SlideShare uma empresa Scribd logo
Implantação ITIL
Gestão de serviços em busca de resultados
Roteiro
 Apresentação da consultoria;
 Apresentação da empresa/negócio;
 Estrutura;
 Cenário atual;
 Análise da consultoria;
 Aplicação ITIL;
 Conclusão;
Consultoria
Com o objetivo de apoiar e orientar seus clientes na
implantação e gestão das boas práticas ITIL.
Agregar valor ao negócio ao fim de cada entrega.
Consultoria FTEC Soluções especializada e certificada ITIL®.
O negócio
Empresa de britagem e construção de rodovias;
Empresa de médio porte;
Cerca de 300 funcionários;
Atuação no mercado brasileiro;
Estrutura
Três pessoas no setor de suporte.
Duas pessoas no setor de infraestrutura.
Duas pessoas na função de analistas de sistemas.
Um coordenador responsável pelos setores.
Possui setor de TI próprio.
Cenário Atual
Na empresa não
conhecimento.

há

nenhum

tipo

registro

de

Cada membro da equipe adquire o conhecimento com a
experiência do dia-a-dia.

Atualmente a empresa utiliza um software para gerenciamento de chamados. OCOMON (Software
free desenvolvido pela faculdade la salle).
Cenário Atual
Sistema de chamados apresenta tempo limite para
atendimento padrão.

Os chamados são abertos por qualquer usuário do setor e os mesmos não são atendidos por níveis
de prioridade.
Cenário Atual
Nem todos os chamados são registrados a fim categorizar
e criar dados históricos;

Não existe uma central para receber as ligações dos clientes;
Cenário Atual
Análise Consultoria
Gestão de Incidentes;
Gestão de Problemas;
Gestão de Base de Conhecimento;
Após estudos e análises dos processos no cenário atual da empresa, indicamos a aplicação dos
seguintes processos:
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Objetivo restaurar a operação normal do serviço o mais
rápido possível;
Garantir que os melhores níveis de disponibilidade e de
qualidade dos serviços, sejam mantidos conforme os
acordos de nível de serviço é também uma tarefa da
gerência de incidentes;
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Primeiros passos:
Definindo a prioridade...
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Prioridade é definida com base no impacto que o incidente
terá sobre os negócios.
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Isso se baseia em uma combinação de impacto e urgência.
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Impacto
Baixa

Alta

Baixa

Urgência

Média

9

8

7

Média

6

5

4

Alta

3

2

1
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
ID prioridade

Descrição

Prazo

1

Crítico

1 hora

2

Alto

8 horas

3

Médio

24 horas

4

Baixo

48 horas

5

Planejado

Planejado
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Aplicação de ITIL
Gerência de Incidente
Coordenador com o papel de Gerente de Mudanças.

Três pessoa na Central de serviços;
Duas pessoas (nível 2).
Duas pessoas (nível 3).
Um Gestor de serviços de TI
Aplicação de ITIL
Aplicação de ITIL
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
O Gerenciamento de Problemas tem por objetivo encontrar
a causa de um ou mais incidentes de forma a erradicálos;
O que a ITIL prega é que restaurado o serviço o “Incidente”
seja encerrado, e um problema seja aberto,
relacionando o ID do “Incidente” com o ID do “Problema”
para que seja analisada a causa.
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema

Quero tratar problemas e incidentes no mesmo chamado!!!
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema

Nãooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
Como vou saber o tamanho da fila de incidentes?
Como vou saber o tamanho da fila de problemas?
Quantos incidentes viraram problemas?
Tirar relatório do tempo médio de incidentes?
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
Como faço então?
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
Como faço então?
A solução é separar de fato os processos de gestão de
incidentes e gestão de problemas;
A equipe a ser utilizada pode ser a mesma, mesmo que
isto não seja o recomendado pela ITIL;
Relacionar somente os IDs e Itens de Configuração dos
Incidentes aos dos problemas;
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
Analogia...
Durante um incêndio, os integrantes da equipe de gestão de incidentes
são os bombeiros.
A equipe de gestão de problemas trabalha como os peritos, que
entram depois que o incêndio acabou, para investigar o que foi o
causador do incêndio.
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
É claro, que o chefe da equipe de bombeiros e dos peritos não deve
ser o mesmo.
Eles tem metas e objetivos diferentes.
Aplicação de ITIL
Gerência de Problema
E também é claro que um bombeiro não pode ser perito e vice versa.
Imaginem o perito/bombeiro lá, investigando as causas de um incêndio
e rapidamente é chamado para apagar fogo em outro bairro… para
qual chamada ele dará prioridade?
Aplicação de ITIL
Base de Conhecimento
Irá armazenar erros conhecidos, soluções de contorno e resoluções.

Irá ajudar a resolver os incidentes de forma mais rápida pois, a
solução de muitos incidentes podem já estar registradas.
Aplicação de ITIL
Base de Conhecimento
Defina modelos de documento, e escreva os procedimentos em Documento de
Texto e/ou Planilha.
Defina uma nomenclatura para os procedimentos. Em um futuro, você pode
relacionar a classificação dos incidentes a um procedimento corretivo.
Estabeleça regras para criar e atualizar os procedimentos. Uma boa forma de
conseguir cooperação das áreas de suporte é definir que quando houver
um incidente resolvido eles precisam escrever o procedimento de como foi
executado.
Aplicação de ITIL
Base de Conhecimento
Monitore se os procedimentos estão sendo efetivos e procure sempre melhorar
o processo.
Não centralizar tudo em uma base física ou digital, mas sim ter um sistema de
busca eficiente para localizar os processos documentados.
Conclusão
Ao fim dos trabalhos de consultoria, concluímos que as boas práticas
sugeridas nesse projeto estão de acordo com as carências
encontradas nos processos de TI da empresa e aderentes aos
objetivos de negócios da empresa.
Logo, estarão agregando qualidade e maturidade aos serviços de TI
da empresa e consequentemente beneficiando o negócio da
organização.
Obrigado!
Róger Marroni
Editor do blog Cesta de Conhecimentos | www.cestadeconhecimentos.com.br/blog/
Instrutoria nas certificações ITIL® v3, COBIT 4.1, Green IT Citizen |
skype: roger.marroni

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
Moore Stephens Brasil
 
Dfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaDfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixa
admcontabil
 
Matemática Financeira - UFBA
Matemática Financeira - UFBAMatemática Financeira - UFBA
Matemática Financeira - UFBA
TaageComunicaoDigita
 
Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac
Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - SenacProjeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac
Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac
Felipe Coêlho
 
Governança de TI
Governança de TIGovernança de TI
Governança de TI
wendcosta
 
apostila de técnicas administrativas
apostila de técnicas administrativasapostila de técnicas administrativas
apostila de técnicas administrativas
Iris E Adriano Bosquetti
 
Comportamento Assertivo
Comportamento AssertivoComportamento Assertivo
Comportamento Assertivo
Grupo E. Fabris
 
ITIL 4
ITIL 4ITIL 4
ITIL 4
CompanyWeb
 
Endere€ ¦çamento ip
Endere€ ¦çamento ipEndere€ ¦çamento ip
Endere€ ¦çamento ip
Hélio Silva
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Governança Corporativa
Governança CorporativaGovernança Corporativa
Governança Corporativa
Edmilson Palermo Soares
 
Datacenter apresentação
Datacenter   apresentaçãoDatacenter   apresentação
Datacenter apresentação
Ruy Mendonça
 
Aula 14 - 9 Normas de Auditoria
Aula 14 - 9 Normas de AuditoriaAula 14 - 9 Normas de Auditoria
Aula 14 - 9 Normas de Auditoria
Secretaria de Estado da Tributação do RN
 
Introdução ao ITIL
Introdução ao ITILIntrodução ao ITIL
Introdução ao ITIL
Jean Israel B. Feijó
 
Teoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabarito
Teoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabaritoTeoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabarito
Teoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabarito
gabaritocontabil
 
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Milton Henrique do Couto Neto
 
Principios contábeis
Principios contábeisPrincipios contábeis
Principios contábeis
Cássio Lima
 
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
Moore Stephens Brasil
 
Dfc slides
Dfc slidesDfc slides
Dfc slides
simuladocontabil
 
Curso básico fibras óticas módulo1-teoria
Curso básico fibras óticas módulo1-teoriaCurso básico fibras óticas módulo1-teoria
Curso básico fibras óticas módulo1-teoria
WELLINGTON MARTINS
 

Mais procurados (20)

16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
 
Dfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaDfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixa
 
Matemática Financeira - UFBA
Matemática Financeira - UFBAMatemática Financeira - UFBA
Matemática Financeira - UFBA
 
Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac
Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - SenacProjeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac
Projeto Integrador em Administração de Redes de Computadores - Senac
 
Governança de TI
Governança de TIGovernança de TI
Governança de TI
 
apostila de técnicas administrativas
apostila de técnicas administrativasapostila de técnicas administrativas
apostila de técnicas administrativas
 
Comportamento Assertivo
Comportamento AssertivoComportamento Assertivo
Comportamento Assertivo
 
ITIL 4
ITIL 4ITIL 4
ITIL 4
 
Endere€ ¦çamento ip
Endere€ ¦çamento ipEndere€ ¦çamento ip
Endere€ ¦çamento ip
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
 
Governança Corporativa
Governança CorporativaGovernança Corporativa
Governança Corporativa
 
Datacenter apresentação
Datacenter   apresentaçãoDatacenter   apresentação
Datacenter apresentação
 
Aula 14 - 9 Normas de Auditoria
Aula 14 - 9 Normas de AuditoriaAula 14 - 9 Normas de Auditoria
Aula 14 - 9 Normas de Auditoria
 
Introdução ao ITIL
Introdução ao ITILIntrodução ao ITIL
Introdução ao ITIL
 
Teoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabarito
Teoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabaritoTeoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabarito
Teoria da contabilidade i exercicios contabilidade ativo gabarito
 
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
Pós Consultoria de Recursos Humanos (RH)
 
Principios contábeis
Principios contábeisPrincipios contábeis
Principios contábeis
 
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
 
Dfc slides
Dfc slidesDfc slides
Dfc slides
 
Curso básico fibras óticas módulo1-teoria
Curso básico fibras óticas módulo1-teoriaCurso básico fibras óticas módulo1-teoria
Curso básico fibras óticas módulo1-teoria
 

Destaque

Catálogo de serviços ITIL template
Catálogo de serviços ITIL templateCatálogo de serviços ITIL template
Catálogo de serviços ITIL template
Fernando Palma
 
Portfólio de serviços
Portfólio de serviçosPortfólio de serviços
Portfólio de serviços
Fernando Palma
 
Portfolio de serviços
Portfolio de serviçosPortfolio de serviços
Portfolio de serviços
marcossistemassoares
 
Template de acordo de nível de serviço
Template de acordo de nível de serviçoTemplate de acordo de nível de serviço
Template de acordo de nível de serviço
Fernando Palma
 
Ebook ITIL Na Prática
Ebook ITIL Na PráticaEbook ITIL Na Prática
Ebook ITIL Na Prática
Fernando Palma
 
Relatório de gerenciamento de mudanças
Relatório de gerenciamento de mudançasRelatório de gerenciamento de mudanças
Relatório de gerenciamento de mudanças
Fernando Palma
 
Exemplo de Requisição de Mudança ITIL
Exemplo de Requisição de Mudança ITILExemplo de Requisição de Mudança ITIL
Exemplo de Requisição de Mudança ITIL
Fernando Palma
 
TCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo Sinos
TCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo SinosTCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo Sinos
TCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo Sinos
felipefaleiro
 
Itil v3 operação de serviço
Itil v3 operação de serviçoItil v3 operação de serviço
Itil v3 operação de serviço
Marcos Rodrigues Dos Santos
 
Itil v3 transição de serviço
Itil v3 transição de serviçoItil v3 transição de serviço
Itil v3 transição de serviço
Marcos Rodrigues Dos Santos
 
Itil v3 design de serviços
Itil v3 design de serviçosItil v3 design de serviços
Itil v3 design de serviços
Marcos Rodrigues Dos Santos
 
ITIL em pequenas organizações - estratégia de serviços
ITIL em pequenas organizações - estratégia de serviçosITIL em pequenas organizações - estratégia de serviços
ITIL em pequenas organizações - estratégia de serviços
Fernando Palma
 
Livro ITIl Melhoria Continua de serviço
Livro ITIl Melhoria Continua de serviçoLivro ITIl Melhoria Continua de serviço
Livro ITIl Melhoria Continua de serviço
Marcos Rodrigues Dos Santos
 
Template Plano de disponibilidade dos serviços
Template Plano de disponibilidade dos serviçosTemplate Plano de disponibilidade dos serviços
Template Plano de disponibilidade dos serviços
Fernando Palma
 
Itil
ItilItil
Itil
lcbj
 
Itil v3 estratégia de serviço
Itil v3 estratégia de serviçoItil v3 estratégia de serviço
Itil v3 estratégia de serviço
Marcos Rodrigues Dos Santos
 
Gerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITIL
Gerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITILGerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITIL
Gerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITIL
Rildo (@rildosan) Santos
 
05 maneiras de aplicar ITIL
05 maneiras de aplicar ITIL05 maneiras de aplicar ITIL
05 maneiras de aplicar ITIL
Fernando Palma
 
Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3
Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3
Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3
CompanyWeb
 
ITIL em pequenas organizações: transição de serviços
ITIL em pequenas organizações: transição de serviçosITIL em pequenas organizações: transição de serviços
ITIL em pequenas organizações: transição de serviços
Fernando Palma
 

Destaque (20)

Catálogo de serviços ITIL template
Catálogo de serviços ITIL templateCatálogo de serviços ITIL template
Catálogo de serviços ITIL template
 
Portfólio de serviços
Portfólio de serviçosPortfólio de serviços
Portfólio de serviços
 
Portfolio de serviços
Portfolio de serviçosPortfolio de serviços
Portfolio de serviços
 
Template de acordo de nível de serviço
Template de acordo de nível de serviçoTemplate de acordo de nível de serviço
Template de acordo de nível de serviço
 
Ebook ITIL Na Prática
Ebook ITIL Na PráticaEbook ITIL Na Prática
Ebook ITIL Na Prática
 
Relatório de gerenciamento de mudanças
Relatório de gerenciamento de mudançasRelatório de gerenciamento de mudanças
Relatório de gerenciamento de mudanças
 
Exemplo de Requisição de Mudança ITIL
Exemplo de Requisição de Mudança ITILExemplo de Requisição de Mudança ITIL
Exemplo de Requisição de Mudança ITIL
 
TCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo Sinos
TCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo SinosTCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo Sinos
TCC - Implementação de mapas mentais no Suporte Técnico da TI do Grupo Sinos
 
Itil v3 operação de serviço
Itil v3 operação de serviçoItil v3 operação de serviço
Itil v3 operação de serviço
 
Itil v3 transição de serviço
Itil v3 transição de serviçoItil v3 transição de serviço
Itil v3 transição de serviço
 
Itil v3 design de serviços
Itil v3 design de serviçosItil v3 design de serviços
Itil v3 design de serviços
 
ITIL em pequenas organizações - estratégia de serviços
ITIL em pequenas organizações - estratégia de serviçosITIL em pequenas organizações - estratégia de serviços
ITIL em pequenas organizações - estratégia de serviços
 
Livro ITIl Melhoria Continua de serviço
Livro ITIl Melhoria Continua de serviçoLivro ITIl Melhoria Continua de serviço
Livro ITIl Melhoria Continua de serviço
 
Template Plano de disponibilidade dos serviços
Template Plano de disponibilidade dos serviçosTemplate Plano de disponibilidade dos serviços
Template Plano de disponibilidade dos serviços
 
Itil
ItilItil
Itil
 
Itil v3 estratégia de serviço
Itil v3 estratégia de serviçoItil v3 estratégia de serviço
Itil v3 estratégia de serviço
 
Gerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITIL
Gerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITILGerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITIL
Gerenciamento de Infraestrutura de TIC com ITIL
 
05 maneiras de aplicar ITIL
05 maneiras de aplicar ITIL05 maneiras de aplicar ITIL
05 maneiras de aplicar ITIL
 
Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3
Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3
Gestão de Portfólio de Serviços segundo ITIL v3
 
ITIL em pequenas organizações: transição de serviços
ITIL em pequenas organizações: transição de serviçosITIL em pequenas organizações: transição de serviços
ITIL em pequenas organizações: transição de serviços
 

Semelhante a Trabalho de ITIL - Case de Implantação

Tutorial sobre itil
Tutorial sobre itilTutorial sobre itil
Tutorial sobre itil
Abimael Fernandes
 
Resumo ITIL FOUNDATION Ingles
Resumo ITIL FOUNDATION InglesResumo ITIL FOUNDATION Ingles
Resumo ITIL FOUNDATION Ingles
Bruno Carvalho
 
Resumo Itil Foundation Portugues
Resumo Itil Foundation PortuguesResumo Itil Foundation Portugues
Resumo Itil Foundation Portugues
Bruno Carvalho
 
IT Service Management (ITSM)
IT Service Management (ITSM)IT Service Management (ITSM)
IT Service Management (ITSM)
Evandro Figueiredo de Oliveira
 
Itil
ItilItil
Resumo ITIL Foundation Portugues
Resumo ITIL Foundation Portugues Resumo ITIL Foundation Portugues
Resumo ITIL Foundation Portugues
Eduardo Rodrigues da Cunha
 
ITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e Mudanças
ITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e MudançasITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e Mudanças
ITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e Mudanças
Wise Systems
 
Geração TEC - Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...
Geração TEC -  Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...Geração TEC -  Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...
Geração TEC - Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...
Alan Carlos
 
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01
Brenier Castro
 
Geração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de Qualidade
Geração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de QualidadeGeração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de Qualidade
Geração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de Qualidade
Alan Carlos
 
Gerenciamento de Incidentes com ITIL
Gerenciamento de Incidentes com ITILGerenciamento de Incidentes com ITIL
Gerenciamento de Incidentes com ITIL
Renato Paschoalim
 
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TIGestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Alessandro Almeida
 
Apresentacao itil scua
Apresentacao   itil scuaApresentacao   itil scua
Apresentacao itil scua
Marcello Dias
 
(Solução gestão serviços ti itil [modo de compatibilidade])
(Solução gestão serviços ti   itil [modo de compatibilidade])(Solução gestão serviços ti   itil [modo de compatibilidade])
(Solução gestão serviços ti itil [modo de compatibilidade])
Thiago Oliveira Silva Barros
 
Principais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILPrincipais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITIL
Cloves da Rocha
 
Flow Options ITSM e LEAN ITSM
Flow Options ITSM e LEAN ITSMFlow Options ITSM e LEAN ITSM
Flow Options ITSM e LEAN ITSM
José Pedro Teixeira
 
Itil para estudantes
Itil para estudantesItil para estudantes
Itil para estudantes
Erisson Marques
 
ITIL em pequenas organizações: desenho de serviços
ITIL em pequenas organizações: desenho de serviçosITIL em pequenas organizações: desenho de serviços
ITIL em pequenas organizações: desenho de serviços
Fernando Palma
 
Este simulado é composto de 40 questões
Este simulado é composto de 40 questõesEste simulado é composto de 40 questões
Este simulado é composto de 40 questões
betoflash
 
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03
Brenier Castro
 

Semelhante a Trabalho de ITIL - Case de Implantação (20)

Tutorial sobre itil
Tutorial sobre itilTutorial sobre itil
Tutorial sobre itil
 
Resumo ITIL FOUNDATION Ingles
Resumo ITIL FOUNDATION InglesResumo ITIL FOUNDATION Ingles
Resumo ITIL FOUNDATION Ingles
 
Resumo Itil Foundation Portugues
Resumo Itil Foundation PortuguesResumo Itil Foundation Portugues
Resumo Itil Foundation Portugues
 
IT Service Management (ITSM)
IT Service Management (ITSM)IT Service Management (ITSM)
IT Service Management (ITSM)
 
Itil
ItilItil
Itil
 
Resumo ITIL Foundation Portugues
Resumo ITIL Foundation Portugues Resumo ITIL Foundation Portugues
Resumo ITIL Foundation Portugues
 
ITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e Mudanças
ITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e MudançasITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e Mudanças
ITIL na prática - Gerenciamento de Incidentes, Problemas e Mudanças
 
Geração TEC - Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...
Geração TEC -  Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...Geração TEC -  Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...
Geração TEC - Help Desk - Fundamentos do ITIL - IR, CR e Problemas, Medição ...
 
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_01
 
Geração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de Qualidade
Geração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de QualidadeGeração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de Qualidade
Geração Tec - Help Desk - Tenha um Helpdesk de Qualidade
 
Gerenciamento de Incidentes com ITIL
Gerenciamento de Incidentes com ITILGerenciamento de Incidentes com ITIL
Gerenciamento de Incidentes com ITIL
 
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TIGestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
Gestão da Tecnologia da Informação - Atividade: Governança de TI
 
Apresentacao itil scua
Apresentacao   itil scuaApresentacao   itil scua
Apresentacao itil scua
 
(Solução gestão serviços ti itil [modo de compatibilidade])
(Solução gestão serviços ti   itil [modo de compatibilidade])(Solução gestão serviços ti   itil [modo de compatibilidade])
(Solução gestão serviços ti itil [modo de compatibilidade])
 
Principais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITILPrincipais Certificações em TIC - ITIL
Principais Certificações em TIC - ITIL
 
Flow Options ITSM e LEAN ITSM
Flow Options ITSM e LEAN ITSMFlow Options ITSM e LEAN ITSM
Flow Options ITSM e LEAN ITSM
 
Itil para estudantes
Itil para estudantesItil para estudantes
Itil para estudantes
 
ITIL em pequenas organizações: desenho de serviços
ITIL em pequenas organizações: desenho de serviçosITIL em pequenas organizações: desenho de serviços
ITIL em pequenas organizações: desenho de serviços
 
Este simulado é composto de 40 questões
Este simulado é composto de 40 questõesEste simulado é composto de 40 questões
Este simulado é composto de 40 questões
 
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03
ITIL V3 - Certificação e Concurso - Aula_03
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
Vanessa F. Rezende
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 

Trabalho de ITIL - Case de Implantação

  • 1. Implantação ITIL Gestão de serviços em busca de resultados
  • 2. Roteiro  Apresentação da consultoria;  Apresentação da empresa/negócio;  Estrutura;  Cenário atual;  Análise da consultoria;  Aplicação ITIL;  Conclusão;
  • 3. Consultoria Com o objetivo de apoiar e orientar seus clientes na implantação e gestão das boas práticas ITIL. Agregar valor ao negócio ao fim de cada entrega. Consultoria FTEC Soluções especializada e certificada ITIL®.
  • 4. O negócio Empresa de britagem e construção de rodovias; Empresa de médio porte; Cerca de 300 funcionários; Atuação no mercado brasileiro;
  • 5. Estrutura Três pessoas no setor de suporte. Duas pessoas no setor de infraestrutura. Duas pessoas na função de analistas de sistemas. Um coordenador responsável pelos setores. Possui setor de TI próprio.
  • 6. Cenário Atual Na empresa não conhecimento. há nenhum tipo registro de Cada membro da equipe adquire o conhecimento com a experiência do dia-a-dia. Atualmente a empresa utiliza um software para gerenciamento de chamados. OCOMON (Software free desenvolvido pela faculdade la salle).
  • 7. Cenário Atual Sistema de chamados apresenta tempo limite para atendimento padrão. Os chamados são abertos por qualquer usuário do setor e os mesmos não são atendidos por níveis de prioridade.
  • 8. Cenário Atual Nem todos os chamados são registrados a fim categorizar e criar dados históricos; Não existe uma central para receber as ligações dos clientes;
  • 10. Análise Consultoria Gestão de Incidentes; Gestão de Problemas; Gestão de Base de Conhecimento; Após estudos e análises dos processos no cenário atual da empresa, indicamos a aplicação dos seguintes processos:
  • 11. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente Objetivo restaurar a operação normal do serviço o mais rápido possível; Garantir que os melhores níveis de disponibilidade e de qualidade dos serviços, sejam mantidos conforme os acordos de nível de serviço é também uma tarefa da gerência de incidentes;
  • 12. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente Primeiros passos: Definindo a prioridade...
  • 13. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente Prioridade é definida com base no impacto que o incidente terá sobre os negócios.
  • 14. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente Isso se baseia em uma combinação de impacto e urgência.
  • 15. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente Impacto Baixa Alta Baixa Urgência Média 9 8 7 Média 6 5 4 Alta 3 2 1
  • 16. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente ID prioridade Descrição Prazo 1 Crítico 1 hora 2 Alto 8 horas 3 Médio 24 horas 4 Baixo 48 horas 5 Planejado Planejado
  • 18. Aplicação de ITIL Gerência de Incidente Coordenador com o papel de Gerente de Mudanças. Três pessoa na Central de serviços; Duas pessoas (nível 2). Duas pessoas (nível 3). Um Gestor de serviços de TI
  • 21. Aplicação de ITIL Gerência de Problema O Gerenciamento de Problemas tem por objetivo encontrar a causa de um ou mais incidentes de forma a erradicálos; O que a ITIL prega é que restaurado o serviço o “Incidente” seja encerrado, e um problema seja aberto, relacionando o ID do “Incidente” com o ID do “Problema” para que seja analisada a causa.
  • 22. Aplicação de ITIL Gerência de Problema Quero tratar problemas e incidentes no mesmo chamado!!!
  • 23. Aplicação de ITIL Gerência de Problema Nãooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!
  • 24. Aplicação de ITIL Gerência de Problema Como vou saber o tamanho da fila de incidentes? Como vou saber o tamanho da fila de problemas? Quantos incidentes viraram problemas? Tirar relatório do tempo médio de incidentes?
  • 25. Aplicação de ITIL Gerência de Problema Como faço então?
  • 26. Aplicação de ITIL Gerência de Problema Como faço então? A solução é separar de fato os processos de gestão de incidentes e gestão de problemas; A equipe a ser utilizada pode ser a mesma, mesmo que isto não seja o recomendado pela ITIL; Relacionar somente os IDs e Itens de Configuração dos Incidentes aos dos problemas;
  • 27. Aplicação de ITIL Gerência de Problema Analogia... Durante um incêndio, os integrantes da equipe de gestão de incidentes são os bombeiros. A equipe de gestão de problemas trabalha como os peritos, que entram depois que o incêndio acabou, para investigar o que foi o causador do incêndio.
  • 28. Aplicação de ITIL Gerência de Problema É claro, que o chefe da equipe de bombeiros e dos peritos não deve ser o mesmo. Eles tem metas e objetivos diferentes.
  • 29. Aplicação de ITIL Gerência de Problema E também é claro que um bombeiro não pode ser perito e vice versa. Imaginem o perito/bombeiro lá, investigando as causas de um incêndio e rapidamente é chamado para apagar fogo em outro bairro… para qual chamada ele dará prioridade?
  • 30. Aplicação de ITIL Base de Conhecimento Irá armazenar erros conhecidos, soluções de contorno e resoluções. Irá ajudar a resolver os incidentes de forma mais rápida pois, a solução de muitos incidentes podem já estar registradas.
  • 31. Aplicação de ITIL Base de Conhecimento Defina modelos de documento, e escreva os procedimentos em Documento de Texto e/ou Planilha. Defina uma nomenclatura para os procedimentos. Em um futuro, você pode relacionar a classificação dos incidentes a um procedimento corretivo. Estabeleça regras para criar e atualizar os procedimentos. Uma boa forma de conseguir cooperação das áreas de suporte é definir que quando houver um incidente resolvido eles precisam escrever o procedimento de como foi executado.
  • 32. Aplicação de ITIL Base de Conhecimento Monitore se os procedimentos estão sendo efetivos e procure sempre melhorar o processo. Não centralizar tudo em uma base física ou digital, mas sim ter um sistema de busca eficiente para localizar os processos documentados.
  • 33. Conclusão Ao fim dos trabalhos de consultoria, concluímos que as boas práticas sugeridas nesse projeto estão de acordo com as carências encontradas nos processos de TI da empresa e aderentes aos objetivos de negócios da empresa. Logo, estarão agregando qualidade e maturidade aos serviços de TI da empresa e consequentemente beneficiando o negócio da organização.
  • 34. Obrigado! Róger Marroni Editor do blog Cesta de Conhecimentos | www.cestadeconhecimentos.com.br/blog/ Instrutoria nas certificações ITIL® v3, COBIT 4.1, Green IT Citizen | skype: roger.marroni

Notas do Editor

  1. Core business
  2. Central de Serviço não é help desk! Um help desk tem como característica natural o fato de ser reativo, ou seja, agir quando provocado ou acionado. Não é esse o caso da Central de Serviço. Os sistemas/monitorações podem e devem interagir com a Central para que esta internalize, entre outros, os incidentes e as requisições de serviço de forma proativa, antes que o serviço de TI venha a ser degradado e esta degradação seja percebida pelo cliente.
  3. Central de Serviço não é help desk! Um help desk tem como característica natural o fato de ser reativo, ou seja, agir quando provocado ou acionado. Não é esse o caso da Central de Serviço. Os sistemas/monitorações podem e devem interagir com a Central para que esta internalize, entre outros, os incidentes e as requisições de serviço de forma proativa, antes que o serviço de TI venha a ser degradado e esta degradação seja percebida pelo cliente.
  4. Quem for apresentar o gerenciamento de mudanças pode comentar sobre os 4 quick wins como pontos positivos na implantação de ITIL. http://www.portalgsti.com.br/2012/11/gestao-mudancas-quickwins.html
  5. Central de Serviço não é help desk! Um help desk tem como característica natural o fato de ser reativo, ou seja, agir quando provocado ou acionado. Não é esse o caso da Central de Serviço. Os sistemas/monitorações podem e devem interagir com a Central para que esta internalize, entre outros, os incidentes e as requisições de serviço de forma proativa, antes que o serviço de TI venha a ser degradado e esta degradação seja percebida pelo cliente.
  6. Central de Serviço não é help desk! Um help desk tem como característica natural o fato de ser reativo, ou seja, agir quando provocado ou acionado. Não é esse o caso da Central de Serviço. Os sistemas/monitorações podem e devem interagir com a Central para que esta internalize, entre outros, os incidentes e as requisições de serviço de forma proativa, antes que o serviço de TI venha a ser degradado e esta degradação seja percebida pelo cliente.