Grande parte destes resíduos é produzida nosgrandes centros urbanos. São originários,principalmente, de residências, escol...
    Resíduos de Classe I - Perigosos -    Resíduos que, em função de suas    propriedades físico-químicas e infecto-    c...
   Resíduos de Classe II - Não Inertes -    Aqueles que não se enquadram nas    classificações de resíduos classe I ou   ...
   Resíduos de Classe III - Inertes -    Quaisquer resíduos que submetidos a um    contato estático ou dinâmico com    ág...
É comum proceder ao tratamento deresíduos industriais com vistas à suareutilização ou pelo menos à suainertização. Dada a ...
A reciclagem em geral trata detransformar os resíduos em matéria-prima, gerando economias no processoindustrial. Isto exig...
Para incentivar a reciclagem e arecuperação dos resíduos, algunsestados possuem bolsas de resíduos, quesão publicações per...
Componentes:Rutiéli FernandesTatiele da SilvaSérie:2ºAProfessora: Rosângela
Resíduos sólidos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resíduos sólidos

951 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
951
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
68
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resíduos sólidos

  1. 1. Grande parte destes resíduos é produzida nosgrandes centros urbanos. São originários,principalmente, de residências, escolas,indústrias e construção civil. Muitos destes resíduos sólidos são compostos demateriais recicláveis e podem retornar a cadeiade produção, gerando renda paratrabalhadores e lucro para empresas. Para queisto ocorra, é necessário que haja nas cidadesum bom sistema de coleta seletiva e reciclagemde lixo. Cidades que não praticam este tipo deprocesso, jogando todo tipo de resíduo sólidoem aterros sanitários, acabam poluindo o meioambiente. Isto ocorre, pois muitos resíduos sólidoslevam décadas ou até séculos para seremdecompostos.
  2. 2.  Resíduos de Classe I - Perigosos - Resíduos que, em função de suas propriedades físico-químicas e infecto- contagiosas, podem apresentar risco à saúde pública e ao meio ambiente. Devem apresentar ao menos uma das seguintes características: inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e patogenicidade.
  3. 3.  Resíduos de Classe II - Não Inertes - Aqueles que não se enquadram nas classificações de resíduos classe I ou classe III. Apresentam propriedades tais como: combustibilidade, biodegrabilidade ou solubilidade em água.
  4. 4.  Resíduos de Classe III - Inertes - Quaisquer resíduos que submetidos a um contato estático ou dinâmico com água, não tenham nenhum de seus componentes solubilizados a concentrações superiores aos padrões de potabilidade de água definidos pelo Anexo H.
  5. 5. É comum proceder ao tratamento deresíduos industriais com vistas à suareutilização ou pelo menos à suainertização. Dada a diversidade destesresíduos, não existe um processo detratamento pré-estabelecido, havendosempre a necessidade de realizarpesquisas e desenvolvimento deprocessos economicamente viáveis.
  6. 6. A reciclagem em geral trata detransformar os resíduos em matéria-prima, gerando economias no processoindustrial. Isto exige grandesinvestimentos com retorno imprevisível,já que é limitado o repasse dessasaplicações no preço do produto, masesse risco reduz-se na medida em que odesenvolvimento tecnológico abrecaminhos mais seguros e econômicospara o aproveitamento desses materiais.
  7. 7. Para incentivar a reciclagem e arecuperação dos resíduos, algunsestados possuem bolsas de resíduos, quesão publicações periódicas, gratuitas,onde a indústria coloca os seus resíduosà venda ou para doação.
  8. 8. Componentes:Rutiéli FernandesTatiele da SilvaSérie:2ºAProfessora: Rosângela

×