PERSEPHONE
•   Perséfone (Prosérpina em latim) era a deusa rainha do submundo, esposa de    Hades. Era também a deusa que presidia ao...
• Na mitologia grega, Perséfone ou Koré corresponde à deusa  romana Proserpina ou Cora. Era filha de Zeus e da deusa  Demé...
• Quando os sinais de sua grande beleza e  feminilidade começaram a brilhar, em sua  adolescência, chamou a atenção do deu...
• Sua mãe, ficando inconsolável, acabou por se  descuidar de suas tarefas: as terras tornaram-se  estéreis e houve escasse...
• (ou segundo outras fontes, Zeus ordenou que  Hades devolvesse a sua filha). Como entretanto  Perséfone tinha comido algo...
• Perséfone é descrita como uma mulher de olhos  escuros por Oppiano,possuidora de uma beleza  estonteante, pela qual muit...
• Hades e Perséfone tinham uma relação calma  e amorosa. As brigas eram raras, com exceção  de quando Hades se sentiu atra...
• Persefone interferia nas decisões de  Hades, sempre intercedendo a favor dos  heróis e mortais, e sempre estava disposta...
PROSERPINA• FESTIVAL DE PROSÉRPINA• Este festival romano homenageia a Rainha do Submundo.• Esta deusa ajuda a despertar um...
• Plutão, deus do mundo dos mortos, levou-a para os infernos, de  que veio a ser rainha, fazendo dela sua mulher, de quem ...
• NOME: ANGÉLICA• SÉRIE: 2ªC
Persephone
Persephone
Persephone
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Persephone

567 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
567
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Persephone

  1. 1. PERSEPHONE
  2. 2. • Perséfone (Prosérpina em latim) era a deusa rainha do submundo, esposa de Hades. Era também a deusa que presidia ao florescimento e ao crescimento das plantas na Primavera, e adorada, ao lado de sua mãe Deméter, nos ritos dos Mistérios de Elêusis. Este culto de base agrícola prometia aos seus iniciados um além-vida abençoado. Era intitulada Koré (a Donzela) enquanto deusa da abundância na Primavera. Uma vez, enquanto brincava com suas companheiras ninfas nos prados floridos da Sicília, foi raptada pelo Deus Hades e levada ao submundo, como sua noiva. Sua mãe, Deméter, desesperada, procurou-a por todo o mundo em companhia de Hécate, que empunhava suas tochas. Quando ela descobriu que Zeus havia sido cúmplice desse rapto, recusou-se a deixar a Terra produzir qualquer fruto até que sua filha fosse devolvida. Zeus consentiu mas Perséfone, que havia provado três sementes de romã no submundo, estava condenada a voltar todos os anos e ficar três meses na companhia de seu marido. Seu retorno anual à Terra era marcado pelo florescimento dos prados e o repentino crescimento dos grãos de cereais. Seu retorno anual aos Infernos, ao contrário, era marcado pelo Inverno e a suspensão do crescimento das plantas. Usualmente era descrita como uma jovem que portava feixes de cereais e uma tocha flamejante. Está sempre em companhia de sua mãe, Deméter; ao lado dela e de Triptólemo (que ensinou aos homens a plantar os grãos) ou entronizada ao lado de seu marido Hades (por quem nutre sentimentos
  3. 3. • Na mitologia grega, Perséfone ou Koré corresponde à deusa romana Proserpina ou Cora. Era filha de Zeus e da deusa Deméter, da agricultura, tendo nascido antes do casamento de seu pai com Hera. Os deuses, Hermes, Ares, Apolo e Hefestos todos cortejaram-na. Deméter rejeitou todos os seus dons e escondeu a filha longe da companhia dos deuses.• Todos os que habitavam em Olimpo foram enfeitiçados por esta menina (Perséfone), rivais no amor a menina casar, e Hermes ofereceu seus dotes para uma noiva. E ele ofereceu a sua vara como dom para decorar seu quarto (como preço da noiva para a mão dela em casamento, mas todas as ofertas foram recusadas por sua mãe Deméter).
  4. 4. • Quando os sinais de sua grande beleza e feminilidade começaram a brilhar, em sua adolescência, chamou a atenção do deus Hades que a pediu em casamento. Zeus, sem sequer consultar Deméter, aquiesceu ao pedido de seu irmão. Hades, impaciente, emergiu da terra e raptou-a enquanto ela colhia flores com as ninfas, entre elas Leucipe e Ciana, ou segundo os hinos Homeroicos, a deusa estava também junto de suas irmãs Atena e Artemis. Hades levou-a para seus domínios (o mundo subterrâneo), desposando-a e fazendo dela sua rainha.
  5. 5. • Sua mãe, ficando inconsolável, acabou por se descuidar de suas tarefas: as terras tornaram-se estéreis e houve escassez de alimentos, e Perséfone recusou-se a ingerir qualquer alimento e começou a definhar. Ninguém queria lhe contar o que havia acontecido com sua filha, mas Deméter depois de muito procurar finalmente descobriu através de Hécate (mitologia) e Helios que a jovem deusa havia sido levada para o mundo dos mortos, e junto com Hermes, foi buscá-la no reino de Hades
  6. 6. • (ou segundo outras fontes, Zeus ordenou que Hades devolvesse a sua filha). Como entretanto Perséfone tinha comido algo (uma semente de romã) concluiu-se que não tinha rejeitado inteiramente Hades. Assim, estabeleceu-se um acordo, ela passaria metade do ano junto a seus pais, quando seria Koré, a eterna adolescente, e o restante com Hades, quando se tornaria a sombria Perséfone. Este mito justifica o ciclo anual das colheitas.
  7. 7. • Perséfone é descrita como uma mulher de olhos escuros por Oppiano,possuidora de uma beleza estonteante, pela qual muitos homens se apaixonaram, entre eles, Pírito e Adônis. Perséfone não foi amante de Adônis mas se "apaixonou" por ele quando ainda era um bebê, pois Afrodite pediu para ela cuidar dele e ela não queria devolver mais. Afrodite se torna rival dela, quer ficar com o menino o tempo todo e depois, quando ele já está adolescente, torna- se amante de Afrodite
  8. 8. • Hades e Perséfone tinham uma relação calma e amorosa. As brigas eram raras, com exceção de quando Hades se sentiu atraído por uma ninfa chamada Menthe, e Perséfone, tomada de ciúmes, transformou a ninfa numa planta, destinada a vegetar nas entradas das cavernas, ou, em outra versão, na porta de entrada do reino dos mortos
  9. 9. • Persefone interferia nas decisões de Hades, sempre intercedendo a favor dos heróis e mortais, e sempre estava disposta a receber e atender os mortais que visitavam o reino dos mortos a procura de ajuda. Apesar disso, os gregos a temiam e salvo exceções, no dia a dia evitavam falar seu nome (Perséfone) chamando-a de Hera infernal
  10. 10. PROSERPINA• FESTIVAL DE PROSÉRPINA• Este festival romano homenageia a Rainha do Submundo.• Esta deusa ajuda a despertar um tesouro oculto nas profundezas do espírito.• Acenda uma vela e cerque-a com pedras negras, fazendo um círculo.• Peça a Prosérpina para trazer à tona essa parte luminosa e adormecida de sua alma. Enquanto faz o pedido, vá retirando as pedras uma a uma.• Deusa da agricultura, na mitologia romana, filha de Júpiter e de Ceres, foi raptada por Plutão, enquanto colhia flores.
  11. 11. • Plutão, deus do mundo dos mortos, levou-a para os infernos, de que veio a ser rainha, fazendo dela sua mulher, de quem teve as Fúrias:• Fúrias eram divindades infernais, do ódio, da vingança e da justiça.• Monstros da vingança dos deuses,eram virgens caçadoras, de asas rápidas e fisionomia terrível.• Eram três: Megera, Tisífone e Alecto.• A primeira, personificava a inveja e o ódio, perseguia os culpados e semeava a discórdia entre eles; a segunda, armada de um chicote, açoitava-os; e a terceira, a mais terrível, personificava a cruel vingança.• São elas o símbolo do remorso, que corrói o coração dos culpados
  12. 12. • NOME: ANGÉLICA• SÉRIE: 2ªC

×