SlideShare uma empresa Scribd logo
TAOÍSMO




          1
TAO = CAMINHO




                2
É uma religião de filosofia chinesa,
baseada no sistema politeísta e
filosófico, de crenças parecidas com os
antigos elementos místicos e enigmáticos
da religião popular chinesa, como: culto
aos ancestrais, rituais de exorcismo,
alquimia e magia.




                                           3
DIVIDE-SE EM 2 RAMOS:




                        4
Religioso
Ateísta e se diz panteísta
                                 Politeísta
Escritura sagrada, sacerdócio,
templos e discípulos.            Harmonia do homem com a
                                 natureza.
Crê em uma nova era que
virá.                            Tao é a única fonte do
                                 universo e determina tudo.
Não crê em vida após a
morte, mas busca a               Tudo é composto por Yin e
longevidade e imortalidade       Yang.
física.


                                         Filosófico
                                                              5
QUEM? ONDE? QUANDO?




                      6
QUEM? ONDE? QUANDO?


• Criadopor Lao-Tsé (Velho Mestre) na
 China durante o séc. VI.

• Autor
      do livro Tao Te Ching (Livro do
 Caminho e da Virtude).




                                        7
NO QUE ACREDITAM?




                    8
O homem deve viver em harmonia com a natureza por
meio do Tao, a ideia de uma grande harmonia cósmica. As
crenças taoístas ressaltam o auto-desenvolvimento, a
liberdade e a busca da imortalidade.




                                                          9
A doutrina básica do Taoísmo se resume em uma forma
prática, conhecida como as "Três Jóias": compaixão,
moderação e humilhação.
A bondade, simplicidade e delicadeza também são
virtudes valorizadas no Taoísmo.




                                                      10
7 LEIS
1. Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da
   unidade infinita.

2. Tudo se encontra em constantes transformações.

3. Todas as contrariedades são complementares.

4. Não há duas coisas absolutamente iguais.

5. Tudo possui frente e verso.

6. A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho.

7. Tudo tem um começo e um fim.

                                                                  11
12 TEOREMAS
1. Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se
   apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto
   geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois.

2. Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita.

3. Yang tende a se afastar do centro. Yin tende a ir para o centro. E ambos
   produzem energia.

4. Yin atrai Yang e Yang atrai Yin. Yin repele Yin e Yang repele Yang.

5. Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin.

6. A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à
   diferença entre os seus componentes Yin e Yang.
                                                                              12
12 TEOREMAS

7. Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang
   em várias proporções.

8. Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das
   agregações dos componentes Yin e Yang.

9. Tudo tem polaridade.

10. Não há nada neutro

11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang

12. Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia.

                                                                            13
14
Yin

Feminino
Negativo
Lua
Escuridão
Matéria
Direita       Masculino
Norte         Positivo
Oeste         Sol
              Luz
              Energia
              Esquerda
              Sul
              Leste


            Yang
                          14
QUAL O DEUS DELES?




                     15
Ignoram um Deus criador, mas seus princípios
eventualmente tem o conceito de Deus.

Lao Tsé escreveu:
"Antes do céu e da terra existirem, havia algo
nebuloso... Eu não sei o seu nome, e eu o chamo de
Tao."



                                                     16
Como deuses, cultuam figuras históricas que
demonstraram poderes excepcionais em vida.




                                             17
Imperador Jade (Yi Huang Da Di)
Considerado o soberano supremo de todas as
divindades chinesas, o Imperador Jade teria
criado a humanidade a partir do barro. Os
taoístas rezam para ele para ter boa sorte e
longevidade em seu aniversário, e também na
noite do Ano Novo Chinês.




                                               18
Cai Shen Ye
O Deus Chinês da Prosperidade e Riqueza é
amplamente cultuado pelos chineses.
Acredita-se que Cai Shen Ye teria sido um
general da Dinastia Qin.




                                            19
QUAL O LIVRO SAGRADO
        DELES?




                       20
Seu texto fundamental é o Tao Te Ching,
originalmente escrito por Lao-Tsé, e reflete
sobre o caminho para a humanidade eliminar o
conflito e o sofrimento.




                                               21
Segundo a história, Lao Tsé, triste com a
maldade dos homens, decidiu fugir para as
montanhas em um búfalo. Ao chegar no
último portão da grande muralha, o guarda o
convenceu a deixar os princípios de sua
filosofia registrados para a posteridade.




                                              22
O QUE UM TAOÍSTA FAZ?




                        23
Culto aos ancestrais
A maioria dos deuses são pessoas que
tiveram poder excepcional durante a sua
vida.
Um exemplo é Guan Di, o deus protetor
dos negociantes, foi um general dos anos
200 d.C.




                                           24
Exorcismo
O Taoísmo possui um sacerdócio hereditário que dirige
rituais públicos, durante os quais submetem-se as orações
do povo aos deuses. O sacerdote principal, que no
momento da cerimônia se encontra em transe, se dirige a
outras divindades, representando outros aspectos do Tao,
em favor do povo. O Taoísmo enfatiza que os demônios
devem ser aplacados com presentes, a fim de assegurar a
passagem do homem na terra.




                                                            25
Alquimia
Os chineses buscam no Taoísmo a cura de seus males
físicos e a libertação de espíritos maus.




                                                     26
Magia
Os discípulos de Lao Tsé praticavam a arte oculta da magia
para produzir, por meio de certos atos e palavras ou por
interferência de espíritos (demônios), efeitos e fenômenos
contrários às leis naturais. Diziam ter poder sobre a
natureza e se tornaram adivinhos e exorcistas.




                                                             27
Necromancia
A consulta aos mortos teve início no século II, quando o
imperador Han edificou um templo em honra a Lao Tsé, e
o próprio imperador ofereceu sacrifícios à ele.




                                                           28
MANIFESTAÇÕES POPULARES




                          29
Artes
marciais



           30
Acupuntura   31
Chi Kung   32
LUGARES SAGRADOS




                   33
Monte
Qingcheng   34
Templo da
Nuvem Branca   35
Templo da
Nuvem Branca   36
Templo da
Nuvem Branca   37
Templo da
Nuvem Branca   38
ONDE ESTÃO NO BRASIL?




                        39
Uma das vertentes religiosas mais importantes é
representada pela Sociedade Taoísta do Brasil, instituída no
Rio de Janeiro/RJ, em 15 de janeiro de 1991 com o objetivo
de difundir o ensinamento do Taoísmo em todas as suas
formas de expressão - religiosa, filosófica, científica e
cultural - e contribuir para o aperfeiçoamento espiritual dos
frequentadores.




                                                                40
A Sociedade Taoísta do Brasil foi fundada por Wu Jyh
Cherng (1958-2004), sacerdote taoísta Kao Kon Fa Shi
(Alto Ofício, Mestre da Lei). Mestre Cherng escreveu
diversos livros sobre artes taoístas e traduziu o Tao Te
Ching, o livro do Caminho e da Virtude, o Yi Jing (I-Ching), o
livro das Mutações e entre outros clássicos do taoísmo.




                                                                 41
O QUE FAZEM PELO MUNDO?




                          42
No taoísmo filosófico, o equilíbrio, a harmonia e a
tranquilidade dos processos naturais fornecem um modelo
à ação humana. Essa abordagem tranquila e harmoniosa da
vida tem definido os rumos de milhões de pessoas na china
há séculos.


Ela também atraiu muitos ocidentais que vêem o taoísmo
como uma resposta inteligente ao frenesi, à alta pressão, à
ganância e à complexidade da existência no século XXI.




                                                              43
VISÕES ESPECÍFICAS




                     44
Sexo e Aborto
No caso do Taoísmo, sexo e prazer sexual devem ser
celebrados mas com atenção à moderação. Esta
moderação também se aplica à reprodução e o aborto é
visto como uma solução de recurso aceitável.
O governo da República Popular da China após aplicação
da regra "um casal, um filho" viu-se forçado também em
2003 a impor medidas contra a utilização do aborto para
seleção do sexo da criança.




                                                          45
Morte
É um processo natural de transição entre o fim desta vida e
uma nova etapa da existência. Após a morte existe uma
alma que segue seu caminho, renascendo em uma nova
condição. Ao invés de reencarnação usam o termo
transmigração já que o renascimento pode se dar no reino
humano ou em outros superiores ou inferiores.




                                                             46
Homem
O Homem nasceu do Tao mas depois começou a desviar-se dos
seus atributos, ou seja, perdeu a Virtude – o saber como
Caminhar. É uma queda que lembra a queda que se seguiu à
expulsão de Adão e Eva do Paraíso, segundo a Bíblia. O
Caminho do Tao é o caminho de volta ao estado de graça em
harmonia com o Tao (o chamado regresso precoce).




                                                            47
Taoísmo e o Direito
O taoísmo visa o entendimento da vida. Não é apenas religião,
mas ética, filosofia e direito, uma teoria sócio-política nas
relações dos sujeitos com o mundo exterior, onde vivem todos
com seus problemas humanos. Ele serve para a melhor
compreensão do sistema jurídico e do princípio único universal,
a vida e suas diversas manifestações. O direito do terceiro
milênio não é mais aquele que apenas tem por objetivo de
impor sanções, mas de regular e apresentar efetivas soluções
positivas para os litígios.



                                                                  48

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modernidade x pos modernidade
Modernidade x pos modernidadeModernidade x pos modernidade
Modernidade x pos modernidade
Funvic - Fundação de Ensino de Mococa
 
Judaísmo
JudaísmoJudaísmo
Judaísmo
Suelen Edinger
 
Filósofos Pré socráticos
Filósofos Pré socráticosFilósofos Pré socráticos
Filósofos Pré socráticos
Juliana Corvino de Araújo
 
Existencialismo de Jean paul sarte
Existencialismo de Jean paul sarteExistencialismo de Jean paul sarte
Existencialismo de Jean paul sarte
Jarimbaa
 
Filosofia moderna
Filosofia modernaFilosofia moderna
Filosofia moderna
Alexandre Misturini
 
Parmênides de eléia
Parmênides de eléiaParmênides de eléia
Parmênides de eléia
julia_ov
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
Portal do Vestibulando
 
Introdução à fenomenologia
Introdução à fenomenologiaIntrodução à fenomenologia
Introdução à fenomenologia
Felipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Budismo slide
Budismo slideBudismo slide
Niilismo de nietzsche
Niilismo de nietzscheNiilismo de nietzsche
Niilismo de nietzsche
Alexandre Misturini
 
Heráclito de éfeso
Heráclito de éfesoHeráclito de éfeso
Heráclito de éfeso
Larissa Yamazaki
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
Carla Brígida
 
RELIGIÕES DO MUNDO.
RELIGIÕES DO MUNDO.RELIGIÕES DO MUNDO.
RELIGIÕES DO MUNDO.
Virna Salgado Barra
 
A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...
A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...
A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...
Felipe de Luca
 
A Origem Das Religiões
A Origem Das ReligiõesA Origem Das Religiões
A Origem Das Religiões
Alexandre Ernest
 
Filosofia- Aristóteles
Filosofia- AristótelesFilosofia- Aristóteles
Filosofia- Aristóteles
Franciele Fernandes
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
Manoelito Filho Soares
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
Professor Sypriano
 
Filosofia Renascentista
Filosofia  RenascentistaFilosofia  Renascentista
Filosofia Renascentista
Juliana Corvino de Araújo
 
Estética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 mEstética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 m
alemisturini
 

Mais procurados (20)

Modernidade x pos modernidade
Modernidade x pos modernidadeModernidade x pos modernidade
Modernidade x pos modernidade
 
Judaísmo
JudaísmoJudaísmo
Judaísmo
 
Filósofos Pré socráticos
Filósofos Pré socráticosFilósofos Pré socráticos
Filósofos Pré socráticos
 
Existencialismo de Jean paul sarte
Existencialismo de Jean paul sarteExistencialismo de Jean paul sarte
Existencialismo de Jean paul sarte
 
Filosofia moderna
Filosofia modernaFilosofia moderna
Filosofia moderna
 
Parmênides de eléia
Parmênides de eléiaParmênides de eléia
Parmênides de eléia
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
 
Introdução à fenomenologia
Introdução à fenomenologiaIntrodução à fenomenologia
Introdução à fenomenologia
 
Budismo slide
Budismo slideBudismo slide
Budismo slide
 
Niilismo de nietzsche
Niilismo de nietzscheNiilismo de nietzsche
Niilismo de nietzsche
 
Heráclito de éfeso
Heráclito de éfesoHeráclito de éfeso
Heráclito de éfeso
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
 
RELIGIÕES DO MUNDO.
RELIGIÕES DO MUNDO.RELIGIÕES DO MUNDO.
RELIGIÕES DO MUNDO.
 
A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...
A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...
A presença das categorias de imanência e transcendência nos discursos explica...
 
A Origem Das Religiões
A Origem Das ReligiõesA Origem Das Religiões
A Origem Das Religiões
 
Filosofia- Aristóteles
Filosofia- AristótelesFilosofia- Aristóteles
Filosofia- Aristóteles
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
 
Filosofia Renascentista
Filosofia  RenascentistaFilosofia  Renascentista
Filosofia Renascentista
 
Estética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 mEstética na filosofia laura 31 m
Estética na filosofia laura 31 m
 

Destaque

TaoíSmo
TaoíSmoTaoíSmo
Taoísmo
TaoísmoTaoísmo
Taoísmo
enphes
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo dos
Taoismo dosTaoismo dos
Taoísmo
TaoísmoTaoísmo
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
Vitor Peixoto
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
PAMACA0202
 
Confucionismo
Confucionismo Confucionismo
Confucionismo
letygomezr
 
Introducción al taoísmo
Introducción al taoísmoIntroducción al taoísmo
Introducción al taoísmo
Miguel Yasuyuki Hirota
 
Islam e taoismo
Islam e taoismoIslam e taoismo
Islam e taoismo
Massimiliano Pozzi
 
El taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizio
El taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizioEl taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizio
El taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizio
OSCARPATRIZIO
 
Xintoísmo
XintoísmoXintoísmo
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
Kevin Orozco
 
Trabdefilo
TrabdefiloTrabdefilo
Trabdefilo
Bianca Costa
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
Leonela Ruiz
 
História da China - Resumo
História da China - ResumoHistória da China - Resumo
História da China - Resumo
aparadoxo
 
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
Tiago Barata
 

Destaque (20)

TaoíSmo
TaoíSmoTaoíSmo
TaoíSmo
 
Taoísmo
TaoísmoTaoísmo
Taoísmo
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
 
Taoismo dos
Taoismo dosTaoismo dos
Taoismo dos
 
Taoísmo
TaoísmoTaoísmo
Taoísmo
 
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
 
Confucionismo
Confucionismo Confucionismo
Confucionismo
 
Introducción al taoísmo
Introducción al taoísmoIntroducción al taoísmo
Introducción al taoísmo
 
Taoismo&shintoismo
Taoismo&shintoismoTaoismo&shintoismo
Taoismo&shintoismo
 
Islam e taoismo
Islam e taoismoIslam e taoismo
Islam e taoismo
 
El taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizio
El taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizioEl taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizio
El taoísmo y su fundamento. alejandro osvaldo patrizio
 
Xintoísmo
XintoísmoXintoísmo
Xintoísmo
 
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
 
Trabdefilo
TrabdefiloTrabdefilo
Trabdefilo
 
Confucianesimo
ConfucianesimoConfucianesimo
Confucianesimo
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
 
História da China - Resumo
História da China - ResumoHistória da China - Resumo
História da China - Resumo
 
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
 

Semelhante a Taoismo

Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)
Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)
Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)
Arnaldo Alves
 
Lao Tse - Tao te ching
Lao Tse - Tao te chingLao Tse - Tao te ching
Lao Tse - Tao te ching
Francis Monteiro da Rocha
 
Tao te ching lao tse
Tao te ching   lao tseTao te ching   lao tse
Tao te ching lao tse
Marcio da Mota Silva
 
Tao te ching lao tse
Tao te ching   lao tseTao te ching   lao tse
Tao te ching lao tse
Marcio da Mota Silva
 
9 tao teh ching
9 tao teh ching9 tao teh ching
9 tao teh ching
Lucas Borghi
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Vini Master
 
Antecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidade
Antecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidadeAntecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidade
Antecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidade
Márcia Albuquerque
 
Tao te ching lao tse
Tao te ching   lao tseTao te ching   lao tse
Tao te ching lao tse
Felipe Rocha
 
Lao tsé
Lao tséLao tsé
Lao tsé
André Silva
 
Conceitos Básicos MTC parte1
Conceitos Básicos MTC  parte1Conceitos Básicos MTC  parte1
Conceitos Básicos MTC parte1
Andreia Moreira
 
O fenômeno religioso
O fenômeno religioso O fenômeno religioso
O fenômeno religioso
Maycon Paim
 
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultistaNovos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Patrícia Gomes
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeacoApostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Fisio Júnias
 
Religiões da humanidade
Religiões da  humanidadeReligiões da  humanidade
Religiões da humanidade
Antenor Antenor
 
Eae aula 1 - inaugural - eae
Eae   aula 1 - inaugural - eaeEae   aula 1 - inaugural - eae
Eae aula 1 - inaugural - eae
Roberto Rossignatti
 
Símbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.pptSímbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.ppt
GIEZEKARNOSKI1
 
Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus
Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus
Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus
Pr. Luiz Carlos Lopes
 
Tibete, a sua cultura
Tibete, a sua culturaTibete, a sua cultura
Tibete, a sua cultura
Ana Pereira
 
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptxO que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
Cleiton Melo
 
Lei de Adoração evolução espiritual do ser
Lei de  Adoração evolução espiritual do  ser Lei de  Adoração evolução espiritual do  ser
Lei de Adoração evolução espiritual do ser
Claudio Macedo
 

Semelhante a Taoismo (20)

Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)
Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)
Taosmo2 100605150137-phpapp02 (1)
 
Lao Tse - Tao te ching
Lao Tse - Tao te chingLao Tse - Tao te ching
Lao Tse - Tao te ching
 
Tao te ching lao tse
Tao te ching   lao tseTao te ching   lao tse
Tao te ching lao tse
 
Tao te ching lao tse
Tao te ching   lao tseTao te ching   lao tse
Tao te ching lao tse
 
9 tao teh ching
9 tao teh ching9 tao teh ching
9 tao teh ching
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
 
Antecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidade
Antecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidadeAntecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidade
Antecedentes do Cristianismo - Os Filósofos da antiguidade
 
Tao te ching lao tse
Tao te ching   lao tseTao te ching   lao tse
Tao te ching lao tse
 
Lao tsé
Lao tséLao tsé
Lao tsé
 
Conceitos Básicos MTC parte1
Conceitos Básicos MTC  parte1Conceitos Básicos MTC  parte1
Conceitos Básicos MTC parte1
 
O fenômeno religioso
O fenômeno religioso O fenômeno religioso
O fenômeno religioso
 
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultistaNovos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
 
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeacoApostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
Apostila+de+auriculoacupuntura+chinesablzdeaco
 
Religiões da humanidade
Religiões da  humanidadeReligiões da  humanidade
Religiões da humanidade
 
Eae aula 1 - inaugural - eae
Eae   aula 1 - inaugural - eaeEae   aula 1 - inaugural - eae
Eae aula 1 - inaugural - eae
 
Símbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.pptSímbolos religiosos diversos.ppt
Símbolos religiosos diversos.ppt
 
Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus
Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus
Aula 4 - Estudo histórico comparativo sobre a revelação de Deus
 
Tibete, a sua cultura
Tibete, a sua culturaTibete, a sua cultura
Tibete, a sua cultura
 
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptxO que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
 
Lei de Adoração evolução espiritual do ser
Lei de  Adoração evolução espiritual do  ser Lei de  Adoração evolução espiritual do  ser
Lei de Adoração evolução espiritual do ser
 

Último

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (18)

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

Taoismo

  • 3. É uma religião de filosofia chinesa, baseada no sistema politeísta e filosófico, de crenças parecidas com os antigos elementos místicos e enigmáticos da religião popular chinesa, como: culto aos ancestrais, rituais de exorcismo, alquimia e magia. 3
  • 4. DIVIDE-SE EM 2 RAMOS: 4
  • 5. Religioso Ateísta e se diz panteísta Politeísta Escritura sagrada, sacerdócio, templos e discípulos. Harmonia do homem com a natureza. Crê em uma nova era que virá. Tao é a única fonte do universo e determina tudo. Não crê em vida após a morte, mas busca a Tudo é composto por Yin e longevidade e imortalidade Yang. física. Filosófico 5
  • 7. QUEM? ONDE? QUANDO? • Criadopor Lao-Tsé (Velho Mestre) na China durante o séc. VI. • Autor do livro Tao Te Ching (Livro do Caminho e da Virtude). 7
  • 9. O homem deve viver em harmonia com a natureza por meio do Tao, a ideia de uma grande harmonia cósmica. As crenças taoístas ressaltam o auto-desenvolvimento, a liberdade e a busca da imortalidade. 9
  • 10. A doutrina básica do Taoísmo se resume em uma forma prática, conhecida como as "Três Jóias": compaixão, moderação e humilhação. A bondade, simplicidade e delicadeza também são virtudes valorizadas no Taoísmo. 10
  • 11. 7 LEIS 1. Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da unidade infinita. 2. Tudo se encontra em constantes transformações. 3. Todas as contrariedades são complementares. 4. Não há duas coisas absolutamente iguais. 5. Tudo possui frente e verso. 6. A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho. 7. Tudo tem um começo e um fim. 11
  • 12. 12 TEOREMAS 1. Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois. 2. Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita. 3. Yang tende a se afastar do centro. Yin tende a ir para o centro. E ambos produzem energia. 4. Yin atrai Yang e Yang atrai Yin. Yin repele Yin e Yang repele Yang. 5. Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin. 6. A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à diferença entre os seus componentes Yin e Yang. 12
  • 13. 12 TEOREMAS 7. Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang em várias proporções. 8. Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das agregações dos componentes Yin e Yang. 9. Tudo tem polaridade. 10. Não há nada neutro 11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang 12. Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia. 13
  • 14. 14
  • 15. Yin Feminino Negativo Lua Escuridão Matéria Direita Masculino Norte Positivo Oeste Sol Luz Energia Esquerda Sul Leste Yang 14
  • 16. QUAL O DEUS DELES? 15
  • 17. Ignoram um Deus criador, mas seus princípios eventualmente tem o conceito de Deus. Lao Tsé escreveu: "Antes do céu e da terra existirem, havia algo nebuloso... Eu não sei o seu nome, e eu o chamo de Tao." 16
  • 18. Como deuses, cultuam figuras históricas que demonstraram poderes excepcionais em vida. 17
  • 19. Imperador Jade (Yi Huang Da Di) Considerado o soberano supremo de todas as divindades chinesas, o Imperador Jade teria criado a humanidade a partir do barro. Os taoístas rezam para ele para ter boa sorte e longevidade em seu aniversário, e também na noite do Ano Novo Chinês. 18
  • 20. Cai Shen Ye O Deus Chinês da Prosperidade e Riqueza é amplamente cultuado pelos chineses. Acredita-se que Cai Shen Ye teria sido um general da Dinastia Qin. 19
  • 21. QUAL O LIVRO SAGRADO DELES? 20
  • 22. Seu texto fundamental é o Tao Te Ching, originalmente escrito por Lao-Tsé, e reflete sobre o caminho para a humanidade eliminar o conflito e o sofrimento. 21
  • 23. Segundo a história, Lao Tsé, triste com a maldade dos homens, decidiu fugir para as montanhas em um búfalo. Ao chegar no último portão da grande muralha, o guarda o convenceu a deixar os princípios de sua filosofia registrados para a posteridade. 22
  • 24. O QUE UM TAOÍSTA FAZ? 23
  • 25. Culto aos ancestrais A maioria dos deuses são pessoas que tiveram poder excepcional durante a sua vida. Um exemplo é Guan Di, o deus protetor dos negociantes, foi um general dos anos 200 d.C. 24
  • 26. Exorcismo O Taoísmo possui um sacerdócio hereditário que dirige rituais públicos, durante os quais submetem-se as orações do povo aos deuses. O sacerdote principal, que no momento da cerimônia se encontra em transe, se dirige a outras divindades, representando outros aspectos do Tao, em favor do povo. O Taoísmo enfatiza que os demônios devem ser aplacados com presentes, a fim de assegurar a passagem do homem na terra. 25
  • 27. Alquimia Os chineses buscam no Taoísmo a cura de seus males físicos e a libertação de espíritos maus. 26
  • 28. Magia Os discípulos de Lao Tsé praticavam a arte oculta da magia para produzir, por meio de certos atos e palavras ou por interferência de espíritos (demônios), efeitos e fenômenos contrários às leis naturais. Diziam ter poder sobre a natureza e se tornaram adivinhos e exorcistas. 27
  • 29. Necromancia A consulta aos mortos teve início no século II, quando o imperador Han edificou um templo em honra a Lao Tsé, e o próprio imperador ofereceu sacrifícios à ele. 28
  • 33. Chi Kung 32
  • 40. ONDE ESTÃO NO BRASIL? 39
  • 41. Uma das vertentes religiosas mais importantes é representada pela Sociedade Taoísta do Brasil, instituída no Rio de Janeiro/RJ, em 15 de janeiro de 1991 com o objetivo de difundir o ensinamento do Taoísmo em todas as suas formas de expressão - religiosa, filosófica, científica e cultural - e contribuir para o aperfeiçoamento espiritual dos frequentadores. 40
  • 42. A Sociedade Taoísta do Brasil foi fundada por Wu Jyh Cherng (1958-2004), sacerdote taoísta Kao Kon Fa Shi (Alto Ofício, Mestre da Lei). Mestre Cherng escreveu diversos livros sobre artes taoístas e traduziu o Tao Te Ching, o livro do Caminho e da Virtude, o Yi Jing (I-Ching), o livro das Mutações e entre outros clássicos do taoísmo. 41
  • 43. O QUE FAZEM PELO MUNDO? 42
  • 44. No taoísmo filosófico, o equilíbrio, a harmonia e a tranquilidade dos processos naturais fornecem um modelo à ação humana. Essa abordagem tranquila e harmoniosa da vida tem definido os rumos de milhões de pessoas na china há séculos. Ela também atraiu muitos ocidentais que vêem o taoísmo como uma resposta inteligente ao frenesi, à alta pressão, à ganância e à complexidade da existência no século XXI. 43
  • 46. Sexo e Aborto No caso do Taoísmo, sexo e prazer sexual devem ser celebrados mas com atenção à moderação. Esta moderação também se aplica à reprodução e o aborto é visto como uma solução de recurso aceitável. O governo da República Popular da China após aplicação da regra "um casal, um filho" viu-se forçado também em 2003 a impor medidas contra a utilização do aborto para seleção do sexo da criança. 45
  • 47. Morte É um processo natural de transição entre o fim desta vida e uma nova etapa da existência. Após a morte existe uma alma que segue seu caminho, renascendo em uma nova condição. Ao invés de reencarnação usam o termo transmigração já que o renascimento pode se dar no reino humano ou em outros superiores ou inferiores. 46
  • 48. Homem O Homem nasceu do Tao mas depois começou a desviar-se dos seus atributos, ou seja, perdeu a Virtude – o saber como Caminhar. É uma queda que lembra a queda que se seguiu à expulsão de Adão e Eva do Paraíso, segundo a Bíblia. O Caminho do Tao é o caminho de volta ao estado de graça em harmonia com o Tao (o chamado regresso precoce). 47
  • 49. Taoísmo e o Direito O taoísmo visa o entendimento da vida. Não é apenas religião, mas ética, filosofia e direito, uma teoria sócio-política nas relações dos sujeitos com o mundo exterior, onde vivem todos com seus problemas humanos. Ele serve para a melhor compreensão do sistema jurídico e do princípio único universal, a vida e suas diversas manifestações. O direito do terceiro milênio não é mais aquele que apenas tem por objetivo de impor sanções, mas de regular e apresentar efetivas soluções positivas para os litígios. 48