SlideShare uma empresa Scribd logo
Teoria das finanças públicas
DOMINGUES, RONALD. Domingues Web Site (2001).
URL: http://www.domingues.f2s.com
De uma forma geral, a teoria das finanças públicas gira em torno da existência das falhas
de mercado que tornam necessária a presença do governo, o estudo das funções do governo,
da teoria da tributação e do gasto público.
As falhas de mercado: são fenômenos que impedem que a economia alcance o ótimo de
Pareto, ou seja, o estágio de welfare economics, ou estado de bem estar social através do
livre mercado, sem interferência do governo. São elas:
existência dos bens públicos: bens que são consumidos por diversas pessoas ao mesmo
tempo (ex. rua). Os bens públicos são de consumo indivisível e não excludente. Assim, uma
pessoa adquirindo um bem público não tira o direito de outra adquirí-lo também;
existência de monopólios naturais: monopólios que tendem a surgir devido ao ganho de
escala que o setor oferece (ex. água, elergia). O governo acaba sendo obrigado a assumir a
produção ou criar agências que impeçam a exploração dos consumidores;
as externalidades: uma fábrica pode poluir um rio e ao mesmo tempo gerar empregos.
Assim, a poluição é uma externalidade negativa porque causa danos ao meio ambiente e a
geração de empregos é uma externalidade positiva por aumentar o bem estar e diminuir a
criminalidade. O governo deverá agir no sentido de inibir atividades que causem
externalidades negativas e incentivar atividades causadoras de externalidades positivas;
desenvolvimento, emprego e estabilidade: principalmente em economias em
desenvolvimento a ação governamental é muito importante no sentido de gerar crescimento
econômico através de bancos de desenvolvimento, criar postos de trabalho e da buscar a
estabilidade econômica.
Funções do governo: um governo possui funções alocativas, distributivas e estabilizadoras.
função alocativa: relaciona-se à alocação de recursos por parte do governo a fim de oferecer
bens públicos (ex. rodovias, segurança), bens semi-públicos ou meritórios (ex. educação e
saúde), desenvolvimento (ex. construção de usinas), etc.;
função distributiva: é a redistribuição de rendas realizada através das transferências, dos
impostos e dos subsídios governamentais. Um bom exemplo é a destinação de parte dos
recursos provenientes de tributação ao serviço público de saúde, serviço o qual é mais
utilizado por indivíduos de menor renda.
função estabilizadora: é a aplicação das diversas políticas econômicas a fim de promover o
emprego, o desenvolvimento e a estabilidade, diante da incapacidade do mercado em
assegurar o atingimento de tais objetivos.
Teoria da tributação:
Pelo conceito da equidade, cada indivíduo deve contribuir com uma quantia "justa"; pelo
conceito da progressividade, as alíquotas devem aumentar à medida que são maiores os
níveis de renda dos contribuintes; pelo conceito da neutralidade, a tributação não deve
desestimular o consumo, produção e investimento; e, por fim, pelo conceito da
simplicidade, o cálculo, a cobrança e a fiscalização relativa aos tributos devem ser
simplicados a fim de reduzir custos administrativos.
Impostos são tributos cobrados cujo valor arrecadado não tem um fim específico. As
contribuições são tributos cujos recursos devem ser legalmente destinados a finalidades
pré-estabelecidas. Taxas são tributos para manutenção do funcionamento de um serviço
dirigido a uma comunidade de indivíduos.
O imposto de renda é uma tributação direta muito eficaz. Segundo dados históricos, o IRPF
tem apresendado características de progressividade ao longo do tempo. Infelizmente o IRPJ
não tem alcançado muito sucesso. Além de inibir a produção ele pode causar perda de
competitividade do produto nacional frente ao produto importado, pelo o que se observa. O
imposto sobre o patrimônio, como o IPTU e o IPVA, são de fácil cobrança e controle e
tendem a penalizar os indivíduos com maior poder aquisitivo. Entretanto, o IPTU, por
exemplo, é falho no momento em que o inquilino de um imóvel paga o imposto ou um
estabelecimento comercial encarece seus produtos, embutindo tal imposto nos preços. O
imposto sobre as vendas, embora muito utilizado, não é o mais indicado por questões de
progressividade. Além disso um bem com maior número de etapas de produção é mais
penalizado do que os demais.
Uma crítica constante aos impostos "em cascata" ou "cumulativos" são a conseqüente
inibição à integração vertical da produção e a perda de competitividade em termos
internacionais. Face a isso, grande importância tem sido dada ao imposto sobre o valor
adicionado (IVA) em diversas economias do planeta. Suas principais vantagens são a
neutralidade, a dificuldade de sonegação por concentrar a tributação no atacado, dentre
outras. Todavida, tal imposto permaneceria infringindo o conceito da progressividade,
como faz o atual ICMS.
O gasto público:
Embora muitos tem-se ouvido dizer sobre redução de gastos governamentais e redução do
"tamanho" do Estado, a sua participação na economia é de extrema importância, e inúmeras
são as funções desempenhadas. Fica difícil decidir onde serão feitos os cortes: se na saúde,
educação, defesa, policiamento, justiça ou, efim, no investimento econômico-social.
Temos observado um fenônemo de crescente participação do gasto público no PIB em
todas as principais economias mundiais. Esse fato é historicamente explicado pelo
envelhecimento da população e pelo processo de urbanização. É importane ressaltar que a
elevação do gasto público tem sido total ou parcialmente compensada com elevação
tributária, não causando grandes impactos no percentual da dívida dobre o produto interno.
voltar
© Copyright DOMINGUES WEB SITE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Princípios de estudo da economia
Princípios de estudo da economiaPrincípios de estudo da economia
Princípios de estudo da economia
Alzira Figueiredo
 
2002 Como se consolidam as desigualdades através do tempo
2002   Como se consolidam as desigualdades através do tempo2002   Como se consolidam as desigualdades através do tempo
2002 Como se consolidam as desigualdades através do tempo
GRAZIA TANTA
 
Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)
Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)
Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)
Raffaella Ergün
 
Financas publicas tr
Financas publicas trFinancas publicas tr
Financas publicas tr
Edna1977
 
Relações económicas com resto do mundo.
Relações económicas com resto do mundo.Relações económicas com resto do mundo.
Relações económicas com resto do mundo.
Susana Santos
 
O Setor Público
O Setor PúblicoO Setor Público
O Setor Público
Yuri Silver
 
Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...
Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...
Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...
A. Rui Teixeira Santos
 
Aulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii Capitulos
Aulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii CapitulosAulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii Capitulos
Aulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii Capitulos
Ngouabi Salvador
 
Financas publicas e o papel do estado
Financas publicas e o papel do estadoFinancas publicas e o papel do estado
Financas publicas e o papel do estado
Universidade Pedagogica
 
Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...
Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...
Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...
A. Rui Teixeira Santos
 
Texto 2 o setor público Economia Damásio
Texto 2   o setor público Economia DamásioTexto 2   o setor público Economia Damásio
Texto 2 o setor público Economia Damásio
Carlos Aster
 
Trabalho de economia - Setor Público
Trabalho de economia - Setor PúblicoTrabalho de economia - Setor Público
Trabalho de economia - Setor Público
Ismael Paulo Santos
 
Administração financeira e orçamentária pg176
Administração financeira e orçamentária pg176Administração financeira e orçamentária pg176
Administração financeira e orçamentária pg176
kisb1337
 
Um mundo desigual
Um mundo desigualUm mundo desigual
Um mundo desigual
Gustavo Silva de Souza
 
Política fiscal
Política fiscalPolítica fiscal
Política fiscal
Paulo Lima
 
Política fiscal e monetária
Política fiscal e monetáriaPolítica fiscal e monetária
Política fiscal e monetária
UsuarioManeiro
 
Principais instrumentos da política fiscal
Principais instrumentos da política fiscalPrincipais instrumentos da política fiscal
Principais instrumentos da política fiscal
refugiodosanjos
 
Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...
Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...
Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...
A. Rui Teixeira Santos
 
Sector Público - Manual Reduzido
Sector Público - Manual ReduzidoSector Público - Manual Reduzido
Sector Público - Manual Reduzido
batistapaulo7
 
18 ppt18 (1)
18 ppt18 (1)18 ppt18 (1)
18 ppt18 (1)
adelinofiaes
 

Mais procurados (20)

Princípios de estudo da economia
Princípios de estudo da economiaPrincípios de estudo da economia
Princípios de estudo da economia
 
2002 Como se consolidam as desigualdades através do tempo
2002   Como se consolidam as desigualdades através do tempo2002   Como se consolidam as desigualdades através do tempo
2002 Como se consolidam as desigualdades através do tempo
 
Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)
Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)
Resumos Economia A 11º ano (2ª parte)
 
Financas publicas tr
Financas publicas trFinancas publicas tr
Financas publicas tr
 
Relações económicas com resto do mundo.
Relações económicas com resto do mundo.Relações económicas com resto do mundo.
Relações económicas com resto do mundo.
 
O Setor Público
O Setor PúblicoO Setor Público
O Setor Público
 
Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...
Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...
Organização Pública e Privada do Desporto (Novembro de 2018) I Parte - Prof. ...
 
Aulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii Capitulos
Aulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii CapitulosAulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii Capitulos
Aulas De FinançAs PúBlicas I,Ii E Iii Capitulos
 
Financas publicas e o papel do estado
Financas publicas e o papel do estadoFinancas publicas e o papel do estado
Financas publicas e o papel do estado
 
Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...
Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...
Organização Pública e Privada do Desporto (Direito Público Desportivo) - 1ª a...
 
Texto 2 o setor público Economia Damásio
Texto 2   o setor público Economia DamásioTexto 2   o setor público Economia Damásio
Texto 2 o setor público Economia Damásio
 
Trabalho de economia - Setor Público
Trabalho de economia - Setor PúblicoTrabalho de economia - Setor Público
Trabalho de economia - Setor Público
 
Administração financeira e orçamentária pg176
Administração financeira e orçamentária pg176Administração financeira e orçamentária pg176
Administração financeira e orçamentária pg176
 
Um mundo desigual
Um mundo desigualUm mundo desigual
Um mundo desigual
 
Política fiscal
Política fiscalPolítica fiscal
Política fiscal
 
Política fiscal e monetária
Política fiscal e monetáriaPolítica fiscal e monetária
Política fiscal e monetária
 
Principais instrumentos da política fiscal
Principais instrumentos da política fiscalPrincipais instrumentos da política fiscal
Principais instrumentos da política fiscal
 
Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...
Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...
Caracterização das organizações da economia social em Portugal - Prof. Do...
 
Sector Público - Manual Reduzido
Sector Público - Manual ReduzidoSector Público - Manual Reduzido
Sector Público - Manual Reduzido
 
18 ppt18 (1)
18 ppt18 (1)18 ppt18 (1)
18 ppt18 (1)
 

Destaque

Tributação ótima. Isso existe?
Tributação ótima. Isso existe?Tributação ótima. Isso existe?
Tributação ótima. Isso existe?
berbone
 
Municípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno Coelho
Municípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno CoelhoMunicípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno Coelho
Municípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno Coelho
Esri Portugal
 
Palestra Nota Fiscal Eletrônica - ISS
Palestra Nota Fiscal Eletrônica - ISSPalestra Nota Fiscal Eletrônica - ISS
Palestra Nota Fiscal Eletrônica - ISS
Betha Sistemas
 
Comunicação Comunitária
Comunicação ComunitáriaComunicação Comunitária
Comunicação Comunitária
Karina Rocha
 
“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa
“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa
“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa
Editora Moderna
 
Arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFB
Arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFBArrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFB
Arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFB
Roberto Dias Duarte
 
Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...
Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...
Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...
berbone
 
Fontes de arrecadacao das receitas publicas
Fontes de arrecadacao das receitas publicasFontes de arrecadacao das receitas publicas
Fontes de arrecadacao das receitas publicas
Universidade Pedagogica
 
Comunicacao comunitaria mod1
Comunicacao comunitaria mod1Comunicacao comunitaria mod1
Comunicacao comunitaria mod1
Joanna Alimonda
 
A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...
A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...
A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...
CONGESP
 
Os 4 pilares da psicologia comunitária
Os 4 pilares da psicologia comunitáriaOs 4 pilares da psicologia comunitária
Os 4 pilares da psicologia comunitária
marcelydantasingrid
 
ISS - Imposto sobre Serviços
ISS - Imposto sobre ServiçosISS - Imposto sobre Serviços
ISS - Imposto sobre Serviços
Cláudio Colnago
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
Théo Ferreira
 
Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária    Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária
Angela Pereira de Farias
 
Orcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publicaOrcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publica
João Paulo Silvério
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
gcajusolmari
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
Lany Almeida
 
Aula 04 - Teoria Funcionalista
Aula 04 - Teoria FuncionalistaAula 04 - Teoria Funcionalista
Aula 04 - Teoria Funcionalista
Elizeu Nascimento Silva
 
Teoria funcionalista
Teoria funcionalistaTeoria funcionalista
Teoria funcionalista
rodcassio
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão Financeira
Cadernos PPT
 

Destaque (20)

Tributação ótima. Isso existe?
Tributação ótima. Isso existe?Tributação ótima. Isso existe?
Tributação ótima. Isso existe?
 
Municípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno Coelho
Municípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno CoelhoMunicípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno Coelho
Municípios e Munícipes: Una Transparência - Apresentação Nuno Coelho
 
Palestra Nota Fiscal Eletrônica - ISS
Palestra Nota Fiscal Eletrônica - ISSPalestra Nota Fiscal Eletrônica - ISS
Palestra Nota Fiscal Eletrônica - ISS
 
Comunicação Comunitária
Comunicação ComunitáriaComunicação Comunitária
Comunicação Comunitária
 
“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa
“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa
“Desafios da implementação de políticas para a educação cidadã” - Alessio Costa
 
Arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFB
Arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFBArrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFB
Arrecadação dos impostos e contribuições administrados pela RFB
 
Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...
Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...
Avaliação da arrecadação dos principais impostos estaduais - ICMS E IPVA - em...
 
Fontes de arrecadacao das receitas publicas
Fontes de arrecadacao das receitas publicasFontes de arrecadacao das receitas publicas
Fontes de arrecadacao das receitas publicas
 
Comunicacao comunitaria mod1
Comunicacao comunitaria mod1Comunicacao comunitaria mod1
Comunicacao comunitaria mod1
 
A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...
A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...
A importância e a obrigatoriedade de procedimentos eficazes na arrecadação da...
 
Os 4 pilares da psicologia comunitária
Os 4 pilares da psicologia comunitáriaOs 4 pilares da psicologia comunitária
Os 4 pilares da psicologia comunitária
 
ISS - Imposto sobre Serviços
ISS - Imposto sobre ServiçosISS - Imposto sobre Serviços
ISS - Imposto sobre Serviços
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária    Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária
 
Orcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publicaOrcamento e contabilidade publica
Orcamento e contabilidade publica
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Aula 04 - Teoria Funcionalista
Aula 04 - Teoria FuncionalistaAula 04 - Teoria Funcionalista
Aula 04 - Teoria Funcionalista
 
Teoria funcionalista
Teoria funcionalistaTeoria funcionalista
Teoria funcionalista
 
Gestão Financeira
Gestão FinanceiraGestão Financeira
Gestão Financeira
 

Semelhante a Teoria das finanças públicas

Privatização das funções do Estado (Universidade de Coimbra 2013) Professor...
Privatização das funções do Estado   (Universidade de Coimbra 2013) Professor...Privatização das funções do Estado   (Universidade de Coimbra 2013) Professor...
Privatização das funções do Estado (Universidade de Coimbra 2013) Professor...
A. Rui Teixeira Santos
 
Para que servem os impostos
Para que servem os impostosPara que servem os impostos
Para que servem os impostos
Mara Milan
 
Slides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.ppt
Slides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.ppt
Slides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.ppt
Roxane Dias
 
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.pptCN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
DaianaBritez2
 
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.pptCN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
Diego Palmiere
 
Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...
Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...
Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...
A. Rui Teixeira Santos
 
Limitações da Contabilidade Nacional
Limitações da Contabilidade NacionalLimitações da Contabilidade Nacional
Limitações da Contabilidade Nacional
duartealbuquerque
 
Trabalho final individual hosana fritschy
Trabalho final individual hosana fritschyTrabalho final individual hosana fritschy
Trabalho final individual hosana fritschy
HosanaFritschy
 
Trabalho Final Individual Hosana Fritschy
Trabalho Final Individual Hosana FritschyTrabalho Final Individual Hosana Fritschy
Trabalho Final Individual Hosana Fritschy
HosanaFritschy
 
Tarefa final individual hosana fritschy
Tarefa final individual hosana fritschyTarefa final individual hosana fritschy
Tarefa final individual hosana fritschy
HosanaFritschy
 
Os custos tributários impactam o crescimento econômico?
Os custos tributários impactam o crescimento econômico?Os custos tributários impactam o crescimento econômico?
Os custos tributários impactam o crescimento econômico?
berbone
 
RESUMO ECONOMIA.docx
RESUMO ECONOMIA.docxRESUMO ECONOMIA.docx
RESUMO ECONOMIA.docx
VitriaPavan
 
As Funções do setor Público de uma Economia
As Funções do setor Público de uma EconomiaAs Funções do setor Público de uma Economia
As Funções do setor Público de uma Economia
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
AULA 1 e 2.pdf
AULA 1 e 2.pdfAULA 1 e 2.pdf
AULA 1 e 2.pdf
GibrildeAmilay
 
1 financas-publicas-questoes-versao-1
1 financas-publicas-questoes-versao-11 financas-publicas-questoes-versao-1
1 financas-publicas-questoes-versao-1
Artur Paulo
 
Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13
Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13
Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13
Fabio Santiago
 
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
Deputado Paulo Rubem - PDT
 
DESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUE
DESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUEDESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUE
DESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUE
Faudo Mussa
 
A importancia das_financas_publicas_un1
A importancia das_financas_publicas_un1A importancia das_financas_publicas_un1
A importancia das_financas_publicas_un1
James Sato
 
O Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vida
O Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vidaO Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vida
O Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vida
GRAZIA TANTA
 

Semelhante a Teoria das finanças públicas (20)

Privatização das funções do Estado (Universidade de Coimbra 2013) Professor...
Privatização das funções do Estado   (Universidade de Coimbra 2013) Professor...Privatização das funções do Estado   (Universidade de Coimbra 2013) Professor...
Privatização das funções do Estado (Universidade de Coimbra 2013) Professor...
 
Para que servem os impostos
Para que servem os impostosPara que servem os impostos
Para que servem os impostos
 
Slides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.ppt
Slides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.ppt
Slides Aula 9.pptSlides Aula 9.pptSlides Aula 9.ppt
 
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.pptCN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
 
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.pptCN S7 CAP 7 AS APU.ppt
CN S7 CAP 7 AS APU.ppt
 
Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...
Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...
Organização pública e privada do desporto 1 parte (30OUT2021) PROFESSOR DOU...
 
Limitações da Contabilidade Nacional
Limitações da Contabilidade NacionalLimitações da Contabilidade Nacional
Limitações da Contabilidade Nacional
 
Trabalho final individual hosana fritschy
Trabalho final individual hosana fritschyTrabalho final individual hosana fritschy
Trabalho final individual hosana fritschy
 
Trabalho Final Individual Hosana Fritschy
Trabalho Final Individual Hosana FritschyTrabalho Final Individual Hosana Fritschy
Trabalho Final Individual Hosana Fritschy
 
Tarefa final individual hosana fritschy
Tarefa final individual hosana fritschyTarefa final individual hosana fritschy
Tarefa final individual hosana fritschy
 
Os custos tributários impactam o crescimento econômico?
Os custos tributários impactam o crescimento econômico?Os custos tributários impactam o crescimento econômico?
Os custos tributários impactam o crescimento econômico?
 
RESUMO ECONOMIA.docx
RESUMO ECONOMIA.docxRESUMO ECONOMIA.docx
RESUMO ECONOMIA.docx
 
As Funções do setor Público de uma Economia
As Funções do setor Público de uma EconomiaAs Funções do setor Público de uma Economia
As Funções do setor Público de uma Economia
 
AULA 1 e 2.pdf
AULA 1 e 2.pdfAULA 1 e 2.pdf
AULA 1 e 2.pdf
 
1 financas-publicas-questoes-versao-1
1 financas-publicas-questoes-versao-11 financas-publicas-questoes-versao-1
1 financas-publicas-questoes-versao-1
 
Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13
Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13
Apostila de-economia-do-setor-publico-teoria-e-exercicios-versao-13
 
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
 
DESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUE
DESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUEDESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUE
DESPESA PUBLICA EM MOCAMBIQUE
 
A importancia das_financas_publicas_un1
A importancia das_financas_publicas_un1A importancia das_financas_publicas_un1
A importancia das_financas_publicas_un1
 
O Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vida
O Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vidaO Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vida
O Pib, o Imi e outros modos de mercantilização da vida
 

Mais de lucasjatem

Matemática financeira.
Matemática financeira.Matemática financeira.
Matemática financeira.
lucasjatem
 
Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.
Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.
Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.
lucasjatem
 
Direito Ambiental esquematizado
Direito Ambiental  esquematizadoDireito Ambiental  esquematizado
Direito Ambiental esquematizado
lucasjatem
 
120 pegadinhas lingua portuguesa
120 pegadinhas lingua portuguesa120 pegadinhas lingua portuguesa
120 pegadinhas lingua portuguesa
lucasjatem
 
Juros simples
Juros simplesJuros simples
Juros simples
lucasjatem
 
Juros Simples
Juros SimplesJuros Simples
Juros Simples
lucasjatem
 
Matemática Financeira
Matemática FinanceiraMatemática Financeira
Matemática Financeira
lucasjatem
 
Keynesianismo
KeynesianismoKeynesianismo
Keynesianismo
lucasjatem
 
Síntese histórica da macroeconomia
Síntese histórica da macroeconomiaSíntese histórica da macroeconomia
Síntese histórica da macroeconomia
lucasjatem
 
Arquivologia2
Arquivologia2Arquivologia2
Arquivologia2
lucasjatem
 
Arquivologia1
Arquivologia1Arquivologia1
Arquivologia1
lucasjatem
 
Administração de recursos materiais
Administração de recursos materiaisAdministração de recursos materiais
Administração de recursos materiais
lucasjatem
 
Raciocínio lógico para concurso
Raciocínio lógico para concursoRaciocínio lógico para concurso
Raciocínio lógico para concursolucasjatem
 
Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1
lucasjatem
 
Fundamentos de contabilidade 2
Fundamentos de contabilidade 2Fundamentos de contabilidade 2
Fundamentos de contabilidade 2
lucasjatem
 
Resumo esquemático da lei 8112
Resumo esquemático da lei 8112Resumo esquemático da lei 8112
Resumo esquemático da lei 8112
lucasjatem
 
Regime juridico unico
Regime juridico unicoRegime juridico unico
Regime juridico unico
lucasjatem
 
Questões+8.112 90+cespe
Questões+8.112 90+cespeQuestões+8.112 90+cespe
Questões+8.112 90+cespe
lucasjatem
 
Questoes da lei_8.112
Questoes da lei_8.112Questoes da lei_8.112
Questoes da lei_8.112
lucasjatem
 
Exercicios rju
Exercicios rjuExercicios rju
Exercicios rju
lucasjatem
 

Mais de lucasjatem (20)

Matemática financeira.
Matemática financeira.Matemática financeira.
Matemática financeira.
 
Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.
Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.
Manual de procedimentos de protocolo, expedição e arquivo.
 
Direito Ambiental esquematizado
Direito Ambiental  esquematizadoDireito Ambiental  esquematizado
Direito Ambiental esquematizado
 
120 pegadinhas lingua portuguesa
120 pegadinhas lingua portuguesa120 pegadinhas lingua portuguesa
120 pegadinhas lingua portuguesa
 
Juros simples
Juros simplesJuros simples
Juros simples
 
Juros Simples
Juros SimplesJuros Simples
Juros Simples
 
Matemática Financeira
Matemática FinanceiraMatemática Financeira
Matemática Financeira
 
Keynesianismo
KeynesianismoKeynesianismo
Keynesianismo
 
Síntese histórica da macroeconomia
Síntese histórica da macroeconomiaSíntese histórica da macroeconomia
Síntese histórica da macroeconomia
 
Arquivologia2
Arquivologia2Arquivologia2
Arquivologia2
 
Arquivologia1
Arquivologia1Arquivologia1
Arquivologia1
 
Administração de recursos materiais
Administração de recursos materiaisAdministração de recursos materiais
Administração de recursos materiais
 
Raciocínio lógico para concurso
Raciocínio lógico para concursoRaciocínio lógico para concurso
Raciocínio lógico para concurso
 
Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1Fundamentos de contabilidade 1
Fundamentos de contabilidade 1
 
Fundamentos de contabilidade 2
Fundamentos de contabilidade 2Fundamentos de contabilidade 2
Fundamentos de contabilidade 2
 
Resumo esquemático da lei 8112
Resumo esquemático da lei 8112Resumo esquemático da lei 8112
Resumo esquemático da lei 8112
 
Regime juridico unico
Regime juridico unicoRegime juridico unico
Regime juridico unico
 
Questões+8.112 90+cespe
Questões+8.112 90+cespeQuestões+8.112 90+cespe
Questões+8.112 90+cespe
 
Questoes da lei_8.112
Questoes da lei_8.112Questoes da lei_8.112
Questoes da lei_8.112
 
Exercicios rju
Exercicios rjuExercicios rju
Exercicios rju
 

Teoria das finanças públicas

  • 1. Teoria das finanças públicas DOMINGUES, RONALD. Domingues Web Site (2001). URL: http://www.domingues.f2s.com De uma forma geral, a teoria das finanças públicas gira em torno da existência das falhas de mercado que tornam necessária a presença do governo, o estudo das funções do governo, da teoria da tributação e do gasto público. As falhas de mercado: são fenômenos que impedem que a economia alcance o ótimo de Pareto, ou seja, o estágio de welfare economics, ou estado de bem estar social através do livre mercado, sem interferência do governo. São elas: existência dos bens públicos: bens que são consumidos por diversas pessoas ao mesmo tempo (ex. rua). Os bens públicos são de consumo indivisível e não excludente. Assim, uma pessoa adquirindo um bem público não tira o direito de outra adquirí-lo também; existência de monopólios naturais: monopólios que tendem a surgir devido ao ganho de escala que o setor oferece (ex. água, elergia). O governo acaba sendo obrigado a assumir a produção ou criar agências que impeçam a exploração dos consumidores; as externalidades: uma fábrica pode poluir um rio e ao mesmo tempo gerar empregos. Assim, a poluição é uma externalidade negativa porque causa danos ao meio ambiente e a geração de empregos é uma externalidade positiva por aumentar o bem estar e diminuir a criminalidade. O governo deverá agir no sentido de inibir atividades que causem externalidades negativas e incentivar atividades causadoras de externalidades positivas; desenvolvimento, emprego e estabilidade: principalmente em economias em desenvolvimento a ação governamental é muito importante no sentido de gerar crescimento econômico através de bancos de desenvolvimento, criar postos de trabalho e da buscar a estabilidade econômica. Funções do governo: um governo possui funções alocativas, distributivas e estabilizadoras. função alocativa: relaciona-se à alocação de recursos por parte do governo a fim de oferecer bens públicos (ex. rodovias, segurança), bens semi-públicos ou meritórios (ex. educação e saúde), desenvolvimento (ex. construção de usinas), etc.; função distributiva: é a redistribuição de rendas realizada através das transferências, dos impostos e dos subsídios governamentais. Um bom exemplo é a destinação de parte dos recursos provenientes de tributação ao serviço público de saúde, serviço o qual é mais utilizado por indivíduos de menor renda. função estabilizadora: é a aplicação das diversas políticas econômicas a fim de promover o emprego, o desenvolvimento e a estabilidade, diante da incapacidade do mercado em assegurar o atingimento de tais objetivos. Teoria da tributação: Pelo conceito da equidade, cada indivíduo deve contribuir com uma quantia "justa"; pelo conceito da progressividade, as alíquotas devem aumentar à medida que são maiores os níveis de renda dos contribuintes; pelo conceito da neutralidade, a tributação não deve
  • 2. desestimular o consumo, produção e investimento; e, por fim, pelo conceito da simplicidade, o cálculo, a cobrança e a fiscalização relativa aos tributos devem ser simplicados a fim de reduzir custos administrativos. Impostos são tributos cobrados cujo valor arrecadado não tem um fim específico. As contribuições são tributos cujos recursos devem ser legalmente destinados a finalidades pré-estabelecidas. Taxas são tributos para manutenção do funcionamento de um serviço dirigido a uma comunidade de indivíduos. O imposto de renda é uma tributação direta muito eficaz. Segundo dados históricos, o IRPF tem apresendado características de progressividade ao longo do tempo. Infelizmente o IRPJ não tem alcançado muito sucesso. Além de inibir a produção ele pode causar perda de competitividade do produto nacional frente ao produto importado, pelo o que se observa. O imposto sobre o patrimônio, como o IPTU e o IPVA, são de fácil cobrança e controle e tendem a penalizar os indivíduos com maior poder aquisitivo. Entretanto, o IPTU, por exemplo, é falho no momento em que o inquilino de um imóvel paga o imposto ou um estabelecimento comercial encarece seus produtos, embutindo tal imposto nos preços. O imposto sobre as vendas, embora muito utilizado, não é o mais indicado por questões de progressividade. Além disso um bem com maior número de etapas de produção é mais penalizado do que os demais. Uma crítica constante aos impostos "em cascata" ou "cumulativos" são a conseqüente inibição à integração vertical da produção e a perda de competitividade em termos internacionais. Face a isso, grande importância tem sido dada ao imposto sobre o valor adicionado (IVA) em diversas economias do planeta. Suas principais vantagens são a neutralidade, a dificuldade de sonegação por concentrar a tributação no atacado, dentre outras. Todavida, tal imposto permaneceria infringindo o conceito da progressividade, como faz o atual ICMS. O gasto público: Embora muitos tem-se ouvido dizer sobre redução de gastos governamentais e redução do "tamanho" do Estado, a sua participação na economia é de extrema importância, e inúmeras são as funções desempenhadas. Fica difícil decidir onde serão feitos os cortes: se na saúde, educação, defesa, policiamento, justiça ou, efim, no investimento econômico-social. Temos observado um fenônemo de crescente participação do gasto público no PIB em todas as principais economias mundiais. Esse fato é historicamente explicado pelo envelhecimento da população e pelo processo de urbanização. É importane ressaltar que a elevação do gasto público tem sido total ou parcialmente compensada com elevação tributária, não causando grandes impactos no percentual da dívida dobre o produto interno. voltar © Copyright DOMINGUES WEB SITE