Definição de gestão de stocks. 
 A gestão de stocks é uma das tradicionais áreas 
funcionais da empresa e que inclui, por...
Tipos de stocks 
 1. Os stocks necessários à fabricação, matérias-primas, 
protótipos, peças especiais subcontratadas, 
...
Controlo de stocks 
O controlo de stocks e a sua localização em 
armazém é efectuado com recurso a tecnologias 
de ponta: ...
CUSTOS ASSOCIADOS AO STOCK 
 Os stocks suportam, para além do custo de 
ruptura, duas espécies de custo: custo de 
passag...
Stocks de segurança 
Não conseguindo serem 
previsões absolutamente exactas, o stock de 
segurança irá funcionar como uma ...
Definição de gestão de stocks
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Definição de gestão de stocks

4.728 visualizações

Publicada em

gestão de stocks

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.728
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
130
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Definição de gestão de stocks

  1. 1. Definição de gestão de stocks.  A gestão de stocks é uma das tradicionais áreas funcionais da empresa e que inclui, por um lado, a gestão de stocks de materiais, matérias-primas e produtos intermédios e por outro, a gestão dos stocks de mercadorias e de produtos acabados.
  2. 2. Tipos de stocks  1. Os stocks necessários à fabricação, matérias-primas, protótipos, peças especiais subcontratadas,  Peças normalizadas, peças intermédias fabricadas pela empresa.  2. As peças de substituição para o parque de máquinas, ferramentas especiais, ferramentas  Materiais consumíveis, produtos para a manutenção de edifícios.  3. Os stocks dos produtos em curso de fabricação, isto é, os stocks entre as diferentes fases do  Processo produtivo (entre postos de trabalho).
  3. 3. Controlo de stocks O controlo de stocks e a sua localização em armazém é efectuado com recurso a tecnologias de ponta: Código de Barras, Rádio-Frequência, Ficheiros Informáticos, Internet, EDI.
  4. 4. CUSTOS ASSOCIADOS AO STOCK  Os stocks suportam, para além do custo de ruptura, duas espécies de custo: custo de passagem encomendas para a constituição e reabastecimento e que vai somar-se ao preço de compra artigos e custo de posse inerente à sua existência e que vai agravar os preços de saída de armazém.
  5. 5. Stocks de segurança Não conseguindo serem previsões absolutamente exactas, o stock de segurança irá funcionar como uma protecção quando a procura atinge valores superiores ao esperado.

×