Sistema nervoso II

1.353 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
71
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema nervoso II

  1. 1. SINAPSE E NEUROTRANSMISSORES Ciências Naturais – 9º ano (2012/2013)
  2. 2. ESTRUTURA DO NEURÓNIO NeurónioBased on: Raven et al., Biology, McGraw-Hill
  3. 3. TIPOS DE NEURÓNIOS Neurónio de associação Neurónio sensorial Neurónio motor
  4. 4. Sinapse Os neurotransmissores são libertados na zona de sinapse ligando-se aos recetores existentes nas dendrites
  5. 5. NEURÓNIOS E SINAPSES Tipos de sinapse nervosas 1 e 1’ axo-dendrítica 2 axo-axónica 3 dendro-dendríticaUm neurónio estabelece sinapse com muitos neurónios 4 axo-somática
  6. 6. Neurotransmissores (sinapse química) São conhecidos 50 neurotransmissores • Alguns exemplos: – Dopamina – Serotonina – Acetilcolina
  7. 7. Neurotransmissores (sinapse química) Chegada do impulso nervoso à zona terminal do neurónio 1 Sinapse química Geração de impulso nervoso no neurónio 2
  8. 8. Mecanismo da neurotransmissão química 1. Chegada do impulso nervoso à zona terminal do axónio (neurónio) 2. Abertura de canais onde é necessário o cálcio 3. Entrada de cálcio nas vesículas com os neurotransmissores (NT) 4. Libertação dos NT 5. Interação dos NT- receptor pós- sináptico causando abertura de canais para a passagem do impulso nervoso para o outro neurónio 6. Os NT são degradados por certas substâncias biológicas (6)
  9. 9. Mecanismo da neurotransmissão químicaA estruturas neuronais realizam as suas funções metabólicas e produzem substâncias químicas específicas = neurotransmissores (NT), que são armazenadas em vesículas. As vesículas são transportadas e armazenadas nos terminais nervosos através dos quais são libertadas.
  10. 10. Neurotransmissores (Ex: dopamina)Porque necessitamos deum neurotransmissor comoa dopamina? Molécula de dopamina
  11. 11. Neurotransmissores (ex: dopamina) A dopamina é o neurotransmissor que está relacionado com os mecanismos de bem-estar, da motivação e da adição. Este neurotransmissor tem origem no cérebro e afeta certas zonas mais internas deste órgão.
  12. 12. Importância da dopaminaO comportamento humano é controlado porsistemas naturais de recompensa de naturezaquímica existentes no organismo.Por exemplo, o consumo do chocolate dá ao serhumano um sentimento de prazer.Tais comportamentos são em certos casosdevidos à libertação de dopamina que é umasubstância química (neurotransmissor)responsável pelo bem-estar.A dopamina “reforça comportamentosfundamentais para a nossa sobrevivência.”
  13. 13. DopaminaOs Girassóis, de Gustav Klimt (Viena, 1862 – Neunau, 1918) e a imagemum neurónio em cultura,produzindo dopamina, do Institut du Cerveau et de la Moelle Epinière, Université Pierre et MarieCurie, Paris, França.
  14. 14. Neurotransmissores (Ex: serotonina)Qual a importância daserotonina? Molécula de serotonina
  15. 15. Importância da dopaminaA serotonina parece desempenhar diversasfunções diversas, como por exemplo o controloda libertação de algumas hormonas, a regulaçãodo sono e do apetite .Certas drogas como o “ecstasy” e o LSD"mimetizam" alguns dos efeitos da serotonina emalgumas células alvo. O “ecstasy” promovelibertação maciça de serotonina e posterior a suadestruição.
  16. 16. Neurotransmissores
  17. 17. NeurotransmissoresSerá que a paixão resultaapenas de uma alteraçãona concentração dosneurotransmissores?
  18. 18. As drogas As drogas afetam os mecanismos relacionados com os neurotransmissoresTHC (Cannabis) Metanfetaminas ÁlcoolNicotina (Tabaco)
  19. 19. Como atuam certas drogas?As metanfetaminas e a cocaína são dois tipos de droga quealteram a transmissão da dopamina de duas formas: 1. Entram nas vesículas ao nível da zona terminal doaxónio causando o aumento de dopamina 2. Bloqueiam os transportadores de dopamina Metanfetaminas Cocaína
  20. 20. Efeito do consumo de anfetaminasO consumo de anfetaminas pode originar no ser humano hiper-actividade, perdado sono e a necessidade de se alimentar. O estado de excitação nervosa, euforiae aumento do grau de confiança, pode resultar numa diminuição da capacidadede auto-crítica. A curto prazo ocorrem efeitos como fadiga, depressão, apatia ouagressividade. 2003 2006
  21. 21. Como atua a cocaína? dopamina Recetor de dopamina
  22. 22. Como atua a cocaína? Dopamina Bomba de recaptação de dopamina Receptor dopaminérgico
  23. 23. Como atua a cocaína? DopaminaRecetor dedopamina
  24. 24. Como atua a cocaína?A cocaína impede a recaptação da dopaminaprolongando a sua ação pós-sináptica cocaína
  25. 25. Como atua a cocaína?• O consumo desta droga origina um aumento do estado de euforia do indivíduo que consome esta droga.• Após o terminar o efeito da droga, os níveis de dopamina descem, e o indivíduo ressente-se de forma violenta. O estado de euforia não se mantém até que seja novamente consumida outra dose da droga (dependência/adição).• O consumo deste tipo de drogas leva a que os axónios regridam e acabem por morrer.

×