SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO SOS SEMI-ÁRIDO



CARBONONEUTRO SOCIAL

ECO-JUSTICA SOCIAL

VIVENDO E AGINDO CARBONO
NEUTRO SOCIAL – UMA
ABORDAGEM PRO-ATIVA AOS
PROBLEMAS SOCIAIS E
AMBIENTAIS
A Crise Atual


A terra é um planeta de beleza e abundância; o sistema da terra é
maravilhosamente intrincado e incrivelmente complexo. Mas os
seres vivos, o ar, o solo e a água que os sustenta, enfrentam
ameaças sem precedentes. Muitas ameaças são globais; muitas
delas diretamente da atividade humana. Nossas práticas atuais
podem alterar tanto o mundo vivo que será incapaz de sustentar
a vida da maneira que conhecemos.

Dois problemas– consumo excessivo pelas nações industrializadas,
e contínuo crescimento da população humana mundial-
prejudicam os esforços de se alcançar um futuro sustentável. Esses
problemas surgem de intensas injustiças sociais.
A Crise Atual

Os processos de degradação ambiental alimentam um ao outro. Os danos
provocados nos sistemas ambientais são ameaçadores:

Exaustão de recursos não renováveis, principalmente o petróleo;
Extinção de variedades de vida por meio da rápida destruição dos habitats;
Erosão dos solos por meio da agricultura e práticas florestais não sustentáveis;
Poluição do ar por emissões tóxicas das indústrias e dos veículos e da poluição da
água pelos resíduos;
Volumes cada vez maiores de resíduos e
Prevalecência de chuva ácida que danifica as florestas, lagos e rios.

MAS ainda mais divulgado e grave, de acordo com a preponderância de
evidências de cientistas no mundo inteiro, são:

A exaustão da camada protetora de ozônio, resultante do uso de compostos
voláteis contendo clorina e bromina e;
Perigoso aquecimento global, causado pela formação de gases de
efeito estufa, principalmente o dióxido de carbono.
Consequências do aquecimento global

                              O aquecimento global
O aquecimento global
                              alterará os oceanos.
mudará os padrões do
tempo.
                              O eco sistema inteiro do
                              Mar do Norte está em
 O aquecimento deve criar
                              estado     de      colapso.
uma tendência geral em
                              Temperaturas      marítimas
relação ao aumento da
evaporação.     Onde     a    sem    precedentes     estão
precipitação é maior que a    exterminando o acervo
evaporação          haverá    sobre o qual toda a vida no
enchentes.     Onde      a    mar depende, em vista de
evaporação é maior que a      atacar toda a cadeia
precipitação, haverá secas.   marinha de alimento. O
O aumento do crescimento      estoque    de    peixes    e
e as mudanças imprevisíveis   população      de       aves
afetarão enormemente a        marinhas estão decaindo.
agricultura.

Recomendado para você

Climatologia variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
Climatologia   variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...Climatologia   variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
Climatologia variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...

O documento discute a diferença entre tempo e clima, com clima definido como as condições meteorológicas de longo prazo de uma região. Também aborda as mudanças climáticas naturais e induzidas pelo homem, com evidências de que as atividades humanas estão causando o aquecimento global atual. Por fim, explica a variabilidade climática natural devido a fatores como a oscilação do El Niño.

Trabalho sobre mudancas climaticas
Trabalho sobre mudancas climaticasTrabalho sobre mudancas climaticas
Trabalho sobre mudancas climaticas

Este documento discute os efeitos das mudanças climáticas na agricultura. Ele define termos-chave como agricultura, clima e mudanças climáticas. Explora as causas naturais e humanas das mudanças climáticas, bem como suas características e efeitos na agricultura, incluindo problemas fitossanitários e vulnerabilidade. Também aborda como a agricultura contribui para o efeito estufa.

alteracoes-climaticas
alteracoes-climaticasalteracoes-climaticas
alteracoes-climaticas

O documento discute as alterações climáticas e foi elaborado por dois estudantes, Carlos Gomes e Paula Teixeira, para a disciplina de Área de Projeto. Ele explica o que são alterações climáticas, suas causas naturais e humanas, e consequências como aumento de temperatura, cheias, secas e redução de chuvas em Portugal.

Consequências do aquecimento global

                                O aquecimento global
O aquecimento global
                                derreterá o gelo e elevará o
mudará eco-sistemas e o
                                nível dos mares
Habitat.

Além da perda de habitat
                                Os lençóis de gelo nos dois pólos e
decorrente de colapso
                                Groelância e nas montanhas
urbano e poluição, o
                                glaciais em todo o mundo estão
aquecimento              será
                                derretendo. Se o nível do mar
igualmente      um      fator
                                subir no nível previsto pelo IPCC,
decisivo. Cientistas prevêm     muitas nações em ilhas, assim
que um quarto de todas as       como áreas costeiras em níveis
espécies de plantas e           baixos, estarão submersas. Os
animais, ou mais que um         efeitos do nível do mar na costa
milhão ao todo, pode            provocará enchentes, erosão e
entrar em extinção.             intrusão de água salgada nos
                                aqüíferos e habitats de água doce.
Conseqüências do aquecimento global
O aquecimento global mudará o                  O aquecimento global fará
tempo, criando mais tempestades                parte da agenda pública de
extremas.                                      saúde .
‘A medida que a atmosfera aquece, o            O aquecimento aumentará a
clima não apenas torna-se mais quente,
                                               disseminação      de doenças
mas mais instável, criando eventos de
                                               infecciosas e também a mal
precipitação mais extremos.
                                               nutrição em função de seu
                                               impacto agrícola.

O aquecimento global pode criar
aquecimento abrupto.
O Relatório recente da Academia Nacional
de Ciências Mudança Climática Abrupta:
Surpresas Inevitáveis, diz “Mudanças           O aquecimento global
climáticas grandes e abruptas repetidas
                                               pode criar resfriamento
podem afetar boa parte ou toda a terra …
                                               abrupto.
Provas disponíveis indicam que mudanças
climáticas abruptas não são apenas possíveis   O aquecimento global pode,
mas prováveis no futuro, potencialmente
                                               dentro de poucos anos, acionar
com grandes impactos nos eco-sistemas e
                                               um resfriamento abrupto na
sociedades.”
                                               Europa.
CRIANDO UMA VISÃO COMPARTILADA

É muito difícil para as pessoas entenderem a gravidade das crises
ecológicas que estamos passando. Problemas como mudança
climática, extinção das espécies, falta de água, são um tipo de
problema que os seres humanos nunca enfrentaram antes, porque
os problemas são agora globais. O comportamento pessoal nunca
antes teve conseqüências no tempo do mundo.

Portanto, não existe precedente histórico desse tipo de solução de
problema que nos ajude a elaborar respostas adequadas. Na
compreensão desses problemas existem três realidades que precisam
ser entendidas:

1. Nossas crises ecológicas são enormes e estão ficando rapidamente piores.

2 Esses problemas são urgentes e o tempo está esgotando.

3. Existem alternativas, e um futuro melhor é possível.
Nossas Crises Ecológicas são enormes

A pesquisa científica demonstra que o aquecimento global é real,
catastrófico e criada pelos seres humanos. Mesmo assim, ainda que
os cientistas saibam que o aquecimento global está acontecendo,
eles não conseguem precisar o quanto ele irá aquecer, ou quão
rápido ele vai aquecer, ou quais serão os efeitos locais.

 Essas questões dependem do quão rápido nós nos convertemos ‘a
energia renovável, assim como quais as reações em cadeia são
compensadas pelo aquecimento.

O Relatório de 2001 do Painel Inter-governamenal sobre Mudança
Climática das Nações Unidas (IPCC) apresentaram modelos capazes
de estabelecer estatisticamente que o aquecimento global está
acontecendo e os humanos são amplamente responsável por ele.

Recomendado para você

Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicasCausas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas

O documento descreve as principais alterações climáticas como o aquecimento global, chuva ácida e efeito estufa. Explica que o aquecimento global é o aumento da temperatura média dos oceanos e da terra, e que a chuva ácida é quando a água da chuva fica mais ácida devido aos gases na atmosfera. Também define o efeito estufa como o processo que mantém a temperatura da Terra adequada para a vida.

alteraes climticasgeografiaambiente
Mudanças climáticas "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Mudanças climáticas  "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...Mudanças climáticas  "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Mudanças climáticas "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...

Palestra a respeito das mudanças climáticas e a sua relação na gestão das cidades. Apresentação realizada pela diretora da Defesa Civil de Santo André, Débora Diogo, no Centro de Referência em Saneamento Ambiental do Semasa.

semasamudanças climáticasdefesa civil
Complemento 1
Complemento 1Complemento 1
Complemento 1

O documento discute os conceitos de clima e tempo, explicando como a interação dos elementos e fatores climáticos determinam o clima em diferentes regiões. Também aborda como o fenômeno El Niño influencia o clima globalmente, bem como os impactos das mudanças climáticas causadas pela ação humana.

Nossas Crises ecológicas são Enormes


 Dr Pachauri, chefe do IPCC, concluiu em suas descobertas em janeiro de 2005: “
A mudança climática é real. Temos apenas uma pequena janela de oportunidade
e ela está se fechando muito rapidamente. Não podemos perder um instante
sequer. Estamos arriscando a possibilidade da raça humana sobreviver. “

Além do aquecimento global, as extinções de espécies atingem proporções
catastróficas. Na história da Terra, aconteceram cinco extinções em massa; a
última foi a dos dinossauros. Os biólogos estão chamando o que está
acontecendo agora de a sexta extinção em massa, e estão nos alertando de que
podemos perder mais de 25% das espécies na Terra até o final desse século,
criando efeitos cascata desconhecidos em todos os eco-sistema.

Em todo o mundo, existe uma enorme falta de água. O mundo está drenando
mais dos rios e aqüíferos do que está retornando pela precipitação da chuva e da
neve da Terra. Estamos drenando dos aqüíferos mais do que eles conseguem
repor. Muitos rios são tão sugados que secam antes de chegar ao mar. Portanto,
essas faltas de água causam falta de alimento e também ameaçam as vidas de
todas as plantas e animas da Terra.
Nossas Crises Ecológicas são Enormes

Não importa o quão rápido seja a nossa reação, em breve o
mundo será radicalmente diferente. Talvez tão logo quanto uma
década.

Se nos comprometermos a um drástico programa mundial de
converter para a energia renovável e plantarmos árvores para
capturar CO2, a mudança pode ser menos abrupta. Se não
conseguirmos criar a vontade política para uma mudança radical,
então, em algum ponto, o mundo vai topar com um paredão em
que o sistema global do tempo estará fora de controle.

Precisamos começar aceitando que a Terra é finita. O ciclo de
carbono e o ciclo hidrológico da Terra têm limites. Precisamos
aprender a viver dentro dos limites da Terra ou vamos abusar de
nosso meio ambiente e causar colapsos ecológicos massivos.
Nossas Crises Ecológicas São Urgentes

Muitos que percebem a gravidade de nossas crises ecológicas, não entendem o
quanto urgente elas são. Nossa reação precisar ser total e imediata.

Em 2005, a força-tarefa do Painel Internacional de Mudança Climática (IPCC)
emitiu um novo relatório chamado Soluções para a Mudança Climática . O
Relatório alerta .“Com a mudança climática, a bomba do tempo ecológica foi
acionada….” O ponto sem volta do aquecimento global pode chegar tão logo
como 10 anos (ou menos) com secas por toda parte, colheitas minguadas e
escassez de água.

O debate sobre o aquecimento global não é mais sobre se ele está ou não
acontecendo; agora, ele é sobre o grau de urgência e sobre a escala do
problema.

 A Academia Nacional de Ciências concluiu recentemente que o aquecimento
global pode vir a causar colapso ambiental de repente e sem aviso. Quanto
mais esperamos, menos alternativa teremos e mais arriscamos a provocar
conseqüências catastróficas.
Nossa pregação ambiental está
Escala      Adequada         de
                                   inadequada
Reação

                                   Em toda comunidade, indivíduos e
Essa urgência significa que a
                                   organizações   engajados    estão
reação exigida deve ser em
                                   trabalhando para contribuir para
escala adequada.
                                   as soluções para a crise. Seus
                                   esforços   ajudam     a    trazer
“... Mobilizações rápidas de       consciência e criar uma base
recursos            (históricas)   política.
demonstram que um país e,
de fato, o mundo consegue
                                   MAS     não      vamos      conseguir
reestruturar sua economia
                                   mensurar o avanço com vitórias
rapidamente      se      estiver
                                   miúdas e incrementais em função
plenamente convencido de
                                   de nosso intenso individualismo.
sua necessidade” (Plano B:
                                   Gelbspan diz que essa enorme
Resgatando um Planeta sob
                                   desconexa entre a gravidade do
Estresse & a Civilização em
                                   problema e as reações minimalistas
Confusão, Lester Brown )
                                   são resultado da “sedução das
                                   soluções fáceis e ilusórias.”

Recomendado para você

Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas

O documento discute as alterações climáticas, suas causas e o que o ser humano pode fazer para reduzi-las. As alterações climáticas incluem mudanças na temperatura, precipitação e nebulosidade, levando ao aquecimento global. Isso é causado pelo uso de combustíveis fósseis, que lançam dióxido de carbono na atmosfera. Para ajudar, as pessoas devem usar energia renovável, parar de poluir, e tomar pequenas ações como plantar árvores.

0875 alterações climáticas
0875   alterações climáticas0875   alterações climáticas
0875 alterações climáticas

O documento discute as causas e impactos das alterações climáticas, listando fatores como emissão de gases de efeito estufa, vulcanismo, El Niño e La Niña. Explica que se não agirmos rapidamente, o nível das águas e a temperatura da Terra aumentarão, trazendo graves consequências.

Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas

O documento discute as causas e impactos das alterações climáticas, incluindo o aumento das temperaturas globais, derretimento de geleiras, subida do nível do mar e eventos climáticos extremos. Também aborda como as alterações climáticas podem afetar a economia, sociedades, saúde humana e meio ambiente através de secas, ondas de calor e falta de neve nos Alpes.

pesquisageografiaalteraes
As Alternativas são Possíveis

Criar soluções exige uma reação sistemática total.

Ecologia agora é também um sistema de pensamento social, econômico e
político que enxerga a destruição do meio ambiente apenas como mais um
sintoma (junto com a pobreza e a distribuição desigual de riqueza e poder)
de nossa visão mundial moderna doentia e de nosso sistema de crenças
equivocado.

Nenhuma de nossas teorias são adequadas para lidar como a
enormidade de nossas crises ecológicas.

“… o sistema de crença ambiental estabelecido é incapaz de
verdadeiramente abordar a mudança climática em toda sua magnitude
porque não conseguimos chegar a uma transição mundial rápida para a
energia limpa dentro de nossa estrutura atual baseada no mercado. Se se
reconhecer honestamente a escala e urgência do problema, ficará nítido
que não dá para abordá-lo efetivamente sem mudanças estruturais
significativas ‘as dinâmicas econômicas globais” Ross Gelbspan
Criando uma Nova Visão Mundial

A economia sustentável não engloba livre comércio e globalização. A
política não foca nos direitos de indivíduos autônomos, mas nas
necessidades de comunidades sustentáveis. Igualmente, não receia a
linguagem religiosa—não no sentido de exigir obediência a um conjunto
de regras – mas em termos de tratar a Terra como sagrada e ater-se aos
valores da afetividade, mutualidade e equidade (tanto nacionalmente
como globalmente).

Essa visão mundial ecológica ~ uma visão moral baseada na moralidade
altruísta e na ética do afeto- é centrada na empatia e na responsabilidade.
Isso engloba criar uma política moral e uma economia moral, dentro das
exigências do planeta Terra, tendo a democracia e a equidade no centro.

Esses valores morais devem ser inerentes ‘as nossas abordagens aos nossos
problemas ecológicos. Esses valores devem incluir nossa responsabilidade
mútua de como vivemos no mundo, nosso compromisso um com o outro,
o direito de todos ao suficiente decente e a santidade da Terra. Deve
também abranger a compreensão prática de que estamos destruindo a
capacidade da Terra de sustentar a vida ( a nossa e a de outras espécies).
Sistemas Sociais Podem                    Assim como os sistemas climáticos
                                            podem mudar abruptamente, os
  mudar rapidamente                         sistemas sociais também podem
                                            mudar de repente – tanto para
  Nós já temos as soluções técnicas         melhor quanto para pior. Qualquer
                                            sistema pode atingir seu limite,
  de que precisamos; precisamos
                                            fazendo com que o sistema se
  apenas é de concordar a usá-las.
                                            organize de repente e salte para um
  Entretanto, os problemas não são
                                            nível inteiramente novo. Um nível tal
  fundamentalmente técnicos, mas
                                            que não pode mais reverter para o
  conceituais.
                                            nível anterior.
  Criar as mudanças necessárias
                                            Talvez não sejamos capazes de evitar
  pode trazer uma mensagem de
                                            todos os impactos destrutivos.
  esperança. De fato, nós somos             Mesmo assim, se agirmos agora, as
  capazes de fazer uma mudança              soluções disponíveis vão reduzir esses
  positiva profunda em nosso                impactos negativos e, no processo,
  modo de pensar nos próximos               vamos criar um mundo mais humano
  anos.                                     e igualitário.

Isto implica em redefinir os nossos conceitos de sucesso e aumentar o compromisso
de nos livrarmos do consumismo. Significa também aprender novas habilidades,
como a habilidade do diálogo da renovação de nosso compromisso uns aos outros
e com o mundo natural.
A Crise Ecológica é uma Crise Moral

 Para abordar nossas crises ecológicas, precisamos medir a moralidade pelo nosso
comportamento coletivo e suas conseqüências , ainda que quase sempre sem
intenção, imorais. O crescimento econômico chegou a um esgotamento e não
conseguimos mais ganhar a salvação por meio de progresso material - ser
escravizado ‘a definição materialística de perceber e se relacionar com o mundo nos
deixou espiritualmente empobrecidos.

Para escaparmos do materialismo e consumismo, precisamos de achar formas não-
materiais de satisfação e mudar o nosso foco espiritual de salvação individual para
salvação planetária. Isto exige que enxerguemos o planeta como uma comunidade
global inter-relacionada de pessoas, animais e plantas.

Eleger os valores da vida e o afeto e superar o materialismo exige que respeitemos o
mistério da vida humana e resistamos ‘a secularização da experiência. Ainda que
nossa cultura seja completamente secularizada, o sagrado não sumiu. Está presente
em tudo e em todos. Precisamos reconhecer e nomear conceitos do sagrado de
forma que eles possam determinar novamente a ação social.

Nosso futuro depende do quanto criativos conseguimos agir juntos, e o quanto
rápido conseguimos aprender e aplicar.

Recomendado para você

Cilede
CiledeCilede
Cilede

As mudanças climáticas são causadas pela ação humana. A natureza vem respondendo aos empreendimentos destrutivos do homem com desastres naturais crescentes, colocando em risco o futuro da Terra e de sua habitação pelos seres humanos. Pesquisadores afirmam que a ação humana contribui para o aumento de fenômenos como tsunamis, furacões e tufões.

Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas

O documento discute a realidade das mudanças climáticas e argumenta que, com base em evidências científicas como o derretimento de geleiras e o aumento do nível do mar e de CO2 na atmosfera, não há mais dúvidas sobre o aquecimento global. Também destaca a necessidade urgente de mais pesquisas sobre o tema para entender melhor os impactos e prevenir tragédias ambientais.

Mudanças climáticas globais
Mudanças climáticas globaisMudanças climáticas globais
Mudanças climáticas globais

Mudanças climáticas globais, Aquecimento Global, IPCC, Desmatamento, Efeito estufa, CO2, Solução para o aquecimento global,

aquecimento globalipccdesmatamento
Tomando decisões de eco-justica

Normas para decisões que abordam questões de eco-justica:

Sustentabilidade :prevê a necessidade de longo alcance dos
humanos e preservação de longo alcance da natureza

Suficiência : concede a todas as formas de vida o direito de
partilhar dos resultados da criação

Participação :envolve a todos e representa todas as formas de vida
nas decisões que possam afetar o seu bem-estar

Solidariedade :reconhece o espaço de todas as formas de vida e
ajudam os que sofrem mais com a degradação ambiental
Tomando decisões de eco-justica
Justiça mediante participação         Justiça mediante a
Vivemos dentro do acordo que          solidariedade
Deus celebrou com todas as            A criação depende do Criador
coisas vivas e estão em               e é inter-dependente dentro
relacionamento com elas. O            dela mesma.
princípio da participação significa   O principio da solidariedade
que elas tem o direito de serem       significa que todos nós
ouvidas e terem seus interesses       estamos juntos como criação.
considerados quando as decisões
forem tomadas.
                                      Somos convocados a
                                      reconhecer esta
A criação tem de ter voz.             interdependência com as outras
Precisamos escutar as pessoas que     criaturas e a agir localmente e
pescam no mar, trabalham na           globalmente por conta de toda
floresta, aram o solo e cavam a       a criação. Ademais,
terra, assim como os que              solidariedade requer que
advogam a conservação,                fiquemos do lado das vítimas
proteção e preservação do meio        dos desastres naturais.
ambiente.
Tomando decisões de eco-justica
                                           Justiça mediante a
Justiça mediante suficiência               sustentabilidade
A terra e tudo que nela há pertence ao
                                           As leis do sábado e do jubileu da
Senhor da terra. Nenhuma pessoa ou
                                           tradição Hebraica nos ensina que não
grupo tem direito absoluto sobre a terra
                                           devemos exaurir a criação a fim de
e seus produtos.
                                           potencializar a produditividade
                                           (Êxodo 20:8-11; Lev 25).
O princípio da suficiência significa
                                           O princípio da sustentabilidade
atender as necessidades básicas de toda
                                           significa prover uma qualidade de
a humanidade e de toda a criação.
                                           vida aceitável para as gerações
                                           presentes sem comprometer o das
Em um mundo de recursos finitos, para      gerações futuras.
que todos tenham o suficiente significa
que os que têm mais do que o suficiente
                                           Proteção das espécies e seus habitats,
terão de mudar os seus padrões de
                                           preservação da água e da terra
aquisição e consumo. A suficiência nos
                                           limpas, redução de resíduos, cuidado
induz a trabalharmos uns com os outros
e com o meio ambiente para que as          com a terra – são as prioridades. Mas
necessidades sejam atendidas sem           a produção de produtos e serviços
provocar pesos indevidos em ninguém        básicos, distribuição igualitária,
mais.                                      estabilização da população ,
                                           educação de qualidade, emprego –
                                           são prioridades igualmente.
Esperança em Ação


Ao enfrentarmos a crise atual, não devemos entrar em
desespero. MAS agirmos.

Nossa tradição e histórica nos dão muitos exemplos de
que a esperança triunfa sobre o desespero.

Quando perguntaram a Martin Luther o que ele faria se
o mundo fosse acabar amanha, ele respondeu - quot;I
plantaria um pé de maca hoje.quot;

Recomendado para você

Mudanças climáticas no brasil
Mudanças climáticas no brasilMudanças climáticas no brasil
Mudanças climáticas no brasil

Esta publicação foi elaborada para contribuir com a discussão sobre a necessidade de o Brasil adotar políticas e programas, tanto de ordem pública quanto privada, para reduzir suas emissões de gases de efeito estufa. A intenção é mostrar o estado da ciência nessa matéria e traçar o cenário das negociações internacionais a fim de estimular as diferentes lideranças sociais a assumirem o desafio do combate às mudanças climáticas e realizarem ações contundentes e urgentes de combate às causas e aos efeitos desse grave fenômeno que afeta o planeta e a humanidade.

Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas

O documento discute as mudanças climáticas causadas pelo homem, como o aumento da temperatura global e do nível do mar devido à emissão de gases de efeito estufa desde a Revolução Industrial. Isso já está causando problemas como a inundação de áreas da ilha de Tuvalu e pode levar a eventos graves como a morte da Floresta Amazônica até 2050 se não houver redução nas emissões.

Aquecimento Global
Aquecimento GlobalAquecimento Global
Aquecimento Global

O documento discute o aquecimento global e seu impacto no planeta de acordo com o filme "Uma Verdade Inconveniente". O filme alerta que se não houver mudanças para reduzir as emissões de carbono, em menos de uma década o planeta sofrerá consequências catastróficas como degelo polar, eventos climáticos extremos e escassez de água. Apesar disso, o filme acredita que ainda é possível salvar o planeta tomando medidas individuais e políticas para reduzir as emissões.

Plano de ação
Política: Buscarmos mudar os sistemas que fomentam a degradação da
criação e retificar as injustiças que decorrem deles.

Metas: Promover eco-justica e cuidado com a criação mediante
envolvimento mão-na-massa.

Ações: algumas ações sugeridas para atender esses compromissos:

    Participar de justiça ecológica em questões locais, regionais,
   nacionais e globais.
    Investir no futuro da comunidade da Terra. Fundos de justiça
   social e investimentos socialmente e ambientalmente responsáveis
   Viver carbono neutro. Neutralização de carbono exige que nosso consumo
   de energia que libera dióxido de carbono na atmosfera seja reduzido e créditos
   de carbono comprados para compensar as emissões de carbono que não foram
   eliminadas
SOS SEMI-ÁRIDO -CarbonoNeutro Social
Plantar & Produzir para
   Proteger o Planeta
www.sossemirarido.blogspot.com
soscarbonosocial@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mudanças climáticas (2014)
Mudanças climáticas (2014)Mudanças climáticas (2014)
Mudanças climáticas (2014)
Marcelo Gomes
 
Alterações climáticas
Alterações climáticasAlterações climáticas
Alterações climáticas
Ricardo122
 
PPT Campanha da Fraternidade 2011
PPT Campanha da Fraternidade 2011PPT Campanha da Fraternidade 2011
PPT Campanha da Fraternidade 2011
Bernadetecebs .
 
Climatologia variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
Climatologia   variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...Climatologia   variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
Climatologia variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
rangel1976
 
Trabalho sobre mudancas climaticas
Trabalho sobre mudancas climaticasTrabalho sobre mudancas climaticas
Trabalho sobre mudancas climaticas
Ivaristo Americo
 
alteracoes-climaticas
alteracoes-climaticasalteracoes-climaticas
alteracoes-climaticas
Filipe Gomes
 
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicasCausas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Emília Cabral
 
Mudanças climáticas "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Mudanças climáticas  "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...Mudanças climáticas  "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Mudanças climáticas "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Semasa - Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André
 
Complemento 1
Complemento 1Complemento 1
Complemento 1
Inês Afonso
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
catarinaferreira
 
0875 alterações climáticas
0875   alterações climáticas0875   alterações climáticas
0875 alterações climáticas
Paula Pereira
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
Paula Morgado
 
Cilede
CiledeCilede
Cilede
Cilede Maria
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas
Samara Junqueira
 
Mudanças climáticas globais
Mudanças climáticas globaisMudanças climáticas globais
Mudanças climáticas globais
Fellipe França
 
Mudanças climáticas no brasil
Mudanças climáticas no brasilMudanças climáticas no brasil
Mudanças climáticas no brasil
CES FGV
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas
lehleh
 
Aquecimento Global
Aquecimento GlobalAquecimento Global
Aquecimento Global
Mariana Simões
 
Aquecimento global e as mudanças climáticas
Aquecimento global e as mudanças climáticasAquecimento global e as mudanças climáticas
Aquecimento global e as mudanças climáticas
gallenoambiental
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Deolinda Silva
 

Mais procurados (20)

Mudanças climáticas (2014)
Mudanças climáticas (2014)Mudanças climáticas (2014)
Mudanças climáticas (2014)
 
Alterações climáticas
Alterações climáticasAlterações climáticas
Alterações climáticas
 
PPT Campanha da Fraternidade 2011
PPT Campanha da Fraternidade 2011PPT Campanha da Fraternidade 2011
PPT Campanha da Fraternidade 2011
 
Climatologia variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
Climatologia   variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...Climatologia   variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
Climatologia variabilidade climática e mudanças climáticas - rangel de oliv...
 
Trabalho sobre mudancas climaticas
Trabalho sobre mudancas climaticasTrabalho sobre mudancas climaticas
Trabalho sobre mudancas climaticas
 
alteracoes-climaticas
alteracoes-climaticasalteracoes-climaticas
alteracoes-climaticas
 
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicasCausas Das AlteraçõEs ClimáTicas
Causas Das AlteraçõEs ClimáTicas
 
Mudanças climáticas "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Mudanças climáticas  "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...Mudanças climáticas  "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
Mudanças climáticas "Adaptações na gestão das cidades" - Defesa Civil de San...
 
Complemento 1
Complemento 1Complemento 1
Complemento 1
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
0875 alterações climáticas
0875   alterações climáticas0875   alterações climáticas
0875 alterações climáticas
 
Alterações Climáticas
Alterações ClimáticasAlterações Climáticas
Alterações Climáticas
 
Cilede
CiledeCilede
Cilede
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas
 
Mudanças climáticas globais
Mudanças climáticas globaisMudanças climáticas globais
Mudanças climáticas globais
 
Mudanças climáticas no brasil
Mudanças climáticas no brasilMudanças climáticas no brasil
Mudanças climáticas no brasil
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas
 
Aquecimento Global
Aquecimento GlobalAquecimento Global
Aquecimento Global
 
Aquecimento global e as mudanças climáticas
Aquecimento global e as mudanças climáticasAquecimento global e as mudanças climáticas
Aquecimento global e as mudanças climáticas
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 

Destaque

Web Services Emissions 2006 Falke
Web Services Emissions 2006 FalkeWeb Services Emissions 2006 Falke
Web Services Emissions 2006 Falke
Rudolf Husar
 
060730 Igarss06 Denver Husar
060730 Igarss06 Denver Husar060730 Igarss06 Denver Husar
060730 Igarss06 Denver Husar
Rudolf Husar
 
Electronic Portfolio
Electronic PortfolioElectronic Portfolio
Electronic Portfolio
guest0311fa
 
060525AGU_ESSI CAPITA Poster
060525AGU_ESSI CAPITA Poster060525AGU_ESSI CAPITA Poster
060525AGU_ESSI CAPITA Poster
Rudolf Husar
 
Development Week 4
Development Week 4Development Week 4
Development Week 4
guestba5847
 
061206 Ua Huntsville Seminar
061206 Ua Huntsville Seminar061206 Ua Huntsville Seminar
061206 Ua Huntsville Seminar
Rudolf Husar
 
Convergence
ConvergenceConvergence
Convergence
Lindsey6352
 

Destaque (7)

Web Services Emissions 2006 Falke
Web Services Emissions 2006 FalkeWeb Services Emissions 2006 Falke
Web Services Emissions 2006 Falke
 
060730 Igarss06 Denver Husar
060730 Igarss06 Denver Husar060730 Igarss06 Denver Husar
060730 Igarss06 Denver Husar
 
Electronic Portfolio
Electronic PortfolioElectronic Portfolio
Electronic Portfolio
 
060525AGU_ESSI CAPITA Poster
060525AGU_ESSI CAPITA Poster060525AGU_ESSI CAPITA Poster
060525AGU_ESSI CAPITA Poster
 
Development Week 4
Development Week 4Development Week 4
Development Week 4
 
061206 Ua Huntsville Seminar
061206 Ua Huntsville Seminar061206 Ua Huntsville Seminar
061206 Ua Huntsville Seminar
 
Convergence
ConvergenceConvergence
Convergence
 

Semelhante a Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social

Aquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º AAquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
07 Joana 6 C2
07 Joana 6 C207 Joana 6 C2
07 Joana 6 C2
Victor Martins
 
07 Joana 6 C2
07 Joana 6 C207 Joana 6 C2
07 Joana 6 C2
Victor Martins
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Filipe Simão Kembo
 
Mudanças Climáticas NEED UPE
Mudanças Climáticas NEED UPEMudanças Climáticas NEED UPE
Mudanças Climáticas NEED UPE
professoralivia
 
Aquecimento Global
Aquecimento GlobalAquecimento Global
Aquecimento Global
demar
 
Carlos walter
Carlos walterCarlos walter
aquecimento global
aquecimento global aquecimento global
aquecimento global
John Joseph
 
Campanha da fraternidade 2011
Campanha da fraternidade    2011Campanha da fraternidade    2011
Campanha da fraternidade 2011
Bernadetecebs .
 
Alterações climáticas
Alterações climáticasAlterações climáticas
Alterações climáticas
Pedro Maciel
 
MUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTAS
MUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTASMUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTAS
MUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTAS
MariliaLayse
 
Agrupamento
AgrupamentoAgrupamento
Agrupamento
Karyn XP
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas
Gabriel Lecoque Francisco
 
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundialConsequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
Ana Soares
 
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundialConsequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
Ana Soares
 
Agrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgioAgrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgio
Karyn XP
 
Agrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgioAgrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgio
Karyn XP
 
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e GeordanoProjeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
ste.rosa
 
As AlteraçõEs ClimáTicas 1
As AlteraçõEs ClimáTicas 1As AlteraçõEs ClimáTicas 1
As AlteraçõEs ClimáTicas 1
guest13903fa1
 
Clima e Alterações Climáticas
Clima e Alterações ClimáticasClima e Alterações Climáticas
Clima e Alterações Climáticas
Ebimontargil Pte
 

Semelhante a Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social (20)

Aquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º AAquecimento global 2º A
Aquecimento global 2º A
 
07 Joana 6 C2
07 Joana 6 C207 Joana 6 C2
07 Joana 6 C2
 
07 Joana 6 C2
07 Joana 6 C207 Joana 6 C2
07 Joana 6 C2
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Mudanças Climáticas NEED UPE
Mudanças Climáticas NEED UPEMudanças Climáticas NEED UPE
Mudanças Climáticas NEED UPE
 
Aquecimento Global
Aquecimento GlobalAquecimento Global
Aquecimento Global
 
Carlos walter
Carlos walterCarlos walter
Carlos walter
 
aquecimento global
aquecimento global aquecimento global
aquecimento global
 
Campanha da fraternidade 2011
Campanha da fraternidade    2011Campanha da fraternidade    2011
Campanha da fraternidade 2011
 
Alterações climáticas
Alterações climáticasAlterações climáticas
Alterações climáticas
 
MUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTAS
MUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTASMUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTAS
MUDANÇA GLOBAL: O HOMEM E AS PLANTAS
 
Agrupamento
AgrupamentoAgrupamento
Agrupamento
 
Mudanças climáticas
Mudanças climáticasMudanças climáticas
Mudanças climáticas
 
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundialConsequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
 
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundialConsequências das alterações climáticas a nível mundial
Consequências das alterações climáticas a nível mundial
 
Agrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgioAgrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgio
 
Agrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgioAgrupamente de escolas antónio sérgio
Agrupamente de escolas antónio sérgio
 
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e GeordanoProjeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
 
As AlteraçõEs ClimáTicas 1
As AlteraçõEs ClimáTicas 1As AlteraçõEs ClimáTicas 1
As AlteraçõEs ClimáTicas 1
 
Clima e Alterações Climáticas
Clima e Alterações ClimáticasClima e Alterações Climáticas
Clima e Alterações Climáticas
 

Mais de TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS

Teias Fazendo As Conexoes Certas
Teias Fazendo As Conexoes CertasTeias Fazendo As Conexoes Certas
Teias Fazendo As Conexoes Certas
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
T E I A S Na Midia Social Pdf
T E I A S Na Midia Social PdfT E I A S Na Midia Social Pdf
T E I A S Na Midia Social Pdf
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
T E I A S Apresentacao Pdf
T E I A S Apresentacao PdfT E I A S Apresentacao Pdf
T E I A S Apresentacao Pdf
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
T E I A S Panorama Para Associados Pdf
T E I A S  Panorama Para  Associados PdfT E I A S  Panorama Para  Associados Pdf
T E I A S Panorama Para Associados Pdf
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
T E I A S Panorama Para Patrocinadores Pdf
T E I A S  Panorama Para  Patrocinadores PdfT E I A S  Panorama Para  Patrocinadores Pdf
T E I A S Panorama Para Patrocinadores Pdf
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
T E I A S P L A N E J A M E N T O Portugues Pdf
T E I A S  P L A N E J A M E N T O Portugues PdfT E I A S  P L A N E J A M E N T O Portugues Pdf
T E I A S P L A N E J A M E N T O Portugues Pdf
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
2007 Guide Business As U Nusual Survey
2007 Guide Business As U Nusual Survey2007 Guide Business As U Nusual Survey
2007 Guide Business As U Nusual Survey
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Midia
MidiaMidia
Net Impact Chapter Updated
Net Impact Chapter  UpdatedNet Impact Chapter  Updated
Net Impact Chapter Updated
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Net Impact Chapter Guide Students 2006 07
Net Impact Chapter Guide Students 2006 07Net Impact Chapter Guide Students 2006 07
Net Impact Chapter Guide Students 2006 07
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Mba New Leaders New Perspectives
Mba  New Leaders New PerspectivesMba  New Leaders New Perspectives
Mba New Leaders New Perspectives
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
People First
People FirstPeople First
Carbono Neutro Social Briefing
Carbono Neutro Social BriefingCarbono Neutro Social Briefing
Carbono Neutro Social Briefing
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Carbono Neutro Social
Carbono Neutro SocialCarbono Neutro Social
Carbono Neutro Social
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Living Carbon Neutral Eco Justice
Living Carbon Neutral   Eco JusticeLiving Carbon Neutral   Eco Justice
Living Carbon Neutral Eco Justice
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
A Christian View On Social Eco Justice
A Christian View On Social Eco JusticeA Christian View On Social Eco Justice
A Christian View On Social Eco Justice
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Christian Living Carbon Neutral Presbyterian
Christian Living Carbon Neutral PresbyterianChristian Living Carbon Neutral Presbyterian
Christian Living Carbon Neutral Presbyterian
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Projeto Biosfera Da Energia Social Resume
Projeto Biosfera Da Energia Social ResumeProjeto Biosfera Da Energia Social Resume
Projeto Biosfera Da Energia Social Resume
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 
Biovale Turn Key Project SumáRio
Biovale  Turn Key Project SumáRioBiovale  Turn Key Project SumáRio
Biovale Turn Key Project SumáRio
TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS
 

Mais de TEIAS TEIA DE EXECUTIVOS (20)

Teias Fazendo As Conexoes Certas
Teias Fazendo As Conexoes CertasTeias Fazendo As Conexoes Certas
Teias Fazendo As Conexoes Certas
 
T E I A S Na Midia Social Pdf
T E I A S Na Midia Social PdfT E I A S Na Midia Social Pdf
T E I A S Na Midia Social Pdf
 
T E I A S Apresentacao Pdf
T E I A S Apresentacao PdfT E I A S Apresentacao Pdf
T E I A S Apresentacao Pdf
 
T E I A S Panorama Para Associados Pdf
T E I A S  Panorama Para  Associados PdfT E I A S  Panorama Para  Associados Pdf
T E I A S Panorama Para Associados Pdf
 
T E I A S Panorama Para Patrocinadores Pdf
T E I A S  Panorama Para  Patrocinadores PdfT E I A S  Panorama Para  Patrocinadores Pdf
T E I A S Panorama Para Patrocinadores Pdf
 
T E I A S P L A N E J A M E N T O Portugues Pdf
T E I A S  P L A N E J A M E N T O Portugues PdfT E I A S  P L A N E J A M E N T O Portugues Pdf
T E I A S P L A N E J A M E N T O Portugues Pdf
 
2007 Guide Business As U Nusual Survey
2007 Guide Business As U Nusual Survey2007 Guide Business As U Nusual Survey
2007 Guide Business As U Nusual Survey
 
Midia
MidiaMidia
Midia
 
Net Impact Chapter Updated
Net Impact Chapter  UpdatedNet Impact Chapter  Updated
Net Impact Chapter Updated
 
Net Impact Chapter Guide Students 2006 07
Net Impact Chapter Guide Students 2006 07Net Impact Chapter Guide Students 2006 07
Net Impact Chapter Guide Students 2006 07
 
Mba New Leaders New Perspectives
Mba  New Leaders New PerspectivesMba  New Leaders New Perspectives
Mba New Leaders New Perspectives
 
People First
People FirstPeople First
People First
 
Para O Ano
Para O AnoPara O Ano
Para O Ano
 
Carbono Neutro Social Briefing
Carbono Neutro Social BriefingCarbono Neutro Social Briefing
Carbono Neutro Social Briefing
 
Carbono Neutro Social
Carbono Neutro SocialCarbono Neutro Social
Carbono Neutro Social
 
Living Carbon Neutral Eco Justice
Living Carbon Neutral   Eco JusticeLiving Carbon Neutral   Eco Justice
Living Carbon Neutral Eco Justice
 
A Christian View On Social Eco Justice
A Christian View On Social Eco JusticeA Christian View On Social Eco Justice
A Christian View On Social Eco Justice
 
Christian Living Carbon Neutral Presbyterian
Christian Living Carbon Neutral PresbyterianChristian Living Carbon Neutral Presbyterian
Christian Living Carbon Neutral Presbyterian
 
Projeto Biosfera Da Energia Social Resume
Projeto Biosfera Da Energia Social ResumeProjeto Biosfera Da Energia Social Resume
Projeto Biosfera Da Energia Social Resume
 
Biovale Turn Key Project SumáRio
Biovale  Turn Key Project SumáRioBiovale  Turn Key Project SumáRio
Biovale Turn Key Project SumáRio
 

Último

LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdfLEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LucliaMartins5
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
IsaiasJohaneSimango
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 

Último (20)

LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdfLEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
LEMBRANCINHA Para-MENSAGEM de -FERIAS.pdf
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 

Vivendo E Agindo Carbono Neutro Social

  • 1. PROJETO SOS SEMI-ÁRIDO CARBONONEUTRO SOCIAL ECO-JUSTICA SOCIAL VIVENDO E AGINDO CARBONO NEUTRO SOCIAL – UMA ABORDAGEM PRO-ATIVA AOS PROBLEMAS SOCIAIS E AMBIENTAIS
  • 2. A Crise Atual A terra é um planeta de beleza e abundância; o sistema da terra é maravilhosamente intrincado e incrivelmente complexo. Mas os seres vivos, o ar, o solo e a água que os sustenta, enfrentam ameaças sem precedentes. Muitas ameaças são globais; muitas delas diretamente da atividade humana. Nossas práticas atuais podem alterar tanto o mundo vivo que será incapaz de sustentar a vida da maneira que conhecemos. Dois problemas– consumo excessivo pelas nações industrializadas, e contínuo crescimento da população humana mundial- prejudicam os esforços de se alcançar um futuro sustentável. Esses problemas surgem de intensas injustiças sociais.
  • 3. A Crise Atual Os processos de degradação ambiental alimentam um ao outro. Os danos provocados nos sistemas ambientais são ameaçadores: Exaustão de recursos não renováveis, principalmente o petróleo; Extinção de variedades de vida por meio da rápida destruição dos habitats; Erosão dos solos por meio da agricultura e práticas florestais não sustentáveis; Poluição do ar por emissões tóxicas das indústrias e dos veículos e da poluição da água pelos resíduos; Volumes cada vez maiores de resíduos e Prevalecência de chuva ácida que danifica as florestas, lagos e rios. MAS ainda mais divulgado e grave, de acordo com a preponderância de evidências de cientistas no mundo inteiro, são: A exaustão da camada protetora de ozônio, resultante do uso de compostos voláteis contendo clorina e bromina e; Perigoso aquecimento global, causado pela formação de gases de efeito estufa, principalmente o dióxido de carbono.
  • 4. Consequências do aquecimento global O aquecimento global O aquecimento global alterará os oceanos. mudará os padrões do tempo. O eco sistema inteiro do Mar do Norte está em O aquecimento deve criar estado de colapso. uma tendência geral em Temperaturas marítimas relação ao aumento da evaporação. Onde a sem precedentes estão precipitação é maior que a exterminando o acervo evaporação haverá sobre o qual toda a vida no enchentes. Onde a mar depende, em vista de evaporação é maior que a atacar toda a cadeia precipitação, haverá secas. marinha de alimento. O O aumento do crescimento estoque de peixes e e as mudanças imprevisíveis população de aves afetarão enormemente a marinhas estão decaindo. agricultura.
  • 5. Consequências do aquecimento global O aquecimento global O aquecimento global derreterá o gelo e elevará o mudará eco-sistemas e o nível dos mares Habitat. Além da perda de habitat Os lençóis de gelo nos dois pólos e decorrente de colapso Groelância e nas montanhas urbano e poluição, o glaciais em todo o mundo estão aquecimento será derretendo. Se o nível do mar igualmente um fator subir no nível previsto pelo IPCC, decisivo. Cientistas prevêm muitas nações em ilhas, assim que um quarto de todas as como áreas costeiras em níveis espécies de plantas e baixos, estarão submersas. Os animais, ou mais que um efeitos do nível do mar na costa milhão ao todo, pode provocará enchentes, erosão e entrar em extinção. intrusão de água salgada nos aqüíferos e habitats de água doce.
  • 6. Conseqüências do aquecimento global O aquecimento global mudará o O aquecimento global fará tempo, criando mais tempestades parte da agenda pública de extremas. saúde . ‘A medida que a atmosfera aquece, o O aquecimento aumentará a clima não apenas torna-se mais quente, disseminação de doenças mas mais instável, criando eventos de infecciosas e também a mal precipitação mais extremos. nutrição em função de seu impacto agrícola. O aquecimento global pode criar aquecimento abrupto. O Relatório recente da Academia Nacional de Ciências Mudança Climática Abrupta: Surpresas Inevitáveis, diz “Mudanças O aquecimento global climáticas grandes e abruptas repetidas pode criar resfriamento podem afetar boa parte ou toda a terra … abrupto. Provas disponíveis indicam que mudanças climáticas abruptas não são apenas possíveis O aquecimento global pode, mas prováveis no futuro, potencialmente dentro de poucos anos, acionar com grandes impactos nos eco-sistemas e um resfriamento abrupto na sociedades.” Europa.
  • 7. CRIANDO UMA VISÃO COMPARTILADA É muito difícil para as pessoas entenderem a gravidade das crises ecológicas que estamos passando. Problemas como mudança climática, extinção das espécies, falta de água, são um tipo de problema que os seres humanos nunca enfrentaram antes, porque os problemas são agora globais. O comportamento pessoal nunca antes teve conseqüências no tempo do mundo. Portanto, não existe precedente histórico desse tipo de solução de problema que nos ajude a elaborar respostas adequadas. Na compreensão desses problemas existem três realidades que precisam ser entendidas: 1. Nossas crises ecológicas são enormes e estão ficando rapidamente piores. 2 Esses problemas são urgentes e o tempo está esgotando. 3. Existem alternativas, e um futuro melhor é possível.
  • 8. Nossas Crises Ecológicas são enormes A pesquisa científica demonstra que o aquecimento global é real, catastrófico e criada pelos seres humanos. Mesmo assim, ainda que os cientistas saibam que o aquecimento global está acontecendo, eles não conseguem precisar o quanto ele irá aquecer, ou quão rápido ele vai aquecer, ou quais serão os efeitos locais. Essas questões dependem do quão rápido nós nos convertemos ‘a energia renovável, assim como quais as reações em cadeia são compensadas pelo aquecimento. O Relatório de 2001 do Painel Inter-governamenal sobre Mudança Climática das Nações Unidas (IPCC) apresentaram modelos capazes de estabelecer estatisticamente que o aquecimento global está acontecendo e os humanos são amplamente responsável por ele.
  • 9. Nossas Crises ecológicas são Enormes Dr Pachauri, chefe do IPCC, concluiu em suas descobertas em janeiro de 2005: “ A mudança climática é real. Temos apenas uma pequena janela de oportunidade e ela está se fechando muito rapidamente. Não podemos perder um instante sequer. Estamos arriscando a possibilidade da raça humana sobreviver. “ Além do aquecimento global, as extinções de espécies atingem proporções catastróficas. Na história da Terra, aconteceram cinco extinções em massa; a última foi a dos dinossauros. Os biólogos estão chamando o que está acontecendo agora de a sexta extinção em massa, e estão nos alertando de que podemos perder mais de 25% das espécies na Terra até o final desse século, criando efeitos cascata desconhecidos em todos os eco-sistema. Em todo o mundo, existe uma enorme falta de água. O mundo está drenando mais dos rios e aqüíferos do que está retornando pela precipitação da chuva e da neve da Terra. Estamos drenando dos aqüíferos mais do que eles conseguem repor. Muitos rios são tão sugados que secam antes de chegar ao mar. Portanto, essas faltas de água causam falta de alimento e também ameaçam as vidas de todas as plantas e animas da Terra.
  • 10. Nossas Crises Ecológicas são Enormes Não importa o quão rápido seja a nossa reação, em breve o mundo será radicalmente diferente. Talvez tão logo quanto uma década. Se nos comprometermos a um drástico programa mundial de converter para a energia renovável e plantarmos árvores para capturar CO2, a mudança pode ser menos abrupta. Se não conseguirmos criar a vontade política para uma mudança radical, então, em algum ponto, o mundo vai topar com um paredão em que o sistema global do tempo estará fora de controle. Precisamos começar aceitando que a Terra é finita. O ciclo de carbono e o ciclo hidrológico da Terra têm limites. Precisamos aprender a viver dentro dos limites da Terra ou vamos abusar de nosso meio ambiente e causar colapsos ecológicos massivos.
  • 11. Nossas Crises Ecológicas São Urgentes Muitos que percebem a gravidade de nossas crises ecológicas, não entendem o quanto urgente elas são. Nossa reação precisar ser total e imediata. Em 2005, a força-tarefa do Painel Internacional de Mudança Climática (IPCC) emitiu um novo relatório chamado Soluções para a Mudança Climática . O Relatório alerta .“Com a mudança climática, a bomba do tempo ecológica foi acionada….” O ponto sem volta do aquecimento global pode chegar tão logo como 10 anos (ou menos) com secas por toda parte, colheitas minguadas e escassez de água. O debate sobre o aquecimento global não é mais sobre se ele está ou não acontecendo; agora, ele é sobre o grau de urgência e sobre a escala do problema. A Academia Nacional de Ciências concluiu recentemente que o aquecimento global pode vir a causar colapso ambiental de repente e sem aviso. Quanto mais esperamos, menos alternativa teremos e mais arriscamos a provocar conseqüências catastróficas.
  • 12. Nossa pregação ambiental está Escala Adequada de inadequada Reação Em toda comunidade, indivíduos e Essa urgência significa que a organizações engajados estão reação exigida deve ser em trabalhando para contribuir para escala adequada. as soluções para a crise. Seus esforços ajudam a trazer “... Mobilizações rápidas de consciência e criar uma base recursos (históricas) política. demonstram que um país e, de fato, o mundo consegue MAS não vamos conseguir reestruturar sua economia mensurar o avanço com vitórias rapidamente se estiver miúdas e incrementais em função plenamente convencido de de nosso intenso individualismo. sua necessidade” (Plano B: Gelbspan diz que essa enorme Resgatando um Planeta sob desconexa entre a gravidade do Estresse & a Civilização em problema e as reações minimalistas Confusão, Lester Brown ) são resultado da “sedução das soluções fáceis e ilusórias.”
  • 13. As Alternativas são Possíveis Criar soluções exige uma reação sistemática total. Ecologia agora é também um sistema de pensamento social, econômico e político que enxerga a destruição do meio ambiente apenas como mais um sintoma (junto com a pobreza e a distribuição desigual de riqueza e poder) de nossa visão mundial moderna doentia e de nosso sistema de crenças equivocado. Nenhuma de nossas teorias são adequadas para lidar como a enormidade de nossas crises ecológicas. “… o sistema de crença ambiental estabelecido é incapaz de verdadeiramente abordar a mudança climática em toda sua magnitude porque não conseguimos chegar a uma transição mundial rápida para a energia limpa dentro de nossa estrutura atual baseada no mercado. Se se reconhecer honestamente a escala e urgência do problema, ficará nítido que não dá para abordá-lo efetivamente sem mudanças estruturais significativas ‘as dinâmicas econômicas globais” Ross Gelbspan
  • 14. Criando uma Nova Visão Mundial A economia sustentável não engloba livre comércio e globalização. A política não foca nos direitos de indivíduos autônomos, mas nas necessidades de comunidades sustentáveis. Igualmente, não receia a linguagem religiosa—não no sentido de exigir obediência a um conjunto de regras – mas em termos de tratar a Terra como sagrada e ater-se aos valores da afetividade, mutualidade e equidade (tanto nacionalmente como globalmente). Essa visão mundial ecológica ~ uma visão moral baseada na moralidade altruísta e na ética do afeto- é centrada na empatia e na responsabilidade. Isso engloba criar uma política moral e uma economia moral, dentro das exigências do planeta Terra, tendo a democracia e a equidade no centro. Esses valores morais devem ser inerentes ‘as nossas abordagens aos nossos problemas ecológicos. Esses valores devem incluir nossa responsabilidade mútua de como vivemos no mundo, nosso compromisso um com o outro, o direito de todos ao suficiente decente e a santidade da Terra. Deve também abranger a compreensão prática de que estamos destruindo a capacidade da Terra de sustentar a vida ( a nossa e a de outras espécies).
  • 15. Sistemas Sociais Podem Assim como os sistemas climáticos podem mudar abruptamente, os mudar rapidamente sistemas sociais também podem mudar de repente – tanto para Nós já temos as soluções técnicas melhor quanto para pior. Qualquer sistema pode atingir seu limite, de que precisamos; precisamos fazendo com que o sistema se apenas é de concordar a usá-las. organize de repente e salte para um Entretanto, os problemas não são nível inteiramente novo. Um nível tal fundamentalmente técnicos, mas que não pode mais reverter para o conceituais. nível anterior. Criar as mudanças necessárias Talvez não sejamos capazes de evitar pode trazer uma mensagem de todos os impactos destrutivos. esperança. De fato, nós somos Mesmo assim, se agirmos agora, as capazes de fazer uma mudança soluções disponíveis vão reduzir esses positiva profunda em nosso impactos negativos e, no processo, modo de pensar nos próximos vamos criar um mundo mais humano anos. e igualitário. Isto implica em redefinir os nossos conceitos de sucesso e aumentar o compromisso de nos livrarmos do consumismo. Significa também aprender novas habilidades, como a habilidade do diálogo da renovação de nosso compromisso uns aos outros e com o mundo natural.
  • 16. A Crise Ecológica é uma Crise Moral Para abordar nossas crises ecológicas, precisamos medir a moralidade pelo nosso comportamento coletivo e suas conseqüências , ainda que quase sempre sem intenção, imorais. O crescimento econômico chegou a um esgotamento e não conseguimos mais ganhar a salvação por meio de progresso material - ser escravizado ‘a definição materialística de perceber e se relacionar com o mundo nos deixou espiritualmente empobrecidos. Para escaparmos do materialismo e consumismo, precisamos de achar formas não- materiais de satisfação e mudar o nosso foco espiritual de salvação individual para salvação planetária. Isto exige que enxerguemos o planeta como uma comunidade global inter-relacionada de pessoas, animais e plantas. Eleger os valores da vida e o afeto e superar o materialismo exige que respeitemos o mistério da vida humana e resistamos ‘a secularização da experiência. Ainda que nossa cultura seja completamente secularizada, o sagrado não sumiu. Está presente em tudo e em todos. Precisamos reconhecer e nomear conceitos do sagrado de forma que eles possam determinar novamente a ação social. Nosso futuro depende do quanto criativos conseguimos agir juntos, e o quanto rápido conseguimos aprender e aplicar.
  • 17. Tomando decisões de eco-justica Normas para decisões que abordam questões de eco-justica: Sustentabilidade :prevê a necessidade de longo alcance dos humanos e preservação de longo alcance da natureza Suficiência : concede a todas as formas de vida o direito de partilhar dos resultados da criação Participação :envolve a todos e representa todas as formas de vida nas decisões que possam afetar o seu bem-estar Solidariedade :reconhece o espaço de todas as formas de vida e ajudam os que sofrem mais com a degradação ambiental
  • 18. Tomando decisões de eco-justica Justiça mediante participação Justiça mediante a Vivemos dentro do acordo que solidariedade Deus celebrou com todas as A criação depende do Criador coisas vivas e estão em e é inter-dependente dentro relacionamento com elas. O dela mesma. princípio da participação significa O principio da solidariedade que elas tem o direito de serem significa que todos nós ouvidas e terem seus interesses estamos juntos como criação. considerados quando as decisões forem tomadas. Somos convocados a reconhecer esta A criação tem de ter voz. interdependência com as outras Precisamos escutar as pessoas que criaturas e a agir localmente e pescam no mar, trabalham na globalmente por conta de toda floresta, aram o solo e cavam a a criação. Ademais, terra, assim como os que solidariedade requer que advogam a conservação, fiquemos do lado das vítimas proteção e preservação do meio dos desastres naturais. ambiente.
  • 19. Tomando decisões de eco-justica Justiça mediante a Justiça mediante suficiência sustentabilidade A terra e tudo que nela há pertence ao As leis do sábado e do jubileu da Senhor da terra. Nenhuma pessoa ou tradição Hebraica nos ensina que não grupo tem direito absoluto sobre a terra devemos exaurir a criação a fim de e seus produtos. potencializar a produditividade (Êxodo 20:8-11; Lev 25). O princípio da suficiência significa O princípio da sustentabilidade atender as necessidades básicas de toda significa prover uma qualidade de a humanidade e de toda a criação. vida aceitável para as gerações presentes sem comprometer o das Em um mundo de recursos finitos, para gerações futuras. que todos tenham o suficiente significa que os que têm mais do que o suficiente Proteção das espécies e seus habitats, terão de mudar os seus padrões de preservação da água e da terra aquisição e consumo. A suficiência nos limpas, redução de resíduos, cuidado induz a trabalharmos uns com os outros e com o meio ambiente para que as com a terra – são as prioridades. Mas necessidades sejam atendidas sem a produção de produtos e serviços provocar pesos indevidos em ninguém básicos, distribuição igualitária, mais. estabilização da população , educação de qualidade, emprego – são prioridades igualmente.
  • 20. Esperança em Ação Ao enfrentarmos a crise atual, não devemos entrar em desespero. MAS agirmos. Nossa tradição e histórica nos dão muitos exemplos de que a esperança triunfa sobre o desespero. Quando perguntaram a Martin Luther o que ele faria se o mundo fosse acabar amanha, ele respondeu - quot;I plantaria um pé de maca hoje.quot;
  • 21. Plano de ação Política: Buscarmos mudar os sistemas que fomentam a degradação da criação e retificar as injustiças que decorrem deles. Metas: Promover eco-justica e cuidado com a criação mediante envolvimento mão-na-massa. Ações: algumas ações sugeridas para atender esses compromissos: Participar de justiça ecológica em questões locais, regionais, nacionais e globais. Investir no futuro da comunidade da Terra. Fundos de justiça social e investimentos socialmente e ambientalmente responsáveis Viver carbono neutro. Neutralização de carbono exige que nosso consumo de energia que libera dióxido de carbono na atmosfera seja reduzido e créditos de carbono comprados para compensar as emissões de carbono que não foram eliminadas
  • 22. SOS SEMI-ÁRIDO -CarbonoNeutro Social Plantar & Produzir para Proteger o Planeta www.sossemirarido.blogspot.com soscarbonosocial@gmail.com