SlideShare uma empresa Scribd logo
Tecnologias de transmissão e topologias de rede
REDE ETHERNET
É uma topologia de rede local, utiliza num método de cablagem que liga
   dispositivos na Ethernet e os standards
   obedece a regras que regulam essa comunicação.
Os dispositivos ethernet ligam-se a um meio físico comum, que fornece um
   caminho através do qual os sinais eléctricos circulam, normalmente fios de
   cobre ( pares trançados e fibra óptica).
Ao meio físico partilhado dá-se o nome de segmento Ethernet e os dispositivos
   ligados a ele designam-se por nós.
CONSTITUIÇÃO DA FRAME ETHERNET
•   Preâmbulo- 7 bytes ou 56 bits necessários para o sincronismo.
•   SFD- byte que indica o inicio do frame dado pela sequência 101010101
•   MAC de Destino- endereço MAC (6 bytes) da estação á qual se destina o
    frame
•   MAC de Origem- endereço MAC da estação que enviou o frame
•   Tamanho/tipo- se o valor for = 1500 indica o tamanho total do campo de
    dados , se 1500 indica o tipo (IPv4, IPX, etc). Ocupa 2 bytes do frame
    Ethernet.
•   Dados- mínimo de 46 bytes e máximo de 1500 bytes. A informação que está
    a ser transmitida for maior que 1500 é repartida por fragmentos e
    reconstruida no final .
•   FCS – (frame check Sequence) de 32 bytes para verificação de erros.
TOKEN-RING
Esta tecnologia é baseada numa topologia em anel e foi desenvolvida pela IBM.
Pode operar a 4 mbps ou 16 mbps e tem um limite de 260 estações.
Quando usado o cabo STP 100 metros.
No mínimo cada estação terá de estar distanciada pelo menos 2,5 metros da
   outra
METEDOS DE ACESSO
O controlo de acesso ao meio faz-se através de um token .
Este quando capturado por uma estação, concede acesso exclusivo ao
   meio, razão pela qual nunca há lugar a colisões.
O tempo token que o. token permanence em cada nó é limitado
Quando uma estação quer transmitir espera a passagem do token livre a
   captura para ter acesso ao meio e altera os bits de controlo adicionam-
   lhe dados .
O frame passa a circular no anel em direcção ao destino.
As estações que se encontrarem entre a de origem e a de destino apenas
   copiam de novo a mensagem e voltam a colocar no meio para a estação
   seguinte.
Quando o frame chegar de novo á estação de origem é capturado sendo
   posteriormente destruído e libertado um novo token .
CONSTITUIÇÃO
•   SD- Starting Delimiter de 8 bits indica o inicio do frame.
•   AC- Access Control de 8 bits trata de um token ou de um frame de dado
    e indica igualmente a prioridade do frame.
•   FC- Frame check sequence de 6 bits para controlar e 2 bits que indicam
    o tipo de transmissão.
•   MAC de destino- endereço MAC de 6 bytes da estão á qual se destina o
    frame.
•   MAC de origem- endereço MAC da estação que enviou o frame.
•   Dados (4Mbps) minimo de 64 bytes e maximo de 4192 .
•   FCS- Frame check sequence de 32 bits tarta da verificação de erros.
•   ED- Enddending Delimiterde 8 bits que indica o final do frame.
•   FS- Frame status de 8 bits que indicam se o frame foi ou não lido.
FDDI
Tecnologia que permite suportar 500 estações numa distancia maxima de
   100Km , utiliza os cabos UTP,STP e FO. Permite que as estações se
   encontremnuma distancia maxima de 2Km uma da outra. Nos nós de
   rede encontram-se estações ou concentradores que podem estar
   ligados a um ou dois anéis dependendo do tipo de nó .
Existem 4 tipos de nós que são :
  • SAS – Single Attachament station de classe B;
  • DAS – dual attachament station de classe A ;
  • SAC- single attachament Concentrator de classe B ;
  • DAC – Dual attachament Concentrador de classe A .
TOPOLOGIA DE REDE
Estrela:
  Todos os equipamentos de rede ligam-se através de um dispositivo central
  normalmente um Hub/Switch. Utiliza os cabos : UTP/STP, e cabos de pares
  trançados.
  É mais utilizado nas redes locais (LAN);
  Como usa um equipamento de ligação entre os computadores o cabo utilizado
  tem de ser maior.
  Numero limitado de portas.
  Tem como vantagem a fiabilidade e a velocidade, mas se o dispositivo avariar
  toda a rede fica sem funcionar.
Barramento:
  Todos os equipamentos estao ligados apenas pelo um único canal.
  É utilizado em LAN pois necessiota de pouco equipamento e as ligações são
  fáceis de configuar.
  Deixou de ser utilizado pela sua pouca velocidade.
  O terminador refere-se a um equipamento que garante a comunicação.
Árvore:
  Existem vários equipamentos de ligação que ligam os vários dispositivos
  numa estrutura de árvore.
  Usam switchs,hubs e routers.
  Cada switch,hub liga-se á vários computadores na sua propia zona criando
  LANs .
  A sua vantagem é o facto é em caso de avaria permitir detectar o sitio onde se
  deu o erro.
Malha:
  Utilizada em rede WAN , os dispositivos ligam-se entre si .
  A sua vantagem é que reside na possiblidade de existirem vários caminhos
  disponiveis para atingir um destino.
  A sua desvantagem é a grande complexidade da rede e o preço dos
  equipamentos ( routers).
Anel:
  Os diversos equipamentos encontram-se ligados entre si formando um anel
  fechado.
  É usado em LAN, CAM e MAN.
  Consiste em ligar os computadores em anel evitando colisões.
  A sua desvantagem é a fiabilidade . E se um cabo de danificar os pc’s deixam
  de estar ligados á rede.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LANRedes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Mauro Tapajós
 
Topologia de Redes
Topologia de RedesTopologia de Redes
Topologia de Redes
Breno Damasceno
 
tipologias de rede
tipologias de redetipologias de rede
tipologias de rede
Kaska Lucas
 
Tecnologias De Redes De Computadores
Tecnologias De Redes De ComputadoresTecnologias De Redes De Computadores
Tecnologias De Redes De Computadores
Matheus
 
Tipologias de rede
Tipologias de redeTipologias de rede
Tipologias de rede
FrogFAT
 
06 topologias de rede
06   topologias de rede06   topologias de rede
06 topologias de rede
jettaboris
 
Topologia de redes
Topologia de redesTopologia de redes
Topologia de redes
Luis Fiuza
 
Topologia modelo arvore
Topologia modelo arvoreTopologia modelo arvore
Topologia modelo arvore
Felipe Weizenmann
 
Topologias de redes
Topologias de redesTopologias de redes
Topologias de redes
Flashplaneta
 
Conexoes de rede topologias
Conexoes de rede  topologiasConexoes de rede  topologias
Conexoes de rede topologias
Sara Gonçalves
 
Topologia fisica barramento
Topologia fisica barramentoTopologia fisica barramento
Topologia fisica barramento
2lindos
 
Topologia de Redes
Topologia de RedesTopologia de Redes
Topologia de Redes
Fernando de Sá
 
Topologia de Rede Anel
Topologia de Rede AnelTopologia de Rede Anel
Topologia de Rede Anel
João de Oliveira
 
Rede cabeada
Rede cabeadaRede cabeada
Padrão ethernet
Padrão ethernetPadrão ethernet
Padrão ethernet
Leandro Silva
 
Aula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-rede
Aula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-redeAula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-rede
Aula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-rede
Edgar Brito
 
Topologias De Rede
Topologias De RedeTopologias De Rede
Topologias De Rede
cats493
 
Topologias Físicas De Redes
Topologias Físicas De RedesTopologias Físicas De Redes
Topologias Físicas De Redes
andregodinho
 
Rede Cabeada
Rede CabeadaRede Cabeada
Rede Cabeada
Jorge Abdalla
 
Julia aula mestrado equipamentos de rede
Julia aula mestrado equipamentos de redeJulia aula mestrado equipamentos de rede
Julia aula mestrado equipamentos de rede
Ana Julia F Alves Ferreira
 

Mais procurados (20)

Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LANRedes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
 
Topologia de Redes
Topologia de RedesTopologia de Redes
Topologia de Redes
 
tipologias de rede
tipologias de redetipologias de rede
tipologias de rede
 
Tecnologias De Redes De Computadores
Tecnologias De Redes De ComputadoresTecnologias De Redes De Computadores
Tecnologias De Redes De Computadores
 
Tipologias de rede
Tipologias de redeTipologias de rede
Tipologias de rede
 
06 topologias de rede
06   topologias de rede06   topologias de rede
06 topologias de rede
 
Topologia de redes
Topologia de redesTopologia de redes
Topologia de redes
 
Topologia modelo arvore
Topologia modelo arvoreTopologia modelo arvore
Topologia modelo arvore
 
Topologias de redes
Topologias de redesTopologias de redes
Topologias de redes
 
Conexoes de rede topologias
Conexoes de rede  topologiasConexoes de rede  topologias
Conexoes de rede topologias
 
Topologia fisica barramento
Topologia fisica barramentoTopologia fisica barramento
Topologia fisica barramento
 
Topologia de Redes
Topologia de RedesTopologia de Redes
Topologia de Redes
 
Topologia de Rede Anel
Topologia de Rede AnelTopologia de Rede Anel
Topologia de Rede Anel
 
Rede cabeada
Rede cabeadaRede cabeada
Rede cabeada
 
Padrão ethernet
Padrão ethernetPadrão ethernet
Padrão ethernet
 
Aula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-rede
Aula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-redeAula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-rede
Aula 03-introducao-a-redes-e-protocolos-arquitetura-e-topologia-de-rede
 
Topologias De Rede
Topologias De RedeTopologias De Rede
Topologias De Rede
 
Topologias Físicas De Redes
Topologias Físicas De RedesTopologias Físicas De Redes
Topologias Físicas De Redes
 
Rede Cabeada
Rede CabeadaRede Cabeada
Rede Cabeada
 
Julia aula mestrado equipamentos de rede
Julia aula mestrado equipamentos de redeJulia aula mestrado equipamentos de rede
Julia aula mestrado equipamentos de rede
 

Destaque

Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
Luis Ferreira
 
Rct 17 - camada de rede - endereçamento ip
Rct   17 - camada de rede - endereçamento ipRct   17 - camada de rede - endereçamento ip
Rct 17 - camada de rede - endereçamento ip
Universal.org.mx
 
Meios fisicos de transmissao
Meios fisicos de transmissaoMeios fisicos de transmissao
Meios fisicos de transmissao
milanvassaramo
 
Redes - Camada de Inter-Redes
Redes - Camada de Inter-RedesRedes - Camada de Inter-Redes
Redes - Camada de Inter-Redes
Luiz Arthur
 
Meios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissãoMeios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissão
Curse10
 
Meios fisicos de transmissão
Meios fisicos de transmissãoMeios fisicos de transmissão
Meios fisicos de transmissão
Baguiasri
 
Tecnologia adsl
Tecnologia adslTecnologia adsl
Tecnologia adsl
Reinaldo Cardoso
 
10 Tipologia de processos
10 Tipologia de processos10 Tipologia de processos
10 Tipologia de processos
Marcel Gois
 
Meios de transmissao
Meios de transmissaoMeios de transmissao
Meios de transmissao
Nikoameer
 
Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02
Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02
Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02
Carlos Veiga
 
Meios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissãoMeios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissão
Marco Martins
 
2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo
2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo
2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo
Marcel Gois
 
Aula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieeeAula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieee
Tiago Tda
 
Unidade iv evolução da comunicação-de-dados
Unidade iv   evolução da comunicação-de-dadosUnidade iv   evolução da comunicação-de-dados
Unidade iv evolução da comunicação-de-dados
Daniel Moura
 
Passo a passo aquisição de solução em radiocomunicação digital
Passo a passo  aquisição de solução em radiocomunicação digital Passo a passo  aquisição de solução em radiocomunicação digital
Passo a passo aquisição de solução em radiocomunicação digital
Dane Avanzi .'.
 
Rc V1
Rc V1Rc V1
Comunicaçao de dados
Comunicaçao de dados Comunicaçao de dados
Comunicaçao de dados
bernardo4
 
A evolução da informática
A evolução da informáticaA evolução da informática
A evolução da informática
Marcos Paulo
 
Código Morse
Código MorseCódigo Morse
Código Morse
Sanclé Porchéra
 
Ze E Jorge
Ze E JorgeZe E Jorge
Ze E Jorge
Zepedrosa
 

Destaque (20)

Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
 
Rct 17 - camada de rede - endereçamento ip
Rct   17 - camada de rede - endereçamento ipRct   17 - camada de rede - endereçamento ip
Rct 17 - camada de rede - endereçamento ip
 
Meios fisicos de transmissao
Meios fisicos de transmissaoMeios fisicos de transmissao
Meios fisicos de transmissao
 
Redes - Camada de Inter-Redes
Redes - Camada de Inter-RedesRedes - Camada de Inter-Redes
Redes - Camada de Inter-Redes
 
Meios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissãoMeios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissão
 
Meios fisicos de transmissão
Meios fisicos de transmissãoMeios fisicos de transmissão
Meios fisicos de transmissão
 
Tecnologia adsl
Tecnologia adslTecnologia adsl
Tecnologia adsl
 
10 Tipologia de processos
10 Tipologia de processos10 Tipologia de processos
10 Tipologia de processos
 
Meios de transmissao
Meios de transmissaoMeios de transmissao
Meios de transmissao
 
Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02
Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02
Aula05 - cabeamento estruturado - parte 02
 
Meios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissãoMeios físicos de transmissão
Meios físicos de transmissão
 
2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo
2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo
2 Aula - Diferença Processo Operação - Análise de Processo
 
Aula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieeeAula04 padrões ieee
Aula04 padrões ieee
 
Unidade iv evolução da comunicação-de-dados
Unidade iv   evolução da comunicação-de-dadosUnidade iv   evolução da comunicação-de-dados
Unidade iv evolução da comunicação-de-dados
 
Passo a passo aquisição de solução em radiocomunicação digital
Passo a passo  aquisição de solução em radiocomunicação digital Passo a passo  aquisição de solução em radiocomunicação digital
Passo a passo aquisição de solução em radiocomunicação digital
 
Rc V1
Rc V1Rc V1
Rc V1
 
Comunicaçao de dados
Comunicaçao de dados Comunicaçao de dados
Comunicaçao de dados
 
A evolução da informática
A evolução da informáticaA evolução da informática
A evolução da informática
 
Código Morse
Código MorseCódigo Morse
Código Morse
 
Ze E Jorge
Ze E JorgeZe E Jorge
Ze E Jorge
 

Semelhante a Tecnologias de transmissão e topologias de rede

Capitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lan
Capitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lanCapitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lan
Capitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lan
Portal_do_Estudante_Redes
 
Ethernet
EthernetEthernet
Módulo 03 sistema de cabos
Módulo 03   sistema de cabosMódulo 03   sistema de cabos
Módulo 03 sistema de cabos
Marília Simões
 
5393 redes
5393 redes5393 redes
5393 redes
Arkstra
 
Redes 4
Redes 4Redes 4
5393 redes
5393 redes5393 redes
5393 redes
Cassio Kappes
 
Redes - Camada de Enlace de Dados
Redes - Camada de Enlace de DadosRedes - Camada de Enlace de Dados
Redes - Camada de Enlace de Dados
Tiago Antônio da Silva
 
Aula 8 rede
Aula 8   redeAula 8   rede
Aula 8 rede
alex_it
 
ARCnet.pdf
ARCnet.pdfARCnet.pdf
ARCnet.pdf
fsdf31
 
Lan token fddi_switching
Lan token fddi_switchingLan token fddi_switching
Lan token fddi_switching
Guillhermm Almmeida Zenni
 
Redes
RedesRedes
Redes ppgcc-2006-4 3
Redes ppgcc-2006-4 3Redes ppgcc-2006-4 3
Redes ppgcc-2006-4 3
guestb0b74ed
 
Glossario ethernet baumier v1
Glossario ethernet baumier   v1Glossario ethernet baumier   v1
Glossario ethernet baumier v1
Mersao52
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
redesinforma
 
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
Andre Peres
 
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
Equipamentos ativos de rede trabalho
Equipamentos ativos de rede trabalhoEquipamentos ativos de rede trabalho
Equipamentos ativos de rede trabalho
Gustavo Fernandes
 
Unidade 2.2 Equipamentos De Redes
Unidade 2.2   Equipamentos De RedesUnidade 2.2   Equipamentos De Redes
Unidade 2.2 Equipamentos De Redes
guest18dcd9
 
Tecnologia ethernet
Tecnologia ethernetTecnologia ethernet
Tecnologia ethernet
Andre Krueger
 

Semelhante a Tecnologias de transmissão e topologias de rede (20)

Capitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lan
Capitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lanCapitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lan
Capitulo i equipamento de rede como funcionam os switches lan
 
Ethernet
EthernetEthernet
Ethernet
 
Módulo 03 sistema de cabos
Módulo 03   sistema de cabosMódulo 03   sistema de cabos
Módulo 03 sistema de cabos
 
5393 redes
5393 redes5393 redes
5393 redes
 
Redes 4
Redes 4Redes 4
Redes 4
 
5393 redes
5393 redes5393 redes
5393 redes
 
Redes - Camada de Enlace de Dados
Redes - Camada de Enlace de DadosRedes - Camada de Enlace de Dados
Redes - Camada de Enlace de Dados
 
Aula 8 rede
Aula 8   redeAula 8   rede
Aula 8 rede
 
ARCnet.pdf
ARCnet.pdfARCnet.pdf
ARCnet.pdf
 
Lan token fddi_switching
Lan token fddi_switchingLan token fddi_switching
Lan token fddi_switching
 
Redes
RedesRedes
Redes
 
Redes ppgcc-2006-4 3
Redes ppgcc-2006-4 3Redes ppgcc-2006-4 3
Redes ppgcc-2006-4 3
 
Glossario ethernet baumier v1
Glossario ethernet baumier   v1Glossario ethernet baumier   v1
Glossario ethernet baumier v1
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
 
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
 
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
T2b1 08
 
T2b1 08
T2b1 08T2b1 08
T2b1 08
 
Equipamentos ativos de rede trabalho
Equipamentos ativos de rede trabalhoEquipamentos ativos de rede trabalho
Equipamentos ativos de rede trabalho
 
Unidade 2.2 Equipamentos De Redes
Unidade 2.2   Equipamentos De RedesUnidade 2.2   Equipamentos De Redes
Unidade 2.2 Equipamentos De Redes
 
Tecnologia ethernet
Tecnologia ethernetTecnologia ethernet
Tecnologia ethernet
 

Mais de JessicaDuarteAgostinho

Ficha de trabalho_9
Ficha de trabalho_9Ficha de trabalho_9
Ficha de trabalho_9
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho_7
Ficha de trabalho_7Ficha de trabalho_7
Ficha de trabalho_7
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho_5_jessica_duarte
Ficha de trabalho_5_jessica_duarteFicha de trabalho_5_jessica_duarte
Ficha de trabalho_5_jessica_duarte
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho_5
Ficha de trabalho_5Ficha de trabalho_5
Ficha de trabalho_5
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho_4
Ficha de trabalho_4Ficha de trabalho_4
Ficha de trabalho_4
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de avaliacao_-_jessica_duarte
Ficha de avaliacao_-_jessica_duarteFicha de avaliacao_-_jessica_duarte
Ficha de avaliacao_-_jessica_duarte
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6
JessicaDuarteAgostinho
 
Introducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computadorIntroducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computador
JessicaDuarteAgostinho
 
Rede de computadores
Rede de computadoresRede de computadores
Rede de computadores
JessicaDuarteAgostinho
 
Introducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computadorIntroducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computador
JessicaDuarteAgostinho
 
Ficha de trabalho_10
Ficha de trabalho_10Ficha de trabalho_10
Ficha de trabalho_10
JessicaDuarteAgostinho
 

Mais de JessicaDuarteAgostinho (12)

Ficha de trabalho_9
Ficha de trabalho_9Ficha de trabalho_9
Ficha de trabalho_9
 
Ficha de trabalho_7
Ficha de trabalho_7Ficha de trabalho_7
Ficha de trabalho_7
 
Ficha de trabalho_5_jessica_duarte
Ficha de trabalho_5_jessica_duarteFicha de trabalho_5_jessica_duarte
Ficha de trabalho_5_jessica_duarte
 
Ficha de trabalho_5
Ficha de trabalho_5Ficha de trabalho_5
Ficha de trabalho_5
 
Ficha de trabalho_4
Ficha de trabalho_4Ficha de trabalho_4
Ficha de trabalho_4
 
Ficha de avaliacao_-_jessica_duarte
Ficha de avaliacao_-_jessica_duarteFicha de avaliacao_-_jessica_duarte
Ficha de avaliacao_-_jessica_duarte
 
Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4Ficha de trabalho 4
Ficha de trabalho 4
 
Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6Ficha de trabalho_6
Ficha de trabalho_6
 
Introducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computadorIntroducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computador
 
Rede de computadores
Rede de computadoresRede de computadores
Rede de computadores
 
Introducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computadorIntroducao as redes_de_computador
Introducao as redes_de_computador
 
Ficha de trabalho_10
Ficha de trabalho_10Ficha de trabalho_10
Ficha de trabalho_10
 

Tecnologias de transmissão e topologias de rede

  • 2. REDE ETHERNET É uma topologia de rede local, utiliza num método de cablagem que liga dispositivos na Ethernet e os standards obedece a regras que regulam essa comunicação. Os dispositivos ethernet ligam-se a um meio físico comum, que fornece um caminho através do qual os sinais eléctricos circulam, normalmente fios de cobre ( pares trançados e fibra óptica). Ao meio físico partilhado dá-se o nome de segmento Ethernet e os dispositivos ligados a ele designam-se por nós.
  • 3. CONSTITUIÇÃO DA FRAME ETHERNET • Preâmbulo- 7 bytes ou 56 bits necessários para o sincronismo. • SFD- byte que indica o inicio do frame dado pela sequência 101010101 • MAC de Destino- endereço MAC (6 bytes) da estação á qual se destina o frame • MAC de Origem- endereço MAC da estação que enviou o frame • Tamanho/tipo- se o valor for = 1500 indica o tamanho total do campo de dados , se 1500 indica o tipo (IPv4, IPX, etc). Ocupa 2 bytes do frame Ethernet. • Dados- mínimo de 46 bytes e máximo de 1500 bytes. A informação que está a ser transmitida for maior que 1500 é repartida por fragmentos e reconstruida no final . • FCS – (frame check Sequence) de 32 bytes para verificação de erros.
  • 4. TOKEN-RING Esta tecnologia é baseada numa topologia em anel e foi desenvolvida pela IBM. Pode operar a 4 mbps ou 16 mbps e tem um limite de 260 estações. Quando usado o cabo STP 100 metros. No mínimo cada estação terá de estar distanciada pelo menos 2,5 metros da outra
  • 5. METEDOS DE ACESSO O controlo de acesso ao meio faz-se através de um token . Este quando capturado por uma estação, concede acesso exclusivo ao meio, razão pela qual nunca há lugar a colisões. O tempo token que o. token permanence em cada nó é limitado
  • 6. Quando uma estação quer transmitir espera a passagem do token livre a captura para ter acesso ao meio e altera os bits de controlo adicionam- lhe dados . O frame passa a circular no anel em direcção ao destino.
  • 7. As estações que se encontrarem entre a de origem e a de destino apenas copiam de novo a mensagem e voltam a colocar no meio para a estação seguinte.
  • 8. Quando o frame chegar de novo á estação de origem é capturado sendo posteriormente destruído e libertado um novo token .
  • 9. CONSTITUIÇÃO • SD- Starting Delimiter de 8 bits indica o inicio do frame. • AC- Access Control de 8 bits trata de um token ou de um frame de dado e indica igualmente a prioridade do frame. • FC- Frame check sequence de 6 bits para controlar e 2 bits que indicam o tipo de transmissão. • MAC de destino- endereço MAC de 6 bytes da estão á qual se destina o frame. • MAC de origem- endereço MAC da estação que enviou o frame. • Dados (4Mbps) minimo de 64 bytes e maximo de 4192 . • FCS- Frame check sequence de 32 bits tarta da verificação de erros. • ED- Enddending Delimiterde 8 bits que indica o final do frame. • FS- Frame status de 8 bits que indicam se o frame foi ou não lido.
  • 10. FDDI Tecnologia que permite suportar 500 estações numa distancia maxima de 100Km , utiliza os cabos UTP,STP e FO. Permite que as estações se encontremnuma distancia maxima de 2Km uma da outra. Nos nós de rede encontram-se estações ou concentradores que podem estar ligados a um ou dois anéis dependendo do tipo de nó . Existem 4 tipos de nós que são : • SAS – Single Attachament station de classe B; • DAS – dual attachament station de classe A ; • SAC- single attachament Concentrator de classe B ; • DAC – Dual attachament Concentrador de classe A .
  • 11. TOPOLOGIA DE REDE Estrela: Todos os equipamentos de rede ligam-se através de um dispositivo central normalmente um Hub/Switch. Utiliza os cabos : UTP/STP, e cabos de pares trançados. É mais utilizado nas redes locais (LAN); Como usa um equipamento de ligação entre os computadores o cabo utilizado tem de ser maior. Numero limitado de portas. Tem como vantagem a fiabilidade e a velocidade, mas se o dispositivo avariar toda a rede fica sem funcionar.
  • 12. Barramento: Todos os equipamentos estao ligados apenas pelo um único canal. É utilizado em LAN pois necessiota de pouco equipamento e as ligações são fáceis de configuar. Deixou de ser utilizado pela sua pouca velocidade. O terminador refere-se a um equipamento que garante a comunicação.
  • 13. Árvore: Existem vários equipamentos de ligação que ligam os vários dispositivos numa estrutura de árvore. Usam switchs,hubs e routers. Cada switch,hub liga-se á vários computadores na sua propia zona criando LANs . A sua vantagem é o facto é em caso de avaria permitir detectar o sitio onde se deu o erro.
  • 14. Malha: Utilizada em rede WAN , os dispositivos ligam-se entre si . A sua vantagem é que reside na possiblidade de existirem vários caminhos disponiveis para atingir um destino. A sua desvantagem é a grande complexidade da rede e o preço dos equipamentos ( routers).
  • 15. Anel: Os diversos equipamentos encontram-se ligados entre si formando um anel fechado. É usado em LAN, CAM e MAN. Consiste em ligar os computadores em anel evitando colisões. A sua desvantagem é a fiabilidade . E se um cabo de danificar os pc’s deixam de estar ligados á rede.