os jogos
os jogos
ferramenta
educativa
como
os jogos
ferramenta
educativa
como
Sónia Teixeira da Silva
Os jogos têm alguma utilidade?
Os jogos têm alguma utilidade?
Devemos deixar os nossos filhos e alunos jogar?
Para quê?
Os jogos têm alguma utilidade?
Devemos deixar os nossos filhos e alunos jogar?
Para quê?
Isso não vai roubar-lhes tempo?
N...
Os jogos têm alguma utilidade?
Devemos deixar os nossos filhos e alunos jogar?
Para quê?
Isso não vai roubar-lhes tempo?
N...
séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø
Sempre houve jogos
o jogo acompanhou a evolução do ser humano
é natural
mesmo nas sociedade...
séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø
Sempre houve jogos
o jogo pescas como jogos
jogo = convívio e entretenimento
jogo = forma d...
O que é jogo?
Porque gostamos de jogar?
O que é jogo?
dá oportunidade de
experimentação
diversão
convívio
Porque gostamos de jogar?
O que é jogo?
dá oportunidade de
experimentação
diversão
convívio
poder “fazer de conta”
é imaginário, não real
as aventur...
O que é jogo?
dá oportunidade de
experimentação
diversão
convívio
poder “fazer de conta”
é imaginário, não real
as aventur...
séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø
séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø
as tecnologias existem
estão aí
fazem parte das nossas vidas
séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø
Espalhado pelo mundo, existe um apaixonado caso de
amor entre crianças e computadores. (. ....
Como são as crianças de hoje?
Como são as crianças de hoje?
Gostam de aprender experimentando
de “dar a volta” às coisas
de procurar soluções e novos c...
Como são as crianças de hoje?
Gostam de aprender experimentando
de “dar a volta” às coisas
de procurar soluções e novos c...
Como são as crianças de hoje?
Gostam de aprender experimentando
de “dar a volta” às coisas
de procurar soluções e novos c...
o Sistema de Ensino é eficaz?
o Sistema de Ensino é eficaz?
a escola não pode falar uma língua diferente
tem de estar a par com a sociedade
ter de ir d...
o Sistema de Ensino é eficaz?
a escola não pode falar uma língua diferente
tem de estar a par com a sociedade
ter de ir d...
os jogos são a solução?
os jogos são a solução?
os alunos gostam
os jogos são a solução?
os alunos gostam
são meio de atingir objetivos educativos
favorecem a comunicação
entre professor ...
um meio
os jogos são uma ferramenta útil!
um meio
ajudam a desenvolver aptidões
de forma integrada com a atualidade
 dominar a li...
Então, basta deixá-los jogar?
Então, basta deixá-los jogar?
a orientação do adulto é fundamental
Então, basta deixá-los jogar?
a orientação do adulto é fundamental
nunca poderá ser atividade única!
há que doseá-la
int...
…que jogos?
…que jogos?
adequado ao nível etário
instruções claras para a criança
tarefas concretas
objetivos claros
informações ...
…conclusões…
A utilização de jogos e a sua introdução no
ambiente de sala de aula é positiva.
…conclusões…
A utilização de jogos e a sua introdução no
ambiente de sala de aula é positiva.
Como toda a atividade escola...
…conclusões…
A utilização de jogos e a sua introdução no
ambiente de sala de aula é positiva.
Como toda a atividade escola...
papel do professor/educador…
selecionar e orientar atividades
apoiar a criança
levantar questões
encorajar
 ser o apoio q...
é absolutamente permitido o uso do presente trabalho, desde que mencionada a sua origem
Trabalho realizado no âmbito da UC...
Jogo & Aprendizagem
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jogo & Aprendizagem

1.453 visualizações

Publicada em

Os jogos têm alguma utilidade?

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Jogo & Aprendizagem

  1. 1. os jogos
  2. 2. os jogos ferramenta educativa como
  3. 3. os jogos ferramenta educativa como Sónia Teixeira da Silva
  4. 4. Os jogos têm alguma utilidade?
  5. 5. Os jogos têm alguma utilidade? Devemos deixar os nossos filhos e alunos jogar? Para quê?
  6. 6. Os jogos têm alguma utilidade? Devemos deixar os nossos filhos e alunos jogar? Para quê? Isso não vai roubar-lhes tempo? Não vão ficar viciados? Não vão distrair-se?
  7. 7. Os jogos têm alguma utilidade? Devemos deixar os nossos filhos e alunos jogar? Para quê? Isso não vai roubar-lhes tempo? Não vão ficar viciados? Não vão distrair-se? Como vão aprender as matérias?
  8. 8. séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø Sempre houve jogos o jogo acompanhou a evolução do ser humano é natural mesmo nas sociedades primitivas as atividades básicas caçar pescar eram vividas como jogos
  9. 9. séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø Sempre houve jogos o jogo pescas como jogos jogo = convívio e entretenimento jogo = forma de ensinar aos mais novos o jogo como forma de transmitir a cultura
  10. 10. O que é jogo? Porque gostamos de jogar?
  11. 11. O que é jogo? dá oportunidade de experimentação diversão convívio Porque gostamos de jogar?
  12. 12. O que é jogo? dá oportunidade de experimentação diversão convívio poder “fazer de conta” é imaginário, não real as aventuras começam/acabam no jogo as “regras” são no jogo Porque gostamos de jogar?
  13. 13. O que é jogo? dá oportunidade de experimentação diversão convívio poder “fazer de conta” é imaginário, não real as aventuras começam/acabam no jogo as “regras” são no jogo é satisfazer a necessidade risco/imprevisibilidade precisamos de surpresa na vida! Porque gostamos de jogar?
  14. 14. séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø
  15. 15. séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø as tecnologias existem estão aí fazem parte das nossas vidas
  16. 16. séc. XXIXXXIXXVIIIXVII… XV ……ø Espalhado pelo mundo, existe um apaixonado caso de amor entre crianças e computadores. (. . .) Em todo o lado (. . .) vi o mesmo brilho nos seus olhos, o mesmo desejo de se apropriarem dessa coisa. Não se limitando a desejá-lo, parecia que lá no fundo já sabiam que lhe pertencia. (Papert)
  17. 17. Como são as crianças de hoje?
  18. 18. Como são as crianças de hoje? Gostam de aprender experimentando de “dar a volta” às coisas de procurar soluções e novos caminhos de criar coisas e não usá-las só
  19. 19. Como são as crianças de hoje? Gostam de aprender experimentando de “dar a volta” às coisas de procurar soluções e novos caminhos de criar coisas e não usá-las só Fazem várias coisas ao mesmo tempo
  20. 20. Como são as crianças de hoje? Gostam de aprender experimentando de “dar a volta” às coisas de procurar soluções e novos caminhos de criar coisas e não usá-las só Fazem várias coisas ao mesmo tempo As tecnologias fazem parte da sua vida
  21. 21. o Sistema de Ensino é eficaz?
  22. 22. o Sistema de Ensino é eficaz? a escola não pode falar uma língua diferente tem de estar a par com a sociedade ter de ir de encontro às espetativas tem de ser apelativa
  23. 23. o Sistema de Ensino é eficaz? a escola não pode falar uma língua diferente tem de estar a par com a sociedade ter de ir de encontro às espetativas tem de ser apelativa A prática não cumpre o que a investigação educacional comprova! há que reformular métodos para motivar e poder formar adequadamente os alunos
  24. 24. os jogos são a solução?
  25. 25. os jogos são a solução? os alunos gostam
  26. 26. os jogos são a solução? os alunos gostam são meio de atingir objetivos educativos favorecem a comunicação entre professor e aluno entre colegas verbalizam os passos • permitindo ao professor entender o seu raciocínio => saber como ajudar • percebem que os colegas encontram outros caminhos conhecem e manipulam novas simbologias aprendem a relacioná-las experimentam/manipulam conceitos • forma • organização espacial • contagem • classificação…
  27. 27. um meio
  28. 28. os jogos são uma ferramenta útil! um meio ajudam a desenvolver aptidões de forma integrada com a atualidade  dominar a linguagem das tecnologias é essencial permitem ao aluno • analisar e refletir • compreender onde errou • repetir
  29. 29. Então, basta deixá-los jogar?
  30. 30. Então, basta deixá-los jogar? a orientação do adulto é fundamental
  31. 31. Então, basta deixá-los jogar? a orientação do adulto é fundamental nunca poderá ser atividade única! há que doseá-la integrá-la nas atividades com lógica sequencial com pertinência os jogos têm de ser avaliados selecionar os jogos
  32. 32. …que jogos?
  33. 33. …que jogos? adequado ao nível etário instruções claras para a criança tarefas concretas objetivos claros informações adicionais para o adulto ter um interface amigável / inteligível ser desafiante / estimular a criatividade a criança participa controla as tarefas / decide ter vários níveis de dificuldade apelar à fantasia / mas com ligação ao real permita que a criança se identifique com o jogo respeite diversidade ética e cultural dar feedback – encorajar/orientar a criança promova cooperação e não a competitividade
  34. 34. …conclusões… A utilização de jogos e a sua introdução no ambiente de sala de aula é positiva.
  35. 35. …conclusões… A utilização de jogos e a sua introdução no ambiente de sala de aula é positiva. Como toda a atividade escolar, terá de beneficiar de planificação e orientação do professor,
  36. 36. …conclusões… A utilização de jogos e a sua introdução no ambiente de sala de aula é positiva. Como toda a atividade escolar, terá de beneficiar de planificação e orientação do professor, que deverá usar o jogo não só como forma direta de aprendizagem, • na experimentação de conceitos • desenvolver de capacidades e competências mas como ferramenta proativa que permite motivar os alunos um maior conhecimento dos mesmos transposição de regras para a vida real treino de competências sociais
  37. 37. papel do professor/educador… selecionar e orientar atividades apoiar a criança levantar questões encorajar  ser o apoio que permita à criança dar o passo seguinte ajudá-los a atingir objetivos estar atento às necessidades de cada um promover a interação entre os alunos é o mediador entre a criança e o jogo
  38. 38. é absolutamente permitido o uso do presente trabalho, desde que mencionada a sua origem Trabalho realizado no âmbito da UC de Jogo e Aprendizagem da Licenciatura em Educação da Universidade Aberta. Na base do trabalho está a bibliografia da UC para esta temática: Carvalho, A. & Gomes, T. Jogos como ferramenta educativa: de que forma os jogos online podem trazer importantes contribuições para a aprendizagem. in Prada, R. & Zagalo, N. (Eds.). Actas da Conferência ZON | Digital Games 2008. Acedido em http://www.lasics.uminho.pt/ Jogo e Aprendizagem. (2008). [Texto fornecido na UC e adaptado de] Amante, L. (2004). Novas Tecnologias, Jogos e Matemática. In Moreira, D. & Oliveira, I. O Jogo e a Matemática (pp. 153-184). Lisboa: Universidade Aberta. imagens adaptadas/acedidas em sites da especialidade e nas obras acima obras referidas

×