SlideShare uma empresa Scribd logo
Vinicius Quirino ferreira
Trabalho de literatura
cecamp
Introdução
Neste trabalho irei recordar alguns momentos do livro Memórias póstumas
de Brás Cubas.
desenvolvimento
Brás Cubas escreve suas memórias já morto. Ele inicia a narração nos seus
últimos momentos de vida, quando recebia visitas, ele viveu uma alucinação que o
permitiu conhecer do primeiro ao último século.
Brás Cubas vinha de uma família rica. Era um menino arteiro, mimado e protegido
pelos pais. Sem nunca ter responsabilidades e culpas, passou a infância e chegou
à mocidade. Foi nela que conheceu Marcela, uma espanhola, por quem se
apaixonou. Conquistou-a e viveu um romance.
Seu pai, nessas circunstâncias, o mandou à Europa para cursar a faculdade. Ele
acabou aceitando, mas pretendia partir levando Marcela, com quem tudo já estava
ajustado. Porém, sua partida foi repentina e ele foi sozinho. Durante a viagem por
muitos dias pensou em findar sua vida, no entanto, abandonou a idéia.
Chegado à Europa fez faculdade, formou-se e ficou vivendo lá. Voltou a chamado
de seu pai, falando que voltasse ou não veria sua mãe viva. Poucos dias após a
chegada de Brás sua mãe faleceu. Depois disso ele se trancou em casa e ficou a
se dedicar à leitura. Passado algum tempo seu pai esteve com ele.
Tinha um plano para Brás. A carreira política e o casamento. Brás pensou por um
tempo e acabou aceitando a proposta do pai. A noiva, Virgília, era bela e seu pai
facilitaria a entrada na política. Mas antes de voltar para a casa do pai e seguir
com os dois ideais, Brás fez uma visita à Dona Eusébia, conhecida da família ela
cuidara de sua mãe antes da morte. Lá conheceu Eugênia, filha da senhora. Os
dois viveram um breve romance, mas a moça era coxa, e assim como começou
acabou.
Brás finalmente foi ter com a noiva e o futuro cargo na política. Mas os dois planos
deram errado e Virgília acabou casada com Lobo Neves. Após tais acontecimentos
o pai de Brás faleceu, a morte dele acarretou uma briga entre Brás e Sabina, sua
irmã, devido à herança.
Brás voltou a viver sozinho, escrevia versos algumas vezes e era por isso que
recebia a visita de Luis Dutra. Foi por intermédio desse que recebeu a notícia da
chegada de Virgília e seu marido. Talvez o momento em que os dois noivaram não
era adequado, mas nesse momento era o tempo e assim os dois iniciaram um
romance. No início eram só valsas, mas logo arrumaram uma casa onde se
encontravam.
Em certo momento de seu romance com Virgília chegou até as mãos de Lobo
Neves uma carta anônima denunciando o romance dos dois. O que só
desencadeou mais paixão. Brás já tinha proposto que os dois fugissem, mas a
idéia foi abandonada e seguiam com o romance às escondidas.
Lobo Neves recebeu uma proposta de trabalho no ministério, na província, isso
abalou o romance dos dois amantes. Mas Lobo convidou Brás para que fosse seu
secretário e assim foi. Ganhada as eleições acabaram abandonando o cargo por
pura superstição.
Seguiram o romance, que era acobertado por D. Plácida, que zelava da casa dos
encontros. Por esse tempo Virgília engravidou e Brás sentiu o prazer da
paternidade, entretanto ela perdeu a criança. Também nesse tempo Brás tinha
feito as pazes com sua irmã e ela lhe buscava uma noiva.
Em uma vez, estando Virgília e Brás na casa onde se encontravam, apareceu por
lá Lobo Neves sobre o pretexto de visitar D. Plácida. Brás se escondeu. Tudo
acabou bem, mas daí para frente o romance dos dois amantes encerrou. Lobo
acabou conquistando a presidência do ministério e eles partiram para a província.
Brás se reencontrara novamente com Quincas Borba, mas desta vez ele tinha se
transformado por virtude de uma herança, os dois entraram em um estudo
filosófico sobre a filosofia Humanista de Quincas. Já nesses tempos, Sabina
arrumara uma noiva para Brás. Eulália Damasceno. Depois de muito refletir, Brás
estava quase a firmar compromissa com a donzela, quando ela veio a falecer por
febre amarela.
Daí pra frente, Brás se juntara a Quincas no praticar da filosofia Humanista,
canditadou-se a político, cargo que logo perdeu, e criou um jornal que rapidamente
morreu. Nos seus últimos dias viu Quincas morrer e ter o início de uma loucura,
por fim morreu.
Ao fim, Brás Cubas se vangloria por não ter tido um pão compro com o suor de
seu trabalho e não ter dado continuidade à humanidade.
Bibliografia
Memória póstumas de Brás cubas de Machado de Assis.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de Assis
Diário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de AssisDiário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de Assis
Diário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de Assis
Ana Carolina Ribeiro
 
Missa do Galo - Machado de Assis
Missa do Galo - Machado de AssisMissa do Galo - Machado de Assis
Missa do Galo - Machado de Assis
Fran Maciel de Almeida
 
Livro de brás cubas
Livro de brás cubasLivro de brás cubas
Livro de brás cubas
Everson Silva Soares
 
Dom casmurro slides
Dom casmurro slidesDom casmurro slides
Dom casmurro slides
Gustavo Franco
 
Romance machadiano memórias póstumas de brás cubas
Romance machadiano  memórias póstumas de brás cubasRomance machadiano  memórias póstumas de brás cubas
Romance machadiano memórias póstumas de brás cubas
Rafael Alexandre
 
A Moreninha
A MoreninhaA Moreninha
A Moreninha
Andrei R. Lopes
 
Diário de Leitura e Resenha do conto Missa do galo
Diário de Leitura e Resenha do conto Missa do galoDiário de Leitura e Resenha do conto Missa do galo
Diário de Leitura e Resenha do conto Missa do galo
Carina Silva
 
A Moreninha
A MoreninhaA Moreninha
A Moreninha
Alunos 210
 
A moreninha (6)jéssica diogo
A moreninha (6)jéssica diogoA moreninha (6)jéssica diogo
A moreninha (6)jéssica diogo
teresakashino
 
A Moreninha
A MoreninhaA Moreninha
A moreninha
A moreninhaA moreninha
A moreninha
jupaulino
 
Missa do galo
Missa do galoMissa do galo
Missa do galo
MarcelleQueiroz
 
Slide a moreninha
Slide   a moreninhaSlide   a moreninha
Slide a moreninha
Bernadete Carrijo Oliveira
 
Minhas Queridas
Minhas QueridasMinhas Queridas
Minhas Queridas
GQ Shows e Eventos
 
Powerpoint diário cruzado...marta polt
Powerpoint diário cruzado...marta poltPowerpoint diário cruzado...marta polt
Powerpoint diário cruzado...marta polt
Clara Veiga
 
Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro"
Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro" Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro"
Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro"
Geovana Pimentel Boalento
 
Coração, cabeça e estômago análise
Coração, cabeça e estômago   análiseCoração, cabeça e estômago   análise
Coração, cabeça e estômago análise
rafabebum
 
Missa do galo, Machado de Assis. - Análise do conto.
Missa do galo, Machado de Assis. -  Análise do conto.Missa do galo, Machado de Assis. -  Análise do conto.
Missa do galo, Machado de Assis. - Análise do conto.
inglesporamor
 
Resumo dom casmurro
Resumo dom casmurroResumo dom casmurro
Resumo dom casmurro
Elias Gobira
 
língua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubas
língua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubaslíngua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubas
língua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubas
Wesley Germano Otávio
 

Mais procurados (20)

Diário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de Assis
Diário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de AssisDiário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de Assis
Diário de leitura e Resenha Sobre o Conto Missa do Galo de Machado de Assis
 
Missa do Galo - Machado de Assis
Missa do Galo - Machado de AssisMissa do Galo - Machado de Assis
Missa do Galo - Machado de Assis
 
Livro de brás cubas
Livro de brás cubasLivro de brás cubas
Livro de brás cubas
 
Dom casmurro slides
Dom casmurro slidesDom casmurro slides
Dom casmurro slides
 
Romance machadiano memórias póstumas de brás cubas
Romance machadiano  memórias póstumas de brás cubasRomance machadiano  memórias póstumas de brás cubas
Romance machadiano memórias póstumas de brás cubas
 
A Moreninha
A MoreninhaA Moreninha
A Moreninha
 
Diário de Leitura e Resenha do conto Missa do galo
Diário de Leitura e Resenha do conto Missa do galoDiário de Leitura e Resenha do conto Missa do galo
Diário de Leitura e Resenha do conto Missa do galo
 
A Moreninha
A MoreninhaA Moreninha
A Moreninha
 
A moreninha (6)jéssica diogo
A moreninha (6)jéssica diogoA moreninha (6)jéssica diogo
A moreninha (6)jéssica diogo
 
A Moreninha
A MoreninhaA Moreninha
A Moreninha
 
A moreninha
A moreninhaA moreninha
A moreninha
 
Missa do galo
Missa do galoMissa do galo
Missa do galo
 
Slide a moreninha
Slide   a moreninhaSlide   a moreninha
Slide a moreninha
 
Minhas Queridas
Minhas QueridasMinhas Queridas
Minhas Queridas
 
Powerpoint diário cruzado...marta polt
Powerpoint diário cruzado...marta poltPowerpoint diário cruzado...marta polt
Powerpoint diário cruzado...marta polt
 
Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro"
Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro" Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro"
Ficha de leitura sobre o livro "Dom Casmurro"
 
Coração, cabeça e estômago análise
Coração, cabeça e estômago   análiseCoração, cabeça e estômago   análise
Coração, cabeça e estômago análise
 
Missa do galo, Machado de Assis. - Análise do conto.
Missa do galo, Machado de Assis. -  Análise do conto.Missa do galo, Machado de Assis. -  Análise do conto.
Missa do galo, Machado de Assis. - Análise do conto.
 
Resumo dom casmurro
Resumo dom casmurroResumo dom casmurro
Resumo dom casmurro
 
língua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubas
língua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubaslíngua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubas
língua portuguesa ficha literaria memórias póstumas de brás cubas
 

Destaque

Pre operatorio
Pre operatorioPre operatorio
Estándares ansi
Estándares ansiEstándares ansi
Estándares ansi
Nombre Apellidos
 
Capacitacion ambiental
Capacitacion ambientalCapacitacion ambiental
Capacitacion ambiental
Karitol Nieto Párra
 
Riesgos de higiene y seguridad industrial
Riesgos de higiene y seguridad industrialRiesgos de higiene y seguridad industrial
Riesgos de higiene y seguridad industrial
PAHOLAR
 
Marxismo y post marxismo - a. heller
Marxismo y post marxismo - a. hellerMarxismo y post marxismo - a. heller
Marxismo y post marxismo - a. heller
Mauricio Villaseñor Terán
 
Torturak
TorturakTorturak
Herramientas digitales para la gestion del conocimiento net
Herramientas digitales para la gestion del conocimiento netHerramientas digitales para la gestion del conocimiento net
Herramientas digitales para la gestion del conocimiento net
UNAD
 
Analogía arte pame
Analogía arte pameAnalogía arte pame
Analogía arte pame
Pame Morrison
 
Higiene industrial john fredy angel
Higiene industrial   john fredy angelHigiene industrial   john fredy angel
Higiene industrial john fredy angel
Jhonfredy95
 
Olimpionades
OlimpionadesOlimpionades
Presentacion computacion 1
Presentacion computacion 1Presentacion computacion 1
Presentacion computacion 1
alduvin145
 
Instlacion Komodo IDE
Instlacion Komodo IDEInstlacion Komodo IDE
Instlacion Komodo IDE
anglela97
 
yslem rosario
yslem rosarioyslem rosario
yslem rosario
yslemrosario
 
trabajo escrito en parrafos
trabajo escrito en parrafostrabajo escrito en parrafos
trabajo escrito en parrafos
Keren Anaya Camargo
 
Portafolio.1
Portafolio.1Portafolio.1
arreglos y cadenas
arreglos y cadenasarreglos y cadenas
arreglos y cadenas
anglela97
 
Festa dels Elois de Campdevànol
Festa dels Elois de CampdevànolFesta dels Elois de Campdevànol
Festa dels Elois de Campdevànol
Cbs Ripollès Consorci Benestar
 
Basil's & maya's birthday presentation
Basil's & maya's birthday presentationBasil's & maya's birthday presentation
Basil's & maya's birthday presentation
Rami Khoury
 
computación e infomatica
computación e infomaticacomputación e infomatica
computación e infomatica
nawuel
 
Mtc 403 week one
Mtc 403 week oneMtc 403 week one
Mtc 403 week one
Chris Boardman
 

Destaque (20)

Pre operatorio
Pre operatorioPre operatorio
Pre operatorio
 
Estándares ansi
Estándares ansiEstándares ansi
Estándares ansi
 
Capacitacion ambiental
Capacitacion ambientalCapacitacion ambiental
Capacitacion ambiental
 
Riesgos de higiene y seguridad industrial
Riesgos de higiene y seguridad industrialRiesgos de higiene y seguridad industrial
Riesgos de higiene y seguridad industrial
 
Marxismo y post marxismo - a. heller
Marxismo y post marxismo - a. hellerMarxismo y post marxismo - a. heller
Marxismo y post marxismo - a. heller
 
Torturak
TorturakTorturak
Torturak
 
Herramientas digitales para la gestion del conocimiento net
Herramientas digitales para la gestion del conocimiento netHerramientas digitales para la gestion del conocimiento net
Herramientas digitales para la gestion del conocimiento net
 
Analogía arte pame
Analogía arte pameAnalogía arte pame
Analogía arte pame
 
Higiene industrial john fredy angel
Higiene industrial   john fredy angelHigiene industrial   john fredy angel
Higiene industrial john fredy angel
 
Olimpionades
OlimpionadesOlimpionades
Olimpionades
 
Presentacion computacion 1
Presentacion computacion 1Presentacion computacion 1
Presentacion computacion 1
 
Instlacion Komodo IDE
Instlacion Komodo IDEInstlacion Komodo IDE
Instlacion Komodo IDE
 
yslem rosario
yslem rosarioyslem rosario
yslem rosario
 
trabajo escrito en parrafos
trabajo escrito en parrafostrabajo escrito en parrafos
trabajo escrito en parrafos
 
Portafolio.1
Portafolio.1Portafolio.1
Portafolio.1
 
arreglos y cadenas
arreglos y cadenasarreglos y cadenas
arreglos y cadenas
 
Festa dels Elois de Campdevànol
Festa dels Elois de CampdevànolFesta dels Elois de Campdevànol
Festa dels Elois de Campdevànol
 
Basil's & maya's birthday presentation
Basil's & maya's birthday presentationBasil's & maya's birthday presentation
Basil's & maya's birthday presentation
 
computación e infomatica
computación e infomaticacomputación e infomatica
computación e infomatica
 
Mtc 403 week one
Mtc 403 week oneMtc 403 week one
Mtc 403 week one
 

Semelhante a Trabalho de literatura

Memórias póstulas de brás cubas
Memórias póstulas de brás cubasMemórias póstulas de brás cubas
Memórias póstulas de brás cubas
kaahfiore
 
Memórias póstumas de Brás Cubas
Memórias póstumas de Brás CubasMemórias póstumas de Brás Cubas
Memórias póstumas de Brás Cubas
Igorabelardo1997
 
Memórias Póstumas de Brás Cubas
Memórias Póstumas de Brás CubasMemórias Póstumas de Brás Cubas
Memórias Póstumas de Brás Cubas
HisrelBlog
 
Realismo/Naturalismo
Realismo/NaturalismoRealismo/Naturalismo
Realismo/Naturalismo
João Mendonça
 
Memórias Postumas de Brás Cubas
Memórias Postumas de Brás CubasMemórias Postumas de Brás Cubas
Memórias Postumas de Brás Cubas
Thamires Martins
 
Artigo memorias postumas imprimir
Artigo memorias postumas imprimirArtigo memorias postumas imprimir
Artigo memorias postumas imprimir
wgenilene
 
(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1
(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1
(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1
Célio Alves de Moura
 
Memórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubasMemórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubas
VIVIAN TROMBINI
 
SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
anaclarabalelo
 
Seminário memórias póstumas brás cubas
Seminário memórias póstumas brás cubasSeminário memórias póstumas brás cubas
Seminário memórias póstumas brás cubas
1975Andreia
 
Machado De Assis
Machado De AssisMachado De Assis
Machado De Assis
martinsramon
 
Realismo Dom Casmurro
Realismo Dom CasmurroRealismo Dom Casmurro
Realismo Dom Casmurro
clemildapetrolina
 
Especial Clarice Lispector
Especial Clarice LispectorEspecial Clarice Lispector
Especial Clarice Lispector
Ana Batista
 
Portugues osmaiasresumo
Portugues osmaiasresumoPortugues osmaiasresumo
Portugues osmaiasresumo
Diogo Soares
 
Trabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubas
Trabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubasTrabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubas
Trabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubas
teresakashino
 
Dom casmurro
Dom casmurroDom casmurro
Dom casmurro
Dodidemais Oliveira
 
Quincas borba
Quincas borbaQuincas borba
Quincas borba
Seduc/AM
 
O avatar
O avatarO avatar
O avatar
elvandroburity
 
Resumos obras - Romantismo
Resumos obras - RomantismoResumos obras - Romantismo
Resumos obras - Romantismo
Andriane Cursino
 
Memórias póstumas de brás cubas
Memórias póstumas de brás cubasMemórias póstumas de brás cubas
Memórias póstumas de brás cubas
rafabebum
 

Semelhante a Trabalho de literatura (20)

Memórias póstulas de brás cubas
Memórias póstulas de brás cubasMemórias póstulas de brás cubas
Memórias póstulas de brás cubas
 
Memórias póstumas de Brás Cubas
Memórias póstumas de Brás CubasMemórias póstumas de Brás Cubas
Memórias póstumas de Brás Cubas
 
Memórias Póstumas de Brás Cubas
Memórias Póstumas de Brás CubasMemórias Póstumas de Brás Cubas
Memórias Póstumas de Brás Cubas
 
Realismo/Naturalismo
Realismo/NaturalismoRealismo/Naturalismo
Realismo/Naturalismo
 
Memórias Postumas de Brás Cubas
Memórias Postumas de Brás CubasMemórias Postumas de Brás Cubas
Memórias Postumas de Brás Cubas
 
Artigo memorias postumas imprimir
Artigo memorias postumas imprimirArtigo memorias postumas imprimir
Artigo memorias postumas imprimir
 
(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1
(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1
(Colecao os pensadores) vol. 24 jean jacques rousseau 1
 
Memórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubasMemórias postumas de brás cubas
Memórias postumas de brás cubas
 
SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
SLIDE MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
 
Seminário memórias póstumas brás cubas
Seminário memórias póstumas brás cubasSeminário memórias póstumas brás cubas
Seminário memórias póstumas brás cubas
 
Machado De Assis
Machado De AssisMachado De Assis
Machado De Assis
 
Realismo Dom Casmurro
Realismo Dom CasmurroRealismo Dom Casmurro
Realismo Dom Casmurro
 
Especial Clarice Lispector
Especial Clarice LispectorEspecial Clarice Lispector
Especial Clarice Lispector
 
Portugues osmaiasresumo
Portugues osmaiasresumoPortugues osmaiasresumo
Portugues osmaiasresumo
 
Trabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubas
Trabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubasTrabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubas
Trabalho de português (1).pptx memórias póstumas de brás cubas
 
Dom casmurro
Dom casmurroDom casmurro
Dom casmurro
 
Quincas borba
Quincas borbaQuincas borba
Quincas borba
 
O avatar
O avatarO avatar
O avatar
 
Resumos obras - Romantismo
Resumos obras - RomantismoResumos obras - Romantismo
Resumos obras - Romantismo
 
Memórias póstumas de brás cubas
Memórias póstumas de brás cubasMemórias póstumas de brás cubas
Memórias póstumas de brás cubas
 

Trabalho de literatura

  • 1. Vinicius Quirino ferreira Trabalho de literatura cecamp
  • 2. Introdução Neste trabalho irei recordar alguns momentos do livro Memórias póstumas de Brás Cubas.
  • 3. desenvolvimento Brás Cubas escreve suas memórias já morto. Ele inicia a narração nos seus últimos momentos de vida, quando recebia visitas, ele viveu uma alucinação que o permitiu conhecer do primeiro ao último século. Brás Cubas vinha de uma família rica. Era um menino arteiro, mimado e protegido pelos pais. Sem nunca ter responsabilidades e culpas, passou a infância e chegou à mocidade. Foi nela que conheceu Marcela, uma espanhola, por quem se apaixonou. Conquistou-a e viveu um romance. Seu pai, nessas circunstâncias, o mandou à Europa para cursar a faculdade. Ele acabou aceitando, mas pretendia partir levando Marcela, com quem tudo já estava ajustado. Porém, sua partida foi repentina e ele foi sozinho. Durante a viagem por muitos dias pensou em findar sua vida, no entanto, abandonou a idéia. Chegado à Europa fez faculdade, formou-se e ficou vivendo lá. Voltou a chamado de seu pai, falando que voltasse ou não veria sua mãe viva. Poucos dias após a chegada de Brás sua mãe faleceu. Depois disso ele se trancou em casa e ficou a se dedicar à leitura. Passado algum tempo seu pai esteve com ele. Tinha um plano para Brás. A carreira política e o casamento. Brás pensou por um tempo e acabou aceitando a proposta do pai. A noiva, Virgília, era bela e seu pai facilitaria a entrada na política. Mas antes de voltar para a casa do pai e seguir com os dois ideais, Brás fez uma visita à Dona Eusébia, conhecida da família ela cuidara de sua mãe antes da morte. Lá conheceu Eugênia, filha da senhora. Os dois viveram um breve romance, mas a moça era coxa, e assim como começou acabou. Brás finalmente foi ter com a noiva e o futuro cargo na política. Mas os dois planos deram errado e Virgília acabou casada com Lobo Neves. Após tais acontecimentos o pai de Brás faleceu, a morte dele acarretou uma briga entre Brás e Sabina, sua irmã, devido à herança. Brás voltou a viver sozinho, escrevia versos algumas vezes e era por isso que recebia a visita de Luis Dutra. Foi por intermédio desse que recebeu a notícia da chegada de Virgília e seu marido. Talvez o momento em que os dois noivaram não era adequado, mas nesse momento era o tempo e assim os dois iniciaram um romance. No início eram só valsas, mas logo arrumaram uma casa onde se encontravam. Em certo momento de seu romance com Virgília chegou até as mãos de Lobo Neves uma carta anônima denunciando o romance dos dois. O que só desencadeou mais paixão. Brás já tinha proposto que os dois fugissem, mas a idéia foi abandonada e seguiam com o romance às escondidas. Lobo Neves recebeu uma proposta de trabalho no ministério, na província, isso abalou o romance dos dois amantes. Mas Lobo convidou Brás para que fosse seu secretário e assim foi. Ganhada as eleições acabaram abandonando o cargo por pura superstição.
  • 4. Seguiram o romance, que era acobertado por D. Plácida, que zelava da casa dos encontros. Por esse tempo Virgília engravidou e Brás sentiu o prazer da paternidade, entretanto ela perdeu a criança. Também nesse tempo Brás tinha feito as pazes com sua irmã e ela lhe buscava uma noiva. Em uma vez, estando Virgília e Brás na casa onde se encontravam, apareceu por lá Lobo Neves sobre o pretexto de visitar D. Plácida. Brás se escondeu. Tudo acabou bem, mas daí para frente o romance dos dois amantes encerrou. Lobo acabou conquistando a presidência do ministério e eles partiram para a província. Brás se reencontrara novamente com Quincas Borba, mas desta vez ele tinha se transformado por virtude de uma herança, os dois entraram em um estudo filosófico sobre a filosofia Humanista de Quincas. Já nesses tempos, Sabina arrumara uma noiva para Brás. Eulália Damasceno. Depois de muito refletir, Brás estava quase a firmar compromissa com a donzela, quando ela veio a falecer por febre amarela. Daí pra frente, Brás se juntara a Quincas no praticar da filosofia Humanista, canditadou-se a político, cargo que logo perdeu, e criou um jornal que rapidamente morreu. Nos seus últimos dias viu Quincas morrer e ter o início de uma loucura, por fim morreu. Ao fim, Brás Cubas se vangloria por não ter tido um pão compro com o suor de seu trabalho e não ter dado continuidade à humanidade.
  • 5. Bibliografia Memória póstumas de Brás cubas de Machado de Assis.