Pesquisa Mão de Obra Temporário 2014 Metodo

343 visualizações

Publicada em

Cerca de 209 mil vagas temporárias serão disponibilizadas até o mês de dezembro.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
343
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pesquisa Mão de Obra Temporário 2014 Metodo

  1. 1. Mão de Obra Temporária Outubro de 2014 Slide 1
  2. 2. OBJETIVOS DO ESTUDO Slide 2 •Sondar perspectivas de contratação de mão de obra temporária para o fim do ano; •Investigar percepções gerais sobre o mercado e contratações; •Mapear o perfil do profissional desejado para as contratações temporárias; •Investigar expectativas de venda para o fim do ano na comparação de 2013 com 2014; •Entender as justificativas para as percepções positivas e negativas sobre as vendas do fim de ano.
  3. 3. METODOLOGIA Obs.: Ao longo do relatório alguns gráficos não fecham em 100% devido ao arredondamento dos valores e/ou respostas múltiplas. Público alvo: empresário e gestores responsáveis pela contratação de mão de obra de empresas de serviços e comércio localizadas nas capitais do país. Método de coleta: pesquisa realizada pessoalmente. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando uma margem de erro no geral de 3,9 p.p para um intervalo de confiança a 95%. Questionário: Foram aplicadas 45 questões. Data de coleta dos dados: 22 de setembro a 1 de outubro de 2014. Slide 3
  4. 4. PERFIL DAS EMPRESAS
  5. 5. Slide 5 P2 SEGMENTO BASE Geral 623 Segmento Setor % (*) Comércio (59%) Supermercados e Produtos Alimentícios 19% Moda feminina, masculina, infantil, unissex, calçados e acessórios 14% Perfumaria e Cosméticos 11% Tecidos, Armarinho 7% Papelarias e Livrarias 4% Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos 2% Artigos Diversos (como Moda esportiva, óticas, bicicletas, 2% Serviços (41%) Restaurantes / Bufês / Afins 21% Transporte 12% Hotelaria / Turismo 4% Estética/ Salão de beleza 3% Filmagem / Comunicação / Promoção de eventos 1% * Os dados foram pós-ponderados a fim de garantir a representatividade dos setores acima.
  6. 6. Slide 6 P3 PORTE – NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS BASE Geral Comércio Serviços 623 391 232
  7. 7. Slide 7 P45 FATURAMENTO BRUTO ANUAL BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 623 391 232 401 108 114
  8. 8. EXPECTATIVA DE VENDAS & CONTRATAÇÃO DE MÃO DE OBRA
  9. 9. •De uma forma geral, os empresários entrevistados estão otimistas com relação às vendas do final do ano, embora a análise comparativa entre os anos de 2013 e 2014 indique redução deste sentimento. •53% dos empresários entrevistados já contrataram ou irão contratar profissionais para o final do ano, número superior a 2013. Percebe-se, no entanto, que as contratações deste ano são mais tardias, indicando uma possível espera de confirmação de demanda por vendas que justificará contratações. •Apesar de um número maior de empresas ter admitido contratações efetivas ou intenção de contratar, o número médio de funcionários contratados diminuiu. •A intenção de efetivação dos profissionais temporários é menor quando comprado a 2013: 13% em 2014 (ante 19% em 2013). •19% das empresas admitiram que algumas contratações serão feitas informalmente. •Entre as empresas que não irão contratar (47%), mais da metade (57%) acredita que não há necessidade/aumento significativo da demanda que justifique contratações. A estratégia adotada entre as que não irão contratar, mas admitem alteração na demanda, será o aumento da carga horária da atual equipe. PRINCIPAIS RESULTADOS
  10. 10. Slide 10 P38 EXPECTATIVA DE VENDAS (em relação a 2013): De uma forma geral, os empresários entrevistados não estão pessimistas com as vendas do final do ano com destaque para as empresas de maior porte. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 623 391 232 401 108 114 Setor Geral Porte
  11. 11. Slide 11 P38 EXPECTATIVA DE VENDAS NO FINAL DO ANO (2013 x 2014): Diminuiu o percentual de pessoas com uma percepção negativa e positiva das vendas. Já a perspectiva estável apresentou crescimento significativo quando comparamos a percepção de 2012 x 2013 e 2013 x 2014. Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 731 623 445 391 286 232
  12. 12. Slide 12 P42 AVALIAÇÃO DO FATURAMENTO DOS ÚLTIMOS 3 MESES: Para 84% do empresariado entrevistado, o faturamento dos últimos 3 meses ficou dentro ou acima do esperado. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 623 391 232 401 108 114 Setor Geral Porte
  13. 13. Slide 13 P43 e P44 POR QUE ACREDITA QUE AS VENDAS FORAM MELHORES QUE O ESPERADO NOS ÚLTIMOS 3 MESES? BASE MELHORES 63 AS VENDAS FORAM MELHORES PORQUE... (RM) GERAL Mais crédito disponível 37% Mais pessoas empregadas 16% Famílias com maior planejamento financeiro 14% Mudanças na política/ Cenário econômico atual 6% As eleições estão movimentando o meu negócio 5% Juros baixos 2% Outro 20% * Somente para quem avaliou o faturamento acima das expectativas (11% da amostra)
  14. 14. Slide 14 P43 e P44 POR QUE ACREDITA QUE AS VENDAS FORAM PIORES QUE O ESPERADO NOS ÚLTIMOS 3 MESES? AS VENDAS FORAM PIORES PORQUE... (RM) GERAL Inflação alta/ diminuição do poder de compra das famílias 44% Vendas abaixo das expectativas nas últimas datas comemorativas: namorados, pais etc 34% Orçamento das famílias está apertado 31% Mudanças na política/ Cenário econômico atual 27% A eleição e as incertezas sobre o futuro do país diminuíram a confiança do consumidor 23% Inadimplência alta 17% Juros elevados 15% Movimentos e manifestações 10% Escassez de crédito 10% Desemprego 9% Falta de regulamentação dos cartões de crédito 4% Outro 4% BASE PIORES 89 * Somente para quem avaliou o faturamento abaixo das expectativas (14% da amostra)
  15. 15. Contratou e/ou irá contratar Por que? Número de contratados Temporários x Efetivos x Informais 2013 x 2014 Não contratou e não irá contratar Por que? Como irá lidar com o aumento da demanda? CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA O FINAL DO ANO
  16. 16. Slide 16 P7 RESUMO DAS CONTRATAÇÕES 53% das empresas entrevistadas irão contratar. A média de contratação é de 3,5 profissionais. 80% destas empresas vão contratar funcionários temporários (42% das empresas pesquisadas) A média de funcionários temporários contratados é de 2,4 31% das empresas que irão contratar funcionários temporários pretendem efetivá-los (13% das empresas pesquisadas) A informalidade nas relações será uma realidade para 46% das empresas que irão contratar funcionários temporários (19% das empresas pesquisadas) 20% destas empresas vão contratar funcionários efetivos (11% das empresas pesquisadas)
  17. 17. Slide 17 P4 Setor Geral BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 623 391 232 401 108 114 Porte CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS NO FINAL DO ANO: 53% das empresas contrataram ou irão contratar funcionários no final do ano. Maior intensidade entre as empresas do comércio e de maior porte.
  18. 18. Slide 18 P7 MOTIVOS PARA A CONTRATAÇÃO: o aumento da demanda no período de fim de ano é o principal determinante das contratações. * Somente para quem pretende contratar BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 308 200 108 181 58 69 Setor Geral Porte
  19. 19. Slide 19 P8 CONTRATAÇÃO - NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS: Média de 3,5 funcionários contratados, sendo que entre as empresas de maior porte, o número de funcionários a serem contratados é superior. MÉDIAS Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 3,5 3,3 3,8 1,8 2,7 7,0 BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 308 200 108 181 58 69 * Somente para quem pretende contratar Setor Geral Porte
  20. 20. Slide 20 P9 NÚMERO FUNCIONÁRIOS TEMPORÁRIOS: 80% das empresas que vão contratar no final do ano pretendem contratar funcionários temporários. A média de profissionais a serem contratados corresponde a 2,4. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 308 200 108 181 58 69 MÉDIAS Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 2,4 2,2 2,6 1,3 2,0 4,4 BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 308 200 108 181 58 69 * Somente para quem pretende contratar Setor Geral Porte
  21. 21. Slide 21 P10 NÚMERO FUNCIONÁRIOS TEMPORÁRIOS QUE PRETENDE EFETIVAR: Quase 1/3 das empresas que irão contratar temporários no final do ano pretende efetivar estes profissionais. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  22. 22. Slide 22 P11 ALGUMAS CONTRATAÇÕES SERÃO INFORMAIS? Quase metade das empresas irá fazer pelo menos uma contratação informal no final do ano. Maior intensidade entre as empresas de menor porte e do setor de serviços. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  23. 23. Slide 23 P12 NÚMERO CONTRATAÇÕES INFORMAIS; Entre as empresas que irão contratar informalmente, a média é de 2,1 funcionários nesta situação. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 112 70 42 77 14 21 MÉDIAS Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 2,1 2,1 2,1 1,4 1,9 3,5 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários informais Setor Geral Porte
  24. 24. Slide 24 P5 MOTIVO DAS EMPRESAS QUE NÃO IRÃO CONTRATAR: o principal motivo é a percepção de que não há necessidade. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 315 191 124 220 50 45 * Somente para quem não pretende contratar Setor Geral Porte
  25. 25. Slide 25 P6 COMO A EMPRESA FARÁ PARA ATENDER A DEMANDA SEM NOVAS CONTRATAÇÕES: Quase metade acredita que não haverá alterações e 1/3 irá aumentar a carga horária da atual equipe para suprir a demanda. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 315 191 124 220 50 45 * Somente para quem não pretende contratar Setor Geral Porte
  26. 26. Análise Comparativa das Contratações 2013 x 2014
  27. 27. Slide 27 P13 NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS TEMPORÁRIOS CONTRATADOS NA SUA EMPRESA VAI SER...: O número de contratações no final do ano foi mantido para 59% das empresas quando comparadas a 2013, segundo a percepção dos entrevistados. Para 28% dos empresários, o número de contratações será maior, principalmente no setor de serviço. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 Setor Geral Porte
  28. 28. Slide 28 P15 POR QUE A CONTRATAÇÃO SERÁ MAIOR DO QUE EM 2013?: O investimento na qualidade do atendimento da empresa é o principal motivador para o aumento das contratações em 2014. BASE Geral 58
  29. 29. Slide 29 P14 POR QUE SERÁ IGUAL OU MENOR DO QUE EM 2013?: A capacidade de atendimento da atual equipe é a principal justificativa. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 172 120 52 102 33 37 Setor Geral Porte
  30. 30. Slide 30 P4 Comércio Geral BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 731 623 445 391 286 232 Serviços CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS NO FINAL DO ANO – 2013 x 2014: a comparação entre 2013 e 2014 indica uma alta nas contratações efetivas e intenções de contratação neste ano, impulsionada pelos serviços (setor com maior crescimento). No entanto, as contratações em 2014 são mais tardias  mais empresas em compasso de espera.
  31. 31. Slide 31 P7 Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 336 308 224 200 112 108 MOTIVOS PARA A CONTRATAÇÃO 2013 x 2014: a competitividade do mercado, apesar de não ser o principal motivador, cresceu de forma significativa em 2014 no setor de serviços.
  32. 32. Slide 32 P8 Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 336 308 224 200 112 108 CONTRATAÇÃO - NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS 2013 x 2014: Percebe-se um aumento nas contratações até 5 funcionários, impactando negativamente a média de funcionários contratados: 8,9 funcionários em 2013 e 3,5 funcionários em 2014.
  33. 33. Slide 33 P9 Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 336 308 224 200 112 108 CONTRATAÇÃO - NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS TEMPORÁRIOS 2013 x 2014: Percebe-se crescimento no número de empresas que pretendem contratar temporários (68% x 80%). Apesar deste crescimento entre s empresas, o número médio de contratados temporários caiu: 6,2 em 2013 para 2,4 em 2014. Diminuiu também a intenção de contratar efetivos (32% x 20%).
  34. 34. Slide 34 P10 Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 269 235 183 152 86 83 CONTRATAÇÃO - EFETIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS TEMPORÁRIOS 2013 x 2014: A intenção de efetivação dos temporários apresentou queda.
  35. 35. Slide 35 P12 CONTRATAÇÕES INFORMAIS - 2013 X 2014: Sem mudanças significativas. Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 73 112 40 70 33 42
  36. 36. CARACTERÍSTICAS DAS VAGAS TEMPORÁRIAS
  37. 37. •Em 2014, a contratação para as vagas temporárias será feita principalmente nos meses de outubro e novembro. •Vendedores, caixas e garçons são os profissionais mais requisitados e os considerados mais difíceis de serem encontrados. •A remuneração é feita somente com salários (excluindo benefícios e/ou comissões) em 26% das empresas. •A média salarial é de 1,3 salários mínimos. •A carga horária é de até 8 horas por dia. •Os contratos duram, na maioria dos casos, até 3 meses. PRINCIPAIS RESULTADOS
  38. 38. Slide 38 P26 QUANDO INICIOU/PRETENDE INICIAR AS CONTRATAÇÕES: Em 2014, 75% das contratações temporárias acontecem entre os meses de outubro e novembro. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  39. 39. Slide 39 P24 VAGAS - CONTRATAÇÕES PARA O FINAL DO ANO RM GERAL Segmento Porte Comercio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais Vendedor/balconista 46% 76% 59% 33% 37% Caixa 28% 32% 21% 24% 31% 31% Garçom 24% 61% 15% 28% 34% Estoquista/repositor 15% 25% 8% 29% 16% Auxiliar de Limpeza 10% 8% 13% 8% 3% 18% Ajudante/auxiliar de cozinha 6% 16% 2% 13% 7% Recepcionista 4% 4% 4% 1% 1% 11% Cozinheiro/churrasqueiro 4% 10% 13% Motorista 4% 1% 8% 3% 8% Auxiliar Administrativo 4% 4% 3% 2% 4% 6% Gerente/supervisor 3% 1% 6% 4% 1% 4% Atendente 3% 5% 4% 2% 2% Manicure 3% 1% 5% 4% 2% 2% Cabeleireiro (a) 3% 1% 6% 3% 2% 3% Camareira 2% 4% 1% 1% 3% Promotor de eventos 1% 2% 1% 1% 0% 2% Auxiliar de filmagem/ fotografia 1% 1% 1% 3% 1% BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários
  40. 40. Slide 40 P27 GRAU DE DIFICULDADE – CONTRATAÇÃO DE TEMPORÁRIOS: 70% das empresas afirmaram não ter dificuldade em recrutar o profissional temporário. Entre as empresas que sentem esta dificuldade, destaque para as do setor de serviços e as que possuem 10 ou mais funcionários. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  41. 41. Slide 41 P30 POR QUE É FÁCIL ENCONTRAR PROFISSIONAIS PARA SUA EMPRESA: percebe-se que a oferta de boas condições de trabalho facilita a contratação de mão de obra BASE Geral 85 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários e acredita ser fácil encontrar profissionais
  42. 42. Slide 42 P28 POR QUE É DIFÍCIL ENCONTRAR PROFISSIONAIS PARA SUA EMPRESA? A principal justificativa é a falta de profissionais qualificados seguida pela falta de comprometimento dos profissionais. BASE Geral 63 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários e não acredita ser fácil encontrar profissionais
  43. 43. Slide 43 P29 CARGOS MAIS DIFÍCEIS DE ENCONTRAR PARA CONTRATAÇÃO RU GERAL Vendedor/balconista 31% Garçom 15% Caixa 13% Cozinheiro/churrasqueiro 11% Auxiliar de Limpeza 5% Motorista 5% Recepcionista 4% Manicure 4% Auxiliar Administrativo 3% Padeiro/confeiteiro 3% Gerente/supervisor 2% Camareira 2% Agente 1% Guia turístico 1% Cabeleireiro (a) 1% Auxiliar de filmagem/ fotografia 1% BASE Geral 63 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários e não acredita ser fácil encontrar profissionais
  44. 44. Slide 44 P21 SALÁRIOS E OUTROS BENEFÍCIOS: 26% das empresas pagam somente o salário aos profissionais temporários, sem benefícios ou comissões, principalmente aquelas do setor de serviços. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  45. 45. Slide 45 P20 REMUNERAÇÃO: O salário médio das contratações temporárias é de 1,3 salários mínimos. 12% das empresas pagam uma remuneração mensal abaixo de 1 salário mínimo. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários MÉDIA: 935,54 891,66 1006,68 828,06 1086,60 993,44 Setor Geral Porte
  46. 46. Slide 46 P22 CARGA HORÁRIA DIÁRIA DOS TEMPORÁRIOS: 18% dos temporários tem uma carga horária acima de 8 horas de trabalho por dia. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários MÉDIA: 7,2 7,4 6,8 7,1 7,7 7,0 Setor Geral Porte
  47. 47. Slide 47 P23 DURAÇÃO DAS CONTRATAÇÕES TEMPORÁRIAS: Em média, as contratações temporárias duram menos de três meses, exceto entre as empresas de grande porte. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários MÉDIA: 2,7 2,7 2,8 2,5 2,7 3,1 Setor Geral Porte
  48. 48. Análise Comparativa Vagas 2013 x 2014
  49. 49. Slide 49 P20 REMUNERAÇÃO - 2013 x 2014: Queda na remuneração que corresponde a 2 a 3 salários e aumento das contratações com remuneração inferior a 1 salário mínimo. Comércio Geral Serviços BASE Geral 2013 Geral 2014 Comércio 2013 Comércio 2014 Serviços 2013 Serviços 2014 185 235 130 152 55 83
  50. 50. PERFIL DESEJADO DO PROFISSIONAL TEMPORÁRIO
  51. 51. •Percebe-se de uma forma geral que poucas são as exigências para o preenchimento das vagas do final do ano. •O perfil médio dos profissionais (considerando as características mais desejadas): •Feminino •Até 30 anos •Sem necessidade de ter curso superior e nenhum outro curso extracurricular •Ser dinâmico e comprometido PRINCIPAIS RESULTADOS
  52. 52. Slide 52 P16 SEXO: o público feminino tem mais oportunidades nos empregos temporários do final do ano, principalmente entre as empresas de menor porte e do comércio. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  53. 53. Slide 53 P17 IDADE: 60% das empresas buscam profissionais com até 34 anos de idade. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários MÉDIA: 30,0 28,4 32,7 28,6 32,3 31,3 Setor Geral Porte
  54. 54. Slide 54 P18 ESCOLARIDADE: a escolaridade exigida para os profissionais temporários é baixa e pode ser um indicativo da qualidade das vagas disponíveis. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários Setor Geral Porte
  55. 55. Slide 55 P19 CURSOS/COMPETÊNCIAS EXTRACURRICULARES: mais uma vez percebe-se a baixa qualificação exigida para os cargos temporários. RM GERAL Segmento Porte Comercio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais Nenhum 61% 65% 54% 62% 71% 52% Ter curso técnico na área 17% 13% 22% 17% 6% 24% Conhecer determinados programas de computador 15% 19% 8% 16% 13% 15% Falar outra língua 4% 3% 6% 2% 1% 9% Outro 11% 7% 17% 12% 11% 10% BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários
  56. 56. Slide 56 P25 CARACTERÍSTICAS PESSOAIS RM GERAL Segmento Porte Comercio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais Dinâmico 53% 49% 59% 48% 52% 61% Comprometido / Responsável 37% 38% 35% 31% 44% 40% Trabalhar bem em equipe 28% 28% 29% 22% 33% 34% Comunicativo 25% 29% 19% 33% 17% 18% Atencioso 23% 24% 22% 25% 22% 21% Pró-ativo 19% 25% 9% 18% 10% 27% Ser de confiança 18% 15% 22% 21% 16% 14% Ser pontual 15% 16% 14% 20% 14% 9% Paciente 14% 15% 12% 9% 27% 12% Ser experiente no ramo 11% 6% 18% 14% 13% Bem humorado 9% 8% 12% 5% 7% 17% Sabe valorizar o produto/serviço na venda 9% 9% 9% 7% 3% 17% Criativo 7% 4% 12% 7% 12% 3% Objetivo 7% 8% 6% 9% 14% Calmo 7% 5% 10% 9% 12% Persistente 5% 6% 4% 4% 9% 5% Ambicioso 3% 5% 1% 6% 2% BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 235 152 83 135 47 53 * Somente para quem pretende contratar funcionários temporários
  57. 57. TREINAMENTO
  58. 58. •Metade das empresas não dá treinamentos para os contratados. •Entre as empresas que oferecem algum tipo de treinamento, os mais recorrentes são: - os procedimentos e regras inerentes à ocupação; - apresentação da empresa (regras e conduta); •Para os entrevistados, a retenção de profissionais se dá pelo salário, um bom ambiente de trabalho e oportunidades. PRINCIPAIS RESULTADOS
  59. 59. Slide 59 P32 REALIZA ALGUMA ATIVIDADE DE TREINAMENTO COM OS FUNCIONÁRIOS APÓS A ADMISSÃO? Metade das empresas não realiza atividades para qualificar ou treinar seus funcionários após a contratação, principalmente as empresas de menor porte. BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 308 200 108 181 58 69 * Somente para quem pretende contratar funcionários Setor Geral Porte
  60. 60. Slide 60 P33 ATIVIDADES QUE REALIZA COM OS FUNCIONÁRIOS APÓS A ADMISSÃO: entre as empresas que dão algum treinamento, as atividades propostas estão relacionadas principalmente com as tarefas desempenhadas pelos funcionários RM GERAL Segmento Porte Comercio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais Treinamento das atividades do funcionário 80% 84% 75% 77% 88% 78% Apresentação sobre a empresa e regras 61% 59% 65% 69% 56% 57% Palestra/ seminário 18% 14% 25% 9% 12% 33% Curso de capacitação 10% 11% 7% 6% 3% 19% Debate/ workshop 3% 4% 2% 3% 6% BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 159 101 58 81 36 42 * Somente para quem pretende contratar funcionários e promove atividades
  61. 61. Slide 61 P34 PRINCIPAL TEMA DAS ATIVIDADES REALIZADAS COM OS FUNCIONÁRIOS: as técnicas e procedimentos sãos os principais temas abordados nos treinamentos. BASE Geral 85 * Somente para quem pretende contratar funcionários e faz treinamentos
  62. 62. Slide 62 P35 O QUE MAIS INFLUENCIA NA DECISÃO DO EMPREGADO EM PERMANECER NA EMPRESA: Apesar do salário ser o mais citado, apenas um bom salário não é suficiente para manter um profissional na empresa. RU GERAL Segmento Porte Comercio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais Salário 38% 37% 38% 42% 39% 24% Ambiente de trabalho (local, colegas) 16% 16% 15% 12% 21% 23% Oportunidade de crescimento profissional 12% 14% 10% 12% 10% 16% Receber em dia 7% 9% 6% 9% 4% 6% Experiência profissional 6% 6% 7% 7% 5% 5% Bonificações 5% 5% 6% 4% 5% 10% O mercado de trabalho não estar bom / medo de perder o emprego e não arrumar outro 5% 6% 5% 5% 6% 5% Carga horária 5% 3% 6% 5% 3% 6% Não trabalhar nos finais de semana 3% 1% 5% 2% 6% 4% Outro 3% 3% 2% 2% 1% 1% BASE Geral Comércio Serviços 0 a 4 5 a 9 10 ou mais 623 391 232 401 108 114

×