SlideShare uma empresa Scribd logo
Testes de usabilidade
Em aplicativos mobile
@rafaelburity, UX Specialist
Eduardo Basso, Front-ender
Vivian Chiodo, Developer
O que é um teste de usabilidade?
● Método empírico (envolve usuário)
● Principal objetivo: validar as soluções de interface
● Realizado com participantes com perfil do público-alvo
● Método: observação da interação do usuário com produto
● Resultado: descoberta de padrões e sugestão de melhorias
(Wikipedia | Usability.gov).
Porque não uma avaliação heurística?
Definida por Nielsen e Molich(1994), onde são abordadas 10 questões, a avaliação heurística é preditiva e
totalmente baseada na experiência e/ou expectativa do especialista envolvido. Ambas, teste e avaliação, são
analíticas e não gerativas (sem ideação) mas somente o teste nos mostrará a visão do usuário.
Pra que serve?
● Avaliar o entendimento da
Interface e dos fluxos (modelos
mentais)
● Identificar pontos críticos da
interação (ruídos, dúvidas)
● Entender a situação real de uso
(validar demandas/requisitos)
● Comparar desempenho em
produtos diferentes (benchmark)
Por que escolhemos o
teste de usabilidade?
Fazer pesquisa com usuários é importante e vale a pena, mas ...
Benefícios não
quantificáveis
● Mostrar ao usuário;
● Acabar com discussões
intermináveis;
● Dar suporte ao design;
● Reduzir chances de erro;
● Sensibilizar a equipe de
desenvolvimento.
Cases
App de mensageria
Tipo:
Individual e Estruturado em laboratório.
Objetivo:
Receber feedback sobre o design e avaliar situação.
Métricas:
Tempo de execução da tarefa,
Número de erros,
Taxa de finalização da tarefa,
Satisfação subjetiva.
Problemas enfrentados:
Descontextualização, Problemas técnicos.
Orientador/Condutor:
Observador(es):
Participantes:
Sergio L., Valter C., Mariana C. e Elvis.
Conclusão
1. A falta de melhor definição das personas criou dificuldade em medir o sucesso de
algumas tarefas;
2. A definição do MVP estava confusa e entregou funcionalidades desnecessárias e
negligenciou outras;
3. Problemas entre a visão do usuário e posicionamento do produto criou insatisfação
durante a utilização.
FPL BR
Tipo:
Coletivo e Estruturado em laboratório.
Objetivo:
Receber feedback sobre o design e avaliar situação.
Métricas:
Número de erros,
Taxa de finalização da tarefa,
Satisfação subjetiva.
Problemas enfrentados:
Contexto artificial, participantes mal selecionados,
Inibição e Interferência externa, Problemas
técnicos.
Orientador/Condutor:
Observador(es):
Participantes:
Cliente e usuários nível 1 e 2.
Conclusão
1. Precisamos aplicar o ciclo de testes de usabilidade antes de qualquer entrega oficial;
2. Ter mais precisão na seleção dos usuários do teste;
3. Preparar equipe de desenvolvimento que participará do teste;
4. A aderência do aplicativo às necessidades do usuário foi boa;
5. Algumas funcionalidades poderiam ter sido criadas em uma evolução do app.
Obrigado!
@rafaelburity, UX Specialist
Eduardo Basso, Front-ender
Vivian Chiodo, Developer

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e AplicaçõesEstudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Claudio Diniz - Designer Gráfico
 
Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...
Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...
Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...
Rosane Domingues
 
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos MentaisHistória do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
Felipe de Souza
 
Grupos
GruposGrupos
Metodologia de trabalho do creas
Metodologia de trabalho do creasMetodologia de trabalho do creas
Metodologia de trabalho do creas
Rosane Domingues
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Silvio Custódio Souza Júnior
 
Terapia Comportamental e Cognitiva
Terapia Comportamental e CognitivaTerapia Comportamental e Cognitiva
Terapia Comportamental e Cognitiva
Marcelo da Rocha Carvalho
 
Curso de LinkedIn
Curso de LinkedInCurso de LinkedIn
Curso de LinkedIn
Marcio Okabe
 
Estudo dirigido
Estudo dirigidoEstudo dirigido
Estudo dirigido
familiaestagio
 
Formulação de problemas de pesquisa em psicologia
Formulação de problemas de pesquisa em psicologiaFormulação de problemas de pesquisa em psicologia
Formulação de problemas de pesquisa em psicologia
Diego Fernandes Souza
 
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social   Perguntas e Respostas - para inicianteServiço Social   Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
Rosane Domingues
 
TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...
TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...
TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...
Aislan Fernandes
 
Teorias da Motivação - Administração de Empresas
Teorias da Motivação - Administração de EmpresasTeorias da Motivação - Administração de Empresas
Teorias da Motivação - Administração de Empresas
Romário Souto
 
Gestão de Conflitos aula 1
Gestão de Conflitos aula 1Gestão de Conflitos aula 1
Gestão de Conflitos aula 1
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Instrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico socialInstrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico social
Ana santos
 
Trabalho em equipe Rh
Trabalho em equipe RhTrabalho em equipe Rh
Trabalho em equipe Rh
Alexandre Cavalcanti
 
Paif trabalho social com familias
Paif trabalho social com familiasPaif trabalho social com familias
Paif trabalho social com familias
Dalila Renata
 
Apresentação código de etica
Apresentação código de eticaApresentação código de etica
Apresentação código de etica
Manoel Amaral do Nascimento
 
Liderar e Motivar Equipes
Liderar e Motivar EquipesLiderar e Motivar Equipes
Liderar e Motivar Equipes
Enrico Cardoso
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
Rodneync
 

Mais procurados (20)

Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e AplicaçõesEstudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
 
Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...
Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...
Diagnóstico social- conceitos e metodologias-COMO FAZER UM DIAGNÓSTICO SOCIAL...
 
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos MentaisHistória do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
 
Grupos
GruposGrupos
Grupos
 
Metodologia de trabalho do creas
Metodologia de trabalho do creasMetodologia de trabalho do creas
Metodologia de trabalho do creas
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
 
Terapia Comportamental e Cognitiva
Terapia Comportamental e CognitivaTerapia Comportamental e Cognitiva
Terapia Comportamental e Cognitiva
 
Curso de LinkedIn
Curso de LinkedInCurso de LinkedIn
Curso de LinkedIn
 
Estudo dirigido
Estudo dirigidoEstudo dirigido
Estudo dirigido
 
Formulação de problemas de pesquisa em psicologia
Formulação de problemas de pesquisa em psicologiaFormulação de problemas de pesquisa em psicologia
Formulação de problemas de pesquisa em psicologia
 
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social   Perguntas e Respostas - para inicianteServiço Social   Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
 
TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...
TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...
TRABALHO EM EQUIPES AUTOGERENCIADAS: UMA ANÁLISE DA ADOÇÃO DO SCRUM EM UMA EM...
 
Teorias da Motivação - Administração de Empresas
Teorias da Motivação - Administração de EmpresasTeorias da Motivação - Administração de Empresas
Teorias da Motivação - Administração de Empresas
 
Gestão de Conflitos aula 1
Gestão de Conflitos aula 1Gestão de Conflitos aula 1
Gestão de Conflitos aula 1
 
Instrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico socialInstrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico social
 
Trabalho em equipe Rh
Trabalho em equipe RhTrabalho em equipe Rh
Trabalho em equipe Rh
 
Paif trabalho social com familias
Paif trabalho social com familiasPaif trabalho social com familias
Paif trabalho social com familias
 
Apresentação código de etica
Apresentação código de eticaApresentação código de etica
Apresentação código de etica
 
Liderar e Motivar Equipes
Liderar e Motivar EquipesLiderar e Motivar Equipes
Liderar e Motivar Equipes
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 

Semelhante a Testes de usabilidade em apps mobile

Palestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de UsabilidadePalestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de Usabilidade
Luiz Agner
 
Métodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHCMétodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHC
GeorgiaCruz7
 
Psico pedagogia 2013
Psico pedagogia 2013Psico pedagogia 2013
Psico pedagogia 2013
Celestino Magalhães
 
IHC - Abordagem geral, processos ou metodologia
IHC - Abordagem geral, processos ou metodologiaIHC - Abordagem geral, processos ou metodologia
IHC - Abordagem geral, processos ou metodologia
Ros Galabo, PhD
 
127290035 12-usabilidade-mai-2007
127290035 12-usabilidade-mai-2007127290035 12-usabilidade-mai-2007
127290035 12-usabilidade-mai-2007
Marco Guimarães
 
O processo de design de interação
O processo de design de interaçãoO processo de design de interação
O processo de design de interação
Robson Santos
 
Avaliação de Interface
Avaliação de InterfaceAvaliação de Interface
Avaliação de Interface
Claudio Diniz - Designer Gráfico
 
Avaliacao de Interfaces
Avaliacao de InterfacesAvaliacao de Interfaces
Avaliacao de Interfaces
aiadufmg
 
Aula 9. Técnicas de avaliação de interface
Aula 9. Técnicas de avaliação de interfaceAula 9. Técnicas de avaliação de interface
Aula 9. Técnicas de avaliação de interface
Silvia Dotta
 
Aula 01.ppt
Aula 01.pptAula 01.ppt
Usabilidade de Interfaces - Parte 2
Usabilidade de Interfaces - Parte 2Usabilidade de Interfaces - Parte 2
Usabilidade de Interfaces - Parte 2
Oziel Moreira Neto
 
MTA1 Aula-01. Introdução
MTA1 Aula-01. IntroduçãoMTA1 Aula-01. Introdução
MTA1 Aula-01. Introdução
Alan Vasconcelos
 
Um Esforço Combinado Na Padronização
Um Esforço Combinado Na PadronizaçãoUm Esforço Combinado Na Padronização
Um Esforço Combinado Na Padronização
wallyvianna
 
Scriven
Scriven Scriven
Scriven
ISFonseca
 
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Catarinas Design de Interação
 
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidadeQual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Rafael Lima
 
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Impacta Eventos
 
Framework
FrameworkFramework
Framework
cacarangel
 
The framework and refinement - About Face II
The framework and refinement - About Face IIThe framework and refinement - About Face II
The framework and refinement - About Face II
Arthur Jacobsen Klas
 
Palestra - Heurísticas e Usabilidade
Palestra - Heurísticas e UsabilidadePalestra - Heurísticas e Usabilidade
Palestra - Heurísticas e Usabilidade
Luiz Agner
 

Semelhante a Testes de usabilidade em apps mobile (20)

Palestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de UsabilidadePalestra - Testes de Usabilidade
Palestra - Testes de Usabilidade
 
Métodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHCMétodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHC
 
Psico pedagogia 2013
Psico pedagogia 2013Psico pedagogia 2013
Psico pedagogia 2013
 
IHC - Abordagem geral, processos ou metodologia
IHC - Abordagem geral, processos ou metodologiaIHC - Abordagem geral, processos ou metodologia
IHC - Abordagem geral, processos ou metodologia
 
127290035 12-usabilidade-mai-2007
127290035 12-usabilidade-mai-2007127290035 12-usabilidade-mai-2007
127290035 12-usabilidade-mai-2007
 
O processo de design de interação
O processo de design de interaçãoO processo de design de interação
O processo de design de interação
 
Avaliação de Interface
Avaliação de InterfaceAvaliação de Interface
Avaliação de Interface
 
Avaliacao de Interfaces
Avaliacao de InterfacesAvaliacao de Interfaces
Avaliacao de Interfaces
 
Aula 9. Técnicas de avaliação de interface
Aula 9. Técnicas de avaliação de interfaceAula 9. Técnicas de avaliação de interface
Aula 9. Técnicas de avaliação de interface
 
Aula 01.ppt
Aula 01.pptAula 01.ppt
Aula 01.ppt
 
Usabilidade de Interfaces - Parte 2
Usabilidade de Interfaces - Parte 2Usabilidade de Interfaces - Parte 2
Usabilidade de Interfaces - Parte 2
 
MTA1 Aula-01. Introdução
MTA1 Aula-01. IntroduçãoMTA1 Aula-01. Introdução
MTA1 Aula-01. Introdução
 
Um Esforço Combinado Na Padronização
Um Esforço Combinado Na PadronizaçãoUm Esforço Combinado Na Padronização
Um Esforço Combinado Na Padronização
 
Scriven
Scriven Scriven
Scriven
 
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
Pesquisa com usuários aplicada em projetos lean de startups concepção de um f...
 
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidadeQual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
 
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
Usuários são peças fundamentais no quebra-cabeça da inovação: entenda e inter...
 
Framework
FrameworkFramework
Framework
 
The framework and refinement - About Face II
The framework and refinement - About Face IIThe framework and refinement - About Face II
The framework and refinement - About Face II
 
Palestra - Heurísticas e Usabilidade
Palestra - Heurísticas e UsabilidadePalestra - Heurísticas e Usabilidade
Palestra - Heurísticas e Usabilidade
 

Mais de Rafael Burity

UX Talks: Current UX market expectations for Designers and Leaders
UX Talks: Current UX market expectations for Designers and LeadersUX Talks: Current UX market expectations for Designers and Leaders
UX Talks: Current UX market expectations for Designers and Leaders
Rafael Burity
 
(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos
(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos
(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos
Rafael Burity
 
Encontrão sobre Heuristicas do DesignTeam
Encontrão sobre Heuristicas do DesignTeamEncontrão sobre Heuristicas do DesignTeam
Encontrão sobre Heuristicas do DesignTeam
Rafael Burity
 
Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience
Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience  Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience
Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience
Rafael Burity
 
O design pode (ou deve) ser estratégico
O design pode (ou deve) ser estratégico O design pode (ou deve) ser estratégico
O design pode (ou deve) ser estratégico
Rafael Burity
 
[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?
[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?
[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?
Rafael Burity
 
[Mentorama] Afinal, qual o papel do UX designer na Transformação digital?
[Mentorama] Afinal, qual o papel  do UX designer na Transformação digital?[Mentorama] Afinal, qual o papel  do UX designer na Transformação digital?
[Mentorama] Afinal, qual o papel do UX designer na Transformação digital?
Rafael Burity
 
Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020
Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020
Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020
Rafael Burity
 
From HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industry
From HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industryFrom HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industry
From HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industry
Rafael Burity
 
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação para o mercado / Webinar BR-CH...
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação  para o mercado / Webinar BR-CH...Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação  para o mercado / Webinar BR-CH...
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação para o mercado / Webinar BR-CH...
Rafael Burity
 
[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...
[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...
[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...
Rafael Burity
 
[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...
[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...
[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...
Rafael Burity
 
[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema
[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema
[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema
Rafael Burity
 
[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...
[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...
[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...
Rafael Burity
 
[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?
[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?
[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?
Rafael Burity
 
Qual o papel do ux na transformação digital?
Qual o papel do ux na transformação digital?Qual o papel do ux na transformação digital?
Qual o papel do ux na transformação digital?
Rafael Burity
 
Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?
Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?
Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?
Rafael Burity
 
Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...
Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...
Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...
Rafael Burity
 
Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...
Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...
Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...
Rafael Burity
 
[Palestra] Profissão Designer
[Palestra] Profissão Designer[Palestra] Profissão Designer
[Palestra] Profissão Designer
Rafael Burity
 

Mais de Rafael Burity (20)

UX Talks: Current UX market expectations for Designers and Leaders
UX Talks: Current UX market expectations for Designers and LeadersUX Talks: Current UX market expectations for Designers and Leaders
UX Talks: Current UX market expectations for Designers and Leaders
 
(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos
(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos
(Petrobras) Repensando o design de experiências e processos
 
Encontrão sobre Heuristicas do DesignTeam
Encontrão sobre Heuristicas do DesignTeamEncontrão sobre Heuristicas do DesignTeam
Encontrão sobre Heuristicas do DesignTeam
 
Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience
Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience  Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience
Data-driven e Customer Experience | Senior Design Experience
 
O design pode (ou deve) ser estratégico
O design pode (ou deve) ser estratégico O design pode (ou deve) ser estratégico
O design pode (ou deve) ser estratégico
 
[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?
[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?
[Figma Meetup Brasil] Eu realmente preciso ser um líder?
 
[Mentorama] Afinal, qual o papel do UX designer na Transformação digital?
[Mentorama] Afinal, qual o papel  do UX designer na Transformação digital?[Mentorama] Afinal, qual o papel  do UX designer na Transformação digital?
[Mentorama] Afinal, qual o papel do UX designer na Transformação digital?
 
Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020
Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020
Palestra 3: "Estamos resolvendo o problema certo?" - Dia do Programador 2020
 
From HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industry
From HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industryFrom HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industry
From HCI to UX: Building a New meaning through the history in the industry
 
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação para o mercado / Webinar BR-CH...
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação  para o mercado / Webinar BR-CH...Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação  para o mercado / Webinar BR-CH...
Da IHC ao UX: Uma história de ressignificação para o mercado / Webinar BR-CH...
 
[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...
[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...
[UX Cafe] O poder da arquitetura de informação na construção de produtos digi...
 
[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...
[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...
[Farol UX Santander] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segur...
 
[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema
[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema
[Ifood] Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema
 
[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...
[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...
[UX Conf BR 2019] Indo audaciosamente onde nenhum outro designer esteve: A tr...
 
[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?
[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?
[GDGSP] android meetup #67 | Realmente preciso de ux no projeto mobile?
 
Qual o papel do ux na transformação digital?
Qual o papel do ux na transformação digital?Qual o papel do ux na transformação digital?
Qual o papel do ux na transformação digital?
 
Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?
Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?
Segurança vs UX: Qual relação do usuário com a segurança do sistema?
 
Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...
Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...
Cidades um para um: Governo e Cidadão integrados com transparência, colaboraç...
 
Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...
Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...
Ux Café s02e05 | 04.06.18 - ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO: Como organizar e prior...
 
[Palestra] Profissão Designer
[Palestra] Profissão Designer[Palestra] Profissão Designer
[Palestra] Profissão Designer
 

Testes de usabilidade em apps mobile

  • 1. Testes de usabilidade Em aplicativos mobile @rafaelburity, UX Specialist Eduardo Basso, Front-ender Vivian Chiodo, Developer
  • 2. O que é um teste de usabilidade? ● Método empírico (envolve usuário) ● Principal objetivo: validar as soluções de interface ● Realizado com participantes com perfil do público-alvo ● Método: observação da interação do usuário com produto ● Resultado: descoberta de padrões e sugestão de melhorias (Wikipedia | Usability.gov). Porque não uma avaliação heurística? Definida por Nielsen e Molich(1994), onde são abordadas 10 questões, a avaliação heurística é preditiva e totalmente baseada na experiência e/ou expectativa do especialista envolvido. Ambas, teste e avaliação, são analíticas e não gerativas (sem ideação) mas somente o teste nos mostrará a visão do usuário.
  • 3. Pra que serve? ● Avaliar o entendimento da Interface e dos fluxos (modelos mentais) ● Identificar pontos críticos da interação (ruídos, dúvidas) ● Entender a situação real de uso (validar demandas/requisitos) ● Comparar desempenho em produtos diferentes (benchmark)
  • 4. Por que escolhemos o teste de usabilidade? Fazer pesquisa com usuários é importante e vale a pena, mas ...
  • 5.
  • 6.
  • 7. Benefícios não quantificáveis ● Mostrar ao usuário; ● Acabar com discussões intermináveis; ● Dar suporte ao design; ● Reduzir chances de erro; ● Sensibilizar a equipe de desenvolvimento.
  • 9. App de mensageria Tipo: Individual e Estruturado em laboratório. Objetivo: Receber feedback sobre o design e avaliar situação. Métricas: Tempo de execução da tarefa, Número de erros, Taxa de finalização da tarefa, Satisfação subjetiva. Problemas enfrentados: Descontextualização, Problemas técnicos. Orientador/Condutor: Observador(es): Participantes: Sergio L., Valter C., Mariana C. e Elvis.
  • 10. Conclusão 1. A falta de melhor definição das personas criou dificuldade em medir o sucesso de algumas tarefas; 2. A definição do MVP estava confusa e entregou funcionalidades desnecessárias e negligenciou outras; 3. Problemas entre a visão do usuário e posicionamento do produto criou insatisfação durante a utilização.
  • 11. FPL BR Tipo: Coletivo e Estruturado em laboratório. Objetivo: Receber feedback sobre o design e avaliar situação. Métricas: Número de erros, Taxa de finalização da tarefa, Satisfação subjetiva. Problemas enfrentados: Contexto artificial, participantes mal selecionados, Inibição e Interferência externa, Problemas técnicos. Orientador/Condutor: Observador(es): Participantes: Cliente e usuários nível 1 e 2.
  • 12. Conclusão 1. Precisamos aplicar o ciclo de testes de usabilidade antes de qualquer entrega oficial; 2. Ter mais precisão na seleção dos usuários do teste; 3. Preparar equipe de desenvolvimento que participará do teste; 4. A aderência do aplicativo às necessidades do usuário foi boa; 5. Algumas funcionalidades poderiam ter sido criadas em uma evolução do app.
  • 13. Obrigado! @rafaelburity, UX Specialist Eduardo Basso, Front-ender Vivian Chiodo, Developer