SlideShare uma empresa Scribd logo
Transporte de vítimasTransporte de vítimas
Estado da VítimaEstado da Vítima
Vítima consciente não podendo andarVítima consciente não podendo andar
Vítima consciente que pode andarVítima consciente que pode andar
Vítima inconsciente com respiraçãoVítima inconsciente com respiração
Vítima inconsciente sem respiraçãoVítima inconsciente sem respiração
Casos de remoçãoCasos de remoção
Só quando houver risco real deSó quando houver risco real de
explosões,incêndio,desabamento,soterramentoexplosões,incêndio,desabamento,soterramento
ou afogamento.ou afogamento.
Em atletas ,se houver riscos de sofrer maioresEm atletas ,se houver riscos de sofrer maiores
danos e se a pessoa que socorre não tivedanos e se a pessoa que socorre não tive
condições de avaliar a lesão ou tratar dela.condições de avaliar a lesão ou tratar dela.
A movimentação ou o transporte de umA movimentação ou o transporte de um
acidentado deve ser feita com muitoacidentado deve ser feita com muito
cuidado, a fim de não agravar as lesões jácuidado, a fim de não agravar as lesões já
existentesexistentesexistentesexistentes
IMPORTANTEIMPORTANTE
Ter sempre em mente a possibilidade daTer sempre em mente a possibilidade da
vítima ter sofrido uma lesão na espinhavítima ter sofrido uma lesão na espinha
(fratura da vértebra).(fratura da vértebra).
A movimentação abrupta e incorreta àA movimentação abrupta e incorreta à
vítima, nesses casos, levará fatalmente avítima, nesses casos, levará fatalmente a
uma paralisia irreversível dos membros, emuma paralisia irreversível dos membros, em
conseqüência da secção da medula, ouconseqüência da secção da medula, ou
mesmo poderá levámesmo poderá levá--lo à morte.lo à morte.
Procedimentos antes da remoçãoProcedimentos antes da remoção
Controlar a hemorragia;Controlar a hemorragia;
Manter a respiração(artificial ou natural);Manter a respiração(artificial ou natural);Manter a respiração(artificial ou natural);Manter a respiração(artificial ou natural);
Executar a massagem cardíaca;Executar a massagem cardíaca;
Imobilizar todos os pontos com suspeita de fraturas;Imobilizar todos os pontos com suspeita de fraturas;
Evitar o estado de choque;Evitar o estado de choque;
O transporteO transporte
O transporteO transporte
Transporte da vítima deve ser feito somenteTransporte da vítima deve ser feito somente
em maca,em maca, padíolapadíola ou outraou outra superficiesuperficie duradura --
exemplo: banco traseiro do veículo, umaexemplo: banco traseiro do veículo, uma
tábua larga, etc...tábua larga, etc...tábua larga, etc...tábua larga, etc...
Meios improvisados:Meios improvisados:
Ajuda de pessoas , cadeiras , tábuas ,Ajuda de pessoas , cadeiras , tábuas ,
cobertores , portas ou material disponívelcobertores , portas ou material disponível
Transporte em veículo grande, evitandoTransporte em veículo grande, evitando
balanços e freadas bruscas para não agravarbalanços e freadas bruscas para não agravar
a lesão, ou flexionar a coluna.a lesão, ou flexionar a coluna.a lesão, ou flexionar a coluna.a lesão, ou flexionar a coluna.
EXTRICAÇÃOEXTRICAÇÃO
Conjunto de manobras que tem comoConjunto de manobras que tem como
objetivo retirar o individuo de um local deobjetivo retirar o individuo de um local de
onde ele não pode ou não deve sair por seusonde ele não pode ou não deve sair por seusonde ele não pode ou não deve sair por seusonde ele não pode ou não deve sair por seus
próprios meios.próprios meios.
DESENCARCERAMENTODESENCARCERAMENTO
É um tipo deÉ um tipo de extricaçãoextricação, porém o objetivo é, porém o objetivo é
retirar as ferragens e os escombros de cimaretirar as ferragens e os escombros de cima
da vítima.da vítima.
ENCARCERAMENTOENCARCERAMENTO
É quando a vitima se encontra presa atravésÉ quando a vitima se encontra presa através
de obstáculos físicos que podem ocorrer emde obstáculos físicos que podem ocorrer em
situações de colisões ou desabamentossituações de colisões ou desabamentos
INDICAÇÕES DE EXTRICAÇÃOINDICAÇÕES DE EXTRICAÇÃO
11-- Obstáculos físicosObstáculos físicos
22-- InconsciênciaInconsciência
33-- Risco de lesões secundáriasRisco de lesões secundárias33-- Risco de lesões secundáriasRisco de lesões secundárias
44-- Combinação destes fatoresCombinação destes fatores
TÉCNICAS DE EXTRICAÇÃOTÉCNICAS DE EXTRICAÇÃO
Existem duas técnicas deExistem duas técnicas de ExtricaçãoExtricação: A: AExistem duas técnicas deExistem duas técnicas de ExtricaçãoExtricação: A: A
nossa escolha será feita de acordo comnossa escolha será feita de acordo com
as condições do local e a gravidade doas condições do local e a gravidade do
paciente.paciente.
11-- PADRÃOPADRÃO
Serve para cenas seguras e vitimas estáveis, elaServe para cenas seguras e vitimas estáveis, ela
emprega equipamentos de imobilização e deveemprega equipamentos de imobilização e deve
ser a técnica preferida.ser a técnica preferida.
22-- RÁPIDARÁPIDA
Quando o paciente está instável ou quando háQuando o paciente está instável ou quando há
risco no local utilizando pouco ou nenhumrisco no local utilizando pouco ou nenhumrisco no local utilizando pouco ou nenhumrisco no local utilizando pouco ou nenhum
equipamentoequipamento
Chave deChave de RauteckRauteck ::
Manobra desenvolvida para retirar, semManobra desenvolvida para retirar, sem
equipamento,rapidamente a vitima de umequipamento,rapidamente a vitima de um
acidente automobilístico, não encarcerada, eacidente automobilístico, não encarcerada, e
movimentando o mínimo possível a sua coluna.movimentando o mínimo possível a sua coluna.movimentando o mínimo possível a sua coluna.movimentando o mínimo possível a sua coluna.
É indicado quando existe risco iminente de vidaÉ indicado quando existe risco iminente de vida
para a vitima.para a vitima.
Tipos de transporteTipos de transporte
Transporte em braços:Transporte em braços:
-- Pegada com duas mãos e apoio para andarPegada com duas mãos e apoio para andar
com uma pessoacom uma pessoa
--Lesões no péLesões no pé--Lesões no péLesões no pé
ProcedimentoProcedimento
Levar a vítima no colo,porém bem alto paraLevar a vítima no colo,porém bem alto para
nãonão cansacansa--lala..
Transporte de cadeirinhas:Transporte de cadeirinhas:
--Pegada com quatros mãosPegada com quatros mãos
--Lesões na pernaLesões na perna
ProcedimentoProcedimentoProcedimentoProcedimento
Um entrelaçamento com os braços formandoUm entrelaçamento com os braços formando
um assento para a vítima,que se apoiará nosum assento para a vítima,que se apoiará nos
socorristassocorristas..
Transporte de apoio em braços:Transporte de apoio em braços:
--acidentes de carroacidentes de carro
ProcedimentoProcedimentoProcedimentoProcedimento
Segurar a vítima pelo punho e passar seuSegurar a vítima pelo punho e passar seu
braço sobre a axilabraço sobre a axila
Transporte de arrasto de lençol:Transporte de arrasto de lençol:
ProcedimentoProcedimento
Deitar a vítima de costas sobre o lençol e oDeitar a vítima de costas sobre o lençol e oDeitar a vítima de costas sobre o lençol e oDeitar a vítima de costas sobre o lençol e o
socorristasocorrista,juntando as pontas do pano na,juntando as pontas do pano na
extremidade próxima a cabeça,a eleva e aextremidade próxima a cabeça,a eleva e a
arrasta.arrasta.
Transporte em cadeiras:Transporte em cadeiras:
ProcedimentoProcedimento
Sentar a vitima na cadeira.Segurar peloSentar a vitima na cadeira.Segurar peloSentar a vitima na cadeira.Segurar peloSentar a vitima na cadeira.Segurar pelo
espaldar os pés da cadeira.espaldar os pés da cadeira.
Transporte nas costasTransporte nas costas
ProcedimentoProcedimento
Virar as costas para ele e passar os braços daVirar as costas para ele e passar os braços da
vítima em torno do seu pescoço.Inclinandovítima em torno do seu pescoço.Inclinandovítima em torno do seu pescoço.Inclinandovítima em torno do seu pescoço.Inclinando
o corpo para a frente,oo corpo para a frente,o socorristasocorrista levanta alevanta a
pessoa,conduzindopessoa,conduzindo--a.a.
IMPORTANTE !!!!!!!IMPORTANTE !!!!!!!
Da mesma forma que em todos osDa mesma forma que em todos os
procedimentos de primeiros socorros,a regraprocedimentos de primeiros socorros,a regra
básica é a precaução.básica é a precaução.básica é a precaução.básica é a precaução.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagemBiosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagem
Gabriela Montargil
 
Carro de Emergência
Carro de EmergênciaCarro de Emergência
Carro de Emergência
resenfe2013
 
Atendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicosAtendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicos
Ana Hollanders
 
Aula 1_Pronto Socorro
Aula 1_Pronto SocorroAula 1_Pronto Socorro
Aula 1_Pronto Socorro
zoeadas
 
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
 Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
ivanaferraz
 
Palestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros BásicosPalestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros Básicos
Ana Hollanders
 
Introduçao a urgencia e emergencia
Introduçao a urgencia e emergenciaIntroduçao a urgencia e emergencia
Introduçao a urgencia e emergencia
jorge luiz dos santos de souza
 
Classificação de risco
Classificação de riscoClassificação de risco
Classificação de risco
Cristiane Dias
 
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Prof Silvio Rosa
 
Slide Centro Cirúrgico
Slide Centro CirúrgicoSlide Centro Cirúrgico
Slide Centro Cirúrgico
Luana Santos
 
Fundamentos de enfermagem aula 3
Fundamentos de enfermagem aula 3Fundamentos de enfermagem aula 3
Fundamentos de enfermagem aula 3
9999894014
 
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROSTREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
Julio Jayme
 
Banho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadaBanho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizada
hospital
 
Paciente em fase terminal
Paciente em fase terminalPaciente em fase terminal
Paciente em fase terminal
Rodrigo Abreu
 
Isolamento
IsolamentoIsolamento
Isolamento
Rodrigo Abreu
 
Noções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosNoções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorros
Rocha Neto
 
Atendimento pré hospitalar -1
Atendimento pré hospitalar -1Atendimento pré hospitalar -1
Atendimento pré hospitalar -1
Eduardo Gomes da Silva
 
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Eduardo Gomes da Silva
 
Engasgo Socorros Manobra Heimlich
Engasgo  Socorros  Manobra HeimlichEngasgo  Socorros  Manobra Heimlich
Engasgo Socorros Manobra Heimlich
Antonio Lopes
 
Aph
AphAph

Mais procurados (20)

Biosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagemBiosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagem
 
Carro de Emergência
Carro de EmergênciaCarro de Emergência
Carro de Emergência
 
Atendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicosAtendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicos
 
Aula 1_Pronto Socorro
Aula 1_Pronto SocorroAula 1_Pronto Socorro
Aula 1_Pronto Socorro
 
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
 Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
 
Palestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros BásicosPalestra Primeiros Socorros Básicos
Palestra Primeiros Socorros Básicos
 
Introduçao a urgencia e emergencia
Introduçao a urgencia e emergenciaIntroduçao a urgencia e emergencia
Introduçao a urgencia e emergencia
 
Classificação de risco
Classificação de riscoClassificação de risco
Classificação de risco
 
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
 
Slide Centro Cirúrgico
Slide Centro CirúrgicoSlide Centro Cirúrgico
Slide Centro Cirúrgico
 
Fundamentos de enfermagem aula 3
Fundamentos de enfermagem aula 3Fundamentos de enfermagem aula 3
Fundamentos de enfermagem aula 3
 
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROSTREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
 
Banho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadaBanho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizada
 
Paciente em fase terminal
Paciente em fase terminalPaciente em fase terminal
Paciente em fase terminal
 
Isolamento
IsolamentoIsolamento
Isolamento
 
Noções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosNoções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorros
 
Atendimento pré hospitalar -1
Atendimento pré hospitalar -1Atendimento pré hospitalar -1
Atendimento pré hospitalar -1
 
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
Pediatria Aula Emergencias Pediatricas[ Revisado]
 
Engasgo Socorros Manobra Heimlich
Engasgo  Socorros  Manobra HeimlichEngasgo  Socorros  Manobra Heimlich
Engasgo Socorros Manobra Heimlich
 
Aph
AphAph
Aph
 

Destaque

17 transporte e levantamento da vítima
17   transporte e levantamento da vítima17   transporte e levantamento da vítima
17 transporte e levantamento da vítima
jospa1960
 
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Movimentação e transporte  de vítimas de traumaMovimentação e transporte  de vítimas de trauma
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Denis Fernando Martins
 
Aula Imobilizações
Aula ImobilizaçõesAula Imobilizações
Aula Imobilizações
Carlos Andrade
 
4ª e 5ª aula imobiização
4ª e 5ª aula   imobiização4ª e 5ª aula   imobiização
4ª e 5ª aula imobiização
Prof Silvio Rosa
 
Ps db transporte de acidentados
Ps db transporte de acidentadosPs db transporte de acidentados
Ps db transporte de acidentados
felipethoaldo
 
Slides Primeiros Socorros
Slides Primeiros SocorrosSlides Primeiros Socorros
Slides Primeiros Socorros
Oberlania Alves
 
Transporte de Pacientes: Intra-Hospitalar e Inter-Hospitalar
Transporte de Pacientes: Intra-Hospitalar  e Inter-HospitalarTransporte de Pacientes: Intra-Hospitalar  e Inter-Hospitalar
Transporte de Pacientes: Intra-Hospitalar e Inter-Hospitalar
Jeferson Espindola
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
Sylvania Paiva
 
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Movimentação e transporte  de vítimas de traumaMovimentação e transporte  de vítimas de trauma
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Denis Fernando Martins
 
Transporte intra hospitalar
Transporte intra hospitalarTransporte intra hospitalar
Transporte intra hospitalar
Pamela Manoela
 
Manual de resgate rodoviário
Manual de resgate rodoviárioManual de resgate rodoviário
Manual de resgate rodoviário
Sérgio Araújo
 
Praticas de imobilizações
Praticas de imobilizaçõesPraticas de imobilizações
Praticas de imobilizações
foconavida
 
Transporte de pacientes
Transporte de pacientesTransporte de pacientes
Transporte de pacientes
Cintia da Cruz Silva
 
Lesões Esportivas
Lesões EsportivasLesões Esportivas
Lesões Esportivas
Fabiano Bartmann
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
Fagner Athayde
 
Apostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorrosApostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorros
Cristiane Dias
 
Slides lesões nos esportes
Slides lesões nos esportesSlides lesões nos esportes
Slides lesões nos esportes
anasrcosta
 
0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo - Marion
0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo  - Marion0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo  - Marion
0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo - Marion
laiscarlini
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
HernandoPaiva
 
(Lecão) 320 Jogos Escoteiros
(Lecão) 320 Jogos Escoteiros(Lecão) 320 Jogos Escoteiros
(Lecão) 320 Jogos Escoteiros
GECS
 

Destaque (20)

17 transporte e levantamento da vítima
17   transporte e levantamento da vítima17   transporte e levantamento da vítima
17 transporte e levantamento da vítima
 
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Movimentação e transporte  de vítimas de traumaMovimentação e transporte  de vítimas de trauma
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
 
Aula Imobilizações
Aula ImobilizaçõesAula Imobilizações
Aula Imobilizações
 
4ª e 5ª aula imobiização
4ª e 5ª aula   imobiização4ª e 5ª aula   imobiização
4ª e 5ª aula imobiização
 
Ps db transporte de acidentados
Ps db transporte de acidentadosPs db transporte de acidentados
Ps db transporte de acidentados
 
Slides Primeiros Socorros
Slides Primeiros SocorrosSlides Primeiros Socorros
Slides Primeiros Socorros
 
Transporte de Pacientes: Intra-Hospitalar e Inter-Hospitalar
Transporte de Pacientes: Intra-Hospitalar  e Inter-HospitalarTransporte de Pacientes: Intra-Hospitalar  e Inter-Hospitalar
Transporte de Pacientes: Intra-Hospitalar e Inter-Hospitalar
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
 
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Movimentação e transporte  de vítimas de traumaMovimentação e transporte  de vítimas de trauma
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
 
Transporte intra hospitalar
Transporte intra hospitalarTransporte intra hospitalar
Transporte intra hospitalar
 
Manual de resgate rodoviário
Manual de resgate rodoviárioManual de resgate rodoviário
Manual de resgate rodoviário
 
Praticas de imobilizações
Praticas de imobilizaçõesPraticas de imobilizações
Praticas de imobilizações
 
Transporte de pacientes
Transporte de pacientesTransporte de pacientes
Transporte de pacientes
 
Lesões Esportivas
Lesões EsportivasLesões Esportivas
Lesões Esportivas
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
 
Apostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorrosApostila de primeiros socorros
Apostila de primeiros socorros
 
Slides lesões nos esportes
Slides lesões nos esportesSlides lesões nos esportes
Slides lesões nos esportes
 
0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo - Marion
0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo  - Marion0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo  - Marion
0312 atendimento básico a vítima de politraumatismo - Marion
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
(Lecão) 320 Jogos Escoteiros
(Lecão) 320 Jogos Escoteiros(Lecão) 320 Jogos Escoteiros
(Lecão) 320 Jogos Escoteiros
 

Semelhante a Transportedevitimas

TRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROS
TRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROSTRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROS
TRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROS
Ingrid789856
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...
Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...
Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...
CarlosMachado721983
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
soniaalmeida38
 
Tst primeiros socorros_semana_13
Tst primeiros socorros_semana_13Tst primeiros socorros_semana_13
Tst primeiros socorros_semana_13
Celine Fochesato Claudino
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
emanueltstegeon
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Stelli Freitas
 
KED e colar cervical na vítima consciente
KED e colar cervical na vítima conscienteKED e colar cervical na vítima consciente
KED e colar cervical na vítima consciente
ANSB - Associação Nacional dos Sapadores-Bombeiros
 
Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....
Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....
Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....
CarlosMachado721983
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
soniaalmeida38
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
soniaalmeida38
 
Aula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptx
Aula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptxAula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptx
Aula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptx
JooCosme3
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
soniaalmeida38
 
REsgate basico.docx
REsgate basico.docxREsgate basico.docx
REsgate basico.docx
DanielCarvalhoJunior
 
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdfAula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
ontimiza
 
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
ElioenaiAlmeida1
 
Segurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorrosSegurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorros
Fabiana Chaves
 
PRIMEIROS SOCORROS TEORICO
PRIMEIROS SOCORROS TEORICOPRIMEIROS SOCORROS TEORICO
PRIMEIROS SOCORROS TEORICO
Marco Lamim
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Alexandra Leal
 
Apostila primeiros socorros
Apostila    primeiros socorrosApostila    primeiros socorros
Apostila primeiros socorros
Marcos Soares
 

Semelhante a Transportedevitimas (20)

TRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROS
TRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROSTRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROS
TRANSPORTE DE VITIMA DE ACIDENTES PRIMEIROS SOCORROS
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...
Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...
Anexo 28_Protocolo de Resposta a Emergência_Deslizamento ou desabamento_Rev.1...
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
 
Tst primeiros socorros_semana_13
Tst primeiros socorros_semana_13Tst primeiros socorros_semana_13
Tst primeiros socorros_semana_13
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
KED e colar cervical na vítima consciente
KED e colar cervical na vítima conscienteKED e colar cervical na vítima consciente
KED e colar cervical na vítima consciente
 
Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....
Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....
Anexo 30_Protocolo de Resposta a Emergência_Queda de carga_Rev 12_20.06.2022....
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
 
Aula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptx
Aula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptxAula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptx
Aula Sobre: Primeiros Socorros-Aula 1.pptx
 
M9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptxM9 Primeiros Socorros.pptx
M9 Primeiros Socorros.pptx
 
REsgate basico.docx
REsgate basico.docxREsgate basico.docx
REsgate basico.docx
 
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdfAula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
 
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
 
Segurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorrosSegurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorros
 
PRIMEIROS SOCORROS TEORICO
PRIMEIROS SOCORROS TEORICOPRIMEIROS SOCORROS TEORICO
PRIMEIROS SOCORROS TEORICO
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Apostila primeiros socorros
Apostila    primeiros socorrosApostila    primeiros socorros
Apostila primeiros socorros
 

Transportedevitimas

  • 2. Estado da VítimaEstado da Vítima Vítima consciente não podendo andarVítima consciente não podendo andar Vítima consciente que pode andarVítima consciente que pode andar Vítima inconsciente com respiraçãoVítima inconsciente com respiração Vítima inconsciente sem respiraçãoVítima inconsciente sem respiração
  • 3. Casos de remoçãoCasos de remoção Só quando houver risco real deSó quando houver risco real de explosões,incêndio,desabamento,soterramentoexplosões,incêndio,desabamento,soterramento ou afogamento.ou afogamento. Em atletas ,se houver riscos de sofrer maioresEm atletas ,se houver riscos de sofrer maiores danos e se a pessoa que socorre não tivedanos e se a pessoa que socorre não tive condições de avaliar a lesão ou tratar dela.condições de avaliar a lesão ou tratar dela.
  • 4. A movimentação ou o transporte de umA movimentação ou o transporte de um acidentado deve ser feita com muitoacidentado deve ser feita com muito cuidado, a fim de não agravar as lesões jácuidado, a fim de não agravar as lesões já existentesexistentesexistentesexistentes IMPORTANTEIMPORTANTE Ter sempre em mente a possibilidade daTer sempre em mente a possibilidade da vítima ter sofrido uma lesão na espinhavítima ter sofrido uma lesão na espinha (fratura da vértebra).(fratura da vértebra).
  • 5. A movimentação abrupta e incorreta àA movimentação abrupta e incorreta à vítima, nesses casos, levará fatalmente avítima, nesses casos, levará fatalmente a uma paralisia irreversível dos membros, emuma paralisia irreversível dos membros, em conseqüência da secção da medula, ouconseqüência da secção da medula, ou mesmo poderá levámesmo poderá levá--lo à morte.lo à morte.
  • 6. Procedimentos antes da remoçãoProcedimentos antes da remoção Controlar a hemorragia;Controlar a hemorragia; Manter a respiração(artificial ou natural);Manter a respiração(artificial ou natural);Manter a respiração(artificial ou natural);Manter a respiração(artificial ou natural);
  • 7. Executar a massagem cardíaca;Executar a massagem cardíaca; Imobilizar todos os pontos com suspeita de fraturas;Imobilizar todos os pontos com suspeita de fraturas; Evitar o estado de choque;Evitar o estado de choque;
  • 9. O transporteO transporte Transporte da vítima deve ser feito somenteTransporte da vítima deve ser feito somente em maca,em maca, padíolapadíola ou outraou outra superficiesuperficie duradura -- exemplo: banco traseiro do veículo, umaexemplo: banco traseiro do veículo, uma tábua larga, etc...tábua larga, etc...tábua larga, etc...tábua larga, etc... Meios improvisados:Meios improvisados: Ajuda de pessoas , cadeiras , tábuas ,Ajuda de pessoas , cadeiras , tábuas , cobertores , portas ou material disponívelcobertores , portas ou material disponível
  • 10. Transporte em veículo grande, evitandoTransporte em veículo grande, evitando balanços e freadas bruscas para não agravarbalanços e freadas bruscas para não agravar a lesão, ou flexionar a coluna.a lesão, ou flexionar a coluna.a lesão, ou flexionar a coluna.a lesão, ou flexionar a coluna.
  • 11. EXTRICAÇÃOEXTRICAÇÃO Conjunto de manobras que tem comoConjunto de manobras que tem como objetivo retirar o individuo de um local deobjetivo retirar o individuo de um local de onde ele não pode ou não deve sair por seusonde ele não pode ou não deve sair por seusonde ele não pode ou não deve sair por seusonde ele não pode ou não deve sair por seus próprios meios.próprios meios.
  • 12. DESENCARCERAMENTODESENCARCERAMENTO É um tipo deÉ um tipo de extricaçãoextricação, porém o objetivo é, porém o objetivo é retirar as ferragens e os escombros de cimaretirar as ferragens e os escombros de cima da vítima.da vítima. ENCARCERAMENTOENCARCERAMENTO É quando a vitima se encontra presa atravésÉ quando a vitima se encontra presa através de obstáculos físicos que podem ocorrer emde obstáculos físicos que podem ocorrer em situações de colisões ou desabamentossituações de colisões ou desabamentos
  • 13. INDICAÇÕES DE EXTRICAÇÃOINDICAÇÕES DE EXTRICAÇÃO 11-- Obstáculos físicosObstáculos físicos 22-- InconsciênciaInconsciência 33-- Risco de lesões secundáriasRisco de lesões secundárias33-- Risco de lesões secundáriasRisco de lesões secundárias 44-- Combinação destes fatoresCombinação destes fatores
  • 14. TÉCNICAS DE EXTRICAÇÃOTÉCNICAS DE EXTRICAÇÃO Existem duas técnicas deExistem duas técnicas de ExtricaçãoExtricação: A: AExistem duas técnicas deExistem duas técnicas de ExtricaçãoExtricação: A: A nossa escolha será feita de acordo comnossa escolha será feita de acordo com as condições do local e a gravidade doas condições do local e a gravidade do paciente.paciente.
  • 15. 11-- PADRÃOPADRÃO Serve para cenas seguras e vitimas estáveis, elaServe para cenas seguras e vitimas estáveis, ela emprega equipamentos de imobilização e deveemprega equipamentos de imobilização e deve ser a técnica preferida.ser a técnica preferida. 22-- RÁPIDARÁPIDA Quando o paciente está instável ou quando háQuando o paciente está instável ou quando há risco no local utilizando pouco ou nenhumrisco no local utilizando pouco ou nenhumrisco no local utilizando pouco ou nenhumrisco no local utilizando pouco ou nenhum equipamentoequipamento
  • 16. Chave deChave de RauteckRauteck :: Manobra desenvolvida para retirar, semManobra desenvolvida para retirar, sem equipamento,rapidamente a vitima de umequipamento,rapidamente a vitima de um acidente automobilístico, não encarcerada, eacidente automobilístico, não encarcerada, e movimentando o mínimo possível a sua coluna.movimentando o mínimo possível a sua coluna.movimentando o mínimo possível a sua coluna.movimentando o mínimo possível a sua coluna. É indicado quando existe risco iminente de vidaÉ indicado quando existe risco iminente de vida para a vitima.para a vitima.
  • 17. Tipos de transporteTipos de transporte Transporte em braços:Transporte em braços: -- Pegada com duas mãos e apoio para andarPegada com duas mãos e apoio para andar com uma pessoacom uma pessoa --Lesões no péLesões no pé--Lesões no péLesões no pé ProcedimentoProcedimento Levar a vítima no colo,porém bem alto paraLevar a vítima no colo,porém bem alto para nãonão cansacansa--lala..
  • 18. Transporte de cadeirinhas:Transporte de cadeirinhas: --Pegada com quatros mãosPegada com quatros mãos --Lesões na pernaLesões na perna ProcedimentoProcedimentoProcedimentoProcedimento Um entrelaçamento com os braços formandoUm entrelaçamento com os braços formando um assento para a vítima,que se apoiará nosum assento para a vítima,que se apoiará nos socorristassocorristas..
  • 19. Transporte de apoio em braços:Transporte de apoio em braços: --acidentes de carroacidentes de carro ProcedimentoProcedimentoProcedimentoProcedimento Segurar a vítima pelo punho e passar seuSegurar a vítima pelo punho e passar seu braço sobre a axilabraço sobre a axila
  • 20. Transporte de arrasto de lençol:Transporte de arrasto de lençol: ProcedimentoProcedimento Deitar a vítima de costas sobre o lençol e oDeitar a vítima de costas sobre o lençol e oDeitar a vítima de costas sobre o lençol e oDeitar a vítima de costas sobre o lençol e o socorristasocorrista,juntando as pontas do pano na,juntando as pontas do pano na extremidade próxima a cabeça,a eleva e aextremidade próxima a cabeça,a eleva e a arrasta.arrasta.
  • 21. Transporte em cadeiras:Transporte em cadeiras: ProcedimentoProcedimento Sentar a vitima na cadeira.Segurar peloSentar a vitima na cadeira.Segurar peloSentar a vitima na cadeira.Segurar peloSentar a vitima na cadeira.Segurar pelo espaldar os pés da cadeira.espaldar os pés da cadeira.
  • 22. Transporte nas costasTransporte nas costas ProcedimentoProcedimento Virar as costas para ele e passar os braços daVirar as costas para ele e passar os braços da vítima em torno do seu pescoço.Inclinandovítima em torno do seu pescoço.Inclinandovítima em torno do seu pescoço.Inclinandovítima em torno do seu pescoço.Inclinando o corpo para a frente,oo corpo para a frente,o socorristasocorrista levanta alevanta a pessoa,conduzindopessoa,conduzindo--a.a.
  • 23. IMPORTANTE !!!!!!!IMPORTANTE !!!!!!! Da mesma forma que em todos osDa mesma forma que em todos os procedimentos de primeiros socorros,a regraprocedimentos de primeiros socorros,a regra básica é a precaução.básica é a precaução.básica é a precaução.básica é a precaução.