SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudo	
  preliminar	
  sobre	
  




Clarice	
  Moraes	
  
facebook.com/aitproeg	
  
  Preocupação	
            da	
   comunidade	
   acadêmica	
  
   sobre	
  a	
  influência	
  da	
  personalidade	
  em	
  times	
  
   ágeis	
  e	
  os	
  diversos	
  enfoques	
  pesquisados.	
  
  As	
  
       personalidades	
   dos	
   membros	
   e	
   as	
   suas	
  
   relações	
   sociais	
   possuem	
   relação	
   com	
   os	
  
   resultados	
  de	
  times	
  Scrum	
  ?	
  	
  	
  
  Foram	
   discutidas	
   as	
   evidências	
   obtidas	
   em	
  
  um	
   estudo	
   in	
   vitro,	
   relacionando	
   o	
  
  cumprimento	
  de	
  estórias	
  do	
   Sprint	
  Backlog	
  e	
  
  a	
   qualidade	
   dos	
   artefatos	
   gerados	
   com	
  
  fatores	
  psicossociais.	
  
  MBTI	
  (Myers-­‐BriggsTypeIndicator)	
  indicador	
  
   para	
  identificar	
  o	
  tipo	
  de	
  personalidade	
  de	
  
   um	
  indivíduo.	
  
  Deriva-­‐se	
  dos	
  estudos	
  de	
  Jung	
  
  Dimensões	
  para	
  caracterizar	
  cada	
  indivíduo	
  
  Atitude-­‐>representado	
  por	
  uma	
  letra	
  
  Composição-­‐>	
  representa	
  a	
  personalidade	
  
   identificada	
  
  Extroversão	
  (E):	
  Indivíduos	
  expressivos	
  e	
  
  entusiastas	
  
  Introversão	
  (I):	
  Indivíduos	
  tendendo	
  a	
  serem	
  
  reservados	
  e	
  contidos	
  em	
  suas	
  ações.	
  
  Sensação	
  (S):	
  Indivíduos	
  realistas	
  e	
  com	
  
  senso	
  prático	
  
  Intuição	
  (N):	
  Indivíduos	
  avaliam	
  os	
  cenários	
  
  de	
  forma	
  teórica	
  e	
  conceitual.	
  
  Pensadores	
  (T),	
  que	
  avaliam	
  os	
  cenários	
  de	
  
  forma	
  objetiva.	
  
  Emotivos	
  (F),	
  que	
  se	
  baseiam	
  em	
  critérios	
  
  subjetivos	
  para	
  a	
  tomada	
  de	
  decisão.	
  	
  
  Julgadores	
  (J),	
  planejadores	
  e	
  metódicos	
  
  Perceptivos	
  (P),	
  que	
  possuem	
  grande	
  
  adaptabilidade.	
  
  Com	
  base	
  nos	
  resultados	
  do	
  indicador	
  MBTI	
  
  O	
  psicólogo	
  David	
  Keirsey.	
  
  A	
  composição	
  de	
  duas	
  dimensões	
  implicará	
  
  no	
  temperamento	
  do	
  indivíduo.	
  
Os	
  temperamentos	
  foram	
  divididos	
  em:	
  
  Artesãos	
  (SP	
  –	
  Sensorial	
  Perceptivo)	
  
  Guardiões	
  (SJ	
  –	
  Sensorial	
  Julgador)	
  
  Idealistas	
  (NF	
  –	
  Intuitivo	
  Sentimental)	
  	
  
  Racionais	
  (NT	
  –	
  Intuitivo	
  Pensador)	
  .	
  	
  
  Guardião	
  (SJ):	
  Tendem	
  a	
  ser	
  disciplinados	
  e	
  
   respeitam	
  hierarquias.	
  
  Artesão	
  (SP):	
  Valorizam	
  a	
  estética	
  e	
  são	
  flexíveis	
  
   em	
  suas	
  atividades.	
  	
  
  Idealistas	
  (NF):	
  Valorizam	
  a	
  ética,	
  sendo	
  
   intuitivos	
  e	
  teóricos.	
  	
  
  Racionais	
  (NT):	
  Focados,	
  lógicos	
  e	
  pragmáticos.	
  
  Avalia	
  a	
  relação	
  psicossocial	
  dos	
  indivíduos	
  e	
  
   as	
  interações	
  e	
  as	
  percepções	
  entre	
  os	
  
   membros	
  de	
  um	
  grupo.	
  
  Grupos	
  de	
  duas	
  ou	
  três	
  pessoas.	
  
  Verifica	
  se	
  cada	
  um	
  gostaria	
  ou	
  não	
  de	
  
   trabalhar	
  na	
  mesma	
  equipe.	
  	
  
  19	
  alunos	
  
  Seis	
  equipes	
  
  Até	
  4	
  alunos,	
  um	
  Scrum	
  Master	
  
  Pesquisador	
  como	
  Product	
  Owner	
  
  Dois	
  dias	
  
  4	
  sprints	
  de	
  50min	
  (10,30,10)	
  
  Equipes	
  com	
  menor	
  afinidade	
  obtiveram	
  
  piores	
  resultados,	
  como	
  nas	
  equipes	
  1	
  e	
  2.	
  	
  
  Equipes	
  em	
  que	
  existia	
  grande	
  afinidade	
  
  entre	
  os	
  membros	
  do	
  time	
  (equipes	
  3,	
  4	
  e	
  5)	
  
  obtiveram	
  melhores	
  resultados	
  
  A	
  equipe	
  1	
  não	
  possuía	
  nenhum	
  participante	
  com	
  
   predominância	
  do	
  tipo	
  psicológico	
  Julgamento	
  (J),	
  
   conforme	
  Figura	
  1,	
  podendo	
  ter	
  influenciado	
  no	
  
   maior	
  índice	
  de	
  pendências	
  ao	
  longo	
  do	
  estudo	
  
   (Tabela	
  1).	
  
  Este	
  tipo	
  psicológico	
  busca	
  a	
  elaboração	
  de	
  
   planejamentos	
  e	
  o	
  pleno	
  acompanhamento	
  das	
  
   atividades.	
  	
  
  A	
  equipe	
  1	
  caracterizou-­‐se	
  pela	
  menor	
  quantidade	
  
   de	
  estórias	
  concluídas	
  
  Apóia	
  a	
  evidência	
  que	
  o	
  tipo	
  psicológico	
  Perceptivo	
  
   (P)	
  não	
  possui	
  características	
  para	
  o	
  
   estabelecimento	
  e	
  maximização	
  de	
  metas.	
  	
  
  Caracteriza-­‐se	
  pela	
  espontaneidade	
  e	
  flexibilidade,	
  
   facilitando	
  a	
  adaptação	
  a	
  novos	
  cenários	
  	
  
  Equipe	
  6,	
  composta	
  por	
  participantes	
  com	
  
   temperamentos	
  “Racionais”	
  e	
  “Artesãos”,	
  não	
  teve	
  
   nenhum	
  artefato	
  rejeitado	
  pelo	
  Product	
  Owner.	
  
  São	
  focados	
  e	
  valorizam	
  a	
  estética,	
  
   respectivamente,	
  o	
  que	
  pode	
  favorecido	
  para	
  a	
  
   qualidade	
  dos	
  produtos	
  gerados.	
  	
  
  O	
  número	
  de	
  participantes	
  e	
  equipes	
  limitado,	
  não	
  
   permite	
  generalizações	
  dos	
  resultados	
  observados.	
  	
  
  Mostram	
  apenas	
  indícios	
  e	
  hipóteses	
  que	
  devem	
  ser	
  
   confirmados	
  com	
  a	
  execução	
  de	
  outros	
  estudos	
  	
  
  Indícios	
  obtidos	
  no	
  estudo	
  indicam	
  que	
  os	
  fatores	
  
   psicosociais	
  podem	
  influenciar	
  o	
  resultado	
  de	
  
   equipes	
  Scrum.	
  	
  
    CASTELLO-­‐BRANCO,	
  D.	
  T.	
  M.	
  ;	
  PRIKLADNICKI,	
  R.	
  ;	
  CONTE,	
  
     T.	
  U.	
  .	
  Um	
  estudo	
  preliminar	
  sobre	
  Tipos	
  de	
  Personalidade	
  
     em	
  Equipes	
  Scrum.	
  In:	
  XV	
  Ibero-­‐American	
  Conference	
  on	
  
     Software	
  Engineering	
  (CIbSE	
  2012),	
  2012,	
  Buenos	
  Aires.	
  
     Anais	
  do	
  XV	
  Ibero-­‐American	
  Conference	
  on	
  Software	
  
     Engineering	
  (CIbSE	
  2012),	
  2012.	
  v.	
  1.	
  
    INSPIIRA:	
  O	
  melhor	
  teste	
  de	
  personalidade	
  da	
  internet.	
  Teste	
  
     de	
  Personalidade.	
  Disponível	
  em:	
  <http://inspiira.org/>.	
  
     Acesso	
  em:	
  27	
  set.	
  2912.	
  	
  

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Tipos de Personalidades em equipes SCRUM

Testes da Talent Group
Testes da Talent GroupTestes da Talent Group
Testes da Talent Group
Talent Group
 
Testes para recrutamento e seleção
Testes para recrutamento e seleçãoTestes para recrutamento e seleção
Testes para recrutamento e seleção
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Apres 02 Belbin
Apres 02   BelbinApres 02   Belbin
Apres 02 Belbin
César França
 
Belbin 23/10/2007
Belbin 23/10/2007Belbin 23/10/2007
Belbin 23/10/2007
guest3f4b0b
 
Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1
Niraldo Nascimento
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
Érica Rigo
 
Avaliacão psicometria teoria da medida
Avaliacão psicometria teoria da medidaAvaliacão psicometria teoria da medida
Avaliacão psicometria teoria da medida
Márcia Nascimento
 
Apres 01 Equipes De Projeto
Apres 01    Equipes De  ProjetoApres 01    Equipes De  Projeto
Apres 01 Equipes De Projeto
César França
 
Masp unifacs 18 novembro_2020
Masp unifacs 18 novembro_2020Masp unifacs 18 novembro_2020
Masp unifacs 18 novembro_2020
Renê Pimentel
 
Apresentacao defesa 28.02.12 - correcao andréa 2
Apresentacao defesa   28.02.12 - correcao andréa 2Apresentacao defesa   28.02.12 - correcao andréa 2
Apresentacao defesa 28.02.12 - correcao andréa 2
AndreaGarciaPereira
 
Comportamento
ComportamentoComportamento
Comportamento
danielafeitosa
 
Co5
Co5Co5
Líderes em Ação
Líderes em AçãoLíderes em Ação
Líderes em Ação
Jaqueline Garutti
 
Educação Ambiental, avaliação e aprendizagem
Educação Ambiental, avaliação e aprendizagemEducação Ambiental, avaliação e aprendizagem
Educação Ambiental, avaliação e aprendizagem
Wagner da Luz
 
Orientação de Carreiras e Dinâmicas
Orientação de Carreiras e DinâmicasOrientação de Carreiras e Dinâmicas
Orientação de Carreiras e Dinâmicas
SNAGES
 
Plano de carreira e sucessão
Plano de carreira e sucessãoPlano de carreira e sucessão
Plano de carreira e sucessão
Clube de RH de Extrema e Região
 
Book1 slideshare
Book1 slideshareBook1 slideshare
Book1 slideshare
Raquel Monteiro
 
Plano de curso motivação e apz – sexta – 19h
Plano de curso   motivação e apz   – sexta – 19hPlano de curso   motivação e apz   – sexta – 19h
Plano de curso motivação e apz – sexta – 19h
Psicologia_2015
 
Competências do Lic. Antropologia.ML6
Competências do Lic. Antropologia.ML6Competências do Lic. Antropologia.ML6
Competências do Lic. Antropologia.ML6
moka1402
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 

Semelhante a Tipos de Personalidades em equipes SCRUM (20)

Testes da Talent Group
Testes da Talent GroupTestes da Talent Group
Testes da Talent Group
 
Testes para recrutamento e seleção
Testes para recrutamento e seleçãoTestes para recrutamento e seleção
Testes para recrutamento e seleção
 
Apres 02 Belbin
Apres 02   BelbinApres 02   Belbin
Apres 02 Belbin
 
Belbin 23/10/2007
Belbin 23/10/2007Belbin 23/10/2007
Belbin 23/10/2007
 
Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1Comportamento organizacional Aula1
Comportamento organizacional Aula1
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
 
Avaliacão psicometria teoria da medida
Avaliacão psicometria teoria da medidaAvaliacão psicometria teoria da medida
Avaliacão psicometria teoria da medida
 
Apres 01 Equipes De Projeto
Apres 01    Equipes De  ProjetoApres 01    Equipes De  Projeto
Apres 01 Equipes De Projeto
 
Masp unifacs 18 novembro_2020
Masp unifacs 18 novembro_2020Masp unifacs 18 novembro_2020
Masp unifacs 18 novembro_2020
 
Apresentacao defesa 28.02.12 - correcao andréa 2
Apresentacao defesa   28.02.12 - correcao andréa 2Apresentacao defesa   28.02.12 - correcao andréa 2
Apresentacao defesa 28.02.12 - correcao andréa 2
 
Comportamento
ComportamentoComportamento
Comportamento
 
Co5
Co5Co5
Co5
 
Líderes em Ação
Líderes em AçãoLíderes em Ação
Líderes em Ação
 
Educação Ambiental, avaliação e aprendizagem
Educação Ambiental, avaliação e aprendizagemEducação Ambiental, avaliação e aprendizagem
Educação Ambiental, avaliação e aprendizagem
 
Orientação de Carreiras e Dinâmicas
Orientação de Carreiras e DinâmicasOrientação de Carreiras e Dinâmicas
Orientação de Carreiras e Dinâmicas
 
Plano de carreira e sucessão
Plano de carreira e sucessãoPlano de carreira e sucessão
Plano de carreira e sucessão
 
Book1 slideshare
Book1 slideshareBook1 slideshare
Book1 slideshare
 
Plano de curso motivação e apz – sexta – 19h
Plano de curso   motivação e apz   – sexta – 19hPlano de curso   motivação e apz   – sexta – 19h
Plano de curso motivação e apz – sexta – 19h
 
Competências do Lic. Antropologia.ML6
Competências do Lic. Antropologia.ML6Competências do Lic. Antropologia.ML6
Competências do Lic. Antropologia.ML6
 
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento OrganizacionalAula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
Aula 1 - Introdução ao Comportamento Organizacional
 

Mais de COTIC-PROEG (UFPA)

LT - Redis
LT - RedisLT - Redis
LT - Redis
COTIC-PROEG (UFPA)
 
LT Ansible
LT AnsibleLT Ansible
LT Ansible
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Testes automatizados com Cypress
Testes automatizados com CypressTestes automatizados com Cypress
Testes automatizados com Cypress
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Loop back
Loop backLoop back
METEOR
METEORMETEOR
Desenvolvimento de software tradicional vs ágil
Desenvolvimento de software tradicional vs ágilDesenvolvimento de software tradicional vs ágil
Desenvolvimento de software tradicional vs ágil
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Canva
CanvaCanva
Git v2
Git v2Git v2
Atitudes que levam ao Fracasso profissional
Atitudes que levam ao Fracasso profissionalAtitudes que levam ao Fracasso profissional
Atitudes que levam ao Fracasso profissional
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Os 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da QualidadeOs 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da Qualidade
COTIC-PROEG (UFPA)
 
WATSON - O Fascinante Computador da IBM
WATSON - O Fascinante Computador da IBMWATSON - O Fascinante Computador da IBM
WATSON - O Fascinante Computador da IBM
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Produtividade sem enrrolação
Produtividade sem enrrolaçãoProdutividade sem enrrolação
Produtividade sem enrrolação
COTIC-PROEG (UFPA)
 
LAB JavaScript
LAB JavaScriptLAB JavaScript
LAB JavaScript
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Principios e Valores Ágeis
Principios e Valores ÁgeisPrincipios e Valores Ágeis
Principios e Valores Ágeis
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Big data
Big dataBig data
Metricas para Times Ágeis
Metricas para Times ÁgeisMetricas para Times Ágeis
Metricas para Times Ágeis
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Aplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPA
Aplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPAAplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPA
Aplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPA
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Técnicas para Programação em Par
Técnicas para Programação em ParTécnicas para Programação em Par
Técnicas para Programação em Par
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
COTIC-PROEG (UFPA)
 
5 Doenças do Gerenciamento de Projetos
5 Doenças do Gerenciamento de Projetos5 Doenças do Gerenciamento de Projetos
5 Doenças do Gerenciamento de Projetos
COTIC-PROEG (UFPA)
 

Mais de COTIC-PROEG (UFPA) (20)

LT - Redis
LT - RedisLT - Redis
LT - Redis
 
LT Ansible
LT AnsibleLT Ansible
LT Ansible
 
Testes automatizados com Cypress
Testes automatizados com CypressTestes automatizados com Cypress
Testes automatizados com Cypress
 
Loop back
Loop backLoop back
Loop back
 
METEOR
METEORMETEOR
METEOR
 
Desenvolvimento de software tradicional vs ágil
Desenvolvimento de software tradicional vs ágilDesenvolvimento de software tradicional vs ágil
Desenvolvimento de software tradicional vs ágil
 
Canva
CanvaCanva
Canva
 
Git v2
Git v2Git v2
Git v2
 
Atitudes que levam ao Fracasso profissional
Atitudes que levam ao Fracasso profissionalAtitudes que levam ao Fracasso profissional
Atitudes que levam ao Fracasso profissional
 
Os 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da QualidadeOs 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da Qualidade
 
WATSON - O Fascinante Computador da IBM
WATSON - O Fascinante Computador da IBMWATSON - O Fascinante Computador da IBM
WATSON - O Fascinante Computador da IBM
 
Produtividade sem enrrolação
Produtividade sem enrrolaçãoProdutividade sem enrrolação
Produtividade sem enrrolação
 
LAB JavaScript
LAB JavaScriptLAB JavaScript
LAB JavaScript
 
Principios e Valores Ágeis
Principios e Valores ÁgeisPrincipios e Valores Ágeis
Principios e Valores Ágeis
 
Big data
Big dataBig data
Big data
 
Metricas para Times Ágeis
Metricas para Times ÁgeisMetricas para Times Ágeis
Metricas para Times Ágeis
 
Aplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPA
Aplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPAAplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPA
Aplicação de Abordagens Ágeis: Estudo de Caso de utlização do SCRUM – PROEG/UFPA
 
Técnicas para Programação em Par
Técnicas para Programação em ParTécnicas para Programação em Par
Técnicas para Programação em Par
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
 
5 Doenças do Gerenciamento de Projetos
5 Doenças do Gerenciamento de Projetos5 Doenças do Gerenciamento de Projetos
5 Doenças do Gerenciamento de Projetos
 

Tipos de Personalidades em equipes SCRUM

  • 1. Estudo  preliminar  sobre   Clarice  Moraes   facebook.com/aitproeg  
  • 2.   Preocupação   da   comunidade   acadêmica   sobre  a  influência  da  personalidade  em  times   ágeis  e  os  diversos  enfoques  pesquisados.     As   personalidades   dos   membros   e   as   suas   relações   sociais   possuem   relação   com   os   resultados  de  times  Scrum  ?      
  • 3.   Foram   discutidas   as   evidências   obtidas   em   um   estudo   in   vitro,   relacionando   o   cumprimento  de  estórias  do   Sprint  Backlog  e   a   qualidade   dos   artefatos   gerados   com   fatores  psicossociais.  
  • 4.   MBTI  (Myers-­‐BriggsTypeIndicator)  indicador   para  identificar  o  tipo  de  personalidade  de   um  indivíduo.     Deriva-­‐se  dos  estudos  de  Jung     Dimensões  para  caracterizar  cada  indivíduo     Atitude-­‐>representado  por  uma  letra     Composição-­‐>  representa  a  personalidade   identificada  
  • 5.   Extroversão  (E):  Indivíduos  expressivos  e   entusiastas     Introversão  (I):  Indivíduos  tendendo  a  serem   reservados  e  contidos  em  suas  ações.  
  • 6.   Sensação  (S):  Indivíduos  realistas  e  com   senso  prático     Intuição  (N):  Indivíduos  avaliam  os  cenários   de  forma  teórica  e  conceitual.  
  • 7.   Pensadores  (T),  que  avaliam  os  cenários  de   forma  objetiva.     Emotivos  (F),  que  se  baseiam  em  critérios   subjetivos  para  a  tomada  de  decisão.    
  • 8.   Julgadores  (J),  planejadores  e  metódicos     Perceptivos  (P),  que  possuem  grande   adaptabilidade.  
  • 9.   Com  base  nos  resultados  do  indicador  MBTI     O  psicólogo  David  Keirsey.     A  composição  de  duas  dimensões  implicará   no  temperamento  do  indivíduo.  
  • 10. Os  temperamentos  foram  divididos  em:     Artesãos  (SP  –  Sensorial  Perceptivo)     Guardiões  (SJ  –  Sensorial  Julgador)     Idealistas  (NF  –  Intuitivo  Sentimental)       Racionais  (NT  –  Intuitivo  Pensador)  .    
  • 11.   Guardião  (SJ):  Tendem  a  ser  disciplinados  e   respeitam  hierarquias.     Artesão  (SP):  Valorizam  a  estética  e  são  flexíveis   em  suas  atividades.       Idealistas  (NF):  Valorizam  a  ética,  sendo   intuitivos  e  teóricos.       Racionais  (NT):  Focados,  lógicos  e  pragmáticos.  
  • 12.   Avalia  a  relação  psicossocial  dos  indivíduos  e   as  interações  e  as  percepções  entre  os   membros  de  um  grupo.     Grupos  de  duas  ou  três  pessoas.     Verifica  se  cada  um  gostaria  ou  não  de   trabalhar  na  mesma  equipe.    
  • 13.   19  alunos     Seis  equipes     Até  4  alunos,  um  Scrum  Master     Pesquisador  como  Product  Owner     Dois  dias     4  sprints  de  50min  (10,30,10)  
  • 14.
  • 15.
  • 16.   Equipes  com  menor  afinidade  obtiveram   piores  resultados,  como  nas  equipes  1  e  2.       Equipes  em  que  existia  grande  afinidade   entre  os  membros  do  time  (equipes  3,  4  e  5)   obtiveram  melhores  resultados  
  • 17.   A  equipe  1  não  possuía  nenhum  participante  com   predominância  do  tipo  psicológico  Julgamento  (J),   conforme  Figura  1,  podendo  ter  influenciado  no   maior  índice  de  pendências  ao  longo  do  estudo   (Tabela  1).     Este  tipo  psicológico  busca  a  elaboração  de   planejamentos  e  o  pleno  acompanhamento  das   atividades.    
  • 18.   A  equipe  1  caracterizou-­‐se  pela  menor  quantidade   de  estórias  concluídas     Apóia  a  evidência  que  o  tipo  psicológico  Perceptivo   (P)  não  possui  características  para  o   estabelecimento  e  maximização  de  metas.       Caracteriza-­‐se  pela  espontaneidade  e  flexibilidade,   facilitando  a  adaptação  a  novos  cenários    
  • 19.   Equipe  6,  composta  por  participantes  com   temperamentos  “Racionais”  e  “Artesãos”,  não  teve   nenhum  artefato  rejeitado  pelo  Product  Owner.     São  focados  e  valorizam  a  estética,   respectivamente,  o  que  pode  favorecido  para  a   qualidade  dos  produtos  gerados.    
  • 20.   O  número  de  participantes  e  equipes  limitado,  não   permite  generalizações  dos  resultados  observados.       Mostram  apenas  indícios  e  hipóteses  que  devem  ser   confirmados  com  a  execução  de  outros  estudos       Indícios  obtidos  no  estudo  indicam  que  os  fatores   psicosociais  podem  influenciar  o  resultado  de   equipes  Scrum.    
  • 21.   CASTELLO-­‐BRANCO,  D.  T.  M.  ;  PRIKLADNICKI,  R.  ;  CONTE,   T.  U.  .  Um  estudo  preliminar  sobre  Tipos  de  Personalidade   em  Equipes  Scrum.  In:  XV  Ibero-­‐American  Conference  on   Software  Engineering  (CIbSE  2012),  2012,  Buenos  Aires.   Anais  do  XV  Ibero-­‐American  Conference  on  Software   Engineering  (CIbSE  2012),  2012.  v.  1.     INSPIIRA:  O  melhor  teste  de  personalidade  da  internet.  Teste   de  Personalidade.  Disponível  em:  <http://inspiira.org/>.   Acesso  em:  27  set.  2912.