SlideShare uma empresa Scribd logo
TRANSCRIÇÃO
FONÉTICA E
FONOLÓGICA
Em nenhuma língua do mundo a ortografia
é representada exclusivamente de forma
fonética, por isso é sempre difícil
fazer a representação gráfica dos
fonemas.
Há sempre uma maior ou menor influência
etimológica, ou seja, através da
escrita, busca-se indicar a origem da
palavra.
Em português, o fonema que possui o
maior número de representações
ortográficas é o /s/.
sala, centro, moça, máximo, juiz, além
dos dígrafos massa, descer, desça,
exceto, exsudação. Ou seja, o fonema /s/
pode ser representado pelas letras s, c,
ç, x, z, e pelos dígrafos ss, sc, sç,
xc, xs.
Quando fazemos uma transcrição
fonética ou fonológica precisamos
que a representação do fonema seja
exatamente aquela e não outra.
Dizemos que deve haver uma
representação biunívoca, isto é,
cada fonema deve corresponder a
apenas um símbolo, e um símbolo
corresponde apenas a um fonema. Foi
assim que surgiu a necessidade de
se criar um alfabeto fonético.
O alfabeto fonético é uma série de
símbolos convencionais que
utilizamos para representar
graficamente os sons da língua.
Sons de fala e
grafema
Exemplos
Sons de fala e
grafema
Exemplos
https://fonologia.org/fonetica-
articulatoria-consoantes/
“conjunto de traços distintivos comum a dois ou mais fonemas”
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a transcrição fonética para aulas de língua

Fonemas.pdf
Fonemas.pdfFonemas.pdf
Fonemas.pdf
Marcos895089
 
Fonologia
FonologiaFonologia
FONÉTICA.pptx
FONÉTICA.pptxFONÉTICA.pptx
FONÉTICA.pptx
MarluceBrum1
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
Karla Costa
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
Karla Costa
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
Karla Costa
 
1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética
Angélica Manenti
 
Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...
Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...
Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...
WellingtondeJesus12
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
Renata Haratani
 
1 fonética
1 fonética1 fonética
1 fonética
Jackelini Muzy Vaz
 
fonetica e fonologia da LP.pptx
fonetica e fonologia da LP.pptxfonetica e fonologia da LP.pptx
fonetica e fonologia da LP.pptx
LeniomarMorais
 
Fonética e Fonologia
Fonética e FonologiaFonética e Fonologia
Fonética e Fonologia
Marcos Feliciano
 
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
Angélica Manenti
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia aula 01
Fonologia aula 01Fonologia aula 01
Fonologia aula 01
Maria De Lourdes Ramos
 
Aula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacaoAula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacao
Walace Cestari
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
Diego Prezia
 
Introdução à fonética e à fonologia parte 1
Introdução à fonética e à fonologia   parte 1Introdução à fonética e à fonologia   parte 1
Introdução à fonética e à fonologia parte 1
osvaldo souza
 
Acentuação Gráfica.pdf
Acentuação Gráfica.pdfAcentuação Gráfica.pdf
Acentuação Gráfica.pdf
LuSilva76
 
Convenções e transcrição fonética
Convenções e transcrição fonéticaConvenções e transcrição fonética
Convenções e transcrição fonética
nivalda
 

Semelhante a transcrição fonética para aulas de língua (20)

Fonemas.pdf
Fonemas.pdfFonemas.pdf
Fonemas.pdf
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
FONÉTICA.pptx
FONÉTICA.pptxFONÉTICA.pptx
FONÉTICA.pptx
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética1ª série E. M. - Fonética
1ª série E. M. - Fonética
 
Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...
Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...
Os fonemas são os sons produzidos pelos falantes e representam as unidades so...
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
1 fonética
1 fonética1 fonética
1 fonética
 
fonetica e fonologia da LP.pptx
fonetica e fonologia da LP.pptxfonetica e fonologia da LP.pptx
fonetica e fonologia da LP.pptx
 
Fonética e Fonologia
Fonética e FonologiaFonética e Fonologia
Fonética e Fonologia
 
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Fonologia aula 01
Fonologia aula 01Fonologia aula 01
Fonologia aula 01
 
Aula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacaoAula01 saudeaprovacao
Aula01 saudeaprovacao
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Introdução à fonética e à fonologia parte 1
Introdução à fonética e à fonologia   parte 1Introdução à fonética e à fonologia   parte 1
Introdução à fonética e à fonologia parte 1
 
Acentuação Gráfica.pdf
Acentuação Gráfica.pdfAcentuação Gráfica.pdf
Acentuação Gráfica.pdf
 
Convenções e transcrição fonética
Convenções e transcrição fonéticaConvenções e transcrição fonética
Convenções e transcrição fonética
 

Mais de Kelly Mendes

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
VANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdf
VANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdfVANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdf
VANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdf
Kelly Mendes
 
Silva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdf
Silva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdfSilva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdf
Silva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdf
Kelly Mendes
 
717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf
717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf
717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf
Kelly Mendes
 
A função dos numerais nas construções gramaticais
A função dos numerais nas construções gramaticaisA função dos numerais nas construções gramaticais
A função dos numerais nas construções gramaticais
Kelly Mendes
 
GUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdf
GUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdfGUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdf
GUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdf
Kelly Mendes
 

Mais de Kelly Mendes (6)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
VANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdf
VANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdfVANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdf
VANGUARDAS europeias exercícios escolares.pdf
 
Silva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdf
Silva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdfSilva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdf
Silva & Mendes artigo (2023, p. 166)..pdf
 
717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf
717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf
717503366-Fonologia-Fone-tica-e-Ensino-Guia-Introduto-rio (1).pdf
 
A função dos numerais nas construções gramaticais
A função dos numerais nas construções gramaticaisA função dos numerais nas construções gramaticais
A função dos numerais nas construções gramaticais
 
GUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdf
GUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdfGUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdf
GUIA DE MATERMÁTICA - LIVRETO.pdf
 

Último

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 

transcrição fonética para aulas de língua

  • 2. Em nenhuma língua do mundo a ortografia é representada exclusivamente de forma fonética, por isso é sempre difícil fazer a representação gráfica dos fonemas. Há sempre uma maior ou menor influência etimológica, ou seja, através da escrita, busca-se indicar a origem da palavra. Em português, o fonema que possui o maior número de representações ortográficas é o /s/. sala, centro, moça, máximo, juiz, além dos dígrafos massa, descer, desça, exceto, exsudação. Ou seja, o fonema /s/ pode ser representado pelas letras s, c, ç, x, z, e pelos dígrafos ss, sc, sç, xc, xs.
  • 3. Quando fazemos uma transcrição fonética ou fonológica precisamos que a representação do fonema seja exatamente aquela e não outra. Dizemos que deve haver uma representação biunívoca, isto é, cada fonema deve corresponder a apenas um símbolo, e um símbolo corresponde apenas a um fonema. Foi assim que surgiu a necessidade de se criar um alfabeto fonético. O alfabeto fonético é uma série de símbolos convencionais que utilizamos para representar graficamente os sons da língua.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Sons de fala e grafema Exemplos
  • 8. Sons de fala e grafema Exemplos
  • 10.
  • 11. “conjunto de traços distintivos comum a dois ou mais fonemas”