SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
(99) 98525-8486
(99) 98525-8486
(99) 98525-8486
Confira nosso Instagram com diversos feedbacks dos nossos
alunos!
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 54/2023
"Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para
resistir às solicitações as quais são submetidos — quanto por elementos não estruturais
cujas funções não exigem uma capacidade resistente considerável. Os elementos
estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, vigas e pilares".
Fonte: SOUZA, J. M.; CAMARGO, M. V.; CAMARGO, D. J. Estruturas de concreto I.
Maringá: Unicesumar, 2021.
Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fletor é
apresentado a seguir:
Figura 1 - Diagrama de memento fletor para a viga
Fonte: a autora.
Atenção: o diagrama já apresenta o esforço de cálculo para a viga.
Com base nos conceitos aprendidos na disciplina, responda:
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negativo da
viga? Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C40,
CA50 e cobrimento de 2,5 cm. Adote armadura transversal igual a 5,0 mm.
Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linha neutra, a área de
aço necessária e por fim a quantidade de barras para resistir ao momento negativo da viga.
Segue a seguir a Tabela 1 para o auxílio na determinação da quantidade de barras.
Tabela 1 - Área da seção de barras em cm²
Fonte: adaptado de BOTELHO, M. H. C. Concreto armado

Mais conteúdo relacionado

Mais de Prime Assessoria

c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfc) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfPrime Assessoria
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...Prime Assessoria
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...Prime Assessoria
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...Prime Assessoria
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?Prime Assessoria
 

Mais de Prime Assessoria (9)

c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfc) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
 

Último

As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 

Último (20)

As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 

Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações .pdf

  • 1. (99) 98525-8486 (99) 98525-8486 (99) 98525-8486 Confira nosso Instagram com diversos feedbacks dos nossos alunos! ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 54/2023 "Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos — quanto por elementos não estruturais cujas funções não exigem uma capacidade resistente considerável. Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, vigas e pilares". Fonte: SOUZA, J. M.; CAMARGO, M. V.; CAMARGO, D. J. Estruturas de concreto I. Maringá: Unicesumar, 2021. Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fletor é apresentado a seguir:
  • 2. Figura 1 - Diagrama de memento fletor para a viga Fonte: a autora. Atenção: o diagrama já apresenta o esforço de cálculo para a viga. Com base nos conceitos aprendidos na disciplina, responda: a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negativo da viga? Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C40, CA50 e cobrimento de 2,5 cm. Adote armadura transversal igual a 5,0 mm. Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linha neutra, a área de aço necessária e por fim a quantidade de barras para resistir ao momento negativo da viga. Segue a seguir a Tabela 1 para o auxílio na determinação da quantidade de barras. Tabela 1 - Área da seção de barras em cm² Fonte: adaptado de BOTELHO, M. H. C. Concreto armado