O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

CIDADES SAUDÁVEIS aula 05.pptx

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 13 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais de ssuser51d27c1 (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

CIDADES SAUDÁVEIS aula 05.pptx

  1. 1. CIDADES SAUDÁVEIS Docente: Enf. Francielly Maira Bordon Esp. Saúde pública com Ênfase em Saúde da Família 1/2021
  2. 2. SAÚDE NA CONSTITUIÇÃO  A saúde na Constituição foi definida como direito universal e resultante de condições de vida e de trabalho, a ser garantida mediante políticas sociais e econômicas, que visem a redução do risco de doenças e outros agravos, ao acesso universal e igualitário, com ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.
  3. 3.  Ser saudável deve implicar na possibilidade de atuar, de produzir sua própria saúde, quer mediante cuidados tradicionalmente conhecidos, quer por ações que influenciem o seu meio.
  4. 4. PRÉ-REQUISITOS BÁSICOS PARA CONSTITUIÇÃO DE UMA POPULAÇÃO SAUDÁVEL  Habitação adequada em tamanho por habitante, em condições adequadas de conforto térmico;  Educação;  Alimentação imprescindível para o crescimento e desenvolvimento das crianças e necessária para a reposição da força de trabalho;
  5. 5.  Renda decorrente da inserção no mercado de trabalho, adequada para cobrir as necessidades básicas de alimentação, vestuário e lazer;  Ecossistema saudável, preservado e não poluído;  Justiça social e equidade garantindo direitos fundamentais dos cidadãos.
  6. 6. A MELHOR DENOMINAÇÃO PARA O NOVO PARADIGMA É A PRODUÇÃO SOCIAL DA SAÚDE.  O movimento da nova saúde pública busca métodos adequados à nossa realidade política, que tornem mais eficientes as ações sociais e ambientais por saúde e qualidade de vida.
  7. 7.  O novo paradigma tem sua prática sanitária centrada na vigilância à saúde. Entendimento de saúde como resultante de um conjunto de fatores políticos, econômicos, sociais, culturais que se combinam de forma particular, em cada sociedade e em conjuntura específicas, redundando em sociedades mais ou menos saudáveis.
  8. 8.  Promoção de saúde: propõe a capacitação de pessoas para uma gestão mais autônoma da saúde e dos determinantes da mesma. Refere-se a práticas coletivas, voltadas para a definição de políticas, preservação e proteção do ambiente físico e social, com o apoio de informação, educação e comunicação dirigida aos profissionais e à população.
  9. 9.  Prevenção de enfermidades e acidentes: inclui ações preventivas de caráter não médico nas prevenções às doenças. Atenção curativa e de reabilitação: deve buscar inovações com, por exemplo, o hospital- dia e a assistência domiciliar, programa de saúde da família, práticas mais baratas e mais efetivas para a população.
  10. 10.  Espera-se que a partir do ano 2000, 80% da população brasileira esteja vivendo em áreas urbanas. As cidades devem gerar infraestrutura urbana, qualidade de vida e governabilidade para assegurar garantia de bem-estar às sua populações.  Estima-se que 600 milhões de pessoas, habitantes da áreas urbanas dos países em desenvolvimento enfrentem condições de risco de vida e à saúde, sob condições de estresse e expostos a variados problemas de saúde, como doenças transmissíveis, desnutrição, doenças mentais, doenças respiratórias agudas e crônicas.
  11. 11. CIDADES SAUDÁVEIS  Conceito  É aquela na qual as políticas públicas são favoráveis à promoção de saúde. Instituídas a partir de um movimento iniciado pela OMS e pela OPAS.  Movimento por cidades saudáveis  Fundado numa visão de saúde como qualidade de vida. Focaliza a participação popular como forma de mobilização de democratização. Valoriza o compromisso político com a equidade. Busca mudança na forma de gestão governamental.
  12. 12. FATORES QUE INTERFEREM NA SITUAÇÃO DE SAÚDE DAS POPULAÇÕES URBANAS  Pobreza.  Condições inadequadas de trabalho.  Carência de alimentação, segurança, educação, saúde.  Uso excessivo de substâncias tóxicas.  Poluição.  Aglomeração e violência.
  13. 13. Obrigado!!!

×