SlideShare uma empresa Scribd logo
TESTE DE INSTRUMENTOS
CÉLULA
1- O instrumento que funciona com pressão estática é o:
a- Turn bank
b- Altímetro
c- Velocímetro
d- Horizonte artificial
2- O tubo de BOURDON é um componente que permite o funcionamento do:
a- Climb
b- Manômetro
c- Altímetro
d- Velocímetro
3- A medição de temperatura da cabeça do cilindro é feita por um termômetro do
tipo: a- Elétrico
b- De pressão
c- De mercúrio
d- Par termoelétrico
4- O componente do manômetro de pressão absoluta, sensível às variações de pressão absoluta, sensível
as variações de pressão, denomina-se:
a- Diagrama
b- Tubo de Bourdon
c- Cápsula aneróide
d- Cápsula de Bourdon
5- No interior da cápsula aneróide de um altímetro existe:
a- Um gás especial
b- Ar
c- Vácuo
d- Vapor
6- Os manômetros de pressão absoluta são geralmente graduados em:
a- in Hg
b- kgf/cm
c- PSI
d- Libras
7- O altímetro funciona através da pressão:
a- Estática e de impacto
b- Dinâmica
c- Dinâmica e de impacto
d- Estática
8- O altímetro é um instrumento que mede na realidade a pressão do ar atmosférico externo. Portanto ele
é um:
a- Manômetro
b- Barômetro
c- Anemômetro
d- Nenhuma das anteriores
9- Que acontece com o tubo de Bourdon quando aplicamos pressão:
a- Distende-se
b- Expande-se
c- Se contrai
d- Gira
10- No interior da cápsula sensível do velocímetro, é aplicada a pressão:
a- Total
b- Somente estática
c- Estática menos a de impacto
d- Somente a de impacto
11- No termômetro de pressão de vapor, o elemento sensível que movimenta o ponteiro de instrumento
é:
a- A cápsula aneróide
b- A coluna de mercúrio
c- O tubo de bourdon
d- O par termoelétrico
12- Para medir temperaturas baixas como a do ar externo do avião, o termômetro mais indicado é do tipo:
a- De mercúrio
b- De par termoelétrico
c- De pressão de vapor
d- Elétrico
13- O altímetro é um instrumento:
a- De navegação
b- De vôo
c- Do motor
d- Do avião (isto é, do sistema)
14- Se um manômetro de pressão absoluta for elevado ao espaço, no fim da camada atmosférica da terra
ele indicará:
a- 29,92 in Hg
b- 0 in Hg
c- 760 in Hg
d- Nenhuma das anteriores
15- No manômetro de pressão absoluta, qual é o elemento sensível a pressão:
a- Cápsula aneróide
b- Tubo de Bourdon
c- Thermocouple
d- Coluna de mercúrio
16- O manômetro do óleo lubrificante serve para medir a pressão:
a- Absoluta
b- Dinâmica
c- Relativa
d- Barométrica
17- Nos manômetros destinados a medir pressões muito elevadas, o elemento sensível é o tubo de
Bourdon feito de:
a- Bronze
b- Aço
c- Latão
d- Cobre
18- O velocímetro funciona através da pressão: -
a- Estática
b- Barométrica
c- De impacto
d- Estática e de impacto
19- No exterior da cápsula aneróide do velocímetro atua a pressão:
a- Dinâmica ou de impacto
b- Estática
c- Estática ou dinâmica
d- A diferença entre as pressões estática e dinâmica
20- Para medir a temperatura através de um termômetro de pressão de vapor, coloca-se dentro do óleo um
sensor de temperatura que contém no seu interior:
a- Mercúrio
b- Etileno – glicol
c- Um liquido especial
d- Água
21- Para medir temperaturas baixas com a do ar externo do avião, o termômetro mais indicado é o do
tipo:
a- De mercúrio
b- De par termoelétrico
c- De pressão de vapor
d- Elétrico
22- Para medir altas temperaturas, o melhor tipo de termômetro é:
a- De mercúrio
b- De par termoelétrico
c- De pressão de vapor
d- Elétrico
23- O instrumento que mede o número de rotação por minuto do eixo de manivelas chama-se:
a- Contagiros
b- Anemômetro
c- Dinamômetro
d- Velocímetro
24- O funcionamento do tacômetro mecânico ou centrífugo, baseia-se na ação da força centrifuga sobre:
a- Pistões hidráulicos
b- Mecanismo especial
c- Molas
d- Contrapesos
25- Quando o ponteiro do termômetro mecânico de óleo atinge a faixa amarela do mostrador é preciso:
a- Parar imediatamente o motor
b- Esperar atingir a faixa vermelha e então parar
c- Procurar baixar a temperatura do motor
d- Acelerar levemente o motor
26- Nos aviões usam-se geralmente bússolas magnéticas com liquido e:
a- Agulha
b- Limbo fixo
c- Limbo móvel
d- Curso girante
27- As marcações existentes nos limbos das bússolas são:
a- Graus angulares
b- Pontos cardeais
c- Graus angulares e pontos cardeais
d- Nenhum dos acima
28- A válvula do fluxo é usada:
a- Para controlar o combustível que passa pelo fluxomêtro b- Como elemento sensor da bússola de
leitor remota
c- Para manter constante o fluxo do ar no sistema de pressurização
d- Para controlar a corrente de carga dínamo para a bateria
29- A finalidade do aquecimento do tubo de pitot é impedir o (a):
a- Formação da água
b- Queda da temperatura
c- Formação de gelo
d- Aumento de temperatura
30- O velocímetro fornece ao piloto a indicação de velocidade:
a- Diferencial
b- De giro dos motores
c- Em relação ao solo
d- Em relação ao ar atmosférico
31- Na aviação, a escala do indicar de velocidade é aferida, geralmente, em:
a- Nós
b- Pés
c- Milhas náuticas
d- Milhas terrestres
32- Em aeronaves, os instrumentos que utilizam cápsula aneróide são os:
a- Altímetro
b- Tubos de pitot
c- Velocímetro
d- Atmosférica
33- Um sistema giroscópico de aeronaves, geralmente, possui:
a- Um eixo
b- Três eixos
c- Dois eixos
d- Quatro eixos
34- O instrumento que possibilita ao piloto, efetuar curvas de precisão é o (a):
a- Climb
b- Turn and bank
c- Giro horizont
d- Diretional gyrd
35- Nos horizontes artificiais a esfera representa o (a):
a- Rumo
b- Inclinação das asas
c- Horizonte
d- Inclinação da aeronave
36- Das bússolas usadas em aeronaves, a mais usada é a:
a- Dinâmica
b- Estática
c- Elétrica
d- Magnética
37- Os dois métodos de compensação de bússolas são executados por intermédio da:
a- Bateria e do alternador
b- Caixa e da bússola padrão
c- Rosas do vento e amplificador
d- Rosas do vento e da bússola padrão
38- Os manômetros tem, geralmente, as escalas calibradas em:
a- Pés por polegada quadrada
b- Libras por polegadas quadradas
c- Quilograma por polegada quadrada
d- Quilograma força por polegada quadrada
39- Na marcação dos instrumentos, a cor vermelha indica os:
a- Alcances transitórios
b- Ajustamento do instrumento
c- Alcance normal do instrumento
d- Limites externos de utilização
40- Um instrumento deverá ser substituído sempre que:
a- Houver falha na indicação
b- Houver vazamento da linha
c- O ponteiro atingir a faixa amarela
d- O ponteiro atingir a faixa vermelha
41- O sistema do termômetro elétrico é composto por: – Fios de ligação,...
a- Gerador e bulbo
b- Compressor e gerador
c- Indicador e bulbo
d- Compressor e indicador
42- O termômetro elétrico utiliza uma ponte wheatstone, que é a associação de:
a- Duas resistências
b- Três resistências
c- Quatro resistências
d- Cinco resistências
43- Os indicadores de posições do flap acusam, geralmente, a:
a- Correção do flap
b- Posição do flap em graus
c- Correção de limite
d- Posição do flap em centímetros
44- A unidade de medida da corrente elétrica é:
a- Volt
b- Fluxo
c- Ampére
d- Watt
45- A temperatura de um corpo é de 150°C. Um termômetro de escala Fahrenheit indicará:
a- 150° F
b- 20° F
c- 180° F
d- 302° F
46- O zero absoluto corresponde na escala Celsius:
a- -273° C b- 273° C
c- 373° C d- 0° C
47- PSI é a designação de uma unidade de medida para grandeza física:
a- Pressão
b- Força
c- Temperatura
d- Volume
48- Na garganta de um venturi, a pressão estática de um fluido é, em relação a entrada:
a- Igual
b- Maior
c- Menor
d- Oscilante
49- A unidade de medida para força eletromotriz (f.e.m) é:
a- Volt
b- Supersônica
c- Ampére
d- Watt
50- As alternâncias produzidas numa freqüência de 60 HZ, são em numero de:
a- 30
b- 60
c- 120
d- 240

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02
Evanildo Leal
 
Aula de laboratorio roteiro - adensamento
Aula de laboratorio   roteiro - adensamentoAula de laboratorio   roteiro - adensamento
Aula de laboratorio roteiro - adensamento
Luiz Felipe Bonander Nugnes
 
Novo guia de_ensaio_laboratorial_technov
Novo guia de_ensaio_laboratorial_technovNovo guia de_ensaio_laboratorial_technov
Novo guia de_ensaio_laboratorial_technov
MëḼÿssä MṏƦä
 
Experiencia 5 (1) hidraulica
Experiencia 5 (1) hidraulicaExperiencia 5 (1) hidraulica
Experiencia 5 (1) hidraulica
Joe Agassi
 
Cálculo de vazão
Cálculo de vazãoCálculo de vazão
Cálculo de vazão
corelo2001
 
Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07
Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07
Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07
Francis Zeman
 
4 aula pratica 4
4 aula pratica 44 aula pratica 4
4 aula pratica 4
Leildo Barreto
 
Experiencia 4 hidraulica
Experiencia 4 hidraulicaExperiencia 4 hidraulica
Experiencia 4 hidraulica
Joe Agassi
 

Mais procurados (8)

Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02Instrumento i gab-celula02
Instrumento i gab-celula02
 
Aula de laboratorio roteiro - adensamento
Aula de laboratorio   roteiro - adensamentoAula de laboratorio   roteiro - adensamento
Aula de laboratorio roteiro - adensamento
 
Novo guia de_ensaio_laboratorial_technov
Novo guia de_ensaio_laboratorial_technovNovo guia de_ensaio_laboratorial_technov
Novo guia de_ensaio_laboratorial_technov
 
Experiencia 5 (1) hidraulica
Experiencia 5 (1) hidraulicaExperiencia 5 (1) hidraulica
Experiencia 5 (1) hidraulica
 
Cálculo de vazão
Cálculo de vazãoCálculo de vazão
Cálculo de vazão
 
Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07
Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07
Ar condicionado _24_2015-06-29_16_26_07
 
4 aula pratica 4
4 aula pratica 44 aula pratica 4
4 aula pratica 4
 
Experiencia 4 hidraulica
Experiencia 4 hidraulicaExperiencia 4 hidraulica
Experiencia 4 hidraulica
 

Semelhante a Teste de instrumentos

Instrumentos (7)
Instrumentos  (7)Instrumentos  (7)
Instrumentos (7)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (6)
Instrumentos  (6)Instrumentos  (6)
Instrumentos (6)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (1)
Instrumentos  (1)Instrumentos  (1)
Instrumentos (1)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (2)
Instrumentos  (2)Instrumentos  (2)
Instrumentos (2)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (8)
Instrumentos  (8)Instrumentos  (8)
Instrumentos (8)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (3)
Instrumentos  (3)Instrumentos  (3)
Instrumentos (3)
Evanildo Leal
 
Instrumentos (4)
Instrumentos  (4)Instrumentos  (4)
Instrumentos (4)
Evanildo Leal
 
Tev 3
Tev 3Tev 3
Tev 3
Drimithi
 
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docxSistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Evanildo Leal
 
Instrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gabInstrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gab
Evanildo Leal
 
Instrumentos (5)
Instrumentos  (5)Instrumentos  (5)
Instrumentos (5)
Evanildo Leal
 
Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico  Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico
Evanildo Leal
 
aula-bombas.pdf
aula-bombas.pdfaula-bombas.pdf
aula-bombas.pdf
Anny81834
 
Material ngd3.0 e diagnóstico eletrônico siemens
Material  ngd3.0 e  diagnóstico eletrônico siemensMaterial  ngd3.0 e  diagnóstico eletrônico siemens
Material ngd3.0 e diagnóstico eletrônico siemens
Rildo Nogueira da Silva
 
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
Tarcisio Lopes
 
Parte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docxParte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docx
Evanildo Leal
 
Trabalho PP-A
Trabalho PP-ATrabalho PP-A
Trabalho PP-A
Drimithi
 
Simulado para-banca-anac-reg
Simulado para-banca-anac-regSimulado para-banca-anac-reg
Simulado para-banca-anac-reg
Josy Queiroz
 
Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)
Luciano Marcelo Oliveira
 
Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)
Universiy
 

Semelhante a Teste de instrumentos (20)

Instrumentos (7)
Instrumentos  (7)Instrumentos  (7)
Instrumentos (7)
 
Instrumentos (6)
Instrumentos  (6)Instrumentos  (6)
Instrumentos (6)
 
Instrumentos (1)
Instrumentos  (1)Instrumentos  (1)
Instrumentos (1)
 
Instrumentos (2)
Instrumentos  (2)Instrumentos  (2)
Instrumentos (2)
 
Instrumentos (8)
Instrumentos  (8)Instrumentos  (8)
Instrumentos (8)
 
Instrumentos (3)
Instrumentos  (3)Instrumentos  (3)
Instrumentos (3)
 
Instrumentos (4)
Instrumentos  (4)Instrumentos  (4)
Instrumentos (4)
 
Tev 3
Tev 3Tev 3
Tev 3
 
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docxSistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
Sistemas eletricos protecao_contra_efeitos_chuva_gelo_fogo.docx
 
Instrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gabInstrumento depaula-gab
Instrumento depaula-gab
 
Instrumentos (5)
Instrumentos  (5)Instrumentos  (5)
Instrumentos (5)
 
Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico  Simulado sistema eletrico
Simulado sistema eletrico
 
aula-bombas.pdf
aula-bombas.pdfaula-bombas.pdf
aula-bombas.pdf
 
Material ngd3.0 e diagnóstico eletrônico siemens
Material  ngd3.0 e  diagnóstico eletrônico siemensMaterial  ngd3.0 e  diagnóstico eletrônico siemens
Material ngd3.0 e diagnóstico eletrônico siemens
 
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
01072009 093713 mecanica_de_aeronaves
 
Parte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docxParte de avi simulado ws.docx
Parte de avi simulado ws.docx
 
Trabalho PP-A
Trabalho PP-ATrabalho PP-A
Trabalho PP-A
 
Simulado para-banca-anac-reg
Simulado para-banca-anac-regSimulado para-banca-anac-reg
Simulado para-banca-anac-reg
 
Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)
 
Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)Aula caldeiras (nr13)
Aula caldeiras (nr13)
 

Mais de Evanildo Leal

Sistema de oxigênio2
Sistema  de oxigênio2Sistema  de oxigênio2
Sistema de oxigênio2
Evanildo Leal
 
35 oxygen
35 oxygen35 oxygen
35 oxygen
Evanildo Leal
 
Sistema de oxigênio
Sistema de oxigênioSistema de oxigênio
Sistema de oxigênio
Evanildo Leal
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesEvanildo Leal
 
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.docHc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Evanildo Leal
 
Contexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.docContexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.doc
Evanildo Leal
 
Básico helicoptero
Básico helicopteroBásico helicoptero
Básico helicoptero
Evanildo Leal
 
Noções de eletricidade
Noções de eletricidadeNoções de eletricidade
Noções de eletricidade
Evanildo Leal
 
Eletricidade básica & motores e geradores gab
Eletricidade básica & motores e geradores   gabEletricidade básica & motores e geradores   gab
Eletricidade básica & motores e geradores gab
Evanildo Leal
 
Eletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabaritoEletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabarito
Evanildo Leal
 
Eletricidade 40 questoes
Eletricidade   40 questoesEletricidade   40 questoes
Eletricidade 40 questoes
Evanildo Leal
 
Atividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básicaAtividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básica
Evanildo Leal
 
Eletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradoresEletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradores
Evanildo Leal
 
07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao
Evanildo Leal
 
06 materiais eletricos
06 materiais eletricos06 materiais eletricos
06 materiais eletricos
Evanildo Leal
 
05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos
Evanildo Leal
 
04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor
Evanildo Leal
 
03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao
Evanildo Leal
 
02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo
Evanildo Leal
 
01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos
Evanildo Leal
 

Mais de Evanildo Leal (20)

Sistema de oxigênio2
Sistema  de oxigênio2Sistema  de oxigênio2
Sistema de oxigênio2
 
35 oxygen
35 oxygen35 oxygen
35 oxygen
 
Sistema de oxigênio
Sistema de oxigênioSistema de oxigênio
Sistema de oxigênio
 
Tabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidadesTabela de conversão de unidades
Tabela de conversão de unidades
 
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.docHc ttremdepouso lg30ago04.doc
Hc ttremdepouso lg30ago04.doc
 
Contexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.docContexto estruturas aprofundado.doc
Contexto estruturas aprofundado.doc
 
Básico helicoptero
Básico helicopteroBásico helicoptero
Básico helicoptero
 
Noções de eletricidade
Noções de eletricidadeNoções de eletricidade
Noções de eletricidade
 
Eletricidade básica & motores e geradores gab
Eletricidade básica & motores e geradores   gabEletricidade básica & motores e geradores   gab
Eletricidade básica & motores e geradores gab
 
Eletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabaritoEletricidade 02 gabarito
Eletricidade 02 gabarito
 
Eletricidade 40 questoes
Eletricidade   40 questoesEletricidade   40 questoes
Eletricidade 40 questoes
 
Atividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básicaAtividade de eletricidade básica
Atividade de eletricidade básica
 
Eletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradoresEletricidade básica & motores e geradores
Eletricidade básica & motores e geradores
 
07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao07 sist de partida e ignicao
07 sist de partida e ignicao
 
06 materiais eletricos
06 materiais eletricos06 materiais eletricos
06 materiais eletricos
 
05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos05 instrumentos diversos
05 instrumentos diversos
 
04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor04 instrumentos do motor
04 instrumentos do motor
 
03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao03 instrumentos de navegacao
03 instrumentos de navegacao
 
02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo02 instrumentos de voo
02 instrumentos de voo
 
01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos01 generalidades sobre instrumentos
01 generalidades sobre instrumentos
 

Último

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 

Teste de instrumentos

  • 1. TESTE DE INSTRUMENTOS CÉLULA 1- O instrumento que funciona com pressão estática é o: a- Turn bank b- Altímetro c- Velocímetro d- Horizonte artificial 2- O tubo de BOURDON é um componente que permite o funcionamento do: a- Climb b- Manômetro c- Altímetro d- Velocímetro 3- A medição de temperatura da cabeça do cilindro é feita por um termômetro do tipo: a- Elétrico b- De pressão c- De mercúrio d- Par termoelétrico 4- O componente do manômetro de pressão absoluta, sensível às variações de pressão absoluta, sensível as variações de pressão, denomina-se: a- Diagrama b- Tubo de Bourdon c- Cápsula aneróide d- Cápsula de Bourdon 5- No interior da cápsula aneróide de um altímetro existe: a- Um gás especial b- Ar c- Vácuo d- Vapor 6- Os manômetros de pressão absoluta são geralmente graduados em: a- in Hg b- kgf/cm c- PSI d- Libras 7- O altímetro funciona através da pressão: a- Estática e de impacto b- Dinâmica c- Dinâmica e de impacto d- Estática 8- O altímetro é um instrumento que mede na realidade a pressão do ar atmosférico externo. Portanto ele é um: a- Manômetro b- Barômetro c- Anemômetro d- Nenhuma das anteriores 9- Que acontece com o tubo de Bourdon quando aplicamos pressão: a- Distende-se b- Expande-se c- Se contrai d- Gira
  • 2. 10- No interior da cápsula sensível do velocímetro, é aplicada a pressão: a- Total b- Somente estática c- Estática menos a de impacto d- Somente a de impacto 11- No termômetro de pressão de vapor, o elemento sensível que movimenta o ponteiro de instrumento é: a- A cápsula aneróide b- A coluna de mercúrio c- O tubo de bourdon d- O par termoelétrico 12- Para medir temperaturas baixas como a do ar externo do avião, o termômetro mais indicado é do tipo: a- De mercúrio b- De par termoelétrico c- De pressão de vapor d- Elétrico 13- O altímetro é um instrumento: a- De navegação b- De vôo c- Do motor d- Do avião (isto é, do sistema) 14- Se um manômetro de pressão absoluta for elevado ao espaço, no fim da camada atmosférica da terra ele indicará: a- 29,92 in Hg b- 0 in Hg c- 760 in Hg d- Nenhuma das anteriores 15- No manômetro de pressão absoluta, qual é o elemento sensível a pressão: a- Cápsula aneróide b- Tubo de Bourdon c- Thermocouple d- Coluna de mercúrio 16- O manômetro do óleo lubrificante serve para medir a pressão: a- Absoluta b- Dinâmica c- Relativa d- Barométrica 17- Nos manômetros destinados a medir pressões muito elevadas, o elemento sensível é o tubo de Bourdon feito de: a- Bronze b- Aço c- Latão d- Cobre 18- O velocímetro funciona através da pressão: - a- Estática b- Barométrica c- De impacto d- Estática e de impacto
  • 3. 19- No exterior da cápsula aneróide do velocímetro atua a pressão: a- Dinâmica ou de impacto b- Estática c- Estática ou dinâmica d- A diferença entre as pressões estática e dinâmica 20- Para medir a temperatura através de um termômetro de pressão de vapor, coloca-se dentro do óleo um sensor de temperatura que contém no seu interior: a- Mercúrio b- Etileno – glicol c- Um liquido especial d- Água 21- Para medir temperaturas baixas com a do ar externo do avião, o termômetro mais indicado é o do tipo: a- De mercúrio b- De par termoelétrico c- De pressão de vapor d- Elétrico 22- Para medir altas temperaturas, o melhor tipo de termômetro é: a- De mercúrio b- De par termoelétrico c- De pressão de vapor d- Elétrico 23- O instrumento que mede o número de rotação por minuto do eixo de manivelas chama-se: a- Contagiros b- Anemômetro c- Dinamômetro d- Velocímetro 24- O funcionamento do tacômetro mecânico ou centrífugo, baseia-se na ação da força centrifuga sobre: a- Pistões hidráulicos b- Mecanismo especial c- Molas d- Contrapesos 25- Quando o ponteiro do termômetro mecânico de óleo atinge a faixa amarela do mostrador é preciso: a- Parar imediatamente o motor b- Esperar atingir a faixa vermelha e então parar c- Procurar baixar a temperatura do motor d- Acelerar levemente o motor 26- Nos aviões usam-se geralmente bússolas magnéticas com liquido e: a- Agulha b- Limbo fixo c- Limbo móvel d- Curso girante 27- As marcações existentes nos limbos das bússolas são: a- Graus angulares b- Pontos cardeais c- Graus angulares e pontos cardeais d- Nenhum dos acima 28- A válvula do fluxo é usada:
  • 4. a- Para controlar o combustível que passa pelo fluxomêtro b- Como elemento sensor da bússola de leitor remota c- Para manter constante o fluxo do ar no sistema de pressurização d- Para controlar a corrente de carga dínamo para a bateria 29- A finalidade do aquecimento do tubo de pitot é impedir o (a): a- Formação da água b- Queda da temperatura c- Formação de gelo d- Aumento de temperatura 30- O velocímetro fornece ao piloto a indicação de velocidade: a- Diferencial b- De giro dos motores c- Em relação ao solo d- Em relação ao ar atmosférico 31- Na aviação, a escala do indicar de velocidade é aferida, geralmente, em: a- Nós b- Pés c- Milhas náuticas d- Milhas terrestres 32- Em aeronaves, os instrumentos que utilizam cápsula aneróide são os: a- Altímetro b- Tubos de pitot c- Velocímetro d- Atmosférica 33- Um sistema giroscópico de aeronaves, geralmente, possui: a- Um eixo b- Três eixos c- Dois eixos d- Quatro eixos 34- O instrumento que possibilita ao piloto, efetuar curvas de precisão é o (a): a- Climb b- Turn and bank c- Giro horizont d- Diretional gyrd 35- Nos horizontes artificiais a esfera representa o (a): a- Rumo b- Inclinação das asas c- Horizonte d- Inclinação da aeronave 36- Das bússolas usadas em aeronaves, a mais usada é a: a- Dinâmica b- Estática c- Elétrica d- Magnética 37- Os dois métodos de compensação de bússolas são executados por intermédio da: a- Bateria e do alternador b- Caixa e da bússola padrão c- Rosas do vento e amplificador
  • 5. d- Rosas do vento e da bússola padrão 38- Os manômetros tem, geralmente, as escalas calibradas em: a- Pés por polegada quadrada b- Libras por polegadas quadradas c- Quilograma por polegada quadrada d- Quilograma força por polegada quadrada 39- Na marcação dos instrumentos, a cor vermelha indica os: a- Alcances transitórios b- Ajustamento do instrumento c- Alcance normal do instrumento d- Limites externos de utilização 40- Um instrumento deverá ser substituído sempre que: a- Houver falha na indicação b- Houver vazamento da linha c- O ponteiro atingir a faixa amarela d- O ponteiro atingir a faixa vermelha 41- O sistema do termômetro elétrico é composto por: – Fios de ligação,... a- Gerador e bulbo b- Compressor e gerador c- Indicador e bulbo d- Compressor e indicador 42- O termômetro elétrico utiliza uma ponte wheatstone, que é a associação de: a- Duas resistências b- Três resistências c- Quatro resistências d- Cinco resistências 43- Os indicadores de posições do flap acusam, geralmente, a: a- Correção do flap b- Posição do flap em graus c- Correção de limite d- Posição do flap em centímetros 44- A unidade de medida da corrente elétrica é: a- Volt b- Fluxo c- Ampére d- Watt 45- A temperatura de um corpo é de 150°C. Um termômetro de escala Fahrenheit indicará: a- 150° F b- 20° F c- 180° F d- 302° F 46- O zero absoluto corresponde na escala Celsius: a- -273° C b- 273° C c- 373° C d- 0° C 47- PSI é a designação de uma unidade de medida para grandeza física: a- Pressão b- Força c- Temperatura d- Volume
  • 6. 48- Na garganta de um venturi, a pressão estática de um fluido é, em relação a entrada: a- Igual b- Maior c- Menor d- Oscilante 49- A unidade de medida para força eletromotriz (f.e.m) é: a- Volt b- Supersônica c- Ampére d- Watt 50- As alternâncias produzidas numa freqüência de 60 HZ, são em numero de: a- 30 b- 60 c- 120 d- 240