One corporate culture.
A company promise.
Satellite equipment
Satellite networks
Microwave systems
"Utilizando satelite como forma de
cobertura abrangente para a distribuição
de conteudo de TV movel e DTT"
SSPI
Broadcast ...
Novos Serviços – Novas Demandas
Digital Terrestrial Television (DTT)
DTT significa a distribuição de sinal de programas de...
O que é DTT?
Digital Terrestrial Television (DTT)
• Em sinal analógico, tipicamente um simples canal é transmitido em uma ...
Quais são os desafios?
Os Desafios na Distribuição de DTT
• A velocidade de implementação de novas redes digitais tem ganh...
Novos Serviços – Novas Demandas
TV Movel
• TV Movel é a distribuição de conteudo para dispositivos moveis, como
celulares,...
O que é TV Movel?
.
–
TV Movel
• Todos os padrões utilizados, incluindo DVB-H e SH, MediaFLO, CMMB e T-
DMB suportam conte...
Quais são os desafios?
Os Desafios da TV Movel
• A velocidade de implementação de novas redes 3G.
• CAPEX e OPEX versus AR...
Porque Satelite?
• Satelite tem um longo historico na distribuição de conteudo digital e possui
varios casos de sucesso de...
CAPEX vs OPEX
CAPEX
• Satelite possui melhor custo beneficio para cobertura nacional. Radio
com porta de video, vem como u...
Vantagens do DVB-S2
• Eficiencia Espectral, significando menor requirementos de potencia e antena;
• Menor OPEX;
• Fornece...
Multiplexação Banda Larga ISI
• Quando operando em modo multiplo ASI, cada TS pode receber um label
com o identificador de...
Multiplexação Banda Larga ISI
• Economia de potencia pode ser feita utilizando uma portadora DVB-S 2
VCM para multiplos st...
Multiplexação VCM Stream
• VCM pode ser utilizado para aplicar diferentes combinações de
modulação e codificação para sepa...
BISS Encryption
• Conteudo digital é hoje uma valiosa “commodity” que exige mecanismos
de proteção severos contra roubo.
•...
• ACM é o proximo mecanismo a ser incluido nos links SCPC como forma de elevar
a um grau mais elevado a qualidade do canal...
RADIO PDH
AMR TRANSCEND 800
7/8/11/15/18/23 GHz
• 400 Mbps max modem throughput – up to
256QAM
• Errorless ACM
• Advanced ...
TRANSMISSÃO DE VIDEO
INTERFACE ASI
• Optional up to 4 ASI (Asynchronous Serial Interface) connectors
• SMPTE 292M compatib...
Soluções Advantech
SBM 75e – Modulador DVB-S2
• Integral ISI multiplexing com até 8 entradas ASI
• VCM / ACM
• Pre-distort...
Soluções Advantech
SBD 75e – Demodulador DVB-S2
• Até 4 portas DVB ASI ports por demod
• DVB MPEG Transport streams (TS) p...
www.advantechwireless.com
Advantech frugis-bc-day-2009
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Advantech frugis-bc-day-2009

74 visualizações

Publicada em

Advantech - Utilizando satelite como forma de cobertura abrangente para a distribuição de conteudo de TV móvel e DTT

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
74
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Advantech frugis-bc-day-2009

  1. 1. One corporate culture. A company promise.
  2. 2. Satellite equipment Satellite networks Microwave systems
  3. 3. "Utilizando satelite como forma de cobertura abrangente para a distribuição de conteudo de TV movel e DTT" SSPI Broadcast Day Rio de Janeiro
  4. 4. Novos Serviços – Novas Demandas Digital Terrestrial Television (DTT) DTT significa a distribuição de sinal de programas de televisão e radio para clientes residenciais via comunição sem fio, a partir de torres de transmissão e repetidoras. Devido a convergencia das redes de comunicação, os serviços de televisão e radio passam por mudanças na forma de prestação de serviços, chegando ao usuário final de diversas formas. Isto representa uma enorme oportunidade de receita para as prestadoras de serviços
  5. 5. O que é DTT? Digital Terrestrial Television (DTT) • Em sinal analógico, tipicamente um simples canal é transmitido em uma faixa de frequencia de 8Mhz, Como DTT permite a operação em modulações mais altas, possibilita o transporte de mais conteudos na mesma faixa de frequencia (por exemplo, em 64QAM, temos 32Mbps). • Conteudo Digital (Stream de Video) são multiplexados em MPEG-TS e transportados para o assinante residencial em frequencias de radio. • As operadoras de broadcast podem optar por redes MFN (Multiple Frequency Networks) ou SFN (Single Frequency Networks). Torres de transmissão e considerações sobre sincronização de trafego são os pontos chaves da implementação.
  6. 6. Quais são os desafios? Os Desafios na Distribuição de DTT • A velocidade de implementação de novas redes digitais tem ganhado um significatico impulso. Pela legislação brasileira, “analog shut-down” deve ocorrer em Julho de 2016, porém a demanda dos novos serviços digitais e de banda larga devem acelerar o termino do sinal analogico. • CAPEX e OPEX • Gerenciamento, segurança do conteudo, integração do conteudo local com conteudo de distribuição • Garantia da sincronização do conteudo
  7. 7. Novos Serviços – Novas Demandas TV Movel • TV Movel é a distribuição de conteudo para dispositivos moveis, como celulares, handhelds e smartphones. • +120 redes em serviços comerciais em todo o mundo • Operadoras moveis possuem um interesse na distribuição do conteudo como forma de aumentar o ARPU • Usuarios tem respondido positivamente aos novos serviços, elevando a demanda de trafego e de soluções • Estão sendo disponibilizadas formas de provisionar o serviço: 1) Através das redes 3G (WCMDA/HSPA) 2)Serviços broadcast tais como DVB-H (Europa), MediaFlo (USA), T- DMB (Coreia), 1SEG (Japão)
  8. 8. O que é TV Movel? . – TV Movel • Todos os padrões utilizados, incluindo DVB-H e SH, MediaFLO, CMMB e T- DMB suportam conteudo digital multiplexado em MPEG-TS e utilizam modulação digital multi portadora (COFDM) e transmissores broadcast operando em modo SFN. • Isto significa que todos transmitem na mesma frequencia (canal) para garantir o uso de espectro eficientemente como também permitem a utilização de “gap- fillers” (regenadores de sinais) e transceivers para garantir uma boa cobertura “indoor”. • Este modo de operação necessita que todas as torres transmitem exatamente a mesma informação na forma sincronizada a fim de prevenir interferencia entre duas torres adjacentes. • Transporte pode ser feito em MPEG ou IP
  9. 9. Quais são os desafios? Os Desafios da TV Movel • A velocidade de implementação de novas redes 3G. • CAPEX e OPEX versus ARPU, um novo modelo de negócio • Gerenciamento, segurança do conteudo, integração do conteudo local com conteudo de distribuição • Garantia da sincronização do conteudo
  10. 10. Porque Satelite? • Satelite tem um longo historico na distribuição de conteudo digital e possui varios casos de sucesso de implementação de soluções DTH. • Satelite possui beneficios indiscutiveis em relação a rapidez de implementação e cobertura , sendo uma alternativa interessante as redes terrestres. • Banda de satelite é independente do numero de torres e repetidoras na rede
  11. 11. CAPEX vs OPEX CAPEX • Satelite possui melhor custo beneficio para cobertura nacional. Radio com porta de video, vem como um complemento da solução • Soluções DVB-S2 estão em estagio de maturidade no transporte de conteudo digital. OPEX • Portadoras mantem-se iguais, independente da torres e repetidoras na rede • DVB-S2 eleva ao maximo a eficiencia espectral. • Fator critico esta na disponibilidade de banda satelital e o custo do Mhz atualmente.
  12. 12. Vantagens do DVB-S2 • Eficiencia Espectral, significando menor requirementos de potencia e antena; • Menor OPEX; • Fornece caracteristicas adicionais para soluções broadcast, tais como: • Multiplexação ISI • VCM • BISS Encryption • ACM
  13. 13. Multiplexação Banda Larga ISI • Quando operando em modo multiplo ASI, cada TS pode receber um label com o identificador de stream de entrada (ISI), descrito no padrão DVB- S2; • O label ISI permite que o demodulador extrai individualmente ou multiplos TS de um TS multiplexado em um VCM;
  14. 14. Multiplexação Banda Larga ISI • Economia de potencia pode ser feita utilizando uma portadora DVB-S 2 VCM para multiplos streaming de videos. • Utilizando uma simples portadora de transmissão com multiplos streaming de videos significa que a parte de RF pode operar proximo ao ponto de saturação sem comprometer distorção de inter-modulação.
  15. 15. Multiplexação VCM Stream • VCM pode ser utilizado para aplicar diferentes combinações de modulação e codificação para separar streams em multiplos ASI/TS. • Streams locais podem ocupar um TS e ser utilizado “MODCOD” para minimizar uso do transponder • Streams nacional pode ser utilizado um diferente “MODCOD” para fornecer uma grande proteção e disponibilidade (SLA) • ACM (Banda C x Banda Ku)
  16. 16. BISS Encryption • Conteudo digital é hoje uma valiosa “commodity” que exige mecanismos de proteção severos contra roubo. • BISS, desenvolvido pela European Broadcasting Union e um consorcio de fabricantes, garante a interoperabilidade a segurança e o scrambling de TS broadcast. • BISS é baseado no Common Scrambling Algorithm (CSA) e utiliza uma informação compartilhada entre transmissor e receptor de “session word” ou encrypted session word”. • BISS pode ser aplicado sobre um especifico pacote TS ou sobre todos os pacotes de TS
  17. 17. • ACM é o proximo mecanismo a ser incluido nos links SCPC como forma de elevar a um grau mais elevado a qualidade do canal de comunicação. • Comparando os outros metodos mencionados, ACM consiste na adaptação dos parametros de codificação para casar na melhor forma possivel a condição do canal. • Este mecanismo permite manter o indice de disponibilidade no mais alto nivel para evitar a queda do link devido a deterioração do sinal por razões diversas. • A operação do ACM requer uma troca de informações entre o transmissor e o receptor, denominado de ACM signalling que é feito em um especifico canal e banda. O feedback é sempre feito a uma entidade no transmissor, denominado de ACM controller e no lado do receptor instala-se um Software base engine separado . ACM – Adaptative Code Modulation
  18. 18. RADIO PDH AMR TRANSCEND 800 7/8/11/15/18/23 GHz • 400 Mbps max modem throughput – up to 256QAM • Errorless ACM • Advanced Viterbi/RS/LDPC coding • Diversified interfaces • TDM Mux A/D capabilities • Gigabit Switch/Router • High speed interface for protection and traffic aggregation • Open platform for future XPIC application • Minimal latency added • In-band and out-of-band remote management • All in 1RU box, 11” (28cm) deep Soluções Advantech
  19. 19. TRANSMISSÃO DE VIDEO INTERFACE ASI • Optional up to 4 ASI (Asynchronous Serial Interface) connectors • SMPTE 292M compatible • 270Mbps MPEG-TS stream • Unique feature on radio market today INTERFACE ASI • Optional up to 4 ASI (Asynchronous Serial Interface) connectors • SMPTE 292M compatible • 270Mbps MPEG-TS stream • Unique feature on radio market today Soluções Advantech
  20. 20. Soluções Advantech SBM 75e – Modulador DVB-S2 • Integral ISI multiplexing com até 8 entradas ASI • VCM / ACM • Pre-distortion Firmware • Integral BISS encryption • NCR time stamping para MPEG TS
  21. 21. Soluções Advantech SBD 75e – Demodulador DVB-S2 • Até 4 portas DVB ASI ports por demod • DVB MPEG Transport streams (TS) para portas ASI individuais para uma unica portadora. • VCM/ACM • Equalizador para “signal impairment correction” • Integral BISS encryption • Built in analizador
  22. 22. www.advantechwireless.com

×