SlideShare uma empresa Scribd logo
                                                                                            		 							Alunos: José Jorge							 Maristela Vitório 							Nilton Souza 							Selma Patrícia							Taís VanessaProf. Wladimir Ribeiro Parque do Vale Encantado-Patamares Atividade Teórico-Prática da disciplina Ecologia Geral
  	O Vale do Encantado fica situado entre os Condomínios de Patamares (Colina C, Jardim Botânico, Jardim Mediterrâneo, etc.) e do outro lado o Alphaville, Le Parc, e outros. Tem uma área de 2.000.000 m2 de Mata Atlântica, onde se encontram um lago e as nascentes do Rio Passavaca e afluentes perenes do Rio Trobogi. Tem uma flora exuberante, onde Sucupiras e outras árvores ultrapassam 20m de altura e até 4m de perímetro. A fauna também ainda está preservada, onde entre outras espécies pode-se ver o socó-boi, ave que somente sobrevive em ambiente de água limpa. É considerada a maior área de drenagem natural de Salvador. Este parque garantirá um micro clima fresco a todos, e principalmente aos moradores dos condomínios que circundam o Parque. No caso do Alphaville, todos os três residenciais.O Parque está previsto no PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano), decreto 7.400/2008, assinado pelo Prefeito João Henrique em Jul/08. Falta agora a consolidação, ou seja, regulamentação, demarcação da poligonal, fechamento com cerca ou muro, manutenção e vigilância com Guarda Municipal.  Parque Ecológico Vale do Encantado
Vale Encantado Fauna
Vale Encantado Flora
Antes deste decreto, estava prevista uma Via Leste-Oeste que aterraria o lago, e uma Av. Ibirapitanga, perpendicular, que interligaria a Leste-Oeste a Patamares, além de outras vias menores. Este projeto ainda pode ser visto no site de mapas da Google.Proteção Sanitária – O vale é margeado pelo chamado Interceptor do Passavaca, adutora de concreto de 8 km construída pela pelo Bahia Azul em 1995, para onde são carreados os esgotos da região de Pinto Aguiar, Paralela e Patamares, e de lá levados para a Estação da Embasa no Rio Vermelho. Dali segue para o mar, através do emissário submarino. (Reportagem A Tarde de 08/03/09, pág. A10). Desta maneira o vale e seus mananciais estão protegidos em termos sanitários.O Vale do Encantado, o Meio Ambiente e a população já tem duas grandes vitórias. A implantação do Interceptor do Passavaca pelo Bahia Azul em 1995, e a inclusão do vale no PDDU como Parque Municipal. Resta agora sua consolidação, que depende das ações de Órgãos Municipais (Secretaria de Desenvolvimento Habitação e Meio Ambiente – SEDHAM, Superintendência Municipal do Meio Ambiente – SMA, Órgão responsáveis por praças e jardins). Parece que o processo está parado porque algumas construtoras estão pleiteando construir nas bordas do Vale. Se o processo não avançar pode regredir: o decreto pode ser revogado, abrindo espaço para construções imobiliárias, prejudicando o meio ambiente, o nosso clima, além de aumentar a insegurança.  Devemos aumentar nosso apoio e participação efetiva no movimento iniciado por moradores do Condomínio Colina C, que teve como resultado a inclusão do Parque do Vale do Encantado no PDDU, o que só ocorreu devido à mobilização.
Agora vejam, as imagens falam por si só. INSENSIBILIDADE
 Urbanização expulsa animais do seu habitatIçara Bahia l A TARDEIracema Chequer/Agência A TARDESucuri é resgatada numa área brejosa da região da Avenida Paralela
Animais fogem do seu habitat natural
Família acorda com tamanduá-mirim dentro de casa em PatamaresMaiza de Andrade e Joana Lopo l A TARDEFernando Vivas/Agência A TARDE 	Espécie rara foi encontrada na garagem da casa. 	Os moradores da casa nº 68 do condomínio Colina C de Patamares acordaram, nesta segunda-feira, 17, com a visita inesperada de um tamanduá-mirim. Animal raro e considerado endêmico dos remanescentes de mata atlântica da Avenida Paralela, o bicho, segundo a médica veterinária Carline Dias é uma prova da rica biodiversidade da região. “Essa espécie está com o seu habitat cada dia mais reduzido”, afirmou ela, que mora na casa onde o tamanduá escolheu para se abrigar.  A casa de Caroline fica no condomínio Colina C de Patamares, que tem no fundo as matas do Parque do Vale Encantado, que, segundo ela, está ameaçado de desaparecer com a construção de uma nova avenida projetada para passar no local.
DESMATAMENTO PARQUE VALE ENCANTADO – JORNAL A TARDE 20/06/2009 – FOTO FERNANDO VIVAS  Empresa responsável pela obra foi multada e autuada em flagrante              Fiscal do IMA observa a lagoa que está sendo aterrada
Fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), mesmo em greve, foram, nesta segunda, verificar a denúncia sobre obras embargadas na Lagoa Encantada, na Avenida Luiz Viana Filho (Paralela).  Conforme o denunciante, a construtora Realeza teria aproveitado a greve do órgão para dar continuidade a uma obra embargada em julho do ano passado. Durante a fiscalização, contudo, nada foi comprovado.  De acordo com o coordenador do Ibama, Denilson Barbosa, os locais que tiveram as obras paradas continuam da mesma forma que estavam quando sofreram o embargo. No entorno dessas áreas, porém, está em andamento uma obra do condomínio Colinas de Jaguaribe Sul, que é licenciada pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), segundo Barbosa. *Colaborou Amanda Palma l A TARDE
Vale encantado gritaLagoa dará lugar a uma via que ligará a Av. Paralela à orla de Salvador                    Misteriosamente carcaças de veículos surgiram para                                                                                                                                                    marginalizar a área da lagoa.
Povo de patamares protesta
19 de Junho de 2009 IBAMA EMBARGA OBRA DA PREFEITURA NA PARALELA- 09:20:00    O fiscal do Instituto do Meio Ambiente (IMA) Marcelo Mariano embargou o aterro de parte da lagoa do Parque Vale Encantado, recém-criado pela prefeitura para preservar a mata atlântica de Patamares. O fato ocorreu na última terça, sob tensão e com a presença de destacamento da Polícia Ambiental. O fiscal caracterizou a obra como crime ambiental por ser feita sobre área de preservação permanente (APP) e dentro de um parque. Executada pela empresa Realeza, a serviço da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente (Sedham) a obra é para a construção de uma rotatória da via que ligará a Avenida Paralela a Patamares. O embargo foi a solução encontrada pelo fiscal para forçar a empresa a cumprir a decisão do juiz da 8ª Vara da Fazenda Pública, Everaldo Cardoso de Amorim, que desde o dia 12 tinha suspendido a obra, a pedido da promotora de Justiça e Meio Ambiente Hortência Gomes. As informações são do jornal A Tarde.
Audiências Públicas são realizadas
A política ambiental no Município foi criticada por vereadores e representantes de entidades ambientalistas durante audiência pública. A audiência foi convocada para debater o impacto ambiental gerado por obras de construção da via Leste-Oeste, promovida pela Prefeitura no Parque do Vale Encantado, em Patamares. Interditada pelo Ibama, a obra visava à construção de uma avenida de ligação entre a Paralela e a Orla, mas não dispunha de licença ambiental.  Segundo o economista Elói Lorenzo, residente em Patamares, da área de 11 milhões de metros quadrados, nove milhões foram liberados e apenas dois milhões destinados como Área de Preservação Permanente (APP). Ele destacou, ainda, a existência de uma lagoa com cerca de quatro quilômetros de extensão. Salientou, contudo, que “no entorno, cresce a ocupação de novos e antigos loteamentos implantados em torno do vale do Rio Trobogy, em Patamares”.
Mensagem Tudo o que é necessário para que o mal triunfe é que os homens bons não façam nada. Edmund Burke

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...
Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...
Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...
Marco Lyra
 
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal
 
Questionário de visita têcnica a unidunas
Questionário de visita têcnica a unidunasQuestionário de visita têcnica a unidunas
Questionário de visita têcnica a unidunas
Otaviano Viana
 
PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...
PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...
PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...
Marco Lyra
 
Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...
Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...
Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...
Marco Lyra
 
Apresentação Lições de Mariana - Eliane Poveda
Apresentação Lições de Mariana -   Eliane PovedaApresentação Lições de Mariana -   Eliane Poveda
Apresentação Lições de Mariana - Eliane Poveda
paulooficinadotexto
 
Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014
Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014
Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014
Movimento pela Preservação da Serra do Gandarela
 
Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010
Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010
Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010
Atelier Imagem
 
Nota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRA
Nota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRANota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRA
Nota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRA
Marco Lyra
 
Arquivo 315
Arquivo 315Arquivo 315
Apresentação arine reunião eia e usos sustentáveis
Apresentação arine reunião eia e usos sustentáveisApresentação arine reunião eia e usos sustentáveis
Apresentação arine reunião eia e usos sustentáveis
Camila Bittar
 
Parque nacional da serra do gandarela 13out2014 entenda o que significam os ...
Parque nacional da serra do gandarela  13out2014 entenda o que significam os ...Parque nacional da serra do gandarela  13out2014 entenda o que significam os ...
Parque nacional da serra do gandarela 13out2014 entenda o que significam os ...
Movimento pela Preservação da Serra do Gandarela
 
NT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantes
NT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantesNT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantes
NT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantes
Paranapiacaba
 

Mais procurados (13)

Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...
Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...
Construção do Dissipador de Energia do Tipo Barra Mar Bagwall com extensão de...
 
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
 
Questionário de visita têcnica a unidunas
Questionário de visita têcnica a unidunasQuestionário de visita têcnica a unidunas
Questionário de visita têcnica a unidunas
 
PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...
PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...
PROTEÇÃO COSTEIRA COM O USO DO DISSIPADOR DE ENERGIA BAGWALL NA PRAIA DE PAU ...
 
Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...
Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...
Uso de estrutura rígida do tipo bagwall para controle da erosão costeira na p...
 
Apresentação Lições de Mariana - Eliane Poveda
Apresentação Lições de Mariana -   Eliane PovedaApresentação Lições de Mariana -   Eliane Poveda
Apresentação Lições de Mariana - Eliane Poveda
 
Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014
Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014
Parque Nacional da Serra do Gandarela criado em 13/10/2014
 
Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010
Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010
Parque gandarela proposta original icmbio setembro 2010
 
Nota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRA
Nota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRANota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRA
Nota técnica | CONTENSÃO DE EROSÃO COSTEIRA
 
Arquivo 315
Arquivo 315Arquivo 315
Arquivo 315
 
Apresentação arine reunião eia e usos sustentáveis
Apresentação arine reunião eia e usos sustentáveisApresentação arine reunião eia e usos sustentáveis
Apresentação arine reunião eia e usos sustentáveis
 
Parque nacional da serra do gandarela 13out2014 entenda o que significam os ...
Parque nacional da serra do gandarela  13out2014 entenda o que significam os ...Parque nacional da serra do gandarela  13out2014 entenda o que significam os ...
Parque nacional da serra do gandarela 13out2014 entenda o que significam os ...
 
NT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantes
NT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantesNT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantes
NT- DIRUC/INEMA Nº 61 uc busca vida abrantes
 

Semelhante a Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)

Lagoas do rio
Lagoas do rioLagoas do rio
Lagoas do rio
Tatiane Machado
 
Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS
Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS
Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS
AssociaoAmigosdaNatu1
 
Proj_Parque_Ramalho_Pba_MS
Proj_Parque_Ramalho_Pba_MSProj_Parque_Ramalho_Pba_MS
Proj_Parque_Ramalho_Pba_MS
AssociaoAmigosdaNatu1
 
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPNRPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
Weig Oliveira
 
AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04
AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04
AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04
Amar Jardim Oceânico
 
Relatorio apa de massambaba
Relatorio apa de massambabaRelatorio apa de massambaba
Relatorio apa de massambaba
williandeazevedoalmeida
 
2º trabalho elias
2º trabalho elias2º trabalho elias
2º trabalho elias
Alberto Sodré
 
2º trabalho elias
2º trabalho elias2º trabalho elias
2º trabalho elias
Alberto Sodré
 
AMERTP – Associação de Defesa do Meio Ambiente
AMERTP – Associação de Defesa do Meio AmbienteAMERTP – Associação de Defesa do Meio Ambiente
AMERTP – Associação de Defesa do Meio Ambiente
Junta Apuração e Recursos Infracional
 
Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...
Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...
Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...
Jorge Moreira
 
Acp pesca
Acp pescaAcp pesca
Acp pesca
vfalcao
 
Mapa Impacto Rodoanel Trecho Sul
Mapa Impacto Rodoanel Trecho SulMapa Impacto Rodoanel Trecho Sul
Mapa Impacto Rodoanel Trecho Sul
Chico Macena
 
Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08
Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08
Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08
resgate cambui ong
 
Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006
Salageo Cristina
 
Informativo insp 24.docx
Informativo insp   24.docxInformativo insp   24.docx
Informativo insp 24.docx
Douglas Siqueira
 
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de PernambucoImpactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Ninho Cristo
 
Projeto Sobre Meio Ambiente
Projeto Sobre Meio AmbienteProjeto Sobre Meio Ambiente
Projeto Sobre Meio Ambiente
maisasonia
 
Demanda 2015 scbh ribeirao arrudas
Demanda 2015 scbh ribeirao arrudasDemanda 2015 scbh ribeirao arrudas
Demanda 2015 scbh ribeirao arrudas
CBH Rio das Velhas
 
Atividade 1
Atividade 1Atividade 1
Atividade 1
brunarcarvalho
 
09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande
09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande
09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande
Laura Magalhães
 

Semelhante a Trabalho ecologia geral (5ºsemestre) (20)

Lagoas do rio
Lagoas do rioLagoas do rio
Lagoas do rio
 
Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS
Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS
Projeto_Parque_RAMALHO_Pba_MS
 
Proj_Parque_Ramalho_Pba_MS
Proj_Parque_Ramalho_Pba_MSProj_Parque_Ramalho_Pba_MS
Proj_Parque_Ramalho_Pba_MS
 
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPNRPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
 
AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04
AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04
AMAR - Informe 4º Trimestre 2011- páginas 01-04
 
Relatorio apa de massambaba
Relatorio apa de massambabaRelatorio apa de massambaba
Relatorio apa de massambaba
 
2º trabalho elias
2º trabalho elias2º trabalho elias
2º trabalho elias
 
2º trabalho elias
2º trabalho elias2º trabalho elias
2º trabalho elias
 
AMERTP – Associação de Defesa do Meio Ambiente
AMERTP – Associação de Defesa do Meio AmbienteAMERTP – Associação de Defesa do Meio Ambiente
AMERTP – Associação de Defesa do Meio Ambiente
 
Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...
Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...
Barragens que barram vidas, paisagens e sonhos – patrimónios que se afogam ir...
 
Acp pesca
Acp pescaAcp pesca
Acp pesca
 
Mapa Impacto Rodoanel Trecho Sul
Mapa Impacto Rodoanel Trecho SulMapa Impacto Rodoanel Trecho Sul
Mapa Impacto Rodoanel Trecho Sul
 
Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08
Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08
Alphaville Dom Pedro 2 e 3-ata audiencia 4/9/08
 
Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006Hidreletricas Brasil 3006
Hidreletricas Brasil 3006
 
Informativo insp 24.docx
Informativo insp   24.docxInformativo insp   24.docx
Informativo insp 24.docx
 
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de PernambucoImpactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
Impactos Ambientais da Zona da Mata e Litoral de Pernambuco
 
Projeto Sobre Meio Ambiente
Projeto Sobre Meio AmbienteProjeto Sobre Meio Ambiente
Projeto Sobre Meio Ambiente
 
Demanda 2015 scbh ribeirao arrudas
Demanda 2015 scbh ribeirao arrudasDemanda 2015 scbh ribeirao arrudas
Demanda 2015 scbh ribeirao arrudas
 
Atividade 1
Atividade 1Atividade 1
Atividade 1
 
09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande
09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande
09 09-2015 minuta ata ic 211-14 represa salto grande
 

Mais de Lusiane Carvalho da Silva

APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃOAPRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
Lusiane Carvalho da Silva
 
Desenvolvimento piaget
Desenvolvimento   piagetDesenvolvimento   piaget
Desenvolvimento piaget
Lusiane Carvalho da Silva
 
Reunião fi e edc inf
Reunião fi e edc infReunião fi e edc inf
Reunião fi e edc inf
Lusiane Carvalho da Silva
 
Niveis da escrita
Niveis da escritaNiveis da escrita
Niveis da escrita
Lusiane Carvalho da Silva
 
Os dis da cognição
Os dis da cogniçãoOs dis da cognição
Os dis da cognição
Lusiane Carvalho da Silva
 
Niveis da escrita
Niveis da escritaNiveis da escrita
Niveis da escrita
Lusiane Carvalho da Silva
 
Os dis da cognição
Os dis da cogniçãoOs dis da cognição
Os dis da cognição
Lusiane Carvalho da Silva
 
Apresentação peca publico
Apresentação peca publicoApresentação peca publico
Apresentação peca publico
Lusiane Carvalho da Silva
 
Cre – são caetano
Cre – são caetanoCre – são caetano
Cre – são caetano
Lusiane Carvalho da Silva
 
Apresentação slide biomatematicas 2
Apresentação  slide  biomatematicas 2Apresentação  slide  biomatematicas 2
Apresentação slide biomatematicas 2
Lusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Lusiane Carvalho da Silva
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
Lusiane Carvalho da Silva
 
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Lusiane Carvalho da Silva
 
Slaide contração muscular
Slaide contração muscularSlaide contração muscular
Slaide contração muscular
Lusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Lusiane Carvalho da Silva
 
Festa das mães
Festa das mãesFesta das mães
Festa das mães
Lusiane Carvalho da Silva
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Alimentos orgânicos
Alimentos orgânicosAlimentos orgânicos
Alimentos orgânicos
Lusiane Carvalho da Silva
 
Frmação Continuada módulo 3
 Frmação Continuada  módulo 3 Frmação Continuada  módulo 3
Frmação Continuada módulo 3
Lusiane Carvalho da Silva
 
Habilidades e conpetências
Habilidades e conpetênciasHabilidades e conpetências
Habilidades e conpetências
Lusiane Carvalho da Silva
 

Mais de Lusiane Carvalho da Silva (20)

APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃOAPRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
 
Desenvolvimento piaget
Desenvolvimento   piagetDesenvolvimento   piaget
Desenvolvimento piaget
 
Reunião fi e edc inf
Reunião fi e edc infReunião fi e edc inf
Reunião fi e edc inf
 
Niveis da escrita
Niveis da escritaNiveis da escrita
Niveis da escrita
 
Os dis da cognição
Os dis da cogniçãoOs dis da cognição
Os dis da cognição
 
Niveis da escrita
Niveis da escritaNiveis da escrita
Niveis da escrita
 
Os dis da cognição
Os dis da cogniçãoOs dis da cognição
Os dis da cognição
 
Apresentação peca publico
Apresentação peca publicoApresentação peca publico
Apresentação peca publico
 
Cre – são caetano
Cre – são caetanoCre – são caetano
Cre – são caetano
 
Apresentação slide biomatematicas 2
Apresentação  slide  biomatematicas 2Apresentação  slide  biomatematicas 2
Apresentação slide biomatematicas 2
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
 
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
 
Slaide contração muscular
Slaide contração muscularSlaide contração muscular
Slaide contração muscular
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Festa das mães
Festa das mãesFesta das mães
Festa das mães
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
 
Alimentos orgânicos
Alimentos orgânicosAlimentos orgânicos
Alimentos orgânicos
 
Frmação Continuada módulo 3
 Frmação Continuada  módulo 3 Frmação Continuada  módulo 3
Frmação Continuada módulo 3
 
Habilidades e conpetências
Habilidades e conpetênciasHabilidades e conpetências
Habilidades e conpetências
 

Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)

  • 1. Alunos: José Jorge Maristela Vitório Nilton Souza Selma Patrícia Taís VanessaProf. Wladimir Ribeiro Parque do Vale Encantado-Patamares Atividade Teórico-Prática da disciplina Ecologia Geral
  • 2.   O Vale do Encantado fica situado entre os Condomínios de Patamares (Colina C, Jardim Botânico, Jardim Mediterrâneo, etc.) e do outro lado o Alphaville, Le Parc, e outros. Tem uma área de 2.000.000 m2 de Mata Atlântica, onde se encontram um lago e as nascentes do Rio Passavaca e afluentes perenes do Rio Trobogi. Tem uma flora exuberante, onde Sucupiras e outras árvores ultrapassam 20m de altura e até 4m de perímetro. A fauna também ainda está preservada, onde entre outras espécies pode-se ver o socó-boi, ave que somente sobrevive em ambiente de água limpa. É considerada a maior área de drenagem natural de Salvador. Este parque garantirá um micro clima fresco a todos, e principalmente aos moradores dos condomínios que circundam o Parque. No caso do Alphaville, todos os três residenciais.O Parque está previsto no PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano), decreto 7.400/2008, assinado pelo Prefeito João Henrique em Jul/08. Falta agora a consolidação, ou seja, regulamentação, demarcação da poligonal, fechamento com cerca ou muro, manutenção e vigilância com Guarda Municipal. Parque Ecológico Vale do Encantado
  • 5. Antes deste decreto, estava prevista uma Via Leste-Oeste que aterraria o lago, e uma Av. Ibirapitanga, perpendicular, que interligaria a Leste-Oeste a Patamares, além de outras vias menores. Este projeto ainda pode ser visto no site de mapas da Google.Proteção Sanitária – O vale é margeado pelo chamado Interceptor do Passavaca, adutora de concreto de 8 km construída pela pelo Bahia Azul em 1995, para onde são carreados os esgotos da região de Pinto Aguiar, Paralela e Patamares, e de lá levados para a Estação da Embasa no Rio Vermelho. Dali segue para o mar, através do emissário submarino. (Reportagem A Tarde de 08/03/09, pág. A10). Desta maneira o vale e seus mananciais estão protegidos em termos sanitários.O Vale do Encantado, o Meio Ambiente e a população já tem duas grandes vitórias. A implantação do Interceptor do Passavaca pelo Bahia Azul em 1995, e a inclusão do vale no PDDU como Parque Municipal. Resta agora sua consolidação, que depende das ações de Órgãos Municipais (Secretaria de Desenvolvimento Habitação e Meio Ambiente – SEDHAM, Superintendência Municipal do Meio Ambiente – SMA, Órgão responsáveis por praças e jardins). Parece que o processo está parado porque algumas construtoras estão pleiteando construir nas bordas do Vale. Se o processo não avançar pode regredir: o decreto pode ser revogado, abrindo espaço para construções imobiliárias, prejudicando o meio ambiente, o nosso clima, além de aumentar a insegurança. Devemos aumentar nosso apoio e participação efetiva no movimento iniciado por moradores do Condomínio Colina C, que teve como resultado a inclusão do Parque do Vale do Encantado no PDDU, o que só ocorreu devido à mobilização.
  • 6. Agora vejam, as imagens falam por si só. INSENSIBILIDADE
  • 7. Urbanização expulsa animais do seu habitatIçara Bahia l A TARDEIracema Chequer/Agência A TARDESucuri é resgatada numa área brejosa da região da Avenida Paralela
  • 8. Animais fogem do seu habitat natural
  • 9. Família acorda com tamanduá-mirim dentro de casa em PatamaresMaiza de Andrade e Joana Lopo l A TARDEFernando Vivas/Agência A TARDE Espécie rara foi encontrada na garagem da casa. Os moradores da casa nº 68 do condomínio Colina C de Patamares acordaram, nesta segunda-feira, 17, com a visita inesperada de um tamanduá-mirim. Animal raro e considerado endêmico dos remanescentes de mata atlântica da Avenida Paralela, o bicho, segundo a médica veterinária Carline Dias é uma prova da rica biodiversidade da região. “Essa espécie está com o seu habitat cada dia mais reduzido”, afirmou ela, que mora na casa onde o tamanduá escolheu para se abrigar. A casa de Caroline fica no condomínio Colina C de Patamares, que tem no fundo as matas do Parque do Vale Encantado, que, segundo ela, está ameaçado de desaparecer com a construção de uma nova avenida projetada para passar no local.
  • 10. DESMATAMENTO PARQUE VALE ENCANTADO – JORNAL A TARDE 20/06/2009 – FOTO FERNANDO VIVAS Empresa responsável pela obra foi multada e autuada em flagrante Fiscal do IMA observa a lagoa que está sendo aterrada
  • 11. Fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), mesmo em greve, foram, nesta segunda, verificar a denúncia sobre obras embargadas na Lagoa Encantada, na Avenida Luiz Viana Filho (Paralela). Conforme o denunciante, a construtora Realeza teria aproveitado a greve do órgão para dar continuidade a uma obra embargada em julho do ano passado. Durante a fiscalização, contudo, nada foi comprovado. De acordo com o coordenador do Ibama, Denilson Barbosa, os locais que tiveram as obras paradas continuam da mesma forma que estavam quando sofreram o embargo. No entorno dessas áreas, porém, está em andamento uma obra do condomínio Colinas de Jaguaribe Sul, que é licenciada pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), segundo Barbosa. *Colaborou Amanda Palma l A TARDE
  • 12. Vale encantado gritaLagoa dará lugar a uma via que ligará a Av. Paralela à orla de Salvador Misteriosamente carcaças de veículos surgiram para marginalizar a área da lagoa.
  • 13. Povo de patamares protesta
  • 14. 19 de Junho de 2009 IBAMA EMBARGA OBRA DA PREFEITURA NA PARALELA- 09:20:00   O fiscal do Instituto do Meio Ambiente (IMA) Marcelo Mariano embargou o aterro de parte da lagoa do Parque Vale Encantado, recém-criado pela prefeitura para preservar a mata atlântica de Patamares. O fato ocorreu na última terça, sob tensão e com a presença de destacamento da Polícia Ambiental. O fiscal caracterizou a obra como crime ambiental por ser feita sobre área de preservação permanente (APP) e dentro de um parque. Executada pela empresa Realeza, a serviço da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente (Sedham) a obra é para a construção de uma rotatória da via que ligará a Avenida Paralela a Patamares. O embargo foi a solução encontrada pelo fiscal para forçar a empresa a cumprir a decisão do juiz da 8ª Vara da Fazenda Pública, Everaldo Cardoso de Amorim, que desde o dia 12 tinha suspendido a obra, a pedido da promotora de Justiça e Meio Ambiente Hortência Gomes. As informações são do jornal A Tarde.
  • 16. A política ambiental no Município foi criticada por vereadores e representantes de entidades ambientalistas durante audiência pública. A audiência foi convocada para debater o impacto ambiental gerado por obras de construção da via Leste-Oeste, promovida pela Prefeitura no Parque do Vale Encantado, em Patamares. Interditada pelo Ibama, a obra visava à construção de uma avenida de ligação entre a Paralela e a Orla, mas não dispunha de licença ambiental. Segundo o economista Elói Lorenzo, residente em Patamares, da área de 11 milhões de metros quadrados, nove milhões foram liberados e apenas dois milhões destinados como Área de Preservação Permanente (APP). Ele destacou, ainda, a existência de uma lagoa com cerca de quatro quilômetros de extensão. Salientou, contudo, que “no entorno, cresce a ocupação de novos e antigos loteamentos implantados em torno do vale do Rio Trobogy, em Patamares”.
  • 17. Mensagem Tudo o que é necessário para que o mal triunfe é que os homens bons não façam nada. Edmund Burke