O ombro de cláudia

1.217 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O ombro de cláudia

  1. 1. Livro selecionado: título e autor(a) O livro que escolhi para apresentar foi: “O ombro de Cláudia”, de Maria Teresa Maia Gonzalez.
  2. 2. Capa: comentário do título e/ou da imagem A capa do livro, apresentada pela editora DIFEL, mostra-nos Cláudia, uma adolescente de cabelo ruivo e de olhos muito azuis, com a sua gata Musa. A ilustração escolhida não revela, no entanto, qualquer pista sobre a razão da escolha do título. Percebemos, entretanto, que o ombro de Cláudia vai estar no centro da trama que se vai desenrolando. Este título é um pouco intrigante e, mais ainda, porque durante grande parte da história não se consegue compreender o que motiva a protagonista a coçar o seu ombro direito e a fazê-lo de um modo tão persistente que chega a feri-lo gravemente. A estranheza aumenta quando, após várias consultas com o médico de família, este chega à conclusão de que, afinal, se trata de um problema que afeta Cláudia psicologicamente e que se manifesta daquela maneira. Através da escrita clara e apelativa, a autora vai conseguindo prender a atenção do leitor quase até ao último capítulo, altura em que, finalmente, se descobre o que tanto traumatizava Cláudia.
  3. 3. Informações sobre a vida e a obra do(a) autor(a) do livro Maria Teresa Maia Gonzalez nasceu em Coimbra a 17 de Junho de 1958. É uma escritora portuguesa. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi professora de Língua Portuguesa de 1982 a 1997, no ensino oficial e particular. Tem vários livros editados, nomeadamente, Gaspar & Mariana, A Fonte dos Segredos, O Guarda da Praia, O Incendiário Misterioso, A Lua de Joana (o seu maior sucesso editorial), Histórias com Jesus, A Cruz Vazia, e é autora da coleção Profissão: Adolescente, da qual, com 26 títulos publicados, já foram vendidos mais de 300.000 exemplares. É ainda, com Maria do Rosário Pedreira, co-autora da Coleção O Clube das Chaves, de que se publicaram 2 volumes, a maioria dos quais com várias edições. Recentemente também começou a escrever uma coleção de peças de teatro, chamada "Um Palco na Escola", que já vai em cinco títulos, para serem representadas nas escolas. Estas peças de teatro já começam a ser levadas a cena em várias escolas do país. Os seus livros são um sucesso entre os mais jovens e já ganhou prémios de literatura. A Editorial Presença publicou também o seu livro ”Voa comigo!”.
  4. 4. Alguns dos livros escritos por Maria Teresa Maia Gonzalez …entre outros.
  5. 5. Temática(s) abordada(s) no livro (resumo) A obra “O ombro de Cláudia” é a história de uma adolescente chamada Cláudia que tem os pais separados e que é obrigada a partilhar a casa com o padrasto – Leonel. Mas a relação entre eles não é fácil porque ele era uma pessoa ligada à religião e utilizava argumentos religiosos para não deixar que Cláudia fosse igual a todas as raparigas de 14 anos. A protagonista tinha uma boa relação com a mãe. No entanto, o temperamento autoritário de Leonel dificultou, muitas vezes, a vida de ambas. À medida que o tempo ia passando, o convívio com Leonel ia sendo cada vez mais insuportável. Via-se obrigada a evitar os colegas, não se concentrava nas tarefas da escola. Tinha pouco apetite e a, certa altura, começou a sentir uma reação estranha no ombro direito. Após várias consultas, o médico de Cláudia chegou à conclusão que o problema que se manifestava no ombro não era dermatológico, mas tratava-se de um problema psicológico como reflexo das marcas negativas que Leonel lhe tinha deixado. Graças à ajuda da psicóloga, Cláudia acabou por perceber que começou a sentir comichão no ombro direito onde Leonel lhe tocara, quando a ameaçou se contasse à mãe sobre a traição a que, sem querer, assistira.
  6. 6. Personagens principais e caracterização da protagonista Nesta história destacam-se duas personagens: Cláudia e Leonel. A primeira é uma adolescente como tantas outras da sua idade. Tem 14 anos, frequenta o 9º ano e é uma boa aluna, sobretudo a Língua Portuguesa. É muito empenhada e respeitadora. Tem o seu grupo de amigos, de onde se destacam: Vitória (a sua melhor amiga) e Kapa (o rapaz que suspira por Cláudia). É bonita, tem uns olhos muito azuis e cabelo ruivo. À medida que os seus problemas se vão agravando, vai-se tornando numa aluna desconcentrada e com dificuldade em cumprir, com o sucesso de outros tempos, as tarefas da escola. A segunda, Leonel, é um homem corpulento, muito autoritário e fanático pela religião que pratica. É intolerante e de muito difícil convívio.
  7. 7. Frases mais apelativas e justificação da escolha efetuada «E um sinal estranho havia nascido no seu ombro direito, com a forma de um pássaro em voo.» pág. 145 A escolha da frase não foi fácil, pois toda a história é contada de uma forma muito apelativa e cativante. No entanto, a frase que escolhi chamou-me à atenção porque, de certa maneira, «E um sinal estranho havia nascido no seu ombro direito (…)», fez aumentar ainda mais minha curiosidade para o desfecho do enredo. Cláudia sentia-se aprisionada e foi, sem dúvida, graças a esse «(…) sinal estranho (…)», «(…) com a forma de um pássaro em voo.» que acabou por libertá-la para sempre.
  8. 8. Opinião pessoal/comentário final sobre o livro Os temas que a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez escolheu para o seu livro são muito atuais e frequentes. Por exemplo, a dificuldade que os adultos, muitas vezes, sentem em compreender os adolescentes ou a dificuldade em lidar com a separação dos pais e em aceitar o novo companheiro. Foi muito bom, para mim, ter lido este livro porque me ajudou a compreender que todas as pessoas têm problemas e que, apesar de parecer que não têm solução, aparece sempre alguém que nos ajuda a resolvê-los ou, pelo menos, a torná-los menos complicados. No caso de Cláudia, ela pôde contar com a ajuda da psicóloga para conseguir que a sua vida fosse menos difícil.

×