SlideShare uma empresa Scribd logo
VENEZUELA: DO BOLIVARISMO
AO NEOPOPULISMO DE CHAVEZ
VENEZUELA
       VENEZUELA                                O nome do país se trata de uma
                                                alusão à Veneza (ITA). Colombo
                                                ao ver palafitas em Maracaibo
Outra Hipótese é aade que o nome se originou aa achou semelhante ao que
Outra Hipótese é de que o nome se originou
partir de uma tribo nativa chamada Veneciuela. ocorria na Itália e chamou
 partir de uma tribo nativa chamada Veneciuela.
                                                aquele local de Venezuela ou
                                                Pequena Veneza.
O processo de colonização se iniciou em
 1520 e em 1567 foi fundada a capital:
                   Caracas.



 Durante o período colonial a
  Durante o período colonial a
Venezuela esteve dividida entre
Venezuela esteve dividida entre
  o Vice-Reinado do Peru e da
  o Vice-Reinado do Peru e da
Audiência de Santo Domingo –
 Audiência de Santo Domingo –
     República Dominicana.
     República Dominicana.
CHAPETONES e                            HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA
CLERO:
                                   A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA:
Espanhóis,      altos
cargos, privilégios.
                          1%        (aproximadamente 20 milhões de pessoas).

                                CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis nascidos na
                        13,5%   América. Elite colonial, grandes proprietários e
                  1%            comerciantes. Integrantes dos Cabildos (Câmaras
                                Municipais).
                13,5%
                                  MESTIÇOS: capatazes e artesãos que serviam aos
                                  criollos.
                  27,5%
              27,5%

                                        ÍNDIOS e NEGROS: explorados como
                                        escravos ou “semi-escravos” (Mita ou
              58%                       Repartimiento – trabalho forçado nas minas/
                                        Encomienda – trabalho servil nos latifúndios
                                        agroexportadores, também chamados de
                                        haciendas ou plantations)


                        58%
Independências das nações latino-
                  americanas:
• Aproximadamente entre 1810 e 1830.
• Fatores externos:
   – Iluminismo (base ideológica) - Independência dos EUA
     (exemplo) - Guerras Napoleônicas - Revolução Industrial
     (pressão inglesa para abertura de mercados) - Doutrina
     Monroe: “A América para os Americanos” (auxílio dos EUA)

•Fatores internos:
   –Pacto colonial retardando o desenvolvimento das colônias.
   –Desigualdades sociais - Criollos.
Simón Bolívar (1783-
  Simón Bolívar (1783-                                Estudou e viveu na Europa
                                                      Estudou e viveu na Europa
         1830)
         1830)
Após visitar diversos países europeus ingressou na Maçonaria e decidiu
Após visitar diversos países europeus ingressou na Maçonaria e decidiu
          retornar à América Latina e libertá-la dos espanhóis.
           retornar à América Latina e libertá-la dos espanhóis.

Em 1821 consegue definitivamente expulsar os espanhóis que estavam no
 Em 1821 consegue definitivamente expulsar os espanhóis que estavam no
poder em Nova Granada (atuais Venezuela, Colômbia e Equador)
 poder em Nova Granada (atuais Venezuela, Colômbia e Equador)

Contradições:
-Emancipação dos negros escravos – medo de revoltas – alistar escravos no
exército nacional.
-Foi ajudado pela Inglaterra com recursos financeiros e humanos.
-Rpresentante de setores da tradicional burguesia criolla local.

 •BOLIVARISMO: Ideal de unidade territorial do continente (oposição da
 INGLATERRA, EUA e elites rurais locais).
 – Fracasso (Congresso do Panamá - 1826) - o Brasil, Os Estados Unidos e a Inglaterra.

O poder nas mãos do CAUDILHOS – governo característico da América Latina
do período, com líderes autoritários, paternalistas e conservadores, representantes
das elites locais.
INTEGRAÇÃO
                           INTEGRAÇÃO
  A ideia de Bolívar era formar um bloco de nações para se desenvolver e se
defender das investidas físicas e ideológicas dos europeus. A primeira tentativa
é o que ficou conhecido como Gran-Colômbia, que era formada por Venezuela,
                         Colômbia, Equador e Panamá.



                         Economia
                         Economia
                                          Angola, Argélia, Líbia, Nigéria,
A Venezuela é integrante da OPEP
A Venezuela é integrante da OPEP       Venezuela, Equador, Arábia Saudita,
(Org. dos países exportadores de
 (Org. dos países exportadores de
            petróleo)
             petróleo)
                                      Emirados Árabes, Irã, Iraque, Kuwait e
                                                     Qatar.

Os países membros detém quase 80% de toda aaprodução e exportação de petróleo
Os países membros detém quase 80% de toda produção e exportação de petróleo
  do mundo. Com isso, pode-se pensar que há um tipo de “cartel” do petróleo que
   do mundo. Com isso, pode-se pensar que há um tipo de “cartel” do petróleo que
define quem recebe e quanto deve pagar... Se tornando uma enorme força política.
 define quem recebe e quanto deve pagar... Se tornando uma enorme força política.
Golpe de 1992
                          Golpe de 1992
- Na década de 1980 Arábia Saudita e outros exportadores de petróleo
aumentam a produção – Crise econômica
-Em 1989 Carlos Andrés Pérez – adequação a cartilha neoliberal imposta
pelo FMI
-A crise continua e as revoltas se multiplicam
-Movimiento Bolivariano Revolucionário 200 – fundado por Chavez em
1982 – Conspiração contra o governo – Traições e FRACASSO.



                          Resultados
                          Resultados

                                                    Fortalecimento da
14 mortos e 53 feridos     Chávez preso                 esquerda
1994 (Anistia)
                     1994 (Anistia)
  Com o fim do mandato do presidente Pérez e a eleição do novo
 presidente Rafael Rodriguez, os presos políticos são anistiados e
                    dentre eles Hugo Chávez.
    A insatisfação popular com as condições sociais (pobreza,
    A insatisfação popular com as condições sociais (pobreza,
desemprego, sistema de educação e saúde ineficiente) aumentava a
desemprego, sistema de educação e saúde ineficiente) aumentava a
               cada dia, desde a tentativa de golpe...
               cada dia, desde a tentativa de golpe...

Após a libertação, Chávez que se formou na Academia Militar, entrou
Após a libertação, Chávez que se formou na Academia Militar, entrou
         para a vida política fundando o Partido V República.
          para a vida política fundando o Partido V República.

      Em 1998 é eleito Presidente com 56% dos votos.
      Em 1998 é eleito Presidente com 56% dos votos.
          Em 1999 inicia seu mandato de 5 anos.
          Em 1999 inicia seu mandato de 5 anos.
Constituição da V República
      Constituição da V República
Ao iniciar seu mandato propõe a criação de uma nova constituição
para o país. Em abril de 1999 é colocado em votação um referendo
     popular sobre o assunto. Resultado: 70% de aprovação.
 Após a redação concluída, da nova constituição, novo referendo
  Após a redação concluída, da nova constituição, novo referendo
    popular foi colocado em votação para aprovação do texto.
     popular foi colocado em votação para aprovação do texto.
                  Resultado: 71,21% de aprovação.
                  Resultado: 71,21% de aprovação.
Ao mesmo tempo que deu maior reconhecimento aos grupos minoritários
Ao mesmo tempo que deu maior reconhecimento aos grupos minoritários
  (Reconhecimentos de direitos culturais e linguísticos dos indígenas)
   (Reconhecimentos de direitos culturais e linguísticos dos indígenas)
     possibilitou uma maior centralização do poder do presidente.
      possibilitou uma maior centralização do poder do presidente.

Com a nova constituição uma nova eleição foi feita e o resultado foi
Com a nova constituição uma nova eleição foi feita e o resultado foi
                de 59,7% de Chávez, em 2000.
                 de 59,7% de Chávez, em 2000.
Golpe de 2002
                        Golpe de 2002
A oposição a Chávez crescia desde que a nova constituição foi aprovada dando
                   ao atual presidente maiores poderes.

   Em 2002 a oposição organiza uma série de eventos contra o presidente.
   Em 2002 a oposição organiza uma série de eventos contra o presidente.

  Em 11 de abril, uma passeata contando com milhares de insatisfeitos com o
   Em 11 de abril, uma passeata contando com milhares de insatisfeitos com o
governo é organizada pelo General Lucas Romero (Ministro da Defesa), que vai
 governo é organizada pelo General Lucas Romero (Ministro da Defesa), que vai
                     a TV e anuncia a renúncia de Chávez.
                      a TV e anuncia a renúncia de Chávez.

   O golpe foi criticado pela maioria dos países latino-americanos. Apenas a
   O golpe foi criticado pela maioria dos países latino-americanos. Apenas a
                        Colômbia foi favorável ao evento.
                         Colômbia foi favorável ao evento.

  No dia 13 de abril Chávez envia mensagem aos seus companheiros
   No dia 13 de abril Chávez envia mensagem aos seus companheiros
 dizendo que ele não renunciou, e assim inicia-se a Operação Resgate.
 dizendo que ele não renunciou, e assim inicia-se a Operação Resgate.
Golpe de 2002
           No dia seguinte Chávez estava livre.
A tentativa de golpe, novamente, acabou servindo para aumentar o
A tentativa de golpe, novamente, acabou servindo para aumentar o
                      apoio popular a Chávez.
                       apoio popular a Chávez.
Em 2006, houve novas eleições e Chávez aumentou sua margem nas
Em 2006, houve novas eleições e Chávez aumentou sua margem nas
 urnas. Agora vencia com 62,9% dos votos contra Manuel Rosales.
 urnas. Agora vencia com 62,9% dos votos contra Manuel Rosales.

    Outros países da América Latina compõem uma realidade
    Outros países da América Latina compõem uma realidade
                   esquerdista na atualidade.
                   esquerdista na atualidade.

 Muitos analistas políticos consideram Chávez como “Populista”
 Muitos analistas políticos consideram Chávez como “Populista”
O que significa Populismo?
     O que significa Populismo?
Segundo Dicionário Aurélio: Ação política que toma como
 Segundo Dicionário Aurélio: Ação política que toma como
referência e fonte de legitimidade o cidadão comum, cujos
 referência e fonte de legitimidade o cidadão comum, cujos
             interesses pretende representar.
              interesses pretende representar.

Política fundada no aliciamento das classes sociais
Política fundada no aliciamento das classes sociais
             de menor poder aquisitivo.
             de menor poder aquisitivo.

                Simpatia pelo povo.
                Simpatia pelo povo.
4º PODER
                      4º PODER
O quarto poder é uma
 O quarto poder é uma
expressão criada para
 expressão criada para
qualificar, de modo
 qualificar, de modo
livre, o poder das mídias
 livre, o poder das mídias
ou do jornalismo em
 ou do jornalismo em
alusão aos outros três
 alusão aos outros três
poderes
 poderes típicos
               típicos do
                        do
Estado
 Estado       democrático
               democrático
(Legislativo,
 (Legislativo,
Executivo e Judiciário).
 Executivo e Judiciário).
REFERENDO DE 2008
         REFERENDO DE 2008

-- Pressão dos opositores e conforme a lei
   Pressão dos opositores e conforme a lei
vigente
 vigente -- a   a reeleição
                     reeleição não
                                não eraera
permitida.
 permitida.
-- Chávez propôs um referendo -- objetivo de
   Chávez propôs um referendo      objetivo de
perguntar ao povo se aceitariam um modelo de
 perguntar ao povo se aceitariam um modelo de
reeleição indefinida para cargos políticos --
 reeleição indefinida para cargos políticos
inclusive o de Presidente.
 inclusive o de Presidente.
A resposta do povo foi SIM.
A resposta do povo foi SIM.
FUNDADA EM 1960:
-Do Oriente Médio: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Irã, Iraque,
Kuwait e Qatar.
-Da        África:      Angola, Argélia,    Líbia     e        Nigéria.
- Da América do Sul: Equador e Venezuela

* Evitar o rebaixamento dos preços do petróleo pelo cartel formado pelas
grandes petroleiras (Standard Oil, Royal Dutch Shell, Mobil, Gulf, BP e
Standard Oil da Califórnia – as “sete irmãs”).
* Estabelecer uma política petrolífera comum a todos os grandes
produtores de petróleo do mundo (países membros);
* Definir estratégias de produção;
* Controlar preços de venda de petróleo no mercado mundial;
* Analisar e gerar conhecimentos para os países membros sobre o
mercado de petróleo mundial;
* Controlar volume de produção de petróleo da organização.
MERCOSUL
• A Venezuela atualmente tem cadeira definitiva no
  bloco. Isto lhe garante o direito a Voto e a Veto.
• Único entrave e que se opunha era o Paraguai, que
  devido a sua suspensão momentânea foi motivo
  para a efetivá-la.
• Para cientistas políticos sua entrada rompe com os
  princípios de adesão pois uma das prerrogativas são
  as cláusulas democráticas a qual a Venezuela não
  segue.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Movimentos Separatistas
Movimentos SeparatistasMovimentos Separatistas
Movimentos Separatistas
rossetto10
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link:  https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link:  https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Kéliton Ferreira
 
Brasil, organização política
Brasil, organização políticaBrasil, organização política
Brasil, organização política
Alexandre Ramos
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
Daniel Alves Bronstrup
 
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVCrise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
seixasmarianas
 
Resistência e repressão na ditadura militar
Resistência  e repressão na ditadura militarResistência  e repressão na ditadura militar
Resistência e repressão na ditadura militar
Hernane Freitas
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Valéria Shoujofan
 
Independencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados UnidosIndependencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados Unidos
Slides de Tudo
 
Simóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 ano
Simóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 anoSimóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 ano
Simóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 ano
Rodrigo Cardoso
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
Prof.Paulo/geografia
 
Independência da américa espanhola
Independência da américa espanholaIndependência da américa espanhola
Independência da américa espanhola
Murilo Benevides
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
Fatima Freitas
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
Isabel Aguiar
 
Populismo na america-latina
Populismo na america-latinaPopulismo na america-latina
Populismo na america-latina
Norma Almeida
 
O Estado Brasileiro
O Estado BrasileiroO Estado Brasileiro
O Estado Brasileiro
Paulo Alexandre
 
Industrializaçao no brasil
Industrializaçao no brasilIndustrializaçao no brasil
Industrializaçao no brasil
Moacir E Nalin
 
Nacionalismos e separatismos
Nacionalismos e separatismosNacionalismos e separatismos
Nacionalismos e separatismos
Patrícia Silva Leal Coelho
 
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASILEMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
Isabel Aguiar
 
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionaisGuerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Colégio Nova Geração COC
 
Descolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-AsiáticaDescolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-Asiática
dmflores21
 

Mais procurados (20)

Movimentos Separatistas
Movimentos SeparatistasMovimentos Separatistas
Movimentos Separatistas
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link:  https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link:  https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
 
Brasil, organização política
Brasil, organização políticaBrasil, organização política
Brasil, organização política
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
 
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVCrise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
 
Resistência e repressão na ditadura militar
Resistência  e repressão na ditadura militarResistência  e repressão na ditadura militar
Resistência e repressão na ditadura militar
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Independencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados UnidosIndependencia dos Estados Unidos
Independencia dos Estados Unidos
 
Simóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 ano
Simóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 anoSimóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 ano
Simóm bolívar e josé de san martin rodrigo e jorge 8 ano
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
Independência da américa espanhola
Independência da américa espanholaIndependência da américa espanhola
Independência da américa espanhola
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
 
Populismo na america-latina
Populismo na america-latinaPopulismo na america-latina
Populismo na america-latina
 
O Estado Brasileiro
O Estado BrasileiroO Estado Brasileiro
O Estado Brasileiro
 
Industrializaçao no brasil
Industrializaçao no brasilIndustrializaçao no brasil
Industrializaçao no brasil
 
Nacionalismos e separatismos
Nacionalismos e separatismosNacionalismos e separatismos
Nacionalismos e separatismos
 
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASILEMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
 
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionaisGuerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
 
Descolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-AsiáticaDescolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-Asiática
 

Semelhante a Venezuela: do Bolivarismo ao Neopopulismo de Chavez

Venezuela
VenezuelaVenezuela
Revotas coloniais
Revotas coloniaisRevotas coloniais
Revotas coloniais
Evanilde Chuva
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
alunosbertoni
 
Rev cubana
Rev cubanaRev cubana
independencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptxindependencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptx
DouglasPereira177705
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
Nelia Salles Nantes
 
Independência da América Espanhol
Independência da América EspanholIndependência da América Espanhol
Independência da América Espanhol
Murilo Benevides
 
Independência da américa espanhola 2013
Independência da américa espanhola 2013Independência da américa espanhola 2013
Independência da américa espanhola 2013
Frederico Marques Sodré
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
Nelia Salles Nantes
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
Nelia Salles Nantes
 
América latina no século xx
América latina no século xxAmérica latina no século xx
América latina no século xx
harlissoncarvalho
 
A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789
JulianaGimenes
 
A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789
segundocol
 
Cap. 03 ind. da america espanhola
Cap. 03   ind. da america espanholaCap. 03   ind. da america espanhola
Cap. 03 ind. da america espanhola
Evanildo Pitombeira
 
3 hugo chavez e a américa latina..
3   hugo chavez e a américa latina..3   hugo chavez e a américa latina..
3 hugo chavez e a américa latina..
jonasnaia
 
America colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filéAmerica colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filé
mundica broda
 
Crise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da repúblicaCrise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da república
Rodrigo Luiz
 
A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789
João Couto
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Norma Almeida
 
Apresentação ditadura e violencia na américa latina...
Apresentação ditadura e violencia na américa latina...Apresentação ditadura e violencia na américa latina...
Apresentação ditadura e violencia na américa latina...
Douglas Lima
 

Semelhante a Venezuela: do Bolivarismo ao Neopopulismo de Chavez (20)

Venezuela
VenezuelaVenezuela
Venezuela
 
Revotas coloniais
Revotas coloniaisRevotas coloniais
Revotas coloniais
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
 
Rev cubana
Rev cubanaRev cubana
Rev cubana
 
independencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptxindependencia da america espanhola.pptx
independencia da america espanhola.pptx
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
 
Independência da América Espanhol
Independência da América EspanholIndependência da América Espanhol
Independência da América Espanhol
 
Independência da américa espanhola 2013
Independência da américa espanhola 2013Independência da américa espanhola 2013
Independência da américa espanhola 2013
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
 
América latina no século xx
América latina no século xxAmérica latina no século xx
América latina no século xx
 
A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789
 
A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789A revolução francesa de 1789
A revolução francesa de 1789
 
Cap. 03 ind. da america espanhola
Cap. 03   ind. da america espanholaCap. 03   ind. da america espanhola
Cap. 03 ind. da america espanhola
 
3 hugo chavez e a américa latina..
3   hugo chavez e a américa latina..3   hugo chavez e a américa latina..
3 hugo chavez e a américa latina..
 
America colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filéAmerica colonial espanhola.filé
America colonial espanhola.filé
 
Crise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da repúblicaCrise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da república
 
A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
 
Apresentação ditadura e violencia na américa latina...
Apresentação ditadura e violencia na américa latina...Apresentação ditadura e violencia na américa latina...
Apresentação ditadura e violencia na américa latina...
 

Mais de Portal do Vestibulando

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Portal do Vestibulando
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Portal do Vestibulando
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
Portal do Vestibulando
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Portal do Vestibulando
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
Portal do Vestibulando
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Portal do Vestibulando
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
Portal do Vestibulando
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
Portal do Vestibulando
 
Senhora
SenhoraSenhora
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
Portal do Vestibulando
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
Portal do Vestibulando
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Portal do Vestibulando
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
Portal do Vestibulando
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Portal do Vestibulando
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Portal do Vestibulando
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
Portal do Vestibulando
 

Mais de Portal do Vestibulando (20)

Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
 
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, AstecasSociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
Sociedades Pré-colombianas: Toltecas, Olmecas, Incas, Nazca, Maias, Astecas
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)Ditadura militar   anos de chumbo (1964-1985)
Ditadura militar anos de chumbo (1964-1985)
 
07 revolução mexicana
07   revolução mexicana07   revolução mexicana
07 revolução mexicana
 
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismoPeríodo entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
Período entre guerras - crise de 1929 - nazifascismo
 
Guerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - AtualizadaGuerra Fria - Atualizada
Guerra Fria - Atualizada
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Senhora
SenhoraSenhora
Senhora
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistasBrasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
Brasil Colônia: revoltas nativistas e separatistas
 
Brasil: Economia Colonial
Brasil: Economia ColonialBrasil: Economia Colonial
Brasil: Economia Colonial
 
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto históricoBrasil Pré-colonial - contexto histórico
Brasil Pré-colonial - contexto histórico
 
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - ManausCuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
Cuca Vestibulares - Maratona PSC 1 - Manaus
 
Religiões de matriz africana
Religiões de matriz africanaReligiões de matriz africana
Religiões de matriz africana
 

Último

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 

Venezuela: do Bolivarismo ao Neopopulismo de Chavez

  • 1. VENEZUELA: DO BOLIVARISMO AO NEOPOPULISMO DE CHAVEZ
  • 2. VENEZUELA VENEZUELA O nome do país se trata de uma alusão à Veneza (ITA). Colombo ao ver palafitas em Maracaibo Outra Hipótese é aade que o nome se originou aa achou semelhante ao que Outra Hipótese é de que o nome se originou partir de uma tribo nativa chamada Veneciuela. ocorria na Itália e chamou partir de uma tribo nativa chamada Veneciuela. aquele local de Venezuela ou Pequena Veneza. O processo de colonização se iniciou em 1520 e em 1567 foi fundada a capital: Caracas. Durante o período colonial a Durante o período colonial a Venezuela esteve dividida entre Venezuela esteve dividida entre o Vice-Reinado do Peru e da o Vice-Reinado do Peru e da Audiência de Santo Domingo – Audiência de Santo Domingo – República Dominicana. República Dominicana.
  • 3. CHAPETONES e HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA CLERO: A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA: Espanhóis, altos cargos, privilégios. 1% (aproximadamente 20 milhões de pessoas). CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis nascidos na 13,5% América. Elite colonial, grandes proprietários e 1% comerciantes. Integrantes dos Cabildos (Câmaras Municipais). 13,5% MESTIÇOS: capatazes e artesãos que serviam aos criollos. 27,5% 27,5% ÍNDIOS e NEGROS: explorados como escravos ou “semi-escravos” (Mita ou 58% Repartimiento – trabalho forçado nas minas/ Encomienda – trabalho servil nos latifúndios agroexportadores, também chamados de haciendas ou plantations) 58%
  • 4. Independências das nações latino- americanas: • Aproximadamente entre 1810 e 1830. • Fatores externos: – Iluminismo (base ideológica) - Independência dos EUA (exemplo) - Guerras Napoleônicas - Revolução Industrial (pressão inglesa para abertura de mercados) - Doutrina Monroe: “A América para os Americanos” (auxílio dos EUA) •Fatores internos: –Pacto colonial retardando o desenvolvimento das colônias. –Desigualdades sociais - Criollos.
  • 5. Simón Bolívar (1783- Simón Bolívar (1783- Estudou e viveu na Europa Estudou e viveu na Europa 1830) 1830) Após visitar diversos países europeus ingressou na Maçonaria e decidiu Após visitar diversos países europeus ingressou na Maçonaria e decidiu retornar à América Latina e libertá-la dos espanhóis. retornar à América Latina e libertá-la dos espanhóis. Em 1821 consegue definitivamente expulsar os espanhóis que estavam no Em 1821 consegue definitivamente expulsar os espanhóis que estavam no poder em Nova Granada (atuais Venezuela, Colômbia e Equador) poder em Nova Granada (atuais Venezuela, Colômbia e Equador) Contradições: -Emancipação dos negros escravos – medo de revoltas – alistar escravos no exército nacional. -Foi ajudado pela Inglaterra com recursos financeiros e humanos. -Rpresentante de setores da tradicional burguesia criolla local. •BOLIVARISMO: Ideal de unidade territorial do continente (oposição da INGLATERRA, EUA e elites rurais locais). – Fracasso (Congresso do Panamá - 1826) - o Brasil, Os Estados Unidos e a Inglaterra. O poder nas mãos do CAUDILHOS – governo característico da América Latina do período, com líderes autoritários, paternalistas e conservadores, representantes das elites locais.
  • 6. INTEGRAÇÃO INTEGRAÇÃO A ideia de Bolívar era formar um bloco de nações para se desenvolver e se defender das investidas físicas e ideológicas dos europeus. A primeira tentativa é o que ficou conhecido como Gran-Colômbia, que era formada por Venezuela, Colômbia, Equador e Panamá. Economia Economia Angola, Argélia, Líbia, Nigéria, A Venezuela é integrante da OPEP A Venezuela é integrante da OPEP Venezuela, Equador, Arábia Saudita, (Org. dos países exportadores de (Org. dos países exportadores de petróleo) petróleo) Emirados Árabes, Irã, Iraque, Kuwait e Qatar. Os países membros detém quase 80% de toda aaprodução e exportação de petróleo Os países membros detém quase 80% de toda produção e exportação de petróleo do mundo. Com isso, pode-se pensar que há um tipo de “cartel” do petróleo que do mundo. Com isso, pode-se pensar que há um tipo de “cartel” do petróleo que define quem recebe e quanto deve pagar... Se tornando uma enorme força política. define quem recebe e quanto deve pagar... Se tornando uma enorme força política.
  • 7. Golpe de 1992 Golpe de 1992 - Na década de 1980 Arábia Saudita e outros exportadores de petróleo aumentam a produção – Crise econômica -Em 1989 Carlos Andrés Pérez – adequação a cartilha neoliberal imposta pelo FMI -A crise continua e as revoltas se multiplicam -Movimiento Bolivariano Revolucionário 200 – fundado por Chavez em 1982 – Conspiração contra o governo – Traições e FRACASSO. Resultados Resultados Fortalecimento da 14 mortos e 53 feridos Chávez preso esquerda
  • 8. 1994 (Anistia) 1994 (Anistia) Com o fim do mandato do presidente Pérez e a eleição do novo presidente Rafael Rodriguez, os presos políticos são anistiados e dentre eles Hugo Chávez. A insatisfação popular com as condições sociais (pobreza, A insatisfação popular com as condições sociais (pobreza, desemprego, sistema de educação e saúde ineficiente) aumentava a desemprego, sistema de educação e saúde ineficiente) aumentava a cada dia, desde a tentativa de golpe... cada dia, desde a tentativa de golpe... Após a libertação, Chávez que se formou na Academia Militar, entrou Após a libertação, Chávez que se formou na Academia Militar, entrou para a vida política fundando o Partido V República. para a vida política fundando o Partido V República. Em 1998 é eleito Presidente com 56% dos votos. Em 1998 é eleito Presidente com 56% dos votos. Em 1999 inicia seu mandato de 5 anos. Em 1999 inicia seu mandato de 5 anos.
  • 9. Constituição da V República Constituição da V República Ao iniciar seu mandato propõe a criação de uma nova constituição para o país. Em abril de 1999 é colocado em votação um referendo popular sobre o assunto. Resultado: 70% de aprovação. Após a redação concluída, da nova constituição, novo referendo Após a redação concluída, da nova constituição, novo referendo popular foi colocado em votação para aprovação do texto. popular foi colocado em votação para aprovação do texto. Resultado: 71,21% de aprovação. Resultado: 71,21% de aprovação. Ao mesmo tempo que deu maior reconhecimento aos grupos minoritários Ao mesmo tempo que deu maior reconhecimento aos grupos minoritários (Reconhecimentos de direitos culturais e linguísticos dos indígenas) (Reconhecimentos de direitos culturais e linguísticos dos indígenas) possibilitou uma maior centralização do poder do presidente. possibilitou uma maior centralização do poder do presidente. Com a nova constituição uma nova eleição foi feita e o resultado foi Com a nova constituição uma nova eleição foi feita e o resultado foi de 59,7% de Chávez, em 2000. de 59,7% de Chávez, em 2000.
  • 10. Golpe de 2002 Golpe de 2002 A oposição a Chávez crescia desde que a nova constituição foi aprovada dando ao atual presidente maiores poderes. Em 2002 a oposição organiza uma série de eventos contra o presidente. Em 2002 a oposição organiza uma série de eventos contra o presidente. Em 11 de abril, uma passeata contando com milhares de insatisfeitos com o Em 11 de abril, uma passeata contando com milhares de insatisfeitos com o governo é organizada pelo General Lucas Romero (Ministro da Defesa), que vai governo é organizada pelo General Lucas Romero (Ministro da Defesa), que vai a TV e anuncia a renúncia de Chávez. a TV e anuncia a renúncia de Chávez. O golpe foi criticado pela maioria dos países latino-americanos. Apenas a O golpe foi criticado pela maioria dos países latino-americanos. Apenas a Colômbia foi favorável ao evento. Colômbia foi favorável ao evento. No dia 13 de abril Chávez envia mensagem aos seus companheiros No dia 13 de abril Chávez envia mensagem aos seus companheiros dizendo que ele não renunciou, e assim inicia-se a Operação Resgate. dizendo que ele não renunciou, e assim inicia-se a Operação Resgate.
  • 11. Golpe de 2002 No dia seguinte Chávez estava livre. A tentativa de golpe, novamente, acabou servindo para aumentar o A tentativa de golpe, novamente, acabou servindo para aumentar o apoio popular a Chávez. apoio popular a Chávez. Em 2006, houve novas eleições e Chávez aumentou sua margem nas Em 2006, houve novas eleições e Chávez aumentou sua margem nas urnas. Agora vencia com 62,9% dos votos contra Manuel Rosales. urnas. Agora vencia com 62,9% dos votos contra Manuel Rosales. Outros países da América Latina compõem uma realidade Outros países da América Latina compõem uma realidade esquerdista na atualidade. esquerdista na atualidade. Muitos analistas políticos consideram Chávez como “Populista” Muitos analistas políticos consideram Chávez como “Populista”
  • 12. O que significa Populismo? O que significa Populismo? Segundo Dicionário Aurélio: Ação política que toma como Segundo Dicionário Aurélio: Ação política que toma como referência e fonte de legitimidade o cidadão comum, cujos referência e fonte de legitimidade o cidadão comum, cujos interesses pretende representar. interesses pretende representar. Política fundada no aliciamento das classes sociais Política fundada no aliciamento das classes sociais de menor poder aquisitivo. de menor poder aquisitivo. Simpatia pelo povo. Simpatia pelo povo.
  • 13. 4º PODER 4º PODER O quarto poder é uma O quarto poder é uma expressão criada para expressão criada para qualificar, de modo qualificar, de modo livre, o poder das mídias livre, o poder das mídias ou do jornalismo em ou do jornalismo em alusão aos outros três alusão aos outros três poderes poderes típicos típicos do do Estado Estado democrático democrático (Legislativo, (Legislativo, Executivo e Judiciário). Executivo e Judiciário).
  • 14. REFERENDO DE 2008 REFERENDO DE 2008 -- Pressão dos opositores e conforme a lei Pressão dos opositores e conforme a lei vigente vigente -- a a reeleição reeleição não não eraera permitida. permitida. -- Chávez propôs um referendo -- objetivo de Chávez propôs um referendo objetivo de perguntar ao povo se aceitariam um modelo de perguntar ao povo se aceitariam um modelo de reeleição indefinida para cargos políticos -- reeleição indefinida para cargos políticos inclusive o de Presidente. inclusive o de Presidente. A resposta do povo foi SIM. A resposta do povo foi SIM.
  • 15. FUNDADA EM 1960: -Do Oriente Médio: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Irã, Iraque, Kuwait e Qatar. -Da África: Angola, Argélia, Líbia e Nigéria. - Da América do Sul: Equador e Venezuela * Evitar o rebaixamento dos preços do petróleo pelo cartel formado pelas grandes petroleiras (Standard Oil, Royal Dutch Shell, Mobil, Gulf, BP e Standard Oil da Califórnia – as “sete irmãs”). * Estabelecer uma política petrolífera comum a todos os grandes produtores de petróleo do mundo (países membros); * Definir estratégias de produção; * Controlar preços de venda de petróleo no mercado mundial; * Analisar e gerar conhecimentos para os países membros sobre o mercado de petróleo mundial; * Controlar volume de produção de petróleo da organização.
  • 16. MERCOSUL • A Venezuela atualmente tem cadeira definitiva no bloco. Isto lhe garante o direito a Voto e a Veto. • Único entrave e que se opunha era o Paraguai, que devido a sua suspensão momentânea foi motivo para a efetivá-la. • Para cientistas políticos sua entrada rompe com os princípios de adesão pois uma das prerrogativas são as cláusulas democráticas a qual a Venezuela não segue.