SlideShare uma empresa Scribd logo
Guião de Trabalho em Grupo de Geografia – 8º ano
                                     Políticas Demográficas
                                                   Introdução
As POLÍTICAS DEMOGRÁFICAS surgem na tentativa dos diferentes países regularem o crescimento da sua população e,
dessa forma, minimizarem muitos dos problemas de origem demográfica que actualmente enfrentam.

Politicas antinatalistas
A generalidade dos países em desenvolvimento tem promovido politicas antinatalistas, ao pôr em prática um conjunto
de medidas que visam objectivamente reduzir os valores da natalidade e suster a explosão demográfica.
Algumas dessas medidas são meramente informativas ou de incentivo; outras, pelo contrário, são mesmo repressivas ou
punitivas.
As medidas informativas ou de incentivo têm-se concretizado sobretudo através de:
-campanhas de informação sobre planeamento familiar;
-divulgação e distribuição gratuita de contraceptivos;
-apelos ao casamento mais tardio;
-benefícios aos casais que tenham apenas um ou dois filhos.
As medidas repressivas ou punitivas têm passado pôr:
-criar dificuldades na aquisição de bens essenciais;
-pôr em prática campanhas de esterilização;

Políticas natalístas
Os países desenvolvidos têm promovido políticas natalístas que contemplam as seguintes medidas:
-aumento do abono de família;
-alargamento da licença de maternidade e paternidade

                                                      O Processo
Para realizar o trabalho, devem organizar-se em grupos de dois alunos.
Deverão articular os dados recolhidos.
A entrega será na até ao dia 2 de Março de 2012 para o e-mail do professor profgeodd@gmail.com.


                                                         A Tarefa
1. Procura informações sobre Políticas demográficas.
2. Escolhe uma das duas políticas demográficas: política (pró) natalista ou anti-natalista.
3. Faz uma listagem de medidas que são ou podem ser utilizadas para pôr em prática a política demográfica escolhida
(exºs: no manual p.36 ou 37).
4. Escreve um slogan, apelativo, divertido, informativo, crítico e/ou com uma mensagem forte, de aplicação de uma das
medidas da listagem anterior.
5. Procura uma imagem que se associe a informação da frase do slogan (a imagem pode ser construída de base).
6. Elabora, em formato digital, um cartaz, um panfleto ou um pequeno filme de incentivo à política demográfica
escolhida, aliando o slogan escrito e a imagem desenhada/criada.

                                                       A Avaliação
Os critérios de avaliação englobam:
1. O processo de trabalho:
1.1. Capacidade de pesquisa
1.2. Utilização de novas técnicas/ Mobilização de novos conceitos
          1.3. Análise e selecção da informação disponível
2. A organização:
          2.1. Diferentes etapas de trabalho/Expressão escrita e qualidade gráfica do trabalho
          2.2. Rigor científico e profundidade da abordagem
          2.3. Análise crítica de resultados
          2.4. Utilização de materiais adequados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primo levi
Primo leviPrimo levi
Primo levi
Paixão Pinto
 
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
Carlos F. M. Costa
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
8ºC
 
Cultura - Psicologia
Cultura - PsicologiaCultura - Psicologia
Cultura - Psicologia
Ana Felizardo
 
Obstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimentoObstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimento
Rosária Zamith
 
A saturação das infra estruturas
A saturação das infra estruturasA saturação das infra estruturas
A saturação das infra estruturas
RicardoFilipe95
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
Fátima Cunha Lopes
 
Fichas1 a 7 ca
Fichas1 a 7 caFichas1 a 7 ca
Fichas1 a 7 ca
Geografias Geo
 
os-maias-capitulo-final (1).pptx
os-maias-capitulo-final (1).pptxos-maias-capitulo-final (1).pptx
os-maias-capitulo-final (1).pptx
MartaMendes81
 
816 politicas demograficas
816 politicas demograficas816 politicas demograficas
816 politicas demograficas
Joana Carvalho
 
12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização
Ilda Bicacro
 
O CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9ºO CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9º
Victor Veiga
 
Globalização cultural
Globalização culturalGlobalização cultural
Globalização cultural
Jessie1r98
 
Principais problemas sociodemográficos
Principais problemas sociodemográficos Principais problemas sociodemográficos
Principais problemas sociodemográficos
Idalina Leite
 
Artigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão finalArtigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão final
Renally Arruda
 
Ajuda Publica ao Desenvolvimento
Ajuda Publica ao DesenvolvimentoAjuda Publica ao Desenvolvimento
Ajuda Publica ao Desenvolvimento
Joana Melo
 
Projeto leitura 10ºano
Projeto leitura 10ºanoProjeto leitura 10ºano
Projeto leitura 10ºano
BibliotecaESDS
 
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
Ana Santos
 
Ficha de avaliação população convertido
Ficha de avaliação   população convertidoFicha de avaliação   população convertido
Ficha de avaliação população convertido
Linda Pereira
 
Educação n' os maias
Educação n' os maiasEducação n' os maias
Educação n' os maias
Ester Pinto Pereira
 

Mais procurados (20)

Primo levi
Primo leviPrimo levi
Primo levi
 
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
O Meio Natural - O Relevo (Geografia 7º ano)
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
 
Cultura - Psicologia
Cultura - PsicologiaCultura - Psicologia
Cultura - Psicologia
 
Obstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimentoObstáculos ao desenvolvimento
Obstáculos ao desenvolvimento
 
A saturação das infra estruturas
A saturação das infra estruturasA saturação das infra estruturas
A saturação das infra estruturas
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
 
Fichas1 a 7 ca
Fichas1 a 7 caFichas1 a 7 ca
Fichas1 a 7 ca
 
os-maias-capitulo-final (1).pptx
os-maias-capitulo-final (1).pptxos-maias-capitulo-final (1).pptx
os-maias-capitulo-final (1).pptx
 
816 politicas demograficas
816 politicas demograficas816 politicas demograficas
816 politicas demograficas
 
12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização12º o reforço da globalização
12º o reforço da globalização
 
O CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9ºO CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9º
 
Globalização cultural
Globalização culturalGlobalização cultural
Globalização cultural
 
Principais problemas sociodemográficos
Principais problemas sociodemográficos Principais problemas sociodemográficos
Principais problemas sociodemográficos
 
Artigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão finalArtigo de opinião dos alunos versão final
Artigo de opinião dos alunos versão final
 
Ajuda Publica ao Desenvolvimento
Ajuda Publica ao DesenvolvimentoAjuda Publica ao Desenvolvimento
Ajuda Publica ao Desenvolvimento
 
Projeto leitura 10ºano
Projeto leitura 10ºanoProjeto leitura 10ºano
Projeto leitura 10ºano
 
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
 
Ficha de avaliação população convertido
Ficha de avaliação   população convertidoFicha de avaliação   população convertido
Ficha de avaliação população convertido
 
Educação n' os maias
Educação n' os maiasEducação n' os maias
Educação n' os maias
 

Destaque

Politicas demograficas
Politicas demograficasPoliticas demograficas
Politicas demograficas
fabiopombo
 
Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011) Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011)
Pedro Damião
 
Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)
Pedro Damião
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
Elsa Condeço
 
Politicas demograficas
Politicas demograficasPoliticas demograficas
Politicas demograficas
Constanza Contreras
 
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãOEstrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
guest0cc75a5
 
A estrutura etária da população
A estrutura etária da populaçãoA estrutura etária da população
A estrutura etária da população
8ºC
 
Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)
Pedro Damião
 
Politicas demográficas
Politicas demográficasPoliticas demográficas
Politicas demográficas
Fábio Pombo
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
Andre Huang
 
Estrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da populaçãoEstrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da população
viniciusmaga
 
Estrututas etárias
Estrututas etáriasEstrututas etárias
Estrututas etárias
Pocarolas
 
3º Teste Nov Pop 8ºAno
3º Teste Nov  Pop 8ºAno3º Teste Nov  Pop 8ºAno
3º Teste Nov Pop 8ºAno
Mayjö .
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Linda Pereira
 
Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)
Pedro Damião
 
41018 demografia
41018 demografia41018 demografia
41018 demografia
Karlos Walentin
 
As PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRiasAs PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRias
analuisacvieira
 
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIAModelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
André Rodrigues Silva
 
Ficha 9
Ficha 9Ficha 9
Ficha 9
Mayjö .
 
Ficha 8
Ficha 8Ficha 8
Ficha 8
Mayjö .
 

Destaque (20)

Politicas demograficas
Politicas demograficasPoliticas demograficas
Politicas demograficas
 
Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011) Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºB (Janeiro 2011)
 
Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºA (Janeiro 2011)
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
 
Politicas demograficas
Politicas demograficasPoliticas demograficas
Politicas demograficas
 
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãOEstrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
 
A estrutura etária da população
A estrutura etária da populaçãoA estrutura etária da população
A estrutura etária da população
 
Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºD (Janeiro 2011)
 
Politicas demográficas
Politicas demográficasPoliticas demográficas
Politicas demográficas
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
 
Estrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da populaçãoEstrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da população
 
Estrututas etárias
Estrututas etáriasEstrututas etárias
Estrututas etárias
 
3º Teste Nov Pop 8ºAno
3º Teste Nov  Pop 8ºAno3º Teste Nov  Pop 8ºAno
3º Teste Nov Pop 8ºAno
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
 
Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)
Cartazes natalistas 8ºC (Janeiro 2011)
 
41018 demografia
41018 demografia41018 demografia
41018 demografia
 
As PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRiasAs PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRias
 
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIAModelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
 
Ficha 9
Ficha 9Ficha 9
Ficha 9
 
Ficha 8
Ficha 8Ficha 8
Ficha 8
 

Semelhante a Trabalho de grupo politicas demograficas

Proposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptx
Proposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptxProposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptx
Proposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptx
BleizyCosta
 
Aulas de Advocacy - Parte 01
Aulas de Advocacy - Parte 01Aulas de Advocacy - Parte 01
Aulas de Advocacy - Parte 01
Liza Valença Ramos
 
Marketing social
Marketing socialMarketing social
Marketing social
Gabriel Galdino
 
Projeto social em TIC
Projeto social em TICProjeto social em TIC
Projeto social em TIC
Rodolfo Benenati
 
Aula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptx
Aula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptxAula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptx
Aula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptx
GabrielMirandaMacamb
 
Como fazer uma campanha de marketing social
Como fazer uma campanha de marketing socialComo fazer uma campanha de marketing social
Como fazer uma campanha de marketing social
ISCSP
 
sodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptxsodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptx
EvanderNovaesMoreira1
 
Oficina unicef 2014 - bsb - versão pública
Oficina unicef   2014 - bsb - versão públicaOficina unicef   2014 - bsb - versão pública
Oficina unicef 2014 - bsb - versão pública
Luiz Fernando Arantes Paulo
 
Aula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIO
Aula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIOAula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIO
Aula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIO
egarciaoliveira
 
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...
Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...
Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Projeto multiplicando dinheiro versao final
Projeto multiplicando dinheiro   versao finalProjeto multiplicando dinheiro   versao final
Projeto multiplicando dinheiro versao final
Danilo Fonseca
 
9729 40740-2-pb
9729 40740-2-pb9729 40740-2-pb
9729 40740-2-pb
Luciano José Raimundo
 
Vitrine
VitrineVitrine
Publicidade nuno
Publicidade   nunoPublicidade   nuno
Publicidade nuno
Nuno Tasso de Figueiredo
 
Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...
Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...
Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...
Vicente Venturieri
 
Edital 112 2014 sagi
Edital 112 2014 sagiEdital 112 2014 sagi
Comportamento do consumidor
Comportamento do consumidorComportamento do consumidor
Comportamento do consumidor
Grupom_
 
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
http://bvsalud.org/
 
Educação para a Saúde
Educação para a SaúdeEducação para a Saúde
Educação para a Saúde
Catarina Regina
 

Semelhante a Trabalho de grupo politicas demograficas (20)

Proposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptx
Proposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptxProposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptx
Proposta Metodologia Transforming Education Summit PT.pptx
 
Aulas de Advocacy - Parte 01
Aulas de Advocacy - Parte 01Aulas de Advocacy - Parte 01
Aulas de Advocacy - Parte 01
 
Marketing social
Marketing socialMarketing social
Marketing social
 
Projeto social em TIC
Projeto social em TICProjeto social em TIC
Projeto social em TIC
 
Aula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptx
Aula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptxAula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptx
Aula 6 - Fundamentos e Motodologias em Extensão Rural - Copia.pptx
 
Como fazer uma campanha de marketing social
Como fazer uma campanha de marketing socialComo fazer uma campanha de marketing social
Como fazer uma campanha de marketing social
 
sodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptxsodapdf-converted.pptx
sodapdf-converted.pptx
 
Oficina unicef 2014 - bsb - versão pública
Oficina unicef   2014 - bsb - versão públicaOficina unicef   2014 - bsb - versão pública
Oficina unicef 2014 - bsb - versão pública
 
Aula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIO
Aula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIOAula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIO
Aula 5 - Estratégias de marketing ENSINO MÉDIO
 
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
 
Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...
Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...
Promovendo o DESENVOLVIMENTO da PRIMEIRA INFÂNCIA - síntese de evidências par...
 
Projeto multiplicando dinheiro versao final
Projeto multiplicando dinheiro   versao finalProjeto multiplicando dinheiro   versao final
Projeto multiplicando dinheiro versao final
 
9729 40740-2-pb
9729 40740-2-pb9729 40740-2-pb
9729 40740-2-pb
 
Vitrine
VitrineVitrine
Vitrine
 
Publicidade nuno
Publicidade   nunoPublicidade   nuno
Publicidade nuno
 
Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...
Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...
Vicente Tavares Venturieri - Estratégias e desafios da prospecção de associad...
 
Edital 112 2014 sagi
Edital 112 2014 sagiEdital 112 2014 sagi
Edital 112 2014 sagi
 
Comportamento do consumidor
Comportamento do consumidorComportamento do consumidor
Comportamento do consumidor
 
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
Projeto de Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção: Uma análise de cau...
 
Educação para a Saúde
Educação para a SaúdeEducação para a Saúde
Educação para a Saúde
 

Mais de Ministério da Educação

Pp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundialPp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundial
Ministério da Educação
 
Mn clima e formações vegetais
Mn clima e formações vegetaisMn clima e formações vegetais
Mn clima e formações vegetais
Ministério da Educação
 
Mn fatores do clima temperatura e precicpitação areal
Mn fatores do clima temperatura e precicpitação arealMn fatores do clima temperatura e precicpitação areal
Mn fatores do clima temperatura e precicpitação areal
Ministério da Educação
 
Mn precipitacao distribuicao variacao
Mn precipitacao distribuicao variacaoMn precipitacao distribuicao variacao
Mn precipitacao distribuicao variacao
Ministério da Educação
 
Mn temperatura distribuicao variacao
Mn temperatura distribuicao variacaoMn temperatura distribuicao variacao
Mn temperatura distribuicao variacao
Ministério da Educação
 
Pp espaço urbano
Pp espaço urbanoPp espaço urbano
Pp espaço urbano
Ministério da Educação
 
Pp espaço urbano
Pp espaço urbanoPp espaço urbano
Pp espaço urbano
Ministério da Educação
 
Mn elementos do clima e distribuição da temperatura
Mn elementos do clima e distribuição da temperaturaMn elementos do clima e distribuição da temperatura
Mn elementos do clima e distribuição da temperatura
Ministério da Educação
 
Cd desenvolvimento humano
Cd desenvolvimento humanoCd desenvolvimento humano
Cd desenvolvimento humano
Ministério da Educação
 
Pp migrações
Pp migraçõesPp migrações
Modelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregar
Modelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregarModelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregar
Modelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregar
Ministério da Educação
 
Guião de trabalho sobre as ONG
Guião de trabalho sobre as ONGGuião de trabalho sobre as ONG
Guião de trabalho sobre as ONG
Ministério da Educação
 
Pp estrutura etária e politicas demograficas
Pp estrutura etária e politicas demograficasPp estrutura etária e politicas demograficas
Pp estrutura etária e politicas demograficas
Ministério da Educação
 
Pp piramides etarias
Pp piramides etariasPp piramides etarias
Pp piramides etarias
Ministério da Educação
 
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoDocumento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Ministério da Educação
 
Relatorio IDH 2011 anexo estatistico
Relatorio IDH 2011 anexo estatisticoRelatorio IDH 2011 anexo estatistico
Relatorio IDH 2011 anexo estatistico
Ministério da Educação
 
Distritos e NUT's de Portugal
Distritos e NUT's de PortugalDistritos e NUT's de Portugal
Distritos e NUT's de Portugal
Ministério da Educação
 
Europa
EuropaEuropa
Indicadores Demograficos
Indicadores DemograficosIndicadores Demograficos
Indicadores Demograficos
Ministério da Educação
 
Ae tipos de industria
Ae tipos de industriaAe tipos de industria
Ae tipos de industria
Ministério da Educação
 

Mais de Ministério da Educação (20)

Pp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundialPp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundial
 
Mn clima e formações vegetais
Mn clima e formações vegetaisMn clima e formações vegetais
Mn clima e formações vegetais
 
Mn fatores do clima temperatura e precicpitação areal
Mn fatores do clima temperatura e precicpitação arealMn fatores do clima temperatura e precicpitação areal
Mn fatores do clima temperatura e precicpitação areal
 
Mn precipitacao distribuicao variacao
Mn precipitacao distribuicao variacaoMn precipitacao distribuicao variacao
Mn precipitacao distribuicao variacao
 
Mn temperatura distribuicao variacao
Mn temperatura distribuicao variacaoMn temperatura distribuicao variacao
Mn temperatura distribuicao variacao
 
Pp espaço urbano
Pp espaço urbanoPp espaço urbano
Pp espaço urbano
 
Pp espaço urbano
Pp espaço urbanoPp espaço urbano
Pp espaço urbano
 
Mn elementos do clima e distribuição da temperatura
Mn elementos do clima e distribuição da temperaturaMn elementos do clima e distribuição da temperatura
Mn elementos do clima e distribuição da temperatura
 
Cd desenvolvimento humano
Cd desenvolvimento humanoCd desenvolvimento humano
Cd desenvolvimento humano
 
Pp migrações
Pp migraçõesPp migrações
Pp migrações
 
Modelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregar
Modelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregarModelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregar
Modelo da ficha de trabalho sobre as ONGpara descarregar
 
Guião de trabalho sobre as ONG
Guião de trabalho sobre as ONGGuião de trabalho sobre as ONG
Guião de trabalho sobre as ONG
 
Pp estrutura etária e politicas demograficas
Pp estrutura etária e politicas demograficasPp estrutura etária e politicas demograficas
Pp estrutura etária e politicas demograficas
 
Pp piramides etarias
Pp piramides etariasPp piramides etarias
Pp piramides etarias
 
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoDocumento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
 
Relatorio IDH 2011 anexo estatistico
Relatorio IDH 2011 anexo estatisticoRelatorio IDH 2011 anexo estatistico
Relatorio IDH 2011 anexo estatistico
 
Distritos e NUT's de Portugal
Distritos e NUT's de PortugalDistritos e NUT's de Portugal
Distritos e NUT's de Portugal
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
Indicadores Demograficos
Indicadores DemograficosIndicadores Demograficos
Indicadores Demograficos
 
Ae tipos de industria
Ae tipos de industriaAe tipos de industria
Ae tipos de industria
 

Trabalho de grupo politicas demograficas

  • 1. Guião de Trabalho em Grupo de Geografia – 8º ano Políticas Demográficas Introdução As POLÍTICAS DEMOGRÁFICAS surgem na tentativa dos diferentes países regularem o crescimento da sua população e, dessa forma, minimizarem muitos dos problemas de origem demográfica que actualmente enfrentam. Politicas antinatalistas A generalidade dos países em desenvolvimento tem promovido politicas antinatalistas, ao pôr em prática um conjunto de medidas que visam objectivamente reduzir os valores da natalidade e suster a explosão demográfica. Algumas dessas medidas são meramente informativas ou de incentivo; outras, pelo contrário, são mesmo repressivas ou punitivas. As medidas informativas ou de incentivo têm-se concretizado sobretudo através de: -campanhas de informação sobre planeamento familiar; -divulgação e distribuição gratuita de contraceptivos; -apelos ao casamento mais tardio; -benefícios aos casais que tenham apenas um ou dois filhos. As medidas repressivas ou punitivas têm passado pôr: -criar dificuldades na aquisição de bens essenciais; -pôr em prática campanhas de esterilização; Políticas natalístas Os países desenvolvidos têm promovido políticas natalístas que contemplam as seguintes medidas: -aumento do abono de família; -alargamento da licença de maternidade e paternidade O Processo Para realizar o trabalho, devem organizar-se em grupos de dois alunos. Deverão articular os dados recolhidos. A entrega será na até ao dia 2 de Março de 2012 para o e-mail do professor profgeodd@gmail.com. A Tarefa 1. Procura informações sobre Políticas demográficas. 2. Escolhe uma das duas políticas demográficas: política (pró) natalista ou anti-natalista. 3. Faz uma listagem de medidas que são ou podem ser utilizadas para pôr em prática a política demográfica escolhida (exºs: no manual p.36 ou 37). 4. Escreve um slogan, apelativo, divertido, informativo, crítico e/ou com uma mensagem forte, de aplicação de uma das medidas da listagem anterior. 5. Procura uma imagem que se associe a informação da frase do slogan (a imagem pode ser construída de base). 6. Elabora, em formato digital, um cartaz, um panfleto ou um pequeno filme de incentivo à política demográfica escolhida, aliando o slogan escrito e a imagem desenhada/criada. A Avaliação Os critérios de avaliação englobam: 1. O processo de trabalho: 1.1. Capacidade de pesquisa 1.2. Utilização de novas técnicas/ Mobilização de novos conceitos 1.3. Análise e selecção da informação disponível 2. A organização: 2.1. Diferentes etapas de trabalho/Expressão escrita e qualidade gráfica do trabalho 2.2. Rigor científico e profundidade da abordagem 2.3. Análise crítica de resultados 2.4. Utilização de materiais adequados