Respirador bucal

2.504 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.504
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
135
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Respirador bucal

  1. 1. Respirador bucal e Deformidades Buco-Faciais
  2. 2. Objetivo:Objetivo: Conscientização da necessidade de prevenirmos as severas deformidades buco-faciais presentes nos portadores de obstrução nasal crônica.
  3. 3. A Hipotonia da musculaturaA Hipotonia da musculatura mastigatória visando permitir a passagemmastigatória visando permitir a passagem de ar pela boca, leva a deformidadede ar pela boca, leva a deformidade facial – face longo convexa – auxiliadafacial – face longo convexa – auxiliada pela ausência da pressão positiva do arpela ausência da pressão positiva do ar nas paredes da cavidade nasal.nas paredes da cavidade nasal.
  4. 4. Sinais e Sintomas Clínicos:Sinais e Sintomas Clínicos: • Dormir de boca aberta • Roncar • Babar no travesseiro • Sono agitado • Sonolência diurna • Apnéias do sono • Palato ogival, escavado • Protusão dentária • Desalinhamento dentário • Desvio de septo nasal • Alterações ósseas torácicas e faciais
  5. 5. Respirador Bucal Puro: é o individuo com impossibilidade total de respirar pelo nariz. Caracteriza-se resumidamente por: Hipoplasia global da mandíbula, com retrognatismo, hipomentonismo e grande retrusão da arcada inferior Palato ogival; Alongamento, protusão da arcada superior; Lábio superior curto e espesso; Exposição excessiva dos incisivos superiores quando em repouso; Nariz curto vertical.
  6. 6. Respirador Misto: apresenta alternância de permeabilidade da via aérea e obstrução nasal, conferindo-lhe características próprias. Retrognatismo discreto com relação aceitável entre as arcadas; Palato ogival; Alongamento e protusão da arcada dentária superior; Lábio superior alongado; Nariz curto.
  7. 7. Correlação entre Palato EscavadoCorrelação entre Palato Escavado e Desvio de Septo Nasal:e Desvio de Septo Nasal:
  8. 8. Hipertrofia amigdaliana
  9. 9. Temores e Crendices:Temores e Crendices: Anestesia geral Com o crescimento as adenóides desaparecem Operar adenóides engorda Se operar adenóides elas voltam
  10. 10. Sugestão:Sugestão: Maior valorização da obstrução nasal e da respiração bucal de suplência da criança. Encaminhamento e tratamento precoce, na busca de evitar deformidades.
  11. 11. GEORGE CATLIN - 1891GEORGE CATLIN - 1891 Livro:Livro: Shut your mouth save your lifeShut your mouth save your life “ Olhe seus pequenos irmãos e irmãs ou“ Olhe seus pequenos irmãos e irmãs ou outros inocentes quando dormindo, com suasoutros inocentes quando dormindo, com suas bocas escancaradas, e observe a expressãobocas escancaradas, e observe a expressão sofrida de suas faces, sua agitação nervosa,sofrida de suas faces, sua agitação nervosa, o batimento não natural de seus corações, oo batimento não natural de seus corações, o tremor da sua carne, dos músculos do seutremor da sua carne, dos músculos do seu pescoço e garganta; e sua própria razão lhepescoço e garganta; e sua própria razão lhe dirá que eles não aproveitam esse dormir”dirá que eles não aproveitam esse dormir”

×