SlideShare uma empresa Scribd logo
TECNOLOGIAS NO MARKETING E
COMUNICAÇÃO DIGITAL
HELENA DIAS
Marketing & Communication Manager
hdias@ubiwhere.com
OS PLAYERS DO MERCADO
VIAJANTE (PROCURA)
– Os consumidores querem valor:
 Mais rápido | Mais barato | Melhor
– Forças disruptivas
 Tecnologia | Relacionamentos | Fidelização
HOTELEIROS (OFERTA)
• As empresas querem lucro:
 Aumento das Receitas | Redução de Custos | Aumento dos Ganhos
• Forças Disruptivas
 Concorrência | Eficiência | Compromisso/Interacção dos Hóspedes
CANAIS (MARKETING)
• Os Marketers querem:
 Aumento de Tráfego Web | Aumento da Taxa de Conversão | Margens Altas
• Ponte entre a Oferta e a Procura
 AVOT Online | Meta-Pesquisas | Fornecedores Directos
O NOVO TURISTA
O NOVO TURISTA
 Nível cultural acima da média / exigente;
 Nível formação média / alta e superior;
 Sensível às culturas locais;
 Procura experiências autênticas;
 Viaja em grupo;
 Prefere itinerários flexíveis;
 Avalia os produtos turísticos previamente;
 Consumidor “verde”;
 Utilizador das novas TIC.
Fonte: Tripadvisor Survey (2012)
SURPRESA! Os turistas utilizam Internet!
Turistas de Lazer
• 83% planeia as suas viagens
online
• 63% afirma que os motores
de pesquisa são a fonte
primária para recolher
informação sobre o destino
Turistas de Negócios
• 76% dos turistas de negócio
planeiam as suas viagens
online
• 69% afirma direcionar a sua
pesquisa diretamente para
websites de Hotéis
56% dos turistas afirmam que o planeamento da sua viagem se inicia
com uma pesquisa na Web
Fonte: The 2012 Traveler, Google/Ipsos MediaCT (August 2012)
Os turistas consideram os dispositivos
móveis uma boa companhia em viagem
Planeamen
to da
viagem
52%
pesquisou
restaurantes
46% leu
sobre o
destino
45% leu os
comentários
de outros
turistas
42%
reservou ou
pesquisou
alojamento
online
34%
reservou ou
pesquisou
voos online
Fonte: Tripadvisor Survey (2012)
Durante a
viagem
23% utiliza
para
classificarem
os hotéis,
restaurantes e
atrações que
visitaram
38% publica
nas redes
sociais para
manter
amigos e
familiares
atualizados
47% utilizou
os
dispositivos
moveis
internacional
mente
75% utilizou
os
dispositivos
GPS
59% utilizou o
GPS no seu
dipositivo
móvel
Os turistas consideram os dispositivos
móveis uma boa companhia em viagem
Fonte: Tripadvisor Survey (2012)
NOVAS TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DO
TURISMO
Web 2.0/3.0
• Redes Sociais/Social Media (ex. TripAdvisor);
• Classificação/Perceção da satisfação dos clientes
através de Sentiment Analysis.
Reservas online
• Hotelaria (ex. booking.com);
• Voos;
• Rent-a-car.
ANTES DA VIAGEM
Experiências
Turísticas mais
ricas
• Experiências interativas (mesas multi-toque, outras
superfícies);
• Guias Móveis;
• Realidade Aumentada / Realidade Virtual;
Location-based
Services (LBS)
• Guias móveis;
• Notificações;
• Sistemas de Recomendações.
DURANTE A VIAGEM
Sistemas de
Recomendação
• Data Mining, Filtering, Clustering;
• Web Semântica;
• Contextualização de utilizadores e de serviços (context-
aware).
Soluções integradas
(ex. Pervasive
Tourism)
• Dispositivos Móveis c/ Realidade Aumentada
• Interação Gestual (sem toque/touchless);
• Integração com Sistemas de recomendação (ao nível
pessoal, 1-to-1);
• Cartão do Turista Virtual (Cartão de “Fidelização” do
Turista).
DURANTE A VIAGEM
O NOVO TURISTA
TECNOLOGIA
Interação com múltiplos dispositivos:
• O poder do Mobile – Uma companhia constante;
• Telefone (Voz) continua a ser importante;
• Solução: Multiplataforma / Monitorização dos canais.
Integração com as Redes Sociais:
• Extensa Preferência & Comportamento Personalizados;
• Links Individuais para os Amigos + Dados Profundamente
Direcionados;
• Solução: Encurtadores de URL / Campanhas Direcionados aos
Interesses.
Em vez de recorrem ao modelo do
“desktop” para pesquisarem por e
reservarem voos, hotéis e actividades
com meses de antecedência…
… Os turistas têm a possibilidade de…
Reservar um quarto de hotel no HotelTonight - aquando da
chegada ao aeroporto
Os turistas têm a possibilidade de…
Os turistas têm a possibilidade de…
Requisitar um taxi/shuttle para o hotel
Os turistas têm a possibilidade de…
Ao viajar para o estrangeiro – sem planos – o Trippifi
mostra-lhes os amigos mais próximos
Os turistas têm a possibilidade de…
Receber opções de percursos e pacotes turísticos para
reservarem através do GetYourGuide
Os turistas têm a possibilidade de…
E o WorldMate permite organizar tudo isto num só espaço.
Os turistas têm a possibilidade de…
Os turistas têm a possibilidade de…
… Tudo isto de forma simples e imediata
– e a partir do seu dispositivo móvel!
E quanto mais perto a tecnologia chega de
criar mobile wallets, mais os hoteleiros
podem olhar para esta tecnologia como uma
ferramenta de marketing.
DESTINOS E HOTELARIA
PERVASIVE TOURISM
Digital Marketing Technologies in Tourist Accommodation
GUIA TURÍSTICO OUTDOOR
GUIA TURÍSTICO OUTDOOR
 Permite uma experiência
multimédia;
 O visitante pode seguir rotas
temáticas definidas ou criar
os seus próprios percursos;
 Permite a exportação de
informações gerais e
estatísticas sobre o
comportamento dos
visitantes;
 Suporte multilíngue;
 Possíveis aplicações:
 Turismo de uma
cidade/região;
 Nichos turísticos
específicos.
Criação e
desenvolvimento de rotas
e percursos turísticos
liguem as principais
atrações turísticas
Divulgação e criação de
eventos gastronómicos e
culturais
Incentivar o consumo de
bens e serviços da região
Promoção de Eventos e
Feiras da indústria
Permite a divulgação e
produção de produtos
turísticos de nichos
específicos
Promoção das rotas
turísticas
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO) - MACEDO DE CAVALEIROS
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
 A aplicação móvel “Sitio de Morais” oferece
uma experiência divertida, lúdica e interativa
aos turistas do município;
 A aplicação encontra-se disponível para
sistemas Android;
 Leitor de QR Codes;
 Todos os conteúdos da aplicação encontram-
se disponíveis em:
 Português;
 Inglês;
 Espanhol;
 Opção de configuração: Conteúdo
cientifico ou não cientifico.
Mapas
 Rotas Turísticas;
 Restaurantes;
 Alojamento;
 Serviços.
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
Rotas Turísticas:
 Diferentes tipos de rotas;
 Rotas predefinidas;
 Percursos pedestres;
 Visualização das rotas e dos pontos
turísticos no mapa.
Pontos de Interesse Turístico:
 Imagens do ponto de interesse;
 Descrição do ponto de interesse;
 Contactos;
 Horários;
 Preço;
 Website;
 Coordenadas GPS.
GUIA TURÍSTICO INDOOR
GUIA TURÍSTICO INDOOR
 Reconhecimento automático de
objetos:
 O utilizador sabe sempre onde está
e o que é que o rodeia;
 Mapas interativos;
 Realidade aumentada;
 Partilha em redes sociais;
 Registo das preferências dos
utilizadores;
 Suporte multilíngue;
 Possíveis aplicações:
 Alojamento turístico;
 Museus;
 Monumentos;
 Eventos e exposições.
Atender às necessidades do
cliente – permitindo a
criação de uma relação de
confiança com este.
Recurso adicional para
gerar receitas e aumentar a
notoriedade da marca
Melhorar o atendimento e
cliente
Vantagem competitiva e
diferenciadora face à
concorrência
Novo canal de comunicação
que permite comunicar com
o público-alvo, antes,
durante e depois da viagem
Melhorar a implementação
de estratégia de marketing
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
 A aplicação móvel “Circuitos pelo
Património Industrial de S. J da Madeira”
oferece uma experiência divertida, lúdica e
interativa aos turistas do município;
 Disponível para sistemas iOS (iPhone, iPad e
iPod);
 Todos os conteúdos da aplicação
encontram-se disponíveis em:
 Português;
 Inglês;
 Francês;
 Espanhol.
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
Informações sobre os pontos de interesse
• Uma descrição pormenorizada dos
locais a visitar, apoiada em conteúdos
multimédia em vários formatos:
• Textos;
• Áudio;
• Imagens;
• Vídeos.
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
Mapas com Pontos de Interesse
• Na zona “Mapa”, é possível encontrar
todos os pontos de interesse que fazem parte
da aplicação:
• CFPIC;
• Cortadoria Nacional de Pêlo;
• CTCP;
• Evereste;
• FEPSA;
• Heliotextil;
• Helsar;
• Museu da Chapelaria;
• Viarco.
Pormenores da visita
 Dentro dos pontos de
interesse, estão
identificadas todas as
principais áreas disponíveis
aos visitantes;
 A aplicação oferece diversos
conteúdos interativos
dentro de cada secção.
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
Rotas turísticas
 Estão definidas algumas rotas principais
para visitar os pontos de interesse;
 O turista pode também criar as suas rotas
personalizadas com todos os pontos de
interesse disponíveis.
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
Identificação de objetos
 Espalhados pelos locais a visitar,
encontram-se QR-Codes que podem ser
lidos pela aplicação móvel;
 Após a leitura, são apresentados todos os
conteúdos relacionados com a seção onde
o visitante se encontra.
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
Conteúdos adaptados a todos
• Todos os conteúdos estão disponíveis nos
formatos de:
• Texto;
• Áudio;
• Vídeo (com Língua Gestual).
TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA
MADEIRA
SOLUÇÕES INTERATIVA BASEADA EM
RECONHECIMENTO DE GESTOS
41
SOLUÇÃO INTERATIVA BASEADA EM
RECONHECIMENTO DE GESTOS
 Reconhecimento de gestos
e objetos;
 Conteúdo interativo
personalizado;
 Possíveis aplicações:
 Galeria de imagens;
 Apresentações
empresariais;
 Cronologias
interativas;
 Jogos.
Proporciona uma
experiência inovadora
Aumenta a interatividade
Promoção dos recursos
e eventos da entidade
Promoção de outros
pontos de interesse
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO) - MACEDO DE CAVALEIROS
43
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
MENU PRINCIPAL
Cronologia Interativa | Curiosidades | Jogos
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
CRONOLOGIA INTERATIVA
A máquina do tempo permite a consulta de informação de cada um dos
períodos de tempos geológicos com base nos gestos do utilizador
CURIOSIDADES
Com base no reconhecimento de gestos, a personagem na figura imita os
gestos do utilizador, ou seja, o visitante tem a oportunidade de se colocar na
pele desta personagem típica da região.
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS
(UNESCO)
JOGOS
Jogo com perguntas sobre a região, as suas tradições entre outros.
CARTÃO VIRTUAL DO TURISTA
CARTÃO VIRTUAL DO TURISTA
 Criação de pacotes de visita pré-
pagos;
 Efetuar reservas e pagamentos;
 Oferecer descontos e ofertas
especiais ao utilizador;
 Identificação automática do
utilizador;
 Produz relatórios estatísticos;
 Criação de perfis do utilizador, com
base nas estatísticas produzidas;
 Apoia na definição de uma
estratégia de Marketing e
Comunicação;
 Pode ser integrado nos guias para
dispositivos móveis.
Aumentar a
fidelização do cliente
e captar novos
clientes
Apoiar na definição
de uma estratégia de
marketing
Gerar dados do
comportamento/trans
ações do consumidor
com input para as
atividades e
inteligência de
mercado
Eliminar a
necessidade de
investimento em
hardware
Eliminar a
necessidade de “mais
um cartão” na carteira
do cliente
Fácil acesso e
utilização para o
utilizador
CIDADE DE AVEIRO
50
CIDADE DE AVEIRO
CIDADE DE AVEIRO
CIDADE DE AVEIRO
CIDADE DE AVEIRO
CIDADE DE AVEIRO
HOTELARIA
56
ITH Room Xperience – Um novo nível de Interacção com o Cliente
ITH Room Xperience – Um novo nível de Interação com o Cliente
ITH Room Xperience – Um novo nível de Interação com o Cliente
ITH Room Xperience – Um novo nível de Interação com o Cliente
Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
Hotéis Starwood – Smartphone como chave do quarto
Hotéis Starwood – Smartphone como chave do quarto
Hotéis Starwood – Smartphone como chave do quarto
Loews Hotels – Reserve com o Twitter
Loews Hotels – Reserve com o Twitter
Para reservar basta
simplesmente usar a
hashtag
#BookLoews num
Tweet para
@Loews_Hotels e
manifestar interesse.
Em seguida, o
consumidor será
contactado pela
Loews no Twitter.
The Muse Hotel – Oferece aos clientes e-readers para utilizarem
durante a estada
Hyatt Union Square New York – Oferece 3 opções para efetuar o
check-in
• Kiosks electrónicos;
• iPads;
• Balcões tradicionais.
Marriott Hotels – Salas de Reuniões Tecnológicas
Através da aplicação,
o cliente pode pedir
para a temperatura
da sala ser
ajustada, café ou
que o almoço seja
servido mais cedo.
Marriott Hotels – Pioneiros no Concierge Virtual
• Botão ADA (Americans
With Disabilities Act) que
permite que as pessoas
com incapacidades acedam
à informação;
• Informação sobre voos;
• Informação de transportes;
• Guia turístico (eventos,
POI, entre outros);
• Os hóspedes podem
enviar as informações
directamente para o seu
telemóvel.
O FUTURO?
Em 2012, a Google anunciou os seus
planos de criar o que muitos
consideraram ser o próximo passo
lógico de evolução dos dispositivos
móveis – uns óculos interativos
O FUTURO?
O FUTURO?
Mapas
O FUTURO?
Realidade Aumentada
O FUTURO?
Informações em tempo real
O FUTURO?
Virgin Atlantic – Concierges utilizam Google Glass para oferecer
um serviço mais personalizado
O FUTURO?
ACME Hotel – Desde dia 10 de Março, os hóspedes podem
reservar os óculos interativos para usarem durante 3 horas
TECNOLOGIAS NO MARKETING E
COMUNICAÇÃO DIGITAL
HELENA DIAS
Marketing & Communication Manager
hdias@ubiwhere.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Digital Marketing Technologies in Tourist Accommodation

Communication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case Studies
Communication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case StudiesCommunication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case Studies
Communication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case Studies
Ubiwhere
 
Tecnologias da Comunicação ao Serviço do Alojamento
Tecnologias da Comunicação ao Serviço do AlojamentoTecnologias da Comunicação ao Serviço do Alojamento
Tecnologias da Comunicação ao Serviço do Alojamento
Helena Dias
 
SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017
SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017
SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017
Alinesilva.in
 
Tecnologias para o Turismo - BTL 2013
Tecnologias para o Turismo - BTL 2013Tecnologias para o Turismo - BTL 2013
Tecnologias para o Turismo - BTL 2013
Helena Dias
 
CityWayPass
CityWayPassCityWayPass
CityWayPass
feromes
 
Case Turismo
Case TurismoCase Turismo
Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!
Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!
Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!
E.LIFE
 
Embratur slideshare
Embratur slideshareEmbratur slideshare
Embratur slideshare
Sergio Luis dos Santos Lima
 
Aula 2.pptx
Aula 2.pptxAula 2.pptx
Aula 2.pptx
mhap19
 
Digital para que te quero...
Digital para que te quero...Digital para que te quero...
Digital para que te quero...
Luis Borges Gouveia
 
Inov tur2011 touristexperience
Inov tur2011 touristexperienceInov tur2011 touristexperience
Inov tur2011 touristexperience
heldermalexandre
 
232 o novo_agente_de_turismo
232 o novo_agente_de_turismo232 o novo_agente_de_turismo
232 o novo_agente_de_turismo
Luciana Assis
 
APRESENTAÇÃO WELCOME GUIDES
APRESENTAÇÃO WELCOME GUIDESAPRESENTAÇÃO WELCOME GUIDES
APRESENTAÇÃO WELCOME GUIDES
Vitor Pereira
 
Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46
Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46 Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46
Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46
Letícia Vilella
 
Memorial 2.0 (sinalização) / Maceió Cultura
Memorial 2.0 (sinalização)  / Maceió CulturaMemorial 2.0 (sinalização)  / Maceió Cultura
Memorial 2.0 (sinalização) / Maceió Cultura
Raphael Araujo
 
inovação tecnológica e a estratégia hoteleira
inovação tecnológica e a estratégia hoteleirainovação tecnológica e a estratégia hoteleira
inovação tecnológica e a estratégia hoteleira
Pedro Valente
 
mkt mobile
mkt mobilemkt mobile
Sociogeolocalização e Comunicação Digital
Sociogeolocalização e Comunicação DigitalSociogeolocalização e Comunicação Digital
Sociogeolocalização e Comunicação Digital
Marcel Ayres
 
Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...
Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...
Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...
Laura Umbelina Santi
 
Distribuição o fator humano
Distribuição   o fator humanoDistribuição   o fator humano
Distribuição o fator humano
Gabriela Otto
 

Semelhante a Digital Marketing Technologies in Tourist Accommodation (20)

Communication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case Studies
Communication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case StudiesCommunication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case Studies
Communication Technologies in Tourist Accommodation - Successful Case Studies
 
Tecnologias da Comunicação ao Serviço do Alojamento
Tecnologias da Comunicação ao Serviço do AlojamentoTecnologias da Comunicação ao Serviço do Alojamento
Tecnologias da Comunicação ao Serviço do Alojamento
 
SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017
SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017
SEBRAE RJ | Relatório Destinos Turísticos Inteligentes 2017
 
Tecnologias para o Turismo - BTL 2013
Tecnologias para o Turismo - BTL 2013Tecnologias para o Turismo - BTL 2013
Tecnologias para o Turismo - BTL 2013
 
CityWayPass
CityWayPassCityWayPass
CityWayPass
 
Case Turismo
Case TurismoCase Turismo
Case Turismo
 
Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!
Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!
Mobi.life - Chegou a hora de olhar o mobile a sério!
 
Embratur slideshare
Embratur slideshareEmbratur slideshare
Embratur slideshare
 
Aula 2.pptx
Aula 2.pptxAula 2.pptx
Aula 2.pptx
 
Digital para que te quero...
Digital para que te quero...Digital para que te quero...
Digital para que te quero...
 
Inov tur2011 touristexperience
Inov tur2011 touristexperienceInov tur2011 touristexperience
Inov tur2011 touristexperience
 
232 o novo_agente_de_turismo
232 o novo_agente_de_turismo232 o novo_agente_de_turismo
232 o novo_agente_de_turismo
 
APRESENTAÇÃO WELCOME GUIDES
APRESENTAÇÃO WELCOME GUIDESAPRESENTAÇÃO WELCOME GUIDES
APRESENTAÇÃO WELCOME GUIDES
 
Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46
Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46 Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46
Hospedagem na Era Mobile - MBA MKT FGV - 46
 
Memorial 2.0 (sinalização) / Maceió Cultura
Memorial 2.0 (sinalização)  / Maceió CulturaMemorial 2.0 (sinalização)  / Maceió Cultura
Memorial 2.0 (sinalização) / Maceió Cultura
 
inovação tecnológica e a estratégia hoteleira
inovação tecnológica e a estratégia hoteleirainovação tecnológica e a estratégia hoteleira
inovação tecnológica e a estratégia hoteleira
 
mkt mobile
mkt mobilemkt mobile
mkt mobile
 
Sociogeolocalização e Comunicação Digital
Sociogeolocalização e Comunicação DigitalSociogeolocalização e Comunicação Digital
Sociogeolocalização e Comunicação Digital
 
Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...
Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...
Palestra na ABAV - 2013 - Se você está atendendo o cliente, quem está fazendo...
 
Distribuição o fator humano
Distribuição   o fator humanoDistribuição   o fator humano
Distribuição o fator humano
 

Mais de Ubiwhere

Forecast 2019
Forecast 2019Forecast 2019
Forecast 2019
Ubiwhere
 
Annual Report Volume 2
Annual Report Volume 2Annual Report Volume 2
Annual Report Volume 2
Ubiwhere
 
Annual Report 2017
Annual Report 2017Annual Report 2017
Annual Report 2017
Ubiwhere
 
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2
Ubiwhere
 
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1
Ubiwhere
 
Ubiwhere's Annual Report 2015
Ubiwhere's Annual Report 2015Ubiwhere's Annual Report 2015
Ubiwhere's Annual Report 2015
Ubiwhere
 
Ubiwhere 2014 Annual Report
Ubiwhere 2014 Annual ReportUbiwhere 2014 Annual Report
Ubiwhere 2014 Annual Report
Ubiwhere
 
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...
Ubiwhere
 
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologiesContribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies
Ubiwhere
 
uMeter QoS | Case Study
uMeter QoS | Case StudyuMeter QoS | Case Study
uMeter QoS | Case Study
Ubiwhere
 
Ubiwhere 2013 Annual Report
Ubiwhere 2013 Annual ReportUbiwhere 2013 Annual Report
Ubiwhere 2013 Annual Report
Ubiwhere
 
Ubiwhere Research and Innovation Profile
Ubiwhere Research and Innovation ProfileUbiwhere Research and Innovation Profile
Ubiwhere Research and Innovation Profile
Ubiwhere
 

Mais de Ubiwhere (12)

Forecast 2019
Forecast 2019Forecast 2019
Forecast 2019
 
Annual Report Volume 2
Annual Report Volume 2Annual Report Volume 2
Annual Report Volume 2
 
Annual Report 2017
Annual Report 2017Annual Report 2017
Annual Report 2017
 
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 2
 
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1
Ubiwhere's Annual Report 2016 - Volume 1
 
Ubiwhere's Annual Report 2015
Ubiwhere's Annual Report 2015Ubiwhere's Annual Report 2015
Ubiwhere's Annual Report 2015
 
Ubiwhere 2014 Annual Report
Ubiwhere 2014 Annual ReportUbiwhere 2014 Annual Report
Ubiwhere 2014 Annual Report
 
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies ...
 
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologiesContribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies
Contribution of monitoring systems for an agriculture closer to technologies
 
uMeter QoS | Case Study
uMeter QoS | Case StudyuMeter QoS | Case Study
uMeter QoS | Case Study
 
Ubiwhere 2013 Annual Report
Ubiwhere 2013 Annual ReportUbiwhere 2013 Annual Report
Ubiwhere 2013 Annual Report
 
Ubiwhere Research and Innovation Profile
Ubiwhere Research and Innovation ProfileUbiwhere Research and Innovation Profile
Ubiwhere Research and Innovation Profile
 

Digital Marketing Technologies in Tourist Accommodation

  • 1. TECNOLOGIAS NO MARKETING E COMUNICAÇÃO DIGITAL HELENA DIAS Marketing & Communication Manager hdias@ubiwhere.com
  • 2. OS PLAYERS DO MERCADO VIAJANTE (PROCURA) – Os consumidores querem valor:  Mais rápido | Mais barato | Melhor – Forças disruptivas  Tecnologia | Relacionamentos | Fidelização HOTELEIROS (OFERTA) • As empresas querem lucro:  Aumento das Receitas | Redução de Custos | Aumento dos Ganhos • Forças Disruptivas  Concorrência | Eficiência | Compromisso/Interacção dos Hóspedes CANAIS (MARKETING) • Os Marketers querem:  Aumento de Tráfego Web | Aumento da Taxa de Conversão | Margens Altas • Ponte entre a Oferta e a Procura  AVOT Online | Meta-Pesquisas | Fornecedores Directos
  • 4. O NOVO TURISTA  Nível cultural acima da média / exigente;  Nível formação média / alta e superior;  Sensível às culturas locais;  Procura experiências autênticas;  Viaja em grupo;  Prefere itinerários flexíveis;  Avalia os produtos turísticos previamente;  Consumidor “verde”;  Utilizador das novas TIC.
  • 5. Fonte: Tripadvisor Survey (2012) SURPRESA! Os turistas utilizam Internet! Turistas de Lazer • 83% planeia as suas viagens online • 63% afirma que os motores de pesquisa são a fonte primária para recolher informação sobre o destino Turistas de Negócios • 76% dos turistas de negócio planeiam as suas viagens online • 69% afirma direcionar a sua pesquisa diretamente para websites de Hotéis 56% dos turistas afirmam que o planeamento da sua viagem se inicia com uma pesquisa na Web
  • 6. Fonte: The 2012 Traveler, Google/Ipsos MediaCT (August 2012) Os turistas consideram os dispositivos móveis uma boa companhia em viagem Planeamen to da viagem 52% pesquisou restaurantes 46% leu sobre o destino 45% leu os comentários de outros turistas 42% reservou ou pesquisou alojamento online 34% reservou ou pesquisou voos online Fonte: Tripadvisor Survey (2012)
  • 7. Durante a viagem 23% utiliza para classificarem os hotéis, restaurantes e atrações que visitaram 38% publica nas redes sociais para manter amigos e familiares atualizados 47% utilizou os dispositivos moveis internacional mente 75% utilizou os dispositivos GPS 59% utilizou o GPS no seu dipositivo móvel Os turistas consideram os dispositivos móveis uma boa companhia em viagem Fonte: Tripadvisor Survey (2012)
  • 8. NOVAS TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DO TURISMO
  • 9. Web 2.0/3.0 • Redes Sociais/Social Media (ex. TripAdvisor); • Classificação/Perceção da satisfação dos clientes através de Sentiment Analysis. Reservas online • Hotelaria (ex. booking.com); • Voos; • Rent-a-car. ANTES DA VIAGEM
  • 10. Experiências Turísticas mais ricas • Experiências interativas (mesas multi-toque, outras superfícies); • Guias Móveis; • Realidade Aumentada / Realidade Virtual; Location-based Services (LBS) • Guias móveis; • Notificações; • Sistemas de Recomendações. DURANTE A VIAGEM
  • 11. Sistemas de Recomendação • Data Mining, Filtering, Clustering; • Web Semântica; • Contextualização de utilizadores e de serviços (context- aware). Soluções integradas (ex. Pervasive Tourism) • Dispositivos Móveis c/ Realidade Aumentada • Interação Gestual (sem toque/touchless); • Integração com Sistemas de recomendação (ao nível pessoal, 1-to-1); • Cartão do Turista Virtual (Cartão de “Fidelização” do Turista). DURANTE A VIAGEM
  • 12. O NOVO TURISTA TECNOLOGIA Interação com múltiplos dispositivos: • O poder do Mobile – Uma companhia constante; • Telefone (Voz) continua a ser importante; • Solução: Multiplataforma / Monitorização dos canais. Integração com as Redes Sociais: • Extensa Preferência & Comportamento Personalizados; • Links Individuais para os Amigos + Dados Profundamente Direcionados; • Solução: Encurtadores de URL / Campanhas Direcionados aos Interesses.
  • 13. Em vez de recorrem ao modelo do “desktop” para pesquisarem por e reservarem voos, hotéis e actividades com meses de antecedência…
  • 14. … Os turistas têm a possibilidade de…
  • 15. Reservar um quarto de hotel no HotelTonight - aquando da chegada ao aeroporto Os turistas têm a possibilidade de… Os turistas têm a possibilidade de…
  • 16. Requisitar um taxi/shuttle para o hotel Os turistas têm a possibilidade de…
  • 17. Ao viajar para o estrangeiro – sem planos – o Trippifi mostra-lhes os amigos mais próximos Os turistas têm a possibilidade de…
  • 18. Receber opções de percursos e pacotes turísticos para reservarem através do GetYourGuide Os turistas têm a possibilidade de…
  • 19. E o WorldMate permite organizar tudo isto num só espaço. Os turistas têm a possibilidade de… Os turistas têm a possibilidade de…
  • 20. … Tudo isto de forma simples e imediata – e a partir do seu dispositivo móvel!
  • 21. E quanto mais perto a tecnologia chega de criar mobile wallets, mais os hoteleiros podem olhar para esta tecnologia como uma ferramenta de marketing.
  • 26. GUIA TURÍSTICO OUTDOOR  Permite uma experiência multimédia;  O visitante pode seguir rotas temáticas definidas ou criar os seus próprios percursos;  Permite a exportação de informações gerais e estatísticas sobre o comportamento dos visitantes;  Suporte multilíngue;  Possíveis aplicações:  Turismo de uma cidade/região;  Nichos turísticos específicos. Criação e desenvolvimento de rotas e percursos turísticos liguem as principais atrações turísticas Divulgação e criação de eventos gastronómicos e culturais Incentivar o consumo de bens e serviços da região Promoção de Eventos e Feiras da indústria Permite a divulgação e produção de produtos turísticos de nichos específicos Promoção das rotas turísticas
  • 27. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO) - MACEDO DE CAVALEIROS
  • 28. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO)  A aplicação móvel “Sitio de Morais” oferece uma experiência divertida, lúdica e interativa aos turistas do município;  A aplicação encontra-se disponível para sistemas Android;  Leitor de QR Codes;  Todos os conteúdos da aplicação encontram- se disponíveis em:  Português;  Inglês;  Espanhol;  Opção de configuração: Conteúdo cientifico ou não cientifico.
  • 29. Mapas  Rotas Turísticas;  Restaurantes;  Alojamento;  Serviços. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO)
  • 30. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO) Rotas Turísticas:  Diferentes tipos de rotas;  Rotas predefinidas;  Percursos pedestres;  Visualização das rotas e dos pontos turísticos no mapa. Pontos de Interesse Turístico:  Imagens do ponto de interesse;  Descrição do ponto de interesse;  Contactos;  Horários;  Preço;  Website;  Coordenadas GPS.
  • 32. GUIA TURÍSTICO INDOOR  Reconhecimento automático de objetos:  O utilizador sabe sempre onde está e o que é que o rodeia;  Mapas interativos;  Realidade aumentada;  Partilha em redes sociais;  Registo das preferências dos utilizadores;  Suporte multilíngue;  Possíveis aplicações:  Alojamento turístico;  Museus;  Monumentos;  Eventos e exposições. Atender às necessidades do cliente – permitindo a criação de uma relação de confiança com este. Recurso adicional para gerar receitas e aumentar a notoriedade da marca Melhorar o atendimento e cliente Vantagem competitiva e diferenciadora face à concorrência Novo canal de comunicação que permite comunicar com o público-alvo, antes, durante e depois da viagem Melhorar a implementação de estratégia de marketing
  • 33. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA
  • 34. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA  A aplicação móvel “Circuitos pelo Património Industrial de S. J da Madeira” oferece uma experiência divertida, lúdica e interativa aos turistas do município;  Disponível para sistemas iOS (iPhone, iPad e iPod);  Todos os conteúdos da aplicação encontram-se disponíveis em:  Português;  Inglês;  Francês;  Espanhol.
  • 35. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA Informações sobre os pontos de interesse • Uma descrição pormenorizada dos locais a visitar, apoiada em conteúdos multimédia em vários formatos: • Textos; • Áudio; • Imagens; • Vídeos.
  • 36. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA Mapas com Pontos de Interesse • Na zona “Mapa”, é possível encontrar todos os pontos de interesse que fazem parte da aplicação: • CFPIC; • Cortadoria Nacional de Pêlo; • CTCP; • Evereste; • FEPSA; • Heliotextil; • Helsar; • Museu da Chapelaria; • Viarco.
  • 37. Pormenores da visita  Dentro dos pontos de interesse, estão identificadas todas as principais áreas disponíveis aos visitantes;  A aplicação oferece diversos conteúdos interativos dentro de cada secção. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA
  • 38. Rotas turísticas  Estão definidas algumas rotas principais para visitar os pontos de interesse;  O turista pode também criar as suas rotas personalizadas com todos os pontos de interesse disponíveis. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA
  • 39. Identificação de objetos  Espalhados pelos locais a visitar, encontram-se QR-Codes que podem ser lidos pela aplicação móvel;  Após a leitura, são apresentados todos os conteúdos relacionados com a seção onde o visitante se encontra. TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA
  • 40. Conteúdos adaptados a todos • Todos os conteúdos estão disponíveis nos formatos de: • Texto; • Áudio; • Vídeo (com Língua Gestual). TURISMO INDUSTRIAL DE SÃO JOÃO DA MADEIRA
  • 41. SOLUÇÕES INTERATIVA BASEADA EM RECONHECIMENTO DE GESTOS 41
  • 42. SOLUÇÃO INTERATIVA BASEADA EM RECONHECIMENTO DE GESTOS  Reconhecimento de gestos e objetos;  Conteúdo interativo personalizado;  Possíveis aplicações:  Galeria de imagens;  Apresentações empresariais;  Cronologias interativas;  Jogos. Proporciona uma experiência inovadora Aumenta a interatividade Promoção dos recursos e eventos da entidade Promoção de outros pontos de interesse
  • 43. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO) - MACEDO DE CAVALEIROS 43
  • 44. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO) MENU PRINCIPAL Cronologia Interativa | Curiosidades | Jogos
  • 45. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO) CRONOLOGIA INTERATIVA A máquina do tempo permite a consulta de informação de cada um dos períodos de tempos geológicos com base nos gestos do utilizador
  • 46. CURIOSIDADES Com base no reconhecimento de gestos, a personagem na figura imita os gestos do utilizador, ou seja, o visitante tem a oportunidade de se colocar na pele desta personagem típica da região. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO)
  • 47. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS (UNESCO) JOGOS Jogo com perguntas sobre a região, as suas tradições entre outros.
  • 49. CARTÃO VIRTUAL DO TURISTA  Criação de pacotes de visita pré- pagos;  Efetuar reservas e pagamentos;  Oferecer descontos e ofertas especiais ao utilizador;  Identificação automática do utilizador;  Produz relatórios estatísticos;  Criação de perfis do utilizador, com base nas estatísticas produzidas;  Apoia na definição de uma estratégia de Marketing e Comunicação;  Pode ser integrado nos guias para dispositivos móveis. Aumentar a fidelização do cliente e captar novos clientes Apoiar na definição de uma estratégia de marketing Gerar dados do comportamento/trans ações do consumidor com input para as atividades e inteligência de mercado Eliminar a necessidade de investimento em hardware Eliminar a necessidade de “mais um cartão” na carteira do cliente Fácil acesso e utilização para o utilizador
  • 57. ITH Room Xperience – Um novo nível de Interacção com o Cliente
  • 58. ITH Room Xperience – Um novo nível de Interação com o Cliente
  • 59. ITH Room Xperience – Um novo nível de Interação com o Cliente
  • 60. ITH Room Xperience – Um novo nível de Interação com o Cliente
  • 61. Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
  • 62. Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
  • 63. Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
  • 64. Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
  • 65. Sol Wave House em Espanha – O 1º Hotel Twitter
  • 66. Hotéis Starwood – Smartphone como chave do quarto
  • 67. Hotéis Starwood – Smartphone como chave do quarto
  • 68. Hotéis Starwood – Smartphone como chave do quarto
  • 69. Loews Hotels – Reserve com o Twitter
  • 70. Loews Hotels – Reserve com o Twitter Para reservar basta simplesmente usar a hashtag #BookLoews num Tweet para @Loews_Hotels e manifestar interesse. Em seguida, o consumidor será contactado pela Loews no Twitter.
  • 71. The Muse Hotel – Oferece aos clientes e-readers para utilizarem durante a estada
  • 72. Hyatt Union Square New York – Oferece 3 opções para efetuar o check-in • Kiosks electrónicos; • iPads; • Balcões tradicionais.
  • 73. Marriott Hotels – Salas de Reuniões Tecnológicas Através da aplicação, o cliente pode pedir para a temperatura da sala ser ajustada, café ou que o almoço seja servido mais cedo.
  • 74. Marriott Hotels – Pioneiros no Concierge Virtual • Botão ADA (Americans With Disabilities Act) que permite que as pessoas com incapacidades acedam à informação; • Informação sobre voos; • Informação de transportes; • Guia turístico (eventos, POI, entre outros); • Os hóspedes podem enviar as informações directamente para o seu telemóvel.
  • 75. O FUTURO? Em 2012, a Google anunciou os seus planos de criar o que muitos consideraram ser o próximo passo lógico de evolução dos dispositivos móveis – uns óculos interativos
  • 80. O FUTURO? Virgin Atlantic – Concierges utilizam Google Glass para oferecer um serviço mais personalizado
  • 81. O FUTURO? ACME Hotel – Desde dia 10 de Março, os hóspedes podem reservar os óculos interativos para usarem durante 3 horas
  • 82. TECNOLOGIAS NO MARKETING E COMUNICAÇÃO DIGITAL HELENA DIAS Marketing & Communication Manager hdias@ubiwhere.com