SlideShare uma empresa Scribd logo
INSTITUTO DE FÍSICA FÍSICA APLICADA I-A
ALUNO: Thiago Augusto Thomas MATRÍCULA: 00158854
Toca-discos
Disco (Long Play)
BASE/PRATO
RELAÇÃO MOTOR – PRATO (TRAÇÃO):
- Tração por correia: o eixo central do prato é ligado ao motor por meio de correia e polias.
Sistema que acarreta vibrações e “rumble” (ruído de fundo). Para evitar, amortecedores são
ajustados a fim de reduzir a frequência de ressonância, mantendo-a abaixo de 5Hz, imperceptível
ao ouvido humano (percepção 20 - 20.000Hz);
- Tração direta: o motor é posicionado diretamente sob o eixo central do prato, evitando
vibrações e ruídos de fundo;
- Tração magnética: utilizado por DJ's, permite o controle manual da rotação sem desgaste do
equipamento;
Toca-disco com tração por correia
- Velocidade padrão de 33 e 1/3 rpm, medida por luz estreboscópica com
frequência igual a 55Hz. Nesta frequência os pontos marcados no prato do
toca-discos parecem estáticos;
- Antigamente existiam discos com metrônomos para serem comparados com o
relógio;
- Amortecimento tanto na estrutura (esqueleto do motor/correia) quanto no
prato;
- Amortecimento mecânico (molas, contrapeso) e hidráulico;
BRAÇO
- Agulha;
- Cápsula;
- Regulagens;
AGULHA
-Área de contato efetivo com o disco da ordem de
e peso de trilhagem da ordem de 1g;
- Pressão de trilhagem da ordem de , ou seja, maior
que 1atm;
- Temperatura instantânea de trilhagem da ordem de
1000ºK;
- Agulhas de diamante (1000 horas) ou safira (100 horas);
- Pressão de trilhagem rigidamente controlada na base e
no braço;
10
−4
cm
2
ou10
−8
m
2
10
6
Pa
CÁPSULA FONOCAPTORA
Transforma as vibrações captadas pela agulha em corrente
elétrica, transferindo para o amplificador.
- Magnética: ímã e bobina fixos, uma lâmina “corta” as linhas de campo,
causando a variação de fluxo eletromagnético na bobina;
- Magnetodinâmica: ímã móvel e bobina fixa;
- Dinâmica: ímã fixo e bobina móvel;
- Laser: laser;
REGULAGENS
- Sistema de lift: estabiliza o braço
verticalmente, evitando saltos e quedas no
relevo do sulco do disco;
- Sistema anti-resvalo (“anti-skating”): estabiliza
o braço horintalmente, evitando “pulos” na
trilhagem e desgaste do lado externo do sulco,
devido à força centrífuga causada pela rotação
do disco;
- Regulagem do peso de trilhagem: sistema de
contrapeso para equilibrar o braço na inclinação
correta;
Toca-discos a Laser
- Sem a utilização de agulha e cápsula;
- Leitura a partir de 5 feixes de laser, que captam as variações no sulco do LP.
São 4 feixes de leitura (2 no sentido da trilha e 2 no sentido transversal) e um
que garante a distância entre o emissor e o disco;
- Não capta riscos e falhas nas trilhas do LP;
“SCRATCH”
- Agulha específica, de diamante, priorizando durabilidade perante qualidade;
- Mesmo a agulha sendo mais resistente, a deformação é maior pois aumenta a
temperatura instantânea;
- Toca-discos com tração magnética;
- Altamente não recomendável pelos amantes de LP's;
BIBLIOGRAFIA
TODOS OS SITES FORAM VERIFICADOS A 30/03/2012.
http://vinilnaveia.blogspot.com/ - vinil Vs CD
http://limpezadevinis.blogspot.com/
comunidade “apaixonados por toca-discos” orkut
http://pt.wikipedia.org/wiki/Super_Audio_CD
http://pt.wikipedia.org/wiki/Toca-discos
http://www.catodi.com.br/capsulas.html
http://www.polysom.com.br/
http://escolhendocapsulas.blogspot.com.br/
http://www.audiorama.com.br/howto_capsula.htm
http://hometheaterbsb.blogspot.com.br/2011/03/ouca-seus-lps-num-toca-
discos-laser.html
http://www.diyaudio.com.br/2010/09/toca-discos-diy-incrivel-obra-do-julio.html
http://pragatecno.com.br
Manual de Instruções de Uso Toca-Discos AIWA PX-E850 H, HE, E, K
Manual de Instruções de Uso Toca-Discos GRADIENTE ESOTECH RP-II

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecarga
Aula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecargaAula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecarga
Aula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecarga
Angel Santos Santos
 
Contatores e relés
Contatores e relésContatores e relés
Contatores e relés
Antonio Carlos Pedrassi
 
Osciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIO
Osciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIOOsciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIO
Osciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIO
Luã Sevalho Catique
 
Apostila%20 basica%20sobre%20osciloscopio
Apostila%20 basica%20sobre%20osciloscopioApostila%20 basica%20sobre%20osciloscopio
Apostila%20 basica%20sobre%20osciloscopio
trinxa15
 
Acionamentos elétricos chaves de partida
Acionamentos elétricos   chaves de partidaAcionamentos elétricos   chaves de partida
Acionamentos elétricos chaves de partida
Angelo Hafner
 
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
 MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
DiegoAugusto86
 

Mais procurados (6)

Aula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecarga
Aula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecargaAula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecarga
Aula 3 instalacoes_eletricas-reles_sorbecarga
 
Contatores e relés
Contatores e relésContatores e relés
Contatores e relés
 
Osciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIO
Osciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIOOsciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIO
Osciloscópio apresentação: OSCILOSCÓPIO
 
Apostila%20 basica%20sobre%20osciloscopio
Apostila%20 basica%20sobre%20osciloscopioApostila%20 basica%20sobre%20osciloscopio
Apostila%20 basica%20sobre%20osciloscopio
 
Acionamentos elétricos chaves de partida
Acionamentos elétricos   chaves de partidaAcionamentos elétricos   chaves de partida
Acionamentos elétricos chaves de partida
 
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
 MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
 

Tocadiscos 1

  • 1. INSTITUTO DE FÍSICA FÍSICA APLICADA I-A ALUNO: Thiago Augusto Thomas MATRÍCULA: 00158854
  • 2.
  • 3.
  • 5. BASE/PRATO RELAÇÃO MOTOR – PRATO (TRAÇÃO): - Tração por correia: o eixo central do prato é ligado ao motor por meio de correia e polias. Sistema que acarreta vibrações e “rumble” (ruído de fundo). Para evitar, amortecedores são ajustados a fim de reduzir a frequência de ressonância, mantendo-a abaixo de 5Hz, imperceptível ao ouvido humano (percepção 20 - 20.000Hz); - Tração direta: o motor é posicionado diretamente sob o eixo central do prato, evitando vibrações e ruídos de fundo; - Tração magnética: utilizado por DJ's, permite o controle manual da rotação sem desgaste do equipamento; Toca-disco com tração por correia
  • 6. - Velocidade padrão de 33 e 1/3 rpm, medida por luz estreboscópica com frequência igual a 55Hz. Nesta frequência os pontos marcados no prato do toca-discos parecem estáticos; - Antigamente existiam discos com metrônomos para serem comparados com o relógio; - Amortecimento tanto na estrutura (esqueleto do motor/correia) quanto no prato; - Amortecimento mecânico (molas, contrapeso) e hidráulico;
  • 8. AGULHA -Área de contato efetivo com o disco da ordem de e peso de trilhagem da ordem de 1g; - Pressão de trilhagem da ordem de , ou seja, maior que 1atm; - Temperatura instantânea de trilhagem da ordem de 1000ºK; - Agulhas de diamante (1000 horas) ou safira (100 horas); - Pressão de trilhagem rigidamente controlada na base e no braço; 10 −4 cm 2 ou10 −8 m 2 10 6 Pa
  • 9. CÁPSULA FONOCAPTORA Transforma as vibrações captadas pela agulha em corrente elétrica, transferindo para o amplificador. - Magnética: ímã e bobina fixos, uma lâmina “corta” as linhas de campo, causando a variação de fluxo eletromagnético na bobina; - Magnetodinâmica: ímã móvel e bobina fixa; - Dinâmica: ímã fixo e bobina móvel; - Laser: laser;
  • 10. REGULAGENS - Sistema de lift: estabiliza o braço verticalmente, evitando saltos e quedas no relevo do sulco do disco; - Sistema anti-resvalo (“anti-skating”): estabiliza o braço horintalmente, evitando “pulos” na trilhagem e desgaste do lado externo do sulco, devido à força centrífuga causada pela rotação do disco; - Regulagem do peso de trilhagem: sistema de contrapeso para equilibrar o braço na inclinação correta;
  • 11. Toca-discos a Laser - Sem a utilização de agulha e cápsula; - Leitura a partir de 5 feixes de laser, que captam as variações no sulco do LP. São 4 feixes de leitura (2 no sentido da trilha e 2 no sentido transversal) e um que garante a distância entre o emissor e o disco; - Não capta riscos e falhas nas trilhas do LP;
  • 12. “SCRATCH” - Agulha específica, de diamante, priorizando durabilidade perante qualidade; - Mesmo a agulha sendo mais resistente, a deformação é maior pois aumenta a temperatura instantânea; - Toca-discos com tração magnética; - Altamente não recomendável pelos amantes de LP's;
  • 13. BIBLIOGRAFIA TODOS OS SITES FORAM VERIFICADOS A 30/03/2012. http://vinilnaveia.blogspot.com/ - vinil Vs CD http://limpezadevinis.blogspot.com/ comunidade “apaixonados por toca-discos” orkut http://pt.wikipedia.org/wiki/Super_Audio_CD http://pt.wikipedia.org/wiki/Toca-discos http://www.catodi.com.br/capsulas.html http://www.polysom.com.br/ http://escolhendocapsulas.blogspot.com.br/ http://www.audiorama.com.br/howto_capsula.htm http://hometheaterbsb.blogspot.com.br/2011/03/ouca-seus-lps-num-toca- discos-laser.html http://www.diyaudio.com.br/2010/09/toca-discos-diy-incrivel-obra-do-julio.html http://pragatecno.com.br Manual de Instruções de Uso Toca-Discos AIWA PX-E850 H, HE, E, K Manual de Instruções de Uso Toca-Discos GRADIENTE ESOTECH RP-II