SlideShare uma empresa Scribd logo
PACTO 2013PACTO 2013
Língua PortuguesaLíngua Portuguesa
 
PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍSECRETARIA
MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Gerência de Ensino Fundamental
 
PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade
Certa
Língua Portuguesa
CONTRATO DIDÁTICO
. Respeitar as falas dos colegas.
. Esperar a vez de falar.
. Evitar conversas paralelas.
. Respeitar o horário de entrada, intervalo
e saída dos encontros.
. Evitar o uso de celular.
. Colaborar com o café coletivo de acordo
com a agenda definida pelo grupo.
2º ano
Unidade I
CURRÍCULO NO CICLO DECURRÍCULO NO CICLO DE
ALFABETIZAÇÃO: AMPLIANDO OALFABETIZAÇÃO: AMPLIANDO O
DIREITO DE APRENDIZAGEM ADIREITO DE APRENDIZAGEM A
TODAS AS CRIANÇASTODAS AS CRIANÇAS
Entendendo o texto:
a)O que é o direito à aprendizagem?
b)Que saberes devem ser contemplados em
um currículo de alfabetização?
c)Qual a importância do componente
interdisciplinar nos currículos?
OBJETIVOS
•entender a concepção de alfabetização na perspectiva do
letramento;
•aprofundar a compreensão sobre o currículo nos anos iniciais
do Ensino Fundamental e a definição de direitos de
aprendizagem e de desenvolvimento nas áreas da leitura e da
escrita;
•compreender a importância da avaliação no ciclo de
alfabetização, analisando e construindo instrumentos de
avaliação e de registro de aprendizagem;
•construir coletivamente o que se espera em relação aos
direitos de aprendizagem e desenvolvimento no ciclo de
alfabetização.
CURRÍCULO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO:CURRÍCULO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO:
AMPLIANDO O DIREITO DE APRENDIZAGEM AAMPLIANDO O DIREITO DE APRENDIZAGEM A
TODAS AS CRIANÇASTODAS AS CRIANÇAS
• Educação é um direito de todos;
• Todos estudantes tenham acesso ao
conhecimento e avancem nas suas
aprendizagens;
• Garantia que todos os alunos até 3º ano estejam
alfabetizados.
• Educação inclusiva na perspectiva de uma escola
justa, igualitária, com respeito a diversidade e a
heterogeneidade;
• Não só na leitura e na escrita de palavras isoladas;
mas na leitura e produção de textos.
As bases de um currículo inclusivo:As bases de um currículo inclusivo:
• No século XVII, Comênio (ou Comenius) já defendia
que era preciso “ensinar tudo a todos”;
• Esforço conjunto de todos os envolvidos no processo
para
consecução de um fim;
• Favorecimento de aprendizagens significativas em
detrimento de excesso de conteúdo e pouca
profundidade;
• Importância do trabalho interdisciplinar – temas
relevantes (e significativos) ao convívio das crianças
com a sociedade;
• Trabalho com “palavras geradoras” e com “temas
geradores”, como sugerido por Paulo Freire.
O princípio da inclusão:O princípio da inclusão:
(sob o ponto de vista de uma educadora)(sob o ponto de vista de uma educadora)
A avaliação diagnóstica é importante, pois
possibilita elaborar o planejamento, atendendo às
necessidades gerais da turma e às
individualidades das crianças.
Sabemos que não existe turma homogênea,
cada estudante tem suas especificidades, as
quais precisam ser atentamente observadas, a
fim de que possamos desenvolver atividades,
ajudando-os a ganhar autonomia em leitura e
produção de texto. Sabemos também que não é
tão simples.
Atender a todos os estudantes implica
provocar, desafiar, levar a refletir sobre o
Sistema de Escrita Alfabética, entender os
textos que lê.
Ensinar é uma provocação e só ensina
quem aprende, sem esta conscientização, não
atingiremos o objetivo desejado: as
aprendizagens dos estudantes, em todas as
áreas do conhecimento.
Leia o texto e responda as perguntas:
Isabel esticurava um po e o
artamunia a Carmen. Alberto não
pintalucava pos ni tenas, porque
Isabel e Carmen custoniam nipas. (*)
1.Quem esticurava um po?
2.Por que Alberto não pintalucava pos
ni tenas?
3.O que Isabel e Carmen custoniam?
EDUCAÇÃO - PNAICEDUCAÇÃO - PNAIC
Discussão da ampliação do ensino
fundamental para 9 anos e da proposta
de uma organização de alfabetização
em ciclos
Ciclo com conhecimento diversificado e
multifacetado de forma contínua ao
longo de 3 anos.
• Os conteúdos a serem ensinados e
aprendidos;
• As experiências de aprendizagens
escolares a serem vividas pelos alunos;
• Os planos pedagógicos elaborados
pelos professores, escolas e sistemas
educacionais;
Moreira e Candau (2007)Moreira e Candau (2007)
“O Papel do educador no processo
curricular é, assim, fundamental. Ele
é um dos grandes artífices, queria ou
não, da construção dos currículos
que se materializam nas escolas e
sala de aula “
O CURRÍCULO NO CICLO DAO CURRÍCULO NO CICLO DA
ALFABETIZAÇÃOALFABETIZAÇÃO
Norteador das práticas pedagógicas:
Leitura
EscritaEscrita
OralidadeOralidade
SEA –
Sistema de
Escrita
Alfabética
SEA –
Sistema de
Escrita
Alfabética
AlfabetizaçãoAlfabetização
• Ampliação do período de alfabetização
em 3 anos, sem retenção, se justifica
pela possibilidade de o ensino propiciar
a produção e apropriação da escrita e
da leitura baseado nos princípios de
continuidade e aprofundamento
(progressão ) – direito de aprendizagem
necessário de cada ano.
PROPOSTA CURRICULAR DOPROPOSTA CURRICULAR DO
CICLO DE ALFABETIZAÇÃOCICLO DE ALFABETIZAÇÃO
• Conteúdos,
• As experiências,
• Plano de ensino
• Objetivos,
• Os procedimentos,
• Processos avaliativos
“O que”
“para que”
“Como”
“Para quem”
ConteúdosConteúdos
• Significativo e critico
• Valorizando a qualidade e não a
quantidade;
• Estar relacionada com a realidade
social dos alunos;
• Podem ser retomados e
aprofundados de um ano para outro,
ou seja, objetivos semelhantes em
diferentes graus de aprofundamento.
Conforme cartilha conhecida:
“Não basta ler que EVA VIU A UVA. É
preciso compreender qual a posição que
Eva ocupa no contexto social, quem
trabalha para produzir a uva e quem
lucra com esse trabalho”.
Paulo Freire
FOCO CENTRAL DO CICLO DEFOCO CENTRAL DO CICLO DE
ALFABETIZAÇÃO EM 3 ANOSALFABETIZAÇÃO EM 3 ANOS
• Favorece o estabelecimento de
estratégias em que os
conhecimentos sejam
gradativamente apropriados,
por meios de retomadas e
aprofundamentos contínuos,
consequentemente havendo a
consolidação.
PARA CADA ANO OSPARA CADA ANO OS
CONTEÚDOS DEVEM SER:CONTEÚDOS DEVEM SER:
I - INTRODUZIDOS
A - APROFUNDADOS
C - CONSOLIDADO
 Currículo no ciclo de alfabetização
 Currículo no ciclo de alfabetização
TAREFA PARA PRÓXIMO ENCONTROTAREFA PARA PRÓXIMO ENCONTRO
(para casa e escola):
1 - Comparar os quadros de “Direito de
aprendizagem – Língua Portuguesa” e o
documento curricular da Rede de Ensino
(conteúdos)
2 - Aplicar o instrumento de avaliação sugerido
no Portal, preencher o:
“Quadro de acompanhamento de
aprendizagem” e quadro de perfil da turma.
 Currículo no ciclo de alfabetização

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

DIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
DIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESADIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
DIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
Aprender com prazer
 
Slides
SlidesSlides
Avaliação no Ciclo de Alfabetização
Avaliação no Ciclo de AlfabetizaçãoAvaliação no Ciclo de Alfabetização
Avaliação no Ciclo de Alfabetização
Naysa Taboada
 
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Naysa Taboada
 
Pnaic caderno
Pnaic cadernoPnaic caderno
Pnaic caderno
Daniela Menezes
 
1 encontro 1 e 2 momento 2015
1 encontro 1 e 2 momento 20151 encontro 1 e 2 momento 2015
1 encontro 1 e 2 momento 2015
Adriana De Almeida Braga
 
Apresentacao pnaic 2014
Apresentacao pnaic 2014Apresentacao pnaic 2014
Apresentacao pnaic 2014
Wilma Freire
 
Pnaic caderno 10
Pnaic caderno 10Pnaic caderno 10
Pnaic caderno 10
Daniela Menezes
 
2º encontro da unidade 1 avaliação
2º encontro da unidade 1   avaliação2º encontro da unidade 1   avaliação
2º encontro da unidade 1 avaliação
Bete Feliciano
 
U8 - PNAIC - Avaliação e Progressão Escolar
U8 - PNAIC - Avaliação e Progressão EscolarU8 - PNAIC - Avaliação e Progressão Escolar
U8 - PNAIC - Avaliação e Progressão Escolar
Elaine Cruz
 
As práticas cotidianas de alfabetização
As práticas cotidianas de alfabetizaçãoAs práticas cotidianas de alfabetização
As práticas cotidianas de alfabetização
PactoAracatuba
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Bete Feliciano
 
3º encontro pnaic vânia 2015
3º encontro pnaic  vânia 20153º encontro pnaic  vânia 2015
3º encontro pnaic vânia 2015
Wanya Castro
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015
Wanya Castro
 
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8   avaliação e organização do trabalho docenteUnidade 8   avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
Naysa Taboada
 

Mais procurados (15)

DIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
DIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESADIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
DIREITOS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Avaliação no Ciclo de Alfabetização
Avaliação no Ciclo de AlfabetizaçãoAvaliação no Ciclo de Alfabetização
Avaliação no Ciclo de Alfabetização
 
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
Pnaic 30 de julho matutino e vespertino atual (1)
 
Pnaic caderno
Pnaic cadernoPnaic caderno
Pnaic caderno
 
1 encontro 1 e 2 momento 2015
1 encontro 1 e 2 momento 20151 encontro 1 e 2 momento 2015
1 encontro 1 e 2 momento 2015
 
Apresentacao pnaic 2014
Apresentacao pnaic 2014Apresentacao pnaic 2014
Apresentacao pnaic 2014
 
Pnaic caderno 10
Pnaic caderno 10Pnaic caderno 10
Pnaic caderno 10
 
2º encontro da unidade 1 avaliação
2º encontro da unidade 1   avaliação2º encontro da unidade 1   avaliação
2º encontro da unidade 1 avaliação
 
U8 - PNAIC - Avaliação e Progressão Escolar
U8 - PNAIC - Avaliação e Progressão EscolarU8 - PNAIC - Avaliação e Progressão Escolar
U8 - PNAIC - Avaliação e Progressão Escolar
 
As práticas cotidianas de alfabetização
As práticas cotidianas de alfabetizaçãoAs práticas cotidianas de alfabetização
As práticas cotidianas de alfabetização
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
 
3º encontro pnaic vânia 2015
3º encontro pnaic  vânia 20153º encontro pnaic  vânia 2015
3º encontro pnaic vânia 2015
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015
 
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8   avaliação e organização do trabalho docenteUnidade 8   avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
 

Destaque

Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Unidade 7
Bete Feliciano
 
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Bete Feliciano
 
Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1
Bete Feliciano
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Bete Feliciano
 
Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2
Bete Feliciano
 
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Bete Feliciano
 
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
Unidade 4   parte 1, 2 e 3Unidade 4   parte 1, 2 e 3
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
Bete Feliciano
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Bete Feliciano
 
Pauta do 1º encontro cader1no
Pauta do 1º encontro cader1noPauta do 1º encontro cader1no
Pauta do 1º encontro cader1no
Bete Feliciano
 
Alfabetizacao
AlfabetizacaoAlfabetizacao
Alfabetizacao
Magno Oliveira
 
Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2
Bete Feliciano
 
Normas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaofNormas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaof
Eduardo Roque
 
Algumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointAlgumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPoint
José Alemão
 
Alfabetização e letramento (slide)
Alfabetização e letramento (slide)Alfabetização e letramento (slide)
Alfabetização e letramento (slide)
PamelaAschoff
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Patrícia Éderson Dias
 
Pnaic atualizado
Pnaic atualizadoPnaic atualizado
Pnaic atualizado
♥Marcinhatinelli♥
 
PNAIC - Matemática - Alfabetização Matemática
PNAIC - Matemática - Alfabetização MatemáticaPNAIC - Matemática - Alfabetização Matemática
PNAIC - Matemática - Alfabetização Matemática
ElieneDias
 
Pnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubroPnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubro
Naysa Taboada
 

Destaque (18)

Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Unidade 7
 
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
 
Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
 
Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2
 
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
 
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
Unidade 4   parte 1, 2 e 3Unidade 4   parte 1, 2 e 3
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
 
Pauta do 1º encontro cader1no
Pauta do 1º encontro cader1noPauta do 1º encontro cader1no
Pauta do 1º encontro cader1no
 
Alfabetizacao
AlfabetizacaoAlfabetizacao
Alfabetizacao
 
Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2
 
Normas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaofNormas powerpoint esaof
Normas powerpoint esaof
 
Algumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointAlgumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPoint
 
Alfabetização e letramento (slide)
Alfabetização e letramento (slide)Alfabetização e letramento (slide)
Alfabetização e letramento (slide)
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
 
Pnaic atualizado
Pnaic atualizadoPnaic atualizado
Pnaic atualizado
 
PNAIC - Matemática - Alfabetização Matemática
PNAIC - Matemática - Alfabetização MatemáticaPNAIC - Matemática - Alfabetização Matemática
PNAIC - Matemática - Alfabetização Matemática
 
Pnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubroPnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubro
 

Semelhante a Currículo no ciclo de alfabetização

Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...
Dilma Teles
 
Anexo 038 relato aluna simone
Anexo 038   relato aluna simoneAnexo 038   relato aluna simone
Anexo 038 relato aluna simone
Regina Helena Souza Ferreira
 
PNAIC - Ano 2 unidade 8
PNAIC - Ano 2  unidade 8PNAIC - Ano 2  unidade 8
PNAIC - Ano 2 unidade 8
ElieneDias
 
Pré-Projeto de Pesquisa
Pré-Projeto de PesquisaPré-Projeto de Pesquisa
Pré-Projeto de Pesquisa
Jose Arnaldo Silva
 
Segunda reunião de coordenadores
Segunda reunião de coordenadoresSegunda reunião de coordenadores
Segunda reunião de coordenadores
Rosemary Batista
 
PNAIC Ano 02 unidde 07
PNAIC Ano 02 unidde 07PNAIC Ano 02 unidde 07
PNAIC Ano 02 unidde 07
ElieneDias
 
Projeto de leitur1
Projeto de leitur1Projeto de leitur1
DIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptx
DIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptxDIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptx
DIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptx
Valci Pires
 
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
Educação fundamental   orintações gerais português e matemáticaEducação fundamental   orintações gerais português e matemática
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
pedagogiaaoaopedaletra.com Mendonca
 
2º encontro
2º encontro2º encontro
2º encontro
SolVenezzani
 
interdisciplinaridade
interdisciplinaridadeinterdisciplinaridade
interdisciplinaridade
Rhaykaisa
 
Currículo i
Currículo iCurrículo i
Currículo i
Ananda Lima
 
Projeto de leitura
Projeto de leituraProjeto de leitura
Projeto de leitura
Daniel Campos
 
PNAIC - Sintese unidade 6
PNAIC - Sintese  unidade 6PNAIC - Sintese  unidade 6
PNAIC - Sintese unidade 6
ElieneDias
 
Ano 2 unidade_8_miolo
Ano 2 unidade_8_mioloAno 2 unidade_8_miolo
Ano 2 unidade_8_miolo
Fabiana Barbom Mendes
 
Currículo
Currículo Currículo
Currículo
Ananda Lima
 
Memorial (1)
Memorial (1)Memorial (1)
Memorial (1)
Jucélia Da Hora
 
Reunião de 15 de março.
Reunião de 15 de março.Reunião de 15 de março.
Reunião de 15 de março.
anadarc
 
Alfabetização na prática
Alfabetização na práticaAlfabetização na prática
Alfabetização na prática
EdileneBarbosa18
 
Universidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahiaUniversidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahia
Jucélia Da Hora
 

Semelhante a Currículo no ciclo de alfabetização (20)

Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa currículo no ciclo de alfabe...
 
Anexo 038 relato aluna simone
Anexo 038   relato aluna simoneAnexo 038   relato aluna simone
Anexo 038 relato aluna simone
 
PNAIC - Ano 2 unidade 8
PNAIC - Ano 2  unidade 8PNAIC - Ano 2  unidade 8
PNAIC - Ano 2 unidade 8
 
Pré-Projeto de Pesquisa
Pré-Projeto de PesquisaPré-Projeto de Pesquisa
Pré-Projeto de Pesquisa
 
Segunda reunião de coordenadores
Segunda reunião de coordenadoresSegunda reunião de coordenadores
Segunda reunião de coordenadores
 
PNAIC Ano 02 unidde 07
PNAIC Ano 02 unidde 07PNAIC Ano 02 unidde 07
PNAIC Ano 02 unidde 07
 
Projeto de leitur1
Projeto de leitur1Projeto de leitur1
Projeto de leitur1
 
DIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptx
DIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptxDIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptx
DIA 29 MAIO SLIDES DEFINITIVOS FORMAÇÃO INGLÊS.pptx
 
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
Educação fundamental   orintações gerais português e matemáticaEducação fundamental   orintações gerais português e matemática
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
 
2º encontro
2º encontro2º encontro
2º encontro
 
interdisciplinaridade
interdisciplinaridadeinterdisciplinaridade
interdisciplinaridade
 
Currículo i
Currículo iCurrículo i
Currículo i
 
Projeto de leitura
Projeto de leituraProjeto de leitura
Projeto de leitura
 
PNAIC - Sintese unidade 6
PNAIC - Sintese  unidade 6PNAIC - Sintese  unidade 6
PNAIC - Sintese unidade 6
 
Ano 2 unidade_8_miolo
Ano 2 unidade_8_mioloAno 2 unidade_8_miolo
Ano 2 unidade_8_miolo
 
Currículo
Currículo Currículo
Currículo
 
Memorial (1)
Memorial (1)Memorial (1)
Memorial (1)
 
Reunião de 15 de março.
Reunião de 15 de março.Reunião de 15 de março.
Reunião de 15 de março.
 
Alfabetização na prática
Alfabetização na práticaAlfabetização na prática
Alfabetização na prática
 
Universidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahiaUniversidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahia
 

Mais de Bete Feliciano

Leitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O TempoLeitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O Tempo
Bete Feliciano
 
JOGO DO NIM
JOGO DO NIMJOGO DO NIM
JOGO DO NIM
Bete Feliciano
 
Leitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começaLeitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começa
Bete Feliciano
 
Calendário 2014
Calendário 2014Calendário 2014
Calendário 2014
Bete Feliciano
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
Bete Feliciano
 
Branca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete AnõesBranca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete Anões
Bete Feliciano
 
Pauta Unidade 8
Pauta Unidade 8Pauta Unidade 8
Pauta Unidade 8
Bete Feliciano
 
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadasQuadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
Bete Feliciano
 
Folha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os gruposFolha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os grupos
Bete Feliciano
 
Diversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana BelinkyDiversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana Belinky
Bete Feliciano
 
Pauta Unidade 7
Pauta Unidade 7Pauta Unidade 7
Pauta Unidade 7
Bete Feliciano
 
Portifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesPortifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - Orientações
Bete Feliciano
 
Amigo chocolate
Amigo chocolateAmigo chocolate
Amigo chocolate
Bete Feliciano
 
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaSequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
Bete Feliciano
 
Pauta Unidade 6
Pauta Unidade 6Pauta Unidade 6
Pauta Unidade 6
Bete Feliciano
 
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel SoléObjetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Bete Feliciano
 
Unidade 5 10º e 11º encontro
Unidade 5   10º e 11º encontroUnidade 5   10º e 11º encontro
Unidade 5 10º e 11º encontro
Bete Feliciano
 
Asa de Papel
Asa de PapelAsa de Papel
Asa de Papel
Bete Feliciano
 
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
Bete Feliciano
 
11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
Bete Feliciano
 

Mais de Bete Feliciano (20)

Leitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O TempoLeitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O Tempo
 
JOGO DO NIM
JOGO DO NIMJOGO DO NIM
JOGO DO NIM
 
Leitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começaLeitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começa
 
Calendário 2014
Calendário 2014Calendário 2014
Calendário 2014
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
 
Branca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete AnõesBranca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete Anões
 
Pauta Unidade 8
Pauta Unidade 8Pauta Unidade 8
Pauta Unidade 8
 
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadasQuadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
 
Folha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os gruposFolha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os grupos
 
Diversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana BelinkyDiversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana Belinky
 
Pauta Unidade 7
Pauta Unidade 7Pauta Unidade 7
Pauta Unidade 7
 
Portifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesPortifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - Orientações
 
Amigo chocolate
Amigo chocolateAmigo chocolate
Amigo chocolate
 
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaSequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
 
Pauta Unidade 6
Pauta Unidade 6Pauta Unidade 6
Pauta Unidade 6
 
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel SoléObjetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
 
Unidade 5 10º e 11º encontro
Unidade 5   10º e 11º encontroUnidade 5   10º e 11º encontro
Unidade 5 10º e 11º encontro
 
Asa de Papel
Asa de PapelAsa de Papel
Asa de Papel
 
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
 
11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
 

Último

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 

Currículo no ciclo de alfabetização

  • 1. PACTO 2013PACTO 2013 Língua PortuguesaLíngua Portuguesa   PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍSECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Gerência de Ensino Fundamental   PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa Língua Portuguesa
  • 2. CONTRATO DIDÁTICO . Respeitar as falas dos colegas. . Esperar a vez de falar. . Evitar conversas paralelas. . Respeitar o horário de entrada, intervalo e saída dos encontros. . Evitar o uso de celular. . Colaborar com o café coletivo de acordo com a agenda definida pelo grupo.
  • 3. 2º ano Unidade I CURRÍCULO NO CICLO DECURRÍCULO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO: AMPLIANDO OALFABETIZAÇÃO: AMPLIANDO O DIREITO DE APRENDIZAGEM ADIREITO DE APRENDIZAGEM A TODAS AS CRIANÇASTODAS AS CRIANÇAS
  • 4. Entendendo o texto: a)O que é o direito à aprendizagem? b)Que saberes devem ser contemplados em um currículo de alfabetização? c)Qual a importância do componente interdisciplinar nos currículos?
  • 5. OBJETIVOS •entender a concepção de alfabetização na perspectiva do letramento; •aprofundar a compreensão sobre o currículo nos anos iniciais do Ensino Fundamental e a definição de direitos de aprendizagem e de desenvolvimento nas áreas da leitura e da escrita; •compreender a importância da avaliação no ciclo de alfabetização, analisando e construindo instrumentos de avaliação e de registro de aprendizagem; •construir coletivamente o que se espera em relação aos direitos de aprendizagem e desenvolvimento no ciclo de alfabetização.
  • 6. CURRÍCULO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO:CURRÍCULO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO: AMPLIANDO O DIREITO DE APRENDIZAGEM AAMPLIANDO O DIREITO DE APRENDIZAGEM A TODAS AS CRIANÇASTODAS AS CRIANÇAS • Educação é um direito de todos; • Todos estudantes tenham acesso ao conhecimento e avancem nas suas aprendizagens; • Garantia que todos os alunos até 3º ano estejam alfabetizados. • Educação inclusiva na perspectiva de uma escola justa, igualitária, com respeito a diversidade e a heterogeneidade; • Não só na leitura e na escrita de palavras isoladas; mas na leitura e produção de textos.
  • 7. As bases de um currículo inclusivo:As bases de um currículo inclusivo: • No século XVII, Comênio (ou Comenius) já defendia que era preciso “ensinar tudo a todos”; • Esforço conjunto de todos os envolvidos no processo para consecução de um fim; • Favorecimento de aprendizagens significativas em detrimento de excesso de conteúdo e pouca profundidade; • Importância do trabalho interdisciplinar – temas relevantes (e significativos) ao convívio das crianças com a sociedade; • Trabalho com “palavras geradoras” e com “temas geradores”, como sugerido por Paulo Freire.
  • 8. O princípio da inclusão:O princípio da inclusão: (sob o ponto de vista de uma educadora)(sob o ponto de vista de uma educadora) A avaliação diagnóstica é importante, pois possibilita elaborar o planejamento, atendendo às necessidades gerais da turma e às individualidades das crianças. Sabemos que não existe turma homogênea, cada estudante tem suas especificidades, as quais precisam ser atentamente observadas, a fim de que possamos desenvolver atividades, ajudando-os a ganhar autonomia em leitura e produção de texto. Sabemos também que não é tão simples.
  • 9. Atender a todos os estudantes implica provocar, desafiar, levar a refletir sobre o Sistema de Escrita Alfabética, entender os textos que lê. Ensinar é uma provocação e só ensina quem aprende, sem esta conscientização, não atingiremos o objetivo desejado: as aprendizagens dos estudantes, em todas as áreas do conhecimento.
  • 10. Leia o texto e responda as perguntas: Isabel esticurava um po e o artamunia a Carmen. Alberto não pintalucava pos ni tenas, porque Isabel e Carmen custoniam nipas. (*) 1.Quem esticurava um po? 2.Por que Alberto não pintalucava pos ni tenas? 3.O que Isabel e Carmen custoniam?
  • 11. EDUCAÇÃO - PNAICEDUCAÇÃO - PNAIC Discussão da ampliação do ensino fundamental para 9 anos e da proposta de uma organização de alfabetização em ciclos Ciclo com conhecimento diversificado e multifacetado de forma contínua ao longo de 3 anos.
  • 12. • Os conteúdos a serem ensinados e aprendidos; • As experiências de aprendizagens escolares a serem vividas pelos alunos; • Os planos pedagógicos elaborados pelos professores, escolas e sistemas educacionais;
  • 13. Moreira e Candau (2007)Moreira e Candau (2007) “O Papel do educador no processo curricular é, assim, fundamental. Ele é um dos grandes artífices, queria ou não, da construção dos currículos que se materializam nas escolas e sala de aula “
  • 14. O CURRÍCULO NO CICLO DAO CURRÍCULO NO CICLO DA ALFABETIZAÇÃOALFABETIZAÇÃO Norteador das práticas pedagógicas: Leitura EscritaEscrita OralidadeOralidade SEA – Sistema de Escrita Alfabética SEA – Sistema de Escrita Alfabética
  • 15. AlfabetizaçãoAlfabetização • Ampliação do período de alfabetização em 3 anos, sem retenção, se justifica pela possibilidade de o ensino propiciar a produção e apropriação da escrita e da leitura baseado nos princípios de continuidade e aprofundamento (progressão ) – direito de aprendizagem necessário de cada ano.
  • 16. PROPOSTA CURRICULAR DOPROPOSTA CURRICULAR DO CICLO DE ALFABETIZAÇÃOCICLO DE ALFABETIZAÇÃO • Conteúdos, • As experiências, • Plano de ensino • Objetivos, • Os procedimentos, • Processos avaliativos “O que” “para que” “Como” “Para quem”
  • 17. ConteúdosConteúdos • Significativo e critico • Valorizando a qualidade e não a quantidade; • Estar relacionada com a realidade social dos alunos; • Podem ser retomados e aprofundados de um ano para outro, ou seja, objetivos semelhantes em diferentes graus de aprofundamento.
  • 18. Conforme cartilha conhecida: “Não basta ler que EVA VIU A UVA. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho”. Paulo Freire
  • 19. FOCO CENTRAL DO CICLO DEFOCO CENTRAL DO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO EM 3 ANOSALFABETIZAÇÃO EM 3 ANOS • Favorece o estabelecimento de estratégias em que os conhecimentos sejam gradativamente apropriados, por meios de retomadas e aprofundamentos contínuos, consequentemente havendo a consolidação.
  • 20. PARA CADA ANO OSPARA CADA ANO OS CONTEÚDOS DEVEM SER:CONTEÚDOS DEVEM SER: I - INTRODUZIDOS A - APROFUNDADOS C - CONSOLIDADO
  • 23. TAREFA PARA PRÓXIMO ENCONTROTAREFA PARA PRÓXIMO ENCONTRO (para casa e escola): 1 - Comparar os quadros de “Direito de aprendizagem – Língua Portuguesa” e o documento curricular da Rede de Ensino (conteúdos) 2 - Aplicar o instrumento de avaliação sugerido no Portal, preencher o: “Quadro de acompanhamento de aprendizagem” e quadro de perfil da turma.