Folder gastrosquise

3.204 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.204
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folder gastrosquise

  1. 1. Diagnóstico EQUIPE Médicos utilizam a ultrassonografia no pré-natal para diagnosticar a gastrosquise. Marli Lourenço Myrtes Lima Sonara Rodrigues Tratamento Disciplina: Materno Infantil O intestino é recolocado na cavidade abdominal por meio de um procedimento cirúrgico. Passagem de SOG Prevenção da deglutição de ar e aspiração do conteúdo gastro-intestinal Antibióticos (Ampicilina + gentamicina) Cirurgia Prognóstico Os recém-nascidos vivos apresentam um índice de sobrevivência acima de 90%, com tratamentos cirúrgicos adequados e cuidados em UTI neonatal. Professora: Rosemary Turma: 1222 GASTROSQUISE
  2. 2. O que é Gastrosquise? Quando o bebê nasce, os médicos imediatamente iniciam o tratamento do defeito congênito, administrando antibióticos para combater a infecção. O bebê também pode ser colocado em uma bolsa esterilizadaque vai até o tórax e previne infecções perigosas. Complicações Comprometimento cárdio-respiratório • Pneumonia aspirativa • A gastrosquise, que significa "fissura na barriga" em grego, normalmente é identificada por uma abertura de 2 a 4 centímetros no abdome do lado direito do cordão umbilical. Agastrosquise é perigosa e causa mortalidade em 15% dos casos, é o problema mais comum na parede abdominal e cerca de 40% dos bebês com o problema nascem abaixo do peso ou prematuramente. Compressão diafragmática • Compressão da veia cava • Compressão do mesentério • Compressão entre as alças intestinais • Dificuldade de retorno venoso, • Se o abdome é grande o suficiente para receber os órgãos sobressalentes (na maioria dos casos não é), o orifício pode ser fechado cirurgicamente após o nascimento. Aumento da pressão intra-abdominal • Entre a sexta e a décima semana de gravidez, o intestino, o estômago e o fígado do bebê saem através do cordão umbilical. No entanto, por volta da décima semana, o intestino do bebê retorna para o abdome. Durante os estágios iniciais do desenvolvimento, existe um pequeno orifício nos músculos abdominais do bebê, através do qual o cordão umbilical se liga à placenta. Nas etapas posteriores do desenvolvimento, esses músculos abdominais crescem para fechar esse pequeno orifício. Quando os órgãos abdominais não retornam à cavidade abdominal e os músculos não conseguem fechar, caracteriza-se a gastrosquise. • Perfusão intestinal diminuída: isquemia e necrose • • Colestase relacionada à NPT • Em muitos casos, o abdome é muito pequeno. Assim um dispositivo chamadosilo pré-formado é usado para reduzir a resistência dos intestinos gradualmente a fim de inseri-los de volta ao abdome. Depois, quando o bebê já tem algumas semanas de idade, os médicos fazem uma cirurgia para fechar o orifício. Enterocolitenecrosante RGE e hérnia inguinal • Diminuição da diurese

×