SlideShare uma empresa Scribd logo
“Vivendo a Cultura da Unidade”
Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Paulo Francisco dos Santos1
Então peço que me dêem a grande satisfação de
viverem em harmonia, tendo um mesmo amor e sendo
unidos de alma e mente.
Filipenses 2.02
O cristianismo é uma grande incógnita para um mundo que se perde
na idolatria pelo ego. Mas porque é tão difícil aqueles que estão distantes
entenderem a ministração da fé em Cristo? A afirmação bíblica é que a
pessoa natural não consegue entender as coisas que são espirituais2
, porém
isso, não é uma barreira intransponível, porque a fé pode ser transmitida. A
pregação e a prática cristã realizam este milagre através do Espírito Santo3
e
assim, conduzem os distantes ao modo de vida que é tido como utopia por
vários seguimentos da sociedade moderna e distante de Deus. Jesus o
Messias veio transformar a vida individual (espiritual, emocional e física) e
coletiva (cultural, social e comportamental) restaurando o contato perdido
no Éden pelos primeiros seres humanos estabelecendo a pedra fundamental
do Reino dos Céus. Para tanto Jesus fez discípulos que ao aprenderem sobre
o cristianismo não guardaram os ensinamentos para si, mas o
compartilharam de tal forma que hoje o evangelho está presente em todos
os continentes da Terra. Paulo, apóstolo dos não judeus foi um exímio
anunciador das boas novas e jamais mediu esforços para ensinar sobre o
amor de Deus através do Evangelho de Jesus Cristo. O versiculo em tela
expõe que a satisfação de quem discipula é ver seus discípulos
compreenderem a essência do cristianismo e viverem em harmonia. Viver
em harmonia não é afirmar que não ocorrerão situações de conflito ou
dificuldade, mas é ter condições de uma forma madura solucioná-las de com
coerência prosseguir juntamente com os demais a vida comum glorificando a
Deus e mostrando a geração deste século a proposta redentora. Tal assertiva
ajuda a compreensão da importância da cultura da unidade estabelecida por
Cristo e propagada pelos cristãos. Um mesmo amor e a unidade de alma e
mente são expressões que demonstram em qual nível o Evangelho deve
estar estabelecido no coração daqueles que abraçaram a fé. Atualmente
vivemos uma liberdade de expressão, política e cultural que exige de cada
1
Pastor, escritor, poeta, Teólogo e bacharel em direito.
2
1 Coríntios 2.14
3
João 16.08
1
“Vivendo a Cultura da Unidade”
cristão um preparo que deve impulsioná-lo a viver em comunhão com Deus,
sendo dedicado, orando, estudando as Escrituras Sagradas, dedicando-se a
prática do jejum e acima de tudo aplicando os ensinamentos em toda
estrutura vivencial em que está inserido. A falta de amor e desunião não são
e não podem ser uma realidade cristã, mas muitos que assumem o rótulo de
irmandade e auto se intitulam como parte do corpo de Cristo são na verdade
agentes das trevas que tentam inserir ideias e ações que provocam dissensão
entre os fracos na fé e colaboram para que aqueles que se simpatizam com o
Evangelho possam criar barrerias para não aproximar-se da fé. A cultura da
unidade cristã deve formar um padrão que reveste os seguidores de Jesus de
personalidade e propriedade para defenderem o cristianismo e mostrarem
que os verdadeiros discípulos não são fanfarrões que espalham somente
ideias, mas são agentes transformadores que além de falar, vivem e
demonstram com suas atitudes o que é viver em amor e ter a mente de
Cristo. A grande satisfação por ver harmonia, unidade e amor entre os
cristãos não é apenas um sentimento que está no coração dos discipuladores
investidos nesta tarefa por Cristo, mas algo que vai além, pois parte do
coração do próprio Deus.
SP, Maio de 2015.
2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quem é Esse Jesus
Quem é Esse JesusQuem é Esse Jesus
Quem é Esse Jesus
Sergio Cabral
 
Catequese iniciacao a vida cristã ii
Catequese   iniciacao a vida cristã iiCatequese   iniciacao a vida cristã ii
Catequese iniciacao a vida cristã ii
Henrique Fernandes de Souza
 
Encontro com Catequistas
Encontro com CatequistasEncontro com Catequistas
Encontro com Catequistas
José Vieira Dos Santos
 
O papel do catequista
O papel do catequistaO papel do catequista
O papel do catequista
Paulo Triches
 
A importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hojeA importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hoje
fagundes_daniel
 
O que é catequese
O que é catequeseO que é catequese
O que é catequese
Francisco Rodrigues
 
Retiro com catequistas
Retiro com catequistasRetiro com catequistas
Retiro com catequistas
José Vieira Dos Santos
 
A iniciação à vida cristã os passos a serem dados
A iniciação à vida cristã   os passos a serem dadosA iniciação à vida cristã   os passos a serem dados
A iniciação à vida cristã os passos a serem dados
Liana Plentz
 
9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social
faculdadeteologica
 
10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral
faculdadeteologica
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
fagundes_daniel
 
O sentido da vida na dimensão antropológica da formação
O sentido da vida na dimensão antropológica da   formaçãoO sentido da vida na dimensão antropológica da   formação
O sentido da vida na dimensão antropológica da formação
Liana Plentz
 
Formação com Catequistas
Formação com CatequistasFormação com Catequistas
Formação com Catequistas
José Vieira Dos Santos
 
aconselhamento pastoral
aconselhamento pastoralaconselhamento pastoral
aconselhamento pastoral
faculdadeteologica
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
Catequese Anjos dos Céus
 
Folha informativa - 27-08-2017
Folha informativa - 27-08-2017Folha informativa - 27-08-2017
Folha informativa - 27-08-2017
Paróquia Pardilhó
 
Celebração catequistas ago 2010 formato livro
Celebração catequistas ago 2010 formato livroCelebração catequistas ago 2010 formato livro
Celebração catequistas ago 2010 formato livro
Bernadetecebs .
 
Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)
Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)
Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)
Jossadan Ventura
 
Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia
Encontro 001   vamos caminhar juntos - primeira eucaristiaEncontro 001   vamos caminhar juntos - primeira eucaristia
Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia
MayconAntonySilvaDia
 
Introdução a Catequese
Introdução a CatequeseIntrodução a Catequese
Introdução a Catequese
Alexandre
 

Mais procurados (20)

Quem é Esse Jesus
Quem é Esse JesusQuem é Esse Jesus
Quem é Esse Jesus
 
Catequese iniciacao a vida cristã ii
Catequese   iniciacao a vida cristã iiCatequese   iniciacao a vida cristã ii
Catequese iniciacao a vida cristã ii
 
Encontro com Catequistas
Encontro com CatequistasEncontro com Catequistas
Encontro com Catequistas
 
O papel do catequista
O papel do catequistaO papel do catequista
O papel do catequista
 
A importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hojeA importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hoje
 
O que é catequese
O que é catequeseO que é catequese
O que é catequese
 
Retiro com catequistas
Retiro com catequistasRetiro com catequistas
Retiro com catequistas
 
A iniciação à vida cristã os passos a serem dados
A iniciação à vida cristã   os passos a serem dadosA iniciação à vida cristã   os passos a serem dados
A iniciação à vida cristã os passos a serem dados
 
9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social
 
10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
 
O sentido da vida na dimensão antropológica da formação
O sentido da vida na dimensão antropológica da   formaçãoO sentido da vida na dimensão antropológica da   formação
O sentido da vida na dimensão antropológica da formação
 
Formação com Catequistas
Formação com CatequistasFormação com Catequistas
Formação com Catequistas
 
aconselhamento pastoral
aconselhamento pastoralaconselhamento pastoral
aconselhamento pastoral
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
 
Folha informativa - 27-08-2017
Folha informativa - 27-08-2017Folha informativa - 27-08-2017
Folha informativa - 27-08-2017
 
Celebração catequistas ago 2010 formato livro
Celebração catequistas ago 2010 formato livroCelebração catequistas ago 2010 formato livro
Celebração catequistas ago 2010 formato livro
 
Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)
Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)
Diretório Nacional de Catequese (Capítulo 4 CATEQUESE: MENSAGEM E CONTEÚDO)
 
Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia
Encontro 001   vamos caminhar juntos - primeira eucaristiaEncontro 001   vamos caminhar juntos - primeira eucaristia
Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia
 
Introdução a Catequese
Introdução a CatequeseIntrodução a Catequese
Introdução a Catequese
 

Destaque

Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...
Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...
Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...
Alejandra Prado
 
Іванчук портфоліо
Іванчук портфоліоІванчук портфоліо
Іванчук портфоліо
Оля Сарнавська
 
Cordillera - Piribebuy
Cordillera - PiribebuyCordillera - Piribebuy
Cordillera - Piribebuy
Marce González
 
Power point 2007
Power point 2007Power point 2007
Power point 2007
ramijl
 
Субботник 2013
Субботник 2013Субботник 2013
Субботник 2013
Alex Grebeshkov
 
“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies
“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies
“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies
Adam Thierer
 
Dont exist injunction
Dont exist injunctionDont exist injunction
Dont exist injunction
Manu Melwin Joy
 
Shabir's Resume, Finance Director
Shabir's Resume, Finance DirectorShabir's Resume, Finance Director
Shabir's Resume, Finance Director
Shabir Ahmad
 
poster_Karataev
poster_Karataevposter_Karataev
poster_Karataev
Evgeny Karataev
 
Dato, Información, Sistema y Programa
Dato, Información, Sistema y ProgramaDato, Información, Sistema y Programa
Dato, Información, Sistema y Programa
Richard Laya
 
Dia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de Évora
Dia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de ÉvoraDia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de Évora
Dia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de Évora
CDU Distrito Évora
 
Presentation best practices
Presentation best practicesPresentation best practices
Presentation best practices
Burke Mamlin
 
5 kg goma
5 kg goma5 kg goma
5 kg goma
Ortus Fitness
 

Destaque (13)

Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...
Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...
Candidata del MAS Sonia Brito dice: "Evo tiene una visión machista y no es sa...
 
Іванчук портфоліо
Іванчук портфоліоІванчук портфоліо
Іванчук портфоліо
 
Cordillera - Piribebuy
Cordillera - PiribebuyCordillera - Piribebuy
Cordillera - Piribebuy
 
Power point 2007
Power point 2007Power point 2007
Power point 2007
 
Субботник 2013
Субботник 2013Субботник 2013
Субботник 2013
 
“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies
“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies
“Permissionless Innovation” & the Clash of Visions over Emerging Technologies
 
Dont exist injunction
Dont exist injunctionDont exist injunction
Dont exist injunction
 
Shabir's Resume, Finance Director
Shabir's Resume, Finance DirectorShabir's Resume, Finance Director
Shabir's Resume, Finance Director
 
poster_Karataev
poster_Karataevposter_Karataev
poster_Karataev
 
Dato, Información, Sistema y Programa
Dato, Información, Sistema y ProgramaDato, Información, Sistema y Programa
Dato, Información, Sistema y Programa
 
Dia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de Évora
Dia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de ÉvoraDia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de Évora
Dia 15 de Maio, João Ferreira no distrito de Évora
 
Presentation best practices
Presentation best practicesPresentation best practices
Presentation best practices
 
5 kg goma
5 kg goma5 kg goma
5 kg goma
 

Semelhante a Vivendo a cultura da unidade

As crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistasAs crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistas
Paulo Dias Nogueira
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
boasnovassena
 
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de ManausDiretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Paróquia Nossa Senhora das Mercês
 
O livro dos escolhidos e a cultura da unidade
O livro dos escolhidos e a cultura da unidadeO livro dos escolhidos e a cultura da unidade
O livro dos escolhidos e a cultura da unidade
Pastor Paulo Francisco
 
A unidade do corpo de cristo
A unidade do corpo de cristoA unidade do corpo de cristo
A unidade do corpo de cristo
SEMINÁRIO BATISTA RENASCER -SABER
 
nossa igreja em estado de missão permanente
nossa igreja em estado de missão permanentenossa igreja em estado de missão permanente
nossa igreja em estado de missão permanente
freivalentimpesente
 
sdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsd
sdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsdsdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsd
sdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsd
leandroandrade607647
 
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
LFKlein
 
Dimensões da pastoral
Dimensões da pastoralDimensões da pastoral
Dimensões da pastoral
João Pereira
 
METODOLOGIA.ppt
METODOLOGIA.pptMETODOLOGIA.ppt
METODOLOGIA.ppt
ssuser9cb078
 
Dízimo no Ano da Fé
Dízimo no Ano da Fé Dízimo no Ano da Fé
Dízimo no Ano da Fé
Conage
 
Catequese Renovada
Catequese RenovadaCatequese Renovada
Catequese Renovada
Rodrigo Oliveira
 
Aula 3 aspectos teológicos da educação cristã
Aula 3   aspectos teológicos da educação cristãAula 3   aspectos teológicos da educação cristã
Aula 3 aspectos teológicos da educação cristã
Carla Geanfrancisco Falasca
 
Opugnadores do anticristianismo moderno
Opugnadores do anticristianismo modernoOpugnadores do anticristianismo moderno
Opugnadores do anticristianismo moderno
Pastor Paulo Francisco
 
Para Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham VidaPara Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham Vida
Luís Miguel Rodrigues
 
A virtude de discipular
A virtude de discipularA virtude de discipular
A virtude de discipular
Pastor Paulo Francisco
 
Cartapastoral 2out2011
Cartapastoral 2out2011Cartapastoral 2out2011
Cartapastoral 2out2011
João Rufino de Sales
 
1 história do cristianismo - 1ª aula
1   história do cristianismo - 1ª aula1   história do cristianismo - 1ª aula
1 história do cristianismo - 1ª aula
PIB Penha
 
Assembleia Paroquial - 04.09.12
Assembleia Paroquial  - 04.09.12Assembleia Paroquial  - 04.09.12
Assembleia Paroquial - 04.09.12
paroquianogueira
 
Pacto de Lausanne
Pacto de LausannePacto de Lausanne
Pacto de Lausanne
Alex Martins
 

Semelhante a Vivendo a cultura da unidade (20)

As crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistasAs crencas fundamentais dos metodistas
As crencas fundamentais dos metodistas
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
 
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de ManausDiretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
 
O livro dos escolhidos e a cultura da unidade
O livro dos escolhidos e a cultura da unidadeO livro dos escolhidos e a cultura da unidade
O livro dos escolhidos e a cultura da unidade
 
A unidade do corpo de cristo
A unidade do corpo de cristoA unidade do corpo de cristo
A unidade do corpo de cristo
 
nossa igreja em estado de missão permanente
nossa igreja em estado de missão permanentenossa igreja em estado de missão permanente
nossa igreja em estado de missão permanente
 
sdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsd
sdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsdsdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsd
sdsdsdsddsdsdsdsdssdsdsdsdsddsdsdsdsdsdsd
 
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
K papel leigoigrejahojeigrejasinacio19out11
 
Dimensões da pastoral
Dimensões da pastoralDimensões da pastoral
Dimensões da pastoral
 
METODOLOGIA.ppt
METODOLOGIA.pptMETODOLOGIA.ppt
METODOLOGIA.ppt
 
Dízimo no Ano da Fé
Dízimo no Ano da Fé Dízimo no Ano da Fé
Dízimo no Ano da Fé
 
Catequese Renovada
Catequese RenovadaCatequese Renovada
Catequese Renovada
 
Aula 3 aspectos teológicos da educação cristã
Aula 3   aspectos teológicos da educação cristãAula 3   aspectos teológicos da educação cristã
Aula 3 aspectos teológicos da educação cristã
 
Opugnadores do anticristianismo moderno
Opugnadores do anticristianismo modernoOpugnadores do anticristianismo moderno
Opugnadores do anticristianismo moderno
 
Para Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham VidaPara Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham Vida
 
A virtude de discipular
A virtude de discipularA virtude de discipular
A virtude de discipular
 
Cartapastoral 2out2011
Cartapastoral 2out2011Cartapastoral 2out2011
Cartapastoral 2out2011
 
1 história do cristianismo - 1ª aula
1   história do cristianismo - 1ª aula1   história do cristianismo - 1ª aula
1 história do cristianismo - 1ª aula
 
Assembleia Paroquial - 04.09.12
Assembleia Paroquial  - 04.09.12Assembleia Paroquial  - 04.09.12
Assembleia Paroquial - 04.09.12
 
Pacto de Lausanne
Pacto de LausannePacto de Lausanne
Pacto de Lausanne
 

Mais de Pastor Paulo Francisco

Inumanos e o caso neymar
Inumanos e o caso neymarInumanos e o caso neymar
Inumanos e o caso neymar
Pastor Paulo Francisco
 
A diminuição de deus
A diminuição de deusA diminuição de deus
A diminuição de deus
Pastor Paulo Francisco
 
Senso de direção
Senso de direçãoSenso de direção
Senso de direção
Pastor Paulo Francisco
 
Construtora celeste
Construtora celesteConstrutora celeste
Construtora celeste
Pastor Paulo Francisco
 
Multiplicação da luz
Multiplicação da luzMultiplicação da luz
Multiplicação da luz
Pastor Paulo Francisco
 
O futuro chegou
O futuro chegouO futuro chegou
O futuro chegou
Pastor Paulo Francisco
 
Espelho, espelho seu...
Espelho, espelho seu...Espelho, espelho seu...
Espelho, espelho seu...
Pastor Paulo Francisco
 
Família. modelo humano ou divino.
Família. modelo humano ou divino.Família. modelo humano ou divino.
Família. modelo humano ou divino.
Pastor Paulo Francisco
 
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristoResultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Pastor Paulo Francisco
 
A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02
Pastor Paulo Francisco
 
A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01
Pastor Paulo Francisco
 
Mergulhando na benção da oração. parte 03
Mergulhando na benção da oração. parte 03Mergulhando na benção da oração. parte 03
Mergulhando na benção da oração. parte 03
Pastor Paulo Francisco
 
Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02
Pastor Paulo Francisco
 
Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01
Pastor Paulo Francisco
 
Superando a mim mesmo. parte 02
Superando a mim mesmo. parte 02Superando a mim mesmo. parte 02
Superando a mim mesmo. parte 02
Pastor Paulo Francisco
 
Superando a mim mesmo. parte 01
Superando a mim mesmo. parte 01Superando a mim mesmo. parte 01
Superando a mim mesmo. parte 01
Pastor Paulo Francisco
 
Livrai nos do mal. parte 02
Livrai nos do mal. parte 02Livrai nos do mal. parte 02
Livrai nos do mal. parte 02
Pastor Paulo Francisco
 
Livrai nos do mal. parte 01
Livrai nos do mal. parte 01Livrai nos do mal. parte 01
Livrai nos do mal. parte 01
Pastor Paulo Francisco
 
A fé que quero ter. parte 03
A fé que quero ter. parte 03A fé que quero ter. parte 03
A fé que quero ter. parte 03
Pastor Paulo Francisco
 
Vamos orar!?
Vamos orar!?Vamos orar!?

Mais de Pastor Paulo Francisco (20)

Inumanos e o caso neymar
Inumanos e o caso neymarInumanos e o caso neymar
Inumanos e o caso neymar
 
A diminuição de deus
A diminuição de deusA diminuição de deus
A diminuição de deus
 
Senso de direção
Senso de direçãoSenso de direção
Senso de direção
 
Construtora celeste
Construtora celesteConstrutora celeste
Construtora celeste
 
Multiplicação da luz
Multiplicação da luzMultiplicação da luz
Multiplicação da luz
 
O futuro chegou
O futuro chegouO futuro chegou
O futuro chegou
 
Espelho, espelho seu...
Espelho, espelho seu...Espelho, espelho seu...
Espelho, espelho seu...
 
Família. modelo humano ou divino.
Família. modelo humano ou divino.Família. modelo humano ou divino.
Família. modelo humano ou divino.
 
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristoResultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
 
A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02
 
A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01
 
Mergulhando na benção da oração. parte 03
Mergulhando na benção da oração. parte 03Mergulhando na benção da oração. parte 03
Mergulhando na benção da oração. parte 03
 
Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02
 
Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01
 
Superando a mim mesmo. parte 02
Superando a mim mesmo. parte 02Superando a mim mesmo. parte 02
Superando a mim mesmo. parte 02
 
Superando a mim mesmo. parte 01
Superando a mim mesmo. parte 01Superando a mim mesmo. parte 01
Superando a mim mesmo. parte 01
 
Livrai nos do mal. parte 02
Livrai nos do mal. parte 02Livrai nos do mal. parte 02
Livrai nos do mal. parte 02
 
Livrai nos do mal. parte 01
Livrai nos do mal. parte 01Livrai nos do mal. parte 01
Livrai nos do mal. parte 01
 
A fé que quero ter. parte 03
A fé que quero ter. parte 03A fé que quero ter. parte 03
A fé que quero ter. parte 03
 
Vamos orar!?
Vamos orar!?Vamos orar!?
Vamos orar!?
 

Último

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 

Último (14)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 

Vivendo a cultura da unidade

  • 1. “Vivendo a Cultura da Unidade” Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje Paulo Francisco dos Santos1 Então peço que me dêem a grande satisfação de viverem em harmonia, tendo um mesmo amor e sendo unidos de alma e mente. Filipenses 2.02 O cristianismo é uma grande incógnita para um mundo que se perde na idolatria pelo ego. Mas porque é tão difícil aqueles que estão distantes entenderem a ministração da fé em Cristo? A afirmação bíblica é que a pessoa natural não consegue entender as coisas que são espirituais2 , porém isso, não é uma barreira intransponível, porque a fé pode ser transmitida. A pregação e a prática cristã realizam este milagre através do Espírito Santo3 e assim, conduzem os distantes ao modo de vida que é tido como utopia por vários seguimentos da sociedade moderna e distante de Deus. Jesus o Messias veio transformar a vida individual (espiritual, emocional e física) e coletiva (cultural, social e comportamental) restaurando o contato perdido no Éden pelos primeiros seres humanos estabelecendo a pedra fundamental do Reino dos Céus. Para tanto Jesus fez discípulos que ao aprenderem sobre o cristianismo não guardaram os ensinamentos para si, mas o compartilharam de tal forma que hoje o evangelho está presente em todos os continentes da Terra. Paulo, apóstolo dos não judeus foi um exímio anunciador das boas novas e jamais mediu esforços para ensinar sobre o amor de Deus através do Evangelho de Jesus Cristo. O versiculo em tela expõe que a satisfação de quem discipula é ver seus discípulos compreenderem a essência do cristianismo e viverem em harmonia. Viver em harmonia não é afirmar que não ocorrerão situações de conflito ou dificuldade, mas é ter condições de uma forma madura solucioná-las de com coerência prosseguir juntamente com os demais a vida comum glorificando a Deus e mostrando a geração deste século a proposta redentora. Tal assertiva ajuda a compreensão da importância da cultura da unidade estabelecida por Cristo e propagada pelos cristãos. Um mesmo amor e a unidade de alma e mente são expressões que demonstram em qual nível o Evangelho deve estar estabelecido no coração daqueles que abraçaram a fé. Atualmente vivemos uma liberdade de expressão, política e cultural que exige de cada 1 Pastor, escritor, poeta, Teólogo e bacharel em direito. 2 1 Coríntios 2.14 3 João 16.08 1
  • 2. “Vivendo a Cultura da Unidade” cristão um preparo que deve impulsioná-lo a viver em comunhão com Deus, sendo dedicado, orando, estudando as Escrituras Sagradas, dedicando-se a prática do jejum e acima de tudo aplicando os ensinamentos em toda estrutura vivencial em que está inserido. A falta de amor e desunião não são e não podem ser uma realidade cristã, mas muitos que assumem o rótulo de irmandade e auto se intitulam como parte do corpo de Cristo são na verdade agentes das trevas que tentam inserir ideias e ações que provocam dissensão entre os fracos na fé e colaboram para que aqueles que se simpatizam com o Evangelho possam criar barrerias para não aproximar-se da fé. A cultura da unidade cristã deve formar um padrão que reveste os seguidores de Jesus de personalidade e propriedade para defenderem o cristianismo e mostrarem que os verdadeiros discípulos não são fanfarrões que espalham somente ideias, mas são agentes transformadores que além de falar, vivem e demonstram com suas atitudes o que é viver em amor e ter a mente de Cristo. A grande satisfação por ver harmonia, unidade e amor entre os cristãos não é apenas um sentimento que está no coração dos discipuladores investidos nesta tarefa por Cristo, mas algo que vai além, pois parte do coração do próprio Deus. SP, Maio de 2015. 2