SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
PLANEJANDO SEU SETOR
             visão para o futuro
              iã          f t
                Treinamento                                   Instrutor: Sérgio Nunes




             Laboratório Fleming




O QUE VOCÊ QUER?
• REFLEXÕES
   – O que você está fazendo aqui?
       q                        q
   – Por que você está aqui?
   – O que você quer daqui?
   – No que você tem contribuído para fazer acontecer as coisas aqui?
   – Auto‐avaliação: você admitiria um funcionário com o seu perfil para 
     trabalhar para você?
   – Avaliação de terceiros: você acha que seus parceiros, colaboradores, 
     fornecedores ou sua chefia estão satisfeitos com você?
     fornecedores ou sua chefia estão satisfeitos com você?
   – O atendimento que você dispensa às pessoas está em um nível 
     satisfatório?
   – Você está satisfeito com seu desempenho?
   – O que seria preciso mudar para melhorar seu desempenho? 
Como alterar meu desempenho atual?


                 l




                 datual                  Dfuturo




Como somos avaliados?
                              Superior
                                90 °
                                90 °




     Parceiros                                     Auto‐
                                                   Auto‐avaliação
       180 °
       180 °                                             0 °
                                                         0 °




                          Colaborador
                             270 °
                             270 °
Reflexões
                                                              Flexibilidade
    Planejamento




                                                           Estratégia
                  Inovações




Transformações                                                  Tecnologia
                              • perceber
                              • compreender
                              • determinar
                              • otimizar
                              • usar
                              • atuar




Forças que lutam contra novas idéias



                                                      “Esta não é a hora 
                                   “Não vai          certa. Não pode ser 
   Tive uma grande            funcionar aqui.  Já           feito”. 
         idéia!                tentamos antes”.




  “Não é assim que                                      “Vamos discutir isso 
 fazemos as coisas!                                        na próxima 
                                Vai custar caro 
   Até agora não                                            reunião”.
                                   demais!
 precisamos disto”. 
Como alterar meu desempenho atual?


                                        l

             equipe



equipe                    equipe

                                                                                Visão
    equipe            equipe
                                       datual                                  Dfuturo




Estrutura da Visão de Futuro

                                                    Visão de 
                                                     Futuro




                                   Ideologia                             Futuro 
                                   Essencial                           Imaginado


              Valores                       Propósito 
             Essenciais                     Essencial

         Componentes da visão de futuro (adaptado de Collins e Porras, 1999)
Por que Planejar?




Como alterar meu desempenho atual?


                                   l

             equipe



equipe                    equipe
                                            Planejar    Visão
    equipe            equipe
                                   datual              Dfuturo
O Objetivo


    “O Capitão que veleja sem um objetivo
    sempre alega que os ventos sopraram das
    direções erradas”
                                                                         Sêneca




Como alterar meu desempenho atual?
                                                                  Metodologia


                                   l                         . Definição do Negócio
                                                             . Visão
                                                             . Missão
             equipe
                                                             . Valores
equipe                    equipe
                                            Planejar    Visão
    equipe            equipe
                                   datual              Dfuturo
TECNOLOGIA EDUCACIONAL

                   Galileu 
                   Galileu
           “Nada podes ensinar a um homem, podes somente
           ajudá‐lo a descobrir as coisas dentro de si mesmo”.




      Carl Rogers 
      Carl Rogers
       “O homem instruído é aquele que aprende a
       aprender; a se adaptar para mudar, de modo que o
       processo da procura do conhecimento proporcione
       uma base para a segurança”.




Definição do Negócio
 Qual é o nosso negócio?... 
 Qual é o nosso negócio?... A questão é que 
 raramente perguntamos e respondemos de 
 raramente perguntamos e respondemos de
 forma clara e direta esta pergunta.... 
 Raramente dedicamos um estudo e uma 
 reflexão adequada a este assunto, que pode 
 ser, talvez, a mais importante causa dos 
 nossos fracassos.
 nossos fracassos.
 “A definição de negócio de um setor visa 
 determinar o seu âmbito de atuação”.
Definição do Negócio
• Algumas perguntas importantes:
  –OO que fazemos hoje que devemos continuar fazendo
           f        h j     d             i     f   d
    no futuro?
  – O que fazemos hoje que não devemos mais fazer no 
    futuro?
  – O que não fazemos hoje e que devemos começar a 
    fazer para criarmos nosso futuro?
          para criarmos nosso futuro?
  – O que o departamento..... do nosso concorrente está 
    fazendo que lhe garantirá o sucesso no futuro?
  – Quem são e serão nossos clientes?




Definição do Negócio



  “Na fábrica produzimos cosméticos, nas lojas 
  vendemos esperança”.
                                  Charles Revlon
                                  Ch l R l ‐ REVLON
Visão de Futuro
  “As pessoas precisam de metas audaciosas 
  para progredirem em direção ao futuro 
             di        di ã      f t
  imaginado”.




Visão do Futuro
• Características para a formação da 
  comunidade da visão:
        id d d i ã
  – A visão precisa ser.....
     •   Desenvolvida pelo líder
     •   Compartilhada e apoiada
     •   Abrangente e detalhada
     •   Positiva e inspiradora
Futuro Imaginado – (exemplo) 
           “A Petrobras será uma empresa 
           integrada de energia com forte 
           presença internacional e líder 
           na América Latina, atuando com 
           foco na rentabilidade e na 
           responsabilidade social e 
                    bilid d     i l
           ambiental”.
           Visão de futuro da Petrobras (2015)




Propósito Essencial ‐ Missão
 “O propósito essencial é a razão de ser do ser 
                        é a razão de ser do ser 
 humano. Embora o propósito em si não mude, 
 humano E b
 h                       ó it       i ã      d
 ele inspira a mudança”.

 “Ele não se limita a descrever simplesmente 
 os seus objetivos; ele capta a sua alma
 os seus objetivos; ele capta a sua alma”.
                    ele capta a sua alma
                                    alma
Propósito Essencial ‐ Missão
 “O objetivo da missão é difundir o espírito das 
                        é difundir o espírito das 
 pessoas, que está ligado a sua visão e a de 
 pessoas        tá li d          iã       d
 todas as pessoas envolvidas de forma a 
 concentrar esforços para alcançar seus 
 objetivos”.




Propósito Essencial – Missão (exemplo)

 “Atuar de forma segura e rentável, com 
 responsabilidade social e ambiental, nas 
          bilid d     i l     bi t l
 atividades da indústria de óleo, gás e energia, 
 nos mercados nacional e internacional, 
 fornecendo produtos e serviços adequados às 
 necessidades dos seus clientes e contribuindo 
 para o desenvolvimento do Brasil e dos países 
 onde atua”.
 Missão da Petrobrás
Diferenças entre missão e visão
    Características da Missão         Características da Visão
•   Identifica o negócio
     d    f         ó                 •   É o que se “sonha” para o negócio
                                          É          “ h ”              ó
•   É a partida                       •   É “aonde vamos”
•   Identifica quem somos             •   Projeta “quem desejamos ser”
•   Dá rumo à empresa                 •   Energiza as pessoas
•   É motivadora                      •   É inspiradora
•   Foco no presente para o futuro    •   Focalizada no futuro
•   Vocação para a eternidade
    Vocação para a eternidade         •   É mutável conforme os desafios
                                          É mutável conforme os desafios
•   É a “carteira de identidade”da    •   É o “passaporte” para o futuro
    pessoa




Valores Essenciais
    “Os valores essenciais incorporados ao nosso 
    credo talvez sejam uma vantagem 
        d t l       j           t
    competitiva, porém esse não é o motivo para 
    a sua preservação. Nós o mantemos porque 
    eles definem o nosso significado”.
    eles definem o nosso significado
    “Os valores essenciais não exigem justificativa 
     Os valores essenciais não exigem justificativa 
                                  g    j
    externa; eles têm relevância e importância 
    intrínsecas”.
    intrínsecas
Valores essenciais – (exemplos)
•       Exemplos de valores essenciais:
         – Inovação
         – Trabalho em equipe
         – Criatividade, sonho e imaginação
         – Qualidade
         – Respeito pelas pessoas
         – Comunicação
         – Justiça
         – Transparência
         – Espiritualidade
         – Segurança
         – Conservador
         – Tradição
         – Rigidez à conceitos
         – poder




Como alterar meu desempenho atual?
                                                                       Metodologia


                                       l                          . Definição do Negócio
                                                                  . Visão
                                                                  . Missão
                 equipe
                                                                  . Valores
    equipe                    equipe
                                                Planejar    Visão Análise Ambiente
                                                                              forças
                                                                   . FOFA
        equipe            equipe
                                       datual              Dfuturo
                                                                          oportunidades
                                                                                fraquezas
                                                                                ameaças
                                                                   . CENÁRIOS
Representação FOFA (acrônimo)



              F
             FORÇAS
                                    O
                                Oportunidades




              F
             Fraquezas
                                    A
                                    Ameaças




ANÁLISE FOFA

      FORÇAS                OPORTUNIDADES
    (Strengths)              (Opportunities)


            ANÁLISE      ANÁLISE 
            INTERNA      EXTERNA




    FRAQUEZAS                       AMEAÇAS
   (Weaknesses)                     (Threats)
Check‐list para Forças e Fraquezas
•   Recursos Humanos                     •   Marketing / Comercial
     – Capacidade dos funcionários            – Qualidade serviços
     – Políticas e culturas                   – Quantidade de produtos / 
     – Turnover (rodízio funcionários)          serviços
     – Satisfação                             – Diferenciação dos serviços
     – Desenvolvimento                        – Canais de comunicação
•   Processos                                 – Serviços ao cliente
     – Controle matéria‐prima                 – Pesquisas
     – Capacidade de produção                 – Propaganda
     – Instalações e equipamentos             – Força de vendas
     – Estoques
     – Qualidade
     – Eficiência no trânsito de 
        documentos




Check‐list para Forças e Fraquezas
•   Finanças                             •   Tecnologia da Informação
     – Alavancagem financeira                 – Velocidade e resposta
     – Alavancagem operacional                – Qualidade das informações 
     – Relações com acionistas                   correntes
     – Situação fiscal                        – Capacidade de expansão
•   Pesquisa e Desenvolvimento                – Sistema orientado para o usuário
     – Capacidade de P & D de processo   •   Time Gerencial
                                              – Habilidades
                                              – Congruência de valores
                                              – Espírito de equipe
                                              – Experiência
                                              – Coordenação de esforços
Check‐list para Ameaças e Oportunidades

• Mudanças na Sociedade         • Mudanças Econômicas
  – Preferências dos clientes
    Preferências dos clientes     – Crise econômica
                                    Crise econômica
  – Tendências                    – juros
    populacionais               • Mudanças na Competição
• Mudanças Governamentais         – Adoção de novas 
  – Mudanças na Legislação          tecnologias
  – Programas                     – Novos concorrentes
    governamentais ou             – Novos produtos
    novas prioridades




Check‐list para Ameaças e Oportunidades

• Mudanças nos           • Mudanças no Mercado
  Fornecedores             –NNovos usos do 
                                        d
   – Mudança nos custos      produto
     de entrada            – Novos mercados
   – Mudança em            – Obsolescência de 
     suprimentos             produtos
   –M d
     Mudança no número 
                  ú
     de fornecedores
ANÁLISE FOFA

         FORÇAS             Alavancagem
                                             OPORTUNIDADES
       (Strengths)                            (Opportunities)

                           Vulnerabilidade

                                Debilidade




      FRAQUEZAS                 Problemas       AMEAÇAS
     (Weaknesses)                               (Threats)




ANÁLISE FOFA

       FORÇAS                                  OPORTUNIDADES
     (Strengths)           Ações Ofensivas      (Opportunities)

Alavancagem – ocorre quando
uma oportunidade encontra um
ou mais pontos fortes,
permitindo que se possa tirar
proveito da situação
ANÁLISE FOFA

         FORÇAS
       (Strengths)                  Ações Defensivas



Vulnerabilidade – ocorre quando
existe uma ameaça, mas
possuímos um ou mais pontos
fortes para amenizar ou anular
os seus efeitos.

                                                 AMEAÇAS
                                                 (Threats)




ANÁLISE FOFA

                                           OPORTUNIDADES
                 Debilidade                 (Opportunities)

                                  Debilidade / limitações – ocorre
                                  quando uma oportunidade não
                                  pode ser aproveitada devido a
                                  um ou mais pontos fracos.
                                                       fracos


      FRAQUEZAS
     (Weaknesses)
ANÁLISE FOFA
Problema / exposição – ocorre
quando uma ameaça encontra
um ou mais pontos fracos,
deixando-nos expostos.




  FRAQUEZAS                                             AMEAÇAS
 (Weaknesses)                   Problemas               (Threats)




Formulário de Análise FOFA
                       Oportunidades          Ameaças




  Forças               Ações Ofensivas        Ações Defensivas




  Fraquezas            Ações para diminuir a  Ações para anular o
                       debilidade             problema
Como alterar meu desempenho atual?
                                                                   Metodologia


                                   l                          . Definição do Negócio
                                                              . Visão
                                                              . Missão
             equipe
                                                              . Valores
equipe                    equipe
                                            Planejar    Visão Análise Ambiente
                                                                          forças
                                                               . FOFA
    equipe            equipe
                                   datual              Dfuturo
                                                                      oportunidades
                                                                                fraquezas
                                                                                ameaças
                                                               . CENÁRIOS
                                                                          BSC




BSC
• BSC é um sistema de avaliação de 
  desempenho da gestão estratégica que utiliza 
  d          h d      tã     t té i              tili
  indicadores de desempenho organizados de 
  forma equilibrada em torno de quatro 
  perspectivas: financeira, dos clientes externos, 
  dos processos internos e da gestão de 
  pessoas. Ele permite às organizações 
  utilizarem o desdobramento da estratégia 
  para fazer seu planejamento. (kaplan e Norton)
BSC ‐ Implementação
                            PERSPECTIVA FINANCEIRA
                       Objetivos   Indicadores   Alvos   Iniciativas 




  Para sermos bem 
  sucedidos 
  financeiramente
  como deveríamos 
  ser vistos pelos 
  nossos acionistas?




BSC ‐ Implementação
                           PERSPECTIVA DOS CLIENTES
                       Objetivos   Indicadores   Alvos   Iniciativas 




  Para alcançarmos 
  a nossa visão,
  como deveríamos 
  ser vistos pelos 
  nossos clientes?
BSC ‐ Implementação
                           PERSPECTIVA DOS PROCESSOS
                        Objetivos   Indicadores   Alvos    Iniciativas 



  Para 
  satisfazermos
  nossos acionistas 
  e clientes, em que 
  processos 
  deveríamos 
  alcançar a 
  excelência?




BSC ‐ Implementação
                        PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS
                        Objetivos   Indicadores   Alvos    Iniciativas 




  Para alcançarmos 
  nossa visão, como 
  sustentaremos a 
  nossa capacidade 
  de mudar e 
  melhorar?
BSC – Traçando Objetivos

     $

   CLIENTES


 PROCESSOS
 INTERNOS


 GESTÃO
 DE PESSOAS




BSC – Indicadores atuais

     $

   CLIENTES


 PROCESSOS
 INTERNOS


 GESTÃO
 DE PESSOAS
BSC – Alvos (aonde queremos chegar)


     $

   CLIENTES


 PROCESSOS
 INTERNOS


 GESTÃO
 DE PESSOAS




BSC – Iniciativas (como vamos chegar)


     $

   CLIENTES


 PROCESSOS
 INTERNOS


 GESTÃO
 DE PESSOAS

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Treinamento Planeje Seu Setor

Mgnt360 Portfolio Conhecimento 2012
Mgnt360   Portfolio Conhecimento 2012Mgnt360   Portfolio Conhecimento 2012
Mgnt360 Portfolio Conhecimento 2012
IntegraleVision
 
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo SávioAula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Rodrigo Sávio
 
2014 03 04 gestão careconsulting
2014 03 04 gestão careconsulting2014 03 04 gestão careconsulting
2014 03 04 gestão careconsulting
Wagner Louzada
 
Palestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MG
Palestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MGPalestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MG
Palestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MG
MktJr
 
2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...
2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...
2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...
Felipe Guedes Pinheiro
 

Semelhante a Treinamento Planeje Seu Setor (20)

Profissional ti futuro
Profissional ti futuroProfissional ti futuro
Profissional ti futuro
 
Mgnt360 Portfolio Conhecimento 2012
Mgnt360   Portfolio Conhecimento 2012Mgnt360   Portfolio Conhecimento 2012
Mgnt360 Portfolio Conhecimento 2012
 
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo SávioAula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
Aula 07 Planejamento Estratégico. Prof. Rodrigo Sávio
 
Manual De Projetos
Manual De ProjetosManual De Projetos
Manual De Projetos
 
Palestra - Planejamento Estratégico na ACIJ, Joinville, SC, 08/08/2013
Palestra - Planejamento Estratégico na ACIJ, Joinville, SC, 08/08/2013Palestra - Planejamento Estratégico na ACIJ, Joinville, SC, 08/08/2013
Palestra - Planejamento Estratégico na ACIJ, Joinville, SC, 08/08/2013
 
Previsão Orçamentária - Palestra da Supply
Previsão Orçamentária - Palestra da SupplyPrevisão Orçamentária - Palestra da Supply
Previsão Orçamentária - Palestra da Supply
 
2014 03 04 gestão careconsulting
2014 03 04 gestão careconsulting2014 03 04 gestão careconsulting
2014 03 04 gestão careconsulting
 
Missão - Visão - Valores.pdf
Missão - Visão - Valores.pdfMissão - Visão - Valores.pdf
Missão - Visão - Valores.pdf
 
aula_cultura_organizacional.pdf
aula_cultura_organizacional.pdfaula_cultura_organizacional.pdf
aula_cultura_organizacional.pdf
 
Psi organizacional
Psi organizacionalPsi organizacional
Psi organizacional
 
2014 03 04 gestão careconsulting
2014 03 04 gestão careconsulting2014 03 04 gestão careconsulting
2014 03 04 gestão careconsulting
 
Cultura Lean, Cultura Toyota
Cultura Lean, Cultura ToyotaCultura Lean, Cultura Toyota
Cultura Lean, Cultura Toyota
 
Turma de estagio 09.11.2012
Turma de estagio 09.11.2012Turma de estagio 09.11.2012
Turma de estagio 09.11.2012
 
ANIMA PORTIFÓLIO
ANIMA PORTIFÓLIOANIMA PORTIFÓLIO
ANIMA PORTIFÓLIO
 
Employer Branding 27 Nov08 [Modo De Compatibilidade]
Employer Branding 27 Nov08 [Modo De Compatibilidade]Employer Branding 27 Nov08 [Modo De Compatibilidade]
Employer Branding 27 Nov08 [Modo De Compatibilidade]
 
Palestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MG
Palestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MGPalestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MG
Palestra aplicando qualidade gestão do seu negócio - mateu melo - SEBRAE MG
 
2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...
2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...
2103 sebraemg-palestraaplicandoqualidadegestodoseunegcio-mateumelo-1012201909...
 
Plano de Negócios
Plano de NegóciosPlano de Negócios
Plano de Negócios
 
Coching para RH e Gestão de Pessoas
Coching para RH e Gestão de PessoasCoching para RH e Gestão de Pessoas
Coching para RH e Gestão de Pessoas
 
Como definir objetivos e metas - Poços de Caldas
Como definir objetivos e metas - Poços de CaldasComo definir objetivos e metas - Poços de Caldas
Como definir objetivos e metas - Poços de Caldas
 

Mais de Sérgio Nunes

Atendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In CompanyAtendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In Company
Sérgio Nunes
 
Projetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos IIProjetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos II
Sérgio Nunes
 
Case Fleming Resultados
Case Fleming ResultadosCase Fleming Resultados
Case Fleming Resultados
Sérgio Nunes
 
Projetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos IProjetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos I
Sérgio Nunes
 

Mais de Sérgio Nunes (19)

Anúncio Fleming Atendimento Domiciliar
Anúncio Fleming   Atendimento DomiciliarAnúncio Fleming   Atendimento Domiciliar
Anúncio Fleming Atendimento Domiciliar
 
Atendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In CompanyAtendimento Fleming In Company
Atendimento Fleming In Company
 
Folder CHECKUP FLEMING
Folder CHECKUP FLEMINGFolder CHECKUP FLEMING
Folder CHECKUP FLEMING
 
Fleming Serviços
Fleming ServiçosFleming Serviços
Fleming Serviços
 
Adapta Pesquisa Benefício Saúde
Adapta   Pesquisa Benefício SaúdeAdapta   Pesquisa Benefício Saúde
Adapta Pesquisa Benefício Saúde
 
Treinamento Atitudes
Treinamento   AtitudesTreinamento   Atitudes
Treinamento Atitudes
 
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e EventoCase Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
Case Kustelão - Projeto, Patrocinio e Evento
 
Case IDDS Plano de Negocios
Case IDDS Plano de NegociosCase IDDS Plano de Negocios
Case IDDS Plano de Negocios
 
Projetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos IIProjetos Arquitetônicos II
Projetos Arquitetônicos II
 
Conceituação Marca
Conceituação MarcaConceituação Marca
Conceituação Marca
 
Case Fleming Resultados
Case Fleming ResultadosCase Fleming Resultados
Case Fleming Resultados
 
Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Case Fleming Recall a Gazeta 2011Case Fleming Recall a Gazeta 2011
Case Fleming Recall a Gazeta 2011
 
Case Fleming Planejamento Estratégico 2008-2012
Case Fleming Planejamento  Estratégico 2008-2012Case Fleming Planejamento  Estratégico 2008-2012
Case Fleming Planejamento Estratégico 2008-2012
 
Case Fleming Estratégia de um Setor
Case Fleming Estratégia de um SetorCase Fleming Estratégia de um Setor
Case Fleming Estratégia de um Setor
 
Projetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos IProjetos Arquitetônicos I
Projetos Arquitetônicos I
 
Ação promocional Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Ação promocional   Dia da Saúde - Planfleto CampanhaAção promocional   Dia da Saúde - Planfleto Campanha
Ação promocional Dia da Saúde - Planfleto Campanha
 
Bar 9 Planejamento de Produto e Plano Investidores
Bar 9   Planejamento de Produto e Plano InvestidoresBar 9   Planejamento de Produto e Plano Investidores
Bar 9 Planejamento de Produto e Plano Investidores
 
Avestro Planejamento de Mercado
Avestro Planejamento de MercadoAvestro Planejamento de Mercado
Avestro Planejamento de Mercado
 
Adapta - Palestras Corporativas
Adapta - Palestras CorporativasAdapta - Palestras Corporativas
Adapta - Palestras Corporativas
 

Treinamento Planeje Seu Setor

  • 1. PLANEJANDO SEU SETOR visão para o futuro iã f t Treinamento Instrutor: Sérgio Nunes Laboratório Fleming O QUE VOCÊ QUER? • REFLEXÕES – O que você está fazendo aqui? q q – Por que você está aqui? – O que você quer daqui? – No que você tem contribuído para fazer acontecer as coisas aqui? – Auto‐avaliação: você admitiria um funcionário com o seu perfil para  trabalhar para você? – Avaliação de terceiros: você acha que seus parceiros, colaboradores,  fornecedores ou sua chefia estão satisfeitos com você? fornecedores ou sua chefia estão satisfeitos com você? – O atendimento que você dispensa às pessoas está em um nível  satisfatório? – Você está satisfeito com seu desempenho? – O que seria preciso mudar para melhorar seu desempenho? 
  • 2. Como alterar meu desempenho atual? l datual Dfuturo Como somos avaliados? Superior 90 ° 90 ° Parceiros Auto‐ Auto‐avaliação 180 ° 180 ° 0 ° 0 ° Colaborador 270 ° 270 °
  • 3. Reflexões Flexibilidade Planejamento Estratégia Inovações Transformações Tecnologia • perceber • compreender • determinar • otimizar • usar • atuar Forças que lutam contra novas idéias “Esta não é a hora  “Não vai  certa. Não pode ser  Tive uma grande  funcionar aqui.  Já  feito”.  idéia! tentamos antes”. “Não é assim que  “Vamos discutir isso  fazemos as coisas!  na próxima  Vai custar caro  Até agora não  reunião”. demais! precisamos disto”. 
  • 4. Como alterar meu desempenho atual? l equipe equipe equipe Visão equipe equipe datual Dfuturo Estrutura da Visão de Futuro Visão de  Futuro Ideologia  Futuro  Essencial Imaginado Valores  Propósito  Essenciais Essencial Componentes da visão de futuro (adaptado de Collins e Porras, 1999)
  • 5. Por que Planejar? Como alterar meu desempenho atual? l equipe equipe equipe Planejar Visão equipe equipe datual Dfuturo
  • 6. O Objetivo “O Capitão que veleja sem um objetivo sempre alega que os ventos sopraram das direções erradas” Sêneca Como alterar meu desempenho atual? Metodologia l . Definição do Negócio . Visão . Missão equipe . Valores equipe equipe Planejar Visão equipe equipe datual Dfuturo
  • 7. TECNOLOGIA EDUCACIONAL Galileu  Galileu “Nada podes ensinar a um homem, podes somente ajudá‐lo a descobrir as coisas dentro de si mesmo”. Carl Rogers  Carl Rogers “O homem instruído é aquele que aprende a aprender; a se adaptar para mudar, de modo que o processo da procura do conhecimento proporcione uma base para a segurança”. Definição do Negócio Qual é o nosso negócio?...  Qual é o nosso negócio?... A questão é que  raramente perguntamos e respondemos de  raramente perguntamos e respondemos de forma clara e direta esta pergunta....  Raramente dedicamos um estudo e uma  reflexão adequada a este assunto, que pode  ser, talvez, a mais importante causa dos  nossos fracassos. nossos fracassos. “A definição de negócio de um setor visa  determinar o seu âmbito de atuação”.
  • 8. Definição do Negócio • Algumas perguntas importantes: –OO que fazemos hoje que devemos continuar fazendo f h j d i f d no futuro? – O que fazemos hoje que não devemos mais fazer no  futuro? – O que não fazemos hoje e que devemos começar a  fazer para criarmos nosso futuro? para criarmos nosso futuro? – O que o departamento..... do nosso concorrente está  fazendo que lhe garantirá o sucesso no futuro? – Quem são e serão nossos clientes? Definição do Negócio “Na fábrica produzimos cosméticos, nas lojas  vendemos esperança”. Charles Revlon Ch l R l ‐ REVLON
  • 9. Visão de Futuro “As pessoas precisam de metas audaciosas  para progredirem em direção ao futuro  di di ã f t imaginado”. Visão do Futuro • Características para a formação da  comunidade da visão: id d d i ã – A visão precisa ser..... • Desenvolvida pelo líder • Compartilhada e apoiada • Abrangente e detalhada • Positiva e inspiradora
  • 10. Futuro Imaginado – (exemplo)  “A Petrobras será uma empresa  integrada de energia com forte  presença internacional e líder  na América Latina, atuando com  foco na rentabilidade e na  responsabilidade social e  bilid d i l ambiental”. Visão de futuro da Petrobras (2015) Propósito Essencial ‐ Missão “O propósito essencial é a razão de ser do ser  é a razão de ser do ser  humano. Embora o propósito em si não mude,  humano E b h ó it i ã d ele inspira a mudança”. “Ele não se limita a descrever simplesmente  os seus objetivos; ele capta a sua alma os seus objetivos; ele capta a sua alma”. ele capta a sua alma alma
  • 11. Propósito Essencial ‐ Missão “O objetivo da missão é difundir o espírito das  é difundir o espírito das  pessoas, que está ligado a sua visão e a de  pessoas tá li d iã d todas as pessoas envolvidas de forma a  concentrar esforços para alcançar seus  objetivos”. Propósito Essencial – Missão (exemplo) “Atuar de forma segura e rentável, com  responsabilidade social e ambiental, nas  bilid d i l bi t l atividades da indústria de óleo, gás e energia,  nos mercados nacional e internacional,  fornecendo produtos e serviços adequados às  necessidades dos seus clientes e contribuindo  para o desenvolvimento do Brasil e dos países  onde atua”. Missão da Petrobrás
  • 12. Diferenças entre missão e visão Características da Missão Características da Visão • Identifica o negócio d f ó • É o que se “sonha” para o negócio É “ h ” ó • É a partida • É “aonde vamos” • Identifica quem somos • Projeta “quem desejamos ser” • Dá rumo à empresa • Energiza as pessoas • É motivadora • É inspiradora • Foco no presente para o futuro • Focalizada no futuro • Vocação para a eternidade Vocação para a eternidade • É mutável conforme os desafios É mutável conforme os desafios • É a “carteira de identidade”da  • É o “passaporte” para o futuro pessoa Valores Essenciais “Os valores essenciais incorporados ao nosso  credo talvez sejam uma vantagem  d t l j t competitiva, porém esse não é o motivo para  a sua preservação. Nós o mantemos porque  eles definem o nosso significado”. eles definem o nosso significado “Os valores essenciais não exigem justificativa  Os valores essenciais não exigem justificativa  g j externa; eles têm relevância e importância  intrínsecas”. intrínsecas
  • 13. Valores essenciais – (exemplos) • Exemplos de valores essenciais: – Inovação – Trabalho em equipe – Criatividade, sonho e imaginação – Qualidade – Respeito pelas pessoas – Comunicação – Justiça – Transparência – Espiritualidade – Segurança – Conservador – Tradição – Rigidez à conceitos – poder Como alterar meu desempenho atual? Metodologia l . Definição do Negócio . Visão . Missão equipe . Valores equipe equipe Planejar Visão Análise Ambiente forças . FOFA equipe equipe datual Dfuturo oportunidades fraquezas ameaças . CENÁRIOS
  • 14. Representação FOFA (acrônimo) F FORÇAS O Oportunidades F Fraquezas A Ameaças ANÁLISE FOFA FORÇAS OPORTUNIDADES (Strengths) (Opportunities) ANÁLISE  ANÁLISE  INTERNA EXTERNA FRAQUEZAS AMEAÇAS (Weaknesses) (Threats)
  • 15. Check‐list para Forças e Fraquezas • Recursos Humanos • Marketing / Comercial – Capacidade dos funcionários – Qualidade serviços – Políticas e culturas – Quantidade de produtos /  – Turnover (rodízio funcionários) serviços – Satisfação – Diferenciação dos serviços – Desenvolvimento – Canais de comunicação • Processos – Serviços ao cliente – Controle matéria‐prima – Pesquisas – Capacidade de produção – Propaganda – Instalações e equipamentos – Força de vendas – Estoques – Qualidade – Eficiência no trânsito de  documentos Check‐list para Forças e Fraquezas • Finanças • Tecnologia da Informação – Alavancagem financeira – Velocidade e resposta – Alavancagem operacional – Qualidade das informações  – Relações com acionistas correntes – Situação fiscal – Capacidade de expansão • Pesquisa e Desenvolvimento – Sistema orientado para o usuário – Capacidade de P & D de processo • Time Gerencial – Habilidades – Congruência de valores – Espírito de equipe – Experiência – Coordenação de esforços
  • 16. Check‐list para Ameaças e Oportunidades • Mudanças na Sociedade • Mudanças Econômicas – Preferências dos clientes Preferências dos clientes – Crise econômica Crise econômica – Tendências  – juros populacionais • Mudanças na Competição • Mudanças Governamentais – Adoção de novas  – Mudanças na Legislação tecnologias – Programas  – Novos concorrentes governamentais ou  – Novos produtos novas prioridades Check‐list para Ameaças e Oportunidades • Mudanças nos  • Mudanças no Mercado Fornecedores –NNovos usos do  d – Mudança nos custos  produto de entrada – Novos mercados – Mudança em  – Obsolescência de  suprimentos produtos –M d Mudança no número  ú de fornecedores
  • 17. ANÁLISE FOFA FORÇAS Alavancagem OPORTUNIDADES (Strengths) (Opportunities) Vulnerabilidade Debilidade FRAQUEZAS Problemas AMEAÇAS (Weaknesses) (Threats) ANÁLISE FOFA FORÇAS OPORTUNIDADES (Strengths) Ações Ofensivas (Opportunities) Alavancagem – ocorre quando uma oportunidade encontra um ou mais pontos fortes, permitindo que se possa tirar proveito da situação
  • 18. ANÁLISE FOFA FORÇAS (Strengths) Ações Defensivas Vulnerabilidade – ocorre quando existe uma ameaça, mas possuímos um ou mais pontos fortes para amenizar ou anular os seus efeitos. AMEAÇAS (Threats) ANÁLISE FOFA OPORTUNIDADES Debilidade (Opportunities) Debilidade / limitações – ocorre quando uma oportunidade não pode ser aproveitada devido a um ou mais pontos fracos. fracos FRAQUEZAS (Weaknesses)
  • 19. ANÁLISE FOFA Problema / exposição – ocorre quando uma ameaça encontra um ou mais pontos fracos, deixando-nos expostos. FRAQUEZAS AMEAÇAS (Weaknesses) Problemas (Threats) Formulário de Análise FOFA Oportunidades Ameaças Forças Ações Ofensivas Ações Defensivas Fraquezas Ações para diminuir a  Ações para anular o debilidade problema
  • 20. Como alterar meu desempenho atual? Metodologia l . Definição do Negócio . Visão . Missão equipe . Valores equipe equipe Planejar Visão Análise Ambiente forças . FOFA equipe equipe datual Dfuturo oportunidades fraquezas ameaças . CENÁRIOS BSC BSC • BSC é um sistema de avaliação de  desempenho da gestão estratégica que utiliza  d h d tã t té i tili indicadores de desempenho organizados de  forma equilibrada em torno de quatro  perspectivas: financeira, dos clientes externos,  dos processos internos e da gestão de  pessoas. Ele permite às organizações  utilizarem o desdobramento da estratégia  para fazer seu planejamento. (kaplan e Norton)
  • 21. BSC ‐ Implementação PERSPECTIVA FINANCEIRA Objetivos Indicadores Alvos Iniciativas  Para sermos bem  sucedidos  financeiramente como deveríamos  ser vistos pelos  nossos acionistas? BSC ‐ Implementação PERSPECTIVA DOS CLIENTES Objetivos Indicadores Alvos Iniciativas  Para alcançarmos  a nossa visão, como deveríamos  ser vistos pelos  nossos clientes?
  • 22. BSC ‐ Implementação PERSPECTIVA DOS PROCESSOS Objetivos Indicadores Alvos Iniciativas  Para  satisfazermos nossos acionistas  e clientes, em que  processos  deveríamos  alcançar a  excelência? BSC ‐ Implementação PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS Objetivos Indicadores Alvos Iniciativas  Para alcançarmos  nossa visão, como  sustentaremos a  nossa capacidade  de mudar e  melhorar?
  • 23. BSC – Traçando Objetivos $ CLIENTES PROCESSOS INTERNOS GESTÃO DE PESSOAS BSC – Indicadores atuais $ CLIENTES PROCESSOS INTERNOS GESTÃO DE PESSOAS
  • 24. BSC – Alvos (aonde queremos chegar) $ CLIENTES PROCESSOS INTERNOS GESTÃO DE PESSOAS BSC – Iniciativas (como vamos chegar) $ CLIENTES PROCESSOS INTERNOS GESTÃO DE PESSOAS