SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho de Produção e Logística
Orientador: Odirlei Ferreira
O sistema JIT é um
método de gestão
da produção, sendo
considerado uma
filosofia de
trabalho.
Surgiu no Japão, no principio dos anos 50.
Seu desenvolvimento é creditado à Toyota Motor
Company.
Toyoda Sakichi (1867 – 1930)
Toyoda Kiichiro (1894-1952)
Filho da Sakichi
Qualidade e flexibilidade do
processo, diferenciado da abordagem
tradicional.
Produzir e
entregar os
produtos no
mesmo tempo de
serem vendidos.
Acontece também
com peças.
Zero defeitos;
Tempo zero de preparação(Setup);
Estoque zero;
Movimentação zero;
Lead time zero;
Lote unitário (uma peça).
Umas das características do JIT é a
gestão da linha de produção onde se
coloca ênfase na autonomia dos
encarregados e no balanceamento da
linha.
É dada muita ênfase
na redução dos
tempos do processo,
como forma de
conseguir
flexibilidade, visto
que os tempos
consumidos com
atividades que não
acrescentam valor ao
produto devem ser
eliminados.
O fornecimento de matérias deve ser uma extensão de
princípios aplicados dentro da fabrica.
Custos dos equipamentos , materiais e mão de
obra reduzidos.
Qualidade: evitam que os defeitos
fluam ao longo do processo
produtivo.
Flexibilidade: redução dos tempos
envolvidos no processo e contribuição
para que o sistema seja mais flexível em
relação às variações dos produtos.
Limitação à variação da procura a
curto prazo.
Consequente complexibilidade das
gamas de produção
Trabalho jit   odirlei
É uma filosofia de gerenciamento.
Sistema Toyota de Produção, propôs que as
perdas presentes no sistema produtivo
fossem classificadas em sete grandes grupos.
Perda por super produção (quantidade e antecipada);
Perda por espera;
Perda por transporte;
Perda no próprio processamento;
Perda por estoque;
Perda por movimentação;
Perda por fabricação de produtos defeituosos.
Identificar;
Localizar e
Eliminar as perdas,
garantindo um fluxo contínuo de
produção.
A viabilização do JIT depende de três
fatores intrinsecamente relacionados:
Fluxo contínuo;
Takt time e
Produção puxada.
Heijunka (nivelamento da produção),
Operações padronizadas e
Kaizen (melhoria contínua).
Trabalho jit   odirlei

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jit – just in time
Jit – just in timeJit – just in time
Jit – just in time
trainertek
 
Just in Time
Just in TimeJust in Time
Just in Time
Jose Donizetti Moraes
 
Planejamento e_controle_da_producao
Planejamento e_controle_da_producaoPlanejamento e_controle_da_producao
Planejamento e_controle_da_producao
Daniel de Souza Brandão
 
MRP e JIT
MRP e JITMRP e JIT
MRP e JIT
Mauro Enrique
 
Novas tecnologias
Novas tecnologiasNovas tecnologias
Novas tecnologias
Elizabeth Marçola Herrgen
 
Produção enxuta
Produção enxutaProdução enxuta
Produção enxuta
Rafael Passos
 
Toyotismo
ToyotismoToyotismo
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
Eliana Celiven
 
Slide lean manuscturing
Slide   lean manuscturingSlide   lean manuscturing
Slide lean manuscturing
Leila Miranda
 
Kaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturingKaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturing
institutocarvalho
 
Lean Principios
Lean PrincipiosLean Principios
Lean Principios
Adriano Oliveira
 
Just in-time-kaizen-shigeo-shingo
Just in-time-kaizen-shigeo-shingoJust in-time-kaizen-shigeo-shingo
Just in-time-kaizen-shigeo-shingo
Gilberto Lopes Brito
 
Apresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Apresentação SMED Single Minute Exchange of DieApresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Apresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Engenharia Produção
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
Moises Ribeiro
 
Sistemas de producao
Sistemas de producaoSistemas de producao
Sistemas de producao
Hélio Diniz
 
Unidade 7 - novas ferramentas de gestão
Unidade 7  - novas ferramentas de gestãoUnidade 7  - novas ferramentas de gestão
Unidade 7 - novas ferramentas de gestão
Daniel Moura
 
Mecanismo da Função Produção Perdas
Mecanismo da Função Produção PerdasMecanismo da Função Produção Perdas
Mecanismo da Função Produção Perdas
University
 
Sistema de Produção Puxada
Sistema de Produção PuxadaSistema de Produção Puxada
Sistema de Produção Puxada
マルセロ 白井
 
Os 7 Desperdicios
Os 7 DesperdiciosOs 7 Desperdicios
Os 7 Desperdicios
Jay Cruz
 
Adm Producao
Adm ProducaoAdm Producao

Mais procurados (20)

Jit – just in time
Jit – just in timeJit – just in time
Jit – just in time
 
Just in Time
Just in TimeJust in Time
Just in Time
 
Planejamento e_controle_da_producao
Planejamento e_controle_da_producaoPlanejamento e_controle_da_producao
Planejamento e_controle_da_producao
 
MRP e JIT
MRP e JITMRP e JIT
MRP e JIT
 
Novas tecnologias
Novas tecnologiasNovas tecnologias
Novas tecnologias
 
Produção enxuta
Produção enxutaProdução enxuta
Produção enxuta
 
Toyotismo
ToyotismoToyotismo
Toyotismo
 
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
 
Slide lean manuscturing
Slide   lean manuscturingSlide   lean manuscturing
Slide lean manuscturing
 
Kaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturingKaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturing
 
Lean Principios
Lean PrincipiosLean Principios
Lean Principios
 
Just in-time-kaizen-shigeo-shingo
Just in-time-kaizen-shigeo-shingoJust in-time-kaizen-shigeo-shingo
Just in-time-kaizen-shigeo-shingo
 
Apresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Apresentação SMED Single Minute Exchange of DieApresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Apresentação SMED Single Minute Exchange of Die
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
 
Sistemas de producao
Sistemas de producaoSistemas de producao
Sistemas de producao
 
Unidade 7 - novas ferramentas de gestão
Unidade 7  - novas ferramentas de gestãoUnidade 7  - novas ferramentas de gestão
Unidade 7 - novas ferramentas de gestão
 
Mecanismo da Função Produção Perdas
Mecanismo da Função Produção PerdasMecanismo da Função Produção Perdas
Mecanismo da Função Produção Perdas
 
Sistema de Produção Puxada
Sistema de Produção PuxadaSistema de Produção Puxada
Sistema de Produção Puxada
 
Os 7 Desperdicios
Os 7 DesperdiciosOs 7 Desperdicios
Os 7 Desperdicios
 
Adm Producao
Adm ProducaoAdm Producao
Adm Producao
 

Semelhante a Trabalho jit odirlei

Sistema toyota de produção
Sistema toyota de produçãoSistema toyota de produção
Sistema toyota de produção
Thiago Silveira
 
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Webaula 51   Entendendo o Lean ITWebaula 51   Entendendo o Lean IT
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Projetos e TI
 
Seiryuka
SeiryukaSeiryuka
Senai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdfSenai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdf
LuanaMaia48
 
Modelo japonês de administração
Modelo japonês de administraçãoModelo japonês de administração
Modelo japonês de administração
Andrea Gomes
 
Toyotismo
ToyotismoToyotismo
Sistema toyota
Sistema toyotaSistema toyota
Sistema toyota
arianh
 
Toyotismo 06 outubro 2010
Toyotismo 06 outubro 2010Toyotismo 06 outubro 2010
Toyotismo 06 outubro 2010
Carmem Rocha
 
Administração japonesa
Administração japonesaAdministração japonesa
Administração japonesa
P30
 
Lean Software Development
Lean Software DevelopmentLean Software Development
Lean Software Development
Rodrigo Branas
 
Escola japonesa
Escola japonesaEscola japonesa
Escola japonesa
Fernanda Silva
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
Antonio Marcos Montai Messias
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
Antonio Marcos Montai Messias
 
Administração japonesa
Administração japonesaAdministração japonesa
Administração japonesa
alanaagnes
 
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXIFormas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Matheus Rodrigues
 
07 administração (controle de produção parte 2)
07   administração (controle de produção parte 2)07   administração (controle de produção parte 2)
07 administração (controle de produção parte 2)
Elizeu Ferro
 
Just in time 1
Just in time 1Just in time 1
Just in time 1
jucimario
 
Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)
Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)
Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Sistema toyota de_producao
Sistema toyota de_producaoSistema toyota de_producao
Sistema toyota de_producao
rabinovich
 
Principais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalhoPrincipais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalho
dantasrdl
 

Semelhante a Trabalho jit odirlei (20)

Sistema toyota de produção
Sistema toyota de produçãoSistema toyota de produção
Sistema toyota de produção
 
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Webaula 51   Entendendo o Lean ITWebaula 51   Entendendo o Lean IT
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
 
Seiryuka
SeiryukaSeiryuka
Seiryuka
 
Senai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdfSenai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdf
 
Modelo japonês de administração
Modelo japonês de administraçãoModelo japonês de administração
Modelo japonês de administração
 
Toyotismo
ToyotismoToyotismo
Toyotismo
 
Sistema toyota
Sistema toyotaSistema toyota
Sistema toyota
 
Toyotismo 06 outubro 2010
Toyotismo 06 outubro 2010Toyotismo 06 outubro 2010
Toyotismo 06 outubro 2010
 
Administração japonesa
Administração japonesaAdministração japonesa
Administração japonesa
 
Lean Software Development
Lean Software DevelopmentLean Software Development
Lean Software Development
 
Escola japonesa
Escola japonesaEscola japonesa
Escola japonesa
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
 
O modelo japonês de administração
O modelo japonês de administraçãoO modelo japonês de administração
O modelo japonês de administração
 
Administração japonesa
Administração japonesaAdministração japonesa
Administração japonesa
 
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXIFormas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
Formas de organização das atividades produtivas no séc. XX e XXI
 
07 administração (controle de produção parte 2)
07   administração (controle de produção parte 2)07   administração (controle de produção parte 2)
07 administração (controle de produção parte 2)
 
Just in time 1
Just in time 1Just in time 1
Just in time 1
 
Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)
Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)
Planejamento e execução do pensamento enxuto (Lean thinking)
 
Sistema toyota de_producao
Sistema toyota de_producaoSistema toyota de_producao
Sistema toyota de_producao
 
Principais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalhoPrincipais formas de organização do trabalho
Principais formas de organização do trabalho
 

Mais de Moises Ribeiro

Questões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoQuestões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentação
Moises Ribeiro
 
Questões multipla escolha diferenciação
Questões multipla escolha  diferenciaçãoQuestões multipla escolha  diferenciação
Questões multipla escolha diferenciação
Moises Ribeiro
 
Questões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalQuestões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado global
Moises Ribeiro
 
W m s
W m sW m s
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
Moises Ribeiro
 
Aula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingAula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketing
Moises Ribeiro
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
Moises Ribeiro
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
Moises Ribeiro
 
Questionário josé roberto
Questionário josé robertoQuestionário josé roberto
Questionário josé roberto
Moises Ribeiro
 
Localização industrial slide
Localização industrial slideLocalização industrial slide
Localização industrial slide
Moises Ribeiro
 
Kaizen
KaizenKaizen
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
Moises Ribeiro
 
Kaizen
KaizenKaizen
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
Moises Ribeiro
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
Moises Ribeiro
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
Moises Ribeiro
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
Moises Ribeiro
 
Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04
Moises Ribeiro
 
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Moises Ribeiro
 
Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05
Moises Ribeiro
 

Mais de Moises Ribeiro (20)

Questões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoQuestões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentação
 
Questões multipla escolha diferenciação
Questões multipla escolha  diferenciaçãoQuestões multipla escolha  diferenciação
Questões multipla escolha diferenciação
 
Questões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalQuestões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado global
 
W m s
W m sW m s
W m s
 
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
 
Aula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingAula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketing
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Questionário josé roberto
Questionário josé robertoQuestionário josé roberto
Questionário josé roberto
 
Localização industrial slide
Localização industrial slideLocalização industrial slide
Localização industrial slide
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04
 
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
 
Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05
 

Trabalho jit odirlei

  • 1. Trabalho de Produção e Logística Orientador: Odirlei Ferreira
  • 2. O sistema JIT é um método de gestão da produção, sendo considerado uma filosofia de trabalho.
  • 3. Surgiu no Japão, no principio dos anos 50. Seu desenvolvimento é creditado à Toyota Motor Company. Toyoda Sakichi (1867 – 1930) Toyoda Kiichiro (1894-1952) Filho da Sakichi
  • 4. Qualidade e flexibilidade do processo, diferenciado da abordagem tradicional.
  • 5. Produzir e entregar os produtos no mesmo tempo de serem vendidos. Acontece também com peças.
  • 6. Zero defeitos; Tempo zero de preparação(Setup); Estoque zero; Movimentação zero; Lead time zero; Lote unitário (uma peça).
  • 7. Umas das características do JIT é a gestão da linha de produção onde se coloca ênfase na autonomia dos encarregados e no balanceamento da linha.
  • 8. É dada muita ênfase na redução dos tempos do processo, como forma de conseguir flexibilidade, visto que os tempos consumidos com atividades que não acrescentam valor ao produto devem ser eliminados.
  • 9. O fornecimento de matérias deve ser uma extensão de princípios aplicados dentro da fabrica.
  • 10. Custos dos equipamentos , materiais e mão de obra reduzidos.
  • 11. Qualidade: evitam que os defeitos fluam ao longo do processo produtivo.
  • 12. Flexibilidade: redução dos tempos envolvidos no processo e contribuição para que o sistema seja mais flexível em relação às variações dos produtos.
  • 13. Limitação à variação da procura a curto prazo. Consequente complexibilidade das gamas de produção
  • 15. É uma filosofia de gerenciamento.
  • 16. Sistema Toyota de Produção, propôs que as perdas presentes no sistema produtivo fossem classificadas em sete grandes grupos.
  • 17. Perda por super produção (quantidade e antecipada); Perda por espera; Perda por transporte; Perda no próprio processamento; Perda por estoque; Perda por movimentação; Perda por fabricação de produtos defeituosos.
  • 18. Identificar; Localizar e Eliminar as perdas, garantindo um fluxo contínuo de produção.
  • 19. A viabilização do JIT depende de três fatores intrinsecamente relacionados: Fluxo contínuo; Takt time e Produção puxada.
  • 20. Heijunka (nivelamento da produção), Operações padronizadas e Kaizen (melhoria contínua).