Sete em cada dez empresários estão no mercado
há mais de cinco anos, revela SPC Brasil
Pesquisa ouviu comerciantes de toda...
consideração fatores que comprometam o poder de compra do consumidor
como a inflação”, avalia a economista do SPC Brasil A...
que o varejista consiga se destacar diante da acirrada concorrência”, avalia
Bastos.
Fonte: SPC Brasil
Perfil do negócio
A...
No entanto, os entrevistados consideram que o aumento da inflação (82%), a
alta no preço dos combustíveis (78%) e o aument...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PERFIL DO EMPRESÁRIO BRASILEIRO

1.211 visualizações

Publicada em

Sete em cada dez empresários estão no mercado há mais de cinco anos, revela SPC Brasil.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.211
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PERFIL DO EMPRESÁRIO BRASILEIRO

  1. 1. Sete em cada dez empresários estão no mercado há mais de cinco anos, revela SPC Brasil Pesquisa ouviu comerciantes de todas as capitais brasileiras para traçar o perfil do empresário varejista e sondar as expectativas de crescimento para 2013 A atual política de estímulo ao consumo impactou significativamente no poder de compra do consumidor brasileiro, o que consequentemente alavancou as vendas do comércio nos últimos dois anos. E foi exatamente este cenário otimista que uma pesquisa encomendada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) capturou de empresários varejistas ouvidos em todas as capitais brasileiras. Sete em cada dez (73%) comerciantes conseguiram a tão sonhada estabilidade: estão consolidados no mercado há mais de cinco anos. Para a maioria (73%) dos entrevistados, o faturamento em 2013 será ainda melhor que o obtido em 2012. Sem contar que 58% dos empresários revelaram que pretendem contratar algum funcionário neste ano. Fonte: SPC Brasil As razões mais citadas por aqueles que acreditam que 2013 será um ano melhor que 2012 são o maior número de pessoas empregadas (19%), a maior disponibilidade de crédito (14%) e o crescente planejamento financeiro das famílias (11%). “É importante ressaltar que as expectativas dos empresários são geralmente baseadas em percepções passadas. Dessa forma, dada conjuntura econômica favorável ao consumo em 2012, é natural que os empresários esperem um bom desempenho neste ano e não levem em
  2. 2. consideração fatores que comprometam o poder de compra do consumidor como a inflação”, avalia a economista do SPC Brasil Ana Paula Bastos. Fonte: SPC Brasil Contratações e investimentos Quando questionados sobre ampliações no quadro de funcionários, 58% dos varejistas entrevistados afirmaram que pretendem contratar ou efetivar funcionários em 2013. Na avaliação dos economistas do SPC Brasil, o número de comerciantes que não vão contratar (41%) reflete a absorção da mão de obra disponível em 2012. “Isso pode ser facilmente percebido pelas baixas taxas de desemprego verificadas em 2012”, explica Ana Paula Bastos. O estudo também revela que 57% dos entrevistados pretendem fazer investimentos no próprio negócio em 2013. Para o SPC Brasil, a atual conjuntura econômica brasileira com baixas taxas de desemprego, expansão da oferta de crédito e crescimento dos salários acima da inflação impulsionam o consumo e fazem com que empresários se sintam mais confiantes para investir e se tornarem cada vez mais competitivos. As principais áreas nas quais serão realizados investimentos são ampliação e melhoria das instalações (27%), divulgação e marketing (17%) e formação a ampliação de estoques (13%). “Nota-se uma preocupação crescente dos empresários com a imagem da empresa, o que constitui uma estratégia para
  3. 3. que o varejista consiga se destacar diante da acirrada concorrência”, avalia Bastos. Fonte: SPC Brasil Perfil do negócio A maioria (55%) dos comerciantes está consolidada no mercado há mais de cinco anos. Para o SPC Brasil, este dado demonstra que as empresas estão conseguindo se manter firmes no mercado, mesmo frente a tantos desafios que encontram durante a gestão do negócio como alta carga tributária, concorrência acirrada e falta de mão de obra qualificada. Dados da pesquisa SPC mostram que a maior parte dos entrevistados (69%) afirmou possuir até nove funcionários. Além disso, 61% dos comerciantes têm apenas um único estabelecimento e 76% declararam ter rendimentos abaixo de R$ 754 mil por ano. “Os resultados da pesquisa indicam que, por qualquer que seja o critério utilizado, a maioria do varejo brasileiro é formada por empresas de micro e pequeno porte”, afirma Ana Paula Bastos. Cenário econômico em 2013 De acordo com os entrevistados, os aspectos do atual cenário econômico que mais influenciarão positivamente o comércio varejista em 2013 serão o aumento do poder de compra da classe média brasileira (89%), a queda nas taxas de juros (86%), as melhorias em infraestrutura urbana e o aumento do volume de crédito (78%).
  4. 4. No entanto, os entrevistados consideram que o aumento da inflação (82%), a alta no preço dos combustíveis (78%) e o aumento da inadimplência (76%) são os fatores mais temidos em 2013. Metodologia da pesquisa O estudo foi encomendado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Foram ouvidos 615 varejistas em todo país. O levantamento foi realizado em todas as capitais brasileiras, com alocação proporcional ao tamanho da população economicamente ativa (PEA), com margem de erro de 4,0% e um intervalo de confiança de 95%. Baixe o material completo em www.spcbrasil.org.br Informações à imprensa: Guilherme de Almeida (61) 3213-2030 | (61) 9536 9800 | (61) 3049-9550 guilherme.dealmeida@inpressoficina.com.br Vinícius Bruno (11) 3549-6800 Ramal: 6908 | (11) 9-9821-6181 vinicius.bruno@inpressoficina.com.br

×