C

114 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
114
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C

  1. 1. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss ESTRATÉGIA NACIONAL DE DEFESA Decreto nº 6.703, de 18 de dezembro de 2008 OS TRÊS EIXOS ESTRUTURANTES 1.(...)como as Forças Armadas devem-se organizar e orientar para melhor desempenharem sua destinação constitucional
  2. 2. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss 2. (...) reorganização da indústria nacional de material de defesa (...) 3. (...) composição dos efetivos das Forças Armadas e o futuro do Serviço Militar Obrigatório.
  3. 3. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO 10. Priorizar a região amazônica. AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss DIRETRIZES 2. Organizar as Forças Armadas sob a égide do trinômio monitoramento/controle, mobilidade e presença.
  4. 4. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss 9. Adensar a presença de unidades do Exército, da Marinha e da Força Aérea nas fronteiras. “não esclarece como será possível defender adequadamente o Sul e o Sudeste” (Eliézer Rizzo)
  5. 5. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss 10. Priorizar a região amazônica. (...) A defesa da Amazônia exige avanço de projeto de desenvolvimento sustentável. (...) Repudiará, (...) qualquer tentativa de tutela sobre as suas decisões a respeito de preservação, de desenvolvimento e de defesa da Amazônia. Joyce.aguiar.blogspot.com/2012/01/projetos-de-engenharia.html
  6. 6. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss
  7. 7. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss
  8. 8. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss 14. O militar brasileiro (...) Deve identificar-se com as peculiaridades e características geográficas exigentes ou extremas que existem no País (...) dentro das características do território nacional (...)
  9. 9. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss
  10. 10. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss PAMPAS
  11. 11. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss
  12. 12. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss
  13. 13. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss
  14. 14. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss PANTANAL
  15. 15. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss CAATINGA
  16. 16. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss CERRADO
  17. 17. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss A END inspira-se em duas realidades: Capacidade de improvisação e adaptação, criar soluções e enfrentar as agruras da natureza. (...) identificação da Nação com as Forças Armadas e destas com a Nação.
  18. 18. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss O Exército Brasileiro: os imperativos de flexibilidade e de elasticidade
  19. 19. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss O desenvolvimento sustentável da região amazônica passará a ser visto, também, como instrumento da defesa nacional: só ele pode consolidar as condições para assegurar a soberania nacional sobre aquela região.
  20. 20. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss Dentro dos planos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia, caberá papel primordial à regularização fundiária (...) será preciso tirá-la da condição de insegurança jurídica. Blogs.jovempan.uol.com.br
  21. 21. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss POLÍTICA DE DEFESA NACIONAL Decreto presidencial n. 5 484 30/6/2005 ESTRATÉGIA NACIONAL DE DEFESA Decreto nº 6.703, de 18/12/2008 EXCESSIVAMENTE CAUTELOSA CATEGÓRICA E AFIRMATIVA “não é prudente conceber um país sem capacidade de defesa compatível com sua estatura e aspirações políticas” “se o Brasil quiser ocupar o lugar que lhe cabe no mundo, precisará estar preparado para defender-se não somente das agressões, mas também das ameaças”
  22. 22. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente - SBF/MMA e Ibama, representado por sua Diretoria de Proteção Ambiental - Dipro. promove o monitoramento dos biomas brasileirosI
  23. 23. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss Sistema de Monitoramento por Satélite do Desmatamento nos Biomas Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal. o MMA e o Ibama, com apoio do PNUD, pretende obter dados oficiais sobre o desmatamento dos biomas extraamazônicos, que servirão de base para elaboração de políticas públicas visando a redução do desmatamento.
  24. 24. EEDDUUCCAAÇÇÃÃOO AAMMBBIIEENNTTAALL PPrrooffeessssoorraa SSooccoorrrroo SSaarrkkiiss

×