Sequencia didática Alfabetizadora Maria do Carmo

39.834 visualizações

Publicada em

Sequencia didática Alfabetizadora Maria do Carmo

  1. 1. Secretaria Municipal de Biguaçu Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa Orientadora de Estudos: Solange Goulart de Souza Cursista: Maria do Carmo Sodré Local de trabalho: E.B.M. “Prof Donato Alípio de Campos” Turma: 1º Ano SEQUÊNCIA DIDÁTICA Tema: Números Objetivo geral: Provocar reflexões sobre a ideia de número e seus usos e situações do cotidiano. Objetivos específicos: Identificar os números em diferentes contextos e funções; Utilizar diferentes estratégias para quantificar; Comparar e comunicar quantidades de elementos, utilizando a linguagem oral e os dedos das mãos; Reproduzir sequência numéricas em escala crescente e decrescente; Estabelecer relações de semelhanças e ordem utilizando critérios diversificados para classificar e ordenar; Desafiar o aluno a resolver situações problemas envolvendo adição e subtração. Conteúdos: • Sequência numérica do 0 ao 10 • Antecessor e sucessor • Ordem crescente e decrescente • Dezena • Adição e subtração
  2. 2. Tempo estimado: duas semanas. Metodologia: Apresentação da música: Os indiozinhos. Dramatização da música. Após montagem de um cenário: utilizando materiais reciclados, Exemplo: canoa será feita de papelão, jacaré confeccionado com caixa de ovo, e o cocar criado pelos alunos. Desenvolver atividades de dobradura, confecção de um painel relacionado à música. Os alunos também realizarão atividades no caderno: sequência numérica, relação número e quantidade, antecessor e sucessor, situações problemas envolvendo adição e subtração. Organizar a sequência da música partindo de um texto recortado. Confecção de um jogo de boliche e de um jogo de memória A oralidade será sempre explorada durante o desenvolvimento da sequência didática desde os conhecimentos prévios, nas hipóteses.
  3. 3. Secretaria Municipal de Biguaçu Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa Orientadora de Estudos: Solange Goulart de Souza Cursista: Maria do Carmo Sodré Local de trabalho: E.B.M. “Prof Donato Alípio de Campos” Turma: 1º Ano Relato da Sequência didática: Os indiozinhos A sequência didática relatada a seguir foi desenvolvida a partir da música: Os indiozinhos, tema: Números. Foram propostas situações didáticas por meio das quais os alunos refletiram sobre a ideia de número/quantidade, seus usos em situações do cotidiano. Com esse trabalho houve a integração dos componentes curriculares: Língua portuguesa e Matemática. As atividades foram desenvolvidas ao longo de duas semanas. Num primeiro momento houve a construção do cenário para a dramatização da música: Os indiozinhos. Os alunos interagiram com empolgação com a letra da música.
  4. 4. Houve um diálogo sobre a música e a dramatização, mas precisamente sobre os números/quantidade. Foi um momento bastante rico e favorável para a aprendizagem, neste momento foram considerados os conhecimentos prévios, através de questionamentos reflexivos junto aos alunos, focando também novos conhecimentos. Foram utilizados diferentes suportes e os alunos relacionaram o número com a quantidade de índio, através de desenhos. Foram desenvolvidos jogos que visavam à apropriação de novos conceitos de forma lúdica. Primeiro jogo: A turma foi dividida em dois grupos de dez, cada criança recebeu um crachá com um número (1 a 10). A brincadeira consistia em pegar um objeto localizado ao centro da sala, quando ouvisse o número ditado pela professora, e o primeiro integrante que voltasse ao grupo com o objeto pontuava para a equipe.
  5. 5. Exemplo: A professora ditou o número dois, os integrantes das duas equipes que tinham esse número correram até o centro e aquele que pegou o brinquedo e voltou ao seu grupo pontuou. Após a brincadeira foi trabalhado a sequência numérica e a ordem crescente e decrescente, ilustrando com número e a estatura dos alunos. O antecessor e sucessor dos números foram abordados, tanto o numeral quanto a escrita do seu respectivo nome. Na sequência listaram o nome dos números no caderno, após ter sido registrado coletivamente a sequência numérica no quadro e também fizeram a leitura. Os educandos rercortaram e depois colaram a música na sequência no caderno. Através desta atividade foi explorada a percepção relacionada ao código escrito.
  6. 6. Os alunos ilustraram a música de acordo com a sua imaginação. Os alunos demonstraram seu entendimento de forma lúdica, evidenciando a assimilação de conceitos.
  7. 7. Um segundo jogo utilizado foi: Dominó, cujo objetivo foi perceber o nível de apropriação de conhecimentos em relação a quantidades. Os alunos pareavam as peças do dominó, coletivamente. A turma auxiliada pela professora confeccionou um cartaz para expor na sala. O contorno da mão virou os indiozinhos, acompanharam a dobradura da canoa e depois coloriram com as mãos usando tinta guache. E com a estratégia do jogo de boliche, foi trabalhada a adição e a subtração. A adição com a soma dos pontos das garrafas derrubadas e a subtração era efetuada a partir da quantidade dez, a medida que a cada garrafa derrubada era subtraída do total.
  8. 8. Os objetivos foram alcançados à medida que os alunos conseguiram identificar os números em diferentes contextos e funções, com o uso de diferentes estratégias para quantificar, comparar e comunicar quantidades de elementos, utilizando a linguagem oral e os dedos das mãos. Reproduziram sequência numérica em escala crescente e decrescente, assim como estabeleceram relações de semelhanças e ordem utilizando critérios diversificados para classificar e ordenar. Os alunos foram desafiados a resolver situações problemas envolvendo adição e subtração. De acordo com o exposto houve reflexões sobre a ideia de número e seus usos e situações do cotidiano através de estratégias lúdicas e prazerosas.

×