O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Alexandre Naime Barbosa MD, PhD
Professor Doutor - Infectologia
Liga de Infectologia de Botucatu
FMB UNESP
25/04/2016 - Bo...
O material que se segue faz parte do projeto didático do
Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa
Objetivos
1. Ensino: Treinament...
Brasil - Ministério da Saúde - 2016
Portal G1 - 2016
Morejon K - 2016
Efetividade: após 2 - 3 semanas
Duração: 8 a 10 meses
Morejon K - 2016
Morejon K - 2016
“A ignorância perambula nos períodos de epidemia” Molina, RJ - 2015
Obrigado pela Atenção!
SAE de Infectologia HC UNESP Botucatu Faculdade de Medicina UNESP
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Gripe H1N1  Como identificar os casos graves e evitar a histeria
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gripe H1N1 Como identificar os casos graves e evitar a histeria

373 visualizações

Publicada em

Gripe H1N1

Como identificar os casos graves e evitar a histeria

Publicada em: Saúde e medicina
  • Get HERE to Read PDF eBook === http://ebookdfsrewsa.justdied.com/8445816829-histeria.html
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

Gripe H1N1 Como identificar os casos graves e evitar a histeria

  1. 1. Alexandre Naime Barbosa MD, PhD Professor Doutor - Infectologia Liga de Infectologia de Botucatu FMB UNESP 25/04/2016 - Botucatu - SP - Brasil
  2. 2. O material que se segue faz parte do projeto didático do Prof. Dr. Alexandre Naime Barbosa Objetivos 1. Ensino: Treinamento de Estudantes e Profissionais da Área de Saúde; 2. Extensão: Facilitar o Contato da População em Geral com Conceitos Científicos; 3. Científico: Fomentar a Discussão Científica e Compartilhar Material Didático. Autoria e Cessão 1. Conteúdo: Os dados contidos estão referenciados, em respeito ao autor original; 2. Uso: Está permitido o uso do material, desde que citada a fonte; 3. Contato: fale com o autor e conheça o seu projeto didático em:
  3. 3. Brasil - Ministério da Saúde - 2016
  4. 4. Portal G1 - 2016
  5. 5. Morejon K - 2016 Efetividade: após 2 - 3 semanas Duração: 8 a 10 meses
  6. 6. Morejon K - 2016
  7. 7. Morejon K - 2016
  8. 8. “A ignorância perambula nos períodos de epidemia” Molina, RJ - 2015
  9. 9. Obrigado pela Atenção! SAE de Infectologia HC UNESP Botucatu Faculdade de Medicina UNESP

×