SlideShare uma empresa Scribd logo
TIGRES
ASIÁTICOS
Novos Países
Industrializados
164
TIGRES ASIÁTICOS
Prof. Ozéas Péricles
Hong Kong;
Coreia do Sul;
Cingapura;
Taiwan.
Cingapura
TaiwanHong Kong
Coreia do Sul
TIGRES ASIÁTICOS
COMO ERAM OS TIGRES?
 Países extremamente
atrasados;
 Dependia da Base Agrícola;
 Pequena extensão territorial
 Pobre em recursos minerais,
dependência
 Limitação industrial
 Rizicultura base econômica
alimentar
 Restrito mercado consumidor
 Futuro sombrio?
 A Luz foi: EUA
Tigres Asiáticos
EUA:
 Política do “Cordão
Sanitário”
Capital estrangeiro
 Plataformas de
exportação
Década de 70:
 modernização
econômica
 Rápida crescimento
industrial
 Economias competitivas
TIGRES ASIÁTICOS
TIGRES : AGILIDADE E FORÇA
 Mercado externo
 Transbordamento do capitalismo
japonês (copia do modelo
japonês)
 A média de estudos 18 anos
(Brasil-9anos);
 Qualificação da mão de obra.
 Criação de uma grande
poupança Interna; (investimento
em comunicação, transporte
etc.)
 Investimento em setores de ponta.
TIGRES ASIÁTICOS
Condições para ser Tigre
 Os Tigres Asiáticos oferecem:
 Incentivos fiscais
 Mão-de-obra:
 Barata
 Disciplinada
 Qualificada
 Organização trabalhista frágil
 Os trabalhadores não tinham direito
trabalhista, proibição de greve, férias de
uma semana.
 Fortes ditaduras-Governos autoritários
 Infraestrutura modernizada
 Legislação ambiental permissiva
TIGRES ASIÁTICOS
Produção econômica
 Automóveis
 Coréia do Sul
 Eletrônicos
 Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura,
Hong Kong e Indonésia
 Produtos de informática
 Malásia, Hong Kong, Cingapura
 Brinquedos
 Taiwan
 Tecidos
 Coréia do Sul e Taiwan
Coréia do Sul  12ª economia do mundo
 Fortemente industrializado
 domínio dos chaebols
 conglomerados multinacionais
 Agrupamento de empresas em
diversos setores, ramificados.
 Recebem grandes incentivos por
parte do governo;
 Principais ramos:
 Automóveis (Hyundai, Asia e Kia)
 Informática (Samsung)
 Eletroeletrônicos (LG)
 Tecidos
 Naval
 Divisão da Corea.
 Paralelo 38° Norte
 Assinaram o Armistício;
TIGRES ASIÁTICOS
O centro financeiro de Seul, Coreia do Sul.
Aeroporto Internacional de Incheon, classificado desde 2005 como o
melhor do mundo.
A "Fonte do Arco-íris do Luar", em Seul, é a maior ponte-fonte do mundo
Taiwan
Ilha Formosa
 A base econômica
 Desenvolvimento industrial
pós 2ª G.M.
 Desenvolvendo de milhares
de pequenas e médias
empresas com mercado
especializado.
Hong Kong
 Guerra do Ópio (1839-42)
 Inglaterra
 A base econômica
 Setores:
 Eletroeletrônico
Peças de equipamentos
 Naval
 Uso do Porto
 2° maior bolsa praça
financeira da Ásia;
 Devolvida em 1997 para
China;
 Condição: O capitalismo
tem que ser mantido por no
mínimo 50 anos.
Tigres asiáticos
TIGRES ASIÁTICOS
Panorama do centro financeiro de Hong Kong(visto do Victoria
Peak, Hong Kong).
Cingapura
 Produção de eletrônico
 Computadores televisão;
 Renda per capita U$ 25 mil.
 Elevada qualidade de vida
 Maior centro refinador de
petróleo , parte do petróleo
do Oriente Médio;
TIGRES ASIÁTICOS
Panorama do Porto de Cingapura, um dos mais movimentados do mundo.
TIGRES ASIÁTICOS
Centro financeiro de Cingapura durante o crepúsculo.
Malásia
 Dividido em continental e
insular
 Maioria muçulmana
 Etnias: malaia, chinesa e
indiana
 Poder político com malaios
 Poder econômico com chineses
 Relação conflituosa
 componentes
eletrônicos
 produtos primários
 estanho, petróleo e
gás, látex
NOVOS TIGRES
ASIÁTICOS
Tigrinhos asiáticos – Novos Tigres
Produção econômica
 Automóveis
 Coréia do Sul
 Eletrônicos
 Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura,
Hong Kong e Indonésia
 Produtos de informática
 Malásia, Hong Kong, Cingapura
 Brinquedos
 Taiwan
 Tecidos
 Coréia do Sul e Taiwan
TIGRES ASIÁTICOS
Indonésia
 4º país mais populoso –
 212 milhões de habitantes
 16 mil ilhas
 principais:
 Java (maior concentração)
 Sumatra
 Bornéu
 Oeste de Nova Guiné
 muçulmanos
 Produtor de petróleo
 OPEP
 Instabilidade política:
 Autoritarismo e corrupção
 Conflitos e separatismo:
 Muçulmanos x cristãos nas
ilhas Molucas
 Minoria aceh em Sumatra
 Os papua na Nova Guiné
Países subdesenvolvidos
industrializados
 Mantém desigualdades sociais.
 Dependência econômica .
 Sistemas políticos autoritários
 Separatismo
 Timor Leste
 Fanatismo religioso
 Indonésia (muçulmanos)
 Filipinas (Católicos)
Timor Leste
 Ex-colônia portuguesa
 independência em 1975
 anexada pela Indonésia
 Repressão violenta
 100 mil mortos
 Omissão internacional
 Guerra Fria
 Anos 90
 resistência – FRETILIN
 José Ramos Horta
 Carlos Ximenes Belo
 Nobel da Paz/96
 Xanana Gusmão
Timor Leste
 Plebiscito
 ação dos paramilitares
 1ª nação do séc XXI,
 Intervenção da ONU
 tropas brasileiras, portuguesas e
australianas.
 Pobre, sem infra-estrutura,
dependente de auxilio
externo, rica em petróleo.
Países subdesenvolvidos
industrializados
 Mantém desigualdades
sociais.
 Dependência
econômica .
 Sistemas políticos
autoritários
 Separatismo
 Timor Leste
 Fanatismo religioso
 Indonésia (muçulmanos)
 Filipinas (Católicos)
TIGRES ASIÁTICOS
Resumindo...
Só para leitura...
TIGRES ASIÁTICOS
PROF. PAULO C. MOURA
A GUERRA DA CORÉIA
Invasão
Japonesa
Divisão da
Coréia em
duas partes
Coréia do
Norte
Comunista
Coréia do Sul
Capitalista
Paralelo
38º LN
1945
1950
GUERRA DA CORÉIA
1ª fase: ataque do norte (Coréia do Norte)
2ª fase: contra ataque do sul (Coréia do Sul + EUA)
3ª fase: a resistência comunista (Coréia do Norte +
China)
Cessar-fogo
A GUERRA DA CORÉIA
O resto da região
do SE Asiático
Laos
Camboja
Burna
Vietnã
=
=Eonomia de
subsistência
=
=
Arroz de
jardinagem
intensivo
•Mão de obra
numerosa.
•Ausência de
mecanização.
•Vales fluviais
Modelo sócio-econômico Chinês:
Ditadura comunista, abertura
econômica.
OS TIGRES ASIÁTICOS (N.I.C.’S)
Cingapura
Coréia do Sul
Taiwan
Hong Kong (possessão
Britânica desde 1842)
Pequena
extensão
territorial
Anos 60
=
Falta de
recursos
naturais
+ +
Mercado
consumidor
pequeno e
limitado
+ = Quadro clássico do
subdesenvolvimento
OS TIGRES ASIÁTICOS (N.I.C.’S)
Anos 70
=
+
+
Ausência de
legislação
ambientais
e
trabalhistas
rigorosas
+
=
Processo de
industrialização
Fortes
incentivos
fiscais para
o capital
estrangeiro
•Pequena carga
tributária
•Livre remessa
de lucros
Enormes
incentivos à
educação e
qualificação da
mão de obra
+
Regimes autoritários de
direita (ditaduras ou
“democracia de fachada”)
Forte
crescimento
econômico
= Plataformas de
exportação
•Têxtil
•Navios
•Autos
•Informática
•Bens de consumo não duráveis
=
Periferia do
capitalismo
japonês
=
Aprofundamento
Só para leitura
PROF. PAULO C. MOURA
A Crise Financeira Mundial à Luz do Colapso dos
Tigres Asiáticos e a Situação do Brasil
 Era uma vez a Ásia, terra de tigres?
 Modelo de desenvolvimento para o mundo, fonte de
constrangimento para a América Latina.
 As poderosas NIEs (Newly Industrialized Economies)?
 Cingapura e Hong Kong, cidades-nação com PIB per capita
superior a 20.000 dólares, igualando vários números
existentes no G7 (grupo dos sete países mais ricos do
mundo) são mera ficção?.
Há basicamente duas explicações para a crise. A
primeira é de ordem conjuntural e entende o
fenômeno a partir de uma crítica aos mercados
financeiros e sua dinâmica. A outra é estrutural e
vê a crise a partir da fragilidade de alguns
fundamentos econômicos dos tigres.
Contudo, independentemente da explicação que se
queira dar, a crise não destrói o "milagre asiático"
da ascensão de países primitivos para exportadores
de produtos de alta tecnologia e redução da
pobreza em velocidade inédita no mundo.
Mas indica que, se esses países aprenderam a
receita do "grande salto avante", não têm ainda a
fórmula do "desenvolvimento sustentado".
 Intrigante foi também a amplitude da reação em cadeia em
várias partes e setores da economia mundial, inclusive na
Bolsa de Valores de Nova Iorque
 Há tempos que se esperava um reajuste técnico, após um
boom de extraordinária duração e intensidade nas bolsas.
 Havia, como bem disse Alan Greenspan, o presidente do
Federal Reserve Board, "uma exuberância irracional".
 Contudo, o impacto da crise de Hong Kong foi rápido e
desproporcional
 O contágio da "febre amarela" atingiu rapidamente o Brasil.
A Bolsa de São Paulo registou quedas monumentais.
Despencaram as ações da Telebrás e o valor dos títulos da
dívida brasileira, e o BC teve de gastar reservas para
defender o Real.
 Por que a crise teve impacto tão forte em alguns países,
enquanto que em outros não passou de um grande susto?
 A resposta para a indagação acima, reside nas deficiências
estruturais das economias que sofreram mais severamente a
Crise Asiática, como Tailândia, Filipinas e Indonésia
No caso da economia brasileira, persiste um déficit
global do setor público, indicando que a
estabilização foi conseguida principalmente pela
substituição do financiamento inflacionário pelo
endividamento, interno e externo;
Há portanto, a necessidade de implementar as
reformas estruturais -administrativa, fiscal e
previdenciária. A primeira é necessária para reduzir
custos; a segunda, para racionalizar o sistema; a
terceira, para corrigir injustiças e conter o déficit.
Quanto à Previdência, há ainda a necessidade de
substituir o sistema de repartição pelo sistema de
capitalização da poupança individual, dada a
profunda instabilidade do sistema ora utilizado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Continente Asiático
Continente AsiáticoContinente Asiático
Continente Asiático
Cel Rufino
 
América do sul
América do sulAmérica do sul
América do sul
Bruno Rangel Silvone
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
Professor
 
Europa apresentação
Europa   apresentaçãoEuropa   apresentação
Europa apresentação
robertobraz
 
ÍNDIA
ÍNDIAÍNDIA
ÍNDIA
Manu Costa
 
Oriente Médio
Oriente MédioOriente Médio
Oriente Médio
Márcia Dutra
 
Tigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e JapãoTigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e Japão
Prof. Francesco Torres
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
Prof.Paulo/geografia
 
Asia
AsiaAsia
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
karolpoa
 
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da ÁsiaModulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
China
ChinaChina
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
FURG
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
China
ChinaChina
Continente europeu
Continente europeuContinente europeu
Continente europeu
DANUBIA ZANOTELLI
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
Conceição Fontolan
 
America 1
America 1America 1
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
Professor
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
Gustavo Silva de Souza
 

Mais procurados (20)

Continente Asiático
Continente AsiáticoContinente Asiático
Continente Asiático
 
América do sul
América do sulAmérica do sul
América do sul
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
 
Europa apresentação
Europa   apresentaçãoEuropa   apresentação
Europa apresentação
 
ÍNDIA
ÍNDIAÍNDIA
ÍNDIA
 
Oriente Médio
Oriente MédioOriente Médio
Oriente Médio
 
Tigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e JapãoTigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e Japão
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
Asia
AsiaAsia
Asia
 
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
 
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da ÁsiaModulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
 
China
ChinaChina
China
 
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
China
ChinaChina
China
 
Continente europeu
Continente europeuContinente europeu
Continente europeu
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
 
America 1
America 1America 1
America 1
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 

Semelhante a Tigres asiáticos

Mod13 apec
Mod13 apecMod13 apec
Mod13 apec
Tiago Tomazi
 
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Gla Santos
 
AconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdfAconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdf
Otilio Jose
 
Aula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptx
Aula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptxAula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptx
Aula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptx
MariaCristinaSouzaLe1
 
A globalização e seus fluxos.pptx
A globalização e seus fluxos.pptxA globalização e seus fluxos.pptx
A globalização e seus fluxos.pptx
CARLADANIELEFERREIRA1
 
Os tigres asiáticos
Os tigres asiáticosOs tigres asiáticos
Os tigres asiáticos
joao paulo
 
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Geová da Silva
 
Tigres asiáticos china 9B
Tigres asiáticos  china   9BTigres asiáticos  china   9B
Tigres asiáticos china 9B
Nádya Dixon
 
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
André Luiz Marques
 
Tigres asiáticos e novos Tigres
Tigres asiáticos e novos Tigres  Tigres asiáticos e novos Tigres
Tigres asiáticos e novos Tigres
Laura Jane
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
Professora Verônica Santos
 
Indústria geografia ensino médio
Indústria geografia ensino médioIndústria geografia ensino médio
Indústria geografia ensino médio
Pedro Alberto Machado
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
DeaaSouza
 
Extremo Oriente Economia
Extremo Oriente EconomiaExtremo Oriente Economia
Extremo Oriente Economia
Paticx
 
Lista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_cadu
Lista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_caduLista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_cadu
Lista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_cadu
CADUCOC
 
Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
Marta Silva
 
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
Christie Freitas
 
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
ViniChab
 
Japao
JapaoJapao
Histórico da china
Histórico da chinaHistórico da china
Histórico da china
Rosinalva Batista da Batista
 

Semelhante a Tigres asiáticos (20)

Mod13 apec
Mod13 apecMod13 apec
Mod13 apec
 
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
Os tigres asiáticos _ 1ª e 2ª Geração.
 
AconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdfAconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdf
 
Aula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptx
Aula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptxAula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptx
Aula 23 - Ásia Periférica - Tigres Asiáticos e Novos tigres.pptx
 
A globalização e seus fluxos.pptx
A globalização e seus fluxos.pptxA globalização e seus fluxos.pptx
A globalização e seus fluxos.pptx
 
Os tigres asiáticos
Os tigres asiáticosOs tigres asiáticos
Os tigres asiáticos
 
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
Industrialização e economia da China (2º ano D 2016)
 
Tigres asiáticos china 9B
Tigres asiáticos  china   9BTigres asiáticos  china   9B
Tigres asiáticos china 9B
 
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
 
Tigres asiáticos e novos Tigres
Tigres asiáticos e novos Tigres  Tigres asiáticos e novos Tigres
Tigres asiáticos e novos Tigres
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
 
Indústria geografia ensino médio
Indústria geografia ensino médioIndústria geografia ensino médio
Indústria geografia ensino médio
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
 
Extremo Oriente Economia
Extremo Oriente EconomiaExtremo Oriente Economia
Extremo Oriente Economia
 
Lista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_cadu
Lista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_caduLista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_cadu
Lista revisão Tigres_Asiáticos_frente_1_cadu
 
Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
 
Cap 5 6 7
Cap 5 6 7Cap 5 6 7
Cap 5 6 7
 
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
Trabalho Extremo Oriente (china e coreia do sul)
 
Japao
JapaoJapao
Japao
 
Histórico da china
Histórico da chinaHistórico da china
Histórico da china
 

Mais de Camila Brito

Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
Camila Brito
 
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Camila Brito
 
Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)
Camila Brito
 
Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.
Camila Brito
 
Flipped classroom online
Flipped classroom onlineFlipped classroom online
Flipped classroom online
Camila Brito
 
Innovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith CollegeInnovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith College
Camila Brito
 
Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.
Camila Brito
 
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Camila Brito
 
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Camila Brito
 
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Camila Brito
 
Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano
Camila Brito
 
Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano
Camila Brito
 
Geologia geral e do Brasil
Geologia geral e do BrasilGeologia geral e do Brasil
Geologia geral e do Brasil
Camila Brito
 
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
Camila Brito
 
Conhecimento platônico
Conhecimento platônico Conhecimento platônico
Conhecimento platônico
Camila Brito
 
Filosofia resumo
Filosofia resumoFilosofia resumo
Filosofia resumo
Camila Brito
 
Aula
Aula Aula
Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .
Camila Brito
 
Guia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7anoGuia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7ano
Camila Brito
 
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Camila Brito
 

Mais de Camila Brito (20)

Metodologias Ativas
Metodologias AtivasMetodologias Ativas
Metodologias Ativas
 
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
Flipped Classroom a perspective from the East and West Methodology.
 
Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)Kahoot presentation (1)
Kahoot presentation (1)
 
Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.Exemplo de Curriculo para professor.
Exemplo de Curriculo para professor.
 
Flipped classroom online
Flipped classroom onlineFlipped classroom online
Flipped classroom online
 
Innovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith CollegeInnovation for Learning - Griffith College
Innovation for Learning - Griffith College
 
Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.Aula Filosofia Contemporânea.
Aula Filosofia Contemporânea.
 
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
Aula conjugando alfabetização para crianças bilíngues e Geografia.
 
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
Poster sobre questão LGB no Ensino Superior.
 
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
Atividades de Geografia para alunos portadores de necessidades especiais do 8...
 
Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano Guia de estudos 9ano
Guia de estudos 9ano
 
Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano Guia de estudos 8 ano
Guia de estudos 8 ano
 
Geologia geral e do Brasil
Geologia geral e do BrasilGeologia geral e do Brasil
Geologia geral e do Brasil
 
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
 
Conhecimento platônico
Conhecimento platônico Conhecimento platônico
Conhecimento platônico
 
Filosofia resumo
Filosofia resumoFilosofia resumo
Filosofia resumo
 
Aula
Aula Aula
Aula
 
Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .Geopolítica da América Latina .
Geopolítica da América Latina .
 
Guia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7anoGuia de estudo para prova oficial 7ano
Guia de estudo para prova oficial 7ano
 
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
Design thinking na construção do trabalho científico no Fundamental II.
 

Último

P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 

Tigres asiáticos

  • 1. TIGRES ASIÁTICOS Novos Países Industrializados 164 TIGRES ASIÁTICOS Prof. Ozéas Péricles Hong Kong; Coreia do Sul; Cingapura; Taiwan.
  • 2. Cingapura TaiwanHong Kong Coreia do Sul TIGRES ASIÁTICOS COMO ERAM OS TIGRES?  Países extremamente atrasados;  Dependia da Base Agrícola;  Pequena extensão territorial  Pobre em recursos minerais, dependência  Limitação industrial  Rizicultura base econômica alimentar  Restrito mercado consumidor  Futuro sombrio?  A Luz foi: EUA
  • 3. Tigres Asiáticos EUA:  Política do “Cordão Sanitário” Capital estrangeiro  Plataformas de exportação Década de 70:  modernização econômica  Rápida crescimento industrial  Economias competitivas TIGRES ASIÁTICOS
  • 4. TIGRES : AGILIDADE E FORÇA  Mercado externo  Transbordamento do capitalismo japonês (copia do modelo japonês)  A média de estudos 18 anos (Brasil-9anos);  Qualificação da mão de obra.  Criação de uma grande poupança Interna; (investimento em comunicação, transporte etc.)  Investimento em setores de ponta. TIGRES ASIÁTICOS
  • 5. Condições para ser Tigre  Os Tigres Asiáticos oferecem:  Incentivos fiscais  Mão-de-obra:  Barata  Disciplinada  Qualificada  Organização trabalhista frágil  Os trabalhadores não tinham direito trabalhista, proibição de greve, férias de uma semana.  Fortes ditaduras-Governos autoritários  Infraestrutura modernizada  Legislação ambiental permissiva TIGRES ASIÁTICOS
  • 6. Produção econômica  Automóveis  Coréia do Sul  Eletrônicos  Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura, Hong Kong e Indonésia  Produtos de informática  Malásia, Hong Kong, Cingapura  Brinquedos  Taiwan  Tecidos  Coréia do Sul e Taiwan
  • 7. Coréia do Sul  12ª economia do mundo  Fortemente industrializado  domínio dos chaebols  conglomerados multinacionais  Agrupamento de empresas em diversos setores, ramificados.  Recebem grandes incentivos por parte do governo;  Principais ramos:  Automóveis (Hyundai, Asia e Kia)  Informática (Samsung)  Eletroeletrônicos (LG)  Tecidos  Naval  Divisão da Corea.  Paralelo 38° Norte  Assinaram o Armistício;
  • 8. TIGRES ASIÁTICOS O centro financeiro de Seul, Coreia do Sul.
  • 9. Aeroporto Internacional de Incheon, classificado desde 2005 como o melhor do mundo.
  • 10. A "Fonte do Arco-íris do Luar", em Seul, é a maior ponte-fonte do mundo
  • 11. Taiwan Ilha Formosa  A base econômica  Desenvolvimento industrial pós 2ª G.M.  Desenvolvendo de milhares de pequenas e médias empresas com mercado especializado.
  • 12. Hong Kong  Guerra do Ópio (1839-42)  Inglaterra  A base econômica  Setores:  Eletroeletrônico Peças de equipamentos  Naval  Uso do Porto  2° maior bolsa praça financeira da Ásia;  Devolvida em 1997 para China;  Condição: O capitalismo tem que ser mantido por no mínimo 50 anos.
  • 14. TIGRES ASIÁTICOS Panorama do centro financeiro de Hong Kong(visto do Victoria Peak, Hong Kong).
  • 15. Cingapura  Produção de eletrônico  Computadores televisão;  Renda per capita U$ 25 mil.  Elevada qualidade de vida  Maior centro refinador de petróleo , parte do petróleo do Oriente Médio;
  • 16. TIGRES ASIÁTICOS Panorama do Porto de Cingapura, um dos mais movimentados do mundo.
  • 17. TIGRES ASIÁTICOS Centro financeiro de Cingapura durante o crepúsculo.
  • 18. Malásia  Dividido em continental e insular  Maioria muçulmana  Etnias: malaia, chinesa e indiana  Poder político com malaios  Poder econômico com chineses  Relação conflituosa  componentes eletrônicos  produtos primários  estanho, petróleo e gás, látex NOVOS TIGRES ASIÁTICOS
  • 19. Tigrinhos asiáticos – Novos Tigres
  • 20. Produção econômica  Automóveis  Coréia do Sul  Eletrônicos  Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura, Hong Kong e Indonésia  Produtos de informática  Malásia, Hong Kong, Cingapura  Brinquedos  Taiwan  Tecidos  Coréia do Sul e Taiwan TIGRES ASIÁTICOS
  • 21. Indonésia  4º país mais populoso –  212 milhões de habitantes  16 mil ilhas  principais:  Java (maior concentração)  Sumatra  Bornéu  Oeste de Nova Guiné  muçulmanos  Produtor de petróleo  OPEP  Instabilidade política:  Autoritarismo e corrupção  Conflitos e separatismo:  Muçulmanos x cristãos nas ilhas Molucas  Minoria aceh em Sumatra  Os papua na Nova Guiné
  • 22. Países subdesenvolvidos industrializados  Mantém desigualdades sociais.  Dependência econômica .  Sistemas políticos autoritários  Separatismo  Timor Leste  Fanatismo religioso  Indonésia (muçulmanos)  Filipinas (Católicos)
  • 23. Timor Leste  Ex-colônia portuguesa  independência em 1975  anexada pela Indonésia  Repressão violenta  100 mil mortos  Omissão internacional  Guerra Fria  Anos 90  resistência – FRETILIN  José Ramos Horta  Carlos Ximenes Belo  Nobel da Paz/96  Xanana Gusmão
  • 24. Timor Leste  Plebiscito  ação dos paramilitares  1ª nação do séc XXI,  Intervenção da ONU  tropas brasileiras, portuguesas e australianas.  Pobre, sem infra-estrutura, dependente de auxilio externo, rica em petróleo.
  • 25. Países subdesenvolvidos industrializados  Mantém desigualdades sociais.  Dependência econômica .  Sistemas políticos autoritários  Separatismo  Timor Leste  Fanatismo religioso  Indonésia (muçulmanos)  Filipinas (Católicos) TIGRES ASIÁTICOS
  • 26. Resumindo... Só para leitura... TIGRES ASIÁTICOS PROF. PAULO C. MOURA
  • 27. A GUERRA DA CORÉIA Invasão Japonesa Divisão da Coréia em duas partes Coréia do Norte Comunista Coréia do Sul Capitalista Paralelo 38º LN 1945 1950 GUERRA DA CORÉIA 1ª fase: ataque do norte (Coréia do Norte) 2ª fase: contra ataque do sul (Coréia do Sul + EUA) 3ª fase: a resistência comunista (Coréia do Norte + China) Cessar-fogo
  • 28. A GUERRA DA CORÉIA O resto da região do SE Asiático Laos Camboja Burna Vietnã = =Eonomia de subsistência = = Arroz de jardinagem intensivo •Mão de obra numerosa. •Ausência de mecanização. •Vales fluviais Modelo sócio-econômico Chinês: Ditadura comunista, abertura econômica.
  • 29. OS TIGRES ASIÁTICOS (N.I.C.’S) Cingapura Coréia do Sul Taiwan Hong Kong (possessão Britânica desde 1842) Pequena extensão territorial Anos 60 = Falta de recursos naturais + + Mercado consumidor pequeno e limitado + = Quadro clássico do subdesenvolvimento
  • 30. OS TIGRES ASIÁTICOS (N.I.C.’S) Anos 70 = + + Ausência de legislação ambientais e trabalhistas rigorosas + = Processo de industrialização Fortes incentivos fiscais para o capital estrangeiro •Pequena carga tributária •Livre remessa de lucros Enormes incentivos à educação e qualificação da mão de obra + Regimes autoritários de direita (ditaduras ou “democracia de fachada”) Forte crescimento econômico = Plataformas de exportação •Têxtil •Navios •Autos •Informática •Bens de consumo não duráveis = Periferia do capitalismo japonês =
  • 32. A Crise Financeira Mundial à Luz do Colapso dos Tigres Asiáticos e a Situação do Brasil
  • 33.  Era uma vez a Ásia, terra de tigres?  Modelo de desenvolvimento para o mundo, fonte de constrangimento para a América Latina.  As poderosas NIEs (Newly Industrialized Economies)?  Cingapura e Hong Kong, cidades-nação com PIB per capita superior a 20.000 dólares, igualando vários números existentes no G7 (grupo dos sete países mais ricos do mundo) são mera ficção?.
  • 34. Há basicamente duas explicações para a crise. A primeira é de ordem conjuntural e entende o fenômeno a partir de uma crítica aos mercados financeiros e sua dinâmica. A outra é estrutural e vê a crise a partir da fragilidade de alguns fundamentos econômicos dos tigres. Contudo, independentemente da explicação que se queira dar, a crise não destrói o "milagre asiático" da ascensão de países primitivos para exportadores de produtos de alta tecnologia e redução da pobreza em velocidade inédita no mundo. Mas indica que, se esses países aprenderam a receita do "grande salto avante", não têm ainda a fórmula do "desenvolvimento sustentado".
  • 35.  Intrigante foi também a amplitude da reação em cadeia em várias partes e setores da economia mundial, inclusive na Bolsa de Valores de Nova Iorque  Há tempos que se esperava um reajuste técnico, após um boom de extraordinária duração e intensidade nas bolsas.  Havia, como bem disse Alan Greenspan, o presidente do Federal Reserve Board, "uma exuberância irracional".  Contudo, o impacto da crise de Hong Kong foi rápido e desproporcional
  • 36.  O contágio da "febre amarela" atingiu rapidamente o Brasil. A Bolsa de São Paulo registou quedas monumentais. Despencaram as ações da Telebrás e o valor dos títulos da dívida brasileira, e o BC teve de gastar reservas para defender o Real.  Por que a crise teve impacto tão forte em alguns países, enquanto que em outros não passou de um grande susto?  A resposta para a indagação acima, reside nas deficiências estruturais das economias que sofreram mais severamente a Crise Asiática, como Tailândia, Filipinas e Indonésia
  • 37. No caso da economia brasileira, persiste um déficit global do setor público, indicando que a estabilização foi conseguida principalmente pela substituição do financiamento inflacionário pelo endividamento, interno e externo; Há portanto, a necessidade de implementar as reformas estruturais -administrativa, fiscal e previdenciária. A primeira é necessária para reduzir custos; a segunda, para racionalizar o sistema; a terceira, para corrigir injustiças e conter o déficit. Quanto à Previdência, há ainda a necessidade de substituir o sistema de repartição pelo sistema de capitalização da poupança individual, dada a profunda instabilidade do sistema ora utilizado.