SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Imagem
O que vestir quando o traje é casual Friday?
Susana de Salazar Casanova 1
Casual Friday
Verifica-se, com frequência, o
aparecimento de dificuldades de
interpretação sobre o tipo de vestuário
que corresponde à nomenclatura
casual Friday.
Susana de Salazar Casanova 2
Contextualização
A designação teve origem
na América do Norte. É
um tipo de indumentária
menos formal que se usa
à sexta-feira.
No final dos anos
noventa assume um
papel de destaque,
nomeadamente em
empresas de IT,
alargando-se depois a
outras áreas:
comunicação, marketing,
arquitetura, entre outras.
Susana de Salazar Casanova 3
Objetivo
A introdução de
vestuário menos rígido
tem o objetivo de
incrementar a
motivação dos
colaboradores e passar
uma ideia de dilatação
do fim de semana.
Susana de Salazar Casanova 4
Proibições
• Calções
• Saias curtas
• Blusas de alças “esparguete”
• Negro integral
• Vestuário com brilhos
• T-shirts com frases do género Friday I’m
in Love
• Calçado desportivo ou informal (ténis
ou chinelos)
Neste campo,
surgem por
exemplo:
Susana de Salazar Casanova 5
O que se deve evitar
Calças de ganga
• Em teoria não são permitidas mas deve considerar-se que
em muitas organizações são aceites, desde que sejam lisas
e escuras, com um bom corte e sem aplicações ou rasgões.
• O segredo para as usar sem transmitir grande
informalidade, passa pela combinação com as demais
peças de vestuário, calçado e acessórios.
Susana de Salazar Casanova 6
O que se deve promover
Peças mais
descontraídas - não
informais -, por cores
que podem, caso se
goste, ser mais alegres e
acessórios modernos,
tendo sempre em
mente o conceito de
discrição.
Para evitar situações
desconfortáveis:
1. Documente-se sobre
as normas vigentes na
organização onde
trabalha;
2. Adapte-as ao seu
estilo pessoal.
Susana de Salazar Casanova 7
Susana de Salazar Casanova 8
Tome nota…
A sexta-feira continua a ser um dia
de trabalho, com reuniões, com
almoços ou até com a participação
noutro tipo de eventos.
Susana de Salazar Casanova 9
Um dos maiores momentos de
qualquer pessoa passa pela
experiência de se aceitar, desenvolver
e evoluir!
Susana de Salazar Casanova 10

Mais conteúdo relacionado

Mais de Susana de Salazar Casanova (11)

Email e Tech-Etiquette
Email e Tech-EtiquetteEmail e Tech-Etiquette
Email e Tech-Etiquette
 
Telephone and cell phone etiquette
Telephone and cell phone etiquetteTelephone and cell phone etiquette
Telephone and cell phone etiquette
 
Procura de Emprego
Procura de EmpregoProcura de Emprego
Procura de Emprego
 
Business Cards
Business CardsBusiness Cards
Business Cards
 
Office Courtesies Fundamentals
Office Courtesies FundamentalsOffice Courtesies Fundamentals
Office Courtesies Fundamentals
 
Refeições de Negócios
Refeições de NegóciosRefeições de Negócios
Refeições de Negócios
 
Protocolo Empresarial | Breve Apresentação
Protocolo Empresarial | Breve ApresentaçãoProtocolo Empresarial | Breve Apresentação
Protocolo Empresarial | Breve Apresentação
 
Etiquette Quotes
Etiquette QuotesEtiquette Quotes
Etiquette Quotes
 
College Indction
College IndctionCollege Indction
College Indction
 
Apresentação Susana de Salazar Casanova
Apresentação Susana de Salazar CasanovaApresentação Susana de Salazar Casanova
Apresentação Susana de Salazar Casanova
 
Seminario | Secretariado, acabar com o estereótipo
Seminario | Secretariado, acabar com o estereótipoSeminario | Secretariado, acabar com o estereótipo
Seminario | Secretariado, acabar com o estereótipo
 

Último

PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 

Último (20)

PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 

O que vestir para o casual Friday

  • 1. Imagem O que vestir quando o traje é casual Friday? Susana de Salazar Casanova 1
  • 2. Casual Friday Verifica-se, com frequência, o aparecimento de dificuldades de interpretação sobre o tipo de vestuário que corresponde à nomenclatura casual Friday. Susana de Salazar Casanova 2
  • 3. Contextualização A designação teve origem na América do Norte. É um tipo de indumentária menos formal que se usa à sexta-feira. No final dos anos noventa assume um papel de destaque, nomeadamente em empresas de IT, alargando-se depois a outras áreas: comunicação, marketing, arquitetura, entre outras. Susana de Salazar Casanova 3
  • 4. Objetivo A introdução de vestuário menos rígido tem o objetivo de incrementar a motivação dos colaboradores e passar uma ideia de dilatação do fim de semana. Susana de Salazar Casanova 4
  • 5. Proibições • Calções • Saias curtas • Blusas de alças “esparguete” • Negro integral • Vestuário com brilhos • T-shirts com frases do género Friday I’m in Love • Calçado desportivo ou informal (ténis ou chinelos) Neste campo, surgem por exemplo: Susana de Salazar Casanova 5
  • 6. O que se deve evitar Calças de ganga • Em teoria não são permitidas mas deve considerar-se que em muitas organizações são aceites, desde que sejam lisas e escuras, com um bom corte e sem aplicações ou rasgões. • O segredo para as usar sem transmitir grande informalidade, passa pela combinação com as demais peças de vestuário, calçado e acessórios. Susana de Salazar Casanova 6
  • 7. O que se deve promover Peças mais descontraídas - não informais -, por cores que podem, caso se goste, ser mais alegres e acessórios modernos, tendo sempre em mente o conceito de discrição. Para evitar situações desconfortáveis: 1. Documente-se sobre as normas vigentes na organização onde trabalha; 2. Adapte-as ao seu estilo pessoal. Susana de Salazar Casanova 7
  • 8. Susana de Salazar Casanova 8
  • 9. Tome nota… A sexta-feira continua a ser um dia de trabalho, com reuniões, com almoços ou até com a participação noutro tipo de eventos. Susana de Salazar Casanova 9
  • 10. Um dos maiores momentos de qualquer pessoa passa pela experiência de se aceitar, desenvolver e evoluir! Susana de Salazar Casanova 10