2008 05 05 Bioenergetica Recife

1.450 visualizações

Publicada em

apresentacao no congresso de bioenergetica em recife: o futuro e agora

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.450
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
82
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2008 05 05 Bioenergetica Recife

  1. 1. o futuro é agora silvio lemos meira
  2. 2. agora?
  3. 3. sim, em tempos de informaticidade
  4. 4. silviomeira.blog.terra.com.br [email_address]
  5. 5. informaticidade?
  6. 6. onde [e quando ] estamos?
  7. 7.
  8. 12. nas bordas da confusão...
  9. 14. um mundo bem confuso...
  10. 15.
  11. 16. soluções?...
  12. 20. hummm... não. dá prá fazer melhor.
  13. 21.
  14. 22. não consegue trabalhar na praia?
  15. 23.
  16. 24.
  17. 25.
  18. 26. contexto
  19. 27. contexto existimos em
  20. 28. contexto?
  21. 29. era da informação:[ drucker ]
  22. 30. história da informação
  23. 32. de onde é que isso vem?
  24. 33. do mundo...
  25. 34. virtual
  26. 35. o mundo virtual: abstrações linguagem -> tempo
  27. 36. o mundo virtual: abstrações técnicas -> ações
  28. 37. o mundo virtual: abstrações contratos -> violência
  29. 38. o mundo virtual: abstrações contratos -> violência técnicas -> ações linguagem -> tempo
  30. 39. virtual mundo nosso há muito é tempo
  31. 40. história recente
  32. 41. as gerações da informática
  33. 42. referencial
  34. 43. referencial 1: balcão
  35. 44. as gerações da informática ANTES do BALCÃO
  36. 45. as gerações da informática NO BALCÃO
  37. 46. as gerações da informática DEPOIS do BALCÃO
  38. 47. as gerações da informática DEPOIS do NO ANTES do BALCÃO
  39. 48. referencial 2: VOCÊ
  40. 49. as gerações da informática COM VOCÊ
  41. 50. as gerações da informática EM VOCÊ
  42. 51. as gerações da informática EM COM VOCÊ
  43. 52. referencial 3: coisas
  44. 53. as gerações da informática PRAS COISAS
  45. 54. as gerações da informática NAS COISAS
  46. 55. as gerações da informática AS COISAS
  47. 56. as gerações da informática AS NAS PRAS COISAS
  48. 57. as gerações da informática EM COM VOCÊ DEPOIS do NO ANTES do BALCÃO AS NAS PRAS COISAS
  49. 58. sim, mas...
  50. 59. e a tal da...
  51. 60. informaticidade?
  52. 61. cenários
  53. 62. UC? 1. lugar de trabalho: VIRTUAL unified communications [ibm] 2. mais ferramentas de colaboração 3. novos processos de negócio 4. corporações "sem fronteiras" 5. novos modelos de "reunião"
  54. 63. pouco [só o trabalho]...
  55. 64. QTC? silvio meira
  56. 65. pouco [só a casa]...
  57. 66. multiple play? convergência digital? ...?
  58. 67. confuso [meios!]...
  59. 68. SPIMES? 1. coisas que estão na rede blobjects [sterling] 2. unicamente identificáveis 3. SFO : search, find, obtain 4. plano , construção, reciclagem 5. rastro "histórico"...
  60. 69. melhor...
  61. 70. EVERYWARE? 1. sem fio [greenfield] 2. embarcado 3. imperceptível 4. múltiplo 5. interface "invisível"
  62. 71. muito bom...
  63. 75. spimeWARE bananas serão
  64. 76. legal.
  65. 77. e daí?
  66. 78. estas coisas só vão funcionar informaticidade quando tivermos
  67. 79. informa tic idade
  68. 80. uma só rede
  69. 81. a internet
  70. 83. internet: uma velha, boa idéia
  71. 84. que princípios tinha a internet? [kleinrock, ucla, 1968] <ul><li>The Internet technology will be everywhere . </li></ul>
  72. 85. que princípios tinha a internet? [kleinrock, ucla, 1968] <ul><li>It will be always accessible . </li></ul>
  73. 86. que princípios tinha a internet? [kleinrock, ucla, 1968] <ul><li>It will be always on . </li></ul>
  74. 87. que princípios tinha a internet? [kleinrock, ucla, 1968] <ul><li>Anyone will be able to plug in from any location with any device at any time. </li></ul>
  75. 88. que princípios tinha a internet? [kleinrock, ucla, 1968] <ul><li>It will be invisible . </li></ul>
  76. 89. que princípios tinha a internet? [kleinrock, ucla, 1968] <ul><li>everywhere , </li></ul><ul><li>always accessible , </li></ul><ul><li>always on , </li></ul><ul><li>any location, device , time... </li></ul><ul><li>and... invisible . </li></ul>
  77. 90. por que deu CERTO? comunicação e interação rápida, barata, fácil, ampla. entre seres humanos. BEST EFFORT BETA EFFORT
  78. 91. resolveu tudo?
  79. 92. não, mas...
  80. 93. [mary meeker, morgan stanley, dec 2006]
  81. 94. realidade? ...
  82. 95. mobilidade
  83. 96. Josh Drimmer, flagrado pelo NY Post, 13/10/2007
  84. 102. mobilidade!
  85. 103. i nfra- e strutura s erviço s a plicaçõe s webS radio telefonia emeio TV cinema
  86. 104. neste cenário
  87. 105. um telefone deixa de ser um telefone
  88. 109. mas ...
  89. 111. Satnav leaves Slovenian lorry driver wedged in tiny country lane in Kent [@Mereworth]
  90. 113. sociedade x tecnologia
  91. 115. de qual internet?
  92. 118. sociedade & tecnologia
  93. 120. onde estamos?
  94. 122. e o futuro?
  95. 123. http://expositions.bnf.fr/utopie/feuill/index.htm Villemard, 1910. Chromolithographie Paris
  96. 126. e o futuro dos transportes?
  97. 128. por que erramos tanto? ...
  98. 132. pra onde vamos?
  99. 133. pra rede
  100. 134. para os modos de produção e relacionamento EM REDE
  101. 135. para um regime da EXECUÇÃO IMPERFEITA do DESCONHECIDO
  102. 136. ou melhor, de...
  103. 137. INOVAÇÃO
  104. 138. em regime de...
  105. 139. colaboração
  106. 140. longe?
  107. 141. pode ser...
  108. 142. mas, breve...
  109. 143. perto de você...
  110. 159. tamara de lempicka, adam & eve, 1932
  111. 161. silviomeira.blog.terra.com.br [email_address] obrigado!

×