) … biomoléculas.
B) … bioelementos.
C) … elementos orgânicos.
D) … macromoléculas.
6. Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) cada uma das seguintes afirmações relativas às biomoléculas.
A) Os fosfolípidos são moléculas pertencentes ao grupo dos glícidos. ___
B) As proteínas são polímeros de aminoácidos. ___
C) Os polissacarídeos são formados por um elevado número de oses. ___
D) Alguns lípidos têm uma função estrutural muito importante. ___
E) Os nucleótidos são formados por ácidos nucleicos. ___
7. Selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira.
Os principais compostos orgânicos dos seres vivos são …
A) … água, glícidos, prótidos e lípidos.
B) … glícidos, prótidos, ácidos nucleicos e lípidos.
C) … água, sais minerais, glícidos, prótidos, ácidos nucleicos e lípidos.
D) … prótidos, ácidos nucleicos, lípidos e sais minerais.
8. A figura representa um setor da molécula de um polissacárido – o amido. Identifique o monómero A e a ligação química
B.
9. Defina polímero, incluindo no seu texto os termos: moléculas simples, moléculas longas, ligações químicas e monó-
meros.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
5
10. A figura A representa esquematicamente as quatro estruturas que as moléculas das proteínas podem ter na sua
organização, enquanto na figura B se representa a desnaturação de uma proteína.
10.1. Explique em que consiste a estrutura primária.
10.2. Descreva a relação existente entre as estruturas terciária e quaternária das proteínas.
11. Ordene as expressões representadas pelas letras de A a E, de modo a reconstituir a sequência correta dos termos
referentes a um mecanismo responsável pela desnaturação de uma proteína.
___ A) Ação de agentes, como o calor, a variação de pH e a radiação.
___ B) Quebra das ligações como as pontes de hidrogénio.
___ C) Perda das funções biológicas.
___ D) Desaparecimento das estruturas secundária, terciária e quaternária.
___ E) Regressão da proteína à estrutura primária.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
6
12. A figura representa um setor da macromolécula de um ácido nucleico.
12.1. Selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira.
A unidade básica dos ácidos nucleicos designa-se …
A) … aminoácido.
B) … base azotada.
C) … monossacarídeo.
D) … nucleótido.
12.2. Identifique o que representa cada uma das letras A, T, G e C.
12.3. Refira se o ácido nucleico representado é o DNA ou o RNA. Apresente duas razões na sua resposta.
13. A deficiência de alfa-1-antitripsina é um distúrbio genético descoberto recentemente. A alfa-1-antitripsina é pro-
duzida principalmente no fígado e atua como antiprotease. Tem como principal função inativar a elastase neutrofílica
(uma enzima proteolítica associada a processos inflamatórios), impedindo a ocorrência de danos em tecidos. Níveis re-
duzidos de alfa-1-antitripsina resultam frequentemente em doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC). O diagnóstico
envolve a deteção de níveis séricos reduzidos de alfa-1-antitripsina, entre outros. Além do tratamento usual para a
DPOC, existe atualmente uma terapia específica com infusão de concentrados de alfa-1-antitripsina. Essa terapia de
reposição, aparentemente segura, ainda não teve a eficácia clínica definitivamente comprovada.
Selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira, em cada um dos itens de 13.1 a 13.4.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
7
13.1 A síntese da elastase neutrofílica envolve reações de ___________________, com ________________________ de água.
A) hidrólise … libertação
B) hidrólise … consumo
C) condensação … libertação
D) condensação … consumo
13.2. A elastase neutrofílica é uma enzima responsável pela destruição da estrutura pulmonar, o que envolve reações
de …
A) … hidrólise do tecido pulmonar.
B) … condensação do tecido pulmonar.
C) … hidrólise do tecido pancreático.
D) … condensação do tecido pancreático.
13.3. As enzimas pertencem ao grupo dos _______________________, cujos monómeros são os
______________________________.
A) prótidos … monossacarídeos
B) prótidos … aminoácidos
C) glícidos … monossacarídeos
D) glícidos … aminoácidos
13.4. Os aminoácidos são constituídos por um …
A) … grupo carboxilo, um grupo amina e um radical livre.
B) … grupo amina, uma base azotada e uma pentose.
C) … grupo carboxilo, uma base azotada e um radical libre.
D) … grupo carboxilo, um grupo amina e uma pentose.
10.5. Faça corresponder cada uma das afirmações da coluna A referentes a biomoléculas à respetiva designação, que
consta na coluna B.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
8
Grupo II
Observe as figuras que representam biomoléculas ou os seus constituintes e moléculas de água.
1. Na figura 1 estão representados, …
A) … em a), aminoácidos e polipeptídeos.
B) … em a), nucleótidos e ácidos nucleicos.
C) … em b), monossacarídeos e oligossacarídeos.
D) … em c), nucleótidos e ácidos nucleicos.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
9
2. A figura 1 b2) representa …
A) … um nucleótido, em que B é a guanina.
B) … um ácido nucleico, que é uma cadeia de RNA.
C) … um nucleótido, em que B é a citosina.
D) … um ácido nucleico, que é uma cadeia de DNA.
3. A figura 2 representa moléculas de água, em que a linha a ponteado corresponde a …
A) … ligações covalentes duplas entre dois átomos de hidrogénio.
B) … ligações covalentes duplas entre um átomo de hidrogénio e um átomo de oxigénio.
C) … pontes de hidrogénio entre dois átomos de hidrogénio.
D) … pontes de hidrogénio.
4. A figura 3 representa, …
A) … em a), a reação de condensação e, em b), a reação de hidrólise.
B) … em a), a reação de hidrólise e, em b), a reação de condensação.
C) … em a), a formação de um péptido e, em b), a formação de uma proteína.
D) … em a), a formação de um monossacarídeo e, em b), a formação de um polissacarídeo.
5. Na figura 4 está esquematizada a formação de um …
A) … polissacarídeo por hidrólise.
B) … dipéptido por hidrólise.
C) … polissacarídeo por condensação.
D) … dipéptido por condensação.
6. Se o primeiro monómero da reação esquematizada na figura 4 for uma alanina, o radical R1 é …
A) … COOH.
B) … NH2.
C) … CH3.
D) … H.
7. O processo de síntese da biomolécula esquematizada na figura 4 consiste numa reação …
A) … catabólica que ocorre ao nível dos ribossomas.
B) … anabólica que ocorre ao nível dos ribossomas.
C) … catabólica que ocorre no complexo de Golgi.
D) … anabólica que ocorre no complexo de Golgi.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
10
8. A formação de açucares está esquematizada na figura 1…
A) … c2) polissacarídeo e na reação de hidrólise da figura2.
B) … c2) polissacarídeo e na reação de condensação da figura 3a) maltose.
C) … a2) polipeptídeo, na reação de hidrólise da figura 2 sacarose e na figura 4 alanina.
D) … a2) polissacarídeo, na reação de condensação da figura 2 e na figura 3.
9. O leite fornece proteínas de elevada qualidade, assim como lactose, que causa, muitas vezes, intolerância ou alergia.
Quando deitamos limão sobre o leite, este coalha. Explique o que acontece às proteínas lácteas, na presença de limão,
que justifique a formação de coalho.
10. Ordene cronologicamente os seguintes acontecimentos que se referem à formação de uma proteína funcional.
___ A) Formação de um monómero com grupos NH2, COOH, H e um grupo específico.
___ B) Formação de uma molécula com estrutura quaternária, com função hormonal.
___ C) Formação de uma estrutura tridimensional com elevada massa.
___ D) Ligação entre dois aminoácidos por condensação.
___ E) Formação de um polipeptídeo com libertação de moléculas de água.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
11
Grupo III
Fitness Mitocondrial
De uma forma geral, quando a ingestão calórica persiste e ultrapassa o dispêndio energético, resulta numa situação de
obesidade, caracterizada por um aumento do tecido adiposo visceral, podendo conduzir a diversas doenças, tais como
resistência à insulina, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras.
Sabe-se que a disfunção mitocondrial pode contribuir para uma disfunção do tecido adiposo em casos de obesidade,
pelo que foram conduzidos diversos estudos com ratos sujeitos a diferentes regimes alimentares e intensidades de
treino distintas. A disfunção mitocondrial é caracterizada pela diminuição do conteúdo mitocondrial, pelo declínio do
DNA mitocondrial, pela desregulação da expressão de genes nucleares e pela diminuição do consumo de oxigénio. O
exercício físico regular é, por isso, uma estratégia frequentemente utilizada para melhoraras capacidades funcionais
das mitocôndrias.
1. As células do tecido adiposo visceral acumulam …
A) … lípidos, formados por ácidos gordos e glicerol, unidos por ligações éster.
B) … ácidos gordos e glicerol unidos por ligações fosfodiéster.
C) … aminoácidos unidos por ligações peptídicas.
D) … aminoácidos unidos por pontes de hidrogénio.
2. Nas células dos ratos pode ser encontrado DNA …
A) … no núcleo e no complexo de Golgi.
B) … no núcleo e nos ribossomas.
C) … no núcleo e nas mitocôndrias.
D) … nas mitocôndrias e nos ribossomas.
3. As mitocôndrias das células dos ratos são organelos …
A) … relacionados com a acumulação de lípidos.
B) … com dupla membrana, onde ocorre a produção de energia.
C) … onde ocorrem reações anabólicas que contribuem para a redução dos lípidos.
D) … onde ocorrem reações catabólicas que conduzem à produção de lípidos.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
12
4. É de esperar que, nas células _______________________, o número de mitocôndrias seja ___________________ ao das células
epiteliais.
A) musculares … superior
B) musculares … inferior
C) adiposas … superior
D) adiposas … inferior
5. Nos estudos referidos no texto, uma das variáveis independentes é …
A) … a taxa de exercício físico.
B) … a acumulação de lípidos no tecido adiposo visceral.
C) … a atividade mitocondrial.
D) … o aparecimento de doenças.
6. Faça corresponder cada uma das descrições referidas na coluna A à respetiva designação, que consta da coluna B.
7. As afirmações seguintes dizem respeito à constituição das células eucarióticas. Selecione a opção que as avalia cor-
retamente.
I. Os organelos mais abundantes nas células pancreáticas e nas células das folhas de plantas são o retículo endo-
plasmático rugoso e os centríolos.
II. Ao contrário das células procarióticas, as células eucarióticas apresentam ribossomas.
III. As vesículas libertadas pelo retículo endoplasmático rugoso podem estar envolvidas em fenómenos de auto-
fagia.
A) III é verdadeira; I e II são falsas.
B) II é verdadeira; I e III são falsas.
C) II e III são verdadeiras; I é falsa.
D) I e II são verdadeiras; III é falsa.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
13
8. Nas células, as atividades relacionadas com a secreção celular são atribuídas …
A) … ao complexo de Golgi.
B) … aos ribossomas.
C) … às mitocôndrias.
D) … à membrana celular.
9. Explique por que razão as mitocôndrias, para além do núcleo, são os únicos organelos das células eucarióticas animais
capazes de se dividirem autonomamente.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
14
Grupo IV
Viver a Vida ao Extremo
Nem o gelo da Antártida nem a radiação nuclear de Chernobil assustam os sobreviventes mais resistentes do planeta
Terra. Os extremófilos têm vindo a demonstrar aos cientistas que a vida é capaz de prosperar em qualquer lugar do
nosso planeta e, provavelmente, também no Espaço.
Alguns fungos são capazes de captar radiação nuclear através da melanina como fonte de energia para a síntese de
compostos nutritivos, mesmo vivendo em ambientes com elevados níveis de radiação nuclear.
Um grupo de cientistas tem questionado o papel da melanina como substância protetora da radiação solar, mas também
a capacidade que estes fungos têm de a utilizar para gerar fluxos de eletrões. Vários estudos têm sido conduzidos neste
âmbito, tendo-se concluído que a melanina, quando exposta à radiação, pode acelerar o metabolismo celular.
Um dos estudos consistiu no isolamento de moléculas de melanina juntamente com NADH e ferricianeto, e registou-se
uma taxa de oxidação-redução elevada destes dois compostos, quando na presença de radiação. Assim, será lógico pen-
sar que, se a melanina consegue reduzir o NAD+
para NADH através da radiação, será, em princípio, muito simples a sua
posterior conversão em ATP (molécula essencial para a obtenção de energia celular).
Dadachova e os seus colaboradores trabalharam com espécies mutantes do fungo C. neoformans Lac (-) incapazes de
produzir melanina e com espécies não mutantes.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
15
Os resultados obtidos são apresentados nos gráficos que se seguem.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
16
1. Os fungos Cryptococcus neoformans, ao recorrerem à melanina para a síntese de compostos nutritivos, podem ser
considerados, quanto à fonte de matéria, seres ____________________________ e são constituídos por células
_________________________________.
A) autotróficos … procarióticas
B) heterotróficos … procarióticas
C) autotróficos … eucarióticas
D) heterotróficos … eucarióticas
2. A membrana das células mutantes dos fungos de C. neoformans é uma …
A) … dupla camada fosfolipídica com elevado número de proteínas intrínsecas de melanina.
B) … monocamada fosfolipídica com elevado número de proteínas intrínsecas de melanina.
C) … dupla camada fosfolipídica com ausência de proteínas intrínsecas de melanina.
D) … monocamada fosfolipídica com ausência de proteínas intrínsecas de melanina.
3. Duas das variáveis independentes neste estudo são …
A) … a incorporação de 14
C-acetato por células do fungo C. neoformans e a quantidade de melanina.
B) … estirpes mutantes e selvagens de C. neoformans.
C) … estirpes de C. neoformans e o nível de radiação.
D) … CFU e cpm.
4. Um dos objetivos deste trabalho de investigação foi …
A) … relacionar a presença da enzima lacase com a produção de melanina, através de estirpes mutantes e selvagens.
B) … estudar a importância da melanina para a produção de moléculas nutritivas na presença de radiação.
C) … avaliar o efeito de diversos níveis de radiação na produção de melanina.
D) … testar a influência de 14
C-acetato no crescimento das colónias de fungos.
5. Os resultados apresentados nos gráficos permitem afirmar que, no grupo de fungos ________________________, a incor-
poração de 14
C-acetato foi __________________________ ao longo do tempo.
A) irradiado … aumentando
B) não irradiado … aumentando
C) irradiado … diminuindo
D) não irradiado … diminuindo
6. A melanina, sendo uma proteína transmembranar, …
A) … é um composto quaternário de aminoácidos unidos por ligações peptídicas.
B) … é um composto quaternário de aminoácidos unidos por ligações éster.
C) … é um composto ternário de aminoácidos unidos por ligações peptídicas.
D) … é um composto ternário de aminoácidos unidos por ligações éster.
A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10
Carla Carrasco
17
7. As células de C. neoformans e as células das bactérias apresentam …
A) … parede celular formada por celulose.
B) … ribossomas, relacionados com a síntese de proteínas.
C) … mitocôndrias, onde ocorre a produção de energia.
D) … centríolos, relacionados com a divisão celular.
8. A melanina é armazenada em organelos ________________________________________ que têm origem em vesiculas de
transporte provenientes do _______________________________________.
A) membranares … complexo de Golgi.
B) não membranares … RER
C) membranares … RER
D) não membranares … complexo de Golgi
9. Com o objetivo de estudar com mais pormenor o fungo Cryptococcus neoformans, utilizou-se em laboratório o mi-
croscópio ótico. O acompanhamento do crescimento das colónias deste fungo ao microscópio com objetivas de
_________________ ampliação permite um campo visual com __________________ pormenor.
A) menor … maior
B) maior … maior
C) maior … menor
D) menor … menor
10. Tendo em conta os resultados obtidos para cada uma das medições, apresente conclusões sobre esta investigação,
tendo por base as duas variáveis experimentais em estudo, e indique qual a condição experimental mais vantajosa para
o crescimento deste fungo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios de exame 2012-2013
Exercícios de exame 2012-2013Exercícios de exame 2012-2013
Exercícios de exame 2012-2013Cecilia Ferreira
 
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)Isaura Mourão
 
Teste diagnóstico 11_a
Teste diagnóstico 11_aTeste diagnóstico 11_a
Teste diagnóstico 11_aCarina Rocha
 
Ficha de trabalho 5
Ficha de trabalho 5Ficha de trabalho 5
Ficha de trabalho 5joseeira
 
B9 ingestão, digestão e absorção
B9    ingestão, digestão e absorçãoB9    ingestão, digestão e absorção
B9 ingestão, digestão e absorçãoNuno Correia
 
Ficha de trabalho 6
Ficha de trabalho 6Ficha de trabalho 6
Ficha de trabalho 6joseeira
 
Prova especifica biologia_-2014
Prova especifica biologia_-2014Prova especifica biologia_-2014
Prova especifica biologia_-2014Teresa Cardoso
 
Ficha de trabalho 3
Ficha de trabalho 3Ficha de trabalho 3
Ficha de trabalho 3joseeira
 
Teste 1 versão ii
Teste 1 versão iiTeste 1 versão ii
Teste 1 versão iijoseeira
 
B11 aula de revisões 1
B11   aula de revisões 1B11   aula de revisões 1
B11 aula de revisões 1Nuno Correia
 
Teste diagnóstico 10º Biologia/Geologia
Teste diagnóstico 10º Biologia/GeologiaTeste diagnóstico 10º Biologia/Geologia
Teste diagnóstico 10º Biologia/GeologiaRute Moreira
 
Ficha de trabalho 11
Ficha de trabalho 11Ficha de trabalho 11
Ficha de trabalho 11joseeira
 
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º) Soluções
Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º) SoluçõesTeste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º) Soluções
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º) SoluçõesIsaura Mourão
 
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANOCORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANOsandranascimento
 
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)Isaura Mourão
 
Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4joseeira
 

Mais procurados (20)

Exercícios de exame 2012-2013
Exercícios de exame 2012-2013Exercícios de exame 2012-2013
Exercícios de exame 2012-2013
 
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º)
 
Teste diagnóstico 11_a
Teste diagnóstico 11_aTeste diagnóstico 11_a
Teste diagnóstico 11_a
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
 
Ficha de trabalho 5
Ficha de trabalho 5Ficha de trabalho 5
Ficha de trabalho 5
 
B9 ingestão, digestão e absorção
B9    ingestão, digestão e absorçãoB9    ingestão, digestão e absorção
B9 ingestão, digestão e absorção
 
Exame biologia 2014
Exame biologia 2014Exame biologia 2014
Exame biologia 2014
 
Ficha de trabalho 6
Ficha de trabalho 6Ficha de trabalho 6
Ficha de trabalho 6
 
Prova especifica biologia_-2014
Prova especifica biologia_-2014Prova especifica biologia_-2014
Prova especifica biologia_-2014
 
Ficha de trabalho 3
Ficha de trabalho 3Ficha de trabalho 3
Ficha de trabalho 3
 
Teste 1 versão ii
Teste 1 versão iiTeste 1 versão ii
Teste 1 versão ii
 
Ficha de Trabalho 1
Ficha de Trabalho 1Ficha de Trabalho 1
Ficha de Trabalho 1
 
B28 exercícios
B28   exercíciosB28   exercícios
B28 exercícios
 
B11 aula de revisões 1
B11   aula de revisões 1B11   aula de revisões 1
B11 aula de revisões 1
 
Teste diagnóstico 10º Biologia/Geologia
Teste diagnóstico 10º Biologia/GeologiaTeste diagnóstico 10º Biologia/Geologia
Teste diagnóstico 10º Biologia/Geologia
 
Ficha de trabalho 11
Ficha de trabalho 11Ficha de trabalho 11
Ficha de trabalho 11
 
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º) Soluções
Teste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º) SoluçõesTeste de Avaliação nr. 2  (Biologia 10º) Soluções
Teste de Avaliação nr. 2 (Biologia 10º) Soluções
 
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANOCORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
 
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
 
Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4
 

Semelhante a 2)A célula-Estrutura e Função.pdf

Semelhante a 2)A célula-Estrutura e Função.pdf (20)

Apoio
ApoioApoio
Apoio
 
T.D CITOLOGIA
T.D CITOLOGIAT.D CITOLOGIA
T.D CITOLOGIA
 
Aula Sobre Citologia
Aula Sobre CitologiaAula Sobre Citologia
Aula Sobre Citologia
 
BioGeo10_Teste_tema1BIO_2016_CORREC.pdf
BioGeo10_Teste_tema1BIO_2016_CORREC.pdfBioGeo10_Teste_tema1BIO_2016_CORREC.pdf
BioGeo10_Teste_tema1BIO_2016_CORREC.pdf
 
Exercícios iniciais
Exercícios   iniciaisExercícios   iniciais
Exercícios iniciais
 
Simulado 2 ciências
Simulado 2 ciênciasSimulado 2 ciências
Simulado 2 ciências
 
Treinamento citoplasma
Treinamento citoplasmaTreinamento citoplasma
Treinamento citoplasma
 
odis10_eNL_teste4.docx
odis10_eNL_teste4.docxodis10_eNL_teste4.docx
odis10_eNL_teste4.docx
 
Questoes para 1 s sem resposta
Questoes para 1 s  sem respostaQuestoes para 1 s  sem resposta
Questoes para 1 s sem resposta
 
Lista de Exercícios III
Lista de Exercícios IIILista de Exercícios III
Lista de Exercícios III
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
Composição química dos seres vivos
Composição química dos seres vivosComposição química dos seres vivos
Composição química dos seres vivos
 
Citologia organelas citoplasmaticas_exercicios_gabaritos
Citologia organelas citoplasmaticas_exercicios_gabaritosCitologia organelas citoplasmaticas_exercicios_gabaritos
Citologia organelas citoplasmaticas_exercicios_gabaritos
 
Apresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologiaApresentação de exercícios de biologia
Apresentação de exercícios de biologia
 
1S_ Questoes ac nucleicos
1S_ Questoes ac nucleicos  1S_ Questoes ac nucleicos
1S_ Questoes ac nucleicos
 
Rec 1º bim 2011
Rec 1º bim 2011Rec 1º bim 2011
Rec 1º bim 2011
 
B4 exercícios 1
B4   exercícios 1B4   exercícios 1
B4 exercícios 1
 
Bio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostosBio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostos
 
Gabarito caderno 1 - Terceirão e extensivo manhã BIO 2017
Gabarito caderno 1 - Terceirão e extensivo manhã BIO 2017Gabarito caderno 1 - Terceirão e extensivo manhã BIO 2017
Gabarito caderno 1 - Terceirão e extensivo manhã BIO 2017
 
Lista sobre citoplasma e organelas
Lista sobre citoplasma e organelasLista sobre citoplasma e organelas
Lista sobre citoplasma e organelas
 

Mais de Carla Carrasco

Regulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genética
Regulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genéticaRegulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genética
Regulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genéticaCarla Carrasco
 
Cromossomas e mutações
Cromossomas e mutaçõesCromossomas e mutações
Cromossomas e mutaçõesCarla Carrasco
 
Exercícios de mutações e técnicas de engenharia genética
Exercícios de mutações e técnicas de engenharia genéticaExercícios de mutações e técnicas de engenharia genética
Exercícios de mutações e técnicas de engenharia genéticaCarla Carrasco
 
Exercícios de genética
Exercícios de genéticaExercícios de genética
Exercícios de genéticaCarla Carrasco
 
Exercícios de genética – mutações génicas
Exercícios de genética – mutações génicasExercícios de genética – mutações génicas
Exercícios de genética – mutações génicasCarla Carrasco
 
Exercícios de genética – 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – 2ª lei de mendelExercícios de genética – 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – 2ª lei de mendelCarla Carrasco
 
Exercícios de genética – 1ª lei de mendel
Exercícios de genética – 1ª lei de mendelExercícios de genética – 1ª lei de mendel
Exercícios de genética – 1ª lei de mendelCarla Carrasco
 
Exercícios genética 7
Exercícios genética 7Exercícios genética 7
Exercícios genética 7Carla Carrasco
 
Exercícios genética 6
Exercícios genética 6Exercícios genética 6
Exercícios genética 6Carla Carrasco
 
Exercícios genética 5
Exercícios genética 5Exercícios genética 5
Exercícios genética 5Carla Carrasco
 
Exercícios genética 4
Exercícios genética 4Exercícios genética 4
Exercícios genética 4Carla Carrasco
 
Exercícios genética 3
Exercícios genética 3Exercícios genética 3
Exercícios genética 3Carla Carrasco
 
Genética exercícios 2
Genética exercícios 2Genética exercícios 2
Genética exercícios 2Carla Carrasco
 
Genética exercícios 1
Genética exercícios 1Genética exercícios 1
Genética exercícios 1Carla Carrasco
 

Mais de Carla Carrasco (15)

Regulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genética
Regulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genéticaRegulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genética
Regulação e alteração do material genético. fundamentos de engenharia genética
 
Cromossomas e mutações
Cromossomas e mutaçõesCromossomas e mutações
Cromossomas e mutações
 
Exercícios de mutações e técnicas de engenharia genética
Exercícios de mutações e técnicas de engenharia genéticaExercícios de mutações e técnicas de engenharia genética
Exercícios de mutações e técnicas de engenharia genética
 
Exercícios de genética
Exercícios de genéticaExercícios de genética
Exercícios de genética
 
Exercícios de genética – mutações génicas
Exercícios de genética – mutações génicasExercícios de genética – mutações génicas
Exercícios de genética – mutações génicas
 
Exercícios de genética – 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – 2ª lei de mendelExercícios de genética – 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – 2ª lei de mendel
 
Exercícios de genética – 1ª lei de mendel
Exercícios de genética – 1ª lei de mendelExercícios de genética – 1ª lei de mendel
Exercícios de genética – 1ª lei de mendel
 
Biologia 12
Biologia 12Biologia 12
Biologia 12
 
Exercícios genética 7
Exercícios genética 7Exercícios genética 7
Exercícios genética 7
 
Exercícios genética 6
Exercícios genética 6Exercícios genética 6
Exercícios genética 6
 
Exercícios genética 5
Exercícios genética 5Exercícios genética 5
Exercícios genética 5
 
Exercícios genética 4
Exercícios genética 4Exercícios genética 4
Exercícios genética 4
 
Exercícios genética 3
Exercícios genética 3Exercícios genética 3
Exercícios genética 3
 
Genética exercícios 2
Genética exercícios 2Genética exercícios 2
Genética exercícios 2
 
Genética exercícios 1
Genética exercícios 1Genética exercícios 1
Genética exercícios 1
 

Último

Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 

Último (20)

Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 

2)A célula-Estrutura e Função.pdf

  • 1. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 1 Grupo I 1. Leia o texto com atenção. As células são a unidade estrutural e funcional de todos os seres vivos. A síntese proteica, regulada pelos ácidos nuclei- cos, foi um acontecimento crucial, que levou à formação da primeira célula. Por outro lado, o aparecimento de membra- nas semipermeáveis possibilitou a compartimentação celular, tanto do ponto de vista físico como funcional. Um outro marco importante no processo evolutivo doi o DNA tomar o lugar do RNA como material hereditário. Crê-se que todos os organismos e todas as células que os constituem tenham evoluído de um ancestral comum. Durante centenas de anos, os biólogos classificaram os organismos vivos em apenas dois grupos: animais e vegetais. Com o desenvolvimento do microscópio, tornou-se evidente que muitos organismos não se encaixam bem, nem no grupo dos animais, nem no grupo dos vegetais. Por exemplo, não só as bactérias não podem ser consideradas plantas, como existem organismos como a alga verde Euglena que apresentam características tanto de plantas como de animais. Com efeito, muitos organismos unicelulares têm, entre si, mais características em comum do que com os animais ou com as plantas. Selecione a opção que permite obter uma afirmação verdadeira em cada um dos itens 1.1. a 1.4. 1.1. As bactérias são seres vivos com células _______________________, pois _____________________________________________. A) procarióticas … possuem núcleo individualizado B) eucarióticas … possuem núcleo individualizado C) procarióticas … o seu material genético está disperso no citoplasma D) eucarióticas … o seu material genético está disperso no citoplasma 1.2. A alga Euglena é capaz de realizar fotossíntese, num organelo especializado designado ________________________, sendo um ser vivo _______________________________. A) cloroplasto … eucarionte B) cromossoma … procarionte C) cloroplasto … procarionte D) cromossoma … eucarionte 1.3. A alga Euglena possui um flagelo que intervém na sua … A) … locomoção. B) … alimentação. C) … reprodução. D) … síntese proteica.
  • 2. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 2 1.4. Bactérias e plantas possuem parede celular com composição química ___________________ e têm células _____________________________________________________________________. A) igual … eucarióticas B) diferente … procarióticas C) igual … procarióticas e eucarióticas, respetivamente D) diferente … procarióticas e eucarióticas, respetivamente 1.5. Explique o significado da seguinte afirmação: “A célula é a unidade estrutural e funcional de todos os seres vivos.” 2. Faça corresponder cada uma das descrições relativas a diversos organelos celulares expressas na coluna A à respetiva designação, que consta na coluna B. 3. A figura diz respeito a dois tipos de células. 3.1. Justifique a seguinte afirmação: “As células representadas na figura são ambas células eucarióticas.” 3.2. Indique três diferenças entre as células A e B representadas.
  • 3. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 3 4. Considere as seguintes afirmações sobre organelos celulares e suas funções. I. As mitocôndrias são responsáveis pela fotossíntese. II. O complexo de Golgi intervém na síntese de lípidos. III. A membrana plasmática regula as trocas de materiais que ocorrem entre a célula e o meio. Selecione a afirmação que as avalia corretamente. A) III é verdadeira; I e II são falsas. B) I e III são verdadeiras; II é falsa. C) I e II são verdadeiras; III é falsa. D) II e III sã verdadeiras; I é falsa. 5. Leia o texto com atenção. Os constituintes químicos da vida incluem compostos inorgânicos, como água, minerais e iões, e compostos orgânicos tais como os glícidos, lípidos, prótidos e ácidos nucleicos. Algumas destas últimas moléculas são de grandes dimensões e complexidade – as macromoléculas. As moléculas orgânicas são constituídas por um número limitado de elementos químicos – bioelementos – como o carbono, o oxigénio, o hidrogénio e o azoto. A maioria das macromoléculas são polí- meros, como é o caso do amido, das proteínas e dos ácidos nucleicos. Nos itens 5.1. e 5.2., selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira. 5.1. A molécula de água … A) … não é um bom solvente. B) … não apresenta polaridade. C) … ajuda a regular a temperatura dos seres vivos. D) … é o meio ideal para as reações químicas mas nunca intervém nelas.
  • 4. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 4 5.2. Há um número restrito de átomos, sobretudo C, O, N e H, cuja ligação origina as moléculas orgânicas. Estes elemen- tos designam-se … A) … biomoléculas. B) … bioelementos. C) … elementos orgânicos. D) … macromoléculas. 6. Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) cada uma das seguintes afirmações relativas às biomoléculas. A) Os fosfolípidos são moléculas pertencentes ao grupo dos glícidos. ___ B) As proteínas são polímeros de aminoácidos. ___ C) Os polissacarídeos são formados por um elevado número de oses. ___ D) Alguns lípidos têm uma função estrutural muito importante. ___ E) Os nucleótidos são formados por ácidos nucleicos. ___ 7. Selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira. Os principais compostos orgânicos dos seres vivos são … A) … água, glícidos, prótidos e lípidos. B) … glícidos, prótidos, ácidos nucleicos e lípidos. C) … água, sais minerais, glícidos, prótidos, ácidos nucleicos e lípidos. D) … prótidos, ácidos nucleicos, lípidos e sais minerais. 8. A figura representa um setor da molécula de um polissacárido – o amido. Identifique o monómero A e a ligação química B. 9. Defina polímero, incluindo no seu texto os termos: moléculas simples, moléculas longas, ligações químicas e monó- meros.
  • 5. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 5 10. A figura A representa esquematicamente as quatro estruturas que as moléculas das proteínas podem ter na sua organização, enquanto na figura B se representa a desnaturação de uma proteína. 10.1. Explique em que consiste a estrutura primária. 10.2. Descreva a relação existente entre as estruturas terciária e quaternária das proteínas. 11. Ordene as expressões representadas pelas letras de A a E, de modo a reconstituir a sequência correta dos termos referentes a um mecanismo responsável pela desnaturação de uma proteína. ___ A) Ação de agentes, como o calor, a variação de pH e a radiação. ___ B) Quebra das ligações como as pontes de hidrogénio. ___ C) Perda das funções biológicas. ___ D) Desaparecimento das estruturas secundária, terciária e quaternária. ___ E) Regressão da proteína à estrutura primária.
  • 6. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 6 12. A figura representa um setor da macromolécula de um ácido nucleico. 12.1. Selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira. A unidade básica dos ácidos nucleicos designa-se … A) … aminoácido. B) … base azotada. C) … monossacarídeo. D) … nucleótido. 12.2. Identifique o que representa cada uma das letras A, T, G e C. 12.3. Refira se o ácido nucleico representado é o DNA ou o RNA. Apresente duas razões na sua resposta. 13. A deficiência de alfa-1-antitripsina é um distúrbio genético descoberto recentemente. A alfa-1-antitripsina é pro- duzida principalmente no fígado e atua como antiprotease. Tem como principal função inativar a elastase neutrofílica (uma enzima proteolítica associada a processos inflamatórios), impedindo a ocorrência de danos em tecidos. Níveis re- duzidos de alfa-1-antitripsina resultam frequentemente em doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC). O diagnóstico envolve a deteção de níveis séricos reduzidos de alfa-1-antitripsina, entre outros. Além do tratamento usual para a DPOC, existe atualmente uma terapia específica com infusão de concentrados de alfa-1-antitripsina. Essa terapia de reposição, aparentemente segura, ainda não teve a eficácia clínica definitivamente comprovada. Selecione a única opção que permite obter uma afirmação verdadeira, em cada um dos itens de 13.1 a 13.4.
  • 7. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 7 13.1 A síntese da elastase neutrofílica envolve reações de ___________________, com ________________________ de água. A) hidrólise … libertação B) hidrólise … consumo C) condensação … libertação D) condensação … consumo 13.2. A elastase neutrofílica é uma enzima responsável pela destruição da estrutura pulmonar, o que envolve reações de … A) … hidrólise do tecido pulmonar. B) … condensação do tecido pulmonar. C) … hidrólise do tecido pancreático. D) … condensação do tecido pancreático. 13.3. As enzimas pertencem ao grupo dos _______________________, cujos monómeros são os ______________________________. A) prótidos … monossacarídeos B) prótidos … aminoácidos C) glícidos … monossacarídeos D) glícidos … aminoácidos 13.4. Os aminoácidos são constituídos por um … A) … grupo carboxilo, um grupo amina e um radical livre. B) … grupo amina, uma base azotada e uma pentose. C) … grupo carboxilo, uma base azotada e um radical libre. D) … grupo carboxilo, um grupo amina e uma pentose. 10.5. Faça corresponder cada uma das afirmações da coluna A referentes a biomoléculas à respetiva designação, que consta na coluna B.
  • 8. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 8 Grupo II Observe as figuras que representam biomoléculas ou os seus constituintes e moléculas de água. 1. Na figura 1 estão representados, … A) … em a), aminoácidos e polipeptídeos. B) … em a), nucleótidos e ácidos nucleicos. C) … em b), monossacarídeos e oligossacarídeos. D) … em c), nucleótidos e ácidos nucleicos.
  • 9. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 9 2. A figura 1 b2) representa … A) … um nucleótido, em que B é a guanina. B) … um ácido nucleico, que é uma cadeia de RNA. C) … um nucleótido, em que B é a citosina. D) … um ácido nucleico, que é uma cadeia de DNA. 3. A figura 2 representa moléculas de água, em que a linha a ponteado corresponde a … A) … ligações covalentes duplas entre dois átomos de hidrogénio. B) … ligações covalentes duplas entre um átomo de hidrogénio e um átomo de oxigénio. C) … pontes de hidrogénio entre dois átomos de hidrogénio. D) … pontes de hidrogénio. 4. A figura 3 representa, … A) … em a), a reação de condensação e, em b), a reação de hidrólise. B) … em a), a reação de hidrólise e, em b), a reação de condensação. C) … em a), a formação de um péptido e, em b), a formação de uma proteína. D) … em a), a formação de um monossacarídeo e, em b), a formação de um polissacarídeo. 5. Na figura 4 está esquematizada a formação de um … A) … polissacarídeo por hidrólise. B) … dipéptido por hidrólise. C) … polissacarídeo por condensação. D) … dipéptido por condensação. 6. Se o primeiro monómero da reação esquematizada na figura 4 for uma alanina, o radical R1 é … A) … COOH. B) … NH2. C) … CH3. D) … H. 7. O processo de síntese da biomolécula esquematizada na figura 4 consiste numa reação … A) … catabólica que ocorre ao nível dos ribossomas. B) … anabólica que ocorre ao nível dos ribossomas. C) … catabólica que ocorre no complexo de Golgi. D) … anabólica que ocorre no complexo de Golgi.
  • 10. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 10 8. A formação de açucares está esquematizada na figura 1… A) … c2) polissacarídeo e na reação de hidrólise da figura2. B) … c2) polissacarídeo e na reação de condensação da figura 3a) maltose. C) … a2) polipeptídeo, na reação de hidrólise da figura 2 sacarose e na figura 4 alanina. D) … a2) polissacarídeo, na reação de condensação da figura 2 e na figura 3. 9. O leite fornece proteínas de elevada qualidade, assim como lactose, que causa, muitas vezes, intolerância ou alergia. Quando deitamos limão sobre o leite, este coalha. Explique o que acontece às proteínas lácteas, na presença de limão, que justifique a formação de coalho. 10. Ordene cronologicamente os seguintes acontecimentos que se referem à formação de uma proteína funcional. ___ A) Formação de um monómero com grupos NH2, COOH, H e um grupo específico. ___ B) Formação de uma molécula com estrutura quaternária, com função hormonal. ___ C) Formação de uma estrutura tridimensional com elevada massa. ___ D) Ligação entre dois aminoácidos por condensação. ___ E) Formação de um polipeptídeo com libertação de moléculas de água.
  • 11. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 11 Grupo III Fitness Mitocondrial De uma forma geral, quando a ingestão calórica persiste e ultrapassa o dispêndio energético, resulta numa situação de obesidade, caracterizada por um aumento do tecido adiposo visceral, podendo conduzir a diversas doenças, tais como resistência à insulina, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras. Sabe-se que a disfunção mitocondrial pode contribuir para uma disfunção do tecido adiposo em casos de obesidade, pelo que foram conduzidos diversos estudos com ratos sujeitos a diferentes regimes alimentares e intensidades de treino distintas. A disfunção mitocondrial é caracterizada pela diminuição do conteúdo mitocondrial, pelo declínio do DNA mitocondrial, pela desregulação da expressão de genes nucleares e pela diminuição do consumo de oxigénio. O exercício físico regular é, por isso, uma estratégia frequentemente utilizada para melhoraras capacidades funcionais das mitocôndrias. 1. As células do tecido adiposo visceral acumulam … A) … lípidos, formados por ácidos gordos e glicerol, unidos por ligações éster. B) … ácidos gordos e glicerol unidos por ligações fosfodiéster. C) … aminoácidos unidos por ligações peptídicas. D) … aminoácidos unidos por pontes de hidrogénio. 2. Nas células dos ratos pode ser encontrado DNA … A) … no núcleo e no complexo de Golgi. B) … no núcleo e nos ribossomas. C) … no núcleo e nas mitocôndrias. D) … nas mitocôndrias e nos ribossomas. 3. As mitocôndrias das células dos ratos são organelos … A) … relacionados com a acumulação de lípidos. B) … com dupla membrana, onde ocorre a produção de energia. C) … onde ocorrem reações anabólicas que contribuem para a redução dos lípidos. D) … onde ocorrem reações catabólicas que conduzem à produção de lípidos.
  • 12. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 12 4. É de esperar que, nas células _______________________, o número de mitocôndrias seja ___________________ ao das células epiteliais. A) musculares … superior B) musculares … inferior C) adiposas … superior D) adiposas … inferior 5. Nos estudos referidos no texto, uma das variáveis independentes é … A) … a taxa de exercício físico. B) … a acumulação de lípidos no tecido adiposo visceral. C) … a atividade mitocondrial. D) … o aparecimento de doenças. 6. Faça corresponder cada uma das descrições referidas na coluna A à respetiva designação, que consta da coluna B. 7. As afirmações seguintes dizem respeito à constituição das células eucarióticas. Selecione a opção que as avalia cor- retamente. I. Os organelos mais abundantes nas células pancreáticas e nas células das folhas de plantas são o retículo endo- plasmático rugoso e os centríolos. II. Ao contrário das células procarióticas, as células eucarióticas apresentam ribossomas. III. As vesículas libertadas pelo retículo endoplasmático rugoso podem estar envolvidas em fenómenos de auto- fagia. A) III é verdadeira; I e II são falsas. B) II é verdadeira; I e III são falsas. C) II e III são verdadeiras; I é falsa. D) I e II são verdadeiras; III é falsa.
  • 13. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 13 8. Nas células, as atividades relacionadas com a secreção celular são atribuídas … A) … ao complexo de Golgi. B) … aos ribossomas. C) … às mitocôndrias. D) … à membrana celular. 9. Explique por que razão as mitocôndrias, para além do núcleo, são os únicos organelos das células eucarióticas animais capazes de se dividirem autonomamente.
  • 14. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 14 Grupo IV Viver a Vida ao Extremo Nem o gelo da Antártida nem a radiação nuclear de Chernobil assustam os sobreviventes mais resistentes do planeta Terra. Os extremófilos têm vindo a demonstrar aos cientistas que a vida é capaz de prosperar em qualquer lugar do nosso planeta e, provavelmente, também no Espaço. Alguns fungos são capazes de captar radiação nuclear através da melanina como fonte de energia para a síntese de compostos nutritivos, mesmo vivendo em ambientes com elevados níveis de radiação nuclear. Um grupo de cientistas tem questionado o papel da melanina como substância protetora da radiação solar, mas também a capacidade que estes fungos têm de a utilizar para gerar fluxos de eletrões. Vários estudos têm sido conduzidos neste âmbito, tendo-se concluído que a melanina, quando exposta à radiação, pode acelerar o metabolismo celular. Um dos estudos consistiu no isolamento de moléculas de melanina juntamente com NADH e ferricianeto, e registou-se uma taxa de oxidação-redução elevada destes dois compostos, quando na presença de radiação. Assim, será lógico pen- sar que, se a melanina consegue reduzir o NAD+ para NADH através da radiação, será, em princípio, muito simples a sua posterior conversão em ATP (molécula essencial para a obtenção de energia celular). Dadachova e os seus colaboradores trabalharam com espécies mutantes do fungo C. neoformans Lac (-) incapazes de produzir melanina e com espécies não mutantes.
  • 15. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 15 Os resultados obtidos são apresentados nos gráficos que se seguem.
  • 16. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 16 1. Os fungos Cryptococcus neoformans, ao recorrerem à melanina para a síntese de compostos nutritivos, podem ser considerados, quanto à fonte de matéria, seres ____________________________ e são constituídos por células _________________________________. A) autotróficos … procarióticas B) heterotróficos … procarióticas C) autotróficos … eucarióticas D) heterotróficos … eucarióticas 2. A membrana das células mutantes dos fungos de C. neoformans é uma … A) … dupla camada fosfolipídica com elevado número de proteínas intrínsecas de melanina. B) … monocamada fosfolipídica com elevado número de proteínas intrínsecas de melanina. C) … dupla camada fosfolipídica com ausência de proteínas intrínsecas de melanina. D) … monocamada fosfolipídica com ausência de proteínas intrínsecas de melanina. 3. Duas das variáveis independentes neste estudo são … A) … a incorporação de 14 C-acetato por células do fungo C. neoformans e a quantidade de melanina. B) … estirpes mutantes e selvagens de C. neoformans. C) … estirpes de C. neoformans e o nível de radiação. D) … CFU e cpm. 4. Um dos objetivos deste trabalho de investigação foi … A) … relacionar a presença da enzima lacase com a produção de melanina, através de estirpes mutantes e selvagens. B) … estudar a importância da melanina para a produção de moléculas nutritivas na presença de radiação. C) … avaliar o efeito de diversos níveis de radiação na produção de melanina. D) … testar a influência de 14 C-acetato no crescimento das colónias de fungos. 5. Os resultados apresentados nos gráficos permitem afirmar que, no grupo de fungos ________________________, a incor- poração de 14 C-acetato foi __________________________ ao longo do tempo. A) irradiado … aumentando B) não irradiado … aumentando C) irradiado … diminuindo D) não irradiado … diminuindo 6. A melanina, sendo uma proteína transmembranar, … A) … é um composto quaternário de aminoácidos unidos por ligações peptídicas. B) … é um composto quaternário de aminoácidos unidos por ligações éster. C) … é um composto ternário de aminoácidos unidos por ligações peptídicas. D) … é um composto ternário de aminoácidos unidos por ligações éster.
  • 17. A Célula – Composição e Estrutura Biologia 10 Carla Carrasco 17 7. As células de C. neoformans e as células das bactérias apresentam … A) … parede celular formada por celulose. B) … ribossomas, relacionados com a síntese de proteínas. C) … mitocôndrias, onde ocorre a produção de energia. D) … centríolos, relacionados com a divisão celular. 8. A melanina é armazenada em organelos ________________________________________ que têm origem em vesiculas de transporte provenientes do _______________________________________. A) membranares … complexo de Golgi. B) não membranares … RER C) membranares … RER D) não membranares … complexo de Golgi 9. Com o objetivo de estudar com mais pormenor o fungo Cryptococcus neoformans, utilizou-se em laboratório o mi- croscópio ótico. O acompanhamento do crescimento das colónias deste fungo ao microscópio com objetivas de _________________ ampliação permite um campo visual com __________________ pormenor. A) menor … maior B) maior … maior C) maior … menor D) menor … menor 10. Tendo em conta os resultados obtidos para cada uma das medições, apresente conclusões sobre esta investigação, tendo por base as duas variáveis experimentais em estudo, e indique qual a condição experimental mais vantajosa para o crescimento deste fungo.