SlideShare uma empresa Scribd logo
NOV/DEZ 2018
HELENAKOLODY
EMILIANOPERNETA
EMILIODEMENEZES
ADÉLIAMARIA
WOELNER
PAULOLEMINSKI
PAULOKARAM
JANSKENIEMANN
JULIADACOSTA
ESCANSÃO
METRIFICAÇÃO
RITMO
LÍRISMO
NARRATIVO
DRAMÁTICO
ESTROFE
ESTRIBILHO
ACRÓSTICO
BALADA
HAICI
SONETO
TROVA
PENTASSÍLABOS
HEPTASSÍLABOS
1
VERSOS NA REDE
ACADEMIA PARANAENSE DA POESIA
APRESENTAÇÃO
Para a Academia Paranaense da Poesia, tivemos um
ano de muitas atividades, realizações e algumas
grandes tristezas. No meio do ano, partiram desta
vida: a associada correspondente Gislaine Canales; a
acadêmica titular poeta Dária Farion; a acadêmica
titular poeta Lygia Lopes dos Santos. A elas fica nossa
homenagem de carinho e saudade, na certeza de que
estão na paz de Deus.
Quase fim desta gestão, e, após concordância dos
associados e realização sob as competentes mãos do
acadêmico Sérgio Augusto de Munhoz Pitaki,
lançamos uma revista virtual. "Verso na rede" que traz
mais um espaço de divulgação de poemas de nossos
acadêmicos titulares e demais associados. Caso seja
aprovada a experiência, a intenção é de trazer algumas
edições anuais. É uma revista pequena, para facilitar a
leitura em tempos de curtas horas; com isso, poderemos
apresentar o trabalho de alguns de nossos poetas em
cada número.
Leia e nos relate seu parecer.
Um abençoado fim de ano a todos, com os desejos de paz e alegrias, agora e no ano que logo
virá.
A todos meu carinho e abraço fraterno.
Lilia Souza
presidente
NOV/DEZ 2018
ACADÊMICOS TITULARES
2
MARIA EVA CORBARI
Cadeira poética número 5
Patrono: Péricles Busnardo
1º ocupante: Maria Nicolas
As flores expressam a linguagem do amor
Em cada flor, o sol rubro se deita,
policromo multicor,
nas asas da Alígera perfeita.
Amor é um poema,
que buscamos seu sentido,
complexo e exato.
É um oceano, qual profundidade
queremos atingir.
Amor é uma corrente,
de face brilhante envolvente,
é um sorriso um olhar.
Amor é semente que germina
transcende além dos dias,
coração ardente, gotas de pranto.
SYLVIO MAGELLANO
Cadeira poética número 6
Patrono: Leôncio Correia
1º ocupante: Aurora Silva Cury
Casa da Bocaina
Cerração desce ao pé da montanha,
O sol atravessa as frestas da neblina,
Fogão de lenha aquece
A casa da Bocaina
Pássaros cantam um trinado fino
Nas árvores do pomar
Anunciando a alvorada
Pela janela da cozinha
Vejo cavalos andando pelo pasto
Coberto de geada.
VÂNIA ENNES
Cadeira poética número 8
Patrono: Emiliano Perneta
TROVAS
Os invernos impiedosos
que me aquecem a lembrança,
são como doces gostosos
dos bons tempos de criança.
Dormi... e sonhei contigo
na praia, com lua cheia!
Foi delírio, hoje prossigo
te procurando na areia!
Meu Paraná, do pinheiro,
do pinhão, frio, geada,
do trovador seresteiro,
cantando à porta da amada!
Parlamentares opacos
cometem falhas de outrora,
sofre o povo nos barracos:
– Felicidade evapora!
Saudade, sem ser chamada,
chega mansa e se agiganta...
Vem como fera engasgada
causar um nó na garganta!
Que Deus nos traga a
engrenagem
da paz... do amor... da magia,
unindo o sonho à linguagem,
ao mundo azul da poesia...!
NOV/DEZ 2018
3
JANSKE SCHLENKER
Cadeira poética número 16
Patrono: Graciete Salmon
1ª ocupante: Maria do Carmo Santos
MENDIGO
Passou um homem
com a mão estendida:
a mão vazia estendida -
e era um homem pobre,
era um homem velho,
era um homem cego...
Passou um homem na tarde gelada...
Este, sim, não tem mais nada!
EU QUIS ROSAS
Sonhei uns sonhos encantadores
- beijos e amores -
mas eram sonhos... e eu acordei.
Deram-me flores maravilhosas!
Mas eu quis rosas...
... e foi nas rosas que me machuquei...
NEI GARCEZ
Cadeira poética número 11
Patrono: Rodrigo Júnior
1º ocupante: Vasco José Taborda
Ribas
2º ocupante: Cecim Calixto
VITORIA RÉGIA
– Uma lenda do Amazonas
No Amazonas, certo dia,
com a tribo na cantiga,
a virgem Naiá aprendia
uma lenda muito antiga.
Com a lenda ela sabia
- e por ser de boa origem –
que a lua à Terra descia
para buscar uma virgem.
Essa lua, sempre ao léu,
deixando uma virgem vê-la,
a levava para o céu
transformando-a numa estrela.
E sonhando ser estrela,
a Naiá buscava a lua,
toda noite, para vê-la
e ser outra estrela sua.
A buscava no horizonte...
Ficava, sempre, a sondá-la
entre a mata, atrás da ponte...
Mas nunca pode alcançá-la.
Numa noite, viu “Jaci”
refletida ao igarapé...
Mergulhou, aqui e ali...
Se afogou... não dava pé!
A lua, “Jaci”, sentida,
e vendo as águas choronas,
fez da índia, já sem vida,
a grande flor do Amazonas.
A lua, nesta estratégia,
da índia, virgem, com fé,
formou na Vitória Régia,
a Estrela do Igarapé.
E, hoje, lá, no Amazonas,
Estrelas de Igarapés,
são as virgens, solteironas,
abençoando os seus Pajés!
POR TUDO DE BOM
QUE EXISTE
Não adianta querermos apagar
Histórias que vivemos a
lembrar!
Vida, amor, vivências...
O amar
A guardar
tudo de bom que existe...
Da vida há evidências
Que tudo vale a pena
Quando o que existe é pleno,
É sereno...
É valioso, grandioso...
E por isso
Torna-se eterno…
PARA SEMPRE LHE AMAR..
Sinto falta do seu olhar.
Nós somos céu e mar...
Amor a me completar!
Vamos viver esse amor
Juntos caminhar...
Deixa eu cuidar de você
E tudo acontecer...
Invadir seus sonhos...
Alimentar seus planos...
Quero para sempre lhe amar...
VALÉRIA BORGES SILVEIRA
Cadeira poética número 21
Patrono: Luiza Steudel Iwersen
NOV/DEZ 2018
4
ANDRÉA MOTTA
Cadeira poética número 30
Patrono Mariana Coelho; 1ª ocupante:
Carmen Carneiro
FIOS
Restam apenas cinzas
o amor, o tempo levou...
resta apenas o cinza
e a porcelana fina,
herança dos tempos idos.
Resta apenas o cinza
pranteando a vida
e as pérolas que revelam
o ostracismo do povo.
resta apenas um livro
e onze poemas,
a enlevar a vida...
... Então, temos tudo!
POEIRA
A (dor) mecidas as palavras
deixam de exercitar o olhar
sobram ossos
entre silêncios :
só pó
de rimas e versos....
sem palavras, sem poema
esvai-se a vida.
MADALENA FERRANTE PIZZATTO
Cadeira poética número 33
Patrono: Bento Cego
1º ocupante: Aldo Silva Júnior
2º ocupante: Amilcar Fernades Silva
PAZ ?…
De palavra em palavra,
da língua mordaz insensível que fere
semelhante a uma espada bravia.
De mãos que tremulam a bandeira do ódio
enlouquecidas destroem a harmonia.
Dos braços apressados que abraçam a morte,
com febris torturas vãs…(ferina vitória inglória)
Da boca impiedosa e desumana,
minando e vertendo sangue na alma,
com frios rígidos e perversos gestos.
Zunindo ardente e danoso rancor,
cravam horríveis chagas no peito.
Sem causa, deixam inúteis e tristes ais ….
A paz ?
Dissipa-se brevemente igual a um perfume no ar.
PAULO WALBACH PRESTES
Cadeira poética número 29
Patrono: Fernando Amaro
Lua bela adormecida...
Bem te vi ó lua cheia refletir por todo o espaço
mesmo fosse só a meia... te daria o meu abraço.
Enfadonhas essas nuvens desfilando lá nos céus
a esconder sua bela face sem saber que eram véus
a cobrir minha donzela no seu dia do enlace.
Anjos, ninfas levitando com trombetas a sua volta
e você, já adormecida sob o manto estrelado
parecendo uma deusa a espera do amado.
E ao chegar o encantado a brilhar como aurora
deu-lhe um beijo apaixonado te deixou e foi embora...
Acorda lua, levanta e chora!...
NOV/DEZ 2018


ANTONIETA AMARANTE
Manacá
A fragrância do manacá
me faz muito lembrar de lá
de nossa casa antiga
vivenda alegre e amiga.
Me remete a tempos de juventude
quando estávamos na plenitude
a família vivia reunida
e a casa irradiava paz e vida.
Foi mamãe que o plantou.
Com carinho regou e cuidou.
Hoje, sua flor branca e lilás
Muita recordação me traz.
Seu perfume, suavemente adocicado,
me lembra alguém muito amado
e a árvore enfeitando o jardim
tem aroma só de saudade pra mim.
MARIÂNGELA PELLIZZER
Gratidão
Jesus Cristo, eu te agradeço
por este dia que nasce,
pela brisa em minha face,
este novo amanhecer.
Cada manhã que me dás
recebo alegre, contente,
pois para mim é um presente,
oportunidade de paz.
Agradeço-te, também,
pelo esplendor deste sol
e o seu colorido arrebol,
que aos meus olhos fazem tão bem!
Quero agradecer, ainda,
por seres meu grande amigo,
pois caminhando contigo
eu sei que a vida não finda!
MARLI VOIGT
Rosa flor
Furtei uma flor no meio do caminho
Não era só flor, uma rosa!
Rosa rosa do seu ninho
Na minha mão veio com prosa
Tão formosa tão reluzente
Poderia ser amarela
Mas é rosa tão vivamente
De toda a cor a mais bela
Está no meio do caminho
Tão singela no seu ramo
Implora parar no ninho
Com meu amor que amo
Cada dia no meio do caminho
Rosa rosa está olhando
Venha, dê-me seu carinho.
Por ti estou só enamorando
SYOMARA GUERRA
CAIS
Do cais vê-se ao longe,
muitas jangadas no mar,
singrando os mares,
cortando os ventos,
com bravos homens a navegar.
Muitas histórias sabem eles,
histórias daquele mar,
o mar onde vive a sereia,
rainha de todo o mar.
BATIDAS À PORTA
Bateu, bateu,
insistiu em falar,
sorriu, aquele sorriso
sempre o mesmo, maroto.
5
ASSOCIADOS EFETIVOS
NOV/DEZ 2018
Sempre as mesmas histórias,
histórias, histórias
que a Sherazade não contou...
Assuntos frugais, como o seu amor.
Quero, não quero,
quero esse jogo de xadrez?
onde o rei persegue a dama,
e a dama foge do rei? Não sei.
o velho jogo,
a velha andança,
a vida passa,
acaba a dança.
VALTERLEI SALMAZZO
Sintonia
Canarinhos
Anunciam com o seu canto
Dissipando o breu da madrugada
Alvorada traz o belo raiar do dia
Tendo boa companhia
Em cada passo que der
Faz florida e cheirosa a rosa
A cantar sua linda canção
Oriundas do coração
Na frescura da brisa
Sentir o abraço no ar a emoção
Distante ou ao redor
Invade-me a alma
Conduz a plena calma

6
MARIA TEREZA FREIRE
APELO
Mais forte que o mar
Bravio, tempestuoso,
Calmo, sedutor
É o apelo do amor
Experimentado, vivido,
apaixonado.
Amor amado
Que corrompe todos os sentidos
Valendo-se do seu poder
No coração, na alma, no corpo
Em que encontra abrigo.
DESAPEGO
Na imensidão verde azulada
seus pensamentos se perdem,
sua racionalidade se esvai.
Não retornam por mais que
aguarde.
Andarilha livre sem se ater,
Nem perceber.
Sem se apegar, nem parar.
Sem ouvir, nem fugir.
Simplesmente, sem amarras,
Segue.
CONSELHO EDITORIAL:
LILIA SOUSA, ANDREA MOTTA, SÉRGIO A M PITAKI
EDITOR RESPONSÁVEL: SÉRGIO AUGUSTO DE MUNHOZ PITAKI
sergiopitaki@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mestresda poesiapps
Mestresda poesiappsMestresda poesiapps
Mestresda poesiapps
Ariana Martins
 
Ilka+vieira renascitudes
Ilka+vieira renascitudesIlka+vieira renascitudes
Ilka+vieira renascitudes
rc1951
 
Sessão leitura poética 2014
Sessão leitura poética 2014Sessão leitura poética 2014
Sessão leitura poética 2014
Arlindo Rodrigues Vieira
 
Meus oito anos
Meus oito anosMeus oito anos
Meus oito anos
gaby_advent
 
OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)
OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)
OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)
Mirian Souza
 
Metade de Mim - Poesias
Metade de Mim - PoesiasMetade de Mim - Poesias
Metade de Mim - Poesias
Sylvia Seny
 
EMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRASEMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRAS
senadecarlosfreitas
 
EMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRASEMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRAS
senadecarlosfreitas
 
Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)
Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)
Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)
Tania Montandon
 
Alvares de azevedo lira dos vinte anos
Alvares de azevedo   lira dos vinte anosAlvares de azevedo   lira dos vinte anos
Alvares de azevedo lira dos vinte anos
Tulipa Zoá
 
Biblioteca Global - Ponte entre Culturas
Biblioteca Global - Ponte entre CulturasBiblioteca Global - Ponte entre Culturas
Biblioteca Global - Ponte entre Culturas
Besaf Biblioteca
 
Olimpíada categoria poesias (5º e 6º ano)
Olimpíada categoria  poesias (5º e 6º ano)Olimpíada categoria  poesias (5º e 6º ano)
Olimpíada categoria poesias (5º e 6º ano)
Maria de Jesus Câmara
 
POESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICO
POESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICOPOESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICO
POESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICO
Daniel Amaral
 
Poetas e poesia
Poetas e poesiaPoetas e poesia
Poetas e poesia
Sandrine Saraiva
 
POETAS E POESIA
POETAS E POESIAPOETAS E POESIA
POETAS E POESIA
Washington Ferreira
 
Natércia Freire
Natércia FreireNatércia Freire
Natércia Freire
davidaaduarte
 
Livrinho Jogando e escrevendo poemas
Livrinho Jogando e escrevendo poemasLivrinho Jogando e escrevendo poemas
Livrinho Jogando e escrevendo poemas
Aline França Russo
 
Folhas em versos
Folhas em versosFolhas em versos
Folhas em versos
Luciano Cordier
 

Mais procurados (18)

Mestresda poesiapps
Mestresda poesiappsMestresda poesiapps
Mestresda poesiapps
 
Ilka+vieira renascitudes
Ilka+vieira renascitudesIlka+vieira renascitudes
Ilka+vieira renascitudes
 
Sessão leitura poética 2014
Sessão leitura poética 2014Sessão leitura poética 2014
Sessão leitura poética 2014
 
Meus oito anos
Meus oito anosMeus oito anos
Meus oito anos
 
OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)
OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)
OFICINA DE POEMAS (POWER POINT, WORD E INTERNET)
 
Metade de Mim - Poesias
Metade de Mim - PoesiasMetade de Mim - Poesias
Metade de Mim - Poesias
 
EMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRASEMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRAS
 
EMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRASEMBRULHO DE LETRAS
EMBRULHO DE LETRAS
 
Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)
Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)
Mestres Da Poesia Pps 2a EdiçãO(Fmm Prod)
 
Alvares de azevedo lira dos vinte anos
Alvares de azevedo   lira dos vinte anosAlvares de azevedo   lira dos vinte anos
Alvares de azevedo lira dos vinte anos
 
Biblioteca Global - Ponte entre Culturas
Biblioteca Global - Ponte entre CulturasBiblioteca Global - Ponte entre Culturas
Biblioteca Global - Ponte entre Culturas
 
Olimpíada categoria poesias (5º e 6º ano)
Olimpíada categoria  poesias (5º e 6º ano)Olimpíada categoria  poesias (5º e 6º ano)
Olimpíada categoria poesias (5º e 6º ano)
 
POESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICO
POESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICOPOESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICO
POESIAS DE DANIEL D'AMARAL - O FLORAL POÉTICO
 
Poetas e poesia
Poetas e poesiaPoetas e poesia
Poetas e poesia
 
POETAS E POESIA
POETAS E POESIAPOETAS E POESIA
POETAS E POESIA
 
Natércia Freire
Natércia FreireNatércia Freire
Natércia Freire
 
Livrinho Jogando e escrevendo poemas
Livrinho Jogando e escrevendo poemasLivrinho Jogando e escrevendo poemas
Livrinho Jogando e escrevendo poemas
 
Folhas em versos
Folhas em versosFolhas em versos
Folhas em versos
 

Semelhante a VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018

Contemp julho__25
Contemp  julho__25Contemp  julho__25
Contemp julho__25
michelechristine
 
Mestres da poesia
Mestres da poesiaMestres da poesia
Mestres da poesia
Mensagens Virtuais
 
Mestres Da Poesia
Mestres Da PoesiaMestres Da Poesia
Mestres Da Poesia
Luzia Gabriele
 
Mestres da Poesia
Mestres da PoesiaMestres da Poesia
Mestres da Poesia
Chuck Gary
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
guest2ffb44
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas
PoetasPoetas
Poetas
iracemap
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Clique no seu poeta
Clique no seu poetaClique no seu poeta
Clique no seu poeta
Lolo .
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
guest2ffb44
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas An
Poetas AnPoetas An
Poetas An
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
guest2ffb44
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
Juvenal Lucas
 

Semelhante a VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018 (20)

Contemp julho__25
Contemp  julho__25Contemp  julho__25
Contemp julho__25
 
Mestres da poesia
Mestres da poesiaMestres da poesia
Mestres da poesia
 
Mestres Da Poesia
Mestres Da PoesiaMestres Da Poesia
Mestres Da Poesia
 
Mestres da Poesia
Mestres da PoesiaMestres da Poesia
Mestres da Poesia
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas
PoetasPoetas
Poetas
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Clique no seu poeta
Clique no seu poetaClique no seu poeta
Clique no seu poeta
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas An
Poetas AnPoetas An
Poetas An
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 
Poetas A N
Poetas  A NPoetas  A N
Poetas A N
 

Mais de Sérgio Pitaki

Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxDr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Sérgio Pitaki
 
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
Sérgio Pitaki
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
Sérgio Pitaki
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
Sérgio Pitaki
 
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁGABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
Sérgio Pitaki
 
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
Sérgio Pitaki
 
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
Sérgio Pitaki
 
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
Sérgio Pitaki
 
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017
GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017
GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017
Sérgio Pitaki
 

Mais de Sérgio Pitaki (20)

Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxDr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
 
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
 
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁGABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
 
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
 
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
 
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
 
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
 
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
 
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
 
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
 
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
 
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
 
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
 
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
 
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
 
GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017
GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017
GRALHA AZUL No. 68 - AGOSTO 2017
 

Último

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
marcos oliveira
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 

Último (20)

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 

VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018

  • 1. NOV/DEZ 2018 HELENAKOLODY EMILIANOPERNETA EMILIODEMENEZES ADÉLIAMARIA WOELNER PAULOLEMINSKI PAULOKARAM JANSKENIEMANN JULIADACOSTA ESCANSÃO METRIFICAÇÃO RITMO LÍRISMO NARRATIVO DRAMÁTICO ESTROFE ESTRIBILHO ACRÓSTICO BALADA HAICI SONETO TROVA PENTASSÍLABOS HEPTASSÍLABOS 1 VERSOS NA REDE ACADEMIA PARANAENSE DA POESIA APRESENTAÇÃO Para a Academia Paranaense da Poesia, tivemos um ano de muitas atividades, realizações e algumas grandes tristezas. No meio do ano, partiram desta vida: a associada correspondente Gislaine Canales; a acadêmica titular poeta Dária Farion; a acadêmica titular poeta Lygia Lopes dos Santos. A elas fica nossa homenagem de carinho e saudade, na certeza de que estão na paz de Deus. Quase fim desta gestão, e, após concordância dos associados e realização sob as competentes mãos do acadêmico Sérgio Augusto de Munhoz Pitaki, lançamos uma revista virtual. "Verso na rede" que traz mais um espaço de divulgação de poemas de nossos acadêmicos titulares e demais associados. Caso seja aprovada a experiência, a intenção é de trazer algumas edições anuais. É uma revista pequena, para facilitar a leitura em tempos de curtas horas; com isso, poderemos apresentar o trabalho de alguns de nossos poetas em cada número. Leia e nos relate seu parecer. Um abençoado fim de ano a todos, com os desejos de paz e alegrias, agora e no ano que logo virá. A todos meu carinho e abraço fraterno. Lilia Souza presidente
  • 2. NOV/DEZ 2018 ACADÊMICOS TITULARES 2 MARIA EVA CORBARI Cadeira poética número 5 Patrono: Péricles Busnardo 1º ocupante: Maria Nicolas As flores expressam a linguagem do amor Em cada flor, o sol rubro se deita, policromo multicor, nas asas da Alígera perfeita. Amor é um poema, que buscamos seu sentido, complexo e exato. É um oceano, qual profundidade queremos atingir. Amor é uma corrente, de face brilhante envolvente, é um sorriso um olhar. Amor é semente que germina transcende além dos dias, coração ardente, gotas de pranto. SYLVIO MAGELLANO Cadeira poética número 6 Patrono: Leôncio Correia 1º ocupante: Aurora Silva Cury Casa da Bocaina Cerração desce ao pé da montanha, O sol atravessa as frestas da neblina, Fogão de lenha aquece A casa da Bocaina Pássaros cantam um trinado fino Nas árvores do pomar Anunciando a alvorada Pela janela da cozinha Vejo cavalos andando pelo pasto Coberto de geada. VÂNIA ENNES Cadeira poética número 8 Patrono: Emiliano Perneta TROVAS Os invernos impiedosos que me aquecem a lembrança, são como doces gostosos dos bons tempos de criança. Dormi... e sonhei contigo na praia, com lua cheia! Foi delírio, hoje prossigo te procurando na areia! Meu Paraná, do pinheiro, do pinhão, frio, geada, do trovador seresteiro, cantando à porta da amada! Parlamentares opacos cometem falhas de outrora, sofre o povo nos barracos: – Felicidade evapora! Saudade, sem ser chamada, chega mansa e se agiganta... Vem como fera engasgada causar um nó na garganta! Que Deus nos traga a engrenagem da paz... do amor... da magia, unindo o sonho à linguagem, ao mundo azul da poesia...!
  • 3. NOV/DEZ 2018 3 JANSKE SCHLENKER Cadeira poética número 16 Patrono: Graciete Salmon 1ª ocupante: Maria do Carmo Santos MENDIGO Passou um homem com a mão estendida: a mão vazia estendida - e era um homem pobre, era um homem velho, era um homem cego... Passou um homem na tarde gelada... Este, sim, não tem mais nada! EU QUIS ROSAS Sonhei uns sonhos encantadores - beijos e amores - mas eram sonhos... e eu acordei. Deram-me flores maravilhosas! Mas eu quis rosas... ... e foi nas rosas que me machuquei... NEI GARCEZ Cadeira poética número 11 Patrono: Rodrigo Júnior 1º ocupante: Vasco José Taborda Ribas 2º ocupante: Cecim Calixto VITORIA RÉGIA – Uma lenda do Amazonas No Amazonas, certo dia, com a tribo na cantiga, a virgem Naiá aprendia uma lenda muito antiga. Com a lenda ela sabia - e por ser de boa origem – que a lua à Terra descia para buscar uma virgem. Essa lua, sempre ao léu, deixando uma virgem vê-la, a levava para o céu transformando-a numa estrela. E sonhando ser estrela, a Naiá buscava a lua, toda noite, para vê-la e ser outra estrela sua. A buscava no horizonte... Ficava, sempre, a sondá-la entre a mata, atrás da ponte... Mas nunca pode alcançá-la. Numa noite, viu “Jaci” refletida ao igarapé... Mergulhou, aqui e ali... Se afogou... não dava pé! A lua, “Jaci”, sentida, e vendo as águas choronas, fez da índia, já sem vida, a grande flor do Amazonas. A lua, nesta estratégia, da índia, virgem, com fé, formou na Vitória Régia, a Estrela do Igarapé. E, hoje, lá, no Amazonas, Estrelas de Igarapés, são as virgens, solteironas, abençoando os seus Pajés! POR TUDO DE BOM QUE EXISTE Não adianta querermos apagar Histórias que vivemos a lembrar! Vida, amor, vivências... O amar A guardar tudo de bom que existe... Da vida há evidências Que tudo vale a pena Quando o que existe é pleno, É sereno... É valioso, grandioso... E por isso Torna-se eterno… PARA SEMPRE LHE AMAR.. Sinto falta do seu olhar. Nós somos céu e mar... Amor a me completar! Vamos viver esse amor Juntos caminhar... Deixa eu cuidar de você E tudo acontecer... Invadir seus sonhos... Alimentar seus planos... Quero para sempre lhe amar... VALÉRIA BORGES SILVEIRA Cadeira poética número 21 Patrono: Luiza Steudel Iwersen
  • 4. NOV/DEZ 2018 4 ANDRÉA MOTTA Cadeira poética número 30 Patrono Mariana Coelho; 1ª ocupante: Carmen Carneiro FIOS Restam apenas cinzas o amor, o tempo levou... resta apenas o cinza e a porcelana fina, herança dos tempos idos. Resta apenas o cinza pranteando a vida e as pérolas que revelam o ostracismo do povo. resta apenas um livro e onze poemas, a enlevar a vida... ... Então, temos tudo! POEIRA A (dor) mecidas as palavras deixam de exercitar o olhar sobram ossos entre silêncios : só pó de rimas e versos.... sem palavras, sem poema esvai-se a vida. MADALENA FERRANTE PIZZATTO Cadeira poética número 33 Patrono: Bento Cego 1º ocupante: Aldo Silva Júnior 2º ocupante: Amilcar Fernades Silva PAZ ?… De palavra em palavra, da língua mordaz insensível que fere semelhante a uma espada bravia. De mãos que tremulam a bandeira do ódio enlouquecidas destroem a harmonia. Dos braços apressados que abraçam a morte, com febris torturas vãs…(ferina vitória inglória) Da boca impiedosa e desumana, minando e vertendo sangue na alma, com frios rígidos e perversos gestos. Zunindo ardente e danoso rancor, cravam horríveis chagas no peito. Sem causa, deixam inúteis e tristes ais …. A paz ? Dissipa-se brevemente igual a um perfume no ar. PAULO WALBACH PRESTES Cadeira poética número 29 Patrono: Fernando Amaro Lua bela adormecida... Bem te vi ó lua cheia refletir por todo o espaço mesmo fosse só a meia... te daria o meu abraço. Enfadonhas essas nuvens desfilando lá nos céus a esconder sua bela face sem saber que eram véus a cobrir minha donzela no seu dia do enlace. Anjos, ninfas levitando com trombetas a sua volta e você, já adormecida sob o manto estrelado parecendo uma deusa a espera do amado. E ao chegar o encantado a brilhar como aurora deu-lhe um beijo apaixonado te deixou e foi embora... Acorda lua, levanta e chora!...
  • 5. NOV/DEZ 2018 
 ANTONIETA AMARANTE Manacá A fragrância do manacá me faz muito lembrar de lá de nossa casa antiga vivenda alegre e amiga. Me remete a tempos de juventude quando estávamos na plenitude a família vivia reunida e a casa irradiava paz e vida. Foi mamãe que o plantou. Com carinho regou e cuidou. Hoje, sua flor branca e lilás Muita recordação me traz. Seu perfume, suavemente adocicado, me lembra alguém muito amado e a árvore enfeitando o jardim tem aroma só de saudade pra mim. MARIÂNGELA PELLIZZER Gratidão Jesus Cristo, eu te agradeço por este dia que nasce, pela brisa em minha face, este novo amanhecer. Cada manhã que me dás recebo alegre, contente, pois para mim é um presente, oportunidade de paz. Agradeço-te, também, pelo esplendor deste sol e o seu colorido arrebol, que aos meus olhos fazem tão bem! Quero agradecer, ainda, por seres meu grande amigo, pois caminhando contigo eu sei que a vida não finda! MARLI VOIGT Rosa flor Furtei uma flor no meio do caminho Não era só flor, uma rosa! Rosa rosa do seu ninho Na minha mão veio com prosa Tão formosa tão reluzente Poderia ser amarela Mas é rosa tão vivamente De toda a cor a mais bela Está no meio do caminho Tão singela no seu ramo Implora parar no ninho Com meu amor que amo Cada dia no meio do caminho Rosa rosa está olhando Venha, dê-me seu carinho. Por ti estou só enamorando SYOMARA GUERRA CAIS Do cais vê-se ao longe, muitas jangadas no mar, singrando os mares, cortando os ventos, com bravos homens a navegar. Muitas histórias sabem eles, histórias daquele mar, o mar onde vive a sereia, rainha de todo o mar. BATIDAS À PORTA Bateu, bateu, insistiu em falar, sorriu, aquele sorriso sempre o mesmo, maroto. 5 ASSOCIADOS EFETIVOS
  • 6. NOV/DEZ 2018 Sempre as mesmas histórias, histórias, histórias que a Sherazade não contou... Assuntos frugais, como o seu amor. Quero, não quero, quero esse jogo de xadrez? onde o rei persegue a dama, e a dama foge do rei? Não sei. o velho jogo, a velha andança, a vida passa, acaba a dança. VALTERLEI SALMAZZO Sintonia Canarinhos Anunciam com o seu canto Dissipando o breu da madrugada Alvorada traz o belo raiar do dia Tendo boa companhia Em cada passo que der Faz florida e cheirosa a rosa A cantar sua linda canção Oriundas do coração Na frescura da brisa Sentir o abraço no ar a emoção Distante ou ao redor Invade-me a alma Conduz a plena calma
 6 MARIA TEREZA FREIRE APELO Mais forte que o mar Bravio, tempestuoso, Calmo, sedutor É o apelo do amor Experimentado, vivido, apaixonado. Amor amado Que corrompe todos os sentidos Valendo-se do seu poder No coração, na alma, no corpo Em que encontra abrigo. DESAPEGO Na imensidão verde azulada seus pensamentos se perdem, sua racionalidade se esvai. Não retornam por mais que aguarde. Andarilha livre sem se ater, Nem perceber. Sem se apegar, nem parar. Sem ouvir, nem fugir. Simplesmente, sem amarras, Segue. CONSELHO EDITORIAL: LILIA SOUSA, ANDREA MOTTA, SÉRGIO A M PITAKI EDITOR RESPONSÁVEL: SÉRGIO AUGUSTO DE MUNHOZ PITAKI sergiopitaki@gmail.com