SlideShare uma empresa Scribd logo
Introdução a
Sociologia
Prof. Geovanio Rodrigues
QUINTANEIRO, Tania;
BARBOSA, Maria Ligia de
Oliveira; OLIVEIRA, Márcia
Gardênia Monteiro. Um toque
de clássicos: Marx, Durkheim
e Weber. 2. ed. rev. amp. Belo
Horizonte: Editora UFMG,
2002.
APRESENTAÇÃO DO/A AUTOR DA OBRA
Tania Quintaneiro
É graduada em Ciências
Sociais, com mestrado em
Ciência Política pela UFMG
onde se aposentou como
professora do
Departamento de
Sociologia e Antropologia
da mesma instituição.
Maria Ligia de
Oliveira Barbosa
É socióloga, tem doutorado
pela Universidade Federal
de Campinas e pós-
doutorado em Economie e
Sociologie de
i’Education pelo Institute
pour la Recherche, na
Universidade da Borgonha.
Márcia Gardênia
Monteiro de Oliveira
É professora da UFMG.
PERSPECTIVA TEÓRICA DA OBRA
O livro além de sugerir e discutir sociologia, traz uma síntese sobre os aspetos
sociológicos da história, com base em fundamentos de Karl Marx, Émile Durkheim e
Max Weber. A obra traz separada em 4 principais capítulos a ampla herança literária
deixada pelos três pensadores. A especificidade do trabalho de cada autor, assim como
os métodos de estudo de cada um deles. Também traz perspectivas e conceitos da
sociologia de cada autor e mostra como elas se diferenciam e as vezes se ligam de tal
maneira que se a sociologia pudesse ser descrita em forma geométrica, com certeza
seria um triângulo, com um pensador em cada ponta, com suas bases se apoiando.
BREVE SÍNTESE DA OBRA
O livro “Um Toque de Clássicos” faz referência às transformações que aconteceram através da
industrialização e refere-se também aos fatos ocorridos antes da sociologia como ciência. Foi
através de Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber que os fundamentos da sociologia e a
própria sociologia foram estabelecidos como ciência de fato, passado a se transformar em
disciplina acadêmica. A ciência sociológica surgiu para entender os novos modelos de sociedade,
seus sistemas organizacionais e seus alicerces.
PRINCIPAIS TESES DESENVOLVIDAS NA
OBRA
A obra “Um Toque de Clássicos” faz uma ligação entre todos os aspectos sociológicos, com as
transformações ocorridas pela revolução industrial e como elas afetaram a maneira de viver e pensar.
É sabido que com a revolução industrial o capitalismo ganhou força, fazendo com que as famílias se
aventurassem buscando melhores condições de trabalho nas cidades, que cresceram absurdamente
rápido. Como esse crescimento não foi planejado, ele trouxe vários problemas junto, como doenças,
fome, falta de saneamento básico, etc., principalmente para os mais pobres. E todo esse transtorno
diminuiu a taxa de expectativa de vida absurdamente. Muitas mudanças ocorreram também na
família. A mulher passa a ter valor familiar e a criança deixa de ser um mini adulto e passa a ser
tratada como tal. Também após a revolução, o casamento deixou de ser unicamente por negócio, e
surgiu o amor romântico. pessoas se casavam por amor.
PRINCIPAIS TESES DESENVOLVIDAS NA
OBRA
Com toda essa mudança de costumes, valores e pensamentos, surgiu também a reforma
protestante. As pessoas cada vez mais contestavam a divindade e a autoridade da igreja. Elas
passaram a crer na razão, ou seja, pensar por que a igreja dominava tudo e onde se mantinha o
poder. O individuo conquistou assim direitos e autonomia sobre si próprio.
Esses foram alguns fatores que antecederam a sociologia. Foram através dessas mudanças que
algumas formas de pensar e alguns nomes ganharam destaque. na filosofia grega temos
Rousseau, Thomas Hobbes e Descartes. E na literatura francesa Conde de Saint-Simon, que
chegou a conclusão que os fenômenos sociais estariam sob a lei e que a razão era necessária
para controlar a ordem na nova sociedade. Claude Henri de Rouvroy..
KARL MARX
Com o fundamento da sociologia, a obra de Karl Marx ganha destaque. Ele é o
primeiro grande sociólogo da história. Muito do pensamento Marxista tem
influência e parcerias de Hegel e Engels. Na teoria de Marx, encontra-se uma
crítica ao capitalismo. Em seu método dialético ele aponta as contradições da
sociedade que resulta na negação de uma ordem. Para Marx, a sociedade teria
que ser criticada para então revelar sua potencialidade.
Um toque de clássicos
KARL MARX
Segundo Marx também, o homem só estabelece relações devido ao meio em que vive e produz. essa
perspectiva materialista, tudo que o homem produz e consome é base do primeiro momento histórico da
produção de vida material.
Marx aponta a diferença entre homem e animal no modo como se relacionam com a natureza. Segundo
ele, o animal usa da natureza de forma inconsciente, servindo-se apenas do que lhe é necessário. O
homem usa da natureza de forma consciente, acumulando o que não é necessário. E através do trabalho,
que é a atividade humana principal, o homem consegue um domínio sobre a natureza. Marx aponta
também que os homens herdam certas formas de trabalho de gerações antigas e as modificam conforme o
seu tempo, isso de geração para geração, fazendo uso das divisões de trabalho, que no pensamento
marxista, o capitalismo causa a alienação do individuo. Marx aponta que o aumento da produção
desencadeou o surgimento das classes sociais e com elas a luta de classes. Segundo ele, a luta de classes
foi a principal ferramenta para as principais mudanças e transformações na história.
KARL MARX
A idéia principal marxista é o capitalismo e as formas
socioeconômicas. De um lado o trabalhador que oferece
sua forca e seu trabalho, do outro o empregador com o
salário em troca do seu trabalho. Para Marx, o capitalismo
pode ser extinto se houver uma grande revolução social,
pois o trabalhador vê o trabalho com uma simples forma
de existir.
Para finalizar, Marx afirma que o comunismo é a grande
solução para o futuro, pois da ao homem poder na
sociedade. e seria uma nova forma consciente de
construir a sociedade humana.
ÉMILE DURKHEIM
Émile Durkheim foi um francês, pensador e sociólogo, apareceu em meio
as guerras na Europa, defendendo a ideia de que o individuo somente
avança, só se aperfeiçoa pela lei do progresso.
Segundo o pensamento Durkheimiano, o coletivo era o que produzia a
sociologia, através dos fatos sociais, que estava presente em todos os
indivíduos de uma sociedade. O pensador afirma que a sociedade não é
limitada, ela se transforma segundo as maneiras de agir do indivíduo e
segundo as suas maneiras de ser (que são naturais mas que se
transformam junto com a sociedade).
ÉMILE DURKHEIM
Para o autor, os fatos sociais são constituídos de conceitos e vivências, e para analisá-los devem
tratar fatos sociais como “coisas” e separá-los de alguma pré-noção para conseguir analisar o
fato em si.
Para Durkheim, para o homem viver em sociedade, é necessário ele estar sob regras e preceitos
morais. E para ele, o homem se torna livre a partir do momento em que a sociedade busca um
bem comum.
Um toque de clássicos
MAX WEBER
O alemão Max Weber sofreu grande influência dos também pensadores
Marx e Nietzsche, que abordavam o capitalismo ocidental, mostrando
como as ideias e fatores materiais intervinham na sociologia.
Weber determinou o posicionamento que um cientista deve assumir, sem
levar em consideração seus próprios pensamentos e ideias, sem julgar a
partir deles e sem camuflá-los como fatos sociais. Weber também
consegue distinguir ciência de política, sendo a ciência racional, trazendo
esclarecimento e conhecimento, tendo como obrigação dizer a verdade. E
a política sendo reflexão da ação do homem.
MAX WEBER
Weber aponta que as ciências sociais buscam compreender os eventos culturais, a vida que
rodeia o homem, com todas as suas particularidades. E são esses fatos particulares que esses
cientistas devem estudar.
O conceito de tipo ideal, criado por Weber, ajuda o cientista na análise da sociologia. O tipo
ideal ajuda na compreensão da realidade.
Na sociologia Weberiana, ação e ação social são fundamentais, onde toda conduta humana é
considerada como ação.
MAX WEBER: TIPO IDEAL
Avalia-se as relações sociais de diversas sociedades em um dado
contexto histórico, buscando-se tendências que possam fornecer
parâmetros para o tipo ideal.
A partir da fase anterior, cria-se um conceito básico, como um
modelo com características bem marcadas.
Nenhum caso particular irá coincidir totalmente com as
características do tipo ideal, mas o analista poderá estabelecer
comparações e relações de cada caso prático com o modelo teórico.
Um toque de clássicos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria Marxista
Teoria MarxistaTeoria Marxista
Teoria Marxista
Isabella Silva
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
Lucas Justino
 
Sociologia karl marx
Sociologia   karl marxSociologia   karl marx
Sociologia karl marx
Paulo Alexandre
 
O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO
Rudolf Rotchild Costa Cavalcante
 
Trabalho e Sociedade
Trabalho e SociedadeTrabalho e Sociedade
Trabalho e Sociedade
Portal do Vestibulando
 
Marxismo
MarxismoMarxismo
Estratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade SocialEstratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade Social
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos
Beatriz Dantas
 
Sociologia espaco urbano_13
Sociologia espaco urbano_13Sociologia espaco urbano_13
Sociologia espaco urbano_13
Loredana Ruffo
 
Florestan Fernandes
Florestan FernandesFlorestan Fernandes
Florestan Fernandes
Danielle Alexia
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
Lucas Origuela
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Karl marx
Fatima Freitas
 
Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
Paula P.
 
Alienação e-trabalho
Alienação e-trabalhoAlienação e-trabalho
Alienação e-trabalho
Edirlene Fraga
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
rblfilos
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do TrabalhoSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Turma Olímpica
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
Elisama Lopes
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
Portal do Vestibulando
 

Mais procurados (20)

Teoria Marxista
Teoria MarxistaTeoria Marxista
Teoria Marxista
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
 
Sociologia karl marx
Sociologia   karl marxSociologia   karl marx
Sociologia karl marx
 
O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO O MUNDO DO TRABALHO
O MUNDO DO TRABALHO
 
Trabalho e Sociedade
Trabalho e SociedadeTrabalho e Sociedade
Trabalho e Sociedade
 
Marxismo
MarxismoMarxismo
Marxismo
 
Estratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade SocialEstratificação e Desigualdade Social
Estratificação e Desigualdade Social
 
Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos
 
Sociologia espaco urbano_13
Sociologia espaco urbano_13Sociologia espaco urbano_13
Sociologia espaco urbano_13
 
Florestan Fernandes
Florestan FernandesFlorestan Fernandes
Florestan Fernandes
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Karl marx
 
Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)
 
Karl marx
Karl marxKarl marx
Karl marx
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
Alienação e-trabalho
Alienação e-trabalhoAlienação e-trabalho
Alienação e-trabalho
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do TrabalhoSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Divisão Social do Trabalho
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
 

Semelhante a Um toque de clássicos

Mam 251
Mam 251 Mam 251
Mam 251
Carmem Rocha
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Daniele Rubim
 
Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia  Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia
Maira Conde
 
Karl Marx
Karl MarxKarl Marx
Karl Marx
Wagner Stefani
 
Atrigo. sociologia1 original
Atrigo. sociologia1 originalAtrigo. sociologia1 original
Atrigo. sociologia1 original
Gil Salles
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
e neto
 
A CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARX
A CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARXA CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARX
A CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARX
HisrelBlog
 
Cp aula 2
Cp aula 2Cp aula 2
Cp aula 2
Maira Conde
 
Sociologia clássica 1
Sociologia clássica 1Sociologia clássica 1
Sociologia clássica 1
Douglas Gregorio
 
Aula 1 soc em
Aula 1   soc emAula 1   soc em
Aula 1 soc em
Walney M.F
 
Atividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheimAtividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades Diversas Cláudia
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
Marklin's lady
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
Marklin's lady
 
As origens e os principais teóricos da sociologia
As origens e os principais teóricos  da sociologiaAs origens e os principais teóricos  da sociologia
As origens e os principais teóricos da sociologia
Lucio Oliveira
 
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaA ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
Fernando Alcoforado
 
Sociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptx
Sociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptxSociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptx
Sociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptx
EuvaristaFernandesAl
 
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptxAula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
LucianoSoares624804
 
Pensadores Da Sociologia
Pensadores Da Sociologia Pensadores Da Sociologia
Pensadores Da Sociologia
breckenfeld
 
Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)
Paula Meyer Piagentini
 
O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?
Roberto Izoton
 

Semelhante a Um toque de clássicos (20)

Mam 251
Mam 251 Mam 251
Mam 251
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
 
Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia  Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia
 
Karl Marx
Karl MarxKarl Marx
Karl Marx
 
Atrigo. sociologia1 original
Atrigo. sociologia1 originalAtrigo. sociologia1 original
Atrigo. sociologia1 original
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
 
A CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARX
A CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARXA CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARX
A CONCEPÇÃO FILO/SOCIOLÓGICA DE KARL MARX
 
Cp aula 2
Cp aula 2Cp aula 2
Cp aula 2
 
Sociologia clássica 1
Sociologia clássica 1Sociologia clássica 1
Sociologia clássica 1
 
Aula 1 soc em
Aula 1   soc emAula 1   soc em
Aula 1 soc em
 
Atividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheimAtividades comte, marx, weber, durkheim
Atividades comte, marx, weber, durkheim
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
 
O que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica MarklineO que é sociologia- Jéssica Markline
O que é sociologia- Jéssica Markline
 
As origens e os principais teóricos da sociologia
As origens e os principais teóricos  da sociologiaAs origens e os principais teóricos  da sociologia
As origens e os principais teóricos da sociologia
 
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaA ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
 
Sociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptx
Sociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptxSociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptx
Sociologia e extensão rural-Victor Fernandes.pptx
 
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptxAula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
Aula - Conceito Geral da Sociologia.pptx
 
Pensadores Da Sociologia
Pensadores Da Sociologia Pensadores Da Sociologia
Pensadores Da Sociologia
 
Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)
 
O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?O que é e como surgiu a sociologia?
O que é e como surgiu a sociologia?
 

Último

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 

Um toque de clássicos

  • 1. Introdução a Sociologia Prof. Geovanio Rodrigues QUINTANEIRO, Tania; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia Gardênia Monteiro. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim e Weber. 2. ed. rev. amp. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.
  • 2. APRESENTAÇÃO DO/A AUTOR DA OBRA Tania Quintaneiro É graduada em Ciências Sociais, com mestrado em Ciência Política pela UFMG onde se aposentou como professora do Departamento de Sociologia e Antropologia da mesma instituição. Maria Ligia de Oliveira Barbosa É socióloga, tem doutorado pela Universidade Federal de Campinas e pós- doutorado em Economie e Sociologie de i’Education pelo Institute pour la Recherche, na Universidade da Borgonha. Márcia Gardênia Monteiro de Oliveira É professora da UFMG.
  • 3. PERSPECTIVA TEÓRICA DA OBRA O livro além de sugerir e discutir sociologia, traz uma síntese sobre os aspetos sociológicos da história, com base em fundamentos de Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber. A obra traz separada em 4 principais capítulos a ampla herança literária deixada pelos três pensadores. A especificidade do trabalho de cada autor, assim como os métodos de estudo de cada um deles. Também traz perspectivas e conceitos da sociologia de cada autor e mostra como elas se diferenciam e as vezes se ligam de tal maneira que se a sociologia pudesse ser descrita em forma geométrica, com certeza seria um triângulo, com um pensador em cada ponta, com suas bases se apoiando.
  • 4. BREVE SÍNTESE DA OBRA O livro “Um Toque de Clássicos” faz referência às transformações que aconteceram através da industrialização e refere-se também aos fatos ocorridos antes da sociologia como ciência. Foi através de Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber que os fundamentos da sociologia e a própria sociologia foram estabelecidos como ciência de fato, passado a se transformar em disciplina acadêmica. A ciência sociológica surgiu para entender os novos modelos de sociedade, seus sistemas organizacionais e seus alicerces.
  • 5. PRINCIPAIS TESES DESENVOLVIDAS NA OBRA A obra “Um Toque de Clássicos” faz uma ligação entre todos os aspectos sociológicos, com as transformações ocorridas pela revolução industrial e como elas afetaram a maneira de viver e pensar. É sabido que com a revolução industrial o capitalismo ganhou força, fazendo com que as famílias se aventurassem buscando melhores condições de trabalho nas cidades, que cresceram absurdamente rápido. Como esse crescimento não foi planejado, ele trouxe vários problemas junto, como doenças, fome, falta de saneamento básico, etc., principalmente para os mais pobres. E todo esse transtorno diminuiu a taxa de expectativa de vida absurdamente. Muitas mudanças ocorreram também na família. A mulher passa a ter valor familiar e a criança deixa de ser um mini adulto e passa a ser tratada como tal. Também após a revolução, o casamento deixou de ser unicamente por negócio, e surgiu o amor romântico. pessoas se casavam por amor.
  • 6. PRINCIPAIS TESES DESENVOLVIDAS NA OBRA Com toda essa mudança de costumes, valores e pensamentos, surgiu também a reforma protestante. As pessoas cada vez mais contestavam a divindade e a autoridade da igreja. Elas passaram a crer na razão, ou seja, pensar por que a igreja dominava tudo e onde se mantinha o poder. O individuo conquistou assim direitos e autonomia sobre si próprio. Esses foram alguns fatores que antecederam a sociologia. Foram através dessas mudanças que algumas formas de pensar e alguns nomes ganharam destaque. na filosofia grega temos Rousseau, Thomas Hobbes e Descartes. E na literatura francesa Conde de Saint-Simon, que chegou a conclusão que os fenômenos sociais estariam sob a lei e que a razão era necessária para controlar a ordem na nova sociedade. Claude Henri de Rouvroy..
  • 7. KARL MARX Com o fundamento da sociologia, a obra de Karl Marx ganha destaque. Ele é o primeiro grande sociólogo da história. Muito do pensamento Marxista tem influência e parcerias de Hegel e Engels. Na teoria de Marx, encontra-se uma crítica ao capitalismo. Em seu método dialético ele aponta as contradições da sociedade que resulta na negação de uma ordem. Para Marx, a sociedade teria que ser criticada para então revelar sua potencialidade.
  • 9. KARL MARX Segundo Marx também, o homem só estabelece relações devido ao meio em que vive e produz. essa perspectiva materialista, tudo que o homem produz e consome é base do primeiro momento histórico da produção de vida material. Marx aponta a diferença entre homem e animal no modo como se relacionam com a natureza. Segundo ele, o animal usa da natureza de forma inconsciente, servindo-se apenas do que lhe é necessário. O homem usa da natureza de forma consciente, acumulando o que não é necessário. E através do trabalho, que é a atividade humana principal, o homem consegue um domínio sobre a natureza. Marx aponta também que os homens herdam certas formas de trabalho de gerações antigas e as modificam conforme o seu tempo, isso de geração para geração, fazendo uso das divisões de trabalho, que no pensamento marxista, o capitalismo causa a alienação do individuo. Marx aponta que o aumento da produção desencadeou o surgimento das classes sociais e com elas a luta de classes. Segundo ele, a luta de classes foi a principal ferramenta para as principais mudanças e transformações na história.
  • 10. KARL MARX A idéia principal marxista é o capitalismo e as formas socioeconômicas. De um lado o trabalhador que oferece sua forca e seu trabalho, do outro o empregador com o salário em troca do seu trabalho. Para Marx, o capitalismo pode ser extinto se houver uma grande revolução social, pois o trabalhador vê o trabalho com uma simples forma de existir. Para finalizar, Marx afirma que o comunismo é a grande solução para o futuro, pois da ao homem poder na sociedade. e seria uma nova forma consciente de construir a sociedade humana.
  • 11. ÉMILE DURKHEIM Émile Durkheim foi um francês, pensador e sociólogo, apareceu em meio as guerras na Europa, defendendo a ideia de que o individuo somente avança, só se aperfeiçoa pela lei do progresso. Segundo o pensamento Durkheimiano, o coletivo era o que produzia a sociologia, através dos fatos sociais, que estava presente em todos os indivíduos de uma sociedade. O pensador afirma que a sociedade não é limitada, ela se transforma segundo as maneiras de agir do indivíduo e segundo as suas maneiras de ser (que são naturais mas que se transformam junto com a sociedade).
  • 12. ÉMILE DURKHEIM Para o autor, os fatos sociais são constituídos de conceitos e vivências, e para analisá-los devem tratar fatos sociais como “coisas” e separá-los de alguma pré-noção para conseguir analisar o fato em si. Para Durkheim, para o homem viver em sociedade, é necessário ele estar sob regras e preceitos morais. E para ele, o homem se torna livre a partir do momento em que a sociedade busca um bem comum.
  • 14. MAX WEBER O alemão Max Weber sofreu grande influência dos também pensadores Marx e Nietzsche, que abordavam o capitalismo ocidental, mostrando como as ideias e fatores materiais intervinham na sociologia. Weber determinou o posicionamento que um cientista deve assumir, sem levar em consideração seus próprios pensamentos e ideias, sem julgar a partir deles e sem camuflá-los como fatos sociais. Weber também consegue distinguir ciência de política, sendo a ciência racional, trazendo esclarecimento e conhecimento, tendo como obrigação dizer a verdade. E a política sendo reflexão da ação do homem.
  • 15. MAX WEBER Weber aponta que as ciências sociais buscam compreender os eventos culturais, a vida que rodeia o homem, com todas as suas particularidades. E são esses fatos particulares que esses cientistas devem estudar. O conceito de tipo ideal, criado por Weber, ajuda o cientista na análise da sociologia. O tipo ideal ajuda na compreensão da realidade. Na sociologia Weberiana, ação e ação social são fundamentais, onde toda conduta humana é considerada como ação.
  • 16. MAX WEBER: TIPO IDEAL Avalia-se as relações sociais de diversas sociedades em um dado contexto histórico, buscando-se tendências que possam fornecer parâmetros para o tipo ideal. A partir da fase anterior, cria-se um conceito básico, como um modelo com características bem marcadas. Nenhum caso particular irá coincidir totalmente com as características do tipo ideal, mas o analista poderá estabelecer comparações e relações de cada caso prático com o modelo teórico.