SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
Escola_________________________________________________________________
Nome _________________________________________________________________
Rio em Flor de Janeiro
Carlos Drummond de Andrade
A gente passa, a gente olha, a gente para
e se extasia.
Que aconteceu com esta cidade
da noite para o dia?
O Rio de Janeiro virou flor
nas praças, nos jardins dos edifícios,
no Parque do Flamengo nem se fala:
é flor é flor é flor,
(...)Yucca gloriosa, mexicana
dádiva aos canteiros cariocas.
Em toda parte a vejo. Em Botafogo,
Tijuca, Centro, Ipanema, Paquetá,
aqui, ali, no Rio flóreo.
Nem a dourada acácia,
nem a mimosa nívea ou rósea espirradeira,
esse adágio lilás do manacá,
esse luxo do ipê que nem-te-conto,
mais a vermelha aparição
dos brincos-de-princesa nos jardins
onde a banida cor volta a imperar.
Isto é janeiro e é Rio de Janeiro
janeiramente flor por todo lado.
Você já viu? Você já reparou?
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
Yucca gloriosa Acácia
Espirradeira
Manacá
Brinco de princesa
Nome ______________________________________________________
Data _______________________ professora _______________________
Interpretando
1) Este texto é:
( ) Receita ( ) Poema ( ) Reportagem
2) Como você chegou a esta conclusão?
____________________________________________________________
____________________________________________________________
3) Qual é o nome do autor?
____________________________________________________________
4) Qual é o tema do poema?
____________________________________________________________
5) Retire do poema o nome dos bairros mencionados pelo autor.
____________________________________________________________
____________________________________________________________
6) Procure no dicionário o significado das palavras destacadas no poema.
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
7) Escolha uma planta de sua preferência e faça uma pesquisa sobre ela para
montarmos um belo mural.
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
Nome ___________________________________________________________________________________________
Data ____________________________________________ professora ______________________________________
Partes da Planta - Atividades
As plantas, também chamadas de vegetais, são seres vivos, já que nascem, crescem e morrem.
Além disso, possuem capacidade de reprodução, ou seja: de dar origem a novas plantas.
Vegetais podem ser encontrados no solo (terrestres), na água (aquáticos), ou presos nos galhos
de outras plantas ou em cercas (aéreos). Quanto ao tipo de clima, podem ser encontrados
desde em desertos até em regiões do planeta ricas em gelo.
Esses seres vivos apresentam muitas variações. Podemos encontrar plantas pequenas e outras
gigantescas, como algumas árvores da Amazônia. Além disso, há espécies que vivem muito pouco
tempo; e outras, centenas de anos.
Algumas plantas nascem naturalmente, pois suas sementes são levadas para outros lugares pelo
vento, pela água das chuvas, ou mesmo junto com alguns animais. Outras plantas nascem porque
o ser humano planta, seja em jardins, hortas ou em grandes áreas. Nesses casos, falamos que
elas são cultivadas.
Folhas: responsáveis pela transpiração, respiração e alimentação das plantas.
Flores: responsáveis pela formação do fruto e da semente.
Frutos: responsáveis pela proteção da semente.
Sementes: responsáveis pelo nascimento de novas plantas.
Caule: responsável pela sustentação da planta e por levar água e sais minerais da raiz para as
outras partes dela.
Raiz: responsável pela retirada de água e sais minerais do solo para a planta, e pela sustentação
dela.
Escola_______________________________________________________
Nome _______________________________________________________
Escola _____________________________________________________
Nome ______________________________________________________
Data ____________________________ professora _________________
ETAPAS DA FOTOSSÍNTESE
· A raiz retira a água do solo. Essa água é levada pelo caule até as folhas.
· A clorofila presente na planta, principalmente nas folhas, capta a luz solar.
· O gás carbônico existente no ar penetra nas folhas.
· Em presença da luz e com a participação do gás carbônico e da água, é
produzido o alimento da planta (glicose).
· A glicose é levada através do caule para todas as partes da planta. Durante a
fabricação da glicose, a planta produz gás oxigênio, que é liberado no ambiente.
Escola _______________________________________________________
Nome _______________________________________________________
Data ________________________________ professora _______________
Nome _______________________________________________________
Data _______________________________professora ________________
Rio de Janeiro
Manuel Bandeira
Louvo o Padre, louvo o Filho
E louvo o Espírito Santo.
Louvado Deus, louvo o santo
De quem este Rio é filho.
Louvo o santo padroeiro
- Bravo São Sebastião!
Que num dia de janeiro
Lhe deu santa defensão.
Louvo a cidade nascida
No morro Cara de Cão,
Logo depois transferida
Para o Castelo, de então
Descendo as faldas do
outeiro,
Avultando em arredores,
Subindo a morros maiores,
- Grande Rio de Janeiro!
Rio de Janeiro, agora http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
De quatrocentos janeiros...
Sublinhe no texto:
O nome do padroeiro da Cidade.
O mês da fundação do Rio de Janeiro.
O local do “nascimento” da Cidade.
Padroeiro: Aquele que vela, protege, guarda
Defesa: defesa. Proteção....
Faldas: parte inferior de uma montanha.
Avultando: aumentando, exagerando, realçando
Escola _____________________________________________________
Nome ______________________________________________________
Data ____________________________ professora __________________
Faça um acróstico com o nome da nossa cidade.
1565
Fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, hoje
chamada apenas de Rio de Janeiro
Há muito tempo, um tal de Estácio de Sá resolveu fundar a cidade do Rio de
Janeiro, bem no meio de uma guerra para expulsar os franceses que queriam
tomar essa região dos portugueses. Ele fez isso para que tivesse gente por ali
para vigiar os índios, que eram aliados, amigos, dos franceses. Daí pra frente,
essa cidade de paisagens lindas e gente muito alegre só cresceu.
(http://omeninomaluquinho.com.br/PaginaHistoria/imprimir.asp?IdPagina=508)
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
450
Escola _______________________________________________________
Nome________________________________________________________
Data _______________________________ professora _______________
Soneto Introdutório
Osvaldo Orico
Depois de ver os mundos que criara,
Cheios de força, cheios de esplendor,
Deus, em certa manhã formosa e clara,
Não bastando ser Deus, fez-se pintor.
Quis dar à vida outro primor,
E com as tintas que o Éden pintara,
Pôs em quadro de cumes e de cor
A curvatura azul da Guanabara.
É assim, oh! viandante deslumbrado!
Que vês, de longe, sobre o Corcovado,
O criador em sua pintura estranha;
E miras rutilante de beleza,
Cristo desabrochar da Natureza,
Como um lírio de luz sobre a montanha.
Complete:
No poema, o autor compara Deus a um ____________________________
que pinta de azul a curvatura da _______________________________.
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
Esplendor: Brilho intenso, grandeza.
Primor: Excelência; característica do que é
superior; em que há perfeição. Delicadeza ...
Viandante: Viajante. Que viaja, observando
escrevendo pesquisando, para que outros
tenham a facilidade do aprendizado
Rutilante: luzente, cintilante, brilhante,
faiscante.
Escola ______________________________________________________
Nome ______________________________________________________
D ata ___________________________ professora __________________
E a Coisa Amada
Geir Campos
Cidade minha
quase digo
e pauso
e penso
em verdade
sou eu
que
a ti
pertenço
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
Complete a frase:
Ser carioca é...
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________
Nome _______________________________________________________
Data ______________________________ professora _________________
10 Gírias Cariocas Pra Se Dar Bem no Rio
A fala do povão no Rio tem um jeito tão particular que não precisa muito pra
gente identificar quem vem de lá. Mesmo porque as gírias cariocas frequentam o
dia a dia do brasileiro através da mídia - e principalmente através das novelas
televisivas. E as diferenças vão além do "s" puxado e daquele "a" extra acoplado
às palavras que transforma "alô" em aloa, "aí" em aea e "qual é" em colea. Lá, o
universo de expressões é tão rico que, às vezes, fica até difícil de entender o que
o carioca da gema realmente quer dizer. Veja abaixo um pequeno dicionário com
10 gírias cariocas entre as mais usadas:
Mermão: Sinônimo de cara, mermão (contração de meu+irmão) é usado no começo
das frases. Na praia, pergunte "mermão, quanto tá o coco?" e é garantido que
você vai pagar o preço reservado aos cariocas - e não aos turistas. E vai
economizar um dinheirão!
Maneiro: Maneiro é um elogio, uma aprovação. Se você falar na mesa de bar
"mermão, a Lapa ontem tava maneira", todo mundo vai acreditar que você nasceu
e foi criado logo ali em Laranjeiras - e que a noitada na Lapa estava muito
animada, claro. E se algo é extremamente maneiro, passa a ser irado.
Caído: Usado para uma situação ou lugar desagradável. "A praia hoje estava
caída", por exemplo, pode significar que não tinha sol, que estava cheia ou vazia
demais, enfim, não estava maneira o suficiente.
Partiu: Se um carioca falar partiu, não se incomode em levantar da cadeira.
Dificilmente isso significaria que é para vocês irem embora na mesma hora.
Partiu, na gíria carioca, tem um sentido de "combinado", "fechado". Ou mesmo
"vamos, sim", mas não necessariamente naquele exato instante.
Deu ruim: É usado para descrever todo tipo de coisas que não deram certo, desde
tragédias até pequenas chateações. Computador travado, trânsito lotado ou
acidente de carro: tudo isso pode ser ocasião pra dizer que deu ruim.
Formou: Formou é sinônimo de partiu. Pode também ser substituído por já é. Na
dúvida, substitua as três por "combinado" e você vai entender tudinho.
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
Na mão do palhaço: A gíria não tem nada de circense e os cariocas a usam para
descrever uma situação em que alguém abusou do álcool, se descontrolou e "ficou
na mão de palhaço". Ou seja, fez besteira, falou o que não devia, etc.
Perdeu a linha: Carioca não dá vexame, carioca perde a linha. "Fulana perdeu a
linha na festa ontem" significa que ela perdeu a compostura, exagerou. Talvez ela
estivesse na mão do palhaço!
Pela-saco: Você não vai querer passar a sua noite com esse chato. O pela-saco,
nas gírias cariocas, é o indivíduo pegajoso, puxa-saco, sem opinião própria. Fuja
correndo!
Sinistro: Minha gíria favorita, sinistro me atrai pela versatilidade, já que pode
ser tanto elogio quanto insulto. Falar "aquela empada estava sinistra" com olhar
de satisfação é totalmente diferente de dizer isso com cara de nojo, só depende
da entonação! Já uma feixta sinixxxtra estava pra lá de boa. E por aí vai.
Fonte: https://www.naotempreco.com.br/area/conteudo-editorial/10-girias-cariocas
E você? Tem alguma gíria carioca favorita? Crie um texto com diálogos diretos,
usando algumas das gírias acima.
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
____________________________________________________________
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem
Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem
Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem
Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem

Maior flor mundo-guiao (1)
Maior flor mundo-guiao (1)Maior flor mundo-guiao (1)
Maior flor mundo-guiao (1)historiassss
 
Praias do rio atividades
Praias do rio   atividadesPraias do rio   atividades
Praias do rio atividadesSonia Amaral
 
22 de março - Dia Mundial da Água - Música planeta água de Guilherme Arantes
22 de março - Dia Mundial da Água   - Música planeta água de Guilherme Arantes 22 de março - Dia Mundial da Água   - Música planeta água de Guilherme Arantes
22 de março - Dia Mundial da Água - Música planeta água de Guilherme Arantes Mary Alvarenga
 
Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013Icobashi
 
Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013Icobashi
 
Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)
Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)
Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)Albiely
 
AS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUS
AS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUSAS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUS
AS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUSESCRIBAVALDEMIR
 
Avaliação interdisciplinar para 4º ano
Avaliação interdisciplinar para 4º ano Avaliação interdisciplinar para 4º ano
Avaliação interdisciplinar para 4º ano Patricia Alice
 
5 anos2014semestre1versaofinal.pptx
5 anos2014semestre1versaofinal.pptx5 anos2014semestre1versaofinal.pptx
5 anos2014semestre1versaofinal.pptxCleide Souza
 

Semelhante a Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem (10)

Maior flor mundo-guiao (1)
Maior flor mundo-guiao (1)Maior flor mundo-guiao (1)
Maior flor mundo-guiao (1)
 
Praias do rio atividades
Praias do rio   atividadesPraias do rio   atividades
Praias do rio atividades
 
4º ano
 4º ano 4º ano
4º ano
 
22 de março - Dia Mundial da Água - Música planeta água de Guilherme Arantes
22 de março - Dia Mundial da Água   - Música planeta água de Guilherme Arantes 22 de março - Dia Mundial da Água   - Música planeta água de Guilherme Arantes
22 de março - Dia Mundial da Água - Música planeta água de Guilherme Arantes
 
Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013
 
Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013Lp7 4 bim_aluno_2013
Lp7 4 bim_aluno_2013
 
Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)
Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)
Lp7 4 bim_aluno_2013(4bimestre)
 
AS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUS
AS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUSAS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUS
AS PALMEIRAS, MARAVILHAS DE DEUS
 
Avaliação interdisciplinar para 4º ano
Avaliação interdisciplinar para 4º ano Avaliação interdisciplinar para 4º ano
Avaliação interdisciplinar para 4º ano
 
5 anos2014semestre1versaofinal.pptx
5 anos2014semestre1versaofinal.pptx5 anos2014semestre1versaofinal.pptx
5 anos2014semestre1versaofinal.pptx
 

Mais de Sonia Amaral

Continuação da história da subtração centenas
Continuação da história da subtração   centenasContinuação da história da subtração   centenas
Continuação da história da subtração centenasSonia Amaral
 
Sonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.pptSonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.pptSonia Amaral
 
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMALDIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMALSonia Amaral
 
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livroLeitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livroSonia Amaral
 
Vebos ilustrados jogo
Vebos ilustrados  jogoVebos ilustrados  jogo
Vebos ilustrados jogoSonia Amaral
 
Projeto brasil verde
Projeto brasil verde Projeto brasil verde
Projeto brasil verde Sonia Amaral
 
Bingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de históriasBingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de históriasSonia Amaral
 
Historia em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividadesHistoria em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividadesSonia Amaral
 
Atividades com os continentes olimpiada 2016
Atividades com os continentes   olimpiada 2016Atividades com os continentes   olimpiada 2016
Atividades com os continentes olimpiada 2016Sonia Amaral
 
Tocha olímpica rio 2016
Tocha olímpica   rio 2016Tocha olímpica   rio 2016
Tocha olímpica rio 2016Sonia Amaral
 
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016Sonia Amaral
 
Produção de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciapeProdução de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciapeSonia Amaral
 
Sitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSonia Amaral
 
Especial dia dos namorados
Especial dia dos namoradosEspecial dia dos namorados
Especial dia dos namoradosSonia Amaral
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoSonia Amaral
 
Personagens do rio
Personagens do rioPersonagens do rio
Personagens do rioSonia Amaral
 

Mais de Sonia Amaral (20)

Continuação da história da subtração centenas
Continuação da história da subtração   centenasContinuação da história da subtração   centenas
Continuação da história da subtração centenas
 
Sonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.pptSonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.ppt
 
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMALDIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
 
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livroLeitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
 
Vebos ilustrados jogo
Vebos ilustrados  jogoVebos ilustrados  jogo
Vebos ilustrados jogo
 
Projeto brasil verde
Projeto brasil verde Projeto brasil verde
Projeto brasil verde
 
Jogo do chapeu
Jogo do chapeuJogo do chapeu
Jogo do chapeu
 
Bingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de históriasBingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de histórias
 
Historia em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividadesHistoria em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividades
 
Atividades com os continentes olimpiada 2016
Atividades com os continentes   olimpiada 2016Atividades com os continentes   olimpiada 2016
Atividades com os continentes olimpiada 2016
 
Tocha olímpica rio 2016
Tocha olímpica   rio 2016Tocha olímpica   rio 2016
Tocha olímpica rio 2016
 
Mascotes rio 2016
Mascotes  rio 2016Mascotes  rio 2016
Mascotes rio 2016
 
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
 
Produção de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciapeProdução de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciape
 
Provérbios
ProvérbiosProvérbios
Provérbios
 
Sitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amarelo
 
Especial dia dos namorados
Especial dia dos namoradosEspecial dia dos namorados
Especial dia dos namorados
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Favelas
FavelasFavelas
Favelas
 
Personagens do rio
Personagens do rioPersonagens do rio
Personagens do rio
 

Último

UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 

Último (20)

UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 

Rio de Janeiro: 10 gírias cariocas para se dar bem

  • 1. Escola_________________________________________________________________ Nome _________________________________________________________________ Rio em Flor de Janeiro Carlos Drummond de Andrade A gente passa, a gente olha, a gente para e se extasia. Que aconteceu com esta cidade da noite para o dia? O Rio de Janeiro virou flor nas praças, nos jardins dos edifícios, no Parque do Flamengo nem se fala: é flor é flor é flor, (...)Yucca gloriosa, mexicana dádiva aos canteiros cariocas. Em toda parte a vejo. Em Botafogo, Tijuca, Centro, Ipanema, Paquetá, aqui, ali, no Rio flóreo. Nem a dourada acácia, nem a mimosa nívea ou rósea espirradeira, esse adágio lilás do manacá, esse luxo do ipê que nem-te-conto, mais a vermelha aparição dos brincos-de-princesa nos jardins onde a banida cor volta a imperar. Isto é janeiro e é Rio de Janeiro janeiramente flor por todo lado. Você já viu? Você já reparou? http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/ Yucca gloriosa Acácia Espirradeira Manacá Brinco de princesa
  • 2. Nome ______________________________________________________ Data _______________________ professora _______________________ Interpretando 1) Este texto é: ( ) Receita ( ) Poema ( ) Reportagem 2) Como você chegou a esta conclusão? ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ 3) Qual é o nome do autor? ____________________________________________________________ 4) Qual é o tema do poema? ____________________________________________________________ 5) Retire do poema o nome dos bairros mencionados pelo autor. ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ 6) Procure no dicionário o significado das palavras destacadas no poema. ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ 7) Escolha uma planta de sua preferência e faça uma pesquisa sobre ela para montarmos um belo mural. http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
  • 3. Nome ___________________________________________________________________________________________ Data ____________________________________________ professora ______________________________________ Partes da Planta - Atividades As plantas, também chamadas de vegetais, são seres vivos, já que nascem, crescem e morrem. Além disso, possuem capacidade de reprodução, ou seja: de dar origem a novas plantas. Vegetais podem ser encontrados no solo (terrestres), na água (aquáticos), ou presos nos galhos de outras plantas ou em cercas (aéreos). Quanto ao tipo de clima, podem ser encontrados desde em desertos até em regiões do planeta ricas em gelo. Esses seres vivos apresentam muitas variações. Podemos encontrar plantas pequenas e outras gigantescas, como algumas árvores da Amazônia. Além disso, há espécies que vivem muito pouco tempo; e outras, centenas de anos. Algumas plantas nascem naturalmente, pois suas sementes são levadas para outros lugares pelo vento, pela água das chuvas, ou mesmo junto com alguns animais. Outras plantas nascem porque o ser humano planta, seja em jardins, hortas ou em grandes áreas. Nesses casos, falamos que elas são cultivadas. Folhas: responsáveis pela transpiração, respiração e alimentação das plantas. Flores: responsáveis pela formação do fruto e da semente. Frutos: responsáveis pela proteção da semente. Sementes: responsáveis pelo nascimento de novas plantas. Caule: responsável pela sustentação da planta e por levar água e sais minerais da raiz para as outras partes dela. Raiz: responsável pela retirada de água e sais minerais do solo para a planta, e pela sustentação dela.
  • 5. Escola _____________________________________________________ Nome ______________________________________________________ Data ____________________________ professora _________________ ETAPAS DA FOTOSSÍNTESE · A raiz retira a água do solo. Essa água é levada pelo caule até as folhas. · A clorofila presente na planta, principalmente nas folhas, capta a luz solar. · O gás carbônico existente no ar penetra nas folhas. · Em presença da luz e com a participação do gás carbônico e da água, é produzido o alimento da planta (glicose). · A glicose é levada através do caule para todas as partes da planta. Durante a fabricação da glicose, a planta produz gás oxigênio, que é liberado no ambiente.
  • 7. Nome _______________________________________________________ Data _______________________________professora ________________ Rio de Janeiro Manuel Bandeira Louvo o Padre, louvo o Filho E louvo o Espírito Santo. Louvado Deus, louvo o santo De quem este Rio é filho. Louvo o santo padroeiro - Bravo São Sebastião! Que num dia de janeiro Lhe deu santa defensão. Louvo a cidade nascida No morro Cara de Cão, Logo depois transferida Para o Castelo, de então Descendo as faldas do outeiro, Avultando em arredores, Subindo a morros maiores, - Grande Rio de Janeiro! Rio de Janeiro, agora http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/ De quatrocentos janeiros... Sublinhe no texto: O nome do padroeiro da Cidade. O mês da fundação do Rio de Janeiro. O local do “nascimento” da Cidade. Padroeiro: Aquele que vela, protege, guarda Defesa: defesa. Proteção.... Faldas: parte inferior de uma montanha. Avultando: aumentando, exagerando, realçando
  • 8. Escola _____________________________________________________ Nome ______________________________________________________ Data ____________________________ professora __________________ Faça um acróstico com o nome da nossa cidade. 1565 Fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, hoje chamada apenas de Rio de Janeiro Há muito tempo, um tal de Estácio de Sá resolveu fundar a cidade do Rio de Janeiro, bem no meio de uma guerra para expulsar os franceses que queriam tomar essa região dos portugueses. Ele fez isso para que tivesse gente por ali para vigiar os índios, que eram aliados, amigos, dos franceses. Daí pra frente, essa cidade de paisagens lindas e gente muito alegre só cresceu. (http://omeninomaluquinho.com.br/PaginaHistoria/imprimir.asp?IdPagina=508) http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/ 450
  • 9. Escola _______________________________________________________ Nome________________________________________________________ Data _______________________________ professora _______________ Soneto Introdutório Osvaldo Orico Depois de ver os mundos que criara, Cheios de força, cheios de esplendor, Deus, em certa manhã formosa e clara, Não bastando ser Deus, fez-se pintor. Quis dar à vida outro primor, E com as tintas que o Éden pintara, Pôs em quadro de cumes e de cor A curvatura azul da Guanabara. É assim, oh! viandante deslumbrado! Que vês, de longe, sobre o Corcovado, O criador em sua pintura estranha; E miras rutilante de beleza, Cristo desabrochar da Natureza, Como um lírio de luz sobre a montanha. Complete: No poema, o autor compara Deus a um ____________________________ que pinta de azul a curvatura da _______________________________. http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/ Esplendor: Brilho intenso, grandeza. Primor: Excelência; característica do que é superior; em que há perfeição. Delicadeza ... Viandante: Viajante. Que viaja, observando escrevendo pesquisando, para que outros tenham a facilidade do aprendizado Rutilante: luzente, cintilante, brilhante, faiscante.
  • 10. Escola ______________________________________________________ Nome ______________________________________________________ D ata ___________________________ professora __________________ E a Coisa Amada Geir Campos Cidade minha quase digo e pauso e penso em verdade sou eu que a ti pertenço http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/ Complete a frase: Ser carioca é... _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________
  • 11. Nome _______________________________________________________ Data ______________________________ professora _________________ 10 Gírias Cariocas Pra Se Dar Bem no Rio A fala do povão no Rio tem um jeito tão particular que não precisa muito pra gente identificar quem vem de lá. Mesmo porque as gírias cariocas frequentam o dia a dia do brasileiro através da mídia - e principalmente através das novelas televisivas. E as diferenças vão além do "s" puxado e daquele "a" extra acoplado às palavras que transforma "alô" em aloa, "aí" em aea e "qual é" em colea. Lá, o universo de expressões é tão rico que, às vezes, fica até difícil de entender o que o carioca da gema realmente quer dizer. Veja abaixo um pequeno dicionário com 10 gírias cariocas entre as mais usadas: Mermão: Sinônimo de cara, mermão (contração de meu+irmão) é usado no começo das frases. Na praia, pergunte "mermão, quanto tá o coco?" e é garantido que você vai pagar o preço reservado aos cariocas - e não aos turistas. E vai economizar um dinheirão! Maneiro: Maneiro é um elogio, uma aprovação. Se você falar na mesa de bar "mermão, a Lapa ontem tava maneira", todo mundo vai acreditar que você nasceu e foi criado logo ali em Laranjeiras - e que a noitada na Lapa estava muito animada, claro. E se algo é extremamente maneiro, passa a ser irado. Caído: Usado para uma situação ou lugar desagradável. "A praia hoje estava caída", por exemplo, pode significar que não tinha sol, que estava cheia ou vazia demais, enfim, não estava maneira o suficiente. Partiu: Se um carioca falar partiu, não se incomode em levantar da cadeira. Dificilmente isso significaria que é para vocês irem embora na mesma hora. Partiu, na gíria carioca, tem um sentido de "combinado", "fechado". Ou mesmo "vamos, sim", mas não necessariamente naquele exato instante. Deu ruim: É usado para descrever todo tipo de coisas que não deram certo, desde tragédias até pequenas chateações. Computador travado, trânsito lotado ou acidente de carro: tudo isso pode ser ocasião pra dizer que deu ruim. Formou: Formou é sinônimo de partiu. Pode também ser substituído por já é. Na dúvida, substitua as três por "combinado" e você vai entender tudinho. http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
  • 12. Na mão do palhaço: A gíria não tem nada de circense e os cariocas a usam para descrever uma situação em que alguém abusou do álcool, se descontrolou e "ficou na mão de palhaço". Ou seja, fez besteira, falou o que não devia, etc. Perdeu a linha: Carioca não dá vexame, carioca perde a linha. "Fulana perdeu a linha na festa ontem" significa que ela perdeu a compostura, exagerou. Talvez ela estivesse na mão do palhaço! Pela-saco: Você não vai querer passar a sua noite com esse chato. O pela-saco, nas gírias cariocas, é o indivíduo pegajoso, puxa-saco, sem opinião própria. Fuja correndo! Sinistro: Minha gíria favorita, sinistro me atrai pela versatilidade, já que pode ser tanto elogio quanto insulto. Falar "aquela empada estava sinistra" com olhar de satisfação é totalmente diferente de dizer isso com cara de nojo, só depende da entonação! Já uma feixta sinixxxtra estava pra lá de boa. E por aí vai. Fonte: https://www.naotempreco.com.br/area/conteudo-editorial/10-girias-cariocas E você? Tem alguma gíria carioca favorita? Crie um texto com diálogos diretos, usando algumas das gírias acima. ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ ____________________________________________________________ http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/