SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
HISTÓRIA DO VIOLINO
Instrumento de arco, com quatro cordas, o menor (e de som mais agudo)
dos membros da família do violino. Tem uma extensão de quatro oitavas,
e suas cordas são afinadas em intervalos de quinta, sendo a mais grave
afinada pelo sol abaixo do dó central (isto é, sol-ré-lá-mi).
Surgiu entre o fim do século XVI e o início do século XVII, como uma
evolução da rebec, vielle e da lyra da braccio, instrumentos que marcaram
a música no fim da Idade Média e início do Renascimento. Contudo,
podemos dizer que a história do violino se inicia mais cedo, quando certos
instrumentos orientais, como o nefer egípcio e o r'jenn sien chinês, são
criados. Tais instrumentos foram base para a criação de inúmeros outros,
conforme as necessidades acústicas que iam surgindo.
REBE
C

LYRA DE
BRACCI
O

VIELL
E

VIOLINO
PARTES DO VIOLINO
TAMANHOS DO VIOLINO
Os instrumentos como o violino dependem da vibração das cordas

para emitir som. As cordas vibram quando o arco passa por
elas, mas produzem muito pouco som, que só fica suficientemente
forte para ser ouvido quando as vibrações passam pelo cavalete
para o corpo oco, ou caixa de ressonância do instrumento. Os
ouvidos ou ff são os orifícios que ajudam as vibrações geradas no
corpo do instrumento a atingir o espaço externo e finalmente nossos
ouvidos.
O ARCO
O arco moderno de violino é feito de muitos fios de crina de cavalo ajustados à
extremidades de uma peça de madeira longas e curva. As crinas são tencionadas
para a execução e afrouxadas quando o arco não está sendo usado. Afrouxar o arco

ajuda a preservar a flexibilidade da madeira do arco. O Arco para o Violino é como a
respiração para os cantores ou os instrumentistas de sopro. Seus movimentos e sua
articulação constituem a "dicção" dos sons e a articulação das células rítmicas e
melódicas. Todas as nuanças sonoras, colorido e dinâmica musical do Violino estão

intimamente ligadas à relação existente entre a condução do arco e a precisão dos
movimentos sincronizados da mão esquerda. OArco é a "alma" do Violino.
COMO É TOCADO
Usando o arco
Pizzicato
Tocando com surdina
Vibrato
Corda dupla

Harmónicos
Glissando
http://www.youtube.com/watch?v=RHQvx2zXsmw&list=UUy7CJp
7CXPlPeEHtvkzhFCA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E DeboraApresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E DeboraNatércia Dias
 
Música trabalho completo
Música trabalho completoMúsica trabalho completo
Música trabalho completodfis1997
 
Instrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais PortuguesesInstrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais Portuguesesmigmigg
 
El romanticismo en la música trabajo de Silvina Carrizo
El romanticismo en la música trabajo de Silvina CarrizoEl romanticismo en la música trabajo de Silvina Carrizo
El romanticismo en la música trabajo de Silvina Carrizog cg
 
Notação musical
Notação musicalNotação musical
Notação musicalNando Costa
 
A musica tradicional portuguesa
A musica tradicional portuguesaA musica tradicional portuguesa
A musica tradicional portuguesaManelGrilo
 
Família de cordas
Família de cordasFamília de cordas
Família de cordasgenarui
 
História da música: Romantismo
História da música: RomantismoHistória da música: Romantismo
História da música: RomantismoFelipe Pouchucq
 
Fado
FadoFado
FadoPAFB
 
Cordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e SitarCordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e SitarAna Lúcia Francisco
 
Família de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicaisFamília de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicaisElisabete Trentin
 
Musicapédia - A Orquestra Sinfónica
Musicapédia - A Orquestra SinfónicaMusicapédia - A Orquestra Sinfónica
Musicapédia - A Orquestra SinfónicaHugo Pereira
 

Mais procurados (20)

Cordofones em Portugal
Cordofones em PortugalCordofones em Portugal
Cordofones em Portugal
 
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E DeboraApresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E Debora
 
Música Portuguesa
Música PortuguesaMúsica Portuguesa
Música Portuguesa
 
Música trabalho completo
Música trabalho completoMúsica trabalho completo
Música trabalho completo
 
Instrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais PortuguesesInstrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais Portugueses
 
El romanticismo en la música trabajo de Silvina Carrizo
El romanticismo en la música trabajo de Silvina CarrizoEl romanticismo en la música trabajo de Silvina Carrizo
El romanticismo en la música trabajo de Silvina Carrizo
 
História do violino
História do violinoHistória do violino
História do violino
 
Notação musical
Notação musicalNotação musical
Notação musical
 
Idiofones em Portugal
Idiofones em PortugalIdiofones em Portugal
Idiofones em Portugal
 
A musica tradicional portuguesa
A musica tradicional portuguesaA musica tradicional portuguesa
A musica tradicional portuguesa
 
Família de cordas
Família de cordasFamília de cordas
Família de cordas
 
História da música: Romantismo
História da música: RomantismoHistória da música: Romantismo
História da música: Romantismo
 
Beiras
BeirasBeiras
Beiras
 
Fado
FadoFado
Fado
 
Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
 
Cordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e SitarCordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e Sitar
 
Família de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicaisFamília de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicais
 
Musicapédia - A Orquestra Sinfónica
Musicapédia - A Orquestra SinfónicaMusicapédia - A Orquestra Sinfónica
Musicapédia - A Orquestra Sinfónica
 
A Orquestra Sinfónica.pptx
A Orquestra Sinfónica.pptxA Orquestra Sinfónica.pptx
A Orquestra Sinfónica.pptx
 
Historia de la guitarra
Historia de la guitarraHistoria de la guitarra
Historia de la guitarra
 

Destaque

Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)William Soph
 
MÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiro
MÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiroMÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiro
MÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeirorpimenta2
 
Suzuki metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5
Suzuki   metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5Suzuki   metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5
Suzuki metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5Marcos4ss
 
Método violino lambert ribeiro
Método violino   lambert ribeiroMétodo violino   lambert ribeiro
Método violino lambert ribeiroAndré Lenz
 
Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)
Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)
Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)profgaspar
 
Estudos terceira posição
Estudos terceira posiçãoEstudos terceira posição
Estudos terceira posiçãoClaudineiCamara
 
Como ler as partituras
Como ler as partiturasComo ler as partituras
Como ler as partiturasMeg Lucy
 
Metodo de violino kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprich
Metodo de violino   kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprichMetodo de violino   kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprich
Metodo de violino kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprichJoelliton Oliveira
 
DOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position violino
DOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position   violinoDOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position   violino
DOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position violinoLeandro Meira da Silva
 
Metodo para violino schmoll - (brasil)
Metodo para violino   schmoll - (brasil)Metodo para violino   schmoll - (brasil)
Metodo para violino schmoll - (brasil)Joelliton Oliveira
 
Metodo violino otaniel_vol01
Metodo violino otaniel_vol01Metodo violino otaniel_vol01
Metodo violino otaniel_vol01ClaudineiCamara
 
Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)William Soph
 
Educação após Auschwitz
Educação após AuschwitzEducação após Auschwitz
Educação após AuschwitzVanessa Zaniol
 

Destaque (20)

Violino
ViolinoViolino
Violino
 
Violino
ViolinoViolino
Violino
 
Livro sobre violino
Livro sobre violinoLivro sobre violino
Livro sobre violino
 
Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Fisica do violino (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
 
MÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiro
MÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiroMÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiro
MÉTODO DE VIOLINO - Lambert ribeiro
 
Suzuki metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5
Suzuki   metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5Suzuki   metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5
Suzuki metodo de violino - vol. 1-2-3-4-5
 
Método violino lambert ribeiro
Método violino   lambert ribeiroMétodo violino   lambert ribeiro
Método violino lambert ribeiro
 
Violino
ViolinoViolino
Violino
 
Violinos e violoncelos
Violinos e violoncelosViolinos e violoncelos
Violinos e violoncelos
 
DOWNLOAD
DOWNLOADDOWNLOAD
DOWNLOAD
 
Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)
Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)
Trabalho de investigação sobre a tuba (instrumento musical)
 
Estudos terceira posição
Estudos terceira posiçãoEstudos terceira posição
Estudos terceira posição
 
Como ler as partituras
Como ler as partiturasComo ler as partituras
Como ler as partituras
 
Metodo de violino kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprich
Metodo de violino   kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprichMetodo de violino   kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprich
Metodo de violino kreutzer, rodophe - 42 estudos e caprich
 
DOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position violino
DOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position   violinoDOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position   violino
DOWNLOAD-Hans sitt 100 studies 1 st position violino
 
Metodo para violino schmoll - (brasil)
Metodo para violino   schmoll - (brasil)Metodo para violino   schmoll - (brasil)
Metodo para violino schmoll - (brasil)
 
Metodo violino otaniel_vol01
Metodo violino otaniel_vol01Metodo violino otaniel_vol01
Metodo violino otaniel_vol01
 
Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao estudo de violoncelo (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
 
Educação após Auschwitz
Educação após AuschwitzEducação após Auschwitz
Educação após Auschwitz
 
Auschwitz
AuschwitzAuschwitz
Auschwitz
 

Semelhante a Apresentação Oral de Português - Violino

A Orquestra
A OrquestraA Orquestra
A OrquestraHOME
 
Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)William Soph
 
Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1Maria carmem
 
História da Música - FVJ
História da Música - FVJ História da Música - FVJ
História da Música - FVJ Jonas Martins
 
Atividade_1.pdf
Atividade_1.pdfAtividade_1.pdf
Atividade_1.pdfJoel Elias
 
Historia E Surgimento Dos Instrumentos Musicais
Historia E Surgimento Dos Instrumentos MusicaisHistoria E Surgimento Dos Instrumentos Musicais
Historia E Surgimento Dos Instrumentos MusicaisHOME
 
História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!EmersonMoura25
 
Historia dos instrumentos
Historia dos instrumentosHistoria dos instrumentos
Historia dos instrumentosSaulo Gomes
 
Tudo de Viola Caipira
Tudo de Viola CaipiraTudo de Viola Caipira
Tudo de Viola CaipiraLuccas Frade
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da músicaJohn Joseph
 
Trabalho Flauta Jaimee Sara
Trabalho Flauta Jaimee SaraTrabalho Flauta Jaimee Sara
Trabalho Flauta Jaimee SaraNatércia Dias
 
Violino, Formas Musicais Etc
Violino, Formas Musicais EtcViolino, Formas Musicais Etc
Violino, Formas Musicais EtcHOME
 
72254768 apostila-de-violao-avancado
72254768 apostila-de-violao-avancado72254768 apostila-de-violao-avancado
72254768 apostila-de-violao-avancadoGuilherme Silvestre
 

Semelhante a Apresentação Oral de Português - Violino (20)

musica A ORQUESTRA
musica A ORQUESTRAmusica A ORQUESTRA
musica A ORQUESTRA
 
A Orquestra
A OrquestraA Orquestra
A Orquestra
 
Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
Introdução ao instrumento e a técnica (www.sheetmusic-violin.blogspot.com)
 
Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1
 
História da Música - FVJ
História da Música - FVJ História da Música - FVJ
História da Música - FVJ
 
Atividade_1.pdf
Atividade_1.pdfAtividade_1.pdf
Atividade_1.pdf
 
Instrumentos musicas
Instrumentos musicasInstrumentos musicas
Instrumentos musicas
 
Historia E Surgimento Dos Instrumentos Musicais
Historia E Surgimento Dos Instrumentos MusicaisHistoria E Surgimento Dos Instrumentos Musicais
Historia E Surgimento Dos Instrumentos Musicais
 
Musica medieval
Musica medievalMusica medieval
Musica medieval
 
História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!
 
Historia dos instrumentos
Historia dos instrumentosHistoria dos instrumentos
Historia dos instrumentos
 
Tudo de Viola Caipira
Tudo de Viola CaipiraTudo de Viola Caipira
Tudo de Viola Caipira
 
C t v v
C t v v C t v v
C t v v
 
C t v v
C t v v C t v v
C t v v
 
C t v v
C t v v C t v v
C t v v
 
C t v v
C t v v C t v v
C t v v
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da música
 
Trabalho Flauta Jaimee Sara
Trabalho Flauta Jaimee SaraTrabalho Flauta Jaimee Sara
Trabalho Flauta Jaimee Sara
 
Violino, Formas Musicais Etc
Violino, Formas Musicais EtcViolino, Formas Musicais Etc
Violino, Formas Musicais Etc
 
72254768 apostila-de-violao-avancado
72254768 apostila-de-violao-avancado72254768 apostila-de-violao-avancado
72254768 apostila-de-violao-avancado
 

Último

UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 

Último (20)

UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 

Apresentação Oral de Português - Violino

  • 1.
  • 2. HISTÓRIA DO VIOLINO Instrumento de arco, com quatro cordas, o menor (e de som mais agudo) dos membros da família do violino. Tem uma extensão de quatro oitavas, e suas cordas são afinadas em intervalos de quinta, sendo a mais grave afinada pelo sol abaixo do dó central (isto é, sol-ré-lá-mi). Surgiu entre o fim do século XVI e o início do século XVII, como uma evolução da rebec, vielle e da lyra da braccio, instrumentos que marcaram a música no fim da Idade Média e início do Renascimento. Contudo, podemos dizer que a história do violino se inicia mais cedo, quando certos instrumentos orientais, como o nefer egípcio e o r'jenn sien chinês, são criados. Tais instrumentos foram base para a criação de inúmeros outros, conforme as necessidades acústicas que iam surgindo.
  • 6. Os instrumentos como o violino dependem da vibração das cordas para emitir som. As cordas vibram quando o arco passa por elas, mas produzem muito pouco som, que só fica suficientemente forte para ser ouvido quando as vibrações passam pelo cavalete para o corpo oco, ou caixa de ressonância do instrumento. Os ouvidos ou ff são os orifícios que ajudam as vibrações geradas no corpo do instrumento a atingir o espaço externo e finalmente nossos ouvidos.
  • 7. O ARCO O arco moderno de violino é feito de muitos fios de crina de cavalo ajustados à extremidades de uma peça de madeira longas e curva. As crinas são tencionadas para a execução e afrouxadas quando o arco não está sendo usado. Afrouxar o arco ajuda a preservar a flexibilidade da madeira do arco. O Arco para o Violino é como a respiração para os cantores ou os instrumentistas de sopro. Seus movimentos e sua articulação constituem a "dicção" dos sons e a articulação das células rítmicas e melódicas. Todas as nuanças sonoras, colorido e dinâmica musical do Violino estão intimamente ligadas à relação existente entre a condução do arco e a precisão dos movimentos sincronizados da mão esquerda. OArco é a "alma" do Violino.
  • 8. COMO É TOCADO Usando o arco Pizzicato Tocando com surdina Vibrato Corda dupla Harmónicos Glissando