SlideShare uma empresa Scribd logo
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
INTRODUÇÃO
A fim de ajudar as pessoas, a psicologia cristã e o
aconselhamento buscam estimular o desenvolvimento da
personalidade; ajudar os indivíduos a enfrentarem mais
eficazmente os problemas da vida, o s conflitos íntimos e as
emoções prejudiciais; promover encorajamento e orientação
para aqueles que tenham perdido alguém querido u estejam
sofrendo uma decepção; e para assistir as pessoas cujo padrão
de vida lhes cause frustração e infelicidade.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Além disso, a psicologia e o aconselhamento levam o indivíduo a
uma relação pessoal com Jesus Cristo e seu alvo é ajudar outros
a se tornarem, primeiramente discípulos de Cristo, desenvolver
um bom ministério e depois estimularem outros.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
A BÍBLIA RESPALDA O ACONSELHAMENTO:
De acordo com a Bíblia, os cristãos devem ensinar tudo o que
Cristo nos ordenou e ensinou. Isto inclui com certeza doutrinas a
respeito de Deus, autoridade, salvação, crescimento espiritual,
oração, a igreja, o futuro, anjos, demônios e a natureza humana.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Todavia, Jesus também ensinou sobre o casamento, interação
entre pais e filos, obediência, relações entre as raças, e liberdade
tanto para homens como para as mulheres. Ele ensinou
igualmente sobre assuntos pessoais como sexo, ansiedade,
medo, solidão, duvida, orgulho, pecado e desanimo.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Todas essas questões levam as pessoas procurarem ajuda do
aconselhamento e terapêutica hoje. Quando Jesus tratava com
as pessoas ele frequentemente ouvia suas perguntas e as
aceitava antes de estimulá-las a pensar ou agir de modo
diferente.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Às vezes dizia o que deveria fazer, mas também orientava as
pessoas para que resolvessem os seus problemas através de
indagações hábeis e divinamente orientadas.
Ensinar o que Cristo ensinou inclui instrução na doutrina, mas
abrange também ajudar as pessoas a se entenderem melhor
com Deus, com o próximo e consigo mesma.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
A PSICOLOGIA TEM CONDIÇÕES DE AJUDAR?
A fim de ajudar e entender melhor o cristão, muitos líderes têm
procurado as opiniões de psicólogos e outros profissionais que
cuidam da saúde mental. A psicologia é naturalmente um campo
de estudo altamente complexo e popular hoje em dia, tratando
tanto do comportamento animal como o humano.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
O estudante universitário que faz um curso introdutório a
psicologia geral, encontra com frequência uma porção de
estatísticas, termos técnicos e dados científicos sobre inúmeros
tópicos aparentemente sem importância.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Os cursos a nível de seminário sobre o aconselhamento pastoral
tendem a ser mais relevantes e concentrados nas pessoas.
Mesmo assim o estudante talvez se perca num labirinto de
teorias e técnicas pouco proveitosas quando se depara com um
ser humano confuso e sofrendo.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Isto levou escritores a rejeitarem a psicologia, inclusive a área do
aconselhamento e a concluir que a Bíblia é tudo o que o cristão
interessado em ajudar as pessoas precisa, Jay Adams, por
exemplo, argumenta que os psiquiatras e provavelmente os
psicólogos, usurparam o lugar dos pregadores e acharam-se
perigosamente tentando modificar o comportamento das
pessoas e seus valores de maneira ímpia.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Este escrito de influência não vê qualquer possibilidade da
psicologia ou ramos afins virem a auxiliar o líder de igreja a
aconselhar mais eficazmente.
Como um campo de estudo, a psicologia cientifica tem cerca de
100 anos de idade, durante o século passado, Deus permitiu que
os psicólogos desenvolvessem instrumentos de pesquisas para o
estudo do comportamento humano, e publicações profissionais
para apresentarem suas descobertas.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Centenas de milhares de pessoas buscaram ajuda e os
conselheiros profissionais, aprenderam o que faz as pessoas
reagirem e como podem mudar.
Nosso conhecimento está longe de ser completo e perfeito, mas
a pesquisa psicológica cuidadosa e a análise de dados levaram a
um vasto reservatório de conclusões sabidamente úteis aos
aconselhados e a quem quer que se disponha a ajudar
eficazmente as pessoas.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Até mesmo os que querem por de lado o campo da psicologia,
usam frequentemente termos psicológicos em seus escritos de
origem psicológica em seu aconselhamento.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
INFLUÊNCIAS DA PSICANÁLISE, REICH E OUTROS
Perls foi um profundo conhecedor do ser humano e foi buscar
onde pôde os conhecimentos necessários a esta compreensão.
Envolveu-se pessoalmente com alguns movimentos
psicoterapêuticos e passou à sua Gestalt o que ali encontrou de
positivo e útil à compreensão do homem.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Psicanálise:
Freud escreveu em 1922 em As pedras angulares da terapêutica
psicanalítica:
“A afirmação concernente à existência de processos mentais
inconscientes, a adesão à teoria da resistência e do recalque, a
importância atribuída à sexualidade e ao complexo de Édipo;
esses são os pontos essenciais de que trata a psicanálise, e
também os fundamentos de sua teoria. Quem não os aceita de
forma global, não poderá se incluir no rol dos psicanalistas”.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Eis Perls riscado da lista, sem apelação! ... Mas, afinal, ele não foi
o único “excomungado” pelo mestre: Adler, Jung, Stekel, Rank,
Reich e outros.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
A Psicanálise
É uma teoria nascida do trabalho de Sigmund Freud (1856-
1939), na Áustria, a partir de sua prática médico-clínica, e traz
para a Psicologia uma grande contribuição que consiste em ter
recuperado a importância da afetividade.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Tem como grande inovação a elaboração do conceito de
inconsciente, tomado como seu objeto de estudo, e a
descoberta da sexualidade infantil, rompendo assim com a
tradição da Psicologia, até então definida como a ciência da
consciência e da razão. Continuando seus estudos, FREUD
formula A Segunda Teoria do Aparelho Psíquico, introduzindo os
conceitos de ID, EGO e SUPEREGO, referindo-se aos três sistemas
da personalidade.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
PSICOLOGIA E FÉ
Não é surpresa que a natureza favoreça genes que promovam
uma inclinação à fé. Muitos estudos recentes sugerem que as
pessoas religiosas podem viver mais do que os menos religiosos.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Um estudo com cerca de 4.000 pessoas na Carolina do Norte,
por exemplo, descobriu que frequentadores da igreja tinham
46% menos riscos de morrer num período de seis anos do que
aqueles que não frequentavam.
Outro estudo envolvendo 126,000 participantes sugere que
alguém de 20 anos de idade que vai a igreja poder viver sete
anos a mais do que uma pessoa similar que não participa de
práticas religiosas.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Em parte a religião costuma adotar estilos de vida mais
saudáveis as pessoas não fumam, não bebem bebidas alcoólicas,
e a fé pode dar força para que as pessoas superem doenças,
afinal se a “crença nos placebos funciona, porque não a fé em
Deus? ”.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Outra possibilidade envolver a química cerebral. “Genes” que
promovem o espiritualismo põem fazer isso, em parte, ao
estimular mensageiros químicos no cérebro como a Dopamina,
que deixa as pessoas otimistas e sociáveis, e talvez mais
disposição a ter filhos Dopamina é muito complexa, mas aparece
ligada tanto ao espiritualismo quanto a promiscuidade,
possivelmente explicando alguns escândalos da igreja.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Biologistas evolutivos também sugerem que uma inclinação ao
espiritualismo pode ter feito antigos humanos, mais dispostos a
seguir curandeiros, ou outros líderes que clamam apoio divino.
Outra pesquisa sugere é que a sociedade pós-industrial, não vai
deixar a religião para trás facilmente. A fé pode ser tranquila em
muitos círculos hoje em dia, ou dirigida a ioga e meditação, mas
não é algo que humanos podem facilmente abandonar.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Uma propensão a algum tipo de fé parece ser embutida em nós
como uma parte profunda da existência humana, tão complexo e
talvez inexplicável como o modo de amar e rir.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
Uma propensão a algum tipo de fé parece ser embutida em nós
como uma parte profunda da existência humana, tão complexo e
talvez inexplicável como o modo de amar e rir.
PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os 5 sentidos: usados para o bem ou para o mal
Os 5 sentidos: usados para o bem ou para o malOs 5 sentidos: usados para o bem ou para o mal
Os 5 sentidos: usados para o bem ou para o mal
Luciano Deschamps
 
Cura e libertação
Cura e libertaçãoCura e libertação
Cura e libertação
Batista Getsêmani
 
HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Introdução ao estudo da hermenêutica 1
Introdução ao estudo da hermenêutica 1Introdução ao estudo da hermenêutica 1
Introdução ao estudo da hermenêutica 1
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
O caminho da obediência
O caminho da obediênciaO caminho da obediência
O caminho da obediência
Marcos De Oliveira Leite
 
Adoração - Aula 01 - Culto e Adoração
Adoração - Aula 01 - Culto e AdoraçãoAdoração - Aula 01 - Culto e Adoração
Adoração - Aula 01 - Culto e Adoração
fa.sodre
 
Cosmovisão cristã bentes
Cosmovisão cristã bentesCosmovisão cristã bentes
Cosmovisão cristã bentes
ANTÔNIO CARLOS G. BENTES
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
UEPB
 
06 psicologia pastoral
06 psicologia pastoral06 psicologia pastoral
06 psicologia pastoral
CursosTeologicos
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
Moisés Sampaio
 
Aula 2a parte patristica
Aula  2a parte patristicaAula  2a parte patristica
Aula 2a parte patristica
Gcom digital factory
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Márcio Martins
 
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e HeresiasLiberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Erberson Pinheiro
 
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança CristãO Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
Márcio Melânia
 
Chamados para Andar na Contra Mão
Chamados para Andar na Contra MãoChamados para Andar na Contra Mão
Chamados para Andar na Contra Mão
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
Lição 3 que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...
Lição 3   que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...Lição 3   que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...
Lição 3 que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...
Sergio Silva
 
Deus Triuno - A doutrina da Trindade
Deus Triuno - A doutrina da TrindadeDeus Triuno - A doutrina da Trindade
Deus Triuno - A doutrina da Trindade
Geversom Sousa
 
Teologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - CristologiaTeologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - Cristologia
Gcom digital factory
 

Mais procurados (20)

Os 5 sentidos: usados para o bem ou para o mal
Os 5 sentidos: usados para o bem ou para o malOs 5 sentidos: usados para o bem ou para o mal
Os 5 sentidos: usados para o bem ou para o mal
 
Cura e libertação
Cura e libertaçãoCura e libertação
Cura e libertação
 
HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 01-1 - BÁSICO - IBADEP)
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
 
Introdução ao estudo da hermenêutica 1
Introdução ao estudo da hermenêutica 1Introdução ao estudo da hermenêutica 1
Introdução ao estudo da hermenêutica 1
 
O caminho da obediência
O caminho da obediênciaO caminho da obediência
O caminho da obediência
 
Adoração - Aula 01 - Culto e Adoração
Adoração - Aula 01 - Culto e AdoraçãoAdoração - Aula 01 - Culto e Adoração
Adoração - Aula 01 - Culto e Adoração
 
Cosmovisão cristã bentes
Cosmovisão cristã bentesCosmovisão cristã bentes
Cosmovisão cristã bentes
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
 
06 psicologia pastoral
06 psicologia pastoral06 psicologia pastoral
06 psicologia pastoral
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
Aula 2a parte patristica
Aula  2a parte patristicaAula  2a parte patristica
Aula 2a parte patristica
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
 
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e HeresiasLiberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança CristãO Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
 
Chamados para Andar na Contra Mão
Chamados para Andar na Contra MãoChamados para Andar na Contra Mão
Chamados para Andar na Contra Mão
 
Lição 3 que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...
Lição 3   que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...Lição 3   que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...
Lição 3 que é uma seita - 2º quadrimestre 2012 - ebd - religiões e religios...
 
Deus Triuno - A doutrina da Trindade
Deus Triuno - A doutrina da TrindadeDeus Triuno - A doutrina da Trindade
Deus Triuno - A doutrina da Trindade
 
Teologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - CristologiaTeologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - Cristologia
 

Destaque

psicanálise e religião
psicanálise e religiãopsicanálise e religião
psicanálise e religião
faculdadeteologica
 
ética e psicanálise
ética e psicanáliseética e psicanálise
ética e psicanálise
faculdadeteologica
 
10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação
faculdadeteologica
 
8 fundamentos da psicanálise
8 fundamentos da psicanálise8 fundamentos da psicanálise
8 fundamentos da psicanálise
faculdadeteologica
 
1 introdução á psicanálise
1 introdução á psicanálise1 introdução á psicanálise
1 introdução á psicanálise
faculdadeteologica
 
.7 psicanálise e cultura
.7 psicanálise e cultura.7 psicanálise e cultura
.7 psicanálise e cultura
faculdadeteologica
 
4 família, psicanálise e sociedade
4 família, psicanálise e sociedade4 família, psicanálise e sociedade
4 família, psicanálise e sociedade
faculdadeteologica
 
6 teorias psicanalíticas
6 teorias psicanalíticas6 teorias psicanalíticas
6 teorias psicanalíticas
faculdadeteologica
 
5 conceitos gerais da psicanálise
5 conceitos gerais da psicanálise5 conceitos gerais da psicanálise
5 conceitos gerais da psicanálise
faculdadeteologica
 

Destaque (9)

psicanálise e religião
psicanálise e religiãopsicanálise e religião
psicanálise e religião
 
ética e psicanálise
ética e psicanáliseética e psicanálise
ética e psicanálise
 
10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação10 psicanálise e educação
10 psicanálise e educação
 
8 fundamentos da psicanálise
8 fundamentos da psicanálise8 fundamentos da psicanálise
8 fundamentos da psicanálise
 
1 introdução á psicanálise
1 introdução á psicanálise1 introdução á psicanálise
1 introdução á psicanálise
 
.7 psicanálise e cultura
.7 psicanálise e cultura.7 psicanálise e cultura
.7 psicanálise e cultura
 
4 família, psicanálise e sociedade
4 família, psicanálise e sociedade4 família, psicanálise e sociedade
4 família, psicanálise e sociedade
 
6 teorias psicanalíticas
6 teorias psicanalíticas6 teorias psicanalíticas
6 teorias psicanalíticas
 
5 conceitos gerais da psicanálise
5 conceitos gerais da psicanálise5 conceitos gerais da psicanálise
5 conceitos gerais da psicanálise
 

Semelhante a spi9 psicologia e psicanálise cristã

Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
faculdadeteologica
 
psicologia pastoral
psicologia pastoralpsicologia pastoral
psicologia pastoral
faculdadeteologica
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
Pastor Juscelino Freitas
 
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdfAULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
MirnaKathary1
 
psicologia da religião
psicologia da religiãopsicologia da religião
psicologia da religião
faculdadeteologica
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsxSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
MarciaCristine2
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdfSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
MarciaCristine2
 
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia CristãO Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
MrcioMartins73
 
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
FabiFaculdadeBatista
 
Aula 2 de Psicologia Pastoral
Aula 2 de Psicologia PastoralAula 2 de Psicologia Pastoral
Aula 2 de Psicologia Pastoral
Rôde Laco Gonçalves Hartwig
 
Curso superior de teologia à distância 3
Curso superior de teologia à distância 3Curso superior de teologia à distância 3
Curso superior de teologia à distância 3
Rôde Laco Gonçalves Hartwig
 
O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca
O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca  O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca
O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca
Diego Silva
 
Comportamento Humano
Comportamento HumanoComportamento Humano
Comportamento Humano
Adrianadiasbrito
 
Atualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICA
Atualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICAAtualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICA
Atualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICA
niviaferreira4
 
Curso superior de teologia distancia
Curso superior de teologia distanciaCurso superior de teologia distancia
Curso superior de teologia distancia
Rôde Laco Gonçalves Hartwig
 
Psicologiae espiritualidade
Psicologiae espiritualidadePsicologiae espiritualidade
Psicologiae espiritualidade
Rosimeri Lopes
 
Psicologia da religião
Psicologia da religiãoPsicologia da religião
Psicologia da religião
Werkson Azeredo
 
Psicologia pastoral parte 1. david
Psicologia pastoral parte 1. davidPsicologia pastoral parte 1. david
Psicologia pastoral parte 1. david
David de Silva
 
ÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdf
ÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdfÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdf
ÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdf
IgrejacentralCasadoa
 
Psicologia introdução
Psicologia introduçãoPsicologia introdução
Psicologia introdução
Chrys Souza
 

Semelhante a spi9 psicologia e psicanálise cristã (20)

Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
psicologia pastoral
psicologia pastoralpsicologia pastoral
psicologia pastoral
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdfAULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
 
psicologia da religião
psicologia da religiãopsicologia da religião
psicologia da religião
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsxSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09.ppsx
 
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdfSEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
SEMINÁRIO - PSICOLOGIA, CIÊNCIA E PROFISSÃO 14.09 - SLIDES.pdf
 
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia CristãO Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
 
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
1ª AULA - PSICOLOGIA PASTORAL.pdf
 
Aula 2 de Psicologia Pastoral
Aula 2 de Psicologia PastoralAula 2 de Psicologia Pastoral
Aula 2 de Psicologia Pastoral
 
Curso superior de teologia à distância 3
Curso superior de teologia à distância 3Curso superior de teologia à distância 3
Curso superior de teologia à distância 3
 
O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca
O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca  O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca
O Que É Espiritualismo - Pablo de Salamanca
 
Comportamento Humano
Comportamento HumanoComportamento Humano
Comportamento Humano
 
Atualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICA
Atualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICAAtualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICA
Atualidades em Psicologia ÊNFASE INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS EM CLÍNICA
 
Curso superior de teologia distancia
Curso superior de teologia distanciaCurso superior de teologia distancia
Curso superior de teologia distancia
 
Psicologiae espiritualidade
Psicologiae espiritualidadePsicologiae espiritualidade
Psicologiae espiritualidade
 
Psicologia da religião
Psicologia da religiãoPsicologia da religião
Psicologia da religião
 
Psicologia pastoral parte 1. david
Psicologia pastoral parte 1. davidPsicologia pastoral parte 1. david
Psicologia pastoral parte 1. david
 
ÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdf
ÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdfÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdf
ÉTICA ECLESIATICA TERAPEUTICA_230106_120031.pdf
 
Psicologia introdução
Psicologia introduçãoPsicologia introdução
Psicologia introdução
 

Mais de faculdadeteologica

10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
faculdadeteologica
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
faculdadeteologica
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
faculdadeteologica
 
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
faculdadeteologica
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
faculdadeteologica
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
faculdadeteologica
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
faculdadeteologica
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
faculdadeteologica
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
faculdadeteologica
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
faculdadeteologica
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
faculdadeteologica
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
faculdadeteologica
 
1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i
faculdadeteologica
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
faculdadeteologica
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
faculdadeteologica
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
faculdadeteologica
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
faculdadeteologica
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
faculdadeteologica
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
faculdadeteologica
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
faculdadeteologica
 

Mais de faculdadeteologica (20)

10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
 
1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
 

Último

CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (16)

CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 

spi9 psicologia e psicanálise cristã

  • 2. INTRODUÇÃO A fim de ajudar as pessoas, a psicologia cristã e o aconselhamento buscam estimular o desenvolvimento da personalidade; ajudar os indivíduos a enfrentarem mais eficazmente os problemas da vida, o s conflitos íntimos e as emoções prejudiciais; promover encorajamento e orientação para aqueles que tenham perdido alguém querido u estejam sofrendo uma decepção; e para assistir as pessoas cujo padrão de vida lhes cause frustração e infelicidade. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 3. Além disso, a psicologia e o aconselhamento levam o indivíduo a uma relação pessoal com Jesus Cristo e seu alvo é ajudar outros a se tornarem, primeiramente discípulos de Cristo, desenvolver um bom ministério e depois estimularem outros. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 4. A BÍBLIA RESPALDA O ACONSELHAMENTO: De acordo com a Bíblia, os cristãos devem ensinar tudo o que Cristo nos ordenou e ensinou. Isto inclui com certeza doutrinas a respeito de Deus, autoridade, salvação, crescimento espiritual, oração, a igreja, o futuro, anjos, demônios e a natureza humana. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 5. Todavia, Jesus também ensinou sobre o casamento, interação entre pais e filos, obediência, relações entre as raças, e liberdade tanto para homens como para as mulheres. Ele ensinou igualmente sobre assuntos pessoais como sexo, ansiedade, medo, solidão, duvida, orgulho, pecado e desanimo. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 6. Todas essas questões levam as pessoas procurarem ajuda do aconselhamento e terapêutica hoje. Quando Jesus tratava com as pessoas ele frequentemente ouvia suas perguntas e as aceitava antes de estimulá-las a pensar ou agir de modo diferente. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 7. Às vezes dizia o que deveria fazer, mas também orientava as pessoas para que resolvessem os seus problemas através de indagações hábeis e divinamente orientadas. Ensinar o que Cristo ensinou inclui instrução na doutrina, mas abrange também ajudar as pessoas a se entenderem melhor com Deus, com o próximo e consigo mesma. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 8. A PSICOLOGIA TEM CONDIÇÕES DE AJUDAR? A fim de ajudar e entender melhor o cristão, muitos líderes têm procurado as opiniões de psicólogos e outros profissionais que cuidam da saúde mental. A psicologia é naturalmente um campo de estudo altamente complexo e popular hoje em dia, tratando tanto do comportamento animal como o humano. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 9. O estudante universitário que faz um curso introdutório a psicologia geral, encontra com frequência uma porção de estatísticas, termos técnicos e dados científicos sobre inúmeros tópicos aparentemente sem importância. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 10. Os cursos a nível de seminário sobre o aconselhamento pastoral tendem a ser mais relevantes e concentrados nas pessoas. Mesmo assim o estudante talvez se perca num labirinto de teorias e técnicas pouco proveitosas quando se depara com um ser humano confuso e sofrendo. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 11. Isto levou escritores a rejeitarem a psicologia, inclusive a área do aconselhamento e a concluir que a Bíblia é tudo o que o cristão interessado em ajudar as pessoas precisa, Jay Adams, por exemplo, argumenta que os psiquiatras e provavelmente os psicólogos, usurparam o lugar dos pregadores e acharam-se perigosamente tentando modificar o comportamento das pessoas e seus valores de maneira ímpia. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 12. Este escrito de influência não vê qualquer possibilidade da psicologia ou ramos afins virem a auxiliar o líder de igreja a aconselhar mais eficazmente. Como um campo de estudo, a psicologia cientifica tem cerca de 100 anos de idade, durante o século passado, Deus permitiu que os psicólogos desenvolvessem instrumentos de pesquisas para o estudo do comportamento humano, e publicações profissionais para apresentarem suas descobertas. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 13. Centenas de milhares de pessoas buscaram ajuda e os conselheiros profissionais, aprenderam o que faz as pessoas reagirem e como podem mudar. Nosso conhecimento está longe de ser completo e perfeito, mas a pesquisa psicológica cuidadosa e a análise de dados levaram a um vasto reservatório de conclusões sabidamente úteis aos aconselhados e a quem quer que se disponha a ajudar eficazmente as pessoas. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 14. Até mesmo os que querem por de lado o campo da psicologia, usam frequentemente termos psicológicos em seus escritos de origem psicológica em seu aconselhamento. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 15. INFLUÊNCIAS DA PSICANÁLISE, REICH E OUTROS Perls foi um profundo conhecedor do ser humano e foi buscar onde pôde os conhecimentos necessários a esta compreensão. Envolveu-se pessoalmente com alguns movimentos psicoterapêuticos e passou à sua Gestalt o que ali encontrou de positivo e útil à compreensão do homem. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 16. Psicanálise: Freud escreveu em 1922 em As pedras angulares da terapêutica psicanalítica: “A afirmação concernente à existência de processos mentais inconscientes, a adesão à teoria da resistência e do recalque, a importância atribuída à sexualidade e ao complexo de Édipo; esses são os pontos essenciais de que trata a psicanálise, e também os fundamentos de sua teoria. Quem não os aceita de forma global, não poderá se incluir no rol dos psicanalistas”. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 17. Eis Perls riscado da lista, sem apelação! ... Mas, afinal, ele não foi o único “excomungado” pelo mestre: Adler, Jung, Stekel, Rank, Reich e outros. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 18. A Psicanálise É uma teoria nascida do trabalho de Sigmund Freud (1856- 1939), na Áustria, a partir de sua prática médico-clínica, e traz para a Psicologia uma grande contribuição que consiste em ter recuperado a importância da afetividade. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 19. Tem como grande inovação a elaboração do conceito de inconsciente, tomado como seu objeto de estudo, e a descoberta da sexualidade infantil, rompendo assim com a tradição da Psicologia, até então definida como a ciência da consciência e da razão. Continuando seus estudos, FREUD formula A Segunda Teoria do Aparelho Psíquico, introduzindo os conceitos de ID, EGO e SUPEREGO, referindo-se aos três sistemas da personalidade. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 20. PSICOLOGIA E FÉ Não é surpresa que a natureza favoreça genes que promovam uma inclinação à fé. Muitos estudos recentes sugerem que as pessoas religiosas podem viver mais do que os menos religiosos. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 21. Um estudo com cerca de 4.000 pessoas na Carolina do Norte, por exemplo, descobriu que frequentadores da igreja tinham 46% menos riscos de morrer num período de seis anos do que aqueles que não frequentavam. Outro estudo envolvendo 126,000 participantes sugere que alguém de 20 anos de idade que vai a igreja poder viver sete anos a mais do que uma pessoa similar que não participa de práticas religiosas. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 22. Em parte a religião costuma adotar estilos de vida mais saudáveis as pessoas não fumam, não bebem bebidas alcoólicas, e a fé pode dar força para que as pessoas superem doenças, afinal se a “crença nos placebos funciona, porque não a fé em Deus? ”. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 23. Outra possibilidade envolver a química cerebral. “Genes” que promovem o espiritualismo põem fazer isso, em parte, ao estimular mensageiros químicos no cérebro como a Dopamina, que deixa as pessoas otimistas e sociáveis, e talvez mais disposição a ter filhos Dopamina é muito complexa, mas aparece ligada tanto ao espiritualismo quanto a promiscuidade, possivelmente explicando alguns escândalos da igreja. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 24. Biologistas evolutivos também sugerem que uma inclinação ao espiritualismo pode ter feito antigos humanos, mais dispostos a seguir curandeiros, ou outros líderes que clamam apoio divino. Outra pesquisa sugere é que a sociedade pós-industrial, não vai deixar a religião para trás facilmente. A fé pode ser tranquila em muitos círculos hoje em dia, ou dirigida a ioga e meditação, mas não é algo que humanos podem facilmente abandonar. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 25. Uma propensão a algum tipo de fé parece ser embutida em nós como uma parte profunda da existência humana, tão complexo e talvez inexplicável como o modo de amar e rir. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  • 26. Uma propensão a algum tipo de fé parece ser embutida em nós como uma parte profunda da existência humana, tão complexo e talvez inexplicável como o modo de amar e rir. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ