SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Cidadania e Profissionalidade 4
1. Introdução
2. Xenofobia
3. Diferenças e semelhanças entre xenofobia e racismo
4. Curiosidades
5. Conclusão
6. Bibliografia
Lígia Costa
O objectivo deste trabalho é, principalmente,
conhecer o significado de xenofobia.
Quero, ainda, mostrar aos meus colegas um tema
de interesse comum, intemporal e muito preocupante,
que deve ser divulgado, para que se tomem medidas no
sentido de pôr fim a comportamentos xenófobos.
Lígia Costa
É um sentimento característico dos seres
humanos que consiste na aversão e no medo ao que é
diferente. Quando este sentimento é manifestado de
forma descontrolada e excessiva é considerado um
distúrbio psiquiátrico.
Lígia Costa
Desde a Antiguidade que a xenofobia existe.
Temos como exemplos, a exclusão dos leprosos da
sociedade e o nazismo.
Nazismo:
Campo de
Concentração
Exclusão de leprosos
Lígia Costa
A xenofobia pode manifestar-se como medo a
culturas e raças desconhecidas, tendo tendência
para se transformar em ódio ou aversão, dando
origem a preconceitos. No entanto, é importante
referir que nem todo o preconceito é originado pela
xenofobia. Lígia Costa
 Actos individuais directos.
 Morte, deportação e imigração forçada, em casos
extremos.
 Discriminação.
Lígia Costa
 Os xenófobos extremos
 Os xenófobos moderados
Lígia Costa
Problemas
económicos
e sociais
Nacionalismo
excessivo
Incentivo por
parte de partidos
políticos
Rivalidades
Religiosas
Xenofobia
Lígia Costa
Geralmente, os imigrantes e/ou as minorias
étnicas ou religiosas são os indivíduos mais
discriminados.
Lígia Costa
Um exemplo concreto da xenofobia na actualidade
é a expulsão de angolanos dos países sul africanos,
acusados de “roubar” a riqueza dos naturais desses
países.
Lígia Costa
O aumento das migrações para a Europa, devido
ao aumento da intolerância política, religiosa e étnica,
leva a uma maior xenofobia, muitas vezes originada
por problemas económicos e sociais e apoiada por
alguns partidos políticos.
Lígia Costa
Lígia Costa
Quando a xenofobia
se transforma num
medo excessivo,
descontrolado e
infundado do
desconhecido, é
considerada uma doença
psicológica, inserindo-se
no grupo das
perturbações fóbicas.
Lígia Costa
Para tratar esta doença, utilizam-se métodos de
terapia comportamental: numa primeira fase, o doente
é exposto ao objecto ou situação de que tem medo.
Deste modo, descobre que o objecto/situação que o
aterroriza não representa qualquer perigo ao contrário
do que este imaginava.
Lígia Costa
 Sensibilização da população contra a xenofobia;
 Integração dos imigrantes nos países para onde
imigram;
 Criação de instituições de apoio a imigrantes;
 Manifestações contra comportamentos xenófobos;
Lígia Costa
 Promoção da mistura de raças e culturas.
Lígia Costa
O que é?
Como se
manifesta?
Origem dos
comportamentos
Vitimas
principais
Xenofobia
•Medo e
aversão do
que é diferente
•Discriminação
•Violência
•Morte,
deportação e
imigração
forçada, em
casos extremos
•Rivalidades religiosas
•Problemas económicos e
sociais
•Imigrantes
•Minorias
étnicas
•Minorias
religiosas
•Nacionalismo excessivo
•Incentivo de partido
políticos
Racismo
•Diferenciação
entre raças
superiores e
raças
inferiores
•Discriminação
•Violência
•Genocídio, em
casos extremos
•Abuso verbal
•Classes sociais
• Suposta superioridade
racial
•Medo de novas culturas
e de perda do poderLígia Costa
 Portugal é o 4º país mais xenófobo da UE.
 Xenofobia = Xeno + Fobia, a palavra “xeno” relaciona-
se com a ideia de estranho/estrangeiro e fobia é o
medo patológico.
Lígia Costa
No final deste trabalho, posso concluir que este
tipo de discriminação é um problema grave, que existe
desde sempre e assume contornos cada vez maiores na
nossa sociedade.
Lígia Costa
Os sites que consultei foram:
1. http://confrontos.no.sapo.pt/page7g.html
2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Xenofobia
3. http://www.casadobrasil.info/UserFiles/File/pdfs/racis
mo-xenofobia-europa.pdf
4. http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_est
udantes/filosofia/10racismxenofchauv.htm#vermais
5. http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_est
udantes/filosofia/filosofia_trabalhos/xenofobia.htm
6. http://www.slideshare.net/sergiomorais7/xenofobia
Lígia Costa
Lígia Costa
“o racismo começa quando a diferença, real ou
imaginária, é usada para justificar uma agressão. Uma
agressão que assenta na incapacidade para compreender o
outro, para aceitar as diferenças e para se empenhar no
diálogo.” Mário Soares
Lígia Costa
 Formanda Lígia Costa, Nrº. 24 do 3.º Técnico de
Fabrico Manual de Calçado – EFA/NS.
 Formadora: Vânia Soares
Lígia Costa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O racismo
O racismoO racismo
O racismo
luisamb
 
PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC)
PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC) PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC)
PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC)
Nyla Dias
 
Discriminação
 Discriminação Discriminação
Discriminação
kikatitic
 
Racismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpointRacismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpoint
Nokas Alves
 
Exemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacaoExemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacao
niize
 
Preconceitos diante a Sociedade
Preconceitos diante a SociedadePreconceitos diante a Sociedade
Preconceitos diante a Sociedade
Samara Luz
 
Preconceito e intolerência
Preconceito e intolerênciaPreconceito e intolerência
Preconceito e intolerência
Victor Claudio
 
Racismo trabalho
Racismo trabalhoRacismo trabalho
Racismo trabalho
PTAI
 

Mais procurados (20)

Discriminação
DiscriminaçãoDiscriminação
Discriminação
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
Discriminação racial
Discriminação racialDiscriminação racial
Discriminação racial
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
Trabalho xenofobia - a pblog
Trabalho   xenofobia - a pblogTrabalho   xenofobia - a pblog
Trabalho xenofobia - a pblog
 
O racismo
O racismoO racismo
O racismo
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
O racismo e a xenofobia
O racismo e a xenofobiaO racismo e a xenofobia
O racismo e a xenofobia
 
Racismo e xenofobia
Racismo e xenofobiaRacismo e xenofobia
Racismo e xenofobia
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
Racismo e Discriminação
Racismo e DiscriminaçãoRacismo e Discriminação
Racismo e Discriminação
 
PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC)
PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC) PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC)
PRECONCEITO - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS (SEMINÁRIO/TCC)
 
Apresentação racismo
Apresentação racismoApresentação racismo
Apresentação racismo
 
O Racismo
O RacismoO Racismo
O Racismo
 
Discriminação
 Discriminação Discriminação
Discriminação
 
Racismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpointRacismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpoint
 
Exemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacaoExemplos de discriminacao
Exemplos de discriminacao
 
Preconceitos diante a Sociedade
Preconceitos diante a SociedadePreconceitos diante a Sociedade
Preconceitos diante a Sociedade
 
Preconceito e intolerência
Preconceito e intolerênciaPreconceito e intolerência
Preconceito e intolerência
 
Racismo trabalho
Racismo trabalhoRacismo trabalho
Racismo trabalho
 

Destaque

Xenofobia
XenofobiaXenofobia
Xenofobia
Brian
 
Racismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural Xavier
Racismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural XavierRacismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural Xavier
Racismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural Xavier
JXCP.86
 
Discriminacion racial y xenofobia
Discriminacion racial y xenofobiaDiscriminacion racial y xenofobia
Discriminacion racial y xenofobia
Angel Adan Serrano
 
Racisme i la xenofobia
Racisme i la xenofobiaRacisme i la xenofobia
Racisme i la xenofobia
lalorena1995
 
Racismo y xenofobia
Racismo y xenofobiaRacismo y xenofobia
Racismo y xenofobia
Gema Torres
 
Racismo y xenofobia
Racismo y xenofobiaRacismo y xenofobia
Racismo y xenofobia
joaquinfdez
 
Dignidad daniel
Dignidad danielDignidad daniel
Dignidad daniel
vanesha16
 

Destaque (20)

Xenofobia
XenofobiaXenofobia
Xenofobia
 
Trabajo de segregacion social y marginacion
Trabajo de segregacion social y marginacionTrabajo de segregacion social y marginacion
Trabajo de segregacion social y marginacion
 
Dignidad Humana
Dignidad HumanaDignidad Humana
Dignidad Humana
 
Racismo y xenofobia
Racismo y xenofobiaRacismo y xenofobia
Racismo y xenofobia
 
Racismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural Xavier
Racismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural XavierRacismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural Xavier
Racismo Y Xenofobia Ensayo Diversidad Cultural Xavier
 
Discriminacion racial y xenofobia
Discriminacion racial y xenofobiaDiscriminacion racial y xenofobia
Discriminacion racial y xenofobia
 
Discriminación y racismo
Discriminación y racismo Discriminación y racismo
Discriminación y racismo
 
Violencia Racial
Violencia RacialViolencia Racial
Violencia Racial
 
Racisme i la xenofobia
Racisme i la xenofobiaRacisme i la xenofobia
Racisme i la xenofobia
 
Racismo y xenofobia
Racismo y xenofobiaRacismo y xenofobia
Racismo y xenofobia
 
Racismo y xenofobia
Racismo y xenofobiaRacismo y xenofobia
Racismo y xenofobia
 
Dignidad daniel
Dignidad danielDignidad daniel
Dignidad daniel
 
PRESENTACION RACISMO
PRESENTACION RACISMOPRESENTACION RACISMO
PRESENTACION RACISMO
 
Racismo y xenofobia
Racismo y xenofobiaRacismo y xenofobia
Racismo y xenofobia
 
Discriminacion y racismo
Discriminacion y racismoDiscriminacion y racismo
Discriminacion y racismo
 
Racismo y prejuicio
Racismo  y  prejuicioRacismo  y  prejuicio
Racismo y prejuicio
 
Para 1º Bachillerato: La dignidad humana
Para 1º Bachillerato: La dignidad humanaPara 1º Bachillerato: La dignidad humana
Para 1º Bachillerato: La dignidad humana
 
La Dignidad Humana
La Dignidad Humana La Dignidad Humana
La Dignidad Humana
 
¿Qué es la Dignidad Humana?
¿Qué es la Dignidad Humana?¿Qué es la Dignidad Humana?
¿Qué es la Dignidad Humana?
 
Xenofobia
XenofobiaXenofobia
Xenofobia
 

Semelhante a Xenofobia

UFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptx
UFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptxUFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptx
UFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptx
Nome Sobrenome
 
Síntese geral
Síntese geralSíntese geral
Síntese geral
br
 
Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...
Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...
Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...
Comunidadenegrafm
 
Slide Violence e Racism Ingles
Slide Violence e Racism InglesSlide Violence e Racism Ingles
Slide Violence e Racism Ingles
Leonardo Nunes
 
Tg filipe mserro
Tg filipe mserroTg filipe mserro
Tg filipe mserro
caltazeitao
 
Slide Violence e Racism
Slide Violence e RacismSlide Violence e Racism
Slide Violence e Racism
Leonardo Nunes
 
Trabalho de moral: racismo
Trabalho de moral: racismoTrabalho de moral: racismo
Trabalho de moral: racismo
António Alves
 
O racismo1
O racismo1O racismo1
O racismo1
luisamb
 
A intolerancia na sociadade actual
A intolerancia na sociadade actualA intolerancia na sociadade actual
A intolerancia na sociadade actual
Joana Soares
 

Semelhante a Xenofobia (20)

UFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptx
UFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptxUFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptx
UFCD - Cp4 -Manifestações de Intolerância a Diferença.pptx
 
Síntese geral
Síntese geralSíntese geral
Síntese geral
 
Racismo e Xenofobia
Racismo e XenofobiaRacismo e Xenofobia
Racismo e Xenofobia
 
Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...
Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...
Os impactos psíquicos que o racismo e a intolerância religiosa causa na popul...
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
As diferenças da diferença
As diferenças da diferençaAs diferenças da diferença
As diferenças da diferença
 
A Intolerância e fanatismo no Brasil.pptx
A Intolerância e fanatismo no Brasil.pptxA Intolerância e fanatismo no Brasil.pptx
A Intolerância e fanatismo no Brasil.pptx
 
Slide Violence e Racism Ingles
Slide Violence e Racism InglesSlide Violence e Racism Ingles
Slide Violence e Racism Ingles
 
Slide todo ingles
Slide   todo inglesSlide   todo ingles
Slide todo ingles
 
Tg filipe mserro
Tg filipe mserroTg filipe mserro
Tg filipe mserro
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
trabalho de sociologia prof isabel figueiredo
trabalho de sociologia prof isabel figueiredotrabalho de sociologia prof isabel figueiredo
trabalho de sociologia prof isabel figueiredo
 
Slide Violence e Racism
Slide Violence e RacismSlide Violence e Racism
Slide Violence e Racism
 
Trabalho de moral: racismo
Trabalho de moral: racismoTrabalho de moral: racismo
Trabalho de moral: racismo
 
Preconceito
PreconceitoPreconceito
Preconceito
 
O racismo1
O racismo1O racismo1
O racismo1
 
DESIGUALDADES ENTRE OS GÊNEROS E ETNIAS II
DESIGUALDADES ENTRE OS GÊNEROS E ETNIAS IIDESIGUALDADES ENTRE OS GÊNEROS E ETNIAS II
DESIGUALDADES ENTRE OS GÊNEROS E ETNIAS II
 
Discriminação e racismo nelson e tânia 1ºa
Discriminação e racismo   nelson e tânia 1ºaDiscriminação e racismo   nelson e tânia 1ºa
Discriminação e racismo nelson e tânia 1ºa
 
A intolerancia na sociadade actual
A intolerancia na sociadade actualA intolerancia na sociadade actual
A intolerancia na sociadade actual
 
Xenofobia INEP
Xenofobia INEPXenofobia INEP
Xenofobia INEP
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 

Último (20)

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 

Xenofobia

  • 2. 1. Introdução 2. Xenofobia 3. Diferenças e semelhanças entre xenofobia e racismo 4. Curiosidades 5. Conclusão 6. Bibliografia Lígia Costa
  • 3. O objectivo deste trabalho é, principalmente, conhecer o significado de xenofobia. Quero, ainda, mostrar aos meus colegas um tema de interesse comum, intemporal e muito preocupante, que deve ser divulgado, para que se tomem medidas no sentido de pôr fim a comportamentos xenófobos. Lígia Costa
  • 4. É um sentimento característico dos seres humanos que consiste na aversão e no medo ao que é diferente. Quando este sentimento é manifestado de forma descontrolada e excessiva é considerado um distúrbio psiquiátrico. Lígia Costa
  • 5. Desde a Antiguidade que a xenofobia existe. Temos como exemplos, a exclusão dos leprosos da sociedade e o nazismo. Nazismo: Campo de Concentração Exclusão de leprosos Lígia Costa
  • 6. A xenofobia pode manifestar-se como medo a culturas e raças desconhecidas, tendo tendência para se transformar em ódio ou aversão, dando origem a preconceitos. No entanto, é importante referir que nem todo o preconceito é originado pela xenofobia. Lígia Costa
  • 7.  Actos individuais directos.  Morte, deportação e imigração forçada, em casos extremos.  Discriminação. Lígia Costa
  • 8.  Os xenófobos extremos  Os xenófobos moderados Lígia Costa
  • 9. Problemas económicos e sociais Nacionalismo excessivo Incentivo por parte de partidos políticos Rivalidades Religiosas Xenofobia Lígia Costa
  • 10. Geralmente, os imigrantes e/ou as minorias étnicas ou religiosas são os indivíduos mais discriminados. Lígia Costa
  • 11. Um exemplo concreto da xenofobia na actualidade é a expulsão de angolanos dos países sul africanos, acusados de “roubar” a riqueza dos naturais desses países. Lígia Costa
  • 12. O aumento das migrações para a Europa, devido ao aumento da intolerância política, religiosa e étnica, leva a uma maior xenofobia, muitas vezes originada por problemas económicos e sociais e apoiada por alguns partidos políticos. Lígia Costa
  • 14. Quando a xenofobia se transforma num medo excessivo, descontrolado e infundado do desconhecido, é considerada uma doença psicológica, inserindo-se no grupo das perturbações fóbicas. Lígia Costa
  • 15. Para tratar esta doença, utilizam-se métodos de terapia comportamental: numa primeira fase, o doente é exposto ao objecto ou situação de que tem medo. Deste modo, descobre que o objecto/situação que o aterroriza não representa qualquer perigo ao contrário do que este imaginava. Lígia Costa
  • 16.  Sensibilização da população contra a xenofobia;  Integração dos imigrantes nos países para onde imigram;  Criação de instituições de apoio a imigrantes;  Manifestações contra comportamentos xenófobos; Lígia Costa
  • 17.  Promoção da mistura de raças e culturas. Lígia Costa
  • 18. O que é? Como se manifesta? Origem dos comportamentos Vitimas principais Xenofobia •Medo e aversão do que é diferente •Discriminação •Violência •Morte, deportação e imigração forçada, em casos extremos •Rivalidades religiosas •Problemas económicos e sociais •Imigrantes •Minorias étnicas •Minorias religiosas •Nacionalismo excessivo •Incentivo de partido políticos Racismo •Diferenciação entre raças superiores e raças inferiores •Discriminação •Violência •Genocídio, em casos extremos •Abuso verbal •Classes sociais • Suposta superioridade racial •Medo de novas culturas e de perda do poderLígia Costa
  • 19.  Portugal é o 4º país mais xenófobo da UE.  Xenofobia = Xeno + Fobia, a palavra “xeno” relaciona- se com a ideia de estranho/estrangeiro e fobia é o medo patológico. Lígia Costa
  • 20. No final deste trabalho, posso concluir que este tipo de discriminação é um problema grave, que existe desde sempre e assume contornos cada vez maiores na nossa sociedade. Lígia Costa
  • 21. Os sites que consultei foram: 1. http://confrontos.no.sapo.pt/page7g.html 2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Xenofobia 3. http://www.casadobrasil.info/UserFiles/File/pdfs/racis mo-xenofobia-europa.pdf 4. http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_est udantes/filosofia/10racismxenofchauv.htm#vermais 5. http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_est udantes/filosofia/filosofia_trabalhos/xenofobia.htm 6. http://www.slideshare.net/sergiomorais7/xenofobia Lígia Costa
  • 23. “o racismo começa quando a diferença, real ou imaginária, é usada para justificar uma agressão. Uma agressão que assenta na incapacidade para compreender o outro, para aceitar as diferenças e para se empenhar no diálogo.” Mário Soares Lígia Costa
  • 24.  Formanda Lígia Costa, Nrº. 24 do 3.º Técnico de Fabrico Manual de Calçado – EFA/NS.  Formadora: Vânia Soares Lígia Costa