SlideShare uma empresa Scribd logo
CRESCER SIM: VARIAÇÃO GENÉTICA DO
CRESCIMENTO DE INFANTIL-JUVENIL-
ADOLESCENTES EM ESTATURA, LINEAR E
LONGITUDINAL. ESTIRÃO – OU SURTO DE
CRESCIMENTO.
AS CARACTERISTICAS GENÉTICA DO CRESCIMENTO DE INFANTIL-
JUVENIL-ADOLESCENTES EM ESTATURA, LINEAR E LONGITUDINAL.
OBJETIVO DESTE ESTUDO É QUANTIFICAR A VARIAÇÃO GENÉTICA E
AMBIENTAL EM PARÂMETROS BIOLÓGICOS DO CRESCIMENTO DE IDADE
EM AMBOS OS SEXOS, UTILIZANDO MODELOS DE EQUAÇÕES
ESTRUTURAIS, COM OS VALORES DO ESTIRÃO OU SURTO DE
CRESCIMENTO, QUE VARIA DE INDIVIDUO E SÃO MUITO OS FATORES QUE
QUE SÃO ENVOLVIDOS NESSAS SITUAÇÕES.
ESTATURA LONGITUDINAL OU LINEAR BAIXA: FATORES DE CRESCIMENTO INSULINA SÍMILE
E PROTEINAS LIGADORAS.: O IGF-2 NO FETO É REGULADO POR EIXO HIPOTALAMO HIP
ESTATURA LONGITUDINAL OU LINEAR BAIXA: FATORES DE CRESCIMENTO INSULINA SÍMILE
E PROTEINAS LIGADORAS.: O IGF-2 NO FETO É REGULADO POR EIXO HIPOTALAMO
HIPOFISÁRIO
Crescimento é o aumento na estrutura do corpo, tendo em
vista a multiplicação e o aumento do tamanho das células,
cessando com o alcance da altura individual máxima
(crescimento linear) (troca celular). Pensando de um modo
mais amplo, ele é um processo dinâmico e contínuo que tem
início na concepção e vai até o final da vida, considerando-se
os fenômenos de substituição e regeneração de tecidos e
órgãos.
Constitui um dos melhores indicadores de saúde e reflete as
condições de vida de uma criança no passado e no presente. O
primeiro estudo longitudinal, historicamente registrado, sobre
o crescimento físico humano foi desenvolvido por Guineau de
Montbeilard (1720-1780). A estatura do seu filho foi medida
semestralmente desde o nascimento até aos 17 anos e 7
meses. Contudo, foi Franz Boas (1858 – 1942) quem deu o
grande impulso à pesquisa Auxológica ao propor,
formalmente, um delineamento sólido e métodos matemáticos
para estudar aspectos das curvas da distância e da
velocidade1.
Ao introduzir as noções de velocidade e pico de crescimento,
bem como ritmos diferenciados no crescimento, abriu a porta
ao grande desafio interpretativo do significado da
variabilidade do crescimento e desenvolvimento humanos. Os
fatores que envolvem tanto o crescimento linear assim como o
crescimento longitudinal, se caracteriza por envolvimento
complexo de fatores genéticos e ambientais. Os fatores
genéticos podem apresentar uma grande quantidade de
mutações que envolveram situações que podem alterar tanto
o crescimento linear como os fatores longitudinais.
Entretanto outros fatores como os ambientais cuja os mais
importantes estão caracterizados como sendo nutricionais,
dietéticos, doenças e exercícios. Mas infelizmente não fica
esses problemas apenas nessas alterações que também
compromete o crescimento de um modo geral, uma
constelação intensa de variáveis podem alterar o crescimento
de um modo geral; secreção do hormônio do crescimento
durante o sono, o hormônio do crescimento plasmático (GH),
insulina, cortisol e glicose foram medidos durante o sono e
em diversos trabalhos de pesquisas dependendo da
quantidade de sono essas substancias envolvidas
apresentaram valores diferentes para mais ou para menos que
envolviam desordens metabólicas em suas secreções.
Algumas dessas substancias relacionadas com o estirão ou
surto de crescimento podem estar envolvidas mas sem
interferir no estirão mas o contrário sem dúvida os
comprometerá por exemplo; ACTH, GnRH, hipo Insulinemia,
Com surtos de testosterona em meninos e estrogênio em
meninas, a puberdade desencadeia uma variedade de
mudanças físicas que levam à maturidade sexual, mas uma
das mais importantes são os estrógenos naturais sem
bloqueio da Aromatase, o que alteração da estatura com
diminuição dos surtos.
As meninas tendem a entrar na puberdade entre as idades de
8 e 13, enquanto seus pares masculinos se juntam a eles mais
tarde, geralmente entre as idades de 10 e 13.
Embora os jorros de crescimento possam ocorrer antes,
durante ou após a puberdade, a maior parte do estirão ou de
crescimento relacionados à puberdade ocorrem no início da
adolescência. Embora o crescimento das meninas tende a
diminuir até a idade de 14 anos, o adolescente médio
continuará crescendo rapidamente até a idade de 16 anos.
Entretanto caso ocorra qualquer disfunção de algum hormônio
ou enzima importante os valores do estirão pode não ser o
esperado e fechar as cartilagens de crescimento, incluído as
diversas substancias autocrina, paracrinas, jusxtacinas entre
outras, o que desencadeará uma menor estatura, e
logicamente até não apresentar o surto ou estirão nas
condições fisiológicas. Portanto quando lhe disse que deverá
esperar a liberação dos surtos espontâneos, isso pode não ser
uma verdade absoluta, principalmente após os trabalhos de
J.Baron et al. Pesquisadores da Harvard University, que
mostra claramente que não é somente o eixo GH -IGF-1, os
responsáveis pelo crescimento, mas grande parte está liga as
placas de crescimento “IN - SITU” publicação da Nature
Reviews Endocrinology – dez 2015 no.12.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neurocientista-Endócrino
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
CONTATO:
Fones: 55(11) 2371-3337 /(11)9.8197-4706 - TIM
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mail: vanderhaagenbrasil@gmail.com
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Joao Santos Caio Jr
http://google.com/+JoaoSantosCaioJr
google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh
google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh
Video
https://www.youtube.com/user/vanderhaagenbrazil1/videos
Instagram
https://instagram.com/clinicascaio/
Wordpress
http://obesidadeinfanto.wordpress.com
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-
23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...
Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...
Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Van Der Häägen Brazil
 
O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...
O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...
O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento ao Nascer
Crescimento ao NascerCrescimento ao Nascer
Crescimento ao Nascer
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Van Der Häägen Brazil
 
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto JuvenilO Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Progesterona, gestação e aborto de repetição
Progesterona, gestação e aborto de repetiçãoProgesterona, gestação e aborto de repetição
Progesterona, gestação e aborto de repetição
Malo Clinic - Ginemed
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Shirley Rodrigues
 
6 3 1 Jma Puberdade
6 3 1 Jma Puberdade6 3 1 Jma Puberdade
6 3 1 Jma Puberdade
maria tique
 
Os Efeitos do Tamanho ao Nascer o Crescimento Durante Infância
Os Efeitos do Tamanho ao Nascer  o Crescimento Durante InfânciaOs Efeitos do Tamanho ao Nascer  o Crescimento Durante Infância
Os Efeitos do Tamanho ao Nascer o Crescimento Durante Infância
Van Der Häägen Brazil
 
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa ÓsseaDesenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Van Der Häägen Brazil
 
Postura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.com
Postura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.comPostura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.com
Postura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.com
Antonio Silva
 
O Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao Crescimento
O Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao CrescimentoO Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao Crescimento
O Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao Crescimento
Van Der Häägen Brazil
 
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Van Der Häägen Brazil
 
Maternidade com óvulos doados
Maternidade com óvulos doadosMaternidade com óvulos doados
Maternidade com óvulos doados
Malo Clinic - Ginemed
 
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-JuvenilCrescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...
Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...
Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...
Van Der Häägen Brazil
 
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
Van Der Häägen Brazil
 
Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...
Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...
Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...
Van Der Häägen Brazil
 
Hormônio de Crescimento
Hormônio de CrescimentoHormônio de Crescimento
Hormônio de Crescimento
Van Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (20)

Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...
Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...
Sintonia fina no manejo da idade óssea de criança, infantil,juvenil;segurança...
 
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
Baixa Estatura o Peso ao Nascer, Crescimento Infanto–Juvenil e Resistência à ...
 
O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...
O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...
O estirão durante o crescimento infanto juvenil poderá ser uma roleta russa p...
 
Crescimento ao Nascer
Crescimento ao NascerCrescimento ao Nascer
Crescimento ao Nascer
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
 
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto JuvenilO Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
O Estirão Durante o Crescimento Infanto Juvenil
 
Progesterona, gestação e aborto de repetição
Progesterona, gestação e aborto de repetiçãoProgesterona, gestação e aborto de repetição
Progesterona, gestação e aborto de repetição
 
Crescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescênciaCrescimento e maturação na infância e adolescência
Crescimento e maturação na infância e adolescência
 
6 3 1 Jma Puberdade
6 3 1 Jma Puberdade6 3 1 Jma Puberdade
6 3 1 Jma Puberdade
 
Os Efeitos do Tamanho ao Nascer o Crescimento Durante Infância
Os Efeitos do Tamanho ao Nascer  o Crescimento Durante InfânciaOs Efeitos do Tamanho ao Nascer  o Crescimento Durante Infância
Os Efeitos do Tamanho ao Nascer o Crescimento Durante Infância
 
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa ÓsseaDesenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
 
Postura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.com
Postura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.comPostura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.com
Postura Cronica Ou Prolongada - www.veterinariodeaves.blogspot.com
 
O Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao Crescimento
O Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao CrescimentoO Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao Crescimento
O Desencadeamento do Desenvolvimento Humano com Relação ao Crescimento
 
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
Gestão do crescimento linear fundamentos do processo crescer infantil juvenil...
 
Maternidade com óvulos doados
Maternidade com óvulos doadosMaternidade com óvulos doados
Maternidade com óvulos doados
 
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-JuvenilCrescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
Crescimento Pré-Puberal, Puberal Infanto-Juvenil
 
Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...
Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...
Estatura Estimada de Criança, de Acordo com Genero Relação com Estatura Média...
 
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
A INFLUÊNCIA DA ASMA NO CRESCIMENTO DA ALTURA LINEAR E LONGITUDINAL DE CRIANÇ...
 
Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...
Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...
Maturação Esquelética Criança, Infantil, Juvenil, Processo Morfológico para T...
 
Hormônio de Crescimento
Hormônio de CrescimentoHormônio de Crescimento
Hormônio de Crescimento
 

Semelhante a Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura

Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticosCrescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de IdadeFatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...
Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...
Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...
Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...
Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Van Der Häägen Brazil
 
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento linear e longitudinal
Crescimento linear e longitudinalCrescimento linear e longitudinal
Crescimento linear e longitudinal
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...
Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...
Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e JuvenilEstatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e JuvenilEstatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura (20)

Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
Estatura abaixo alvo genético diagnóstico clínico laboratorial instrumental e...
 
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
Estatura crescimento infantil juvenil adolescente não depende apenas gh igf-1...
 
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticosCrescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
 
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
Crescer estatural adequado tem um mote de saúde com implicações durante toda ...
 
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de IdadeFatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
Fatores que Influenciam o Crescimento Infantil Somático até os 2 anos de Idade
 
Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...
Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...
Crescer envolvendo baixa estatura maturação do esqueleto “idade óssea” infant...
 
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
Crescer desenvolver puberal em criança,infantil,juvenil,pré adolescente e ado...
 
Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...
Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...
Fatores envolvidos em criança que influenciam crescimento de estatura longitu...
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
 
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
Estirão em Infantil Juvenil, compatível com crescer pré e pubertário na menar...
 
Crescimento linear e longitudinal
Crescimento linear e longitudinalCrescimento linear e longitudinal
Crescimento linear e longitudinal
 
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...Crescimento intraútero, neonatal, criança  gestão do crescer normal desde a f...
Crescimento intraútero, neonatal, criança gestão do crescer normal desde a f...
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
 
Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...
Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...
Importância Esteróides Sexuais no Crescer Fase (Puberal Juvenil Pré Adolescen...
 
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
Crescer estatura em foco infantil mudanças nos seres humanos entre o nascer a...
 
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
Crescer infantil juvenil adolescente o efeito dos fármacos inibidores da arom...
 
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e JuvenilEstatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
Estatura Baixa: Fatores Maternos; do Feto, Neonatal, Criança, Infantil e Juvenil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
 
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
 
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e JuvenilEstatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
Van Der Häägen Brazil
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
Van Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
Van Der Häägen Brazil
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
Van Der Häägen Brazil
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Variação genética do crescimento de infantil juvenil-adolescentes em estatura

  • 1. CRESCER SIM: VARIAÇÃO GENÉTICA DO CRESCIMENTO DE INFANTIL-JUVENIL- ADOLESCENTES EM ESTATURA, LINEAR E LONGITUDINAL. ESTIRÃO – OU SURTO DE CRESCIMENTO. AS CARACTERISTICAS GENÉTICA DO CRESCIMENTO DE INFANTIL- JUVENIL-ADOLESCENTES EM ESTATURA, LINEAR E LONGITUDINAL. OBJETIVO DESTE ESTUDO É QUANTIFICAR A VARIAÇÃO GENÉTICA E AMBIENTAL EM PARÂMETROS BIOLÓGICOS DO CRESCIMENTO DE IDADE EM AMBOS OS SEXOS, UTILIZANDO MODELOS DE EQUAÇÕES ESTRUTURAIS, COM OS VALORES DO ESTIRÃO OU SURTO DE CRESCIMENTO, QUE VARIA DE INDIVIDUO E SÃO MUITO OS FATORES QUE QUE SÃO ENVOLVIDOS NESSAS SITUAÇÕES. ESTATURA LONGITUDINAL OU LINEAR BAIXA: FATORES DE CRESCIMENTO INSULINA SÍMILE E PROTEINAS LIGADORAS.: O IGF-2 NO FETO É REGULADO POR EIXO HIPOTALAMO HIP ESTATURA LONGITUDINAL OU LINEAR BAIXA: FATORES DE CRESCIMENTO INSULINA SÍMILE E PROTEINAS LIGADORAS.: O IGF-2 NO FETO É REGULADO POR EIXO HIPOTALAMO HIPOFISÁRIO
  • 2. Crescimento é o aumento na estrutura do corpo, tendo em vista a multiplicação e o aumento do tamanho das células, cessando com o alcance da altura individual máxima (crescimento linear) (troca celular). Pensando de um modo mais amplo, ele é um processo dinâmico e contínuo que tem início na concepção e vai até o final da vida, considerando-se os fenômenos de substituição e regeneração de tecidos e órgãos.
  • 3. Constitui um dos melhores indicadores de saúde e reflete as condições de vida de uma criança no passado e no presente. O primeiro estudo longitudinal, historicamente registrado, sobre o crescimento físico humano foi desenvolvido por Guineau de Montbeilard (1720-1780). A estatura do seu filho foi medida semestralmente desde o nascimento até aos 17 anos e 7 meses. Contudo, foi Franz Boas (1858 – 1942) quem deu o grande impulso à pesquisa Auxológica ao propor, formalmente, um delineamento sólido e métodos matemáticos para estudar aspectos das curvas da distância e da velocidade1.
  • 4. Ao introduzir as noções de velocidade e pico de crescimento, bem como ritmos diferenciados no crescimento, abriu a porta ao grande desafio interpretativo do significado da variabilidade do crescimento e desenvolvimento humanos. Os fatores que envolvem tanto o crescimento linear assim como o crescimento longitudinal, se caracteriza por envolvimento complexo de fatores genéticos e ambientais. Os fatores genéticos podem apresentar uma grande quantidade de mutações que envolveram situações que podem alterar tanto o crescimento linear como os fatores longitudinais. Entretanto outros fatores como os ambientais cuja os mais importantes estão caracterizados como sendo nutricionais, dietéticos, doenças e exercícios. Mas infelizmente não fica esses problemas apenas nessas alterações que também compromete o crescimento de um modo geral, uma constelação intensa de variáveis podem alterar o crescimento de um modo geral; secreção do hormônio do crescimento durante o sono, o hormônio do crescimento plasmático (GH), insulina, cortisol e glicose foram medidos durante o sono e em diversos trabalhos de pesquisas dependendo da quantidade de sono essas substancias envolvidas apresentaram valores diferentes para mais ou para menos que envolviam desordens metabólicas em suas secreções.
  • 5. Algumas dessas substancias relacionadas com o estirão ou surto de crescimento podem estar envolvidas mas sem interferir no estirão mas o contrário sem dúvida os comprometerá por exemplo; ACTH, GnRH, hipo Insulinemia, Com surtos de testosterona em meninos e estrogênio em meninas, a puberdade desencadeia uma variedade de mudanças físicas que levam à maturidade sexual, mas uma das mais importantes são os estrógenos naturais sem bloqueio da Aromatase, o que alteração da estatura com diminuição dos surtos.
  • 6. As meninas tendem a entrar na puberdade entre as idades de 8 e 13, enquanto seus pares masculinos se juntam a eles mais tarde, geralmente entre as idades de 10 e 13. Embora os jorros de crescimento possam ocorrer antes, durante ou após a puberdade, a maior parte do estirão ou de crescimento relacionados à puberdade ocorrem no início da adolescência. Embora o crescimento das meninas tende a diminuir até a idade de 14 anos, o adolescente médio continuará crescendo rapidamente até a idade de 16 anos. Entretanto caso ocorra qualquer disfunção de algum hormônio ou enzima importante os valores do estirão pode não ser o esperado e fechar as cartilagens de crescimento, incluído as diversas substancias autocrina, paracrinas, jusxtacinas entre outras, o que desencadeará uma menor estatura, e logicamente até não apresentar o surto ou estirão nas condições fisiológicas. Portanto quando lhe disse que deverá esperar a liberação dos surtos espontâneos, isso pode não ser uma verdade absoluta, principalmente após os trabalhos de J.Baron et al. Pesquisadores da Harvard University, que mostra claramente que não é somente o eixo GH -IGF-1, os responsáveis pelo crescimento, mas grande parte está liga as placas de crescimento “IN - SITU” publicação da Nature Reviews Endocrinology – dez 2015 no.12.
  • 7. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neurocientista-Endócrino CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 CONTATO: Fones: 55(11) 2371-3337 /(11)9.8197-4706 - TIM Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mail: vanderhaagenbrasil@gmail.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh Video https://www.youtube.com/user/vanderhaagenbrazil1/videos Instagram https://instagram.com/clinicascaio/ Wordpress http://obesidadeinfanto.wordpress.com Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=- 23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17