SlideShare uma empresa Scribd logo
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa –
PNI/Parques Tecnológicos 02/2013
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UFF
28/10/2013
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

Instituição: Universidade Federal Fluminense - UFF / Fundação Euclides da Cunha - FEC
Título: Parque Científico e Tecnológico da UFF

Linha: MCTI/FINEP/AT/IE-PNI-PARQUES TEC. EM IMPLANTAÇÃO - LINHA B

I.

Objetivo do projeto: (especificar o objetivo do projeto, destacando sua importância para o desenvolvimento do Parque
Tecnológico)

O objetivo principal do projeto é fazer com que o Parque Científico
e Tecnológico da Universidade Federal Fluminense evolua do
estágio de implantação para o estágio operacional em um período
de 36 meses. O parque tem como foco de atuação iniciativas
inovadoras relacionadas ao mar e a sustentabilidade.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

Instituição: Universidade Federal Fluminense - UFF / Fundação Euclides da Cunha - FEC
Título: Parque Científico e Tecnológico da UFF

Linha: MCTI/FINEP/AT/IE-PNI-PARQUES TEC. EM IMPLANTAÇÃO - LINHA B

I.

Objetivo do projeto:

(especificar o objetivo do projeto, destacando sua importância para o desenvolvimento do Parque

Tecnológico)

• Já possuímos definição da área física, um espaço de 55.620 m2, dentro do
campus da Praia Vermelha às margens da Baía de Guanabara;

• Existe comprometimento da Reitoria da Universidade com a implantação
do parque e o envolvimento de uma equipe formada por especialistas no
tema;
• A iniciativa faz parte de um programa formal de desenvolvimento local
empreendido pela UFF em parceria com a Prefeitura Municipal de Niterói;
• O projeto conta com o apoio da Marinha do Brasil, do Sindicato Nacional da
Industria Naval – SINAVAL e da Ampla.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

Instituição: Universidade Federal Fluminense - UFF / Fundação Euclides da Cunha - FEC
Título: Parque Científico e Tecnológico da UFF

Linha: MCTI/FINEP/AT/IE-PNI-PARQUES TEC. EM IMPLANTAÇÃO - LINHA B

I.

Objetivo do projeto: (especificar o objetivo do projeto, destacando sua importância para o desenvolvimento do Parque
Tecnológico)

Objetivos específicos
•Construção do prédio de 1.400 m2 que abrigará a gestora e as primeiras
empresas a se instalarem no parque;
•Adaptação do projeto executivo de um edifício de 6.820 m2 que abrigará
empresas e laboratórios de pesquisa;

•Contratação de um gerente que atuará em dedicação exclusiva no parque;
•Participação de membros da equipe em eventos especializados.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

II. Histórico do Parque Tecnológico: (evolução do parque, estágio atual e perspectivas futuras)

A UFF é uma universidade federal em expansão (são cerca de 3 mil
professores, 74% com doutorado; 34 mil alunos de graduação; 5 mil alunos
de pós-graduação; 342 grupos de pesquisa conduzindo mais de mil linhas
de pesquisa);
•

• As

atividades de pesquisa vêm crescendo de forma estruturada na última
década (atualmente são 66 cursos de mestrado e 35 de doutorado.
Somente nos últimos 4 anos foram credenciados 20 novos cursos de
mestrado e outros 12 de doutorado);
•A

universidade atua de forma proativa no estabelecimento de acordos de
cooperação técnico científica com empresas e outras ICTs (atualmente são
mais de 300 convênios);
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

II. Histórico do Parque Tecnológico: (evolução do parque, estágio atual e perspectivas futuras)

O PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UFF É PARTE

DE

UMA

POLÍTICA

INSTITUCIONAL

QUE

VEM

CONSOLIDANDO AS ATIVIDADES DE PESQUISA NA UFF E
CRIANDO AS CONDIÇÕES PARA QUE O CONHECIMENTO

GERADO POSSA SER TRANSFERIDO PARA O MERCADO E
PARA

A

SOCIEDADE

ARTICULADO

DESENVOVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL.

COM

O
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

II. Histórico do Parque Tecnológico: (evolução do parque, estágio atual e perspectivas futuras)

• Incubadora de empresas (1999)
• Política de propriedade intelectual (2001)
• Criação

do ETCO (2001)
• Criação da Coordenação de Projetos Científicos e Tecnológicos – CPCT para
integrar as ações da incubadora e do ETCO (2004)
• Inclusão do tema “Inovação” na agenda da UFF - nome da PROPPi (2009)
• Criação da Agencia de Inovação da UFF (AGIR) alinhada a lei de inovação (2009);
• Início da implantação do Parque Científico e Tecnológico da UFF (2010);
• Assinatura de acordo de cooperação com a Marinha do Brasil (2010);
• Envolvimento da prefeitura municipal de Niterói e do Sinaval (2012);
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

III. Vocação do Parque Tecnológico: (alinhamento da proposta do parque com o desenvolvimento da
economia regional, identificando suas competências, seu posicionamento estratégico e sua proposta de valor )

Foco de atuação: temas relacionados ao Mar e a Sustentabilidade;
Proposta de valor: tornar-se um polo de conhecimento para os segmentos
naval e de sustentabilidade para as futuras oportunidades de negócio que
surgirão das atividades econômicas associadas ao mar.

Contexto:
• O Brasil possui uma vasta costa com mais de 7.000 km de extensão;
• Expressivos investimentos no setor naval previstos para os próximos anos;
• Presença de importantes estaleiros na região de Niterói e adjacências;
• Sinergia com o COMPERJ;
• Desenvolvimento sustentável como novo paradigma.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

III. Vocação do Parque Tecnológico: (alinhamento da proposta do parque com o desenvolvimento da
economia regional, identificando suas competências, seu posicionamento estratégico e sua proposta de valor )

Missão: Atuar como plataforma institucional, estratégica e
operacional para promoção da inovação e do empreendedorismo
na região de Niterói e adjacências;
Visão: até 2020 o parque será um dos mais relevantes vetores de
desenvolvimento sustentável do segmento naval offshore nacional
e o mais importante instrumento de desenvolvimento econômico e
social do município de Niterói e adjacências.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

IV. Infraestrutura e Serviços Disponibilizados:

(infraestrutura física, instalações, equipe e serviços

disponibilizados ou a serem disponibilizados às empresas do parque)

•FASE

I (2013 – 2015): Prédio que abrigará a gestora e as primeiras
empresas instaladas no parque (edificação com área total de 1.400 m2, com
um andar subterrâneo e um andar térreo);
•FASE

II (2015 a 2018): Edificação que abrigará empresas e laboratórios
(área total de 6.800 m2 dos quais 5.000 m2 serão destinados às empresas e
laboratórios e os demais 1.800 m2 serão destinados a criação de um espaço
de eventos, de convivência e um restaurante);
•FASE

III (2018 a 2023): Ocupação sustentável de um platô com potencial
para construção de uma edificação de 40.000 m2.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

IV. Infraestrutura e Serviços Disponibilizados:

(infraestrutura física, instalações, equipe e serviços

disponibilizados ou a serem disponibilizados às empresas do parque)

Serviços:

•Acesso

aos laboratórios e recursos humanos associados ao parque,
prestação de variados serviços tecnológicos para as empresas;
•Treinamentos

e serviços de consultoria em temas como captação de
recursos, propriedade intelectual e gestão da inovação;
•Atividades

condominiais como gestão dos espaços comuns, limpeza,
segurança e recepção.
UFF Tech 2013 - Apresentação do Parque Tecnológico da UFF
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013
Vista do Platô
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

Prédio da Gestora do Parque
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

Prédio da Gestora do Parque
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

V. Projeção / Evolução do Nº de Empresas Residentes e Âncoras:

(Indicar a
evolução da população de empresas do parque tecnológico, indicando suas áreas temáticas, postos de trabalho,
produtos e serviços, faturamento bruto e data de entrada no parque)

•

Atualmente a Marinha do Brasil e o Sinaval já manifestaram interesse em
participar do projeto, como ainda estamos em estágio de implantação não
podemos avançar com as negociações para a instalação de empresas no
parque.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

VI. Principais Nºs Financeiros do Parque:

(Apresentar os números efetivos e projeções
financeiras do parque tecnológico, tais como: curva de faturamento, despesas, resultado operacional, correlacionando a
evolução desses números com o projeto apresentado e seus impactos esperados)

•

Já foram investidos R$ 736 mil em um período de 36 meses (pagamento
de pessoal R$640 mil; R$60 mil foram investidos na elaboração do
projeto básico do prédio que abrigará a gestora do parque e R$36 mil na
elaboração de um plano de negócios).

•

Até o ano de 2018 pretendemos construir o prédio da administração do
parque (1.400 m2) e um segundo prédio que abrigará laboratórios e
empresas (6.800 m2).

•

O valor total a ser investido nesses cinco anos (2013 a 2018) será de
R$27,6 milhões, dos quais R$3,8 milhões estão sendo solicitados neste
projeto. Os recursos restantes serão negociados com a Marinha do Brasil,
Petrobras, Ampla, dentre outras fontes.
Observação: Projeções para um período de 3 anos.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

VI. Principais Nºs Financeiros do Parque:

(Apresentar os números efetivos e projeções
financeiras do parque tecnológico, tais como: curva de faturamento, despesas, resultado operacional, correlacionando a
evolução desses números com o projeto apresentado e seus impactos esperados)

•

O ponto de equilíbrio do Parque ocorre quando temos 1.400 m2
alugados para empresas. Planejamos atingir essa meta nos próximos
36 meses. Teremos cerca de 6.000 m2 disponíveis para aluguel.

•

O custo operacional está concentrado no pagamento da equipe, que
hoje é realizado pela Universidade Federal Fluminense,
gradativamente esses custos serão cobertos pelos recursos advindos
dos aluguéis e taxas cobradas das empresas instaladas no parque.

•

Futuramente o parque terá capacidade financeira para captar recursos
reembolsáveis para a sua expansão.

Observação: Projeções para um período de 3 anos.
Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013

SUMÁRIO
•

Projeto emerge da evolução e amadurecimento do conceito e da atividade
“INOVAÇÃO” na Instituição

•

Projeto como elemento integral do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI)

•

Projeto utiliza espaço físico próprio da UFF promovendo a interação com
laboratórios e a convivência com alunos, servidores e docentes

•

Projeto temático, contemporâneo às necessidades prementes e aberto para
atender demandas futuras, além de oferecer competências complementares às
estabelecidas em outros parques

•

Projeto articulado com o desenvolvimento econômico e social da região
(Município de Niterói e adjacências)

• SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA, SOCIAL, AMBIENTAL REGIONAL E DE SUA
PRÓPRIA HISTÓRIA FUTURA
OBRIGADO !

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a UFF Tech 2013 - Apresentação do Parque Tecnológico da UFF

Projeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RITProjeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RIT
6478769879685
 
Profa. dra. geciane_porto
Profa. dra. geciane_portoProfa. dra. geciane_porto
Uberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade Tecnológica
Uberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade TecnológicaUberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade Tecnológica
Uberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade Tecnológica
Prefeitura Municipal de Uberaba
 
Portfólio Empresas UPTEC 2013
Portfólio Empresas UPTEC 2013Portfólio Empresas UPTEC 2013
Portfólio Empresas UPTEC 2013
UPTEC
 
APL-TIC - Apresentação
APL-TIC - ApresentaçãoAPL-TIC - Apresentação
APL-TIC - Apresentação
Alex Dunder Koch
 
Parque tecnologico 10_03_2017
Parque tecnologico 10_03_2017Parque tecnologico 10_03_2017
Parque tecnologico 10_03_2017
Fernando Padilha
 
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas GeraisSecretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Fabricio Martins
 
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Fabricio Martins
 
Atividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT Rio
Atividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT RioAtividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT Rio
Atividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT Rio
NIT Rio
 
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos AlbertoINOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
NIT Rio
 
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão PretoIEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
Portfólio Empresas UPTEC 2014
Portfólio Empresas UPTEC 2014Portfólio Empresas UPTEC 2014
Portfólio Empresas UPTEC 2014
UPTEC
 
Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...
Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...
Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...
inovaDay .
 
O polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do Estado
O polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do EstadoO polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do Estado
O polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do Estado
lossio
 
Slides - Artigo Anprotec 2011
Slides - Artigo Anprotec 2011Slides - Artigo Anprotec 2011
Slides - Artigo Anprotec 2011
auspin
 
Parque tecnologico de Anápolis
Parque tecnologico de AnápolisParque tecnologico de Anápolis
Parque tecnologico de Anápolis
fabrizioribeiro
 
Parque Tecnológico de Marília
Parque Tecnológico de MaríliaParque Tecnológico de Marília
Parque Tecnológico de Marília
Elvis Fusco
 
Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013
Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013
Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013
citcefet
 
Atividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT Rio
Atividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT RioAtividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT Rio
Atividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT Rio
NIT Rio
 
Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)
Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)
Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)
Parque Científico e Tecnológico da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - TECNOPUC
 

Semelhante a UFF Tech 2013 - Apresentação do Parque Tecnológico da UFF (20)

Projeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RITProjeto Estruturador - RIT
Projeto Estruturador - RIT
 
Profa. dra. geciane_porto
Profa. dra. geciane_portoProfa. dra. geciane_porto
Profa. dra. geciane_porto
 
Uberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade Tecnológica
Uberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade TecnológicaUberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade Tecnológica
Uberaba em Dados - 7/7 - Uberaba, Cidade Tecnológica
 
Portfólio Empresas UPTEC 2013
Portfólio Empresas UPTEC 2013Portfólio Empresas UPTEC 2013
Portfólio Empresas UPTEC 2013
 
APL-TIC - Apresentação
APL-TIC - ApresentaçãoAPL-TIC - Apresentação
APL-TIC - Apresentação
 
Parque tecnologico 10_03_2017
Parque tecnologico 10_03_2017Parque tecnologico 10_03_2017
Parque tecnologico 10_03_2017
 
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas GeraisSecretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
Secretaria de Ciencia, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais
 
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
Palestra Básica. Secretaria De Ciencia, Tecnologia E Ensino Superior De Minas...
 
Atividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT Rio
Atividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT RioAtividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT Rio
Atividades Gestão da Comunicação Estratégica_NIT Rio
 
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos AlbertoINOVA UPS 2011_Carlos Alberto
INOVA UPS 2011_Carlos Alberto
 
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão PretoIEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
 
Portfólio Empresas UPTEC 2014
Portfólio Empresas UPTEC 2014Portfólio Empresas UPTEC 2014
Portfólio Empresas UPTEC 2014
 
Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...
Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...
Guilherme Ary Plonski: Cidades Inteligentes Regiões Metropolitanas - Habitade...
 
O polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do Estado
O polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do EstadoO polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do Estado
O polo tecnológico de Florianópolis pelo Governo do Estado
 
Slides - Artigo Anprotec 2011
Slides - Artigo Anprotec 2011Slides - Artigo Anprotec 2011
Slides - Artigo Anprotec 2011
 
Parque tecnologico de Anápolis
Parque tecnologico de AnápolisParque tecnologico de Anápolis
Parque tecnologico de Anápolis
 
Parque Tecnológico de Marília
Parque Tecnológico de MaríliaParque Tecnológico de Marília
Parque Tecnológico de Marília
 
Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013
Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013
Apresentação CIT/CEFET Divinópolis - Outubro 2013
 
Atividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT Rio
Atividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT RioAtividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT Rio
Atividades Gestão da Prospecção Tecnológica_NIT Rio
 
Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)
Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)
Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)
 

Mais de Sti Uff

Apresentação equipe 6 - UFF Caronas
Apresentação equipe 6 - UFF CaronasApresentação equipe 6 - UFF Caronas
Apresentação equipe 6 - UFF Caronas
Sti Uff
 
Apresentação equipe 1 - uff@
Apresentação equipe 1 - uff@Apresentação equipe 1 - uff@
Apresentação equipe 1 - uff@
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMC
UFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMCUFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMC
UFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMC
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud - Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)
UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud -  Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud -  Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)
UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud - Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath Bendoraytes
UFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath BendoraytesUFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath Bendoraytes
UFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath Bendoraytes
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP
UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP
UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TI
UFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TIUFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TI
UFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TI
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de Oliveira
UFF Tech 2013 -  Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de OliveiraUFF Tech 2013 -  Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de Oliveira
UFF Tech 2013 - Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de Oliveira
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBM
UFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBMUFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBM
UFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBM
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...
UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...
UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...
UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...
UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the Cloud
UFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the CloudUFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the Cloud
UFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the Cloud
Sti Uff
 
UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel...
 UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel... UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel...
UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel...
Sti Uff
 
Apresentação computação 2013_1
Apresentação computação 2013_1Apresentação computação 2013_1
Apresentação computação 2013_1
Sti Uff
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosGerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
Sti Uff
 
Apresentação UFF Mobile
Apresentação UFF MobileApresentação UFF Mobile
Apresentação UFF Mobile
Sti Uff
 
Apresentação Carteirinha UFF
Apresentação Carteirinha UFFApresentação Carteirinha UFF
Apresentação Carteirinha UFF
Sti Uff
 
STI/UFF - Modelo de Gestão
STI/UFF - Modelo de GestãoSTI/UFF - Modelo de Gestão
STI/UFF - Modelo de Gestão
Sti Uff
 
Apresentacao pdi sti-v1
Apresentacao pdi sti-v1Apresentacao pdi sti-v1
Apresentacao pdi sti-v1
Sti Uff
 
Inauguração Sala Segura
Inauguração Sala Segura Inauguração Sala Segura
Inauguração Sala Segura
Sti Uff
 

Mais de Sti Uff (20)

Apresentação equipe 6 - UFF Caronas
Apresentação equipe 6 - UFF CaronasApresentação equipe 6 - UFF Caronas
Apresentação equipe 6 - UFF Caronas
 
Apresentação equipe 1 - uff@
Apresentação equipe 1 - uff@Apresentação equipe 1 - uff@
Apresentação equipe 1 - uff@
 
UFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMC
UFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMCUFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMC
UFF Tech 2013 - Big Data - Rafael Borges EMC
 
UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud - Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)
UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud -  Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud -  Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)
UFF Tech 2013 - Segurança no Cloud - Álvaro Teófilo, Produban (Banco Santander)
 
UFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath Bendoraytes
UFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath BendoraytesUFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath Bendoraytes
UFF Tech 2013 - Segurança na Cloud- Jorge Viana, Crowe Horwath Bendoraytes
 
UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP
UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP
UFF Tech 2013 - NFC e o futuro da convergência - NXP
 
UFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TI
UFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TIUFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TI
UFF Tech 2013 - RioCard e NFC: uma convergência possível - RioCard TI
 
UFF Tech 2013 - Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de Oliveira
UFF Tech 2013 -  Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de OliveiraUFF Tech 2013 -  Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de Oliveira
UFF Tech 2013 - Lançamento do aplicativo BusUFF - Thiago Nazareth de Oliveira
 
UFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBM
UFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBMUFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBM
UFF Tech 2013 - Case Copa das Confederações - IBM
 
UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...
UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...
UFF Tech 2013 - Qualidade: Requisito de Software ou Premissa Pessoal - Bruno ...
 
UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...
UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...
UFF Tech 2013 - Qualidade, Cloud Computing e Mobilidade - Analia Irigoyen - P...
 
UFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the Cloud
UFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the CloudUFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the Cloud
UFF Tech 2013 - Amazon AWS - Scalability, Performance and Security in the Cloud
 
UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel...
 UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel... UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel...
UFF Tech 2013 - Benefícios e Desafios do Continuous Delivery - Daniel Castel...
 
Apresentação computação 2013_1
Apresentação computação 2013_1Apresentação computação 2013_1
Apresentação computação 2013_1
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetosGerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
 
Apresentação UFF Mobile
Apresentação UFF MobileApresentação UFF Mobile
Apresentação UFF Mobile
 
Apresentação Carteirinha UFF
Apresentação Carteirinha UFFApresentação Carteirinha UFF
Apresentação Carteirinha UFF
 
STI/UFF - Modelo de Gestão
STI/UFF - Modelo de GestãoSTI/UFF - Modelo de Gestão
STI/UFF - Modelo de Gestão
 
Apresentacao pdi sti-v1
Apresentacao pdi sti-v1Apresentacao pdi sti-v1
Apresentacao pdi sti-v1
 
Inauguração Sala Segura
Inauguração Sala Segura Inauguração Sala Segura
Inauguração Sala Segura
 

UFF Tech 2013 - Apresentação do Parque Tecnológico da UFF

  • 1. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UFF 28/10/2013
  • 2. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 Instituição: Universidade Federal Fluminense - UFF / Fundação Euclides da Cunha - FEC Título: Parque Científico e Tecnológico da UFF Linha: MCTI/FINEP/AT/IE-PNI-PARQUES TEC. EM IMPLANTAÇÃO - LINHA B I. Objetivo do projeto: (especificar o objetivo do projeto, destacando sua importância para o desenvolvimento do Parque Tecnológico) O objetivo principal do projeto é fazer com que o Parque Científico e Tecnológico da Universidade Federal Fluminense evolua do estágio de implantação para o estágio operacional em um período de 36 meses. O parque tem como foco de atuação iniciativas inovadoras relacionadas ao mar e a sustentabilidade.
  • 3. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 Instituição: Universidade Federal Fluminense - UFF / Fundação Euclides da Cunha - FEC Título: Parque Científico e Tecnológico da UFF Linha: MCTI/FINEP/AT/IE-PNI-PARQUES TEC. EM IMPLANTAÇÃO - LINHA B I. Objetivo do projeto: (especificar o objetivo do projeto, destacando sua importância para o desenvolvimento do Parque Tecnológico) • Já possuímos definição da área física, um espaço de 55.620 m2, dentro do campus da Praia Vermelha às margens da Baía de Guanabara; • Existe comprometimento da Reitoria da Universidade com a implantação do parque e o envolvimento de uma equipe formada por especialistas no tema; • A iniciativa faz parte de um programa formal de desenvolvimento local empreendido pela UFF em parceria com a Prefeitura Municipal de Niterói; • O projeto conta com o apoio da Marinha do Brasil, do Sindicato Nacional da Industria Naval – SINAVAL e da Ampla.
  • 4. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 Instituição: Universidade Federal Fluminense - UFF / Fundação Euclides da Cunha - FEC Título: Parque Científico e Tecnológico da UFF Linha: MCTI/FINEP/AT/IE-PNI-PARQUES TEC. EM IMPLANTAÇÃO - LINHA B I. Objetivo do projeto: (especificar o objetivo do projeto, destacando sua importância para o desenvolvimento do Parque Tecnológico) Objetivos específicos •Construção do prédio de 1.400 m2 que abrigará a gestora e as primeiras empresas a se instalarem no parque; •Adaptação do projeto executivo de um edifício de 6.820 m2 que abrigará empresas e laboratórios de pesquisa; •Contratação de um gerente que atuará em dedicação exclusiva no parque; •Participação de membros da equipe em eventos especializados.
  • 5. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 II. Histórico do Parque Tecnológico: (evolução do parque, estágio atual e perspectivas futuras) A UFF é uma universidade federal em expansão (são cerca de 3 mil professores, 74% com doutorado; 34 mil alunos de graduação; 5 mil alunos de pós-graduação; 342 grupos de pesquisa conduzindo mais de mil linhas de pesquisa); • • As atividades de pesquisa vêm crescendo de forma estruturada na última década (atualmente são 66 cursos de mestrado e 35 de doutorado. Somente nos últimos 4 anos foram credenciados 20 novos cursos de mestrado e outros 12 de doutorado); •A universidade atua de forma proativa no estabelecimento de acordos de cooperação técnico científica com empresas e outras ICTs (atualmente são mais de 300 convênios);
  • 6. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 II. Histórico do Parque Tecnológico: (evolução do parque, estágio atual e perspectivas futuras) O PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UFF É PARTE DE UMA POLÍTICA INSTITUCIONAL QUE VEM CONSOLIDANDO AS ATIVIDADES DE PESQUISA NA UFF E CRIANDO AS CONDIÇÕES PARA QUE O CONHECIMENTO GERADO POSSA SER TRANSFERIDO PARA O MERCADO E PARA A SOCIEDADE ARTICULADO DESENVOVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL. COM O
  • 7. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 II. Histórico do Parque Tecnológico: (evolução do parque, estágio atual e perspectivas futuras) • Incubadora de empresas (1999) • Política de propriedade intelectual (2001) • Criação do ETCO (2001) • Criação da Coordenação de Projetos Científicos e Tecnológicos – CPCT para integrar as ações da incubadora e do ETCO (2004) • Inclusão do tema “Inovação” na agenda da UFF - nome da PROPPi (2009) • Criação da Agencia de Inovação da UFF (AGIR) alinhada a lei de inovação (2009); • Início da implantação do Parque Científico e Tecnológico da UFF (2010); • Assinatura de acordo de cooperação com a Marinha do Brasil (2010); • Envolvimento da prefeitura municipal de Niterói e do Sinaval (2012);
  • 8. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 III. Vocação do Parque Tecnológico: (alinhamento da proposta do parque com o desenvolvimento da economia regional, identificando suas competências, seu posicionamento estratégico e sua proposta de valor ) Foco de atuação: temas relacionados ao Mar e a Sustentabilidade; Proposta de valor: tornar-se um polo de conhecimento para os segmentos naval e de sustentabilidade para as futuras oportunidades de negócio que surgirão das atividades econômicas associadas ao mar. Contexto: • O Brasil possui uma vasta costa com mais de 7.000 km de extensão; • Expressivos investimentos no setor naval previstos para os próximos anos; • Presença de importantes estaleiros na região de Niterói e adjacências; • Sinergia com o COMPERJ; • Desenvolvimento sustentável como novo paradigma.
  • 9. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 III. Vocação do Parque Tecnológico: (alinhamento da proposta do parque com o desenvolvimento da economia regional, identificando suas competências, seu posicionamento estratégico e sua proposta de valor ) Missão: Atuar como plataforma institucional, estratégica e operacional para promoção da inovação e do empreendedorismo na região de Niterói e adjacências; Visão: até 2020 o parque será um dos mais relevantes vetores de desenvolvimento sustentável do segmento naval offshore nacional e o mais importante instrumento de desenvolvimento econômico e social do município de Niterói e adjacências.
  • 10. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 IV. Infraestrutura e Serviços Disponibilizados: (infraestrutura física, instalações, equipe e serviços disponibilizados ou a serem disponibilizados às empresas do parque) •FASE I (2013 – 2015): Prédio que abrigará a gestora e as primeiras empresas instaladas no parque (edificação com área total de 1.400 m2, com um andar subterrâneo e um andar térreo); •FASE II (2015 a 2018): Edificação que abrigará empresas e laboratórios (área total de 6.800 m2 dos quais 5.000 m2 serão destinados às empresas e laboratórios e os demais 1.800 m2 serão destinados a criação de um espaço de eventos, de convivência e um restaurante); •FASE III (2018 a 2023): Ocupação sustentável de um platô com potencial para construção de uma edificação de 40.000 m2.
  • 11. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 IV. Infraestrutura e Serviços Disponibilizados: (infraestrutura física, instalações, equipe e serviços disponibilizados ou a serem disponibilizados às empresas do parque) Serviços: •Acesso aos laboratórios e recursos humanos associados ao parque, prestação de variados serviços tecnológicos para as empresas; •Treinamentos e serviços de consultoria em temas como captação de recursos, propriedade intelectual e gestão da inovação; •Atividades condominiais como gestão dos espaços comuns, limpeza, segurança e recepção.
  • 13. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013
  • 15. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013
  • 16. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 Prédio da Gestora do Parque
  • 17. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 Prédio da Gestora do Parque
  • 18. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 V. Projeção / Evolução do Nº de Empresas Residentes e Âncoras: (Indicar a evolução da população de empresas do parque tecnológico, indicando suas áreas temáticas, postos de trabalho, produtos e serviços, faturamento bruto e data de entrada no parque) • Atualmente a Marinha do Brasil e o Sinaval já manifestaram interesse em participar do projeto, como ainda estamos em estágio de implantação não podemos avançar com as negociações para a instalação de empresas no parque.
  • 19. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 VI. Principais Nºs Financeiros do Parque: (Apresentar os números efetivos e projeções financeiras do parque tecnológico, tais como: curva de faturamento, despesas, resultado operacional, correlacionando a evolução desses números com o projeto apresentado e seus impactos esperados) • Já foram investidos R$ 736 mil em um período de 36 meses (pagamento de pessoal R$640 mil; R$60 mil foram investidos na elaboração do projeto básico do prédio que abrigará a gestora do parque e R$36 mil na elaboração de um plano de negócios). • Até o ano de 2018 pretendemos construir o prédio da administração do parque (1.400 m2) e um segundo prédio que abrigará laboratórios e empresas (6.800 m2). • O valor total a ser investido nesses cinco anos (2013 a 2018) será de R$27,6 milhões, dos quais R$3,8 milhões estão sendo solicitados neste projeto. Os recursos restantes serão negociados com a Marinha do Brasil, Petrobras, Ampla, dentre outras fontes. Observação: Projeções para um período de 3 anos.
  • 20. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 VI. Principais Nºs Financeiros do Parque: (Apresentar os números efetivos e projeções financeiras do parque tecnológico, tais como: curva de faturamento, despesas, resultado operacional, correlacionando a evolução desses números com o projeto apresentado e seus impactos esperados) • O ponto de equilíbrio do Parque ocorre quando temos 1.400 m2 alugados para empresas. Planejamos atingir essa meta nos próximos 36 meses. Teremos cerca de 6.000 m2 disponíveis para aluguel. • O custo operacional está concentrado no pagamento da equipe, que hoje é realizado pela Universidade Federal Fluminense, gradativamente esses custos serão cobertos pelos recursos advindos dos aluguéis e taxas cobradas das empresas instaladas no parque. • Futuramente o parque terá capacidade financeira para captar recursos reembolsáveis para a sua expansão. Observação: Projeções para um período de 3 anos.
  • 21. Chamada Pública MCTI/FINEP/Ação Transversal – Inova Empresa – PNI/Parques Tecnológicos 02/2013 SUMÁRIO • Projeto emerge da evolução e amadurecimento do conceito e da atividade “INOVAÇÃO” na Instituição • Projeto como elemento integral do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) • Projeto utiliza espaço físico próprio da UFF promovendo a interação com laboratórios e a convivência com alunos, servidores e docentes • Projeto temático, contemporâneo às necessidades prementes e aberto para atender demandas futuras, além de oferecer competências complementares às estabelecidas em outros parques • Projeto articulado com o desenvolvimento econômico e social da região (Município de Niterói e adjacências) • SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA, SOCIAL, AMBIENTAL REGIONAL E DE SUA PRÓPRIA HISTÓRIA FUTURA